Show da Fé - Edição 09

 

Embed or link this publication

Description

A Graça de Ser curado

Popular Pages


p. 1

MARCOS AC MARCELO NEJM Com um tumor no útero, Letícia Dias foi aconselhada a abortar. Confiou em Deus, e sua filha nasceu saudável. Página 2 Ex-usuário de drogas, Gilmar Alves tornou-se um perigo para a sociedade e teve de fugir. Hoje, está liberto em Jesus. Página B13 MARCOS AC E o bebê nasceu! Jurado de morte Após 22 anos, Odete Oliveira voltou a ouvir. “Estou feliz como uma criança.” Página B9 Voltou a ouvir Jornal Show da Fé Não existe tempo para Deus PÁGINA 22 ANO 1 - Nº 09 - USA - OUTUBRO DE 2014 SHOWda FÉ O JORNAL DA PALAVRA DE DEUS Palavras de fé do Missionário PÁGINA 24 A GRAÇA DE SER CURADO Um tinha um tumor no cérebro; o outro, uma hérnia, que só crescia. Os dois não precisam mais ser operados. MARCOS AC DIVULGAÇÃO IIGD Rafael Moreira J Missionário R. R. Soares com Julio Cezar Galdi ulio Cezar Galdi e Rafael Moreira sentiam de fortes dores e tinham a vida limitada. O primeiro estava com uma cirurgia de alto risco marcada para a retirada do tumor. No entanto, às vésperas do procedimento, ele assistiu a uma reunião do Missionário R. R. Soares e tomou posse da bênção. No dia seguinte, já no hospital, comprovou o milagre: não precisava ser operado, porque o tumor não era mais maligno. Rafael também foi alcançado pelo poder de Deus e constatou o desaparecimento da enfermidade três dias após a grande Volta da Vitória no Maracanã. Hoje, os dois levam uma vida normal. Páginas B7 e B9 MARCELO NEJM MARCOS AC MARCOS AC A vida de Tânia Maria Andrade mudou depois que ela sofreu um acidente há dez anos. Sem firmeza no pé direito, ela precisava de ajuda para andar e subir escadas. Curada após a oração da fé, Tânia voltou a sorrir. Página B1 Dor fazia mulher tremer e não a deixava se alimentar Página B8 Estava sentenciado à morte devido às drogas e à hanseníase Página B14 MARCELO NEJM Bengala, agora, só se for no ombro Ontem, garçom. Hoje, um empresário próspero Página 21

[close]

p. 2

2 Editorial ANO 1 - Nº 09 - USA - Outubro de 2014 SHOWda FÉ Editorial Após 22 anos, Odete Oliveira voltou a ouvir. “Estou feliz como uma criança.” Página B9 Expediente MARCOS AC MARCELO NEJM Com um tumor no útero, Letícia Dias foi aconselhada a abortar. Confiou em Deus, e sua filha nasceu saudável. Página 2 Ex-usuário de drogas, Gilmar Alves tornou-se um perigo para a sociedade e teve de fugir. Hoje, está liberto em Jesus. Página B13 Jornal Show da Fé Não existe tempo para Deus PÁGINA 22 ANO 1 - Nº 09 - USA - OUTUBRO DE 2014 SHOWda FÉ O JORNAL DA PALAVRA DE DEUS MARCOS AC E o bebê nasceu! Jurado de morte Voltou a ouvir Palavras de fé do Missionário PÁGINA 24 A GRAÇA DE SER CURADO Um tinha um tumor no cérebro; o outro, uma hérnia, que só crescia. Os dois não precisam mais ser operados. MARCOS AC DIVULGAÇÃO IIGD Maravilhas de Deus Missionário R. R. Soares cada vez que se prega a Palavra de Deus em qualquer lugar, logo se vê o poder divino operando as mesmas maravilhas descritas na Bíblia. Além de lindo de se ver, isso leva qualquer  Rafael Moreira ulio Cezar Galdi e Rafael Moreira sentiam de fortes dores e tinham a vida limitada. O primeiro estava com uma cirurgia de alto risco marcada para a retirada do tumor. No entanto, às vésperas do procedimento, ele assistiu a uma reunião do Missionário R. R. Soares e tomou posse da bênção. No dia seguinte, já no hospital, comprovou o milagre: não precisava ser operado, porque o tumor não era mais maligno. Rafael também foi alcançado pelo poder de Deus e constatou o desaparecimento da enfermidade três dias após a grande Volta da Vitória no Maracanã. Hoje, os dois levam uma vida normal. Páginas B7 e B9 Missionário R. R. Soares com Julio Cezar Galdi J MARCELO NEJM MARCOS AC A vida de Tânia Maria Andrade mudou depois que ela sofreu um acidente há dez anos. Sem firmeza no pé direito, ela precisava de ajuda para andar e subir escadas. Curada após a oração da fé, Tânia voltou a sorrir. Página B1 Dor fazia mulher tremer e não a deixava se alimentar Página B8 Estava sentenciado à morte devido às drogas e à hanseníase Página B14 Diretor executivo R. R. Soares Conselheiro editorial Eber Cocareli Editora Elaine Monteiro R epórteres Amanda Pieranti Claudia Santos Mônica Ferreira R epórteres colaboradores Isabel Querino e Marcos Couto Fotografia Marcos AC Luiz Fernando Marcelo Nejm R evisão Célia Cândido (Direção), Joseane Cabral (Supervisão), Magdalena Soares (Prova), Claudineide Japiassu, Jorge Guimarães e Marcella Peçanha (Originais) Direção de arte Kleber Ribeiro Diagramação e A rte-final Bruno Moraes, Leandro Alves, Rodrigo Magno e Tatyanne Rangel Site www.ongrace.com/ jornalshowdafe E-mail jornalshowdafe@ongrace.com R edação Estrada dos Bandeirantes, 1.000 - Taquara - Rio de Janeiro RJ CEP 22.710-113 Telefone: (0xx21) 3077-5168 É expressamente proibida a reprodução total ou parcial de matérias, entrevistas, artigos, fotos e ilustrações sem prévia autorização dos titulares dos direitos autorais. O Jornal Show da Fé é uma publicação da Graça Artes Gráficas e Editora LTDA. MARCELO NEJM MARCOS AC Bengala, agora, só se for no ombro Ontem, garçom. Hoje, um empresário próspero Página 21 A um a perceber a existência de dois poderes lutando pelo homem: o maligno, causador de todo tipo de sofrimento, e o divino, que unge os crentes em Jesus para libertar os oprimidos pelas forças do mal. Como é bom ver pessoas que jamais haviam pisado na igreja serem libertas de tristeza, melancolia, depressão e demais problemas da alma, bem como serem curadas de doenças físicas! Trata-se da mesma mensagem pregada por Jesus há mais de dois mil anos, que, anunciada em Seu Nome, leva o alívio da parte do Senhor aos aflitos. Não há ninguém excluído das bênçãos divinas. Ela foi aconselhada a abortar Amanda Pieranti MARCELO NEJM Tu és o Deus que fazes maravilhas; tu fizeste notória a tua força entre os povos (Salmo 77.14). amanda.jornalshowdafe@gmail.com Quando engravidou, Letícia Dias de Matos Alves jamais pensou que teria uma gestação de risco. Porém, diante de miomas detectados em seu útero e de uma neoplasia intraepitelial cervical (NIC) – grau 1, vista como pré-maligna, ela teve de exercitar a fé em Jesus. “ A médica me sugeriu abortar para realizar o tratamento, porque havia um nódulo crescendo com o feto, e, se o NIC grau 1 chegasse ao 3, poderia se tornar um câncer”. Membro da Igreja Internacional da Graça de Deus, Letícia contou seu problema ao pastor. “Ele me deu uma palavra de fé para eu não aceitar aquela situação, pois o único que deveria crescer em mim era meu bebê”. Fortalecida na fé no Altíssimo, ela levou a gravidez adiante. “Ungia minha barriga todos os dias, fazia as campanhas na Igreja, determinando que nenhum mal afetaria o meu útero e eu teria a minha filha”. Ao refazer os exames, foi constatada ausência de lesões pré-cancerígenas, e Luísa nasceu com 38 semanas. “Perguntei à doutora se ela viu o nódulo. Ela respondeu que não”. No entanto, a batalha não foi fácil. “Uma semana antes de o bebê nascer, descobri que, devido à minha hipertensão, estava perdendo lí- quido da bolsa, impedindo que minha filha ganhasse peso e se desenvolvesse. Foi uma luta, mas perma- neci firme, pois tinha fé na Palavra”. Hoje, Luísa é saudável e completará um ano neste mês. Era só esperar a morte Quando se alimentava, o pai de Francisco Chagas de Lima sentia um mal-estar, como se a comida não fosse digerida. “Depois, teve diarreia e vômitos, e, em dois meses, seu estado piorou. Ele ficou inchado e nada parava em seu estômago, o qual doía muito”. A dor era tão intensa que o fazia rolar na cama. “Tinha de tomar morfina de 4h em 4h”, lembra-se a nora, Sebastiana de Oliveira Lima. Ao ser examinado, foi diagnosticado um tumor no intestino, sendo necessária a realização de uma operação de risco. “O médico falou que, se o tumor estivesse se espalhado, era só esperar a morte”. Apenas Deus poderia salvá-lo. “Toda a família estava alerta para o pior”. Membro da Igreja Internacional da Graça de Deus, Francisco levantou um clamor com a congregação. “Ficamos na fé, e, o médico nos informou, antes da operação, que, se passasse daquele dia, não teria mais jeito, pois o tumor podia estourar a qualquer momento. Hoje, meu pai está ótimo. Quem o vê nem imagina o que ele passou”.

[close]

p. 3

SHOWda FÉ ANO 1 - Nº 09 - USA - Outubro de 2014 3 Milagres pela TV CONFIOU EM DEUS, E NETO NASCEU SAUDÁVEL G abriel ainda tinha três meses no ventre de sua mãe quando um diagnóstico quase desestabilizou toda a família. A avó, Margareth Trindade, que assistia ao programa Show da Fé, lembra-se de como se sentiu no momento em que seu filho, aflito, revelou que o neto dela poderia nascer com alteração genética e deformidade no coração. “Ele me deu a notícia desesperado, pedindo que eu orasse pelo Gabriel. Na mesma hora, fiz um voto com o Altíssimo e determinei que meu neto não teria doença alguma. Cri que Deus entraria com provisão”. No entanto, não foi uma situação fácil. Segundo Margareth, cada vez que era realizado um exame para saber o estado de saúde do bebê, um diagnóstico negativo era apresentado. “Porém, continuamos crendo em uma intervenção divina. Ainda bem que minha nora estava tranquila e confiante no Senhor que aquele resultado seria modificado”. Margareth confiou em Deus, e, seis meses depois, a resposta não poderia ser melhor. “Ele nasceu conforme determinamos: sem problema algum. Só tenho motivos para glorificar o Senhor, pois, hoje, com um ano e meio, ele é uma criança ativa, saudável, inteligente e muito esperta. O Gabriel é a alegria da casa”. MAR CO SA C “NÃO TIVE MAIS DOR DE CABEÇA” A cabeça de Soraia Aparecida Bavozi Melo doía bastante. “Era uma dor estranha, pois só ocorria de madrugada”. O médico lhe pediu uma tomografia computadorizada do crânio, a fim de examiná-la melhor. Habituada a assistir ao Show da Fé , um dia, Soraia ouviu a seguinte mensagem do Missionário R. R. Soares: “Você, que sente uma forte dor de cabeça e, por isso, está com medo, seja curado! Algo que já estava se formando desfaz-se agora”. “Daquele dia em diante, fiquei bem. Fiz a tomografia, e nada foi constatado”. JESUS, O MELHOR PRESENTE Cumprindo o Ide de Jesus, que envolve a pregação do Evangelho a toda criatura, Yolanda Braga presenteou sua prima com a assinatura da Nossa TV. Segundo Yolanda, essa parente tinha começado a frequentar a Igreja e, como não conseguia ir todos os dias ao culto, recebia o conforto da Palavra por meio da programação. “Ela me contou que ficava o dia inteiro vendo o canal e não acompanhava mais as novelas. Ainda me disse que não havia coisa melhor, pois Deus é maravilhoso. Ele a transformou em uma pessoa mais calma. Depois, minha prima faleceu, mas acredito, pela minha fé, que ela foi salva em Nome de Jesus. A Nossa TV colaborou muito para isso, porque a Palavra que liberta entrou no coração dela”. “ESSE CANAL ALIMENTOU A MINHA FÉ” Ao conhecer a Palavra de Deus por meio do programa, Jerônimo Alves Barbosa anotou o endereço da Igreja da Graça mais próxima de sua residência para que pudesse frequentá-la. Foi na congregação que ele se rendeu ao Pai celestial. “Esse canal alimentou a minha fé em Deus. Só tenho conquistado bênçãos com Jesus. Fiquei livre de enfermidade na coluna, aprendi a determinar e consegui comprar dois carros, uma moto e uma casa própria”. Jerônimo também foi abençoado na vida sentimental, realizando o sonho de se casar. MARCELO NEJM MARCELO NEJM VOLTOU A OUVIR Ignez Garcia de Oliveira ouviu falar da Igreja Internacional da Graça de Deus, a qual passou a frequentar por meio do Show da Fé . Ao mesmo tempo, ela continuava assistindo ao Missionário pela televisão e teve a audição do ouvido esquerdo restaurada. “Certo dia, atendi ao telefone e notei que estava conversando normalmente. Naquele momento, constatei o milagre. Também fui sarada de dor na coluna. Essa programação é uma verdadeira bênção”. CURADA DE BICO DE PAPAGAIO Eva Machado Vilar da Silva sofreu, durante sete anos, de problema na coluna. “Sentia uma dor muito forte por causa do bico de papagaio, principalmente à noite. Cheguei a ficar dois meses de cama. Era difícil me virar na hora de dormir”. Porém, depois de assistir à reunião do Missionário pela televisão, ela obteve o restabelecimento de sua saúde. “R. R. Soares sempre ora pelas pessoas que estão em casa. Assim, determinei minha vitória, e Jesus me livrou daquele mal. Só Ele tem esse poder. Hoje, durmo bem”. MARCELO NEJM O SHOW DA FÉ, PROGRAMA DE TV QUE ALCANÇA DIARIAMENTE MILHÕES DE BRASILEIROS, ESTÁ LEVANDO OS SOFREDORES A RECEBEREM AS MAIS FANTÁSTICAS BÊNÇÃOS EM CASA.

[close]

p. 4

4 Fotonovela ANO 1 - Nº 09 - USA - Outubro de 2014 SHOWda FÉ Um novo Lázaro No hospital, a expectativa é grande, apesar da perda do líquido amniótico. Quarto pronto e pré-natal em dia. Tudo preparado para a chegada do primeiro filho do casal. Os médicos “correm contra o tempo” e o levam à UTI. Depois da cesariana, o bebê não chora. Ele nasce arroxeado, não respira e precisa ser reanimado. Jéssica entra em desespero, porém confia em Deus e pede a Ele que livre seu filho da morte. A junta médica se reúne em torno do pequeno Eduardo, que não reage. Com fé, ele comunica a situação à avó materna e a um casal membro da Igreja da Graça, que levantam um clamor a Deus. Naquele momento, Deus sopra o fôlego de vida de novo, e ele volta a respirar normalmente. Logo, recebe alta. O marido, preocupado com o filho e a esposa, desdobra-se em buscar informações com os especialistas. Após algum tempo sem respirar, o pai percebe que o bebê puxa os aparelhos com as mãozinhas, e seu corpo fica, inexplicavelmente, coberto de sangue. ROTEIRO: Claudia Santos FOTOS: Marcelo Nejm ASSISTENTE: Rosangela de Andrade DIAGRAMAÇÃO E ARTE: Tatyanne Rangel EDITORA: Elaine Monteiro PROTAGONISTAS: Maritza Mansilla, Márcio Lima Olazabal e Enzo Matheo PARTICIPAÇÕES: Angel Lane da Silva Santos, Rosangela de Andrade e Elaine de Sousa Após o milagre, os pais alteram o nome do filho. Agora, ele se chama Lázaro Eduardo. Hoje, a família serve a Deus na Igreja Internacional da Graça de Deus.

[close]

p. 5

SHOWda FÉ OUTUBRO DE 2014 B1 MILAGRES E A VIRTUDE DO SENHOR ESTAVA COM ELE PARA CURAR (Lucas 5.17). Editorial Livre da bengala, voltou a brincar com seus cachorros MARCOS AC Missionário R. R. Soares Amanda Pieranti e Mônica Ferreira Um milagre à sua espera Não há dúvida de que o Criador dos Céus, da Terra e de todo o Universo é capaz de solucionar os problemas do homem. Pelo mundo inteiro, onde temos pregado a Boa Notícia do Reino de Deus – o Evangelho –, as pessoas de diferentes classes sociais têm sido beneficiadas com as mais diversas bênçãos. Foi isso que o Senhor Jesus mandou que Seus seguidores fizessem. Não falamos bem ou mal de qualquer religião, pois o nosso alvo é cumprir a ordem do Mestre, o qual nos mandou realizar as mesmas obras que Ele fazia. Não importa o seu sofrimento; em Jesus, você encontra solução total para a sua vida. Venha você também participar desses encontros de fé. Não cobramos nada pela ajuda que lhe daremos. Não importa a sua religião nem se você não tem uma. Venha, pois há um milagre à sua espera! “H oje será a noite da virada das pessoas”, determinou o Missionário R. R. Soares, assim que começou o culto no dia 4 de agosto. Depois da pregação, na qual falou da importância de ouvir a voz do Senhor e andar com Ele para ser abençoado em todas as áreas, ministrou a oração da fé. “Vou orar por você agora, e Deus fará o milagre na vida de quem acreditar nEle”. Muitos confiaram no Senhor e, durante a intercessão, foram curados. Tânia Maria Andrade de Oliveira é um exemplo disso. Ela ficou livre das sequelas de um acidente. “Foi emocionante. Quando o Missionário falou: “Você, que não podia andar, ande agora”, eu saí caminhando sem a bengala. Tive a sensação de estar nas nuvens. Eu me sentia leve, parecia que meus pés estavam flutuando”. A declaração vibrante é de quem teve de utilizar bengala após fraturar o tornozelo esquerdo, em uma queda, em casa, há dez anos. “Fiquei com sequela, por isso era difícil andar. Só conseguia subir um degrau ou descer a calçada com ajuda, porque não tinha firmeza no pé esquerdo”. Apesar dessa situação, Tânia afirma que foi à reunião com a certeza de que Jesus a livraria desse mal. Como resposta ao seu ato de fé, ela saiu da Igreja com sua vitória. “Meu pé parou de doer e joguei a bengala fora, pois não dependo mais do apoio para me locomover”. Tânia recuperou a mobilidade que a impedia de se divertir com seus cinco cachorros. “Sentia falta de brincar com eles. Sou solteira, não tenho filhos, e minha vida são meus cachorrinhos. Porém, ficava limitada. Agora, não tenho mais esse problema”. Subir e descer escadas também não é mais dolo- roso para ela. “Minha casa tem dois andares, e, hoje, subo e desço as escadas normalmente. É maravilhoso andar sem auxílio. Só Jesus para me curar”. DIVULGAÇÃO IIGD MARCOS AC “Voltei a ter uma vida normal após 30 anos de limitações” Diversas pessoas também tiveram a saúde restaurada por Jesus nas reuniões especiais realizadas por R. R. Soares no dia 8 de agosto. Uma delas é Maria Seleste dos Santos, que viveu por 30 anos com a coluna doendo e, mesmo assim, tinha de trabalhar. “Sem ninguém para me ajudar, fazia salgadinhos e os vendia na rua para pagar as minhas contas. Era um sacrifício diário”. O estado dela só piorava. Segundo Fui sarada na hora os médicos, a solução seria Maria se submeter a uma cirurgia. Como Seleste temia ser operada, preferiu clamar ao Senhor pela mudança daquele quadro, e o milagre aconteceu durante a oração da fé. “Fui sarada na hora. Depois da intercessão, consegui me agachar sem sentir dor na coluna. Ao retornar para casa, fiz uma limpeza completa nos cômodos. Agora, além de trabalhar tranquilamente, tenho uma vida normal após 30 anos de limitações e sofrimento”.

[close]

p. 6

B2 SHOWda FÉ ANO 1 - Nº 09 - USA - Outubro de 2014 “Meus pés pareciam estar pegando fogo” Claudia Santos claudia.jornalshowdafe@gmail.com “Vivo dias maravilhosos” “Vivia com sacrifício.” A declaração é de Luzia Clotilde de Almeida, que precisava da ajuda do filho e de outras pessoas para executar as suas tarefas diárias, pois sua coluna doía bastante. “Quando estava em crise, andava me escorando nas paredes”. Luzia comenta que sair de casa era uma missão quase impossível, visto que tinha de ficar muito tempo em pé, esperando uma condução. “Outro sofrimento era subir e descer do ônibus, pois meus movimentos eram limitados”. Ela é mais uma das pessoas abençoadas nas reuniões no Rio de Janeiro. Toda a sua aflição foi embora durante o clamor. “Vivo dias maravilhosos. Posso cuidar da minha casa, ir ao supermercado e aonde quiser. Já fui até comprar presentes para meus sobrinhos que farão aniversário”. FOTOS: MARCOS AC E delzira Aparecida de Oliveira sempre gostou de fazer atividades físicas, mas as dores lombares a impediam de realizar alguns exercícios. “Eram tão fortes, que, às vezes, precisava usar muleta para me locomover. Minhas pernas ficavam adormecidas, e eu andava cambaleando. Estava impossibilitada de subir escadas, e, se ficasse muito tempo com sapatos fechados, meus pés pareciam estar pegando fogo”. Sem encontrar solução para o problema na Medicina, ela clamou a Deus por sua restauração em um dos cultos realizados pelo Missionário R. R. Soares. “No momento da oração, pedi ao Senhor com fé que me livrasse daquele mal e fui atendida. Voltei a andar normalmente, e a dor desapareceu”. Ela diz que a cura lhe trouxe uma nova vida. “Estou muito feliz, pois não uso mais muleta, posso participar de todos Estou muito feliz, pois não uso mais muleta “Não podia nem abraçar minha netinha” Nos últimos cinco anos, Zilda Ramos Camilo passou por dias difíceis devido a problemas na coluna, que não a deixavam caminhar direito. “Sentia muita dor e precisei mudar para a casa da minha filha, pois necessitava de ajuda para tudo”. Além do abatimento pela enfermidade, Zilda, uma vovó carinhosa, tinha outra tristeza. “Não podia nem abraçar minha netinha de cinco anos”. Cansada de viver naquela situação, ela pediu socorro ao Altíssimo, o qual é poderoso para resolver qualquer problema. Zilda teve a saúde restituída por Jesus em um dos cultos. “Orei com fé, e o milagre aconteceu. Agora, eu me movimento sem limitações nem dor. Depois da cura, já abracei a minha neta e peguei o filho recém-nascido da minha sobrinha no colo”. os exercícios na academia e viajar sozinha, o que antes era impossível”. “Hoje, sinto alegria ao sair para trabalhar” Por ter se aposentado cedo, Edméia Luciana dos Santos continuou trabalhando. “Passo roupa e sou diarista, mas, ultimamente, ir ao trabalho era um sacrifício, pois minha coluna doía intensamente”. Os tratamentos não davam resultado, e o estado de saúde da aposentada preocupava a família. No entanto, ao ouvir uma mensagem de R. R. Soares em um dos seus encontros de fé, Edméia tomou posse da bênção. “Ele disse: ‘A situação pode estar difícil, mas, se você ouvir a Palavra do Senhor e acreditar nela, terá autoridade para mandar o problema e a doença saírem da sua vida, tornando-se um vencedor’. Aquelas palavras reavivaram minha confiança em Jesus. No momento da oração, clamei com fé e tive a coluna sarada. Hoje, sinto alegria ao sair para trabalhar. Passo roupa e faço faxina sem nenhuma limitação”.

[close]

p. 7

SHOWda FÉ Andava capengando FOTOS: MARCOS AC ANO 1 - Nº 09 - USA - Outubro de 2014 B3 “O Senhor restituiu a minha saúde” Dirigir era um grande prazer para Marcos Antônio Pereira Dutra. Porém, um acidente de carro, há seis anos, tiroulhe essa alegria e mudou completamente a rotina dele. “O osso do meu quadril ficou trincado, fazendo as minhas pernas doerem, por isso não pude mais dirigir nem me movimentar como antes”. Para Marcos Antônio, que trabalha como operador de máquina, era muito difícil exercer essa função. “A qualquer movimento que fazia, sentia pontadas no quadril. Às vezes, precisava de ajuda para me levantar”. Como os tratamentos não davam resultado, ele pediu socorro a Jesus, que o abençoou em um dos cultos do Missionário. “Clamei com fé, e o Senhor restituiu a minha saúde. Hoje, consigo me locomover perfeitamente e voltei à minha rotina”. Amanda Pieranti Claudia Santos I saac de Paulo estava, há dois anos, com problema nos joelhos e as pernas inchadas. Isso lhe causava dor e dificultava sua locomoção. Dessa forma, viu a clientela de sua barbearia diminuir, pois não podia trabalhar em pé durante muito tempo. Tratamentos e remédios não surtiam efeito. No entanto, um dia, ele ouviu da esposa a seguinte afirmação: “Vá à reunião com o Missionário e você será curado”. Encheu-se de fé e participou do culto realizado por R. R. Soares, no dia 1º de setembro, na Igreja da Graça. Diante da incapacidade de subir os altos degraus do ônibus, pediu carona a um vizinho e partiu para a congregação determinado a expulsar o mal. “Não foi fácil descer do carro, porque minhas pernas não só doíam bastante, como também estavam duras”. A confiança de que teria a saúde restituída aumentou ao ouvir o líder da Igreja da Graça dizer que aquele era o dia da bênção completa. “Vamos orar, porque Deus prometeu curar o enfermo, libertar o oprimido e dar nova vida aquele que O busca”, declarou o Missionário, antes de fazer a oração da fé, durante a qual o barbeiro foi curado. “Minhas pernas, que nem dobravam, desincharam. Jesus me sarou. Eu andava capengando, mas, agora, caminho bem”, disse Isaac a R. R. Soares, com quem deu a volta da vitória após o milagre. Livre da enfermidade, ele já pode trabalhar normalmente. “Estou tão bem de saúde, que, atualmente, também trabalho aos sábados, dia de maior movimento, e fico até mais tarde”. “Posso até me agachar para calçar a sandália” Por dez anos, Maria Mendes do Nascimento sentiu fortes dores no tendão da coxa direita e câimbras, que a impediam de levar uma vida normal. “Minha situação piorou após eu sofrer três escorregões seguidos na minha casa. Desde então, passei a mancar e sentia dificuldades para me levantar da cama”. Entretanto, Jesus colocou um fim nesse sofrimento, quando ela participou da oração da fé. “Estou curada. Posso até me agachar para calçar a sandália. Antes, isso seria impossível”. “Posso firmar o pé no chão” Jorge Rodrigues chegou ao culto do Missionário com o tornozelo direito doendo muito. “Por três semanas, fiquei com dificuldades para caminhar. Os tratamentos não resolviam o problema”. Segundo ele, foi um sacrifício ir à reunião, principalmente para descer do ônibus. “Não desanimei com as barreiras, porque tinha certeza de que Jesus me curaria. Na oração, tomei posse da minha vitória e, já posso firmar o pé no chão, pois o tornozelo não dói mais, graças a Deus”.

[close]

p. 8

B4 SHOWda FÉ ANO 1 - Nº 09 - USA - Outubro de 2014 “Ficava o tempo todo deitada” Mônica Ferreira monica.jornalshowdafe@gmail. com FOTOS: MARCOS AC A pós machucar o joelho esquerdo em um tombo, Iraci Salvino da Rocha passou a ter dificuldade para caminhar. “Ficava o tempo todo deitada. Pentear o cabelo era outro problema, pois, na queda, também machuquei o braço direito, o qual doía muito. Precisava de ajuda até para tomar banho e andava me segurando pelas paredes”. Não poder cuidar da casa sozinha causava grande tristeza em Iraci. “Meu quintal era muito grande, por isso não conseguia varrê-lo e meus filhos tinham de fazer esse trabalho”. Cansada de viver naquela situação, Iraci pediu socorro ao Altíssimo, em um dos cultos do Missionário, e foi abençoada. “Meu joelho e braço pararam de doer depois da oração”. Com a saúde restaurada, ela voltou a cuidar da casa e do quintal como sempre gostou de fazer. “Estou limpando tudo com muito capricho, graças à bênção que recebi de Jesus”. Eles também viram a glória de Deus “Há três anos, tive uma torção no joelho esquerdo. Por causa disso, fiquei com problema para me locomover. Sair de casa era um tormento, pois moro no segundo andar de um prédio sem elevador. Porém, Jesus me curou durante a oração feita pelo Missionário. Hoje, subo e desço escadas”. Maria das Graças Ribeiro Queiroz “Sofri, por seis anos, de queimação no fêmur e na coluna. Sentia muitas pontadas o dia todo e tomava remédios que não resolviam o problema. Mancava, tinha dificuldade para pegar ônibus e parei de trabalhar em consequência das dores que sentia. No momento do clamor, determinei a minha vitória, e Deus restabeleceu a minha saúde. Meu marido ficou maravilhado com o milagre que recebi”. Maria das Graças Teixeira “Tinha artrose bilateral. Meus joelhos doíam tanto, que eu não conseguia colocar os pés no chão. Andar, dormir e limpar a minha casa eram um sacrifício. Cheguei à Igreja para o culto do Missionário, apoiando-me em uma amiga. No entanto, durante o clamor da fé, Jesus me libertou daquela aflição. Meus joelhos não doem mais. Estou curada”. Nancy Adelaide Lopes do Vale “As dores que sentia no nervo ciático, desde novembro, causavam dormência em minha perna esquerda. Fazia tratamento, mas o problema persistia, e tive de parar de trabalhar no salão onde era cabeleireira. No entanto, depois de ter sido curada por Jesus, voltei a ter uma vida normal. Hoje, não tenho mais limitações nos meus movimentos. Faço tudo sem problema. Posso até voltar a trabalhar”. Mariana Cândida Florenço “Vivia no hospital porque sofria de gota, e os remédios não faziam efeito. Além da dor terrível no pé esquerdo, sentia dormência nos braços. Sou motorista, e era um sofrimento trabalhar. Fui ao culto confiante na vitória, e o Senhor me ouviu. Recuperei minha saúde. Hoje, posso exercer a minha profissão tranquilamente”. Sebastião Freire “Durmo como uma criança, desde que fui curado, por Jesus, de dor na coluna durante a oração da fé. Por 16 anos, esse problema, além de não me deixar ter um sono tranquilo, limitava meus movimentos. Para agravar o quadro, os médicos nunca descobriram porque minha coluna doía tanto. Só encontrei a solução para o meu sofrimento no Senhor, que restaurou a minha saúde e me deu nova vida”. José de Jesus Santana

[close]

p. 9

SHOWda FÉ ANO 1 - Nº 09 - USA - Outubro de 2014 B5 Ele chegou carregado pela esposa e saiu andando FOTOS: MARCOS AC FOTOS: MARCOS AC Amanda Pieranti amanda.jornalshowdafe@gmail.com P or não poder caminhar sozinho, Lourival Guimarães de Oliveira chegou à Igreja da Graça amparado pela esposa, Sonia de Matos de Oliveira. Há dois meses, os pés dele estavam inchados e doloridos, por isso enfrentou algumas dificuldades para ir à Igreja. “Vim dirigindo com muito cuidado e deixei o carro morrer, porque era difícil pisar na embreagem. Meus pés doíam tanto, que nem os remédios mais fortes me faziam melhorar. A sensação era de ter uma agulha no local, a qual se movia quando eu tentava pisar”. No entanto, ele acreditou que, naquele dia, Jesus o libertaria daquela aflição. “Saí de casa me arrastando e disse à minha esposa que iria à reunião buscar a minha cura, pois estava sofrendo demais”. No momento em que R. R. Soares chamou os enfermos à frente do altar para orar, Lourival não duvidou. “Fui com fé, determinei a vitória, e Cristo restaurou a minha saúde. Meus pés desincharam. Valeu a pena o sacrifício”. Lourival alcançou o milagre no culto realizado no dia 1º de setembro. Feliz por ter recuperado a saúde, ele voltou a executar suas atividades cotidianas sozinho. “Consigo até me abaixar e amarrar meus sapatos”. “Minha perna estava ficando dura e queimava” Alice só participou da reunião, porque seu filho a levou de carro. Há seis meses, sua perna esquerda doía intensamente, por causa de uma úlcera venosa. “Minha perna estava ficando dura e queimava tanto, que tinha de dormir com o pé descoberto”. Ela precisava ficar de repouso, mas, naquele dia, nada lhe roubou o propósito de ser curada. “Falei para meu filho: Vou buscar minha bênção e, ao chegar à Igreja, já senti Deus operando em minha vida”. O milagre veio após a oração da fé, quando a perna de Alice já não queimava mais. “Na reunião, subi três degraus para falar com o Missionário e fiz movimentos que não podia”. Depois da cura, a vida de Alice é outra. “Agora, limpo a minha casa sem ter de me sentar para descansar”. “Parecia que tinha uma pedra de gelo dentro do joelho” Operada há 15 anos, quando esmagou três vértebras, quebrou a perna esquerda em dois lugares e o pé direito, ao ser atingida por um carro em alta velocidade, Eva Luiza Pimentel ficou com sequelas. Cinco anos após voltar a trabalhar, o joelho e o fêmur direitos começaram a doer dia e noite, dificultando seu andar. “Andava mancando, e parecia que tinha uma pedra de gelo no meu joelho impedindo a minha locomoção”. Como técnica em Enfermagem, sua preocupação era não poder trabalhar mais. Por isso, ao ver o anúncio do culto, pela TV, resolveu participar. “Durante a intercessão, orei com fé e saí da Igreja curada. Meu joelho não está mais inchado”. Ela diz que, agora, tem disposição para trabalhar e fazer outras atividades. “Lavo a calçada e mantenho a casa em ordem. Essa bênção recebida foi a confirmação de que meu Deus existe e temos de buscá-Lo a todo instante”.

[close]

p. 10

B6 SHOWda FÉ ANO 1 - Nº 09 - USA - Outubro de 2014 Dor nos joelhos a impedia de sair de casa Claudia Santos e Mônica Ferreira FOTOS: MARCOS AC U ma queixa comum faz parte da vida de milhares de pessoas: a dor nos joelhos. Ela pode ser passageira ou forte a ponto de impedir a locomoção, como foi o caso de Olímpia Marcondes de Souza. “ Além de os joelhos doerem intensamente, eu sofria de esporão. Ficavam tão doloridos, que eu não saía por não conseguir ficar em pé”. Olímpia, que sempre foi independente, passou a con- tar com a ajuda dos filhos para tudo, o que a deixava triste. Por isso, ao saber da reunião do Missionário, decidiu participar. “Clamei com fé no momento da oração, e Jesus me livrou daquela enfermidade. Voltei a andar sem dificuldade”. Hoje, Olímpia sai para qualquer lugar e não precisa mais da ajuda dos filhos para realizar as tarefas do cotidiano. “Chega de ficar presa em casa. Eu quero mais é passear, fazer compras e viajar”. Eles voltaram a ter uma vida normal “Meu corpo doía, por isso não conseguia trabalhar direito. Sou camareira de um hotel, e desempenhar as tarefas dessa ocupação profissional era um verdadeiro martírio. Como se não bastasse, os tratamentos não davam resultado. Porém, durante a intercessão com o Missionário, o Senhor me curou. Agora, posso trabalhar sem limitações”. Maria Tereza Pereira Souza “Por dez anos, minha coluna doeu muito, e os remédios não acabavam com o meu sofrimento. Sempre fui uma dona de casa ativa e me entristecia não poder cuidar do meu lar, pois era impossível ficar em pé durante períodos longos. Cheguei à Igreja da Graça confiante que seria curada, e o milagre aconteceu. O Altíssimo fez desaparecer aquela dor terrível, e voltei a ter uma vida normal”. Isabel Fidelis da Silva “Minhas coxas, costas, meu quadril e, principalmente, minhas pernas doíam devido a constates câimbras. Às vezes, perdia até o equilíbrio e caía. O problema me impedia cuidar da casa e acompanhar meu neto nas aulas de futebol. Porém, fui curada pelo Altíssimo e, agora, posso limpar minha casa e ver meu neto jogar. Tenho uma nova vida”. Nair Pereira Eberhardt “Fortes câimbras nos pés e nas pernas me atormentaram por 20 anos. Se eu virasse o pé, lá vinham elas, que, por vezes, tiravam-me o sono. Quando meus filhos eram pequenos, eu tinha crises na hora de cuidar deles. Então, parava o que estava fazendo, deixava-os chorando, até a dor aliviar. Entretanto, no culto do Missionário, fui curada. Já posso dormir e cuidar da minha casa”. Clenir da Silva “Durante 13 anos, tive câimbras nas pernas, que me causavam muitas limitações. Uma delas era não poder ir à minha casa de praia nos finais de semana. Como os remédios e as massagens não acabavam com as constantes crises, cheguei ao culto com dificuldade. Porém, no momento do clamor, determinei a vitória e fui sarada. Hoje, posso aproveitar a minha casa de praia e fazer compras”. Edonete Lenz “Os problemas na coluna e as câimbras nas pernas me impediam de ajudar meu esposo no nosso restaurante e cuidar da nossa casa. Os remédios não surtiam efeito, e os médicos queriam operar minha coluna, pois a cartilagem já estava gasta. No entanto, Cristo restaurou a minha saúde, e não precisei mais me submeter à cirurgia. Hoje, posso cuidar da casa e ajudar meu marido”. Maria Cabral da Silva Venha receber a sua bênção IIGD POMPANO BEACH - 1261 East Sample Road Pompano Beach, FL 33064 - Igreja: (954) 785-3699 Pr. Willian Sodré - pompano@iigdusa.com ENTRADA GRÁTIS Missionário R. R. Soares Reuniões: segundas, quartas e sextas-feiras - 7:30pm Domingos - 10am e 7pm

[close]

p. 11

SHOWda FÉ OUTUBRO DE 2014 B7 CAMPANHAS DE FÉ PORQUE PARA DEUS NADA É IMPOSSÍVEL (Lucas 1.37). Editorial “Só a Palavra de Deus faz a diferença.” Missionário R. R. Soares Alcançou o milagre e não precisou operar tumor no cérebro MARCOS AC Missionário R. R. Soares Poder de Deus para a salvação O apóstolo Paulo sempre dizia às pessoas que iam ao seu encontro: “O Evangelho é o poder de Deus” (Romanos 1.16; 1 Coríntios 1.18). Sim, isso é a mais plena verdade. Na Boa Notícia do Reino dos Céus, o poder do Senhor sempre confirma as Suas promessas. É muito triste ver tanta gente sofrendo e, por causa de um preconceito religioso, dizer que não quer saber se Deus cura ou não. Amanda Pieranti “T amanda.jornalshowdafe@gmail.com Hoje, a sua vida pode mudar para melhor Ora, hoje, a sua vida pode mudar para melhor. Portanto, não deixe que algum preceito, inventado por quem não conhece as Escrituras, mantenha-o longe da sua bênção, pois o Criador é capaz de dar solução a todos os seus problemas. Por isso, nós o convidamos a participar de uma de nossas reuniões para ouvir a mesma mensagem pregada por Cristo. Então, a fé surgirá em seu coração e, com ela, você ficará liberto do mal que o aflige. odos os que ouvem a Palavra de Deus se qualificam para receber as bênçãos dEle, pois ela os capacita para isso. Com o Senhor, nunca tropeçaremos. Porém, para que isso ocorra, você precisa ouvir a Palavra e entender o que Ele está lhe falando. Tenha comunhão com Deus, vá à Igreja aos domingos, busque o batismo no Espírito Santo, participe de vigílias, orações e, assim, verá como Jesus é bom”. Essa mensagem do Missionário R. R. Soares foi ministrada na reunião do dia 4 de agosto, na Igreja da Graça, e levou várias pessoas a refletirem sobre sua vida espiritual. Muitas aceitaram Cristo como Salvador, outras renovaram sua aliança com Ele. No momento do clamor, Jesus operou grandiosamente, e muitos foram curados, como sempre acontece em todos os cultos realizados pelo líder da Igreja da Graça. Julio Cezar Galdi Junior é uma prova disso. Ele retornou à congregação naquele dia para contar a R. R. Soares a bênção recebida no encontro de fé do dia 7 de julho. Um dia após a reunião, ele se submeteria a uma cirurgia de alto risco a fim de remover um adenoma de hipófise, localizado no cérebro, onde está a glândula. “Precisava ser operado imediatamente. Eu tinha dor de cabeça ao me deitar, e não conseguia dormir bem. Segundo os médicos, com o crescimento do tumor (que já media 2cmx1,5cm), eu poderia ter dores mais fortes – sem que nenhum remédio resolvesse –, diabetes e elefantíase no nariz e nas orelhas”. A enfermidade estava deixando Julio cada vez mais angustiado. “Não vou negar que fiquei apavorado com a notícia, pois meu filho dependia de mim. Naquele dia, fui à Igreja orar para que tudo desse certo na operação, pois não queria que ele sofresse”. Julio explica que tra- balhava como voluntário em um orfanato, no qual o garoto, de nove anos, vivia. Os pais biológicos do menino perderam a guarda dele devido aos maus-tratos. “Há um ano, consegui adotá-lo”. No dia 7, durante a intercessão, ele clamou com fé, determinou a vitória, tomou posse da bênção e sentiu-se curado. “Quando contei ao Missionário a minha situação, ele me disse que o nosso Deus é maior do que essas pequenas coisas e orientou-me a ir ao hospital me internar, mas ressaltou que eu não deveria ficar surpreso caso a cirurgia não fosse necessária. Naquela noite, já dormi bem e não tive mais dor de cabeça”. “Experimentei o poder do Deus do impossível” A comprovação do milagre veio no dia seguinte. “Estava pronto para ser conduzido ao centro cirúrgico, quando, depois de uma série de exames e reuniões, os médicos, surpresos, disseram que eu não precisava mais operar, pois o tumor não era maligno nem oferecia risco. Diante disso, eles me mandaram para casa”. Feliz, Julio agradeceu ao Altíssimo pela nova vida. “Orei para que corresse tudo bem na cirurgia, mas o Senhor fez algo maior e me surpreendeu com esse milagre. Minha fé, agora, está renovada e redobrada. Experimentei o poder do Deus do impossível. Não consigo mais imaginar ou visualizar minha vida sem Jesus. A única verdade é a Palavra do Senhor”.

[close]

p. 12

B8 SHOWda FÉ ANO 1 - Nº 09 - USA - Outubro de 2014 Dois dias de bênçãos completas FOTOS: MARCOS AC Amanda Pieranti amanda.jornalshowdafe@gmail.com “N ão sou milagreiro nem milagroso. Sou um servo de Deus que acredita em tudo o que Jesus falou, crê na Bíblia Sagrada e tem certeza de que o Todo-Poderoso vai operar. Não importa quantos pecados você tenha cometido, hoje, é o dia da sua salvação, da bênção completa, para a glória do Senhor. O diabo perdeu o domínio sobre sua vida”. Com essa mensagem, o Missionário iniciou a campanha de fé em vários estados brasileiros nos dias 1º e 2 de setembro. Em sua pregação, R. R. Soares citou Jeremias 6.16, lembrando que o bom caminho é a Nova Aliança, o Evangelho. “Ninguém deve confiar sua alma a religião nenhuma nem a homem algum, pois somos iguais. Somente a Palavra de Deus faz a diferença. O único que morreu e ressuscitou foi Jesus. A prova de que Ele está vivo é que, em Seu Nome, expulsamos demônios, curamos enfermos e levamos as pessoas a se endireitarem. Com Jesus, você se completa e recebe o poder de dizer não a qualquer mal”. Ao mencionar Hebreus 11.13, o Missionário também ensinou os participantes dos cultos a não desfalecerem. “Existem pessoas que ouvem a Palavra, são curadas e, depois, abandonam a fé em Cristo, o que não pode acontecer, já que ela nos une ao Altíssimo. Você precisa confiar no Senhor para Ele operar em sua vida e liberar uma grande bênção. Se você crer, verá a glória de Deus. O religioso pensa que tem de fazer sacrifícios para ser abençoado, porém o praticante da Palavra sabe que isso não é necessário. Ele ora a Deus, tem certeza do milagre e o recebe. Quanto mais você acreditar nas Sagradas Escrituras, mais suas transgressões se dissiparão. Basta voltar-se para Jesus e dizer: ‘Eis-me aqui’, pois Ele já pagou o preço na cruz do Calvário, para você ser liberto do inimigo”. O pregador também ministrou a oração da fé em cada culto realizado. “A coisa mais fácil é você ter a saúde restaurada neste momento. Não tem por que o Senhor não o curar. Mesmo que seu problema seja considerado até sem solução. Você está falando com o Deus poderoso, capaz de fazer o impossível acontecer, não com alguém igual a nós. Se você crê, curve a cabeça, feche os olhos e ore, pois Deus prometeu sarar o enfermo, libertar o oprimido e dar nova vida aos que O buscam. Tome posse da sua bênção”, declarou o Missionário antes da intercessão, durante a qual inúmeras pessoas foram curadas. Recuperou a alegria de viver Dores a impediam de se alimentar Durante seis meses, alimentar-se era um martírio para Thereza Degeniske da Silva, pois seu ombro e braço direitos doíam terrivelmente. “Tremia de dor ao tentar levar a colher à boca. Como a comida caía, eu demorava ainda mais para comer, isso me deixava nervosa. De noite, não podia dormir do lado direito”. No entanto, esse sofrimento chegou ao fim, pois Thereza foi uma das pessoas curadas por Jesus nas reuniões especiais. Apesar desse sofrimento, ela relata que chegou ao culto confiante na vitória. “Fui para ser sarada e, ao participar com fé, o milagre aconteceu. Estou muito feliz”. Sofrendo há um ano, por causa de lesão por esforço repetitivo (LER), Salete Aparecida Lima Meira teve dificuldades de pegar o ônibus para chegar ao culto. “Meu braço esquerdo estava doendo muito. Não conseguia nem bater palma na hora do louvor”. Ela conta que tomava remédio constantemente. “Para dormir, abraçava os travesseiros. Não podia erguer 1kg de feijão ou apoiar a bolsa no ombro”. Era a primeira vez que participava de uma reunião com o líder da Igreja da Graça, mas a certeza de que seria abençoada era grande. “Quando ele chamou à frente quem tinha problemas no braço, fui a primeira a chegar ao altar. No momento do clamor, senti como se o local da dor estivesse queimando, e Jesus repreendeu aquele mal. Retornei para casa curada”. Agora, Salete tem uma vida normal. “É uma felicidade! Carrego a bolsa e as sacolas de compras. Estou no céu”. Já pode se enxugar sozinha Hilda Maletzke Kaefer é outra abençoada. Por um ano, ela sentiu forte dor no braço esquerdo, que a impediu de fazer as tarefas do cotidiano. “Tinha dias, que doía tanto, que era difícil levantá-lo. Até tomar banho era complicado e precisava de ajuda para fazer isso”. No momento do clamor, Hilda tomou posse da bênção e saiu da Igreja com a saúde restituída. “Agora, posso realizar várias coisas dentro de casa, tomar banho sem dificuldades e me enxugar sozinha”.

[close]

p. 13

SHOWda FÉ Hérnia na virilha sumiu FOTOS: MARCOS AC ANO 1 - Nº 09 - USA - Outubro de 2014 B9 Voltou a ouvir após 22 anos Uma forte gripe fez Odete Oliveira Marques, aos 46 anos, notar que estava perdendo a audição do ouvido esquerdo. Com vergonha de ser taxada de surda, ela colocava as pessoas ao seu lado direito para conversar. “O médico queria me operar, pois meu tímpano já estava ressecando, mas não quis me submeter à cirurgia, porque sabia de casos de pessoas que permaneciam sem ouvir mesmo depois da operação”. Porém, ao participar da Campanha da Fé no Paraná, ela experimentou o poder de Deus e foi curada após 22 anos de A história de Rafael Moreira Heckler confirma que a Palavra de Deus nunca volta para Ele vazia; antes, cumpre o Seu propósito (Isaías 55.10,11) na vida dos que colocam a fé no Senhor. Por três meses, ele sofreu de hérnia na virilha, adquirida após fazer muito esforço físico. Com isso, ficou com os movimentos limitados. “O médico me recomendou que eu tomasse cuidado durante o tratamento. Não podia levantar peso, pois a hérnia aumentaria se eu fizesse esforço de baixo para cima e, se aumentasse, teria de me submeter a uma cirurgia de emergência”. O tratamento, à base de comprimidos, não surtia efeito. “Pelo contrário, só agravava o problema. Até quando cantava, doía e inchava bastante”. Confiante no que declara a Bíblia e decidido a ser curado, Rafael viajou até o Rio de Janeiro para participar do culto especial no Maracanã, no dia 30 de agosto. Na ocasião, o Missionário enfatizou que, surdez. “Durante a oração, senti uma quentura no ouvido. Em seguida, escutei o culto sem restrição”. Odete relata que está ótima após ter a audição restaurada pelo Senhor. “Estou feliz igual a uma criança quando consegue o brinquedo desejado”. A esposa não precisa falar mais alto com ele Durante um ano, Batista de Martini ficou 90% surdo do ouvido direito, por isso usava aparelho auditivo. “As pessoas tinham de gritar comigo”. No entanto, ao saber, por um vizinho, que o Missionário estaria na Igreja da Graça em sua cidade, não teve dúvidas de que aquele quadro mudaria. “Fui com o objetivo de ser sarado”, afirma Batista, que sempre assiste a R. R. Soares pela televisão. Durante o clamor, o milagre aconteceu. “No no time em que Jesus Cristo é o capitão, nunca há perdedor. Assim, ele quis fazer parte desse grupo. Por isso, determinei com fé a vitória sobre aquele mal. “No término da interces- são, senti paz, mas não verifiquei se a hérnia ainda estava lá. Só fui perceber que havia sumido três dias depois. Jesus restituiu a minha saúde, e voltei a ter uma vida normal”. Vida e casa em ordem Cuidar da casa de 200m² era um prazer para Salete Majeski. Porém, há 20 anos, quando começou a sentir dores na lombar, ficou impossibilitada de realizar os serviços domésticos. “Não podia varrer a casa nem passar pano. Minha coluna travava devido à dor. Estava desesperada, porque, além de ser nova e não estar trabalhando, não podia cuidar da minha casa”, relata ela, que também teve de parar de praticar os exercícios de que tanto gostava. Moradora de Irati, levou duas horas para chegar à Igreja da Graça. “Naquele dia, tomei um remédio bem forte para ir ao culto, porque minha coluna doía intensamente”. Entretanto, o estado de Salete mudou por completo depois do clamor. “Jesus me curou. Desde então, posso fazer faxina na minha casa e não uso mais medicamentos”. início da oração, ao firmar meu pensamento em Deus, meu ouvido deu um estalo, e passei a ouvir perfeitamente”. Agora, Batista não usa o aparelho. “Minha esposa não precisa mais falar alto comigo”. Seu remédio foi Jesus Um distúrbio na coluna, por cerca de dois anos, provocou uma espécie de nódulo na nuca de Lenir Isabel Marques Beusso. O problema também afetava os braços dela. “Quando dava banho no meu neto de quase dois anos, meus braços doíam muito. Era difícil erguê-lo, então, pedia a ele que subisse na cama para eu conseguir trocar a sua roupa. Sofria bastante”. Porém, Jesus restaurou a coluna de Lenir no momento em que o Missionário orou pelos enfermos. “Na hora, senti um alívio e, logo fiquei livre daquele mal. Tenho disposição para realizar as tarefas em casa com mais alegria e cuidar do meu netinho”.

[close]

p. 14

B10 SHOWda FÉ ANO 1 - Nº 09 - USA - Outubro de 2014 “Meu braço doía com qualquer movimento” “O Altíssimo quer realizar maravilhas na sua vida. Assim como Ele é verdadeiro e completo, você deve ser completo também. Quem é o diabo para nos derrotar, ou o homem para dizer que não seremos vitoriosos? O Senhor deseja fazer de você uma pessoa mais do que abençoada, porém é necessário acreditar na Palavra dEle”. Com essa mensagem, o Missionário R. R. Soares convidou todos os participantes da reunião especial, no dia 06 de agosto, a colocarem a fé em prática, crendo no poder ilimitado de Jesus, a fim de alcançarem a bênção desejada. Maria da Conceição Fernandes foi uma das que aceitou o convite e foi abençoada durante a oração da fé. Ela sofreu, durante cinco meses, de dor fortíssima no braço esquerdo. “Mesmo tomando remédios, dormia mal. Meu braço doía com qualquer movimento, por isso eu não podia cuidar da casa”. No entanto, segundo Maria, ao ouvir as palavras de R. R. Soares, sua fé foi renovada, e, no momento da intercessão, ela tomou posse da cura. “Já posso levantar o braço, estender a roupa e fazer tudo normalmente”. FOTOS: MARCOS AC FOTOS: MARCOS AC “Agora, pego minha filha no colo” Há 12 anos, após ficar no mar, por cinco horas, pescando com amigos, Eliane Monteiro da Fonseca Araújo passou a ter problema na lombar, não podendo mais pegar peso. Os tratamentos não deram resultados, e ela teve de parar de trabalhar como costureira. “Meu braço e minha perna mexiam pouco. Era muito ruim, pois eu ficava limitada”. A enfermidade também a impedia de cuidar da filha recém-nascida. “Não podia pegá-la no colo e tinha de esperar meu marido chegar do trabalho para dar banho nela”. A menina, que hoje tem quatro anos, pedia colo, mas Eliane tinha de negar por causa da dor que sentia. “Imagine ver sua filha lhe pedir para pegá-la e você não poder? É um sofrimento para qualquer mãe”. Com o tempo, a saúde da costureira só piorou. Entretanto, após mais de uma década, o que parecia impossível de acontecer se tornou real. Ela confiou em Jesus, determinou a vitória e alcançou a cura em um dos cultos de R. R. Soares. “Depois da oração, minha coluna parou de doer.” Eliane declara que está tão bem, que até ajudou na reforma da casa da mãe. “Peguei mais de 30 baldes de massa de cimento, mexi com pá e me senti bem, sem problema algum. E o melhor de tudo: agora, pego minha filha no colo. Deus me curou completamente”. “Hoje, posso organizar e limpar a minha casa” Com osteoporose e artrite, Zezita Barata Farias sofria de uma dor incessante. “Não podia erguer o braço direito. Olhava a minha casa toda desarrumada e me entristecia, pois o meu estado me impossibilitava de realizar uma faxina completa”. O sofrimento de Zezita só terminou após ela pedir socorro ao Altís- simo no culto realizado pelo líder da Igreja da Graça. “Jesus me curou durante a oração da fé. Hoje, posso organizar a minha casa”. “Estou até ajudando a minha esposa” O mecânico Raimundo Antônio da Rocha estava embaixo de um carro, fazendo reparo, quando realizou um movimento mais brusco e sentiu um estalo no braço esquerdo, que se estendeu até o ombro. A partir desse dia, sua rotina mudou. “Passei a sentir dor intensa, que não melhorava com nenhum remédio”. Foram quatro anos de agonia. Porém, Raimundo, que já conhecia o poder de Deus, manteve-se firme na fé. “Acreditei que o Senhor mudaria aquela situação”. O milagre aconteceu durante a reunião. “Tomei posse da bênção, e meu braço parou de doer na hora”. Com a saúde restaurada, ele relata que, atualmente, pode adorar a Deus batendo palmas e levantando os braços. “Estou até ajudando a minha esposa nos serviços domésticos”.

[close]

p. 15

SHOWda FÉ ANO 1 - Nº 09 - USA - Outubro de 2014 B11 MARCOS AC Dor nos braços a obrigou a fechar suas duas empresas Claudia Santos H claudia.jornalshowdafe@gmail.com ouve um tempo em que a cabeleireira Maria Luiza Nunes Rosa dispensava clientes. Não porque estivesse com a agenda cheia, mas por não conseguir trabalhar devido à forte dor que sentia nos braços. Ela sofreu, por sete anos, de capsulite adesiva (perda dos movimentos ativos e passivos do ombro). “Tive de fechar o meu salão, pois não podia mais cortar os cabelos da clientela”. Empreendedora, ela não desistiu de ter seu próprio negócio. “Abri, logo em seguida, uma fábrica de pães para revenda. Porém, tive novamente de parar de trabalhar e fechá-la por causa da doença”. A crise de Maria Luiza não era só na saúde. Suas finanças também não iam bem. “Gastava muito dinheiro com injeções e fisioterapia, que só aliviavam o problema por algum tempo. Cada vez mais, a dor limitava o movimento dos meus ombros, braços e dedos. Depois, não conseguia nem tomar banho sozinha. Dependia de ajuda para tudo”. Ela revela que tinha vontade de fazer coisas simples, como varrer e passar pano na casa, mas não conseguia. A solução para o meu estado só foi encontrada no culto realizado por R. R. Soares, no dia 20 de agosto. “Ao determinar, recebi minha cura e, agora, posso cuidar da casa. Também estou me preparando para abrir um novo negócio”. “Era impossível que eu recuperasse a audição” MARCOS AC MARIANA ALMEIDA Tendinite não o deixava dobrar o polegar direito Há nove anos, Paulo Sérgio Ab perdeu quase toda a audição do ouvido esquerdo. Por causa de um AVC, um vaso sanguíneo estourou dentro do ouvido, atrás do tímpano. Ele tentou diversos tratamentos, mas nada adiantou. Só conseguia escutar parcialmente e, mesmo assim, ainda com aparelho de surdez. “Os médicos disseram que era impossível que eu recuperasse a audição. Entretanto, buscava no Senhor a minha cura. Essa luta durou todos esses anos. Aguardava o impossível de Deus”. Quando chegou a um dos cultos realizados por R. R. Soares na sede estadual de São Paulo, ele notou algo diferente. Durante a pregação da Palavra, antes do clamor, Paulo começou a sentir vibrações no ouvido que, há muito tempo, não percebia. “Resolvi tirar o aparelho e, para minha surpresa, ouvi o Missionário pregar claramente, sem impedimento”. Paulo Sérgio não teve nenhuma dificuldade para ouvir e responder às perguntas feitas enquanto contava o seu testemunho no altar. “Jesus fez o milagre acontecer, devolveu a minha audição”. Quando Gabriel de Souza Dias foi participar de um dos encontros de fé realizado pelo Missionário, o objetivo dele era apenas orar por seus familiares. Porém, ao ouviu o líder da Igreja da Graça ministrar a oração da cura para quem tinha dor do ombro até as mãos, resolveu também clamar a Deus para ficar livre de um problema de saúde que enfrentava. “Há cerca de uma semana, eu engessei o polegar direito por causa de uma tendinite. Só em dobrar o dedo, já doía”. Segundo Gabriel, o médico havia dito que ele ficaria apenas dois dias com o dedo engessado e, depois, deveria fazer tratamento com compressa de gelo. No entanto, após tirar o gesso, a dor continuou. Porém, durante a intercessão, ele tomou posse da cura e voltou a movimentar o polegar. “Jesus me sarou”. ENTRADA GRÁTIS

[close]

Comments

no comments yet