Revista CCDA

 

Embed or link this publication

Description

Ano 20 - Edição 48

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2



[close]

p. 3

ÍNDICE COMEMORAÇÕES Dia dos Pais.......................................................pág. 4 Desafio de Competências e Habilidades.............pág. 4 Dia da Família......................................................pág. 4 Expo Cultural.......................................................pág. 5 Diversão e aprendizado agitam o PAEC.................pág. 5 Festa Junina.............................................................pág. 6 EDITORIAL Prezado (a) leitor (a), É com grande alegria que entregamos a você mais uma edição de nossa revista, a qual comemora 20 anos de vida, isso mesmo: há 20 anos publicamos a Revista CCDA! Nesta edição, solicitamos especial atenção para a matéria DETOX DIGITAL, que apresenta exigência atual: viver em um mundo que nos “empurra” para a conexão total e ininterrupta, exigindo que sejamos “pessoas multitarefas”; o que nem sempre é positivo, sendo com isso, necessária uma análise sobre como ceder disciplinadamente a esses apelos. Tal matéria trará uma reflexão sobre quanto tempo passamos online, ajudando-nos a utilizá-lo com atividades que inclusive nos deixam mais FELIZES; lembrando que nem sempre é bom ficarmos conectados o tempo todo, afinal não fazer nada pode ser o ideal para repensarmos nossas vidas, conectarmos novas ideias, ou simplesmente, descansar a mente. Convidamos você a explorar nossa revista. Perceba que em cada atividade, que foi desenvolvida, existe um toque de carinho, atenção e dedicação de todos os nossos colaboradores, para com nossos alunos, confirmando o nosso objetivo: atender a todos com excelência! Agradecemos por prestigiar-nos com a sua leitura. Paz, Saúde e Prosperidade! ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Cor é vida, luz, sol. Sem sol “não há luz, não há vida, não há cor”.......................................................pág. 14 Diversão garantida na hora do intervalo............... pág. 14 Etapa Link - depoimento dos alunos.................... pág. 14 Hino e bandeira............................................... pág. 15 Drummond Dancing........................................ pág. 15 Bolsa Mérito.................................................... pág. 15 Passeio ao Parque Escola Sabina.................... pág. 20 HOMENAGEM Uma história de Sucesso................................. pág. 22 MATANDO A SAUDADE Visita de Ex-alunos ao CCDA........................... pág. 23 PARA VOCÊ SABER Guia do Intercâmbio.......................................... pág. 8 Clima Extremo ................................................ pág. 16 Detox Digital ................................................... pág. 24 7 Mitos sobre Ayrton Senna ........................... pág. 34 Beleza Rima com Saúde ................................. pág. 44 Prof. Évaro Tadeu Toledo Direção Administrativa Deus é Fiel! E X P E D I E N T E A revista CCDA é produzida pelos Professores, Coordenação, Marketing e Direção do Colégio Carlos Drummond de Andrade. O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade dos anunciantes. Diagramação Mônica Timoteo da Silva Revisão Colégio Carlos Drummond de Andrade Redação Rua Orense, 531 - Centro Diadema - CEP 09920-650 F. 4043-0461 Tiragem 10.000 exemplares ATIVIDADES ESPORTIVAS Atletas do CCDA nadam e correm em Santos ..pág. 30 Visita ao Museu do Futebol............................. pág. 32 Desafio Ferinha de Futsal................................ pág. 33 Aulas de Judô no CCDA.................................. pág. 42 Aula de sobrevivência aquática........................ pág. 43 Apresentação de ginástica rítmica.......................pág. 43 Para anunciar na Revista CCDA ligue para (11) 4043-0461 www.ccda.com.br Revista CCDA 3

[close]

p. 4

Comemorações Dia dos Pais A todos os pais, gostaríamos de dizer que não há palavras para descrever o quanto são importantes na vida dos seus filhos. No entanto, para demonstrar todo afeto que sentem, nossos queridos alunos presentearam seus pais com uma linda lembrancinha, a qual certamente será guardada em um lugar muito especial. Feliz Dia dos Pais! Coordenação Desafio de Competências e Habilidades Aconteceu em Águias da Serra, interior de São Paulo, o 12º Desafio de Competências e Habilidades organizado pelo Sistema Etapa de Ensino e que reuniu todas as escolas parceiras. Esse encontro é direcionado para os alunos do 3º ano do Ensino Médio, sendo que o CCDA foi representado pelas alunas Michelle Maran Bagio, Ana Luíza Torres e Nicole Chacon dos Santos. O evento teve início na sexta-feira, 06 de junho e terminou no sábado. O primeiro dia foi reservado ao lazer, com atividades variadas e show de improviso: tudo isso para deixar os jovens descontraídos para o desafio do dia seguinte. A prova teve início às 8horas e terminou às 12horas. Enquanto iniciavam-se as correções, um almoço - mais do que merecido - e em seguida a premiação. Para nossa alegria, a aluna Michelle Maran conquistou uma medalha de bronze, evidenciando o nome do Colégio, mais uma vez. Valeu Michelle! Parabenizamos as alunas Nicole e Ana Luíza por terem se destacado na pré-seleção e por terem feito parte da nossa equipe. Agradecemos a Professora Aline que acompanhou as meninas, bem como pelo trabalho de motivação para com as participantes. Coordenação Dia da família A família CCDA é o berço da sociedade, afinal é nela que recebemos carinho, proteção e ensinamentos. Os romanos diziam que famílias bem estruturadas geram desenvolvimento para as cidades, portanto, família é algo imensurável. Nós do CCDA acreditamos na importância da família, por isso, uma homenagem é a forma mais ilustre de reconhecer o labor dos pais que não medem esforços para oferecer o melhor aos seus filhos. Como forma de agradecer a dedicação recebida no lar, cada aluno presenteou sua família com uma lembrança preparada pelo mesmo, envolta em muito amor e carinho. “A natureza nos uniu em uma imensa família, e devemos viver nossas vidas unidos, ajudando uns aos outros.” Sêneca Coordenação 4 Revista CCDA

[close]

p. 5

Expo Cultural, Competição de Natação e Homenagem aos Ex-Atletas Em clima de Copa, aconteceu mais uma edição da tradicional Expo Cultural no CCDA. O tema abordado foi a Copa do Mundo no Brasil, apresentado pelos alunos do EFII e Médio. Salas coloridas, bandeiras representado os países que participarão do evento, curiosidades sobre os países e sobre as cidades sedes, música e muito mais. Corredores repletos de visitantes, alunos empolgados e comprometidos em realizar uma boa apresentação. Enquanto as visitas conheciam um pouco mais sobre a Copa, na piscina ocorria a também tradicional competição de Natação, com destaque para os pequenos do JD II, que foi sem dúvida um espetáculo à parte. Pais sorridentes, atentos, de câmera nas mãos para não perderem nenhum lance de seus filhos, na água. A cada bateria muita garra e vontade de vencer. Ao final a premiação para o primeiro, o segundo e terceiro colocados, com direito à medalha especial para a quebra de recordes. Na quadra, acontecia a primeira mostra de mães empreendedoras, expondo diversos produtos como: comida, camisetas, maquiagem, bijuterias, entre outros. Este ano tivemos dez barracas, mas esperamos mais para o ano que vem. Os visitantes também concorreram a vários prêmios que foram sorteados na quadra: Ferinha, replica da bola Brazuca, canecas, squeezes, porta óculos e espelhinhos. Não podemos deixar de ressaltar a bela homenagem que o Departamento de Esportes proporcionou aos ex-alunos, todos formados no CCDA que integraram as equipes de treinamento além das muitas medalhas que conquistaram para o Colégio no passado. A emoção esteve presente em ambos os lados, afinal, eles fazem parte da história do Colégio. Todos receberam uma medalha comemorativa em homenagem aos 20 anos do Departamento de Esportes. Ao final, uma foto para coroar esse importante momento. Parabenizamos todos os colaboradores que com muito empenho e profissionalismo ofereceram aos visitantes uma bela apresentação e uma manhã agradável. Coordenação Diversão e aprendizado agitam o PAEC Aconteceu no CCDA mais uma edição do PAEC - Programa de Apoio ao Esporte e Cultura - evento tradicional que há muito faz parte da história do Colégio. PAEC é sinônimo de confraternização e socialização, quesitos básicos para se obter um ambiente harmonioso e solidário. Uma vez que, jogos na quadra poliesportiva, campeonato de pebolim e um delicioso crepe fizeram a alegria de todos os alunos. Com isso, mais uma vez temos orgulho de parabenizar nossos alunos pelo respeito e alegria, ingredientes necessários para o sucesso dessa bonita festa. Parabenizamos também, a Coordenação/Direção pela organização e a qualidade de todos os eventos do nosso Colégio. Coordenação Revista CCDA 5

[close]

p. 6

Comemorações Festa Junina Olá amigos! Aconteceu no CCDA a tradicional Festa Junina: evento muito bonito e organizado, em todos os sentidos. A festa deste ano estava “super legal”, com muitos visitantes em todos os espaços do Colégio, além de comidas deliciosas. A música ao vivo ficou por conta da dupla Allan e Douglas, que tocam e cantam muito bem, por isso já é o quarto ano que alegram a nossa festa. Na piscina, o Water Ball para a garotada se divertir sem se molhar. Nem a fila fez a criançada desistir, pois a brincadeira é realmente divertida! Nas salas de aula, as brincadeiras: pescaria, boca do palhaço, tomba lata, boliche e muitas prendas para a garotada. Para os mais corajosos, o desafio era superar o touro mecânico: muitas risadas e muitos no chão! Na quadra, os pais se divertiam e se encantavam com as danças coreografias, roupas típicas, músicas de época e atuais coroavam o ambiente de alegria - tudo isso registrado por fotos e filmagens, nas quais nenhum lance era perdido. Até os professores mostraram talento e diversão ao dançarem a tradicional quadrilha, com direito a casamento e tudo mais. Durante o evento, foram sorteadas bolas “replicas da Brazuca”, o famoso Ferinha, canecas e squeezes, como forma de agradecimento pela presença dos pais, amigos e alunos que prestigiaram o nosso evento. O Departamento de Esportes promoveu entre os alunos a promoção de quem faria o primeiro gol da Seleção Brasileira na abertura da Copa e o vencedor receberia de prêmio a replica da bola “Brazuca”. Após muita expectativa e ansiedade, foi sorteada a aluna Bianca Egea Villalba, 5ºB. Também foi realizada a premiação do “Concurso Rei e Rainha Caipira” do CCDA, e os vencedores ganharam brinquedo, faixa e a tradicional coroa que, com certeza, irão guardar como lembrança. A festa esteve maravilhosa, do começo ao fim, e por isso parabenizamos todos os colaboradores que fizeram o evento ser um sucesso. Abraço a todos, e até o arraiá de 2015! Coordenação 6 Revista CCDA

[close]

p. 7



[close]

p. 8

Matéria reproduzida Revista Capricho edição n°1198 -maio/2014 Para você Saber 1° LUGAR EUA 2° CANADÁ Onde ficar: Québec, Toronto, Montreal e Vancouver. É fácil de... conseguir o visto e entender o sotaque Dizem que... por lá, as pessoas são supergentis! $$$: um mês sai por R$4,5 mil; seis meses, R$25 mil; um ano, R$51 mil.* Onde ficar: Miami, É legal: já pensou Orlando, NY, San Diego, em passear pela São Francisco, LA. Times Square? É uma boa: o inglês americano é com o qual temos mais contato. $$$: um mês sai por R$5,5 mil; seis meses, R$27 mil; um ano todo, R$53 mil. 8° ESPANHA Onde ficar: Madri e Barcelona É legal... conhecer a Europa no finde! Aproveite: os espanhóis são donos de pontos turísticos com arquitetura linda. 10° CHILE Onde ficar: Santiago. Vantagem: em poucas horas você chega lá (e volta, se rolar problema, né?) É legal: o país tem tesouros da época colonial! $$$: boa opção por menos grana. Um mês, R$ 3,5 mil; seis meses, R$ 20 mil; um ano, R$ 35 mil. $$$: um mês, R$ 6 mil; seis meses, R$ 28 mil; um ano, R$ 60 mil. Chegou a sua vez! Descobrimos os dez destinos mais procurados pelas garotas brasileiras e adiantamos um pouco como vai ser a sua vida lá fora (amigos, grana, escola, família...) Tá com medo? Vai com medo mesmo! 8 Revista CCDA CÂMBIO INTER GUIA DO

[close]

p. 9

3° INGLATERRA Onde ficar: Londres, Oxford e Cambridge. Bons Motivos: é a terra do Big Bem, dos Beatles, da rainha, do Museu Madame Tussauds... Trava-Língua: o inglês brit pode ser difícil, mas o sotaque é lindo. $$$: um mês, R$7mil; seis meses, R$35 mil; um ano, R$70 mil. Como pedir para os pais A gente dá uma forcinha para convencê-los Motivos de sobra: Fale das vantagens. A Mariana Leite, 16 anos, vai este ano para o Canadá e fez uma lista para convencer os pais. “Sair da rotina, ganhar responsabilidade, conhecer outra cultura... Mostrei o que o intercâmbio traria pra mim.” Na tela: a vlogueira Joyce Ellen, do Diário de Intercâmbio, ficou um mês em Winnipeg, também no Canadá, e dá uma dica boa: “Eu mostrava muitos vídeos de intercâmbio aos meus pais para entenderem como era positiva a experiência. Depois, eu fiz os meus.” Pesquise! Chegue com a solução, e não com o problema. Procure os melhores lugares, preços e moradias antes de sentar para conversar. Aliás, que tal mostrar esta matéria também? $ ou £? A Beatriz Calsolari, 15 anos, abriu mão da festa de debutante para ir para Londres. “Comecei a juntar o dinheiro mais de um ano antes.” É, intercâmbio custa caro, e economizar para ajudar seus pais a pagar é uma forma de provar que você merece a chance! Good girl: para mostrar que dá conta, que tal ser responsável e se oferecer para pegar um ônibus quando sua mãe tiver compromisso? Ah, não deixe de se esforçar no inglês e na escola! 5° IRLANDA Onde ficar: Dublin. É legal: ali pertinho, tem Bélgica, Inglaterra e Escócia. Pelo preço dos EUA! Vantagem: english? Oh, yeah! $$$: um mês, R$ 5 mil; seis meses, R$ 27 mil; um ano, R$ 53 mil. 9° FRANÇA Onde ficar: Paris e Provence. É legal... seu Insta vai bombar de fotos da Torre Eiffel. Comilança: a culinária de lá é cheia de pratos (e doces!) incríveis. $$$: um mês, R$ 7 mil; seis meses, R$ 34 mil; um ano, R$ 70 mil. Mon Dieu! 4° AUSTRÁLIA Onde ficar: Sydney e Gold Coast. É legal... para quem curte esportes radicais e aquáticos. Combo: o visto de estudo também permite $$$: um mês, trabalhar 20 horas R$6,2 mil; seis semanais, desde que meses, R$32 mil; um você tenha 18 anos, ano, R$ 65 mil. claro. 7° ÁFRICA DO SUL Onde ficar: Cidade do Cabo. É legal: praias incríveis e muita natureza! Tá fácil: a língua oficial é o inglês, apesar dos dialetos e do holandês colonial. $$$: um mês, R$ 4 mil; seis meses, R$20 mil; um ano, R$ 45 mil. 6° NOVA ZELÂNDIA Onde ficar: Auckland. É uma boa: afinal, eles amam brasileiros e o clima é bem parecido com o nosso. Nada de saudade! Vantagem: boas escolas, reconhecidas mundialmente. $$$: um mês, R$ 5,5 mil; seis meses, R$ 28 mil; um ano, R$ 58 mil. Revista CCDA 9

[close]

p. 10

Para você Saber Viajante sob medida Falar inglês ou não, eis a questão! O intercâmbio que você escolhe depende muito do que você quer conseguir com ele. Descubra aquele que é a sua cara. PRECISO FALAR A LÍNGUA? Não. Mas o quanto você fala determina que tipo de intercâmbios combina mais com você. Para escolher o programa certo, “o importante é entender a necessidade e o tempo que você tem para se dedicar a isso”, nos explicou a Suzana Martins, que é gerente de marketing da STB Intercâmbio. Vamos descobrir qual é o seu? TENHO QUE FAZER PROVA? Sim. Para os intercâmbios do tipo high School, em que você vai cursar um ano ou um semestre do ensino médio lá, a agência aplica prova escrita e oral aqui no Brasil ainda. É exigido um nível de fluência e entendimento intermediário para ser aceita nas escolas estrangeiras. Já para os intercâmbios mais curtos, em que você estuda apenas o idioma em uma escola para estrangeiros, não há esse tipo de exigência. Mas, ao chegar, vai rolar o teste de nivelamento. Tradução? Eles vão checar o quanto você sabe para saber em que turma você se encaixa. “Por isso, não há requisito de fluência mínima. As escolas são preparadas para receber alunos com todos os níveis de idioma. Cursos curtos funcionam mais para aperfeiçoamento do que aprendizado”, explica Fabiana Fernandes, gerente de produto da Central de Intercâmbio (CI). VOU PERDER AULA? Depende. Nos intercâmbios curtinhos, você pode viajar nas férias mesmo. Eles duram, em média, quatro semanas. Porém, há programas estendidos (para quem quer estudar mesmo a língua – e só ela) que duram seis meses ou até um ano. Nesse caso, é bem comum perder o ano, sim. Por isso, a maioria prefere ir após terminar o 3° ano. Assim, você amadurece a ideia do que quer estudar quando voltar e aprende outra língua. Outro jeito de fazer o intercâmbio mais longo e ainda estudar matemática e física é fazer high school, o preferido das garotas. O CURRÍCULO É IGUAL? “De acordo com as normas do MEC, o estudante pode fazer programa em instituições de ensino no exterior em quase todos os países, sem perder o ano aqui no Brasil, contanto que passe nas seguintes matérias: inglês, matemática, estudos sociais (história e geografia), ciências e educação física”, explica a Alessandra Brandão, diretora da 2be Study Group. Ou seja, você só perde o ano aqui se tiver problemas de disciplina ou notas por lá. Mas o Fabio “ Kruschewsky, supervisor de cursos da Intercâmbio Global, faz um alerta: nem todas as escolas brasileiras reconhecem o programa, então é preciso conversar com a direção da sua e, se for o caso, mudar para uma que aceite o seu histórico escolar ou algum tipo de adaptação do currículo (cursando matérias à parte). Em países como Itália, Espanha ou Argentina, é mais fácil que isso aconteça. INTERCÂMBIO SEM ESCOLA Dá para experimentar a vida lá fora de outras formas, como o voluntariado. Nesse caso, entidades religiosas ou ONGs organizam suas atividades para beneficiar uma comunidade. Quem já tem 18 pode fazer au pair: ser babá em troca de moradia, refeição e contato com o idioma. 10 Revista CCDA “ Só perde o ano aqui quem tiver problemas de notas ou disciplina no exterior.

[close]

p. 11

Hora de arrumar a mala 6 dicas para deixar só a saudade aqui Só o necessário! Não enfie seu armário todo na mala! Foque no que você não pode viver sem ou comprar por lá. Alguns itens são bem baratos fora do Brasil e você vai curtir trazer umas novidades, né? Sem sufoco. Leve uma bagagem que você não precise de ajuda para carregar. Desse jeito, fica mais fácil se movimentar de um lugar para o outro. Quase em casa: a psicóloga Betty Monteiro aconselha ter alguns objetos de lembrança para aguentar a saudade. Fotos de família, vídeos de amigos, um colar que ganhou de presente... Leve um pedacinho do Brasil junto com você. E a roupa? Leve ao menos um biquíni e um bom casaco, nunca se sabe quando o tempo vai mudar. Mesmo em cidades frias, vale ter peças de tecido leve, já que a maioria dos lugares tem aquecedor. Além disso, alivia o peso (muitas companhias aéreas só permitem duas malas de 32 Kg sem taxas). Faça uma lista. Se vai deixar para arrumar a mala quando estiver perto de viajar, anote o que gostaria de ter por lá e vá completando. Assim, é mais difícil esquecer algo. Leve com você... Uma mala de mão para itens essenciais, caso sua bagagem se perca. Documentos, eletrônicos, óculos... Já é de casa Viver com uma família ou com a galera? Mais tranquila ou cheia de responsabilidades? Coloque tudo na balança antes de decidir. Nos intercâmbios teens, costumam rolar duas opções para se hospedar: os alojamentos estudantis, localizados dentro da própria escola ou bem pertinho dela, e as casas de família. Hotéis e apês alugados não são opções tão seguras para quem é menor de idade em um país estranho, ok? NA CASA DOS OUTROS... Mesmo tendo um quarto só para você, ficar na casa de uma família estrangeira permite que você mergulhe na cultura do país onde está. “Nesse tipo de moradia, as alunas têm oportunidade de vivenciar a rotina de uma família que possui diferentes hábitos e costumes, e são forçadas desde o primeiro bom-dia a falar o idioma”, aponta Fernanda Rodrigues, gerente de intercâmbio da Cultura Inglesa. Além de reparar nos detalhes, você também vai ter um grupo de pessoas com quem socializar logo de cara. E isso pode ser bem legal. Se você respeitar direitinho as regras da casa, pode ganhar uma família de verdade que ajude a lidar com a saudade do Brasil. Para evitar problemas, fique de olho nos horários e avise se for se ausentar no momento das refeições, por exemplo. É importante demonstrar consideração pela rotina deles. Não espere que sua roupa seja lavada ou que a louça suma da pia. Aqui, as mães são mais flexíveis em relação a isso, mas no exterior é comum que uma família divida as tarefas igualmente. Em relação ao transporte, no primeiro dia de aula eles mostrarão como pegar o ônibus ou metrô, e, a partir daí, é com você. NOS ALOJAMENTOS DA ESCOLA A parte mais legal da residência estudantil, como você pode imaginar, é a localização. Dificilmente vai precisar de transporte público ou caronas, o que significa gasto menor de transporte, e até dormir um pouquinho mais. Há escolas que oferecem café da manhã e jantar, mas, se você optar por fazer os próprios horários, pode escorregar e gastar mais do que o previsto nesse aspecto. Só se esqueça da vida confortável de uma casa: são centenas de estudantes dividindo uma lavanderia! #tenso Topou o alojamento? A Fernanda recomenda que você leve, em média, US$ 250 por semana para alimentação na rua, o que pode ser necessário tanto no dia a dia quanto em viagens no finde. O ideal é ter US$ 1000 por mês, sem contar aquela grana extra para as comprinhas. Revista CCDA 11

[close]

p. 12

Para você Saber É com você! SEM CELULAR E INTERNET? JAMAIS! A dica da Mel Souza, do A Series of Serendipity, para não perder o contato com o Brasil é sair daqui com o celular desbloqueado e, ao chegar, comprar um chip internacional no aeroporto. Ele vai garantir seu uso da internet, seja por wi-fi ou plano. Ok? A SAUDADE Ficou difícil? Chore, ligue por Skype para a casa e não se condene por odiar tudo no começo. Com a Stephany Zanon, 16 anos, foi assim. Ela ficou com uma família em São Francisco, nos EUA, por três meses. “Lá ninguém conversava muito comigo e eu me sentia uma intrusa.” Chegando à escola, era a mesma coisa! Então as amigas daqui fizeram um grupo no Whats e apontaram as qualidades da Sté. “Se as meninas me consideravam tanto, eu precisava mostrar aos estrangeiros que valia a pena me conhecer.” Com essa atitude, ela entrou pra turma! Veja como fazer o mesmo no boxe ao lado. E SE EU FICAR DOENTE? Entre em contato com a agência! O seguro internacional para emergência é um tipo de seguro-saúde, já incluso no pacote, e garante que você seja atendida caso fique doente. Deixe sua família gringa ou colega de quarto por dentro das especificações dele e de alergias a Dinheiro, celular, saudade, doença: um monte de coisa nos preocupa quando estamos sozinhas , certo? Veja #comolidar medicamentos. Se for levá-los com você, tenha receitas legíveis para cada caixa (em inglês, de preferência) com o nome genérico do remédio. O ideal, aliás, é tê-las à mão durante o raio x no aeroporto, para checagem. QUERO VOLTAR PARA CASA. POSSO? Sim, sua agência pode ajudá-la a voltar antes para casa. Se vai rolar multa (e quanto custa), depende do seu contrato. Mas, antes de tomar decisões drásticas, que tal conversar com o seu conselheiro da agência? Ele pode ajudá-la a mudar de casa! A Mariana Paes, 17 anos, fez isso. Vegetariana, ela era hostilizada pela sua família carnívora americana mesmo tentando explicar que não tinha problema em comer salada e legumes. Então, a Mari comunicou o coordenador do intercâmbio. “Disse que o problema não era a comida, mas o jeito como me olhavam por isso.” E a nova família aceitou bem! QUANTO DINHEIRO DEVO LEVAR? Por lei, você pode viajar com até US$ 10 mil, mas as agências indicam até US$ 1000, em dinheiro. Para o resto das despesas, use um travel money, uma espécie de cartão pré-pago que pode ser recarregado a distância, pelos seus pais mesmo. Que tal fazer amigos... ... e ter alguém especial em cada canto do mundo? Please! Faça um esforcinho para ser gentil. “Por favor”, “obrigada” e “com licença” abrem portas e sorrisos em qualquer lugar. “Fazer amigos é igual em todas as línguas, basta ser simpático”, diz a Nina Desgranges, 15 anos, que foi para Vancouver, no Canadá. De boa: desembarcar pensando que os gringos são frios e que você não vai se dar bem com eles não ajuda em nada. Vá com a cabeça e o coração abertos para as novidades. Você ainda pode se divertir mais se conseguir enxergar a graça nas diferenças. Faça a fofa. Falar uma língua diferente da sua exige concentração e muita atenção. Então, que tal usar isso para conquistar amigos? Todo mundo gosta de ser ouvido, e muitas vezes, no dia a dia, não damos importância a isso. Treine seu inglês (espanhol, francês...) e ganhe novos amigos. Com atitude: tente se manifestar nas aulas e dê oportunidade para a galera te conhecer. E não tem problema se houver brasileiros na sala, o que não vale é só falar com eles em português! Enturmada: deixe de preguiça e aceite os convites, mesmo que seja para ir à esquina comprar chocolate. Sabe aquela festa de vizinhos a que sua host mom quer que você vá? Por que não ir? No mínimo, vai ganhar pontos com ela. 12 Revista CCDA

[close]

p. 13

Aula de reforço A UM CLIQUE DE DISTÂNCIA Blogs e vlogs legais de quem tem o passaporte todo carimbado A Bruna Vieira costuma contar todos os detalhes de suas viagens no canal do blog no YouTube e em posts no portal da agência CI. Espertíssima e divertida, a Bru capta tudo o que queremos saber sobre vários países, inclusive aqueles achados que ninguém realmente conta pra gente, como uma feirinha escondida que toda grande cidade tem. Ah, bônus: o vídeo sobre como fazer a mala é demais! Vai lá: youtube.com/canadadepoisdosquinze Nossa seleção de aplicativos, blogs, vlogs e livros legais para inspirá-la e tirar as últimas dúvidas antes de chegar ao aeroporto. Go, girl! OS APPS DA PERDIDONA Quem precisa de GPS quando você tem celular (e a CH<3)? Google Maps É a ferramenta mais útil na sua viagem. Ele calcula os caminhos mais rápidos e te ajuda a se achar com o transporte público. Oanda Currency Converter Converte o valor da moeda estrangeira em reais e ajuda a não gastar demais durante a viagem. Tem em Português. Google Tradutor Digite qual é a dúvida ou grave sua voz que ele te devolve a resposta em mais de 50 idiomas. Assim, não se perde no blá-blá-blá. Skype Ébom tê-lo no celular para bater aquele papo de urgência (e mais baratinho) com a sua mãe quando apertar a saudade. AccuWeather Para não sair de vestidinho quando estiver nevando, invista nesse app simples, com a previsão do tempo das cidades gringas. Foursquare Está passeando pela cidade e bateu fome? Ele indica lugares onde comer por perto de onde nos localizamos e como chegar Wi-Fi Finder Achado não é roubado. Afinal, na hora do sufoco, encontrar os pontos de wi-fi liberados de onde está pode salvar a sua vida, né? Talvez você já conheça a Camille Habib, 18 anos, do blog Unhas Blá! mas ela mostra seu lado mais curioso no Fui Viajar. É lá que ela faz vídeos em destinos como a Disney e Nova York, seleciona os links imperdíveis para ler toda semana, dá dicas de onde comer, quais são os passeios mais legais que andou fazendo, conta histórias de viagem, mostra achadinhos durante as compras e ainda faz entrevistas! Vale a visita antes de embarcar: fuiviajar.com.br A Jessi, do blog Keep Calm DIY, já virou expert em séries de viagens. Além de ter gravado quatro capítulos do seu intercâmbio no Canadá no ano passado, ela já fez vários posts com dicas de lugares legais pelo Brasil e, recentemente, produziu uma espécie de reality show de sua viagem para o Chile. Diferentemente dos outros vídeos do seu canal, na seção travel ela investe em formatos com cara de bastidores! Mesmo. No keepcalmdiy.com BIBLIOTECA DE BOLSO Cinco livros que você precisa ler antes de fechar a mala. Aliás, quem sabe não sobra um espacinho para um deles nela? Intercâmbio, Aí Vou Eu! da Flávia Mariano Fazendo Meu filme, da Paula Pimenta Anna e o Beijo Francês, da Stephanie Perkins Bicicletas e Tulipas, da Isadora Lenzi Intercâmbio, de A a Z, da Marina Motta Revista CCDA 13

[close]

p. 14

Atividades Pedagógicas Cor é vida, luz, sol. Sem sol “não há luz, não há vida, não há cor” Os alunos do 6º A exploraram as cores primárias, secundárias e terciárias com objetivo de reconhecimento e fixação da formação de todas as outras cores, além de suas misturas, seus tons e matizes. Professora Rosa Teles Etapa Link “Estou muito satisfeita com as aulas do Etapa Link, pois estou relembrando temas e sanando minhas dúvidas. Com o Etapa Link, as resoluções dos exercícios tornam-se mais fáceis. É muito importante resolver os exercícios propostos e tirar as dúvidas com os professores do CCDA. A realização dos simulados é muito importante para aumentar o grau de aprendizagem. Percebi que essas aulas me auxiliaram no PGE: não senti tanta dificuldade. As matérias de Física e Matemática agora estão mais fáceis de compreender. Por mais cansativo que possa ser, o importante é não desistir porque o futuro depende do nosso esforço.” Depoimento da Aluna Andressa do Nascimento, 3º EM Diversão garantida na hora do intervalo Depois da dedicação em sala de aula, nada melhor do que chegar a hora do intervalo e aproveitar para saborear um delicioso lanche, em um espaço confortável, e ainda poder jogar uma partida de Pebolim e/ou jogar Playstation. É isso que nossos alunos encontram na praça de alimentação: um local de muita descontração e diversão! Departamento de Esportes 14 Revista CCDA

[close]

p. 15

Dê sua opinião sobre o cursinho Etapa Link. “Para mim, ele está servindo como complemento escolar. As matérias do Etapa Link reforçam o conteúdo de aula e viceversa. As explicações são dinâmicas por conta da tecnologia empregada, isto é, não há perda de tempo. Estou confiante porque acredito que o curso fornecerá uma base mais sólida para enfrentar os vestibulares e o ENEM. Eu resolvo a maior parte dos exercícios somente com as explicações dos professores do Etapa Link. Para você, aluno do 3º ano de 2015, eu aconselho optar pelo Etapa Link.” Depoimento do Aluno Aluno Pedro Albert, turma 3ºAEM Hino e bandeira O Colégio CCDA há muito vem valorizando as comemorações cívicas, com isso cantar o Hino Nacional tem sido uma prática constante dos nossos alunos. No entanto, cientes de que devemos enaltecer todos os símbolos da Pátria, a partir de agora, às sextas-feiras hastearemos a Bandeira e cantaremos o Hino Nacional, sendo que haverá revezamento: um aluno de cada série realizará o hasteamento. Temos plena certeza de que cultivar essas práticas cívicas muito contribuirá para a formação social dos nossos educandos. Coordenação Bolsa Mérito Objetivando valorizar ainda mais quem se dedica aos estudos e conquista excelentes notas (e ainda como forma de incentivo aos demais alunos, pois todos são perfeitamente capazes de conquistar descontos nas mensalidades), criamos o Concurso Interno de Bolsa de Estudos por Mérito. Parabéns aos alunos do Ensino Fundamental I, II e Médio que conquistaram as Bolsas de Estudo por Mérito este ano. O Colégio Carlos Drummond de Andrade tem a fórmula do sucesso, que é o investimento e o acompanhamento da família, a qualidade da Escola e a dedicação do aluno. Direção / Coordenação Drummond Dancing Aconteceu o tão esperado e tradicional Drummond Dancing para os alunos do EFII. DJ profissional, luzes e pista devidamente demarcada estavam à espera dos alunos e seus convidados. Embalados por uma seleção de músicas envolvendo diversos ritmos, os presentes dançaram e interagiram. Apenas uma pausa foi dada para saborearem a deliciosa pizza, mas logo estavam dançando novamente. Ao realizar esse momento, o CCDA tem plena certeza de que está proporcionando aos seus alunos momentos de alegria e integração. Coordenação Revista CCDA 15

[close]

Comments

no comments yet