A Senda - Outubro de 2014 - FEEES

 

Embed or link this publication

Description

A Senda - Outubro de 2014 - FEEES

Popular Pages


p. 1

A Senda federação espírita do estado do espírito santo ANO 92 No 160 OUTUBRO 2014 foto: ure6sc.org.br Outubro Mês de ALLAN KARDEC - Pacto Áureo - 65 anos O filme “O Céu é de verdade”, baseado em livro homônimo de Todd Burpo, narra fatos reais e admiráveis passados na pequena cidade Imperial, no interior dos Estados Unidos, em 2003 Todd é dedicado pai de família, dono de um pequeno negócio... - página 3 ENTRAE-Centro - Encontro do Trabalhador Espírita em Vila Velha página 6 Núcleo de Estudo e Pesquisa do Evangelho no Espírito Santo página 5 O Conselho Federativo Estadual vai se reunir em novembro página 6 FEEES participa de evento internacional na Coréia do Sul página 8 ENTRAE-Sul - Encontro do Trabalhador Espírita em Alegre página 4 Encontro Regional de Jovens de Vitória “Brasil Mostra a Tua Cara” página 4 Editorial - O Espiritismo, o Mundo e Nós - página 2

[close]

p. 2

Editorial EXPEDIENTE O renomado e saudoso escritor espírita Hermínio Corrêa de Miranda, numa das suas instigantes obras – Autismo, uma leitura espiritual – registra interessante texto de uma paciente autista do Dr. Darold A. Treffert, psiquiatra da Universidade de Visconsin, USA, e autoridade mundial no assunto: DIRETORIA DA FEEES PARA O TRIÊNIO 2013/2016 Presidente Dalva Silva Souza Vice-Presidente de Administração Valmir Gomes do Nascimento Vice-Presidente de Doutrina Maria Lúcia Resende Dias Faria Vice-Presidente de Unificação Rose Mary de Souza Thiengo Vice-Presidente de Educação Luciana Teles de Moura Conselho Fiscal: Maria de Lourdes Neves Geraldo Teixeira da Costa Eliomar Borgo Cypriano Suplentes Roberto José Damaceno José Guido Nascimento Filho DEPARTAMENTOS Comunicação Social Rodrigo Salatiel Brasileiro Orientação Mediúnica Cristina Soneghet Simon Atendimento Espiritual Eliana Schmidt Castelani Estudo Sistematizado José Ricardo do Canto Lírio Infância e Juventude Edmar Reis Thiengo Assistência e Promoção Social Solange de Oliveira Nascimento ÓRGÃO INFORMATIVO DA FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESPÍRITO SANTO C.N.P.J. 28.150.936/0001-18 Insc. Estadual 081.162.73.1 Rua Álvaro Sarlo, 35 - Ilha de Santa Maria Vitória/ES - CEP 29051-100 Tel: (27) 3222-2117 / 3222-7551 Fax: (27) 3222-6509 e-mail: feees@feees.org.br www.feees.org.br Projeto Gráfico Studio Rodrigo Resende Edição Renata Guizzardi Diagramação JMBCoutinho Revisão Dalva Silva Souza Impressão Gráfica Comercial - 27 3722-0566 - Colatina-ES www.graficacomercial.art.br A SENDA O Espiritismo, o Mundo e Nós pensamento epicurista, que ensina: “(...) ou Deus quer e não pode, e pode e não quer. Se quer e não pode, é incompetente... Se pode e não quer, é mau (...)” fugindo covardemente ao impositivo do esforço próprio na resolução dos problemas que devem ser percebidos como recursos educativos. Se o prêmio é a resposta natural ao trabalho executado, as benesses que almejamos, mesmo que legítimas, necessariamente serão antecedidas do empenho pessoal para a sua conquista. É o preço justo da meritocracia, que rege com sabedoria a extraordinária epopéia humana. Aqui, é bem certo, a falência das religiões, de ontem e de hoje, que, mergulhadas em teologias complexas, improdutivas e quase infantis, quando não aterrorizantes, ou reféns de interesses menores, não conseguiram (e ainda não conseguem), não puderam (ou ainda não podem), não quiseram (ou ainda não querem) iluminar os passos da multidão de fiéis que lhes prestam culto. Mas, também aqui, alento novo que há bom tempo se oferece na condução segura de quantos se deixam encantar pela sua mensagem lúcida, amorosa e libertadora, sem amarras e condições, a Doutrina Espírita, o Consolador prometido por Jesus, materializada pelas mãos abençoadas de Allan Kardec, cuja memória, particularmente, neste mês de outubro, reverenciamos. Com fundamento na tríade filosofia, ciência e religião e tendo em Jesus o Guia e Modelo da Humanidade – a referência insubstituível para a ética humana – o Espiritismo é convite permanente à renovação de ideias e valores, à justa compreensão do propósito da Vida e da onisciência e paternidade de Deus. Ninguém aporta no mundo sem objetivo certo. Nenhum de nós recolhe bênçãos ou enfrenta desafios sem necessidade à própria evolução. Sempre, todos somos amorosamente cuidados para a experiência na Terra, antes e durante a existência física. Retornando ao texto da nossa indagadora autista, consideremos – com o autor Hermínio Miranda – que não se trata de uma escolha de Deus, mesmo porque Deus não é uma pessoa. Ele age pelas Suas leis. E é o nosso procedimento perante a lei que determina que tipo e condição de vida teremos. E mais, Deus não se equivocou ao colocá-la, que é oval, no nosso planeta redondo. Alguma coisa ocorreu na sua pré-história espiritual que a programou, embora oval, para viver num planeta redondo. Talvez um modo didático de ensiná-la a enfrentar situações adversas, a fim de expandir sua experiência no complexo ofício de viver. Assim, sejamos redondos, ovais ou quadrados, movimentemos o melhor de nós neste mundo que, na medida certa, nos serve de lar. Com certeza, é o mínimo que devemos fazer como preito de reconhecimento ao legado kardequiano que, acolhido com a sinceridade dos nossos anseios, embala nossos sonhos de felicidade, norteia nossos passos para a plenitude, nos traz, hoje, vislumbres das primícias da Imortalidade. “Vivemos num planeta redondo, e por isso, admitimos que todos os planetas sejam redondos como aquele no qual vivemos. Deus, contudo ao espraiar seu olhar pelo universo, vê planetas de todos os tipos: redondos, quadrados, oblongos, ovais, uma enorme variedade de formas. Não são todos redondos, como aprendi nas aulas de ciências. O que acontece antes de você nascer é que Deus escolhe a sua alma. Se você tem uma alma redonda, Ele coloca você num planeta redondo; se você tem uma alma quadrada, Ele coloca você num planeta quadrado, e se você tem uma alma oval, espera-se que Ele coloque você num planeta oval. No meu caso, Ele cometeu um equívoco. Tenho uma alma oval e Ele me colocou num planeta redondo. A escola, meus pais e até o senhor, Dr. Treffert, insistem na tentativa de encaixar minha alma como se ela fosse redonda, como a dos outros.(...)”. A aflição da autora, no caso compreensivelmente trancada no seu mundo particular e quase indevassável e, por isso mesmo, inacessível aos estímulos renovadores da vida, é bem próxima da angústia de incalculável número de pessoas que se contorce na experiência humana incapaz de reconhecer, nos desafios de toda hora, as abençoadas oportunidades de desabrochar o potencial que carrega dentro de si com vistas à felicidade. Prisioneiras de rituais e dogmas religiosos envelhecidos e frágeis, sem nenhuma força plenificadora, ou de filosofias sedutoras mas inconsistentes, quando não tendenciosas, esquecem, ou desconhecem que “a genuflexão não soluciona questões fundamentais do espírito, nem a mera adoração à Divindade constitui máxima edificação. Em verdade, todo ato de humildade e amor é respeitável e santo e, incontestavelmente, o Senhor nos concederá suas bênçãos, no entanto é imprescindível considerar que a manutenção e limpeza do vaso, para recolhê-las, é dever que nos assiste” – ensina o Benfeitor Espiritual nas palavras de André Luiz, no livro Obreiros da Vida Eterna. Daí, as lágrimas de revolta, os conflitos existenciais, as expectativas infelizes que martirizam, desconstruindo esperanças de indivíduos e sociedades quando deveriam nutrir o cotidiano com objetivos nobres e infinitas opções de alegrias. Passo seguinte é o desalento e o descrédito de si mesmas que se instalam, vigorosos, atribuindo elas, não raras vezes, a Deus o insucesso na vida. Socorrem-se muitas, então, imprudentes, do infeliz 2

[close]

p. 3

Outubro 2014 Reflexão Raphael Vivacqua Carneiro * suas dúvidas seriam sanadas com maior facilidade. Saberia que a alma humana pode emancipar-se do corpo durante o sono, as enfermidades, os fenômenos de dupla vista e outros. Nesse estado, pode vivenciar fatos no plano terreno ou nas dimensões espirituais, entrando em contato direto com outras almas. Ao retornar ao corpo, pode guardar lembrança, vaga ou nítida, desses fatos vividos no plano espiritual. As experiências de EQM são fatos bem naturais, dentro do contexto espírita. As personalidades preservam-se na vida além-túmulo; portanto, o encontro com um bisavô ou uma irmãzinha falecida é algo perfeitamente natural. Os relatos espíritas sobre os planos elevados coincidem com os de Colton: são povoados por Espíritos de luz, com aspecto mais jovial e saudável do que apresentavam em seus últimos dias de vida. Jesus e os anjos que Colton afirma ter visto podem ser Espíritos benfeitores quaisquer; contudo isto não descaracteriza o fenômeno espiritual vivenciado. Mesmo de posse de todo este conhecimento proporcionado pela Doutrina Espírita e de todos os testemunhos trazidos pela espiritualidade, nós espíritas também somos frequentemente testados e chamados à reflexão. Quantas vezes a nossa fé raciocinada é colocada à prova pela força dos acontecimentos e quantas vezes vacilamos nesses momentos cruciais? A construção da fé é um processo gradual e uma conquista do ser humano; é também uma prova pela qual temos de passar. O divino mestre advertia os seus discípulos: “Ó raça incrédula, até quando estarei convosco?” Quando tivermos a fé do tamanho de um grão de mostarda, nada nos será impossível. Raphael Vivacqua Carneiro é engenheiro e mestre em informática. É trabalhador da Comunidade Espírita Esperança e um dos fundadores do Espiritismo.net. O Céu é de Verdade? O filme “O céu é de verdade”, baseado em livro homônimo de Todd Burpo, narra fatos reais e admiráveis passados na pequena cidade Imperial, no interior dos Estados Unidos, em 2003. Todd é dedicado pai de família, dono de um pequeno negócio, voluntário no corpo de bombeiros e na escola local. É também pastor protestante, benquisto em sua congregação. Apesar de passar por alguma dificuldade financeira, levava uma vida tranquila, até que a sua fé foi abalada, pelos eventos ocorridos com seu filho Colton, de quatro anos. Ele teve uma crise de apendicite supurada e foi submetido a uma cirurgia de emergência, ficando à beira da morte. Temendo a iminente perda do filho, Todd entrou em desespero. A sós, na capela do hospital, despejou toda a sua raiva e frustração: “Deus, depois de tudo o que fiz por você... É assim que você trata os seus pastores?” Depois de vários dias no hospital, o menino ficou recuperado. A vida dos Burpo aos poucos retornava à normalidade, quando o pequeno Colton causou um abalo ainda maior na família e na comunidade. Ele descreveu reiteradamente, com clareza e serenidade, as experiências que teve durante a sua cirurgia. Ele viu-se afastado do próprio corpo, acompanhando o que se passava no hospital, inclusive a ação dos médicos. Contou que esteve no paraíso, um lugar de muitas cores e luz, onde os anjos cantavam e Jesus veio conversar com ele. Todd mostrou-lhe alguns retratos pintados e perguntou se Jesus era assim. O menino disse que a túnica era igual, mas o rosto era diferente. A riqueza de detalhes e a consistência das narrativas eram incompatíveis com a mentalidade de uma criança tão pequena. O pai entendeu que o filho tivera uma EQM (experiência de quase-morte), mas preferiu atribuir todas aquelas coisas à imaginação infantil. A situação ficou perturbadora, quando o menino passou a relatar fatos reais que ninguém havia lhe contado. Disse ter visto o pai gritar furioso contra Deus na capela do hospital e a mãe chorar ao telefone na sala de espera. Como ele podia ter visto estas cenas, estando desacordado na mesa de cirurgia? A dúvida inquietava a mente do pastor Todd Burpo – um pregador da palavra de Deus que não conseguia decifrar se estava diante de um sinal dos céus ou de uma mera fantasia. Pela segunda vez era colocado à prova e, novamente, mostrava-se abalado e vacilante. Diante de tantos conflitos íntimos, a congregação cogitou destituí-lo das suas funções pastorais. No fundo, tanto o pastor, como também os fiéis daquela comunidade, viam-se crivados de dúvidas sobre o que a própria religião pregava. Afinal, o céu é de verdade? A situação chegou ao clímax quando o menino Colton contou ter encontrado no céu o seu bisavô Pop, que falecera 20 anos antes e era desconhecido dele. Todd então mostrou uma foto de Pop para o menino e perguntou-lhe se era o homem que havia visto. O menino negou, alegando que não havia pessoas idosas no céu. Ao ver outra foto, em que o bisavô estava jovem, afirmou: “Este é o Pop!” Em seguida, disse que também encontrara no céu a sua segunda irmãzinha e que ela informara ter falecido quando ainda estava no ventre da mãe. Esta gravidez malsucedida havia ocorrido algum tempo antes de Colton nascer, e isto jamais lhe havia sido contado. Como podia saber de todas essas coisas? O pastor enfim rendeu-se às evidências de que o filho realmente tivera uma experiência espiritual, por mais espantosa que fosse. Tivesse ciência das explicações racionais que o Espiritismo oferece e de todos os relatos da espiritualidade, decerto o espanto do pastor seria bem reduzido e as 3

[close]

p. 4

A SENDA ENTRAE SUL - união fortalecida Público atento no auditório Momento de descontração Dinâmica de grupo Ano após ano, o Encontro de Trabalhadores Espíritas (ENTRAE) tem se firmado como evento de fundamental importância, para a permanente capacitação dos dirigentes e trabalhadores espíritas, bem como, para o fortalecimento da unificação no movimento federativo estadual. Seu crescente envolvimento junto aos tarefeiros espíritas teve destaque no ENTRAE SUL, dia 14/09/14, num belo domingo de sol. Foram 165 participantes nas reuniões setoriais, além dos demais trabalhadores, que se deslocaram de suas cidades e estiveram no IFES de Rive, em Alegre. Um local aprazível, bonito e bastante apropriado para o evento. O acolhimento dos amigos dos 4º, 5º e 12º Conselhos Regionais Espíritas (CRE) ficará gravado para sempre em nossos corações. Além do carinho de sempre, tivemos mensagens, vídeo, música, cartazes elaborados e muito mais. Único contratempo: com o horário do almoço diferenciado, as equipes tiveram que alterar e ajustar suas programações, o que foi feito, sem maiores dificuldades. A equipe da Feees foi assim representada: • Departamento de Atendimento Espiritual (DAE) - “Receba as flores que lhe dou” – com Eliana e Paulo Cesar Castellani e Giselda Rodrigues – contou com 28 participantes, que perceberam a importância da recepção e do atendimento fraterno pelo diálogo nas casas espíritas e a necessidade de desenvolvermos os laços de fraternidade entre os trabalhadores e frequentadores. • DAPSE - “A assistência e a promoção social espírita no trabalho com a família” - com Solange e Valmir Nascimento, Ruth Miguel, e Aline Novaes – contou com 17 participantes, todos tarefeiros do setor e várias casas representadas. • DECOM - “Meios de Divulgação da casa espírita” - com Rodrigo Brasileiro - contou com 19 participantes. • DESDE - “Literatura espírita, como identificá-la?” - com Marcos Bentes - contou com 13 participantes. • DIJ - 1) Infância - “Evangelização da criança - novas perspectivas”; 2) Juventude - “Diretrizes para as ações da juventude do Brasil” - com Rose Thiengo, Lourdes Libardi e Thiago Izoton - contou com 53 participantes, inclusive com vários jovens. • DOM - “Prática da mediunidade: 1) como montar uma equipe mediúnica; 2) como conversar com os espíritos” - com Eliomar Borgo - contou com 36 participantes, e, o número de dirigentes entre eles chamou a atenção. • Livraria - que ficou por conta de Maria Lúcia Resende, Vice-Presidente de Doutrina. Vivenciamos um verdadeiro trabalho de companheirismo e amizade em meio a estudos, reflexões, trocas de experiências. A união fortalecida no sul. Que venham os ENTRAE CENTRO, 28/09, em Vitória, no IFES, e 19/10, em Vila Velha, na Casa Espírita Cristã. Encontro Regional de Jovens de Vitória Com o tema BRASIL MOSTRA A TUA CARA, o Encontro Regional de Jovens de Vitória reuniu cerca de 120 jovens de mocidades espíritas da capital capixaba para estudarem sobre a temática. O encontro contou com apresentações de teatro, musicas, estudos, jogral e dinâmicas. A missão do Encontro Regional foi mostrar ao jovem o papel dele como espírita e cidadão brasileiro, compreendendo o atual cenário de transição por que passa o país. O encontro aconteceu na Comunidade Espírita Esperança, em Morada de Camburi e foi organizado pelo DIJ-FEEES, através do 3º CRE. fotos: divulgação Feees 4 Animação do jovens na abertura do Encontro Equipe de trabalhadores do DIJ Momento de integração no auditório

[close]

p. 5

Outubro 2014 Notícias desfile com ROUPAS RECICLADAS (feitas de jornal e copinho plástico). Desfilaram assim a Diretora Diná e as idosas residentes, Deuzi, Maria Odila e Domingas, intensamente aplaudidas. É bom registrar que tanto a decoração quanto as roupas “ecológicas” foram feitas com a ativa participação dos idosos do Avedalma. Ainda houve apresentação da Banda de Congo da Barra da Jucu, forró animado por Jorde Dauma e Banda, e uma apresentação da idosa Leopoldina (108 anos) tocando o Hino Nacional na gaita. Os idosos e a Diretoria do Avedalma agradecem a colaboração e participação de todos. fotos: divulgação Feees AVEDALMA - 54 Anos de Trabalho No Domingo, 14/09/2014, foi realizada a FESTA DE ANIVERSÁRIO DE 54 ANOS DO AVEDALMA. Como sempre, a festa transcorreu em um clima de paz, harmonia e total alegria, com a sempre presente colaboração das Casas Espíritas da Grande Vitória que assumem a maior parte das barracas com venda de comida. As festas de aniversário do AVEDALMA têm um tema central e o deste ano foi a ECOLOGIA (meio ambiente), merecendo destaque a decoração das instalações e das barracas adequada à temática. Além disso, foram exibidos diversos painéis ecológicos com mensagens em favor da conservação do meio ambiente e do planeta. Outro momento ecológico imperdível foi o Mensagem Ecológica na bicicleta Painéis Ecológicos Barraca decorada Vestido de noiva (copinhos desfiados) Praiana presente na comemoração dos 54 anos do Avedalma A Sociedade Praiana participou no domingo passado(14/09) da Festa de aniversário de 54 anos do AVEDALMA, com a Barraca dos Salgados, onde a alegria e solidariedade tomaram conta de todos! Um dia muito especial para exercitarmos a caridade! Equipe da Sociedade Praiana de Estudos Espíritas responsável pela Barraca de Salgados Núcleo de Estudo e Pesquisa do Evangelho na Feees Iniciou-se o trabalho do NEPE/Feees. Estão participando companheiros das seguintes instituições: Sociedade Espírita Irmão Tomé, Casa do Caminho, Sociedade Praiana de Estudos Espíritas, Núcleo Espírita Irmão Maurício, Casa Espírita Esperança e Luz (Marechal Floriano) e Feees. O grupo escolheu iniciar pelo estudo das passagens em que Jesus fala do Reino de Deus. As reuniões acontecem duas vezes por mês, sempre às quintas-feiras, das 18h20 às 19h40. Desejamos sucesso a mais este trabalho da Feees! 5

[close]

p. 6

Agenda A SENDA ENTRAE/CENTRO Os trabalhadores da região centro/ Vila Velha e Guarapari estão convocados para o encontro que acontecerá no dia 19 de outubro, na Casa Espírita Cristã, em Vila Velha, das 8h30 às 17h. Temas em foco: Departamento de Atendimento Espiritual - DAE - “Receba as flores que lhe dou”(objetivo: trabalhar a Recepção e o Diálogo Fraterno). Departamento de Assistência e Promoção Social Espírita – DAPSE - “A assistência e a promoção social espírita no trabalho com a família”. Departamento de Comunicação Social Espírita – DECOM - Departamento de Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita – DESDE – Literatura Espírita, como identificá-la?” Departamento de Infância e Juventude – DIJ - haverá 2 salas: 1) Infância - Evangelização da criança - novas perspectivas”; 2) Juventude - “Diretrizes para as ações da juventude do brasil”. Departamento de Orientação Mediúnica – DOM – Prática da mediunidade: 1) Como montar uma equipe mediúnica e 2) Como conversar com os Espíritos. OUTUBRO-2014 • Programação de Palestras na FEEES Dia 06 - 14h30 Dia 07 - 20h Dia 13 - 14h30 Dia 14 - 20h Dia 20 - 14h30 Dia 21 - 20h Dia 27 - 14h30 Dia 28 - 20h O Espiritismo, a Família e o Tempo Bem Aventurados os que Têm Fechados os Olhos Rogativas Reflexões para Autotransformação Espiritismo e Evangelho, Sintonia de Amor Fora da Caridade não há Salvação Os que São Misericordiosos Seja Feita a sua Vontade Marcos Bentes Zanone Batista Paulo Cesar Castellani Lijamar Ramos José Ricardo do Canto Lírio Paulo Henrique Giselda Azevedo Rodrigues Elizabeth Tolomelli II Encontro Regional da Juventude do 6º CRE com a Equipe Pedagógica do DIJ-FEEES O Passe na Casa Espírita na SEECX Expositor: Edmilson Bastos (Feslar) Noite Fraterna na FEJAC Fraternidade Espírita Jardim Camburi Programação de Palestras AMEEES - Outubro 2014 Dia 01 - 20h Terapia do Perdão II Dia 08 - 20h O Homem de Bem Dia 22 - 20h Autoconhecimento Dia 29 - 20h Transtornos Psicológicos à Luz da Psicologia Profunda Sérgio Valentim Rufina Wilson Ayub Departamento de Saúde Mental Clóvis Vervloet Dia 15 - 20h O Bom Pastor 6

[close]

p. 7

Outubro 2014 Notícias fotos: divulgação Feees Jornada Espírita da AME-ES NESTOR MASOTTI retorna ao mundo espiritual Desencarnou no Hospital Santa Lúcia, em Brasília, na tarde do dia 3 de setembro o companheiro Nestor João Masotti. Ele foi o 15º presidente da Federação Espírita Brasileira. Nascido em família espírita, Nestor sempre foi muito ativo no Movimento. Exerceu o cargo de presidente da FEB de 2001 a 2013, licenciando-se em maio de 2012, para tratamento de saúde. Trabalhou intensamente pela fundação do Conselho Espírita Internacional, o que se efetivou em 1992. Como 1º. Secretário e secretário-geral do Conselho Espírita Internacional, participou de dois eventos na ONU, em New York: o Millennium World Peace Summit (2000) e da homenagem pelo Centenário de Chico Xavier (2010), além de atuar em palestras, seminários e vários eventos em vários países das três Américas, Europa e África. Do querido companheiro, guardamos a inspiração da atitude conciliadora e amiga em todos os momentos, gerando participação sempre ativa de todos no movimento espírita. Esperamos ter aprendido com o seu exemplo. Vista parcial do público presente no auditório do Teatro Universitário Da esquerda para a direita, Maria Lúcia, Lívia Devens, Andrei Moreira e Ana Catarina Realizou-se nos dias 19, 20 e 21 de setembro a X Jornada da AMEEES. O evento foi um sucesso em termos de público e de organização. A procura pela Jornada foi grande com as inscrições esgotadas com 1 mês de antecedência. Com as salas cheias e e um ambiente muito agradável, impregnado de vibrações amorosas, a Jornada contagiou a todos não só pelo conteúdo das palestras como pelas vibrações recebidas. O tema central da Jornada foi o evangelho e a educação como caminho para a saúde. Foram abordados temas cotidianos e ligados à saúde humana sempre à luz da Doutrina Espírita e dos conhecimentos técnicos atuais. Vieram palestrantes de vários estados, que muito nos enriqueceram com suas experiências. Mas o que marcou este evento foi o ambiente harmônico e a sensação de paz e serenidade que todos sentiram durante a Jornada. As apresentações musicais muito contribuíram para harmonizar o ambiente. Todos saíram do evento com a alma renovada e uma disposição redobrada para o trabalho no bem. Os palestrantes realçaram a importância do evangelho como um guia terapêutico por excelência e a sua vivência como a melhor prevenção contra todos os males. 7

[close]

p. 8

Aconteceu Aliança Mundial das Religiões pela Paz A SENDA fotos: divulgação Feees Grandioso momento de abertura Vista externa do estádio onde se realizou a abertura Público presnte no auditório do Centro de Convenções. Oswaldo e Dalva, acompanhados por Silvia, jovem coreana integrante da equipe de trabalhadores voluntários Seul, capital da Coreia do Sul, foi o cenário para o grande encontro de líderes religiosos e políticos, em busca de caminhos para a paz no mundo. O evento contou com representantes de mais de 100 países e foi realizado pela HWPL (Heavenly Culture World Peace Restoration of Light). A abertura foi uma festa grandiosa realizada em um estádio olímpico que comportou mais de 60.000 pessoas. O presidente da HWPL, Sr. Man Hee Lee, declarou aberto o evento, expressando a alegria de contar com tantas pessoas que desejam trabalhar pela paz. Também foram marcantes as presenças da Sra. Nam Hee Kim, presidente da International Woman’s Peace Group (Grupo Internacional de Mulheres pela Paz), e de Steve Kim, presidente da International Peace Youth Group (Grupo Internacional de Jovens pela Paz). No segundo dia, realizaram-se conferências e exposi- ções no Centro de Convenções e, no terceiro dia, houve uma grande caminhada pela paz com direito a bandas de música e a presença de muitos jovens. A Federação Espírita do Estado do Espírito Santo, convidada a participar da grande cerimônia de assinatura de um acordo de paz, foi representada pela presidente Dalva Silva Souza e por Oswaldo Viola Filho, Assessor da Diretoria Executiva da Feees 8

[close]

Comments

no comments yet