Jornal CristoRei.ComVocê Ano 3 Nº 30 - Setembro/2014

 

Embed or link this publication

Description

Somos responsáveis pelo mundo em que vivemos

Popular Pages


p. 1

cristorei.comvocê Ano III - nº 30 - Setembro 2014 www.cristoreisp.org.br Paróquia cristo rei Arquidiocese de São Paulo Somos responsáveis pelo mundo em que vivemos Pág. 3

[close]

p. 2

EDITORIAL Socorro! Sequei! Estamos vivendo momentos de crise com a falta de água. Mas também vivemos em crise quando nos falta a Palavra de Deus. A água é um dos símbolos que encontramos na Bíblia que nos ajuda a aprofundar a importância da Palavra de Deus em nossa vida. Você já viu algo mais suave que a água? Apesar de toda sua suavidade, não existe nada que possa impedir a água. A água sempre encontra caminho para passar em lugares intransponíveis. A água não desiste de percorrer seu caminho! Nem a rocha mais rígida pode atrapalhar o curso das águas, e se observarmos as rochas vão sendo moldadas pelas águas. A Palavra de Deus é a água que santi ca, puri ca e lava! Ou seja, a Palavra de Deus santi ca, molda e liberta o homem! Passando um tempo com a Palavra seremos moldados por ela e quanto maior o tempo que passarmos com ela, mais ela nos moldará! A palavra de Deus é água! Nada pode atrapalhar o mover das águas de Deus! Nada pode impedir que a Palavra de Deus produza o resultado para o qual ela foi enviada (Is 55,11). Ela é mais penetrante que qualquer espada de dois gumes (Heb 4,12 )! O que é mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes? É a Palavra de Deus: ela penetra nas regiões mais desconhecidas do nosso coração! Ela esquadrinha o coração. A Palavra de Deus é capaz de mudar nossa mente (Rom 12,2 ).Ainda que nossos corações sejam duros como a rocha, a Palavra de Deus é água! Ela quebranta nosso coração! O próprio Jesus, a Palavra encarnada de Deus, na conversa com a samaritana à beira do poço, lhe disse: “aquele que beber da água que eu lhe darei nunca mais terá sede, pelo contrário, a água que eu lhe darei se tornará nele uma fonte que jorrará para a vida eterna” (Jo 4,14) Por isso cuidado! Não somente nossos rios, represas, mananciais estão secando. Tem muita gente por aí secando também, pois não estão bebendo da Palavra de Deus!. Padre Marcelo M. Quadro 2 O Papa e as crianças – Fã das crianças, o Papa Francisco sempre usa a seguinte frase para expressar seu sentimento em relação aos pequeninos fiéis: "Pensem no bem das crianças e dos jovens que, na comunidade cristã, devem ser sempre protegidos". ATENÇÃO FIÉIS HORÁRIO DAS MISSAS DOMINICAIS 7H, 8H30, 10H30 E 19H Expediente: Informativo da Paróquia Cristo Rei – Setembro/2014 Rua Maria Eugênia, 104 – Tatuapé/São Paulo. Telefone (11) 2295-1685 Textos e Fotos: Pastoral da Comunicação

[close]

p. 3

A responsabilidade de cada um na crise da água Há exatamente 10 anos, a Igreja convocava toda a sociedade para re etir através da Campanha da Fraternidade (CF), o tema Fraternidade e Água, motivados pelo lema “Água, fonte de vida”. Passado esse tempo, e concordando com a a rmação de que o “povo brasileiro tem memória curta”, ou melhor, “não tem memória histórica”, hoje em nossa cidade nos deparamos com uma das maiores crises de abastecimento de água de sua história. Em 2004, a CF alertava: “No Brasil, o direito à água está absolutamente comprometido. Segundo dados da Organização Pan-americana de Saúde (Opas), 20% da população brasileira não tem acesso à água potável, 40% da água das torneiras não tem con abilidade, 50% das casas não tem coleta de esgoto e 80% do esgoto coletado é lançado diretamente nos rios, sem qualquer tratamento” (texto base da CF, p.17, parágrafo 7)” Será que essa realidade mudou? Para melhor ou para pior? Diante desta crise da “falta de água”, busca-se encontrar o culpado pela situação: decisões políticas? Projetos de desenvolvimento econômico? O próprio clima? Talvez no momento, mais do que chamar para a culpabilidade (“somos culpados também?”), é preciso chamar toda a sociedade para a responsabilidade. Está na hora de abandonarmos essa Preocupação com a água já foi tema da Campanha da Fraternidade “cultura do desperdício” que gera destruição e morte. (“além da água, o que mais desperdiçamos?”) É urgente assumirmos uma “cultura do cuidado”. Sim, é preciso cuidar do planeta, da natureza, da criação, en m de tudo aquilo que Deus fez e viu que era bom. (Gn 1). A crise da água é uma realidade que atinge várias das nossas necessidades e atividades: consumo humano, irrigação, energia, navegação, pesca, indústria, lazer e etc. Diante da catástrofe que podemos enfrentar, está na hora de usar de forma racional a água. É importante que todos se perguntem: o que eu posso fazer para colaborar? Padre Marcelo M. Quadro 3

[close]

p. 4

CNBB lança cartilha para orientar o eleitor Não será por falta de orientação que os fiéis poderão reclamar dos candidatos escolhidos para representá-los. Produzida pela CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil) do Paraná, a cartilha “A Igreja e as Eleições 2014” é uma importante ferramenta para a formação política das pessoas. A publicação é voltada para os grupos de jovens, de oração, de estudo, de re exão, além de associação de moradores. Segundo a cartilha, a autêntica ação política visa ao bem comum de toda a comunidade, “por isso cabe a todos e, em especial, às pessoas de fé, conhecer e participar desse processo contribuindo para uma sociedade justa, fraterna e solidária”. Na cartilha também é possível encontrar informações sobre a Lei da Ficha Limpa, as manifestações de rua realizadas em 2013, principais funções de quem será eleito e o projeto de iniciativa popular de reforma política. Arquidiocese de São Paulo – Também já começou a ser distribuído nas missas um pan eto produzido pela Arquidiocese de São Paulo com orientações para as comunidades católicas. Elaborado em uma linguagem simples, o material contém 12 dicas, com atenção especial à corrupção eleitoral, conhecimento das propostas dos candidatos e Lei da Ficha Limpa, entre outras. SOLIDARIEDADE COLABORE COM AS FAMÍLIAS CARENTES DO BAIRRO DOANDO, TODO TERCEIRO DOMINGO DO MÊS, ALIMENTOS PARA O GRUPO DE VICENTINOS. 4 Contabilidade e Assuntos Fiscais por Processamento de Dados ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE LTDA. TELEFAX: 2294-4527 / 2296-4658 / 2296-0939 Rua Jacirendi, 391 - Cep-03080-000 - Tatuapé - SP

[close]

p. 5

Igreja promove palestra sobre voto consciente Iniciativa foi uma verdadeira aula de cidadania para os presentes A Cristo Rei também está atenta à eleição. No dia 11 de setembro, a paróquia recebeu representantes da ONG Voto Consciente para uma palestra com dicas sobre como escolher bem os candidatos e cobrá-los no caso do não cumprimento das promessas feitas durante a campanha. O evento reuniu cerca de 40 pessoas. Criada em novembro de 1997, a ONG é uma entidade cívica e apartidária, formada por voluntários, e tem por objetivo lutar pela implantação de políticas públicas que beneficiem a população. Para justificar o lema "Votar, Cobrar, Participar", o movimento tem entre suas tarefas avaliar o desempenho de vereadores e deputados (confira no site www.votoconsciente.org.br). “A palestra foi uma verdadeira aula de cidadania, principalmente por oferecer aos presentes as ferramentas disponíveis para scalizar o desempenho dos candidatos após a eleição”, destacou o padre Marcelo Maróstica. Campanha – Com o lema “Quando o seu deputado é eleito, você também é”, a Câmara dos Deputados lançou campanha de utilidade pública que orienta os eleitores a conhecer, antes do voto, o per l e as propostas dos candidatos a deputado federal. A iniciativa busca reforçar a correlação entre a escolha do eleitor e a qualidade da representação popular na instituição. O material está sendo divulgado pelos veículos de comunicação da Câmara – jornal, agência, rádio e TV –, pelos pers institucionais nas redes sociais e pelo portal da Casa na internet. Anuncie no Informativo da Paróquia Cristo Rei 99869-9318 (Caetano) Tamanho padrão R$ 125 5

[close]

p. 6

DIZIMISTAS Palavra dos Fiéis Edimilson e Roselane Valle, 49 anos “Frequentamos a Cristo Rei há 14 anos, mas nossa atuação na comunidade se fortaleceu depois de participarmos do Encontro de Casais com Cristo (ECC). Além da proximidade, a simplicidade e a acolhida dos padres aos éis na porta da igreja antes das missas nos cativou bastante.” Aniversariantes de Setembro 1 3 3 6 8 10 11 12 12 12 14 14 15 16 16 17 17 20 22 22 24 25 26 26 26 28 30 30 MARIA APARECIDA OGARIAS LAMIZ TONNUS TARCISIO SERAFIM DA SILVA THOMAZI GENETE CARRERO MARIA APARECIDA DE ALMEIDA DIAS CELINA CARDOSO CABRAL YOLANDA CORTEZ PASSETI REINALDO CRAVEIRO ROSA MARIA PINHEIR O YOLANDA PRIETO ROBERTO CARLOS NOGUEIRA NEVES EUGÊNIA TORRES DIEGO ZAMINI NÉRCIA COSTA MERCHOL NAVARRO ADIL PEREIRA SALES ARACY PENA GRER VIRGINIA CALAMITA IVO SILOTO CLAUDETE MONNA OLIVEIRA EMILIA GOMES RODELO DOS SANTOS NEUSA MARCHI RAFAELLA ABLUD CAMPANA MARGARIDA MIRANDA AMALIA LUCIA SANSONE SANCHES MARTHA TEREZINHA TARABAY ELIANE MARIA DE LIMA GUIMARÃES ENEIDA BECATO MELONE AGORA TAMBÉM TEMOS LOCAÇÃO Adil Pereira e Maria Lacerda, 38 e 30 anos “Estamos na Cristo Rei desde 2008. Gostamos da igreja porque a comunidade é muito acolhedora e sentimos um enlevo espiritual que nos aproxima de Deus através dos irmãos. Aqui zemos amizades, conhecemos muita gente boa e colaboramos com a Pastoral da Família no ECC.” CLÍNICA SANTA VIRGÍNIA RUA: SANTA VIRGÍNIA, 68 - TATUAPÉ SÃO PAULO - CEP: 03084-000 TODAS AS ESPECIALIDADES! TELEFONES: 2097-0079 / 2097-0089 6

[close]

p. 7

GENTE NOSSA Padre Kiyo: da Terra do Sol Nascente à Paróquia Cristo Rei Que tal conhecer um pouco da vida do vigário Kiyoharu Ojima? Nascido em Tapirai, interior de São Paulo, e lho de japoneses que vieram ainda crianças para o Brasil, padre Kiyo – como é carinhosamente conhecido – teve o desejo de seguir a vida religiosa aos 9 anos ao conhecer a história de Jesus e cou encantado por sua relação com a Fraternidade Universal e a paz. Padre Kiyo ordenou-se aos 32 anos na mesma paróquia onde foi batizado, Nossa Senhora do Belo Ramo, na Vila Matilde. Sua primeira missão como sacerdote foi no estado do Mato Grosso, onde cou por 10 anos. Apesar de enfrentar muitas adversidades e con itos, ele guarda boas lembranças desse período. "Foi uma época muito boa, pois as pessoas eram solidárias, tinham sede de Deus e eu sentia que estava lá para fortalecer a fé delas", recorda. Padre Kiyo voltou para São Paulo e ficou por 7 anos na Paróquia Santa Cruz, na Vila Rica, Zona Leste. Mas foi em 1999 que sua vida mudaria radicalmente, ao deixar o nosso país para atender uma comunidade brasileira no Japão. Período bastante difícil, mas de um aprendizado sem igual, já que – por não falar nem escrever em japonês – enfrentou muitas di culdades com a língua. Mesmo assim, foi na terra do Sol Nascente que ele descobriu o quan- Feliz, padre vê transferência para a igreja como presente de Deus to havia herdado daquela cultura, cheia de formalidades e rigidez, mas também admirável e contemplativa. Após algumas indas e vindas entre Japão e Brasil, em 2010 assumiu de nitivamente como padre em nossa paróquia. Segundo padre Kiyo, a transferência para a Cristo Rei foi um presente de Deus. Feliz por fazer parte de uma comunidade tão ativa, observa: "A participação dos leigos é o que constitui uma igreja, e isso é muito forte nesta paróquia. Por isso, não percam essa riqueza e a renovem sempre". Atendendo Pessoas de Bom Gosto o Rua Tuiuti, no n 1.164 03081-015 Rua Tuiuti, 1.164-- CEP: Tatuapé - SP Tatuapé - www.camalchaim.com São Paulo - SP visite nosso site: 7 2097-2615

[close]

p. 8

PARÓQUIA EM AÇÃO Festa das Nações garante verba para ações pastorais Sucesso de público e animação, a Festa das Nações Cristo Rei arrecadou R$ 10.165,00 em sua primeira edição, realizada no dia 16 de agosto. O valor será utilizado em ações desenvolvidas pelas pastorais da igreja, como compra de materiais pedagógicos para os grupos e distribuição de bíblias para jovens e crianças da catequese, entre outras. O evento – que reuniu mais de 500 pessoas – foi marcado pelo entrosamento dos grupos responsáveis pela organização, em especial as crianças e jovens que colaboraram com várias barracas e agitaram o público ao som das apresentações musicais e de danças. “A presença da família também marcou muito. Foi muito bom ver pais, lhos, avós, tios e primos reunidos nessa grande confraternização, que é um sonho de Deus”, avaliou o padre Marcelo Maróstica. A festa contou com apoio de diversos comerciantes do bairro, dos pais de alunos da catequese e da comunidade da paróquia. Barracas de comidas típicas, danças e muita descontração marcaram primeira edição do evento na Cristo Rei

[close]

Comments

no comments yet