Catavento Edição 46

 

Embed or link this publication

Description

Revista Catavento Edição 46

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

2 Editorial Primeiro semestre de muitas conquistas A edição do Catavento Top Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP está recheada de boas notícias. As reuniões de prestação de contas tem sido um sucesso de público, comprovando o interesse dos associados em acompanhar a vida da cooperativa. Nos eventos, a Ação Touch tem chamado a atenção, com o toque especial, em busca de jovens associados. A ação, iniciada em maio, tem movimentado os eventos na área de atuação da cooperativa. Os produtores/associados tem disponíveis recursos do Plano Safra 2014/2015 e a edição trouxe as novidades, bem como o reconhecimento da Sicredi pelo BNDES, por estar entre as maiores, em liberação de crédito rural no país. No Programa A União Faz a Vida os lançamentos oficiais, em Maripá e Pérola, além da finalização do projeto realizado em parceria com o Sesi Campo Mourão e oficinas com educadores. Novas e belas unidades de atendimento foram inauguradas na área de atuação, no Paraná e em São Paulo, oferecendo maior conforto aos associados! E muitos outros eventos fizeram parte da vida das equipes e associados nas unidades de atendimento. A edição traz ainda o encarte financeiro com o balanço do primeiro semestre de 2014 da Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP . Expediente: Sicredi é parceira no ‘Prêmio Excelência Empresarial 2014’ O prêmio é organizado pelo Ciesp – Centro das Indústrias de Santo André, desde 2009. Este ano, a cooperativa Sicredi foi parceira na realização do evento de premiação, que aconteceu no final do mês de Maio, em Santo Andre, com a participação e mais de 300 convidados. Na ocasião, 9 empresas foram premiadas nas categorias: Grande e Médio Porte; Micro e Pequeno Porte e Prestadora de Serviços. No destaque, o empresário Giorgio Guardalben, que representou a empresa associada Sicredi, Poliembalagens Indústria e Comércio de Embalagans LTDA, primeira colocada na categoria Grande e Médio Porte. “Com certeza, o prêmio é um reconhecimento pelo trabalho realizado por toda a equipe que compõe a Poliembalagens. Eu estou muito feliz e dedico o reconhecimento a todo grupo”, comentou o empresário. Noventa e cinco empresários concorreram as 9 colocações e os escolhidos que chegaram a última etapa foram julgados pela comissão da diretoria da entidade e também pelo Centro Universitário Fundação Andreense. Gerente Ciesp, Irina Freire; empresário Giorgio Guardalben e Emanoel Teixeira, diretor Ciesp Representantes da Sicredi e o empresário, Giorgio Guardalben Juranda Ano 9 - Número 46 Agosto 2014 Encarte Relatório Semestral 2014 Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Presidente: Jaime Basso Vice-presidente: Amauri Weber Conselheiros: Euclides Molina, Pedro Adenir Paini, Airton José Moreira, Ari Becker, Antonio de Freitas, João roberto de Oliveira Coelho, Osmar João Bertoli Junior, Walter Andrei Dal’Boit, Verno Radetzki, Paulo Sérgio Boldrini, Waldemir Freiria Amorin, Michel Furlan Rodrigues, Leonardo Alexandre Czuczman, César Antonio Garbus. CONSELHO FISCAL Albertinho Dondoni, Lucílio Fidelis da Silva, Nildo Dalla Corte, Mario Toshio Yassue, Sebastião Antonio Polato, Dorival Pessuti. DIRETORIA EXECUTIVA Diretor Executivo: Moacir Niehues Diretor de Negócios: João Augusto da Rocha Diretor de Operações: Alisson Schach PROJETO: Assessorias de Comunicação, Marketing e Programas Sociais Edição e Editoração: Vanderlei Vanin Justo Jornalista Responsável: Michael Bueno (DRT/PR 8140) Tiragem: 5 mil exemplares Periodicidade: Bimestral www.sicredivaledopiquiriabcd.com.br Mobilização em Juranda Em junho, uma reunião na zona rural de Juranda reuniu produtores. O objetivo foi conversar sobre os diferenciais da Sicredi e também sobre todos os produtos disponíveis ao setor agropecuário. O assessor de crédito rural da cooperativa, Eleandro Piveta participou do evento. “A Sicredi está em Juranda partir de abril, então, quanto mais reuniões realizarmos e mais falarmos sobre a cooperativa, acredito que teremos mais êxito em buscar novos associados”, comentou. Produtores Rurais No dia 11 de agosto, uma visita a Master Informática, também em Juranda resultou em novas contas, desta vez dos funcionários da empresa. A conversa foi coordenada pela colaboradora Micheli Vieira de Andrade que apresentou os diferenciais da cooperativa de crédito. “Reunir pessoas para conversar sobre a cooperativa e os diferenciais que temos, é uma oportunidade impar na conquista de novos associados”, disse o gerente Marcio Balani. Empresa

[close]

p. 3

3 Sicredi está entre as Melhores e Maiores do País Sicredi é a terceira instituição na liberação de crédito rural no país Pelo terceiro ano consecutivo, o Sicredi é a terceira instituição financeira com maior volume de recursos concedidos ao crédito rural, segundo o ranking Melhores e Maiores 2014, da revista Exame. Em 2013, foram liberados R$ 9,7 bilhões, R$ 2,2 bilhões a mais do que no ano anterior. A conquista reflete o crescimento da carteira de crédito rural do Sicredi, em média 24% ao ano. Um dos pilares do crescimento do Sicredi, a concessão de crédito rural, contempla linhas de custeio, investimento e comercialização, representando cerca de 45% da carteira de crédito. Em 2013, o número de associados tomadores dessa modalidade com saldo ativo atingiu R$ 134 mil. Sicredi recebe homenagem do BNDES Instituição financeira cooperativa liberou o maior volume de recursos para a agricultura familiar na última safra O Sicredi recebeu no dia 6 de agosto, reconhecimento oferecido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) como o agente financeiro que liberou o maior volume de recursos para a agricultura familiar na Safra 2013/2014. O superintendente de Produtos e Negócios de Crédito do Banco Cooperativo Sicredi, Paulo Valadares Pereira, representou a instituição no evento, realizado na sede do BNDES, no Rio de Janeiro. O desembolso do Sicredi para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), com recursos do banco estatal, foi de R$ 670 milhões em mais de 15 mil operações, mantendo-se como o principal apoiador do fortalecimento da agricultura familiar. Atualmente, o Sicredi tem 2,6 milhões de associados. Aproximadamente, 600 mil são associados rurais. Destes, 93% são agricultores familiares, que contam com linhas de crédito exclusivas, com destaque para custeio e investimento. “Este é um importante reconhecimento no Ano Internacional da Agricultura Familiar, chancelado pela ONU. Ao promover o acesso dos agricultores familiares ao capital, o Sicredi contribui para a independência das famílias e para o desenvolvimento das comunidades”, destaca Pereira.

[close]

p. 4

4 Recursos do Plano Safra 2014/2015 disponíveis na Sicredi Sistema Sicredi irá liberar 9,5 bilhões em crédito rural para a próxima safra O Plano Safra 14/15 do governo federal anunciou a liberação de R$ 156,1 bilhões, com aumento de 14,5% sobre o montante liberado no ano interior. Para este ano, o Sistema Sicredi irá liberar R$ 9,5 bilhões em crédito rural, em aproximadamente 195 mil financiamentos. Do total de recursos previstos no Plano Safra 2014/2015, 12% a mais do que no ciclo anterior, o Sicredi irá direcionar R$ 7,5 bilhões para custeio, comercialização e investimento em linhas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), e voltadas aos demais produtores. Os outros R$ 2 bilhões serão liberados em operações com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO). A Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP libera recursos para a Safra 2014/2015. O dinheiro poderá ser utilizado para custeio, comercialização e programas de investimento. “Os associados que ainda não contrataram a operação fica o convite para ir até a sua unidade de atendimento, temos recursos disponíveis para atender as demandas tanto para custeios quanto investimentos”, reforça o presidente Jaime Basso. Sicredi irá liberar R$ 9,5 bilhões para Safra 2014/2015

[close]

p. 5

5

[close]

p. 6

6 Sicredi realiza palestras: Investimentos sem Complicação Para mostrar que é possível fazer investimentos sem complicação e apresentar os diferenciais competitivos de se investir numa instituição financeira cooperativa, a Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP trouxe o Gerente de Investimentos da Central Sicredi PR/SP/RJ, Adilson Félix de Sá, para uma rodada de palestras junto a comunidade. Foram feitas quatro reuniões, respectivamente nas cidades de Campo Mourão, Umuarama, Assis Chateaubriand e Palotina. “Para o associado depositar o dinheiro é muito importante que se firme uma relação de confiança, o próximo passo é saber qual o objetivo e real necessidade para que a modalidade de investimento seja a mais adequada. E é nesse sentido que a cooperativa trabalha, através de um relacionamento mais próximo, onde ouvimos e orientamos de forma mais assertiva qual o produto a ser contratado”, afirma Adilson. Nas palestras foram abordados detalhes e características sobre os diferentes produtos de investimento existentes, informações sobre o desempenho do Sistema Sicredi, que atualmente se configura como uma das maiores instituições financeiras do mercado brasileiro e os diferenciais de se investir numa cooperativa: “onde além da rentabilidade média, que é muito parecida com o que se pratica nas instituições comerciais. No modelo cooperativista o associado tem participação nos resultados, que vem a ser um 13º mês, ou seja, no Sicredi o associado tem, além da correção mensal, mais uma receita anual”, avalia Adilson. “Com essas ações colocamos em prática o quinto princípio do cooperativismo que é Educação, Formação e Informação. É muito importante o associado conhecer e entender os diferentes produtos de investimento que o Sicredi oferece, através desse relacionamento mais estreito temos a oportunidade de conhecer e estar mais próximos para indicar qual é a aplicação mais adequada para contribuir com os objetivos dos associados”, finaliza o Presidente da Cooperativa, Jaime Basso. Já está sendo programado mais uma rodada de palestras em outros municípios. Grande oportunidade para tirar dúvidas qual é o melhor investimento. 28/07 – Campo Mourão 29/07 – Umuara ma 30/07 – Assis Ch ateaubriand 31/07 – Palotina

[close]

p. 7

7 8º Seminário do Jovem Cooperativista Em alusão ao Dia Internacional do Cooperativismo, aconteceu no dia 12 de julho, a 8ª edição do Seminário do Jovem Cooperativista, promovido em parceria entre as cooperativas Sicredi e C.Vale. O evento aconteceu na Asfuca, com a participação de mais de 300 jovens, de Palotina e municípios vizinhos. Este ano, os jovens ouviram sobre a história do Cooperativismo de Crédito na Região, com o presidente da Sicredi, Jaime Basso. “É sempre importante reforçar que o cooperativismo de crédito auxilia no desenvolvimento regional e que é construído por pessoas”, avaliou. O setor agronômico da C.Vale trouxe informações importantes sobre o clima e novas tecnologias disponíveis para o setor agropecuário. O ultimo tema do evento foi ‘Marketing Pessoal de Alto Impacto’, apresentado pelo professor Marcelo Peruzzo. “Cada pessoa é responsável pelo desenvolvimento do marketing pessoal e passar esse conhecimento aos jovens é importante, pelo momento em que vivem”, comentou. Palestrante Marcelo Peruzzo falou sobre Marketing Pessoal de Alto Impacto Presidente Jaime Basso e jovens cooperativistas Iporã Sicredi leva informações sobre cenário econômico para empresários Colaboradores da Unidade de Atendimento de Iporã organizaram em junho uma reunião com empresários do município. O objetivo foi passar informações sobre o cenário econômico, perspectivas para o segundo semestre do ano e também sobre a prevenção da inadimplência no comércio. O evento foi organizado pelas gerentes da carteira Pessoa Jurídica e o gerente Jacques Pacheco coordenou a conversa. “O objetivo é aproximar cada vez mais dos nossos associados/empresários, com a finalidade de prestar uma assessoria para o setor, além de realizar novos negócios. E tem dado certo”, avalia.

[close]

p. 8

8 Solenidades de lançamento do Programa A União Faz a Vida em Maripá e Pérola A proposta da parceria é buscar maior engajamento dos educandos e aplicar a Cooperação e Cidadania na comunidade do município Duas solenidades oficializaram a realização do Programa A União Faz a Vida nos municípios de Maripá e Pérola, no final do mês de julho. Participaram dos eventos: associados Sicredi, educadores e convidados. “O Programa leva a comunidade escolar a experimentar a cooperação e cidadania e falar sobre estes princípios, renova o compromisso da Sicredi junto a comunidade local”, comentou o presidente Jaime Basso. O panorama nacional do programa foi apresentado pela assessora da Central Sicredi PR/SP e RJ, Katia Oechsler. Hoje, mais de 180 mil estudantes e 15 mil educadores são beneficiados com o Programa A União Faz a Vida, que é realizado em quase 200 municípios em parceria com secretarias de educação e instituições de ensino particulares. “É muito bom estar na minha terra natal e lançar um programa de importância impar, que vem somar para melhorar ainda mais a qualidade na educação de Maripá”, disse. Os termos de parceria foram assinados por representante Municipais, Sicredi e Faculdade Dom Bosco e visam a formação dos educadores até o final do ano e desenvolvimento dos projetos com os estudantes a partir de 2015. Mascote do programa com lideranças de Maripá Parcerios do Programa em Pérola Professores de Pérola

[close]

p. 9

9 Professores de Maripá Em Maripá, o lançamento foi dia 29 de julho. A metodologia do programa será aplicada em 5 escolas (4 municipais e 1 particular), atendendo a 60 educadores e mais de 600 alunos. “Vejo que a parceria com a Sicredi vem reforçar o cuidado que temos com a educação no município. Ao incluir nas escolas os princípios da cooperação estamos incentivando a formação de cidadãos mais conscientes”, avalia o prefeito Anderson Bento Maria. Em Pérola, o lançamento foi dia 30 de julho. A parceria é firmada com 5 escolas que passam a utilizar a metodologia do Programa A União Faz a Vida; atende ndo a 53 professores e mais de 1.100 alunos. “O sonho de ver implantado o Programa A União Faz a Vida aqui em Pérola era antigo, desde antes de eu assumir a prefeitura. Isso porque sei que uma vez que experimentamos a cooperação em nossa vida, tudo passa a ser diferente. Tenho certeza que será muito bom vivenciar os princípios da cooperação e cidadania em nossas escolas”, lembra o prefeito Darlan Scalco. Maripá Pérola Psicólogo Eliseu Hoffmann falou sobre a importância da cooperação Professores de Maripá e Pérola realizam Expedição Investigativa Os professores que participam do Programa A União Faz a Vida, dos municípios de Maripá e Pérola realizaram, nos meses de junho e julho, a ‘Expedição Investigativa’ e puderam experimentar parte da metodologia de ensino, proposta pelo Programa, desenvolvido em parceria entre secretaria de educação e Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP . Nesta etapa da formação, os professores dividiram os municípios em áreas e andaram pelas ruas das cidades, conversaram com moradores, observaram, registraram, responderam questionamentos e descobriram possibilidades de integração entre escola e comunidade local. A metodologia do Programa A União Faz a Vida permite que a comunidade escolar ultrapasse os muros das escolas e tenha contato com a população do entorno e outros agentes. Professores de Maripá e Pérola andam pelas ruas das cidades Professores realizam trabalhos em grupos, após expedição

[close]

p. 10

10 Programa A União Faz a Vida promove integração com comunidade em Campo Mourão Finalização do Projeto “Fábrica de Sabão” no bairro Mendes aconteceu no dia 1° de agosto Ensinar um grupo de donas de casa do bairro Mendes a fabricar sabão, essa foi a finalização do primeiro projeto do Programa A União Faz a Vida, em Campo Mourão, realizado em parceria entre Colégio SESI e Sicredi. A ação aconteceu no dia primeiro de agosto, no Clube de Mães da comunidade. “Eu achei ótimo. Cada coisa nova que aprendemos, podemos colocar em prática. Com certeza, com o que aprendi hoje, vou fazer uma bela economia em casa. A partir de agora vou fazer o sabão que consumo em casa”, disse a dona de casa, Jandira Aparecida de Lima. “Além de aprender mais, outro ponto legal, é reunir com outras pessoas do bairro, em torno de um objetivo comum. Com certeza irei colocar em prática, o que aprendi”, reforça Jucenir Camargo, que também participou da atividade. A finalização da oficina é a última etapa de aprendizado prevista na metodologia do Programa A União Faz a Vida, que acontece no colégio SESI de Campo Mourão desde 2013. No final do ano passado, alunos e professores vieram ao bairro e conversaram com os moradores sobre o que poderiam fazer para oferecer mais qualidade de vida aos moradores. Em uma segunda visita, a comunidade escolar e moradores conversaram sobre o descarte o óleo vegetal usado e como poderiam reaproveitar, com objetivos de proteger o meio ambiente e ainda economia das famílias. E, por fim, a prática, dividida em duas etapas: No primeiro encontro, a comunidade aprendeu a fazer o sabão em pedra. Na segunda, sabão e sabonete líquidos. “Com o diálogo descobrimos que poderíamos fabricar produtos de higiene pessoal e limpeza aproveitando o conteúdo discutido em sala de aula, com ênfase em química, mas com todas as matérias do currículo presentes no aprendizado do aluno”, afirma a professora de geografia, Márcia Martins. A Oficina do Programa A União Faz a Vida, reuniu alunos do 1º, 2º e 3º anos, que descobriram na vivencia com a comunidade local, bem mais do que esperavam. “Foi muito gratificante, porque além de aprender o conteúdo estipulado, houve essa integração com as pessoas do bairro. Nós ajudamos eles e ao mesmo tempo aprendemos”, avaliou a estudante Bruna Gabrielly da Silva. “Usamos ainda conceitos de filosofia e sociologia, no convívio com a comunidade. Muito bom”, disse o aluno Pedro Henrique Giuliano. Para a finalização da oficina, os estudantes recolheram óleo utilizado pelas famílias do bairro e também em restaurantes e bares da cidade. A experiência não termina por aqui. De acordo com o diretor do colégio Sesi, Thiago Valentin Damasceno, a parceria continua e já pensam em um novo tema para o segundo semestre. “Já estamos verificando temas para trabalhar com os alunos neste segundo semestre e a organização de uma cooperativa pode ser o destaque”, disse. O presidente da Sicredi, Jaime Basso participou do evento de finalização e ressaltou o objetivo maior do programa que é despertar nos estudantes princípios de cooperação e cidadania. “O que vejo é o exercício da cooperação e cidadania nesta tarde. Parabéns aos estudantes, professores e comunidade que compartilham conhecimento e buscam alternativa para a melhoria da qualidade de vida da comunidade”, avaliou. Parceiros do Programa A União Faz a Vida em Campo Mourão Donas de casa aprendem a fabricar sabão e sabonete líquidos

[close]

p. 11

11 Sicredi é destaque mundial Crescimento do número de associados da instituição em 2013 foi reconhecido no evento mundial, que ocorre na Austrália Pelo segundo ano consecutivo, o Sicredi foi premiado na Assembleia Geral Anual do Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (Woccu), realizada durante a Conferência Mundial das Cooperativas de Crédito, que terminou no dia 30 de julho, em Gold Coast, na Austrália. O Woccu concedeu três destaques globais no Outstanding Membership Growth Awards, considerando o crescimento no número de associados de seus mais de 70 países membros. O Sicredi recebeu a distinção por ter registrado, em 2013, um incremento de 11% no número de associados, finalizando o ano com 2,5 milhões. Além da premiação, durante a Assembleia Geral, também foram empossados os novos membros do Conselho Mundial do biênio 2014/2015 e Manfred Alfonso Dasenbrock, presidente da SicrediPar e da Central Sicredi PR/SP/RJ e diretor do Woccu, passa a ocupar o cargo de secretário-geral. Para Manfred, “o destaque mundial e o convite para integrar o Comitê Executivo são resultados do excelente desempenho e da participação do Sicredi no cooperativismo de crédito”. O vice presidente da Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP , Amauri Weber participou do evento e representou a cooperativa. “Representar a cooperativa neste evento foi uma experiência fantástica! Seja por conhecer melhor a atuação das cooperativas australianas ou por ver o reconhecimento do Sistema Sicredi no cenário internacional. Foi primordial também a ótima convivência do Grupo, construindo novas amizades e compartilhando informações sobre os desafios das Cooperativas em todo Brasil, visando alcançar maior participação no mercado financeiro interno”, comentou. Woccu – O Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito promove o desenvolvimento sustentável das cooperativas de crédito ao redor do mundo. Seus programas de assistência técnica introduzem novas ferramentas e tecnologias para fortalecer o desempenho financeiro das cooperativas de crédito e aumentar o seu alcance. O Conselho Mundial implementou mais de 290 programas de assistência técnica em 71 países. São 57 mil cooperativas de crédito em 103 países, que atendem 208 milhões de pessoas. Vice presidente da Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP , Amauri Weber e Presidente da Central Sicredi PR/SP/RJ, Manfred Dasenbrock Reconhecimento Sicredi Comitiva brasileira participante do evento

[close]

p. 12

12 Associado Jovem Sicredi Um conjunto de ações compõe o Sicredi Touch, sempre com o objetivo de atrair a atenção do público jovem para o cooperativismo de crédito Cerca de 1 bilhão de habitantes no mundo, tem entre 15 e 24 anos, segundo a Organização das Nações Unidas. No Brasil esse número é de 34 milhões e no Paraná, 1,8 milhões. O público jovem tem conceitos específicos sobre relacionamento, buscando construir valores que unificam indivíduo e sociedade da forma mais harmônica. “Ao longo do tempo, ocorreram mudanças no ambiente e um dos reflexos na sociedade é a exigência de uma nova postura aos adolescentes e jovens. Podemos destacar três níveis que influenciam: espécies, história e cultura; que formam um conjunto importante para a busca da interação entre o indivíduo e sociedade. Essa é uma forma de analisar o comportamento deste publico que é cheio de vida e irreverente para muitos padrões”, avalia a mestranda em análise de comportamento, Raiana Bonatti de Sousa Botão. Na busca de interagir com esse público, divulgando a filosofia da cooperação e os diferenciais presentes nesta forma de organização social, o Sistema de Crédito Cooperativo desenvolveu o Sicrei Touch. Um conjunto de ações, com linguagem e layout diferentes, que leva ao público que tem entre 16 e 25 anos conceitos da vida cooperativa, importância de compartilhar, utilização consciente das fontes renováveis de energia, água, meio ambiente, efeito estufa e até das redes sociais. Informações presentes em universos presencial e virtual, facilitando o acesso. “O Sicredi Touch vem com a missão de apresentar ao público jovem os diferenciais da instituição financeira cooperativa, que trata a palavra compartilhar como rotina no cotidiano, seja nas reuniões, prestação de contas, programas sociais ou no portfólio de produtos. Na cooperativa o associado tem a demanda atendida, com transparência e seriedade, buscando a melhor opção que somente o dono poderia ter. Desta forma nossos jovens, que valorizam a comunicação, participação e informações de forma clara e continua, encontrarão no Sicredi além da melhor opção como instituição financeira, um modelo moderno e que tem tudo a ver com o perfil dos jovens atuais”, comenta o diretor de negócios, João Augusto da Rocha. Na área de atuação da Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP no Paraná, a população de jovens é de 61 mil, com idade entre 16 e 25 anos, em São Paulo, esse número é de aproximadamente 2,5 milhões. Pessoas que, muitas vezes não estão inseridas no mercado de trabalho e por não comprovarem renda, ainda não fazem parte de uma instituição financeira. “A idade média dos nossos associados é de 44 anos e pensando na perenidade do empreendimento, em longo prazo, é importante buscarmos associados mais jovens que venham contribuir com o empreendimento cooperativo. Por isso, estamos com foco na atração deste público e para isso criamos condições especiais para a associação dos jovens”, comenta o presidente Jaime Basso. O pacote Sicredi Touch traz alguns benefícios, entre eles a abertura de conta sem a comprovação de renda e sem a comprovação de que o jovem esteja matriculado em um curso superior. Também oferece acesso a todos os produtos e serviços bancários oferecidos pela cooperativa, com a isenção de tarifas no primeiro ano e manutenção diferenciada após esse período. É diferente também a forma de abordagem ao público jovem. A cooperativa montou uma equipe específica para o atendimento; criou um espaço touch nas unidades; utiliza peças criativas para informar/educar para alguns te- Estudantes visitam unidade móvel

[close]

p. 13

13 Equipe de Colaboradores treinados para atender ao público touch mas e personalizou um automóvel. A ‘Unidade Móvel Touch’ tem um layout inovador, equipada para participar dos mais diversos eventos. Dentro da unidade, espaço para conversar e assistir a pequenos vídeos que abordam temas como: educação financeira, cidadania, trânsito, meio ambiente e outras questões que tornam a vida mais cooperativa. “Tudo pensado para facilitar o acesso a informação. Vamos onde o jovem está e levamos os conceitos básicos de uma vida financeira cooperativa”, avalia o diretor executivo, Moacir Niehues. Desde o mês de maio, a Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP destinou uma área específica para coordenar as ações touch. Hoje a base de associados é composta por 10% de jovens e o objetivo até o final de 2014 é aumentar para 12%, chegando a aproximadamente 8 mil associados com idade entre 16 e 25 anos. Uma parte das ações está sendo desenvolvida em parceria com as reuniões de prestação de contas. Os associados são incentivados a convidar os filhos, sobrinhos, netos, amigos jovens para os eventos. No local, a unidade móvel touch é montada. Os convidados tem acesso ao material, tiram fotos instantâneas que levam de brindes e compartilham nas redes. Em 23 eventos realizados, mais de 900 jovens compareceram, com a conversão média de 15% para a base de associados. “Achei uma forma bem atrativa para chamar a atenção dos jovens. Vocês conseguiram e nos motivam a aprender mais sobre cooperativa de crédito”, diz Joice Aparecida Calvo Zolin, de Ubiratã. “É a minha primeira conta. Eu abri para receber salário e descobri que foi feita para mim. E me atende com o que eu preciso. É muito legal!”, avalia Vagner de Souza Momesso, de Altônia. Além das reuniões, a equipe touch da cooperativa tem uma agenda carregada, participando de feiras; eventos; visita universidades e escolas com o objetivo de Joice Aparecida Calvo Zolin Vagner de Souza Momesso atrair o público jovem. “A ideia é ir onde o jovem está e apresentar os diferenciais. E isso tem chamado a atenção e revertido em novos associados”, Leonardo Facco Coutinho dos Santos. A Sicredi tem nestas ações, uma forma de despertar o interesse dos jovens para que venham fazer parte do cooperativismo de crédito. Um objetivo compartilhado por todos os ramos de cooperativas no Brasil e também no Paraná. “A juventude cooperativista é a base para a construção do futuro e precisa receber atenção constante do sistema. É preciso preparar esses jovens para os novos desafios que o mundo nos impõe”, argumenta João Paulo Koslovski, presidente OCEPAR. Estrutura Touch e detalhe da máquina de fotos instantâneas

[close]

p. 14

14 Para atrair a atenção dos jovens no sentido de conhecer os benefícios de se associar a uma instituição financeira cooperativa, a Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP participa de diversas festas e exposições da sua área de atuação levando a Sicreditouch - a conta jovem do Sicredi. São diversos os eventos onde a comunidade e associados tem a oportunidade de conhecer os diferenciais de um pacote de serviços voltados para os jovens, tirar uma foto, compartilhar nas redes sociais (Facebook/#EucurtoSicreditouch) e levar uma cópia da imagem pra casa. Confira alguns momentos onde a ação de fotos no Sicreditouch ganhou destaque: Sicreditouch se destaca em festas regionais Depoimentos #EucurtoSicreditouch Reportagem: Cláudia Bonatti Ketlyn Maiara Ferreira Maia Fagundes – Goioerê “Eu me surpreendi com a Van quando cheguei. Ela é colorida e transmite alegria e por isso se torna atrativa. Com certeza, criou um sentimento positivo em relação a conhecer melhor o cooperativismo de crédito. Muito legal a ideia”. Leandro Lucena – Engenheiro Beltrão “Percebi que era diferente assim que entrei para a reunião. Achei legal, porque o assunto é apresentado de uma forma atrativa e jovem gosta disso. Me surpreendi”. Marlice Possamai Zanotto “Adorei. Achei diferente, interessante. Nos convidaram e encontraram uma forma diferente de falar sobre a cooperativa. Me senti atraída pelo diferente”.

[close]

p. 15

15 Sicredi inaugura Unidade em Diadema A Cooperativa Sicredi chega a Diadema como a alternativa ao sistema financeiro tradicional A liderança brinda a chegada em Diadema A unidade de atendimento da Sicredi, no bairro Piraporinha, em Diadema, é a terceira do Sistema Sicredi na região do ABCD e foi concebida visando maior conforto, privacidade e segurança no atendimento aos associados e também a sociedade de forma geral. A estrutura, tem área construída de 1003 m², auditório e estacionamento para os associados. Na Região do ABCD, a Sicredi está presente desde 2004, com unidades de atendimento em São Bernardo do Campo e Santo Andre. A partir do ano passado, atende em sistema de livre admissão, onde todos os públicos e empresas podem se tornar associados. “A Sicredi chega a Diadema como uma alternativa ao sistema financeiro tradicional. Na cooperativa de crédito, o associado encontra todos os produtos e serviços bancários, com a diferença de que ele é dono do empreendimento e participa das decisões e do resultado da cooperativa. Quanto mais o associado movimenta com a cooperativa, mais ganha na participação”, argumenta o presidente da Sicredi Vale do Piquiri ABCD PR/SP , Jaime Basso. A cerimonia de inauguração das novas instalações, que está situada na Avenida Encarnação, 530, bairro Piraporinha, aconteceu em maio, com a presença de associados e convidados. “Atuamos no mercado financeiro, oferecendo alguns diferenciais que só a coopera- Associados e convidados participaram da cerimônia de inauguração tiva de crédito tem. Deixo o convite a população para que passe aqui na agência e conheça melhor o empreendimento cooperativo”, diz o gerente da unidade de Diadema, Lucas Prates.

[close]

Comments

no comments yet