Livro de Joel.pdf

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

comentÁrio bÍblico jamieson fausset e brown s livro de joel digitalizado e traduzido por pregador jovem lançamento http semeador.forumeiros.com/portal.htm nossos e-books são disponibilizados gratuitamente com a única finalidade de oferecer leitura edificante a todos aqueles que não tem condições econômicas para comprar se você é financeiramente privilegiado então utilize nosso acervo apenas para avaliação e se gostar abençoe autores editoras e livrarias adquirindo os livros semeadores da palavra e-books evangélicos

[close]

p. 3

atenÇÃo este livro foi traduzido do espanhol para o português se você encontrou algum erro na tradução favor corrigir e nos enviar att pregador jovem fevereiro de 2010 ­ natal ­ rn ­ brasil

[close]

p. 4

todos os direitos reservados por casa batista de publicaÇÕes comentário exegético e explicativo da bíblia volume i o antigo testamento este livro é propriedade da casa batista de publicações 7000 alabama st o passo texas 79904 estados unidos da américa todos os direitos reservados proibida sua reprodução ou transmissão total ou parcial por qualquer meio sem a permissão por escrita da editora edições 1958 1960 1969 1972 1976 1978 1978 1981 1982 1984 1986 1988 1990 1992 1994 1995 1997 1998 1999 2003

[close]

p. 5

livro de joel introduÇÃo joel que significa aquele para quem o senhor é deus ou seja um servo do senhor parece ter pertencido à tribo de judá não faz referência a israel ao falar de jerusalém os sacerdotes do templo e cerimônias como se os conhecesse intimamente veja jl 1:14 2:1 15 32 3:1 2 6 16 17 20 21 suas previsões foram dadas provavelmente nos primeiros dias de joás anos 870-865 ac j c porque não é feita qualquer referência aos babilônios e assírios nem para a invasão da assíria e os inimigos só são mencionados os filisteus fenícios sírios e egípcios 3:4 19 se ele tivesse vivido depois de joás certamente os sírios haviam mencionado entre a lista de inimigos desde os sírios tomaram a jerusalém a damasco e tomou espólio imenso 2cr 24 :23-24 não há menção de qualquer idolatria e serviços do templo o sacerdócio e as outras instituições da teocracia são representados como florescente isto corresponde ao estado de coisas sob o pontificado de joiada joás através do qual tinha sido colocado no trono e que viveu nos primeiros anos de joás 2rs 11 :17-18 2rs 12 :2-16 2cr 24 4-14 ele era filho de petuel o primeiro capítulo descreve a desolação causada por uma invasão de gafanhotos um dos instrumentos de julgamento divino mencionado por moisés dt 28 :38-39 e salomão 1rs 8 37 o segundo capítulo vv 1-11 a aparência deles sob o disfarce de um exército hostil sugerindo que os gafanhotos eram símbolos e presságios de um flagelo mais terrível que seja os inimigos estrangeiros que iria consumir tudo o que encontrou em seu caminho a ausência de menção de ferimento às pessoas não é uma objeção válida a interpretação figurativa porque o valor é coerente em tudo dando ao gafanhoto só os danos causados à vegetação o homem assim indiretamente prejudicando e animal 1rs 2 :12-17 uma exortação ao arrependimento o resultado será que deus vai libertar o seu povo será o regresso rápido e chuvas para fertilizar a terra desolada e garantirá um fluxo espiritual da graça que começa com judá e em seguida estender a toda carne jl 2:18-3:21 os juízos de deus sobre os inimigos de judá enquanto judá será restaurada para sempre estilo de joel é pré-eminentemente puro caracterizam-se pela sua suavidade e fluidez nos ritmos o arredondamento das orações e a regularidade nos paralelos com a força de miquéias seu estilo é combinado com a ternura de jeremias a vivacidade de naum e a sublimidade de isaías como exemplo de seu estilo ter capítulo dois onde as péssimas condições dos gafanhotos a sua velocidade seu progresso irresistível o seu rugido ensurdecedor e seu poder instintivo de ordem suas forças para a carreira de devastação são pintados com gráfica realidade.

[close]

p. 6

livro joel capÍtulo 1 o aspecto da desolaÇÃo do paÍs por causa da praga de gafanhotos admoesta-se ao povo para que ofereÇa solenes rogos no templo porque esta calamidade É pressÁgio infalÍvel de outras pior joel 1:1-20 1 joel significando jeová é deus filho de petuel ­ é para distinguir o profeta de outros do mesmo nome as pessoas eminentes se distinguiam adicionando a seu nome o de seu pai 2 3 uma introdução viva que chama a atenção velhos os anciões são os melhores juízes em assuntos concernentes ao passado dt 32 7 jó 32 7 aconteceu isto etc quer dizer aconteceu antes jamais uma calamidade tão penosa como esta nunca se viu tal praga de gafanhotos desde aquelas do egito Êx 10:14 não está discorde com este versículo que se refere ao judá no que joel diz que nunca antes tinha havido semelhante devastação 3 diga aos seus filhos a fim de ser repreendidos pela severidade da punição a temer a deus sl 78 :6-8 Êx 13 8 js 4 7 4 este versículo coloca a questão em que depois se espalha É sabido que há quatro espécies de gafanhotos ou períodos ao invés de quatro diferentes insetos veja lv 11 22 eles são 1 gafanhotos roedores 2 o enxame 3 o chupador 4 o consumidor culminando com o tipo mais destrutivo isso é muitas vezes três centímetros de comprimento e as duas antenas uma polegada de comprimento cada os dois mais tarde com suas seis pernas adaptadas para saltar são maiores do que outros a primeira classe a larva é a o gafanhoto recém saído do ovo e sem asas na primavera a segunda é quando ao fim da primavera até em sua primeira pele produz cria sem patas nem asas a terceira quando depois da terceira mudança da pele jogam asas pequenas que as ajudam a saltar mas não a voar não podendo afastar-se enquanto não se desenvolvam as asas devora tudo o seu passo erva arbustos e casca das árvores o pulgón aqui traduz-se larva ariçadas em jr 51:27 a quarta classe são as de asas desenvolvidas veja-se nota na 3:16 no cap 2:25 são enumeradas em ordem inversa onde se promete a restauração da devastação por elas causada os hebreus fazem que se refiram a primeira espécie a assíria e babilônia a segunda a medo pérsia a terceira,

[close]

p. 7

a greco macedônia e antíoco epífanes a quarta aos romanos embora a primeira referência seja a gafanhotos literais o espírito santo indubitavelmente tinha em vista os impérios sucessivos que atacaram a judéia cada um pior que seu antecessor sendo roma o clímax 5 despertei vos ­ de seu habitual estado de bêbado estupor para lhes dar conta da privação de sua bebida favorita até os bêbados a raiz hebréia significa qualquer bebida forte serão forçados a uivar mesmo que usualmente riem em meio das maiores calamidades tão evidentes e universalmente afetará a calamidade a todos vinho assim como o castelhano hebraico significa suco de uva fermentado e portanto inintoxicante o suco doce extraído da opressão de uvas ou outras frutas como romãs son_8 2 o vinho é produzido a partir de uvas e é inebriante ver nota v 10 6 pessoas vieram aplica-se a gafanhoto ao invés de pessoas pv 30:25-26 indicando não só os seus números mas também a sua hostilidade feroz e também para preparar a mente do ouvinte para a transição para aos gafanhotos figurativo do capítulo dois a saber a nação ou inimigo que vem contra a gentio judéia pv 2 2 a minha terra isto é a do jeová a que nunca tivesse sido devastada se não me tivesse agradado infligir o castigo pv 2:18 is 14:25 jr 16:18 ez 36:5 ez 38:16 forte como levando irresistivelmente por diante com seu compacto corpo todos os frutos da indústria dos homens e sem número assim jz 6:5 jz 7:12 como lagostas por multidão jr 46:23 na 3:15 dentes de leão quer dizer as lagostas são tão destrutivas como um leão não há vegetação que possa resistir sua mordida veja-se ap 9:8 plinio diz roem até as portas das casas 7 descascou bochart com a versão dos setenta e siríaca traduz de uma raiz arábica tem quebrado quer dizer os brotos superiores dos que principalmente se alimentam os gafanhotos calvin subscreve a nossa versão minha videira minha figueira pois estão em minha terra ou seja do jeová v 6 quanto à fecundidade das videiras da antiga a palestina veja-se nm 13:23-24 ramos brancos tanto por estar despojadas da casca gn 30:37 como secaram a partir do tronco galhos e tronco comido de baixo pelo gafanhotos 8 chora oh minha terra v 6 is 24:4 empregada pelo marido uma virgem desposada era considerada como mulher já casada dt 22:23 mt 1:19 o hebraico marido é senhor ou dono no oriente o marido é tido por amo da esposa de sua juventude quando os afetos são mais fortes e quando a dor na aflição é por conseguinte o mais agudo o que sugere o pensamento é o que devia ser a dor do sião por sua separação do jeová o marido desposado dela em seus primeiros dias jr 2:2 ez 16:8 os 2:7 pv 2:17 jr 3:4 9 a tristeza maior para a mente de um judeu religioso e o que devesse impressionar a toda a nação no sentido do desagrado de deus é a cessação do acostumado culto do templo o presente ­ em hebraico mincha não de carne a não ser a oferenda incruenta feita de farinha azeite e incenso como esta e a oferenda de bebida ou libação derramada acompanhavam a todo sacrifício de carne este se inclui embora não

[close]

p. 8

é especificado no que pereceu por causa de não haver já alimento para homem nem besta os sacerdotes luto não por sua própria perda do que percebiam dos sacrifícios nm 18:8-15 mas sim porque já não podem apresentar as oferendas ordenadas ao jeová a quem ministravam 10 o campo a terra diferindo em que campo significa a campina livre e sem cercar terra o rico chão vermelho do campo de uma raiz ser vermelho adaptado para o cultivo assim um homem do campo no hebraico é caçador um da terra ou do chão é lavrador ou agricultor gn 25:27 campo e terra aqui estão personificados o mosto de uma raiz hebréia que dá a entender que toma posse do cérebro de modo que a gente não é dono de si deste modo o término arábico vem de uma raiz que indica guardar cativo É vinho já fermentado e portanto lhe embriaguem e é diferente do mosto do v 5 também chamado vinho novo outro término hebreu diferente esse e o azeite denotam as vinhas e oliveiras dos quais se obtêm o vinho e o azeite v 12 secou-se no sentido literal não de avergonzóse da lição marginal como o prova seu paralelismo com perdióse ou seja adoeceu 11 confundiu ­ entende se vós sereis envergonhados pela decepção da fracassada colheita de trigo e de cevada uivem vinhateiros deve seguir em ponto duplo posto que são os lavradores os que se envergonharão pelo trigo e os vinhateiros deverão uivar porque secou a videira v 12 12 a romã árvore direita de tronco que cresce até sete metros sua fruta é do tamanho de uma laranja com polpa de cor vermelho-sangue a palmeira a datilera as tâmaras da palestina eram famosas a palmeira é o símbolo da judéia nas moedas cunhadas sob o imperador vespesiano freqüentemente cresce até trinta metros de altura a macieira em hebreu é um término genérico que inclui a laranjeira o limoeiro e a pereira secou-se o gozo tal gozo como o que se sente na colheita e na colheita de uvas sl 4:7 is 9:3 13 cingi vos quer dizer de saco de cilício como em is 32:11 a elipse é suprida veja-se jr 4:8 lamentem sacerdotes posto que seja seu dever dar o exemplo a outros e por ser maior a culpa e maior o escândalo de seus pecados contra a causa de deus venham versão dos setenta entrem na casa de deus veja-se v 14 durmam em sacos como acabe 1rs 21:27 ministros de meu deus 1co 9:13 joel afirma a autoridade que tem para seu ensino é no nome de deus e por comissão dela que eu lhes falo 14 apregoem jejum solene chamem congregação a assembléia solene lit um dia de restrição ou afastamento de trabalho a fim de que todos se entreguem à súplica 1co 2:15-16 1sm 7:5-6 2cr 20:3-13 anciões o oposto de meninos 2cr 2:16 requer que se entenda a idade de anciões aqui mesmo que se inclui também aos anciões de ofício tendo sido guias do povo na culpa deveriam ser também seus guias no arrependimento.

[close]

p. 9

15 o dia do jeová 2cr 2:1 2cr 2:11 quer dizer o dia de sua ira is 13:9 ob 1:15 sf 1:7 sf 1:15 será uma antecipação do dia do senhor que vem como juiz de todos os homens de onde o dia recebe seu mesmo nome aqui começa a transição da praga de gafanhotos até calamidades piores sf 2:1-11 por parte de exércitos invasores que estão por sobrevir a judéia dos que os gafanhotos eram prelúdio 16 veja o v 9 e a última parte do v 12 a alegria que prevalecia nas festas anuais bem como na oferta regular de sacrifício de que o ofertantes comia perante o senhor com alegria e ação de graças dt 12:6-7 dt 12:12 dt 16:11 dt 16:14-15 17 o grão se apodreceu está seco desvanece-se de uma raiz arábica maurer a seca faz que o grão semeado perca sua vitalidade os fornecimentos os celeiros geralmente subterrâneos e divididos em compartimentos para diferentes tipos de grãos 18 bestas turvados bois denotando os gestos inquietos dos animais mudos em sua incapacidade de achar alimento há um contraste tácito entre o sentido da criação animal e a insensibilidade do povo também as ovelhas até as ovelhas pelo comum contentes com pastos menos ricos não acham pastos tampouco foram assolados lit sofrem castigo a inocente besta compartilha o castigo do homem culpado Êx12:29 jn 3:7 jn 4:11 19 a ti clamarei joel aqui interpõe como este povo é insensível à vergonha e ao temor deixá-lo-ei para me dirigir a ti diretamente veja-se is 15:5 jr 23:9 isso fogo é o calor abrasador os pastos os lugares de pastos de uma raiz hebréia por ser prazenteiro tais lugares se escolheriam para moradias segundo uma lição marginal da inglesa mas melhor é a tradução de pastos 20 as bestas bramarão a ti isso é olharão para o céu levantadas as cabeças como se fora de deus sua única esperança jó 38:41 sl 104:21 sl 145:15 sl 147:9 veja-se sl 42:1 implicitamente censuram a insensibilidade dos judeus em não invocar a deus nem ainda agora.

[close]

p. 10

livro joel capÍtulo 2 o julgamento prÓximo um motivo de arrependimento uma promessa de bÊnÇÕes para os ultimos dias um julgamento mais aterrorizante do que a dos gafanhotos estÁ previsto na forma de uma calamidade ao mesmo tempo superar a naÇÃo aflita ele portanto os chama para o arrependimento garantindo a misericÓrdia de deus os judeus se eles se arrependeram a promessa do espÍrito santo nos posteriores dias do messias e a salvaÇÃo de todos os crentes nele joel 2:1-32 1 tocai a trombeta para dar o alarme de uma guerra que vem nm 10 os 5:8 am 3:6 o ofício dos sacerdotes o cap 1:15 é uma antecipação da profecia que neste capítulo é mais plena 2 trevas escuridão nuvem sombra acumulação de sinônimos para intensificar o quadro de calamidade is 8:22 quadro próprio aqui como os enxames de gafanhotos que interceptavam a luz do sol sugeririam as trevas como figura própria da visitação iminente que sobre os montes se derrama como a alvorada um povo grande substituir uma vírgula pelos dois pontos depois de alvorada como a luz matutina se pulveriza sobre as montanhas assim um povo numeroso maurer e forte se pulverizará a rapidez com que se levanta a alvorada que primeiro doura as cúpulas é menos provável que outros criam que é o ponto de comparação da repentina irrupção do inimigo maurer a faz referir ao loiro resplendor produzido pelo reflexo da luz do sol nas asas da imensa multidão de gafanhotos que se aproximam isto é provável entendido entretanto que os gafanhotos não são mais que a figura de inimigos humanos a imensa hoste de invasores assírios sob o senaqueribe veja-se isa 37:36 destruída por deus vv 18 20 21 pode ser que sejam os objetos primitivos da profecia mas finalmente o que quer denotar é a última confederação anti cristã que será destruída por especial intervenção divina nota 3:2 nunca foi semelhante nem será veja-se 1:2 e Êx10:14 3 diante detrás dele isso é a todos os lados 1cr 19:10 fogo chama destruição desolação is 10:17 como Éden deserto à inversa is 51:3 ez 36:35

[close]

p. 11

4 parecer de cavalos ap 9:7 são gafanhotos figurativas não literais a quinta trombeta ou o primeiro ai da passagem paralela apocalipse 9 não pode ser literal porque em ap 9:11 diz-se que têm sobre se por rei ao anjo do abismo no hebraico abadón destruidor mas no grego apollyón e ap 9:7 sobre suas cabeças tinham como coroas semelhantes ao ouro e seus rostos como rostos de homens veja o v 11 porque grande é o dia do jeová e muito terrível o que sugere que se refere em último término à segunda vinda do messias em julgamento a cabeça do gafanhoto é tão parecida com a do cavalo que os italianos a chamam cavallete veja-se jó 39:21 jó 39:23 o cavalo como gafanhotos correrão ­ o gafanhoto salta não semelhante ao galope do cavalo que levanta e baixa juntas as duas patas dianteiras 5 como estrondo de carros se refere ao som robusto das asas ou se não ao movimento de suas patas posteriores vêm saltando pelos cimos dos montes maurer conecta isto com eles os gafanhotos as que primeiro ocupam os lugares mais altos de onde descendem logo aos sítios baixos pode que se refira como na versão inglesa a carros que fazem o ruído maior ao cruzar sobre as alturas quebradas 6 temerão aterrorizados o provérbio árabe diz mais terrível que os gafanhotos murchos semblantes is 13:8 jr 30:6 na 2:10 maurer traduz retirarão seu brilho isso empalidecerá veja o v 10 e 3:15 7-9 descrevem a regular ordem militar de seu avanço um gafanhoto não se desvia nem o largo de uma unha de seu próprio lugar na marcha jerônimo veja-se pv 30:27 os gafanhotos não têm rei contudo marcham todos em bandos 8 nenhum apertará a seu companheiro como está acostumado a acontecer em uma multidão de gente caindo sobre a espada lançando-se por entre os projéteis não se ferirão porque estão protegidos pelas armaduras grocio maurer traduz suas filas dos gafanhotos não são quebrantadas quando correm entre os projéteis veja-se dn 11:22 9 irã pela cidade de uma parte a outra procurando vorazmente o que possam devorar pelo muro que cercava cada casa dos edifícios orientais entrarão pelas janelas embora estejam trancadas a maneira de ladrões jo 10:1 veja-se jr 9:21 10 diante dele tremerá a terra quer dizer os habitantes da terra tremerão por temor delas os céus ou seja os poderes dos céus mt 24:29 seus poderes de iluminação são transtornados pelas gafanhotos que interceptam a luz do sol com seus densos enxames volantes estas entretanto não são a não ser figuras de revoluções de estados causadas por inimigos como os que estavam por invadir a judéia 11 jeová seu exército ­ entre os muçulmanos o senhor dos gafanhotos é um título de deus sua voz sua palavra de comando aos gafanhotos e os tipifica inimigos humanos da judéia exército dele fortes que põem em efeito mas bem É forte o que põe em efeito jeová ap 18:8

[close]

p. 12

12 com tais julgamentos pendentes sobre os judeus o próprio jeová exorta-os ao arrependimento pois agora até agora o que ninguém tivesse podido esperar nem acreditar possível deus ainda os convida à esperança da salvação com jejum e choro e pranto ­ por serem os pecados deles extremamente hediondos exige profunda humilhação os sinais exteriores do arrependimento têm que expressar a intensidade da dor pelo pecado 13 que haja dor interna de coração e não as meras manifestações exteriores do mesmo com o rasgo do vestido js 7:6 do castigo a calamidade com que tinha ameaçado aos impenitentes 14 deixará bênção presente isso libação isto é dar colheitas abundantes os primeiros frutos da qual podemos dar a oferta de carne e libações anteriormente impossível por causa da seca js 1:9 js1:13 js 1:16 deixará detrás dele como deus ao visitar seu povo agora deixou detrás de si uma maldição assim ao voltá-los para visitar deixará detrás de si uma bênção 15 tocai a trombeta para convocar o povo nm 10:3 veja-se 1:14 a nação era culpada e portanto devia haver uma humilhação nacional veja-os procedimentos do ezequias antes da invasão do senaqueribe 2 crônicas 30 16 santifiquem a reunião quer dizer pelos ritos expiatórios e a purificação com água calvino Êx 19:10 Êx 19:22 maurer traduz ordenar solene assembléia o que seria uma repetição inútil tautologia do v 15 velhos meninos as crianças devem ser isentas 2cr 20:13 noivo noiva normalmente isentos de funções públicas dt 24:5 veja-se 1co 7:5 1co 7:29 tálamo leito dos desposados de uma raiz hebréia por cobrir por referência ao dossel sobre o mesmo 17 entre a entrada e o altar entrada era o pórtico do salomão frente ao este o altar das oferendas queimadas no átrio dos sacerdotes diante do pórtico 2cr 8:12 ez 8:16 mt 23:35 os suplicantes assim tinham que estar de pé com suas costas para o altar sobre o qual nada tinham para oferecer seus rostos para o lugar da presença do shekinah as fazem escárnio dela isto prova que se trata de inimigos humanos não de gafanhotos por que têm que dizer onde deus quer dizer por causa de sua própria honra não permita que o pagão menospreze ao deus de israel como que não pudesse salvar a seu povo sl 79:10 sl 115:2 zelará sua terra quando vir penitente o seu povo como o marido ciumento de alguma desonra feita à esposa amada como se fora feito a ele mesmo o hebraico vem de uma raiz árabe para corar de indignação 19 pão e vinho e azeite em vez como em hebraico o pão e o vinho e o óleo ou seja que os gafanhotos destruíram henderson maurer não tão bem explica o trigo necessário para seu sustento responderá jeová ou seja às orações de seu povo de seus sacerdotes e profetas veja o caso do senaqueribe 2rs 19:20-21.

[close]

p. 13

20 para o norte do país o hebraico expressa que o norte com relação ao israel não é somente a região de onde vem o invasor mas sim é o país natal dele o nortista quer dizer o assírio ou o babilônio veja-se jr 1:14-15 sf 2:13 a terra nativa do gafanhoto não é o norte a não ser o sul os desertos da arábia do egito e de líbia assíria e babilônia são tipo e precursor de todos os inimigos do israel roma e o anticristo final de quem deus ao final liberará a seu povo assim como o fez do senaqueribe 2rs 19:35 sua face seu fim mais aplicáveis à vanguarda e retaguarda de um exército humano que a gafanhotos os invasores do norte têm que ser dispersos em toda direção menos aquela de onde tinham vindo a uma terra seca e deserta arábia desértica por volta do mar oriental o mar morto ao mar ocidental o mediterrâneo face e fim significam este e oeste o que assinala as direções em relação a eles davam cara ao este e portanto o oriente estava em frente deles o oeste estava detrás deles o sul a sua direita e o norte a sua esquerda fedor metáfora das gafanhotos que levadas por uma tormenta ao mar ou ao deserto perecem e emitem de seus corpos putrefatos tal fedor que freqüentemente produz pestilências porque fez grandes coisas isso é porque o invasor se magnificou arrogantemente em seus feitos veja-se quanto ao senaqueribe 2rs 19:11-13 2rs 19:22 28 isto é completamente inaplicável às gafanhotos as quais somente procuram alimento ao invadir uma terra não a glória própria 21-23 em ordem ascendente a terra destruída pelo inimigo os animais do campo e os filhos do sião a estes os habitantes se dirige a palavra a aqueles dois por personificação jeová grandes coisas em contraste com as grandes coisas feitas pelo arrogante inimigo v 20 para o dano de judá estão as grandes coisas que jeová fará em benefício do judá veja-se sl 126:2-3 22 zc 8:12 tal como antes zc 1:18 zc 1:20 representaram os animais gemer e suspirar por falta de pasto e agora garantidos pela promessa de pastos reverdecerão 23 regozijai-vos no senhor não apenas reverdecerão pastagens como animais irracionais que não pode levantar os seus pensamentos mais do que isso is 61:10 hc 3:18 primeira chuva etc o outono ou acima de meados de outubro até meados de dezembro é mencionado em primeiro lugar porque joel profetizou no verão quando se verificou a invasão de gafanhotos e portanto parece época de plantio precoce caem quando a chuva de outono indispensavelmente exigida logo a chuva genericamente lit os aguaceiros torós fortes e então duas classes da posterior a chuva cedo e a tardia em março e abril a repetição da primeira chuva ou cedo dá a entender que a dará não tão somente para a exigência daquela estação particular quando falou joel mas também para o futuro no curso normal da natureza a do outono e a da primavera nomeia-se aquela primeira em ordem natural por ser necessária para o plantio no outono como esta se requer na primavera para a maturação da próxima colheita sensatez quer dizer em medida conveniente lit segundo o justo tanta quanta a terra necessita nem de sobra nem muito pouca pois qualquer dos dois extremos danificaria a colheita veja-se dt 11:14 pv 16:15 jr 5:24 nota os 6:3 a frase sensatez é paralelo a ao princípio da última isso no mês quando principia a

[close]

p. 14

fazer falta cada chuva vem em sua devida estação até aqui a justa ou reta ordem da natureza foi interrompido por seu pecado agora deus a vai restabelecer 24 o efeito das chuvas sazonais será a abundância de toda classe de mantimentos 25 gafanhoto migrador destruidor cortador na ordem inversa do cap 1:4 onde veja-se nota deus não só irá restaurar o que foi perdido com o gafanhoto consumindo mas também o que se perdeu pelas não tão destrutivas destruidor migrador e cortador 26 jamais será envergonhado já não sofrer a censura dos gentios v 17 maurer ou mas bem não levará mais a vergonha das esperanças frustradas como passou aos lavradores previamente 1:11 deste modo espiritualmente esperando em deus seu povo não terá que sofrer a vergonha de ver frustrada a esperança que pôs nele rm 9:33 27 conhecerão que em meio de israel estou eu como na dispensação do antigo testamento deus esteve presente pelo shekinah assim no novo primeiro testamento por um breve tempo pelo verbo feito carne que habitou entre nós jo 1:14 e até o fim desta dispensação pelo espírito santo na igreja mt 28:20 e provavelmente de uma maneira mais sensível com o israel uma vez restaurado ez 37:26-28 jamais será envergonhado não é uma repetição sem significado do v 26 o dobro asserção desta verdade dá força a sua infalível certeza como a vergonha do v 26 se refere à benções temporárias assim se refere às benções espirituais que correrão como um rio da presença de deus com seu povo jr 3:16-17 ap 21:3 28 depois disto nos últimos dias is 2:2 sob o messias depois da invasão e a liberação de israel do exército do norte tendo declarado até aqui as benções temporárias agora lhes levanta a mente para a espera de benções espirituais extraordinárias as que constituem a verdadeira restauração do povo de deus is 44:3 cumprida em realidade at 2:17 no pentecostes entre os judeus e a subseqüente eleição de um povo de entre os gentis no futuro mais completamente na restauração do israel is 54:13 jr 31:9 jr 31:34 ez 39:29 zc 12:10 e na conseqüente conversão do mundo inteiro is 2:2 is 11:9 is 66:18-23 mq 5:7 rm 11:12 rm 11:15 como os judeus foram os semeadores da eleita igreja juntada de entre judeus e gentis sendo os primeiros pregadores do evangelho judeus de jerusalém igualmente judeus serão os colhedores da vindoura igreja mundial que se estabelecerá com a aparição do messias que a promessa não está restringida ao primeiro pentecostes se deduz das mesmas palavras do pedro a promessa é não somente a vós e a seus filhos mas também a todos os que estão longe tanto em distância como em tempo e a tantos quantos o senhor nosso deus chamar at 2:39 assim aqui sobre toda carne derramarei sob o novo pacto não meramente deixarei cair gotas como sob o antigo testamento jo 7:39 meu espírito o espírito que procede do pai e do filho e ao mesmo tempo um com o pai e com o filho veja-se is 11:2 filhos filhas velhos mancebos não meramente sobre uns quantos privilegiados nm 11:29 como os profetas do antigo testamento a não ser sobre homens de toda idade e de todas as filas.

[close]

p. 15

veja-se at 21:9 e 1co 11:5 quanto a filhas ou seja mulheres que profetizavam sonhos visões at 9:10 at 16:9 os sonhos se atribuem aos velhos como mais de acordo com seus anos visões aos mancebos adaptadas assim às mentes mais vívidas os três modos pelos que deus revelava sua vontade sob o antigo testamento nm 12:6 profecia sonhos e visões resultam aqui simbólicos de sua plena manifestação a seu povo não somente em dons milagrosos a alguns mas também por seu espírito iminente em todos segundo o novo testamento jo 14:21 jo 14:23 jo 15:15 em at 16:9 e 18:9 o término que se usa é visão embora foi de noite não foi um sonho não se menciona outro sonho no novo testamento a não ser aquele jogo de dados ao josé no mesmo princípio do novo testamento antes que o evangelho pleno tivesse vindo e à esposa do pilatos mulher gentil mt 1:20 mt 2:13 mt 27:19 o termo profetas aplicava-se no novo testamento a todos os que falavam sob a inspiração do espírito os quais não meramente prognosticavam eventos futuros todos os verdadeiros cristãos são sacerdotes e ministros de nosso deus is 61:6 e têm ao espírito ez 36:26-27 além disto provavelmente tem que ser dado um dom especial de profecia e de obrar milagres com a segunda vinda do messias ou antes da mesma 29 e até também os mesmos escravos por serem já os servos do senhor são os libertos dele 1co 7:22 gl 3:28 cl 3:11 fm_1:16 portanto em at 2:18 está chamado meus servos gr pulseiras e meus sirva gr pulseiras já que somente por chegar a ser servos do senhor podem ser livres espiritualmente e participar do mesmo espírito com outros membros da igreja 30 31 como a manifestação do messias é de pleno gozo para os crentes assim também tem um aspecto de ira para os incrédulos o qual se representa aqui assim por quanto os judeus não o receberam em sua vinda de graça ele veio em julgamento sobre jerusalém prodígios físicos massacre e conflagrações precederam sua destruição josefo g j a estas coisas pode que aluda a linguagem aqui mas as figuras principalmente simbolizam revoluções políticas e mudanças dos governantes do mundo prognosticados por desastres prévios am 8:9 mt 24:29 lc 21:25-27 e convulsões tais como as que precederam a derrocada política dos judeus algo semelhante provavelmente ocorrerá em grau mais espantoso antes da destruição final do mundo ímpio o dia do jeová grande e terrível veja-se ml 4:5 do qual a destruição de jerusalém é o tipo e a garantia 32 que invocar o nome do jeová aplicado ao jesus em rm 10:13 veja-se at 9:14 1co 1:2 portanto jesus é jeová e a frase significa invocar ao messias em seus atributos divinos será salvo como o foram os cristãos justamente antes da destruição de jerusalém por retirar-se a advertido pelo salvador mt 24:16 um tipo de salvação espiritual de todos os crentes e para a salvação dos eleitos temporada de resíduos de israel o assalto final do anticristo em sião e jerusalém apareceu pela primeira vez a salvador e aparecem novamente como o libertador zc 14:1-5 como o senhor disse joel aqui não se refere aos outros profetas mas suas próprias palavras anteriores chamar de metáfora para o convite para uma festa que é um ato de bondade pura lc

[close]

Comments

no comments yet