Princípio Divino para Jovens

 

Embed or link this publication

Description

Princípio Divino para Crianças Jovens

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2



[close]

p. 3

CAPÍTULO 1 – O que é o Princípio Divino? Vocês sabem o que é o Princípio Divino? É o ensino para unificar o mundo centralizado em Deus. Quando vocês olham para o mundo decaído, devem ter notado que ele está cheio de gente com problemas, brigando e sofrendo. Embora nós sempre desejemos que todos possam viver felizes e com paz, por que o mundo está desse jeito? O Verdadeiro Pai pensou muito seriamente nesse assunto. “Deus existe de verdade?” “O que fazer para criar um mundo de paz?” “O que fazer para que todos sejam felizes?” “Se Deus existe, porque há tantas guerras?” Muita gente pensa que Deus não existe, mas o Verdadeiro Pai levou esse assunto muito a sério, orou bastante, e enfim descobriu a resposta para todas essas questões. E assim foi escrito o Princípio Divino. Que tal pensarmos em uma situação mais próxima da sua? Será que vocês levam uma vida feliz o tempo todo? Quando você olha a sua volta, há pessoas sofrendo e sendo maltratadas. Enquanto não resolvermos esse tipo de problema, nós não poderemos ser felizes de verdade. Para vocês, o que é a felicidade? Que tal imaginar um pouco? Seu pai e sua mãe estão felizes e sorrindo. E perto deles estão vocês e seus 1

[close]

p. 4

irmãos vivendo felizes. A felicidade mora na família onde pais e filhos vivem em harmonia. Mas e se um dia vocês chegarem da escola e não encontrarem ninguém em casa, vocês certamente se sentiriam muito sós. E se vocês acordassem um dia de manhã e seus pais não estivessem em casa? Muitas vezes, seus pais podem estar viajando e não Deus podem estar em casa; e quando isso acontece, nós sentimos muita falta de algo. Por isso, a verdadeira felicidade é ter seus pais vivendo em harmonia junto com seus irmãos. Então o que devemos fazer para que todas as pessoas possam alcançar essa felicidade? O que devemos fazer para que negros, brancos e amarelos possam dar às mãos e viver em harmonia? Assim como vocês têm um pai e uma mãe, toda a humanidade também precisa de um pai e de uma mãe. E Deus é o pai e a mãe para toda a humanidade. Quão feliz seria a humanidade se ela estivesse de mãos dadas, e Deus estivesse presente amando de todo o seu coração cada ser humano... Como seria feliz um mundo como este... Esse é o tipo de mundo e sociedade que todos nós desejamos do fundo de nossos corações. Então o que precisamos fazer para encontrar este Deus? Alguma vez você já encontrou com Deus? Vamos falar agora sobre duas pessoas que já se encontraram com Deus em suas vidas. Primeiro, falaremos de uma pessoa que encontrou Deus no mundo da ciência. Esta pessoa observou uma maçã caindo da árvore e fez uma descoberta incrível. Seu 2

[close]

p. 5

nome era Isaac Newton. Muitas pessoas pensam que é normal uma maçã cair de uma árvore. Mas Newton ficou muito curioso ao ver esse fato. E o que descobriu com isso foi a lei da gravidade. Além disso, Newton observou o Universo e fez muitas outras descobertas. Certa vez, Newton construiu uma maquete representando o Sistema Solar. Quando esta ficou pronta, ele chamou um amigo que não acreditava em Deus e lhe mostrou a sua obra. Ao olhar para a maquete, o seu amigo ficou muito impressionado pelo fato de todos os planetas girarem em perfeita harmonia e coordenação. Ele perguntou: “Quem foi que construiu isso?!” E Newton respondeu brincando: “Isso foi construído por pura coincidência!” Mas o amigo protestou: “Isso é impossível... Uma coisa assim não pode existir por pura coincidência. Com certeza alguém deve ter construído isto!” E foi então que Newton explicou: “Você disse que essa maquete não pode ter surgido por pura coincidência... Mas na verdade, essa maquete só representa uma pequena parte do universo, porque o universo todo tem muito mais harmonia e coordenação...” Quando Newton disse isso, o seu amigo ficou sem saber o que falar, e não tinha mais como negar a existência de Deus. Isso mostra que Deus realmente criou o universo. 3

[close]

p. 6

Agora, falaremos sobre uma segunda pessoa que encontrou Deus, mas dessa vez, dentro da religião. Vocês sabem quem foi Samuel? Samuel era uma pessoa que orava muito. Uma noite, quando Samuel estava dormindo, ele ouviu uma voz chamando-o. O rapaz levantou-se e foi perguntar ao sacerdote Eli (que era o seu mestre), se por acaso ele o tinha chamado. Então o sacerdote respondeu que não; e Samuel, não entendendo o que estava acontecendo, voltou para a cama. Mas de repente, Samuel ouviu novamente aquela voz chamando por ele. Pensando que alguém o estivesse chamando de novo, foi novamente perguntar ao sacerdote se ele o tinha chamado. Mas o sacerdote mais uma vez disse que não. Achando aquilo tudo cada vez mais estranho, Samuel voltou para a cama. E foi então que ouviu 4

[close]

p. 7

alguém o chamando pela terceira vez. Neste momento, Samuel entendeu o que estava acontecendo. Aquela voz vinha de dentro de seu coração, e concluiu que era Deus quem o estava chamando de lá. Então Samuel respondeu; “Sim, Deus, estou aqui para servi-Lo”. Vocês também já encontraram Deus desta forma? O que devemos fazer para conhecer Deus? Esta é uma questão interessante, pois seria maravilhoso se todos acreditassem em Deus. Se a humanidade inteira vivesse em harmonia, e todas as pessoas se dessem bem uma com a outra, isto seria o Reino dos Céus. Mas, todos os dias, quando, por exemplo, vamos à escola, encontramos colegas que nos maltratam, que nos ignoram, e que muitas vezes nos fazem sentirmos sós. O ser humano de hoje não sabe como é bom viver na presença de Deus. Já, quando nós cultivamos maus pensamentos, ou seja, quando estamos com Satanás, o nosso coração fica triste e inseguro. E quando estamos assim, nós nos sentimos mal tanto na escola quanto em nossa casa. Isso acontece porque Satanás puxa o nosso coração para o seu lado, e o problema é como derrotá-lo. É como se estivéssemos nadando, e de repente, começamos a nos afogar. Tal é a situação de nosso próprio coração. Quão horrível seria se chegarmos ao ponto de morrer afogados! Por isso, nós temos que ser resgatados de Satanás e nos conectar a Deus. Seria muito bom se pudéssemos sempre viver felizes ao lado de Deus. Se pudermos viver assim em lugares como em nossa casa ou na escola, tal lugar será o Reino dos Céus na Terra. Portanto, temos que levar uma vida feliz centralizados em Deus, sem sermos puxados por 5

[close]

p. 8

Satanás. E para isso, é importante mantermos sempre uma atitude alegre e positiva. Exploraremos mais histórias como estas ao longo deste livro. Leiam e estudem bastante o Principio Divino para se tornarem fortes filhos de Deus que nunca perderão de Satanás. CAPÍTULO 2- Sobre Deus Vamos falar sobre Deus. Vocês já O viram? Já tocaram Nele? Ou então já sentiram o Seu cheiro? É difícil entender sobre Deus, pois não podemos vê-Lo e Ele tampouco tem forma. Então será que podemos falar que “Deus não existe, só porque não conseguimos vê-lo?” Vamos olhar ao nosso redor. Primeiro, pense no satélite artificial. Ele roda longe da Terra e transmite ondas eletromagnéticas para uma nação aqui na Terra, formando as imagens da televisão. Apesar dessa onda ser invisível, nós sabemos que ela é transmitida pelo satélite, já que nós conseguimos assistir televisão. Coisas Invisíveis 6

[close]

p. 9

Agora, vamos observar um ímã. Se aproximarmos um ímã de um pedaço de ferro, um gruda no outro, e será preciso fazer força para afastar os dois. Essa força, que faz os dois objetos grudarem, é chamada de “força magnética”. Apesar de não conseguirmos enxergar essa força, sabemos que ela está presente e está trabalhando. A eletricidade também, embora seja invisível, prova que ela existe quando faz a luz da lâmpada brilhar. É assim também com o ar que estamos respirando agora. Se respirarmos fundo, sentimos que o ar existe, mas é claro que não conseguimos enxergá-lo. Assim, quando olhamos ao nosso redor, percebemos que muitas coisas existem apesar de serem invisíveis. Da mesma forma, mesmo que não dê para ver Deus, isso não significa que Ele não existe. Então, como fazemos para descobrir algo que é invisível? No exemplo do satélite, vimos que as ondas invisíveis transmitidas apareciam como imagem na televisão. O imã também era movido por uma força, que fazia com que ele grudasse no ferro. Assim, nós conseguimos descobrir o que é invisível observando as coisas visíveis. Suponhamos que um pintor estava pintando uma obra. Enquanto pintava, ele pensava com paixão e alegria no seu desenho: “Ah! Quero pintar uma tulipa que fique de tal e tal jeito”. Então como será que ficará a sua obra no Pintor Coração final? Quando estiver pronto, o desenho deste pintor expressará toda a emoção que ele sentiu enquanto estava pintando. Se um dia vocês tiverem que fazer um Obra desenho como lição de casa, e fizerem isso 7

[close]

p. 10

sem vontade, com certeza esse coração aparecerá claramente refletido no seu desenho. Isso significa que é possível conhecermos o nosso coração invisível através de uma obra visível. Assim, para entender como é o Deus invisível, precisamos entender como é o mundo que Ele criou. Vamos então observar a criação de Deus. Ouviram falar que o início do cosmo se chama “Big Bang”? Há mais ou menos 20 bilhões de anos, uma porção de energia do tamanho de uma bola de gude explodiu e criou esse grande universo. E juntamente com isso também foram criados a Terra, os minerais, as plantas, os animais e os homens. É por isso que nós podemos entender Deus quando olhamos com muito cuidado para a Criação. Lembre-se de que damos o nome de “criação” a tudo o que Deus criou. Que tal observarmos então as características dessa criação? Todos os seres humanos são homem ou mulher, e formam juntos famílias e sociedades. O mesmo acontece com o mundo animal, onde desde o pequeno inseto até o grande elefante, todos vivem e cooperam entre si como macho ou fêmea e juntos têm filhotes. O mundo das plantas também funciona do mesmo jeito: o pistilo e o estame se unem, fazem frutos e se multiplicam. Todos os minerais também existem a partir da união entre positivo e negativo. Dessa forma, percebemos que todas as obras de Deus têm as características de masculino e feminino, macho e fêmea, isto é, que todo ser existe a partir da união entre positivo e negativo. Se toda a criação é assim, então como será que é o próprio Deus? Devemos concluir que Deus também apresenta características masculinas e femininas, tendo igualmente caráter positivo e negativo. 8

[close]

p. 11

Esta visão de positividade e negatividade já existia há muito tempo no Oriente. Mas além destas características, Deus possui outro aspecto muito importante. M F Deus e o mundo da Criação Corpo Mente Deus Minerais Minerais Parte interna Pistilo Parte Parte externa externa Corpo Vegetais Estame Animais Macho Seres Humanos Homem Parte interna Vegetais Fêmea Mulher C R I A Ç Ã O Animais instinto Corpo Ser Humano mente Corpo Quando olhamos para os seres humanos, vemos que todos têm mente e corpo, sendo que estes dois são inseparáveis. Os animais têm um corpo e um instinto, que deseja comer e dormir. As plantas também têm algo semelhante a um coração, que faz com que cada uma tenha beleza única. Os minerais, sejam eles moles ou duros, bonitos ou comuns, também são dotados de um caráter e uma forma. Logo, vemos que no mundo que Deus criou, todas as coisas invisíveis e visíveis existem unidas. Isso significa que Deus é um ser que possui ambos mente e corpo, formando assim dois mundos, aquele que enxergamos com nossos olhos físicos, e aquele que não podemos ver. 9

[close]

p. 12

Vamos agora olhar para a história humana. Ao longo da história, muitas guerras horríveis vieram acontecendo, nas quais muitas pessoas morreram. Inúmeros jovens morreram especialmente durante a Segunda Guerra Mundial. Imaginem a tristeza e a dor que seus pais devem ter sentido em seu coração. Entre estes jovens que morreram, a grande maioria era de homens. Mas depois deste período, algo muito curioso aconteceu. A maioria das crianças que nasceram depois da guerra eram meninos! Quando a quantidade de homens diminuiu, nasceram assim mais meninos para compensar essa perda. Assim, o nosso mundo existe por meio de uma relação harmoniosa entre masculino e feminino, positivo e negativo. Isso acontece porque o próprio Deus existe como caráter de homem e mulher harmoniosamente unidos. Da mesma forma, já que Deus possui uma mente e um corpo em harmonia, Ele também sente alegria e tristeza, e é por isso que nós conseguimos nos conectar com o Seu coração. Mas do que adianta ficarmos sabendo sobre Deus? Não precisamos saber Dele se Ele não tem nada a ver conosco. Mas na verdade, Deus e nós, seres humanos, estamos ligados por uma relação muito importante. 10

[close]

p. 13

Que tipo de relacionamento nós temos com Deus? Ao olharmos para a Bíblia, está escrito: “Deus criou o homem à sua imagem: criou o homem e a mulher” (Gn. 1. 27). Ou seja, apesar de Deus ser invisível, Ele assume a forma de homem e mulher quando se torna visível. Um exemplo desse relacionamento pode ser visto quando nascemos através do amor de nossos pais. Nós recebemos muito amor deles à medida que vamos crescendo, e é por isso que eles são chamados de pais e nós somos os seus filhos. Essa relação é igual a que existe entre Deus e o homem: os seres humanos são filhos de Deus, e nós temos uma relação de pai e filho. Vamos falar agora sobre o quão importante é essa relação que nós temos com Deus, que nos criou como Seus filhos. Vocês receberam muito amor de seu pai e sua mãe quando nasceram. Portanto, vocês puxaram alguns aspectos de seu pai, e outros de sua mãe. Mas vocês também tem uma parte única, que não se parece com nenhum deles, porque vocês também nasceram recebendo o amor de Deus! Essa porção única e maravilhosa que vocês têm é chamada de “imagem individual”. Cada uma das pessoas nasceu com a sua imagem individual, e não existem duas iguais. 11

[close]

p. 14

Vamos pensar em três flores: a tulipa, o lírio e a rosa. Qual será que é a mais bonita? Será que é a tulipa? Ou será o lírio? Quem acha que é a rosa? Cada um tem um gosto diferente, mas ninguém pode falar qual flor é a mais bonita. Todas são bonitas. Portanto, as coisas que Deus criou são todas preciosas, e não podem ser comparadas umas com as outras. E quanto a nós? Da mesma forma que o lírio, a tulipa, e a rosa, nós também temos um valor muito especial. Vocês já ficaram chateados com alguma coisa? Ou ficaram desanimados por não conseguirem fazer algo? Nessas horas, lembrem-se que você tem algo só seu, que ninguém mais consegue fazer, ou seja, cada um de vocês tem o seu jeito único de dar alegria a Deus. Tenham orgulho dessa imagem individual que Deus lhes deu. Aprendemos assim que nós fomos criados por Deus, para termos uma relação de pai e filho com Ele, e aprendemos que cada um de nós tem uma imagem individual muito preciosa. CAPÍTULO 3 - A ação de Dar e Receber, a fonte de toda força Que tal lermos uma história bem simples para entender o que significa a ação de Dar e Receber? Havia uma vez dois grandes amigos chamados Senhor do Mar e Senhor do Monte. Um dia, o Senhor do Monte deu de presente ao Senhor do Mar um ovo fresquinho, que sua galinha tinha acabado de botar. Ao recebê-lo, o Senhor do Mar ficou muito contente. Para agradecer o seu amigo, ele lhe deu um peixe. O Senhor do Monte ficou ainda mais feliz com o presente. Quem diria que aquele ovo fosse dar tanta alegria ao Senhor do Mar! 12

[close]

p. 15

Então ele decidiu dar-lhe outra coisa, e dessa vez, deu um porco. Mas assim que o Senhor do Mar recebeu o presente, ele já agradeceu de volta o seu amigo com um belo polvo. O Senhor do Monte ficou tão encantado e tão agradecido, que não resistiu mais à vontade de devolver um presente ainda maior para o Senhor do Mar, e assim acabou dando-lhe uma vaca. O Senhor do Mar ficou boquiaberto ao receber a vaca, e logo deu ao Senhor do Monte um atum gigante. Mas o Senhor do Monte não parou por aí. Ficou tão feliz e surpreso com o atum, que deu dessa vez um elefante para o Senhor do Mar. E foi assim que no final, o Senhor do Mar acabou presenteando o seu amigo com uma baleia. Como vocês podem perceber, a relação entre o Senhor do Mar e o Senhor do Monte foi crescendo cada vez mais, até chegar ao ponto de trocarem elefantes e baleias. Assim, quando se faz uma boa ação de 13

[close]

Comments

no comments yet