Edição 739

 

Embed or link this publication

Description

12/07/2014

Popular Pages


p. 1

Diretor Responsável: Homero T. Tranquilli - CNPJ: 09573449/0001-13 - Cajuru, Sábado, 12/07/2014 - Ano 15 - N.° 739 Semanal - Distribuição Gratuita / Assinantes Prefeitura recebe Kits de Uniformes Escolares A entrega aos alunos será no retorno às aulas Governador Geraldo Alckmin vistoria obras na Rodovia Abrão Assed Prefeito Dr. Luís Estevão e deputados Duarte Nogueira (Federal) e Gasparini (Estadual) participam da comitiva Cajuru mais iluminada Prefeitura ilumina dois pontos da cidade Operação reintegra à Prefeitura área ocupada por posseiros

[close]

p. 2

Página 2 Edição 739 - 12/07/2014

[close]

p. 3

Edição 739 - 12/07/2014 Página 3 ACONTECE CID ADE CIDADE Prefeitura recebe Kits de Uniformes Escolares A entrega aos alunos será no retorno às aulas Na segunda-feira (7), a Prefeitura Municipal de Cajuru recebeu os kits dos uniformes escolares que comprou para beneficiar os alunos da Rede Municipal de Ensino. Dois caminhões vieram para a entrega e trouxeram em caixas identificadas por escola e série, os uniformes da garotada que é composto por um conjunto de calça e agasalho, duas camisetas e uma bermuda. Nesse kit será acrescentada uma caneca. Os uniformes estão nas unidades escolares e na próxima semana, no retorno às aulas, a secretária da Educação Maria Luiza fará a entrega aos alunos. Segundo o prefeito Dr. Luís Estevão, “a administração fez questão de comprar uniformes de qualidade, bonitos, que certamente agradarão aos alunos e aos pais, que não terão preocupação em comprar roupas para seus filhos irem à escola”. Além disso, a padronização traz outros dois benefícios: a igualdade e a segurança, visto que os estudantes serão identificados com facilidade. Cajuru mais iluminada Prefeitura ilumina dois pontos da cidade Dentro do programa de ampliação da iluminação pública, a Prefeitura Municipal de Cajuru através da CPFL, iluminou dois pontos da cidade. O primeiro foi no início da Rua 28 de setembro, em frente à pracinha construída no ano passado. O local era bem escuro e agora, além de garantir a segurança dos moradores desse trecho, ainda deixou o local charmoso destacando a praça. O segundo foi na Rua Jundiaí, próximo ao Posto de Saúde. Esse local é considerado muito perigoso, pois dá acesso a uma área desabitada. Há anos há solicitação de iluminação nesse trecho para aumentar a segurança dos moradores dessa proximidade. “Constatamos a necessidade de iluminar o local e prontamente atendemos às solicitações dos munícipes, assim estamos garantindo maior conforto e segurança para essas famílias”, explica o prefeito D. Luís Estevão. NEGOCIOS E OPOR TUNID ADES OPORTUNID TUNIDADES VENDE-SE Gol bola, 1995, azul metálico, motor 1.6 ok, suspensão nova, em bom estado. R$ 7.500,00. Tratar: Rua. Santa Rosa de Viterbo, 340, piscina. Tel: 3667-3835 / 99337-0713 c/ Luciano Paulista. VENDE-SE Uno tra, 2009/2010, 4 portas, 40.000 km, completo. Tratar 991215962. Com Gilmar VENDE-SE Moto Yamaha 125, 2008/2009 modelo novo, doc ok. Tratar 992709630. VENDE-SE Carrinho de passeio de criança Emalte, seminovo. Tratar 99270-9630. PROCURA-SE emprego de doméstica com referência. Tratar 99328-0024. OFEREÇO-ME para trabalhar como passadeira ou doméstica. Tratar 99257-3059 .Com Luciene Projeto PAAI retoma as atividades em sua sede na segunda-feira A partir de segundafeira, os alunos do PAAI voltam às atividades no espaço da Igreja Santo Antônio, local sede do projeto. O treinador Muxoxo explica que os alunos devem se apresentar nas atividades e lá serão confirmados os horários dos treinos no estádio “Dr. Guião”. A todos, boa volta às aulas. www.ojornalzao.com.br

[close]

p. 4

Página 4 Edição 739 - 12/07/2014 ACONTECE CID ADE CIDADE Governador Geraldo Alckmin vistoria obras na Rodovia Abrão Assed Prefeito Dr. Luís Estevão e deputados Duarte Nogueira (Federal) e Gasparini (Estadual) participam da comitiva Na manhã de quintafeira (10), o governador Geraldo Alckmin esteve em Cajuru para acompanhar as obras realizadas na Rodovia Abrão Assed (SP333). O prefeito Dr. Luís Estevão e a primeira-dama Dra Ersone receberam o governador e se juntaram à comitiva formada pelos deputados Duarte Nogueira (Federal) e Welson Gasparini (Estadual). No trevo, o governador examinou as planilhas de execução da faixa adicional e acostamento em aproximadamente 20 quilômetros e da duplicação em outros 14 quilômetros, total compreendido entre Cajuru a Serrana. Junto do superintendente e do diretor regional do Departamento de Estradas e Rodagem – DER, Dr. Clodoaldo Pelissione e. Dr. Armando Costa Ferreira, disse que as obras estão dentro do prazo previsto e vão atender às necessidades dos municípios agilizando o trajeto e garantindo maior segurança. Atendendo ao convite do prefeito, o governador foi tomar café da manhã na padaria da Deise, chamando a atenção das pessoas que estavam por perto e que aproveitaram a oportunidade para cumprimentá-lo. Sempre simpático e atencioso, Alckmin conversou com os munícipes e posou para muitas fotos (feitas com celulares). Dr. Luís Estevão disse estar honrado com a presença do governador e dos deputados em nosso município e na despedida os presenteou com uma camiseta da Cruzada Ambiental, grupo que vem se destacando pelas atuações em prol do Meio Ambiente. Outro presente foi uma cesta com pães, roscas e bolos, entregue pela Deise.

[close]

p. 5

Edição 739 - 12/07/2014 Página 5 Horóscopo Áries 21/03 a 20/04 Hoje é dia de inaugurar uma nova agenda, com novas pautas. Lua nova em harmonia com Netuno: período fértil para plantar sementes e intenções com mais inspiração e sensibilidade. A dica é manter-se aberto para ouvir, cultivar compaixão, aprender mais sobre as emoções, incorporar novas visões, não ter medo de mudar e corrigir o que for preciso. Fique atento à sua intuição também. Touro 21/04 a 20/05 Este é um ponto de partida: projetos e ideias estão em plena germinação com a Lua nova. Todas as possibilidades se fazem presentes, aproveite para estipular as novas intenções. Mas Mercúrio continua retrógrado, esteja aberto para revisar e repensar o que for preciso. Sol e Lua se harmonizam com Netuno, enfatizando a importância da imaginação, da arte e da fantasia. É tempo de sonhar! Gêmeos 21/05 a 20/06 Novas metas ganham mais inspiração e criatividade com a chegada da Lua nova, que acontece em harmonia com Netuno. É tempo de promover revisões e renovações em geral, para que tudo funcione melhor. Principalmente em seu visual, pois Vênus segue em seu signo, estimulando seu lado mais sedutor. Novas oportunidades à vista, tanto no amor quanto nas finanças. Câncer 21/06 a 21/07 Início de um novo ciclo. A Lua nova acontece em seu signo, em harmonia com o transcendental Netuno: novas ideias, sonhos, inspirações e também romances estão beneficiados. Seus ânimos e sua sensibilidade se renovam para que possa plantar novas sementes. Aproveite para cultivar mais solidariedade e empatia. Você pode também valorizar os assuntos ligados às artes e à espiritualidade. Leão 22/07 a 22/08 O mundo das emoções, da família e dos relacionamentos afetivos está em destaque com a Lua nova de Câncer. Aproveite para promover ajustes, reformas, aprimoramentos e revisões em casa, já que importantes finalizações continuam em pauta até a data de seu aniversário. Com mais imaginação, inspiração e sensibilidade, boas e novas ideias não vão faltar. Virgem 23/08 a 22/09 Período ideal para compartilhar novos projetos com colaboradores ou equipe de trabalho. A rede de contatos e os projetos coletivos continuam em destaque. A Lua nova acontece em harmonia com Netuno, colocando a solidariedade em evidência. Fique atento aos acontecimentos que surgem e todas as situações que parecem surgir ao acaso, mas na verdade são sinais a indicar o caminho. Libra 23/09 a 22/10 Os assuntos profissionais continuam em evidência. É tempo de se expor e divulgar seu trabalho para o grande público. Vênus segue em Gêmeos: suas habilidades comunicativas podem atrair novas pessoas, elementos e situações. Mas Marte continua em tensão com Urano, continue a evitar a velocidade e o imediatismo. Não há necessidade de tanta pressa, tudo tem o tempo certo para acontecer. Escorpião 23/10 a 21/11 Período ideal para lançar novas sementes. A Lua nova de Câncer marca um ponto de partida, agora é hora de crescer e progredir profissionalmente. Bom período também para fortalecer os laços de afeto com amigos, familiares e pessoas que são importantes para você. Nesta lunação começará a colher os resultados do empenho e das reestruturações que promoveu nos últimos tempos. Sagitário 22/11 a 21/12 Agora você pode iniciar algo novo, estipular novas intenções e tomar iniciativas em prol de seus projetos mais valiosos. Lua nova em Câncer. Júpiter, seu regente, segue exaltado em Câncer também. Bom período para ampliar a família, reformar a casa, promover melhorias no ambiente doméstico. O desafio é equilibrar os compromissos profissionais e familiares em sua agenda. Capricórnio 22/12 a 20/01 Período de sociabilidade, bom para novos projetos em parceria. Criatividade em alta. A Lua nova em harmonia com Netuno indica um período de novas ideias e percepções. Período ideal para abrir seu coração, se colocar no lugar dos outros e compreender suas emoções. Também para cultivar o despertar da Consciência Superior e iniciar projetos que tragam melhorias para um grande número de pessoas. Aquário 21/01 a 19/02 É tempo de encontrar mais prazer em suas tarefas e em sua rotina. Com a Lua nova, você pode romper com velhos padrões e limitações que tem impedido sua energia de fluir. Mas Marte e Urano pedem parcimônia, para que promova mudanças sem a necessidade de conflitos ou rupturas. Vale gastar a energia acumulada com atividades físicas ou qualquer coisa que possa fazer com autonomia. Peixes 20/02 a 20/03 Bom período para novos contatos, novas atividades e novas metas. A Lua nova acontece em harmonia com Netuno, seu regente, indicando a renovação de seus sonhos e inspirações. Sua criatividade e sua disposição estão em alta. É tempo de seguir seu coração, elaborar estratégias, traçar o rumo a seguir. Tudo para que possa transformar seus sonhos em realidade. CONTRATA-SE Consultor (a) de vendas área Cajuru - Santa Rosa de Viterbo - São Simão (19) 99345-4742 Oração a Santa Rita Acender uma vela branca durante 9 dias. Rezar um Pai-Nosso e uma Ave Maria, fazer um pedido necessário, um de negócio e um impossível, rezar todos os dias com a mesma vela branca que foi acessa no 1º dia. Acender a vela, rezar e apagar, assim sucessivamente durante 9 dias. No 9º dia mandar publicar, mesmo não acreditando, seus pedidos serão atendidos. M.L.B www.ojornalzao.com.br

[close]

p. 6

Página 6 Edição 739 - 12/07/2014

[close]

p. 7

Edição 739 - 12/07/2014 Página 7

[close]

p. 8

Página 8 Edição 739 - 12/07/2014

[close]

p. 9

Edição 739 - 12/07/2014 Página 9

[close]

p. 10

Página 10 Edição 739 - 12/07/2014 HOL OCOL UN A HOLOCOL OCOLUN UNA 347. Thomas Hobbes Obedecendo a metodologia de RealeAntiseri (segunda parte, capítulo quarto do volume 4), nos próximos quatro momentos, vamos compartilhar as histórias dos filósofos Hobbes, Locke, Berkeley e Hume. Thomas Hobbes nasceu em Malmesbury (uma cidade ao sul da Inglaterra, a 95 km de Londres, com 6 mil habitantes), em 1588. A mãe deu à luz prematuramente, devido ao terror que lhe causou a notícia da chegada da “Invencível Armada”, de modo que, em sua Autobiografia, brincando, ele afirma que sua mãe , junto com ele, dera à luz como irmão gêmeo o medo. Esta brincadeira, na verdade, parece sugerir um lampejo sobre a psique do filósofo: sua teorização do absolutismo tem raízes sobretudo no terror pelas guerras que ensangüentaram sua época. Hobbes aprendeu o grego e o latim desde cedo, tanto é que antes dos quinze anos traduziu Medéia , de Eurípedes, do grego para o latim, em versos. A sua primeira publicação foi a tradução da Guerra do Peloponeso, de Tucídedes; uma das últimas foi a tradução dos poemas de Homero. Muitos de seus escritos foram redigidos em latim. O próprio Bacon, no fim de sua vida, recorreu à ajuda de Hobbes para traduzir algumas de suas obras para o latim. Ele completou os estudos superiores em Oxford e, a partir de 1608, tornou-se preceptor entre os poderosos Cavendish, condes de Devonshire; fez três viagens pelo continente, tendo conhecido pessoalmente Galileu na Itália, e Mersenne na França, em 1634, ; e viveu em exílio voluntário em Paris, de 1640 a 1651, durante a ditadura de Cromwell, tendo sido preceptor, em 1646, de Carlos Stuart (futuro rei Carlos II). Com a restauração dos Stuart, Hobbes obteve uma pensão do rei Carlos II, podendo, assim, dedicar-se aos estudos. Os últimos anos de sua vida foram tumultuados pelas polêmicas e acusações de ateísmo e de heresia. Ele faleceu aos 91 anos de idade, em dezembro de 1679. Entre suas principais obras estão: De cive (1642), De corpore (1655), De homine (1658), Leviatã (1651 em inglês, 1670 em latim). Concepção filosófica. Hobbes mostrou a necessidade de fundar uma nova ciência do Estado, filosofia civil, distinguindo claramente entre filosofia e religião e Escritura. Essa sua postura é contrária a Aristóteles e à filosofia escolástica e alinhada às influências do método euclidiano, ao racionalismo cartesiano, ao utilitarismo de Bacon e sobretudo à física de Galileu. Para ele, a verdadeira filosofia tem por objetivo os corpos, suas causas e suas propriedades, e tudo que não é corpóreo (Deus, a fé, a revelação, a história) é excluído da filosofia; e a filosofia deve considerar os três tipos de “corpos”: naturais inanimados, naturais animados (como o homem) , artificiais, como o Estado, tratando: a) do corpo em geral; b) do homem; c) e do cidadão. Enfim, filosofia é a ciência por excelência, entendida como ciência das conseqüências, cujos objetivos são os corpos, suas causas e suas propriedades. Também, afirma que a filosofia é da máxima “utilidade”, uma vez que, aplicando as normas científicas à moral e à política, ela poderá evitar as guerras civis e as calamidades e, portanto, poderá garantir a paz. A lógica. Hobbes faz preceder a tratação dos corpos por uma “lógica” que retoma a tradição do nominalismo da filosofia inglesa tardio-escolástica. A lógica elabora as regras do modo correto de pensar. Em um contexto nominalista como o de Hobbes, o interesse volta-se mais para o “nome” do que para o pensamento como tal. Ele afirma: “O nome é um som humano usado por arbítrio do homem para ser sinal com o qual se possa suscitar na mente um pensamento semelhante a um pensamento passado e que, disposto no discurso e proferido a outros, seja para eles sinal daquele pensamento que tenha ou não ocorrido antes na própria pessoa que fala”. Ainda, Hobbes defende o corporeísmo e mecanicismo assim como a teorização do Estado absolutista. A Holosofia tem no PHS (Programa Holosófico de Saúde) o Setor próprio para partilhar informações com a comunidade, e o faz através da Holo-coluna, única e semanalmente, neste jornal. O presente artigo é uma singela apresentação de um dos mais importantes filósofos ingleses do século XVII. Prof. Me. Sebastião Saraiva, Maitreya Médico, holósofo e filósofo Cel. (098) 8282.9888 Site: www.holosofia.com.br EXPEDIENTE - “O JORNALZÃO CAJURU” Empresa: H. T. TRANQUILLI-ME. Contato comercial: Rua Orlando V. Figueiredo, 676 - Fone - 36674497, Diretor Responsável: Homero Tranquilo Tranquilli, tiragem: 3.500 mil exemplares, impressão: Editora Grafisc - São Carlos/SP. distribuição Gratuita e Assinantes. Circulação: Cajuru, Cássia dos Coqueiros e Santa Cruz da Esperança. Colaboradores: Lurdinha, Roberta, Fabiano L.Gomes, Luciano Porfirio.

[close]

p. 11

Edição 739 - 12/07/2014 Página 11 SINAPSE Efeitos adversos da maconha Maconheiro é louco para dizer que maconha não vicia nem faz mal. Vou resumir uma revisão da literatura sobre os efeitos adversos da maconha, publicada no “The New England Journal of Medicine”, por pesquisadores americanos do National Institute on Drug Abuse: 1) Dependência Os inquéritos mostram que 9% dos que experimentam se tornam dependentes. Esse número chega a 1 em cada 6 no caso daqueles que começam a usá-la na adolescência. Entre os que fazem uso diário, 25 a 50% exibem sintomas de dependência. Comparados com os que começaram a fumar na vida adulta, os que o fizeram enquanto adolescentes apresentam 2 a 4 vezes mais sintomas de dependência, quando avaliados dois anos depois de fumar o primeiro baseado. Uma vez instalada a dependência surgem crises de abstinência: irritabilidade, insônia, instabilidade de humor e ansiedade. 2) Alterações cerebrais Da fase pré-natal aos 21 anos de idade o cérebro está em estado de desenvolvimento ativo, guiado pelas experiências. Nesse período fica mais vulnerável aos insultos ambientais e à exposição a drogas como o tetrahidrocanabinol (THC). Adultos que se tornaram usuários na adolescência apresentam menos conexões entre neurônios em áreas específicas do cérebro que controlam funções como aprendizado e memória (hipocampo), atenção e percepção consciente (precúneo), controle inibitório e tomada de decisões (lobo préfrontal), hábitos e rotinas (redes subcorticais). Essas alterações podem explicar as dificuldades de aprendizado e o QI mais baixo dos adultos jovens que fumam desde a adolescência. 3) Porta de entrada Qualquer droga psicoativa pode moldar o cérebro para respostas exacerbadas a outras drogas. Nesse sentido, o THC não é mais nocivo do que o álcool e a nicotina. 4) Transtornos mentais O uso regular aumenta o risco de crises de ansiedade, depressão e psicoses, em pessoas com vulnerabilidade genética. Uso frequente, em doses elevadas, durante mais tempo, modificam o curso da esquizofrenia, e reduzem de 2 a 6 anos o tempo para a ocorrência do primeiro surto. O que os estudos não conseguem estabelecer é a causalidade, isto é, se a maconha provoca esses distúrbios ou se os portadores deles usam a droga para aliviar suas angústias. 5) Performance escolar Na fase de intoxicação aguda o THC interfere com funções cognitivas críticas, efeito que se mantém por alguns dias. O fato de a ação no sistema nervoso central persistir mesmo depois da eliminação do THC, faz supor que o uso continuado, em doses elevadas, provoque deficiências cognitivas duradouras, que afetam a memória e a atenção, funções essenciais para o aprendizado. Essas relações, no entanto, são muito mais complexas do que os estudos sugerem. O uso de maconha é mais frequente em situações sociais que interferem diretamente com a escolaridade: pobreza, desemprego, falta de estímulos culturais, insatisfação com a vida e desinteresse pela escola. 6) Acidentes A exposição ao THC compromete a habilidade de dirigir. Há uma relação direta entre as concentrações de THC na corrente sanguínea e a probabilidade de acidentes no trânsito. 7) Câncer e doenças pulmonares Embora a relação entre maconha e câncer de pulmão não possa ser afastada, o risco é menor do que aquele associado ao fumo. Por outro lado, fumar maconha com regularidade, durante anos, provoca inflamação das vias aéreas, aumenta a resistência à passagem do ar pelos brônquios e diminui a elasticidade do tecido pulmonar, alterações associadas ao enfisema pulmonar. Não há demonstração de que o uso ocasional cause esses malefícios. O uso frequente agride a parede interna das artérias e predispõe ao infarto do miocárdio, derrame cerebral e isquemias transitórias. Nos Estados Unidos, país em que a maioria desses estudos foram realizados, o conteúdo de THC na maconha apreendida aumentou de 3% nos anos 1980, para 12% em 2012. O aumento da concentração do componente ativo dificulta ainda mais a interpretação dos estudos sobre os efeitos do uso prolongado. E sobre os efeitos benéficos da maconha, nenhuma palavra? Lamento desapontá-lo, leitor aflito, mas prometo que será o tema da próxima coluna. O Canivete Bom dia a todos. Esta coluna tem a finalidade de falar bem das pessoas, mostrar as qualidades das pessoas, nunca procurar os defeitos das pessoas. Também muitas vezes fazemos brincadeiras sadias com nossos muitos amigos, que sempre levam na esportiva, sempre levam na brincadeira. Essa semana infelizmente perdemos um grande amigo, que já foi citado muitas vezes nessa coluna em nossas brincadeiras. Perdemos o Ricardo Ré, o popular Buia. Buia é filho do saudoso casal, dona Valdina e seu Bruno Ré, um dos dentistas mais antigos da nossa cidade e tem como irmãos: Tadeu, Cristina, Antonio e minha colega de estudos a Maria José, além dos saudosos, Gema e Fernando. À família Ré, deixamos o nosso apoio e o nosso profundo sentimento pela perda, e ao amigo Buia, agora ao lado do Senhor, fica a nossa saudade e a certeza de que um dia você ainda vai correr atras de mim aí no céu, com seu velho CANIVETE. A Goleada Uai pessoal, que jogo foi esse ??? Brasil X Alemanha, parecia brincadeira. No intervalo já estava cinco a zero para eles. Nesse momento tive que interromper a cerveja e ligar para meus amigos boleiros pois esse jogo me fez lembrar de alguns jogos que fizemos nos anos 70, no grande time do saudoso Carlão Felipozzi. Primeiro liguei para o amigo Paulo Romanini, o popular Xixi, que fazia parte da zaga do nosso time (e que segundo ele nunca deu um gol). Lembrei de um jogo em Guariba, em que a bola não parava um só minuto no nosso ataque. Só nos primeiros quinze minutos de jogo, tinha um centroavante (um negão de dois metros) que já tinha marcado três vezes. Lembrei então que a cada ataque do time do Guariba, o nosso médio volante o Tio Antonho gritava: “E lê vem os homi de novo”. Tio Antonho era muito rápido para jogar, mas lento para falar. Antes de ele terminar de falar, a bola já estava na rede. Que goleada. O duro foi na viagem de volta, ouvir as explicações do Xixi para cada gol, pois como sempre, ele nunca foi culpado... A outra ligação foi para o amigo Marcelo Barbosa, grande centroavante daquele time. Lembramos que nosso time só de moleques, enfrentou o timão da Fazenda Amália na casa deles. A derrota parecia inevitável, mas entrou no vestiário o saudoso treinador Paulo Firmo e foi logo dizendo: “Gente, se tomar o primeiro gol, muita calma. Se tomar o segundo, sem desespero. Tomando o terceiro gol, vamos por a casa em ordem...” Nesse momento inocentemente eu perguntei: “O seu Paulo, e se tomar o quarto gol ? Gritando ele respondeu: “Bom, daí virou goleada... “ E foi o que aconteceu... Será que o Felipão usou essa mesma preleção ???? Com certeza.... Entrevistas Na última Quinta-Feira estiveram em Cajuru algumas autoridades do nosso Estado, entre eles o Governador Geraldo Alckmin, os Deputados Duarte Nogueira e Morandini, além do Prefeito de Cajuru Dr Luis Estevão. encontro foi na padaria Santa Rita, ou padaria da Deise como é conhecida. Também estive lá e pude entrevistar essas autoridades. Tudo isso vai ao ar no programa de rádio Fala Eugenio, hoje as 10;00 h da manhã. Sintonizem a Cajuru FM e participem pelo telefone 3667-0325. Parabéns Hoje a garota Livia, filha do Luciano e da Márcia (que trabalha na Comercial Geninho) completa 15 anos de idade. Que Deus abençoe e proteja você Livia e saúde e felicidades sempre. E a comida famosa feita pela sua avó, dona Fátima (esposa do seu Toninho), com certeza vai fazer muito sucesso. Parabéns. Bom final de semana a todos e fiquem com deus Apôio: Saúde Mental - AMBULATÓRIO “dona Fifia” – fone 16-3667 9962 www.ojornalzao.com.br

[close]

p. 12

Página 12 Edição 739 - 12/07/2014

[close]

p. 13

Edição 739 - 12/07/2014 Página 13 ACONTECE CID ADE CIDADE Operação reintegra à Prefeitura área ocupada por posseiros No domingo (06), a Guarda Municipal recebeu uma denúncia sobre uma invasão em área da Prefeitura, no bairro Baldine. Indo ao local verificou que o terreno estava marcado, subdividido por posseiros. Na manhã seguinte, junto aos fiscais municipais e com respaldo da Polícia Militar, os GMs voltaram ao local e retiraram as cercas, reintegrando a posse do terreno ao Governo Municipal. Segundo o comandante da Guarda Municipal, Carlos Rafael, na hora da reintegração não havia posseiro e a operação foi tranquila. “Após derrubarmos as cercas, um caminhão da Prefeitura recolheu todo entulho deixando a área limpa novamente”. Conforme departamento de fiscalização municipal esta área é destinada à construção de praça. Confraternização dos adolescentes do Ação Jovem marca o sucesso das atividades desenvolvidas no 1º semestre de 2014 A Secretaria de Assistência Social esteve em festa na terça-feira, dia 08, na confraternização dos adolescentes do Programa Ação Jovem, nas dependências do Espaço Cultural Corujão, no período da tarde, sendo marcada pela efetiva participação dos adolescentes, mostrando que um dos principais objetivos do Programa está sendo alcançado: o protagonismo juvenil. Pontuamos que o Programa Ação Jovem é coordenado pela Secretaria de Assistência Social, sendo executado em parceria com o Departamento de Cultura que cede o espaço (Corujão) para desenvolvimento das atividades nos cinco grupos ( um no período da manhã e quatro no período da tarde), que se somando aos da Zona Rural, somando 186 adolescentes participantes das atividades nos seus contra- turnos escolares, . Para execução do projeto contamos com uma equipe composta pelas oficineiras Luciana, Célia e Isabela, que com toda docilidade e comprometimento que lhes são peculiares, realizam as atividades no cotidiano de trabalho socioeducativo e artesanal; pela coordenadora responsável pelos adolescentes do território do CRAS a Pedagoga Eliana e pela coordenadora responsável pelos demais territórios do município a Assistente Social Cristiani, que fazem o seu melhor para que as ações sejam sempre de caráter qualitativo e que venham de encontro com as necessidades dos adolescentes. “Penso ser de extrema relevância as ações desenvolvidas pelo Programa Ação Jovem, pois através delas, os adolescentes podem abrir novos horizontes em suas vidas, construir projetos de futuro, sendo conforme nos orienta os eixos que perpas- sam as ações realizadas, sujeitos de suas próprias histórias” afirma o Secretaria de Assistência Social Adilson Simeão da Silva. Estiveram presentes na tarde de Confraternização, a Assistente Social Giseli, Valéria que apóia as Oficinas e as funcionárias Lucilene e Adriana que contribuíram em muito para que nosso encontro acontecesse e toda equipe. Por fim, servimos um farto e delicioso lanche, carinhosamente preparado pela equipe da Secretaria de Assistência Social, da Prefeitura Municipal de Cajuru.

[close]

p. 14

Página 14 Edição 739 - 12/07/2014

[close]

p. 15

Edição 739 - 12/07/2014 Página 15

[close]

Comments

no comments yet