Jornal CristoRei.ComVocê Ano 3 Nº 28 - Julho/2014

 

Embed or link this publication

Description

O Amor não tem limites

Popular Pages


p. 1

cristorei.comvocê Ano III - nº 28 - Julho 2014 www.cristoreisp.org.br Paróquia cristo rei Arquidiocese de São Paulo O amor não tem limites

[close]

p. 2

EDITORIAL Política = caridade Mesmo vivenciando os últimos dias da Copa do Mundo, não podemos perder de vista o que virá pela frente. Estamos em ano eleitoral. Eleições à vista! E nós, desde já, como nos posicionamos diante do atual quadro político eleitoral? É verdade que se difundiu um sentimento de descon ança em tudo o que se refere à política. Há quem não acredita mais que o seu voto possa resolver alguma coisa. No entanto, como Igreja é importante rea rmarmos que há esperança. Como discípulos de Jesus somos chamados a ser “sal da terra e luz do mundo”. Quem vive através de uma fé autêntica – que nunca se acomoda ou é individualista – carrega em si um desejo de mudar o mundo, transmitir valores, deixar a terra um pouco melhor depois da nossa passagem por ela. Você não tem esse desejo de mudança? Então mãos à obra, pois agora é a hora! É necessário desenvolver uma clara consciência da importância da nossa participação, não só na escolha dos nossos representantes como também no acompanhamento dos seus mandatos. Se hoje associamos política com corrupção, é porque também nós nos omitimos nesse cenário. As frequentes notícias de corrupção, especialmente no mundo político, não podem nos desanimar. Ao contrário, devem nos estimular, a partir da luz da fé, a buscar o m de tais fatos. Existem três formas de caridade: a assistencial, a promocional e a transformadora. A ação política se enquadra dentro da terceira. É a ação que gera mudanças. A autêntica ação política visa ao bem comum da sociedade, por isso cabe a todos e, em especial, às pessoas de fé, conhecer e participar do processo político contribuindo para uma sociedade justa, fraterna e solidária. Que tal começarmos a escrever uma nova história política no nosso país? Vamos mudar essa realidade juntos? Pense nisso.....e participe! Padre Marcelo M. Quadro 2 ABC da Fé Crianças descobrem as visitas missionárias Grupo de catequisandos visitou idosos da Casa Divina Providência As crianças da nossa catequese estão experimentando novas formas do amor de Deus. Além de ouvirem os ensinamentos dentro da Igreja, as crianças agora vão vivenciá-lo com mais intensidade com as visitas missionárias. A primeira ação aconteceu no dia 7 de junho, quando um grupo de catequisandos visitou os idosos da Casa da Divina Providência, na Vila Carrão. “Foi uma experiência incrível para as crianças e para os idosos. No mundo de hoje, muita gente quer falar e pouca gente tem ouvidos. E nós mostramos isso para as crianças. Elas conversaram e ouviram aqueles idosos com carinho e atenção. Todo mundo gostou. As crianças adoraram e o idosos já pediram para que a gente volte”, diz Lúcia Cardoso, uma das catequistas responsável pelo projeto. A visita, que teve a participação das famílias de alguns dos catequisandos, durou cerca de duas horas. Nesse período, as crianças puderam perceber a importância de deixar o outro falar, o quanto é necessário dar atenção a quem precisa. “O idoso é o oposto da criança. Estando perto de alguém tão diferente, te faz pensar mais em Deus. Em agosto nós vamos voltar com os coroinhas e a perseverança ”, diz Lúcia. Expediente: Informativo da Paróquia Cristo Rei – Julho/2014 Rua Maria Eugênia, 104 – Tatuapé/São Paulo. Telefone (11) 2295-1685 Textos e Fotos: Pastoral da Comunicação

[close]

p. 3

Papa Francisco e a dimensão social da Evangelização É o título do capítulo IV da Exortação Apostólica "Alegria do Evangelho" do Papa Francisco (parágrafos 176 a 258). Eis o início: "Evangelizar é tornar o Reino de Deus presente no mundo". Lembrando Paulo VI, para que não ocorra empobrecimento ou mutilação do signi cado de Evangelizar com de nições parciais e fragmentadas, o pontí ce partilha as preocupações relacionadas com a dimensão social da Evangelização. Recorda que no anúncio do Senhor, coração do Evangelho, aparece a vida comunitária e o compromisso com os outros. O Papa diz: "Confessar um Pai que ama in nitamente cada ser humano implica descobrir que assim lhe confere uma diginidade in nita". Confessar que o Filho de Deus assumiu a nossa carne humana signi ca que cada pessoa humana foi elevada até o próprio coração de Deus. Confessar que Jesus deu o sangue por nós nos impede de ter qualquer dúvida acerca do amor sem limites que enobrece todo ser humano. "A sua redenção tem um sentido social, porque "Deus em Cristo não redime somente a pessoa individual, mas também as relações sociais entre os homens". Confessar que o Espírito Santo atua em todos implica reconhecer que Ele procura permear toda a situação humana e todos os vínculos sociais: o Espírito Santo possui uma inventiva in nita, própria da mente divina, que sabe prover a desfazer os nós das vicissitudes humanas mais Economia solidária deve se preocupar com os mais pobres e frágeis complexas e impenetráveis." A Evangelização procura colaborar também com essa ação libertadora do Espírito. O próprio mistério da Trindade nos recorda de que somos criados à imagem dessa comunhão divina, pelo que não podemos realizar-nos nem salvar-nos sozinhos. (178)". Não há como desconectar Evangelização e promoção humana. "A proposta é o Reino de Deus, trata-se de amar a Deus que reina no mundo". Assim, a "solidariedade é a reação espontânea de quem reconhece a função social da propriedade e o destino universal dos bens como realidades anteriores à propriedade privada." 189 Para tanto o Papa nos lembra que é fundamental a delidade ao Evangelho, a Jesus. Lembra o lugar privilegiado dos pobres no Reino de Deus. Convoca a criarmos uma economia solidária que considera a importancia do bem comum e da partilha, que cuida dos mais frágeis na sociedade ou violentados pelo preconceito. Convida a olharmos a criação como dom e a cuidar do meio ambiente. Insiste no diáologo da fé com a razão e as ciências, bem como no diálogo Ecumênico (entre cristãos) e o inter-religioso num contexto de liberdade religiosa. Em tudo amável, respeitosa, complementar para a edi cação da paz social. Texto: Padre Kiyoharu Ojima 3

[close]

p. 4

Novos sabores e culturas na Festa das Nações da Cristo Rei A alegria da Copa do Mundo, a confraternização dos povos e a partilha de ideias e culturas completamente diferentes vão chegar também a nossa comunidade. Em agosto, nossa paróquia vai promover a primeira Festa das Nações Cristo Rei. As pastorais da comunidade vão se dividir e promover barracas com comidas típicas de oito países. Além de provar novos sabores, os paroquianos também vão acompanhar apresentações culturais de cada país. Então, se você gosta de experimentar coisas novas e descobrir novas sensações, anote na sua agenda e não perca a nossa festa das Nações, que acontece no dia 16 de agosto, das 19h às 24h. Convide seus familiares e amigos e venha se divertir com a gente. No próximo dia 23, às 20h, haverá reunião com todas as equipes envolvidas na organização da festa. Haverá comidas típicas de oito países, além de apresentações culturais SOLIDARIEDADE COLABORE COM AS FAMÍLIAS CARENTES DO BAIRRO DOANDO, TODO TERCEIRO DOMINGO DO MÊS, ALIMENTOS PARA O GRUPO DE VICENTINOS. 4 Contabilidade e Assuntos Fiscais por Processamento de Dados ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE LTDA. TELEFAX: 2294-4527 / 2296-4658 / 2296-0939 Rua Jacirendi, 391 - Cep-03080-000 - Tatuapé - SP

[close]

p. 5

GENTE NOSSA Solidariedade: ganha mais quem doa do que quem recebe Dia após dia nos deparamos com muitas histórias de pessoas que estão passando por alguma di culdade, o que acaba despertando em nós a vontade de fazer algo, sair da inércia e praticar a boa e velha solidariedade. Esse é o caso de José Luis Lopez Veiga, que há quatro anos organiza campanhas no condomínio onde mora no Tatuapé. Síndico do prédio, ele aproveitou esse contato direto com os moradores para transformar em ação concreta a vontade que tinha de ajudar ao próximo e hoje organiza de três a quatro campanhas por ano em prol de atender asilos. As ações rendem fraldas geriátricas, alimentos não perecíveis, materiais de higiene pessoal e de limpeza, entre outros. O local para doação e o tipo de campanha são de nidos em conjunto com os moradores e divulgados no mural dos elevadores. As arrecadações são realizadas em um período determinado e armazenadas no prédio até a nalização da campanha. Em seguida, os moradores se organizam para fazer as entregas, geralmente utilizando seus próprios veículos, ou quando o volume é grande as instituições retiram. Por entender que a credibilidade é o mais importante das ações que organiza, José Luis faz questão de divulgar o volume dos itens arrecadados, bem como fotos do dia da entrega. "Quero que todos saibam o destino das doações que zeram e, principalmente, as José Luis organiza campanhas de doação no prédio onde mora pessoas que ajudaram", ressalta. E completa: "O mais grati cante é ver o olhar de agradecimento, as palavras de carinho que recebemos dos idosos. Saber que mais do que a ajuda material, levamos conforto e atenção para aquelas pessoas. A nal ganha mais quem doa do que quem recebe". Anuncie no Informativo da Paróquia Cristo Rei 99869-9318 (Caetano) Tamanho padrão R$ 125 5

[close]

p. 6

DIZIMISTAS Palavra dos Fiéis Maria Luiza Olgas Piernas, 15 anos “Frequento a igreja desde que nasci e quando tinha sete anos comecei a participar como coroinha. O que eu mais gosto na paróquia são as pessoas e a habilidade que elas têm de acolher os novos éis. Como eu me sinto muito bem-vinda aqui, isso me motiva a continuar vindo e ajudar no que for preciso.” 1 1 1 1 2 2 2 2 3 3 4 5 5 7 8 8 8 9 9 10 11 11 12 14 15 15 15 17 18 19 20 20 21 21 21 23 24 26 28 31 31 Aniversariantes de Julho ERIKA NEGRÃO FRANCISCA MARIANA DA SILVA MORBOSI CELINA MAURICIO GUICHO MARIA VANIA CESAR SALES ROSA DE ANGELO SOUZA MARIA VIEIRA ROSA MARIA DO SOCORRO SANTOS DE FREITAS MARCOSRAGAZZI JESUINA ANTERO HELIO DE MEDEIROS VALE MARCIA REGINA D. S. GONÇALVEZ ALESSANDRO R. G. DA SILVA CICERA HOLANDA PEDROSA FRANCISCA ECIENE LOPES DE CARVALHO VILMA BARZZANI EMILIA CARLOS PANTOJA SARA APARECIDA CAMPOS SILVIA REGINA MARCON MEIRE CHRISTINA MONTEIRO ANTÔNIO ALVES DA SILVA DULCE GAZZA CEZAR ZAIA VITÓRIA RINALDI DA COSTA MARIA AUGUSTA QUEIROZ TATIANA OLIVEIRA DA SILVA YOLANDA S. BARBAN KARINA DE OLIVEIRA XAVIER DE MIRANDA MARIA JOSÉ OLIVEIRA ROSA KLAUMAM HELLENA DE CAMPOS MALACHEIAS MARIA BENIR GOBO SILVIA LUCIA PERGLIESE GRAZIELA BATISTA DE OLIVEIRA DÉBORA MARIA FONSECA P. DOS SANTOS VAGNER URIOS DERCY DA SILVA TEREZINHA CHRISTINA CAMILLO ZUANETTI VANESSA ZANINI CARMELITA MARIA RIBEIRO LOURDES CORREIA DE PONTES EDSON CANDIDO DE OLIVEIRA Robson Fernandes, 37 anos “Frequento a Cristo Rei desde criança com meus pais. Já participei de diferentes grupos na comunidade, e acho que o que me faz continuar vindo para cá é a sensação de pertencer a um lugar. Por mais que já tenha conhecido e visitado outras paróquias, aqui eu tenho sempre a sensação de estar vindo a um lugar que faz parte da minha vida”. CLÍNICA SANTA VIRGÍNIA RUA: SANTA VIRGÍNIA, 68 - TATUAPÉ SÃO PAULO - CEP: 03084-000 AGORA TAMBÉM TEMOS LOCAÇÃO TODAS AS ESPECIALIDADES! TELEFONES: 2097-0079 / 2097-0089 6

[close]

p. 7

Jovens, fé e religião: tudo a ver! Mais do que um texto, esse é um convite aos jovens da Cristo Rei a integrarem a Pastoral da Juventude. Uma maneira de conhecer um pouco sobre a Igreja Católica, a palavra de Deus, e também alguns testemunhos que mostram que é legal participar da vida dentro da paróquia sem abrir mão das coisas da juventude. "O jovem é a esperança de um mundo melhor em todos os sentidos e não seria diferente na religião. Através de novos olhares é que podemos dar um sentido diferente a nossa fé e renová-la sempre", destaca padre Marcelo. Hoje há muitas maneiras de difundir pensamentos, conhecimentos e por que também não a religião? Por isso ca um convite para que os jovens se organizem, assim como fazem nas redes sociais e participem da nossa comunidade. Mais informações com os coordenadores Vanessa e Lucas, da Pastoral da Juventude. O jovem é a esperança de um mundo melhor em todos os sentidos Atendendo Pessoas de Bom Gosto o Rua Tuiuti, no n 1.164 03081-015 Rua Tuiuti, 1.164-- CEP: Tatuapé - SP Tatuapé - www.camalchaim.com São Paulo - SP visite nosso site: 7 2097-2615

[close]

p. 8

PARÓQUIA EM AÇÃO Acordos processuais garantem verba a entidades filantrópicas Há cerca de um ano, o Instituto Pró+Vida São Sebastião, na Vila Santa Isabel, não sabe o que é se preocupar com recursos para quitar despesas essenciais para o seu funcionamento. Isso porque a tradicional entidade, fundada há 28 anos e que atualmente atende 30 idosos, passou a receber mensalmente da 1ª Vara Criminal do Fórum Regional do Tatuapé uma quantia que garante o pagamento das contas de água e de luz, entre outras tarifas. O dinheiro, que em alguns meses ultrapassa R$ 5 mil, é proveniente de penas alternativas de prestação pecuniária ou transação penal aplicadas em procedimentos que apuram crimes de menor potencial ofensivo. Para receber o valor, a entidade lantrópica tem de estar devidamente cadastrada junto ao Poder Judiciário. “Gastamos aproximadamente R$ 2 mil de água por mês. Por isso, é bom saber que temos esse dinheiro garantido para quitar essa e outras contas”, observa Nanci Paulino Bernardo, gestora do Instituto Pró+Vida há dez anos. O recurso é repassado pelo Fórum às entidades há muito tempo. No entanto, a quantia recolhida com as penas alternativas bene ciava apenas uma das instituições cadastradas a cada mês, o que criava certo desequilíbrio na distribuição dos valores. “Há mais ou menos um ano, o procedimento mudou e o dinheiro arrecadado com as penas é dividido todo mês de maneira igualitária para as entidades da região”, completa Nanci. Obra de arte – Um lindo tapete, confeccionado por todos os grupos e pastorais da igreja, marcou a solenidade de Corpus Christi no dia 19 de junho. Uma verdadeira obra de arte, o adereço se estendeu da entrada da paróquia até o altar e pode ser admirado por todos os éis que compareceram à celebração. “Essa iniciativa, além de ser uma expressão de carinho com a Santíssima Eucaristia, também simbolizou a unidade na diversidade vivida entre nós”, de niu o padre Marcelo, acrescentando: “Onde existe comunhão, tudo se torna mais bonito”. Instituição foi criada há 28 anos e atende atualmente 30 idosos HORÁRIO DAS MISSAS DOMINICAIS 7H, 8H30, 10H30 E 19H ATENÇÃO FIÉIS

[close]

Comments

no comments yet