A Senda - Julho de 2014 - FEEES

 

Embed or link this publication

Description

A Senda - Julho de 2014 - FEEES

Popular Pages


p. 1

A Senda federação espírita do estado do espírito santo ANO 92 No 157 JULHO 2014 Comemoração do Dia Estadual da Confraternização Espírita: Encontro Integrado da Região Centro em 3 de agosto - página 6 foto: pt-br.facebook.com CONFRATERNIZAÇÃO ESPÍRITA ESTADUAL O Encontro Integrado reunirá trabalhadores do 3o, 6o, 7o e 11o CREs no IFES (Campus Vitória) em torno do tema Andragogia. MOSTRARTE - a arte espírita encanta e ensina páginas 6 Seminário Espiritismo e Cidadania foi realizado pela FEEES página 8 Em julho: Jornadas Espíritas - o 7o e 12o CREs convidam para importantes reflexões página 6 Encontro Integrado/Norte - Participação efetiva das casas espíritas da região página 4 página 6 Núcleo de Estudo e Pesquisa do Evangelho na FEEES -

[close]

p. 2

Editorial EXPEDIENTE A SENDA Espiritismo sempre Os últimos anos, em todo o mundo, têm sido marcados de maneira mais intensa por desesperanças e lágrimas de multidões – a reação da Natureza pelo desapreço à sua milenar generosidade; o desmonte de estruturas econômico-financeiras, até então tidas por inabaláveis, construídas pela ganância incontida de muitos e embalada pela maioria; a violência, muitas vezes sem rosto, que flagela o lar, a sociedade e as nações; o sistemático distanciamento de Deus, apesar dos louvores e manifestações de fé que explodem por todo canto da Terra, mas, não raras vezes, sem conteúdo e motivações sinceras, como se o Senhor atendesse melhor a quem, em gestos medidos e alta voz, lembrasse-lhe o nome e seus ensinamentos. Estudiosos e lideranças acadêmicas e sociais levantam hipóteses sob a moldura da verdade, estimulando a extremos o egocentrismo, colocando nossa felicidade e nossos desejos num pedestal e esquecendo de pensar nos outros 1, desafiando os valores corajosamente construídos ao longo dos séculos e que servem – porque assim deve ser – de pilares indispensáveis à manutenção da hierarquia saudável e necessária na trama das relações humanas. Nesse passo, ao lado de tantas expressões de fé, a Doutrina Espírita transita com lucidez e forte conteúdo amoroso no agitado ambiente do século XXI realçando, pela fé raciocinada que propõe, visão mais ajustada da própria criatura, do outro e de Deus. Por conta disso, os problemas se mostram não como descaso ou castigo divino, mas, acima de tudo, como recurso pedagógico da Vida que, justa e misericordiosa – porque a expressão da própria Divindade – atende às necessidades pessoais ou coletivas no campo da renovação inadiável com vistas ao futuro feliz. Aqui, vale lembrar apontamento evangélico no qual Jesus, de forma poética e de profundo senso educativo, ensina: “Pedi e dar-se-vos-á, buscai e achareis, batei e abrir-se-vos-á, porquanto aquele que pede recebe, o que busca acha e a quem bate a porta se abre”. A mensagem, como sempre, atualíssima e cheia de lições valiosas. O Mestre leciona – “Pedi e dar-sevos-á [...] buscai e achareis...” – mas não diz o quê. Essa responsabilidade é de cada um. É impositivo que marca a existência humana no campo das próprias realizações. Imersos na lei de ação e reação, tudo o que idealizamos e criamos, ainda que no ambiente mental e emocional, oferecerá resposta imediata ou mais além, rápida ou de longo curso, que felicita ou desagrada o seu emissor. Da mesma forma, quando diz – “batei e a porta abrir-se-vos-á” – não sugere nenhuma, deixando a escolha para cada qual. O ensinamento, de novo, é claro: estabelece o fundamento da Lei – movimente suas possibilidades, ainda que de forma inarticulada, e os resultados surgirão como resposta natural da lei de causa e efeito e com as responsabilidades que lhe são consequentes. Não é sem razão que estudos animadores ofertam esperanças para um mundo melhor. Entre outros, pesquisadores da Universidade Autônoma de Madri, na Espanha, e da Universidade de Montreal, no Canadá, por exemplo, encontram evidências (ainda bem, dizemos nós) de que o altruísmo e a boa convivência podem ter um impacto positivo em nossas vidas. Os espíritas – e principalmente as lideranças espíritas – não podemos desconsiderar os ensinos que acolhemos por roteiro de vida, pessoal e comunitária, sob pena de angustiosos problemas de consciência amanhã. “De posse dela [Doutrina Espírita], qualquer de nós está habilitado a acertar, regenerar, construir, melhorar e aperfeiçoar com o bem, onde, como e quando quiser”, é o que orienta Emmanuel, no livreto No Portal da Luz, pelas abençoadas mãos do sempre querido Francisco Cândido Xavier. Esse tempo de profundas transformações abre espaços largos e oportunidades de sobra para nos movimentarmos, em nível pessoal ou coletivo, na difusão e vivência do Pensamento Espírita que, como considera Allan Kardec, “... [o Espiritismo] é, acima de tudo, uma questão de princípios; é forte sobretudo por suas consequências morais; ele se faz aceito não porque fira os olhos, mas porque toca o coração” 2. Deixar para amanhã, pode ser tarde demais. 1. Empatia, de Roman Krznaric, recém-lançado no Reino Unido. 2. Viagem Espírita em 1862. Ed. FEB.2005 DIRETORIA DA FEEES PARA O TRIÊNIO 2013/2016 Presidente Dalva Silva Souza Vice-Presidente de Administração Valmir Gomes do Nascimento Vice-Presidente de Doutrina Maria Lúcia Resende Dias Faria Vice-Presidente de Unificação Rose Mary de Souza Thiengo Vice-Presidente de Educação Luciana Teles de Moura Conselho Fiscal: Maria de Lourdes Neves Geraldo Teixeira da Costa Eliomar Borgo Cypriano Suplentes Roberto José Damaceno José Guido Nascimento Filho DEPARTAMENTOS Comunicação Social Rodrigo Salatiel Brasileiro Orientação Mediúnica Cristina Soneghet Simon Atendimento Espiritual Eliana Schmidt Castelani Estudo Sistematizado José Ricardo do Canto Lírio Infância e Juventude Edmar Reis Thiengo Assistência e Promoção Social Solange de Oliveira Nascimento ÓRGÃO INFORMATIVO DA FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESPÍRITO SANTO C.N.P.J. 28.150.936/0001-18 Insc. Estadual 081.162.73.1 Rua Álvaro Sarlo, 35 - Ilha de Santa Maria Vitória/ES - CEP 29051-100 Tel: (27) 3222-2117 / 3222-7551 Fax: (27) 3222-6509 e-mail: feees@feees.org.br www.feees.org.br Projeto Gráfico Studio Rodrigo Resende Edição Renata Guizzardi Diagramação JMBCoutinho Revisão Dalva Silva Souza Impressão Gráfica Comercial - 27 3722-0566 - Colatina-ES www.graficacomercial.art.br 2

[close]

p. 3

Julho 2014 Reflexão Raphael Vivacqua Carneiro * Bem-aventurados os que têm fechados os olhos Em tempos de Copa do Mundo, futebol é o que mobiliza os corações em todo o planeta. A mídia internacional esquadrinha cada palmo do país-sede do evento, ávida por revelar todas as nossas facetas. The New York Times, o prestigioso jornal norte-americano, deu destaque a um time pouco conhecido da maioria dos brasileiros: Urece Esporte e Cultura. Esses atletas do Rio de Janeiro desafiam todas as adversidades ao tomar parte e vivenciar a paixão nacional: eles jogam futebol de cegos. Usando uma venda nos olhos, para que não pairem dúvidas sobre a sua deficiência visual, conquistaram o campeonato regional este ano e tiveram dois jogadores convocados para a seleção brasileira paralímpica. Jogam com tal desenvoltura e habilidade, que provocam gracejos: “Esses caras enxergam!” Um dos craques da Urece e da seleção é Liwiston Costa, o Didiu. Aos oito anos, ele caminhava para a escola, quando foi atropelado por uma moto. Esse acidente lhe custou a visão. Começou a jogar futebol de cegos aos 13 anos e hoje sonha ser campeão na Paralimpíada do Rio de Janeiro em 2016. Para isso, treina forte de manhã e de tarde. “No treino, é hora de errar, é hora de acertar, é hora de se esforçar, de cair, de levantar; a competição é só o espelho do que você faz no treino”, filosofa. Outro destaque do time é Eduardo Júnior, o Dudu. Ele teve sífilis congênita, transmitida por seus pais, o que lhe causou cegueira de nascença. “Deus me fez assim e eu vou querer ser assim pra sempre, para o resto de minha vida”, afirma com serenidade e resignação. Sobre as dificuldades de acessibilidade, ele sorri, dizendo: “A gente se ajuda; é um cego guiando o outro”. A Urece é uma associação criada, dirigida e dedicada a pessoas com deficiência visual. Atua na inclusão social e no crescimento pessoal dos cegos, por meio de aulas, treinamentos esportivos, oficinas e projetos especiais. Um dos fundadores é Marcos Lima, jornalista formado na UFRJ, cego desde os cinco anos de idade, por glaucoma. É autor do blog semanal “Histórias de Cego”, onde narra, com boas doses de humor, as suas aventuras cotidianas, no intuito de aproximar o público comum e diminuir o preconceito com os deficientes. Um dos episódios que conta: certa vez ele andava de madrugada numa região deserta e perigosa da cidade, quando se aproximaram duas pessoas e lhe ofereceram ajuda para atravessar a rua. A certa altura, um deles diz: “Sabe quem tá te guiando? Dois ladrão”. Ele responde: ”Estou me sentindo bem protegido, então!” Em outro episódio, ele conta que um grande número de cegos descia do ônibus diariamente em frente ao Instituto Benjamim Constant, uma escola para deficientes visuais. Ele, não, porque cursava a UFRJ e tinha de descer um ponto antes. Os passageiros julgavam-no equivocado e ficavam indignados com o motorista do ônibus: “Por que você deixou o ceguinho descer no ponto errado? Vai atrás dele!” Todos nós nascemos com algumas limitações, sejam pequenas ou grandes, que fazem parte da conjuntura das nossas provas ou expiações planejadas antes de cada reencarnação. Podem ser limitações de ordem intelectual, cultural, socioeconômica ou física. Nesta última categoria, encontram-se, por exemplo, os casos de doenças congênitas ou acidentes que acarretam perda da visão ou da locomotividade. A Doutrina Espírita ensina que a escolha das provas pelas quais temos de passar em nossas existências terrenas é feita por cada um de nós que tenha o devido discernimento. As provas e todas as limitações inerentes são escolhidas visando ao maior benefício possível para o espírito que reencarna, ou seja, aquilo que o leve a progredir mais depressa. Por isso, Jesus utilizava uma figura de linguagem enérgica: “Se o teu olho for motivo de escândalo, arranca-o”, cujo significado à luz do Espiritismo é arrancar do coração todo sentimento impuro e toda tendência viciosa que possa levar à queda. Para o homem, mais vale ficar privado da vista, do que lhe servirem os seus olhos para conceber maus pensamentos. O Espírito Jean-Marie Baptiste Vianney, pároco de Ars, assim consola os que passam pela provação da cegueira: Bem-aventurados os que têm fechados os olhos. “Os olhos não lhes serão causa de escândalo e de queda; podem viver inteiramente da vida das almas; podem ver mais do que vós que tendes límpida a visão! Confiem no bom Deus, que fez a ventura e permite a tristeza”. A resignação é uma grande virtude, a qual não deve ser confundida com comodismo ou inação. O exemplo e a lição que os irmãos da Urece nos trazem é o da resignação aliada ao esforço para aliviar as aflições e tornar o mundo melhor. * Raphael Vivacqua Carneiro é engenheiro e mestre em informática. É trabalhador da Comunidade Espírita Esperança e um dos fundadores do Espiritismo.net. (27) 3204-7474 www.logoslivraria.com.br 3

[close]

p. 4

A SENDA Encontro Integrado/Norte - Grande participação das casas espíritas da região O evento aconteceu no dia 1o de junho, em São Mateus, contando com expressiva participação dos trabalhadores da região. Mais de 100 pessoas compareceram para um dia inteiro de trabalho sobre o tema geral - ANDRAGOGIA. A ação dos quatro Conselhos Regionais (1o, 2o, 8o e 9o) foi decisiva para o sucesso do encontro. Destacou-se o carinho dos trabalhadores do 1o CRE, tendo à frente o coordenador da Comissão Executiva, Marcos Venícios Piedade, e da Diretoria do Centro Espírita Antônio de Pádua, capitaneada por Fábio Ribeiro Pires, que não mediram esforços para garantir o apoio necessário à realização do evento, preparando os ambientes e oferecendo gostosos lanches nos intervalos. A equipe Feees contou com a colaboração dedicada dos vice-presidentes de Doutrina, Unificação e Educação, dos diretores do Dij, Desde, Dae e Decom, além de outros colaboradores, como Graça Cipriano, Eliomar Borgo, Sandro Brasileiro e jovens do grupo Ânima de Teatro Espírita. Os temas foram trabalhados com dinamismo e ampla participação. Parabéns a todos pela realização! fotos: divulgação feees Música suave preparou o ambiente Os participantes estiveram sempre atentos às palestras, no detalhe, grupo de trabalho buscando soluções Jovens do Grupo Ânima representam situações de um grupo de estudo Jovens do 3o CRE participam da 1a GINCAU Como forma de integrar as mocidades espíritas do 3o Conselho Regional Espírita (Vitória), foi realizada uma gincana com lual - GINCAU - na Praia de Camburi, no dia 25 de maio. O evento foi marcado pela integração, sendo desenvolvidas atividades lúdico-reflexivas, com base na Doutrina Espírita. Estiveram presentes, aproximadamente, 100 pessoas, dentre jovens, coordenadores e dirigentes de casas espíritas do 3o CRE (Comunidade Espírita Esperança, Comunidade Espírita Jardim da Penha, Fraternidade Espírita Jardim Camburi, Sociedade de Estudos Espíritas Irmão Tomé, Grupo Espírita João Evangelista e Sociedade Praiana de Estudos Espíritas) Outras atividades de integração estão sendo pensadas, para agregar mais casas, trabalhadores e jovens. Aguardem as próximas atividades, pois 2014 promete! fotos: divulgação feees 4 Momentos inesquecíveis na Praia de Camburi

[close]

p. 5

Julho 2014 Notícias Centro Espírita Vicente de Paulo - 60 Anos de Trabalho O Centro Espírita Vicente de Paulo (Colatina) comemorou seus 60 anos de atividade com palestra de José Carlos Fiorido, assessor de Assuntos Interreligiosos da Feees, no dia 8 de junho. O tema da palestra abordou a importante questão da assistência à população carcerária. Fiorido compartilhou as experiências do trabalho do Grupo Idalinda Aguiar que, há quase dez anos, vem realizando essa ação na região metropolitana de Vitória. Na agenda do movimento espírita da região, consta a intenção de instalar esse núcleo de visita socioeducativa ao presídio local. Parabéns aos trabalhadores do Vicente de Paulo pelo aniversário da instituição e pela forma como o comemorou com incentivo a ações tão importantes de caridade moral e material. Jovens das Casas Espíritas do 12o CRE participam de caminhada ecológica fotos: divulgação feees Turma animada participou do passeio O frio não tirou o ânimo dos participantes No dia 31 de maio, aconteceu o 1o Movimento ecológico do 12o CRE, objetivando a interação do nosso ser com o meio ambiente de forma harmônica e com intuito de criar vivências em grupo, para desenvolvimento do amor fraterno . Maurício Fornazier, coordenador da Comissão Executiva do 12o CRE contou: “Durante o passeio, nosso grupo pode apreciar a exuberância da criação divi- na, de tirar o folego. A primeira parada foi em Alto Caparaó (MG), uma cidadezinha linda que esbanja beleza natural e possui diversos pontos turísticos, sendo um deles o nosso destino: o Pico da Bandeira. Outra parada, no Vale Verde, para almoçar, ao lado de uma linda cachoeira. Depois, seguiu-se rumo à Tronqueira, último destino de qualquer automóvel em direção ao cume. De lá, rumamos para o terreirão, em uma trilha muito difícil de se percorrer, mas de onde já se pode desfrutar de uma vista incrível. No terreirão, descanso até 2h da madrugada, para subir com destino ao Pico da Bandeira, onde se pode contemplar o nascer do sol, algo simplesmente perfeito, divino”. Parabéns aos participantes e organizadores! Juventude Interrompida Realizou-se o seminário sobre o livro Juventude Interrompida, mais novo lançamento da equipe do DIJ/Feees, em Alegre, no dia 07/06, das 14h às 17h. A palestra de abertura mostrou que os jovens são joias, e sua morte prematura é realmente impactante; houve apresentação de estatísticas relacionadas a mortes de jovens e observação quanto às causas. Depois, em salas, foram estudadas as causas específicas de desencarnação de jovens, como: álcool/drogas, distúrbios da autoimagem, mortes violentas. Os participantes foram estimulados a preparar uma apresentação para os demais: teatro, jogral, contação de história, etc. No teatro, jovens participantes “encarnaram” os jovens no além para contar suas histórias (autoimagem) e houve leitura de depoimento de uma participante de como o livro a ajudou a resistir ao vício do álcool (álcool/drogas). O encerramento incluiu a apresentação de cada sala e uma reflexão sobre “O que podemos aprender com os jovens do além”. Está de parabéns a equipe que vem divulgando o livro, importante contribuição da Feees ao trabalho com o jovem em todo o estado! Fique ligado a outras chances de conhecer o livro: 17/08, às 20h, palestra na UECEL em Vila Velha; 13/09 14h, seminário na UEC; 21/09 18h, palestra no Jeronymo Ribeiro. 5

[close]

p. 6

Agenda Mostra de Arte Espírita • MOSTRARTE • Dia 01 - 20h Dia 07 - 14h30 Dia 08 - 20h Dia 14 - 14h30 Dia 15 - 20h Dia 21 - 14h30 Dia 22 - 20h Dia 28 - 14h30 Dia 29 - 20h A Fé Raciocinada A Fé Transporta Montanhas Retribuir o Mal com o Bem O Homem e a Vida Futura Proveito do Sofrimento Corpo, Templo da Alma Deus Nas Pegadas do Mestre Vida A SENDA JULHO-2014 • Programação de Palestras na FEEES Afrísio Leon Eliomar Borgo Maria de Lourdes Neves Inez Batistuta Hélio Tinoco Odair Porto José Marcelo G. Coelho João Bragança Wanderley Soares Programação da Sociedade Guarapari de Estudos Espíritas - SGEE A Federação Espírita do Estado do Espírito Santo convida para a 28o MOSTRARTE que será no dia 20/7, das 08h às 19h, no Grupo de Fraternidade Espírita Jeronymo Ribeiro (Rua Henrique Laranja, 54 - Centro - Vila Velha) A programação inclui quatro momentos importantes: 1) Espaços Temáticos para os participantes e convidados com Bandas, Grupos Musicais, Produtores Musicais, Compositores, Produtores Teatrais, Coreógrafos, Regentes e outros. 2) Apresentações de Shows com Convidados (Banda, Teatro,Dança, Música); 3) Mesa Redonda com artistas Plásticos, Equipe de Fotografia e Poetas Espíritas; 4) Palestra Lítero-Musical com João Vidal Júnior. Equipe organizadora do evento: Célia Kill Ramos, Humberto Borges da Costa, João Vidal Júnior e Simone Nunes Oliveira. No local do evento, serão vendidos Livros, Tickets para Almoço, Camisas do Evento e guloseimas diversas. PARTICIPE! 05/07 - das 9h às 12h • Vivência Terapêutica do Perdão. 05/07 - às 19h - Noite do Caldo • Evento beneficente com temática caipira. 20/07 - 18h • Palestra A Mulher e o Evangelho do escritor e professor/doutor Maurício Mancini - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. 26/07 - das 17h às 20h • Seminário: TRANSCOMUNICAÇÃO & AS NOVAS TECNOLOGIAS com o pesquisador CLOVIS NUNES. Inscrições para a vivência terapêutica e o seminário: sgee.net.br Visite nossa loja virtual: loja.sgee.net.br Dia Estadual da Confraternização Espírita Jornadas Espíritas O 7o Conselho Regional Espírita (Serra) convida para sua Jornada Espírita a se realizar de 17 a 20 de julho, em homenagem a O Evangelho Segundo o Espiritismo pelo seu Sesquicentenário. O 12o CRE (Venda Nova, Iúna, Ibatiba, Muniz Freire) realizará sua Jornada Espírita no período de 25 a 27 de julho, no Grupo Espírita Fraternidade de Iúna. O tema é “Jesus: educador de espíritos”, que será trabalhado em três sub-temas: 1. Espiritismo: Educação para o Cotidiano; 2. O Jovem e a Construção da Nova Era; 3. Jesus, Mestre por Excelência. A comemoração da data este ano se dará com a realização do Encontro Integrado das Áreas Estratégicas do Movimento Espírita/Centro. Com o tema “Desafios da Andragogia na Casa Espírita – Adultos Aprendizes”, o Encontro acontecerá no IFES (Campus Vitória), reunindo o 3o, 6o, 7o, 10o e 11o Conselhos Regionais Espíritas, no dia 3 de agosto a partir das 8h30. Participe! NEPE - Núcleo de Estudo e Pesquisa do Evangelho A Federação Espírita do Estado do Espírito Santo promoverá, em sua sede, o Seminário de Implantação do NEPE. O evento se realizará nos dias 26 (14h - 18h) e 27 de julho (9h – 12h) e terá como facilitadores os membros da equipe do NEPE/FEB: Afonso Chagas, Wagner Gomes da Paixão e Saulo César Ribeiro da Silva. Há 100 vagas disponíveis, que deverão ser preenchidas por pessoas indicadas pelas casas espíritas adesas até o dia 15 de julho. As vagas remanescentes serão franqueadas ao público em geral. Programação de Palestras AMEEES - Julho 2014 Dia 02 - 20h Autoconhecimento Dia 09 - 20h “A Gênese” na Saúde Dia 16 - 20h O Poder das Palavras Dia 30 - 20h Autoconhecimento Departamento de Saúde Mental da AMEEES Dalton Vassalo Sérgio Valentim Departamento de Saúde Mental da AMEEES Dia 23 - 20h O Evangelho a Luz da Psicologia Taciana Cristina de Lima 6

[close]

p. 7

Julho 2014 Notícias A receptividade da turma foi muito boa e a parte prática foi concluída com uma visita ao Avedalma, onde treinamos como abordar os pacientes, sob supervisão de nossa psicóloga Juliana Valadão. Após concluir os dois módulos, os nossos trabalhadores assinarão um Termo de Adesão e receberão um Crachá com o logotipo da AMEEES que permitirá o acesso às instituições hospitalares. Esses voluntários deverão comparecer às reuniões semanais na AMEEES, em que será feito um acompanhamento e discussão dos casos assistidos. Com isso, pretendemos um aperfeiçoamento contínuo do grupo, objetivando uma melhor assistência aos necessitados. O Crachá deverá ser revalidado periodicamente e esta revalidação estará condicionada à presença nas reuniões de supervisão. Já conseguimos nos credenciar em 8 hospitais da Grande Vitória (CIAS, HUCAM, Santa Rita, Dório Silva, Meridional, Central, Vila Velha Hospital e Santa Casa). Fomos muito bem recebidos nesses hospitais e nos sentimos muito honrados em ser espíritas, tamanho o respeito e a admiração que o Movimento Espírita desfruta perante essas instituições. Que Deus nos ampare nesta tarefa tão dignificante dentro da Seara do Cristo! O atendimento da AMEEES A AMEEES, procurando atender uma imensa demanda que existe no Movimento Espírita no que diz respeito à dificuldade que os trabalhadores do atendimento fraterno encontram em acompanhar seus assistidos no momento que se internam em instituições hospitalares, prontificou-se a capacitar estes voluntários e a fazer contato com os hospitais, facilitando esse acesso. É com imensa alegria que estamos vendo este trabalho frutificar, criando um novo campo de atuação para o trabalhador espírita, levando carinho e conforto aos pacientes, neste momento tão crítico e sensível de suas vidas. Acabamos de realizar o 2o Curso de Capelania Espírita no Jeronymo Ribeiro, em parceria com o 3o CRE, com uma participação expressiva de 140 pessoas, num ambiente de muita alegria, confraternização e aprendizado. Foram discutidos temas relacionados à legislação vigente, normas de conduta nos hospitais, como abordar os pacientes num ambiente hospitalar, cuidados com infecção e transmissão de doenças e outros temas pertinentes. O grupo Luminus de teatro nos brindou com uma breve apresentação, de forma descontraída e lúdica, mostrando como não devemos nos comportar perante os pacientes. Evangelho e Educação Caminho para a Saúde Com o tema Evangelho e Educação - Caminho para a Saúde, será realizada a X Jornada da AMEES. O evento acontecerá de 19 a 21 de setembro, no Teatro Universitário da UFES. Entre os conferencistas convidados: Roberto Lúcio, Andrei Moreira, Décio Iandoli e Sérgio Lopes. Até 18/07, o valor do investimento é de apenas R$ 60,00. Não percam o vídeo de divulgação do evento em http://www.ameees.org.br/ Não perca essa chance, inscreva-se já! Visita ao Sul do estado A presidente da Feees, Dalva Silva Souza, cumprindo meta estabelecida em reunião do Conselho Federativo Estadual, visitará instituições do 4o, 5o e 12o CREs, entre 11 e 17 de julho, de acordo com o seguinte cronograma: 11/07 – Conversa com companheiros da F.E.Boa Nova, de Venda Nova, e visita ao Núcleo Espírita Investigadores da Verdade, Piaçú. 12/07 - Visita a Brejetuba, para contato com o grupo que está fundando núcleo espírita naquela localidade; Em Iúna, visita ao C.E. Consolador (não adeso) e ao Grupo Espírita Fraternidade de Iúna. 13/07 – Visita ao C.E. Fabiano de Cristo, em Santa Marta; conversa com equipe do C.E. João Evangelista, de Dores do Rio Preto e palestra no Centro Espírita Anália Franco (CEAF), São José do Calçado. 4/07 – Em Alegre, visita ao grupo Mãe Palmira(não adeso) e ao C.E. André Luiz – Rive. Em Jeronimo Monteiro, visita ao Grupo Espírita Servidores de Jesus (GESJ) 15/07 – Visita ao Grupo Espírita de Muqui. 16/07 - Em Bom Jesus do Norte, visita ao espaço da extinta instituição Lar André Luiz e, em Apiacá, mini-seminário sobre Geração Nova com equipes do C.E. Joanna de Ângelis e G.E.Ismael. 17/07 - Visita às instituições espíritas de Marataízes e ao Centro Espírita Maria de Nazaré – Itaoca. Gera’ê está no ar Você já acessou? O blog é mais um canal de divulgação do Espiritismo criado pelo Departamento de Infância e Juventude da Federação Espírita do Estado do Espirito Santo. Clique em www. gerae.com.br e terá acesso a importantes temas. Todas as quartas e sábados, haverá uma nova postagem a partir de um tema central, o primeiro é “mediunidade”. Serão discutidos vários assuntos ligados à mediunidade ao longo das próximas semanas, como: os tipos de mediunidade, as reuniões mediúnicas, mediunidade na infância e na juventude e outros. O espaço é para você, jovem há mais ou menos tempo, e vai sempre trazer assuntos interessantes. Divulga’ê. 7

[close]

p. 8

Aconteceu Espiritismo e Cidadania A SENDA fotos: divulgação feees Equipe do Dpase com a presidente de FEEES e as conferencistas convidadas Rafael Vicentini e André Pirola cantaram belas músicas para preparar o ambiente Da esquerda para a direita, Carolina, Maria do Céu e Dalva A Federação Espírita do Estado do Espírito Santo, pelo seu Departamento de Assistência e Promoção Social, realizou, em sua sede, no dia 14 de junho, o Seminário Espiritismo e Cidadania. O evento foi programado em atendimento à 8a Diretriz do Plano de Trabalho para o Movimento Espírita e objetivou propiciar reflexão sobre a interface Espiritismo e Cidadania. Na programação, a abertura se deu com a pa- lestra proferida pela presidente da Feees, Dalva Silva Souza, sobre o tema do evento. Em seguida, Carolina Romano Brocco falou sobre Cidadania e os Benefícios Sociais e Maria do Céu Pitanga discorreu sobre Direito de Sucessão- Herança e Testamento. O público demonstrou grande interesse pelos assuntos abordados e pode esclarecer-se, formulando perguntas às palestrantes. 8

[close]

Comments

no comments yet