Banco de Boas Práticas Socioambientais - Recursos Hidricos

 

Embed or link this publication

Description

Resumo dos Cases de recursos hidricos e efluentes do Programa Benchmarking Brasil

Popular Pages


p. 1

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS RECURSOS HÍDRICOS 34 Cases Práticas, técnicas, projetos, tecnologias, estratégias e ações para a conservação, recuperação, melhoria da qualidade, e uso racional da água nas organizações e sociedade 1

[close]

p. 2

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS Ambev – Companhia de Bebidas das Américas Case: Banco Água Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Ricardo Rolim Cargo: Diretor de Sustentabilidade e Comunicação Resumo: O Banco Água é uma iniciativa do Movimento "Quem vê água enxerga seu valor", criado pela empresa participante com o intuito de levar para a sociedade a preocupação com o tema água. O objetivo do projeto é engajar toda a sociedade para que todos percebam que podem contribuir para que a água do mundo, um recurso tão importante e limitado, seja usada racionalmente. A ideia é introduzir o tema no dia a dia das pessoas, estimulando um consumo sustentável da água e engajando toda a sociedade quanto à relevância desse tema, recompensando aqueles que conseguirem diminuir a utilização do recurso. Com isso, o morador pode acompanhar seu desempenho na conta de água e, à medida que reduz o consumo, acumula pontos que podem ser trocados por descontos em sites de compras, como Americanas.com, Submarino.com, ShopTime, Ingresso.com. Edição 2011 2

[close]

p. 3

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS Ambev – Companhia de Bebidas das Américas Case: Projeto Bacias – GAMA/DF Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Ricardo Rolim Cargo: Diretor de Relações Socioambientais Resumo: Desenvolver junto à comunidade local, governos e outros atores um Plano de Recuperação de Bacia no Córrego Crispim, tributário do Rio Corumbá, e colaborar na implementação e fortalecimento do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Paranoá. Capacitação de parceiros em Redes e Articulação Institucional. Para promover a construção de sociedades sustentáveis há necessidade da incorporação de mecanismos que favoreçam a troca de experiências e o acesso à informação, integrando os atores das microbacias. Dois aspectos são essenciais para garantir a continuidade de desenvolvimento local, o primeiro é o investimento em capacitação dos atores locais e o segundo é o estímulo às redes sociais. Por meio das capacitações os atores locais e parceiros constroem e compartilham uma visão comum sobre o território. Com o objetivo de ativar a rede de moradores do Córrego Crispim foi realizada uma oficina sobre articulação de redes sociais para moradores e lideranças. Ao longo dos dois dias, os participantes reconheceram o capital humano e social local, aprenderam sobre novos instrumentos de comunicação e elaboraram um planejamento ágil para utilização do viveiro de mudas. Foi definida a construção de uma agenda de atividades, voltadas à conservação dos recursos hídricos na microbacia. Ficou visível nos mapas de conexão traçados 3

[close]

p. 4

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS que o grupo de participantes possuía redes de influência densas e diversificadas. Outra qualidade do grupo era a heterogeneidade econômica e cultural, o que lhes davam penetração em diversos segmentos sociais e tornou a convivência interpessoal rica em aprendizagem. Edição 2014 AGCO do Brasil Case: Gestão Sustentável de Recursos Hídricos: Reuso da Água Cidade: Canoas Estado: RS Responsável: Norbert Luckow Cargo: Gerente de Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional Resumo: A água tem um papel de destaque no Sistema de Gestão Ambiental da AGCO fortalecendo um processo estruturado para atingir a melhoria contínua da gestão sustentável dos recursos hídricos. É neste contexto que se insere o novo conceito de Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) que busca alternativas ambientalmente sustentáveis para gerenciar os seus efluentes. Uma alternativa empregada para o tratamento de efluentes visando o atendimento pleno dos requisitos legais é a utilização de sistemas de plantas aquáticas emergentes (PAE) que constituem sistemas de transição entre sistemas 4

[close]

p. 5

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS aquáticos e sistemas terrestres, em que o nível d’água comumente está próximo ou na superfície da terra. Edição 2007 Anglo American Brasil Ltda. Case: Otimização do Reuso de Água - ORAC Cidade: Cubatão Estado: SP Responsável: Dany Shauer Cargo: Gerente de Desenvolvimento Sustentável e Qualidade - Unidade de Cubatão Resumo: No contexto de seu compromisso com o Desenvolvimento Sustentável, e considerando a água um recurso essencial à vida e aos nossos negócios, a empresa criou o Projeto de Otimização do Reuso da Água - ORAC para redução do consumo de água e lançamento de efluentes. O objetivo deste projeto foi reduzir o consumo de água captada; aumentar o reciclo e reuso de água; reduzir o descarte de efluente líquido para o Meio Ambiente e envolver e comprometer os funcionários na redução do consumo de água. Para realização deste projeto foi criado o “Comitê de Otimização do Reuso de Água” (CORAC), grupo multidisciplinar contando com pessoas de vários níveis e atividades. Através deste comitê, foi fundamental o empenho dos operadores na etapa de mapeamento do 5

[close]

p. 6

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS consumo de água das unidades, o que possibilitou um trabalho de conscientização dos funcionários a respeito do uso racional da água. Edição 2009 Autovias Case: Programa Vias das Águas Cidade: Ribeirão Preto Estado: SP Responsável: Paulo Pacheco Fernandes Cargo: Diretor Superintendente Resumo: O programa Vias das águas consiste na construção de bacias de contenções de águas pluviais ao longo da malha viária administrada por essa empresa, principalmente nas áreas vulneráveis de mananciais. Estas obras têm como objetivos armazenar a água pluvial proveniente das rodovias e áreas adjacentes, reduzir a velocidade cinética propiciando sua infiltração e conseqüentemente recarga do aqüífero, e evitando o rebaixamento do lençol freático, alem de evitar a erosão do solo e seu carreamento ao longo da drenagem. Estes fatores assim equacionados beneficiam adequação de drenagem e o ciclo hidrológico local. A meta atingida atualmente foi à realização de 520 bacias de contenção com volume médio de 3780m3 gerando um volume total de 1.970 .000 m 3 de água armazenadas ao longo da malha 6

[close]

p. 7

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS durante a dinâmica do período chuvoso, tendo área de contribuição de aproximadamente 5.200,00 ha. Edição 2006 Belgo Siderurgia Case: Descarte Zero de Efluentes Cidade: Juiz de Fora Estado: MG Responsável: Carlos Alexandre de Miranda Cargo: Chefe Depto de Utilidades e Meio Ambiente Resumo: O projeto foi desenvolvido com objetivo de eliminar totalmente o licenciamento de efluentes (industriais e sanitários) nos cursos d água. Como resultado secundário e devidamente projetado, o índice de recirculação de água foi incrementado para valores acima de 99%, sendo as atuais perdas apenas por evaporação. A motivação para o projeto foi a cultura de melhoria contínua que permeia a empresa e as diretrizes da Agência Nacional de Águas, cujo propósito é exatamente a conservação e uso racional dos recursos hídricos. Como consequência do reaproveitamento, os custos de tratamento de água foram reduzidos e desta forma o projeto foi viabilizado técnico e financeiramente. Edição 2006 7

[close]

p. 8

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS Braskem Case: Unidade de Reuso e Reciclo da UNIB-Ba Cidade: Camaçari Estado: BA Responsável: Sérgio de Rezende Hortélio Cargo: Engenheiro de SSMA Resumo: O total de ganhos diretos e imediatos estimados com a implantação do projeto de reuso da BCB (fase 1 da URR), base ano 2009, é de R$ 6.750.000,00/ano. Os ganhos são detalhados a seguir: Eliminação do gasto com efluente pluvial: R$500.000,00/ano. Atualmente a UNIB-BA paga pouco mais de R$ 40.000,00/mês para descarte das águas pluviais contaminadas, oriundas de 92,9 ha da área industrial. Este efluente é descartado pelo Sistema Cetrel. Com a implantação do projeto, a UNIB-BA deixa de realizar este desembolso. · Redução do consumo de água clarificada: R$6.250.000,00/ano A introdução de água de reuso como make-up das Torres de Resfriamento, proporcionará a redução do consumo de AC pelas Unidades de Produção. O valor do ganho é obtido considerando-se o volume a anual a ser substituído por água de reuso, em torno de 4.000.000m³. Edição 2010 8

[close]

p. 9

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS Braskem Case: Projeto Água Viva: Reciclo de Águas Industriais e Pluviais no Complexo Básico de Camaçari. Cidade: Camaçari Estado: BA Responsável: Sérgio de Rezende Hortélio Cargo: Engenheiro de SSMA Resumo: A região em que a unidade da Bahia está inserida começa a apresentar indícios fortíssimos do processo de stress hídrico. A estratégica da empresa, no pilar eficiência hídrica, objetiva 100% de reuso ou reciclo das águas industriais em regiões de stress hídrico, conforme alinhamento da estratégia de negócios com os princípios do desenvolvimento sustentável, evidenciando o compromisso da companhia em fazer parte, ativamente, da solução de problemas sociais e ambientais que afligem o mundo do século XXI. Com o principal objetivo de aumentar a eficiência hídrica com reciclo ou reuso de água industrial, redução do consumo e extração dos recursos hídricos numa região de estress hídrico, o programa de sustentabilidade ambiental da empresa e o novo plano de negócios da empresa parceira idealizou e implantou, com um investimento de R$ 22 Milhões, uma unidade industrial para tratamento e reciclo de efluentes 9

[close]

p. 10

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS orgânicos/inorgânicos e água de chuva no Polo Industrial de Camaçari (PIC). A unidade de reciclo tem capacidade de produção equivalente ao consumo de uma cidade de 150 mil habitantes, operando com uma vazão média de 4,38 bilhões L/ano e gerando a mesma quantidade em economia de recursos hídricos. O Projeto água viva possibilita o reuso equivalente a 10% de todo consumo de água do PIC, cerca de 30% de todo consumo empresa no PIC e redução significativa na captação de recursos hídricos da região. O projeto aproveitou estruturas existentes como a Bacia do Complexo Básico, implementou alterações para ser economicamente viável no aproveitamento de efluentes industriais e água de chuva. Como forma de otimizar recursos adotou-se a estratégia da metodologia “pinch”. Isso possibilitou aliar apenas a qualidade mínima necessária para cada consumidor provável mapeado. Foi utilizada ainda a metodologia de implantação de empreendimento (PMI) para gerir as ações necessárias desde a ideia até o inicio da operação da unidade. A Meta mais desafiadora era realizar o empreendimento considerando-o como negocio independente (stand alone) com valor de tarifa capaz de remunerá-lo e ainda competir 10

[close]

p. 11

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS com a própria unidade de tratamento de água já instalada. Edição 2013 BRF Case: Gestão de Águas Cidade: São Paulo Estado: SP Responsável: Luciana Ueda Cargo: Gerente de Sustentabilidade Resumo: O uso racional de água é uma preocupação que ultrapassa as fronteira da própria empresa e além das iniciativas para reduzir consumo de água, a empresa padronizou, por meio de Norma Corporativa, as diretrizes para realização de um diagnóstico dos corpos hídricos utilizados pela Companhia como fonte de fornecimento e descarte de água. As unidades produtivas são responsáveis pelo levantamento de dados para elaboração dos estudos referentes à disponibilidade hídrica para abastecimento, com a finalidade, por exemplo, de caracterizar os mananciais onde ocorrem a retirada de água e o lançamento de efluentes. As medições são realizadas de acordo com técnicas orientadas pela área de Meio Ambiente Corporativo ou outra aprovada pelo Órgão Ambiental local. E em situações críticas, como indisponibilidade de água, as unidades contam com um plano de contingência. A 11

[close]

p. 12

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS expansão da indústria está diretamente relacionada à disponibilidade hídrica e a sua escassez é um dos principais limitadores do seu crescimento e esse diagnóstico servirá de base para definir possibilidades de expansão nas atividades da empresa. A empresa também incentiva a participação das unidades em comitês de Bacias Hidrográficas. Edição 2013 Casa da Moeda do Brasil - CMB Case: Reaproveitamento de água em processo gráfico. Cidade: Rio de Janeiro Estado: RJ Responsável: Marcos Pereira Cargo: Superintendente Resumo: Alguns métodos de impressão necessitam da aplicação de uma solução de limpeza à base de água para remover o excesso de tinta deixado nos cilindros entintadores, garantindo qualidade ao impresso. A tinta é emulsionada pela aspersão e/ou imersão em solução aquosa, deixando o cilindro limpo e pronto para um novo ciclo de impressão. O trabalho é realizado 24 horas por dia e 7 dias por semana, demandando água e gerando efluentes aquosos impregnados com tinta em grande quantidade. 12

[close]

p. 13

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS O sistema adquirido reutiliza a solução de limpeza em circuito fechado por meio de um processo físico-químico, que separa os pigmentos e resinas e reaproveita os aditivos principais, e de um equipamento evaporador que reaproveita a carga aquosa. Dessa forma, se consegue o retorno quantitativo desse insumo ao processo, e a formação de um resíduo com baixo teor de umidade (cerca de 20%). Edição 2013 Caraíba Metais Case: Aproveitamento do Efluente Cidade: Dias d’Ávila (BA) Estado: BA Responsável: José Eduardo Ribeiro Copello Cargo: Chefe da Divisão de Segurança e Meio Ambiente Resumo: O projeto abre perspectivas muito positivas para o aproveitamento do restante da lama de gesso ainda gerada, através da sua aplicação em novos segmentos industriais (indústrias cimenteira e cerâmicas), o que permitirá a disposição “zero” de lama de gesso para aterros. O projeto é visto como um exemplo de redução na fonte e também de Simbiose Industrial, ferramenta citada na ecologia industrial como intercâmbio de matéria entre empresas (resíduos para umas, insumos para outras). A busca de solução para a minimização de impactos 13

[close]

p. 14

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS ambientais transformando resíduos em subprodutos para alimentar outra cadeia produtiva. Edição 2009 Celulose Irani Case: Modernização da Estação de Tratamento de Efluente – Projeto de Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) Cidade: Vargem Bonita Estado: SC Responsável: Leandro Farina Cargo: Gerente Resumo: Com a modernização da Estação de Tratamento de Efluente houve uma redução atestada de gases poluentes. As Reduções Certificadas de Emissões obtidas entre 2007 e 2008 totalizaram 69.807 toneladas de CO2e. Levando-se em conta a redução obtida em 2008 (39.100 toneladas de CO2e) a estimativa de redução de emissão de gás carbônico pela Empresa em 21 anos, é de aproximadamente 821.100 toneladas de CO2e. O retorno financeiro foi correspondente a R$ 422.000,00 no mercado voluntário e está previsto retorno de R$ 1.200.000,00 referente ao período de janeiro de 2007 a janeiro de 2008. O projeto de Mecanismo de Desenvolvimento Limpo da Empresa proporciona benefícios globais e demonstra o comprometimento da Empresa com o desenvolvimento sustentável. Foi possível perceber que a adoção dessa 14

[close]

p. 15

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS RESUMOS DE CASES BENCHMARKING ORGANIZADOS EM TEMÁTICAS GERENCIAIS tecnologia limpa, eficaz e moderna possibilitou reduzir as implicações ambientais em nível global, uma vez que contribui para a redução da emissão de gases causadores do efeito estufa, além de propiciar benefícios sociais e econômicos. Edição 2009 Celulose Irani Case: Gestão de Recursos Hídricos Cidade: Joaçaba Estado: SC Responsável: Ricardo Bernasconi Cargo: Analista Ambiental Resumo: O projeto visa demonstrar as ações efetuadas pela instituição/empresa como foc o na gestão os recursos hídricos. Sendo apresentados projetos de modernização da estação de tratamento de efluentes, recuperação de áreas degradadas, redução de consumo de água, redução de volume de efluentes e monitoramento dos recursos hídricos através de análises físico-químicas, microbiológicas, monitoramento da ictiofauna e programa de educação ambiental. A gestão dos recursos hídricos pode ser definida como o conjunto de ações destinadas a assegurar de forma sustentável o uso dos recursos naturais 15

[close]

Comments

no comments yet