Edição 727

 

Embed or link this publication

Description

19/04/2014

Popular Pages


p. 1

Diretor Responsável: Homero T. Tranquilli - CNPJ: 09573449/0001-13 - Cajuru, Sábado, 19/04/2014 - Ano 15 - N.° 727 Semanal - Distribuição Gratuita / Assinantes Cajuru goleia e passa para a Terceira Fase na taça EPTV de Futsal Próximo jogo será no dia 24, em Cajuru Rede Municipal Distribui Ovos de Chocolate para a Garotada

[close]

p. 2

Página 2 Edição 727- 19/04/2014

[close]

p. 3

Edição 727 - 19/04/2014 Página 3 ACONTECE CID ADE CIDADE Cajuru goleia e passa para a Terceira Fase na taça EPTV de Futsal Próximo jogo será no dia 24, em Cajuru Sábado foi destinado à Saúde da Mulher nas ESFs Dom Bosco e Cruzeiro Sábado (12), a equipe do Hospital do Câncer esteve nos bairros Dom Bosco e Cruzeiro para realizar exames de mama nas pacientes. Na Estratégia Saúde da Família do Dom Bosco foram realizados 39 exames de mamas (feitos por mastologistas) e Papanicolau em 15 pacientes (material colhido pela enfermeira da unidade). Na ESF Cruzeiro, foram 18 exames de mamas e 13 coletas para Papanicolau. Diferente do que foi divulgado na última edição, o “Mama Móvel” da Fundação SOBECcan não veio equipado com aparelhos para mamografias, mas trouxe mastologistas para a realização de exames de toque de mama. O prefeito Dr. Luís Estevão, a secretária da Saúde Patrícia Bícego e a médica Dra Ersone passaram pelas unidades para reforçar a importância da realização dos exames. O “Mama Móvel” voltará a Cajuru nas seguintes datas: 24/05 manhã: Piscina 24/05 tarde: Centro 14/06 manhã: Cruz Alta 14/06 tarde: Cohab Em cada unidade de saúde serão atendidas 40 mulheres e a agenda está aberta às interessadas. Garanta sua vaga, os exames são gratuitos. O público atendeu ao chamado e compareceu ao Ginásio de Esportes “Arenão” para torcer por nossa equipe na segunda-feira (14). Com todo esse incenti- vo, o resultado não poderia ser diferente: goleada de Cajuru sobre São Simão. Com gols de Micky (2), Daniel (2), Juninho (2) e keké (1) a equipe de Cajuru fechou o placar com 7 gols contra 2. Esse resultado levou à equipe à terceira fase da Taça EPTV de Futsal, e o próximo jogo também será em Cajuru, contra Sertãozinho, às 20 horas. O treinador Gim pede que a torcida compareça e justifica: “é muito importante o apoio da torcida, pois estamos em fase de mata-mata e o Ginásio lotado, como estava nesse último jogo, incentiva muito nossos jogadores”. Vale destacar também a presença da garotada do projeto FIS, que nos dois jogos entraram com a equipe de Cajuru unindo as gerações dos atuais e futuros craques. Alunos do Curso de Culinária fazem Ovos de Páscoa para crianças dos projetos ram entregues às crianças dos projetos sociais. Foram fabricadas 260 unidades e para que ficasse pronto a tempo, o grupo contou com a ajuda da equipe do Geração de Renda. Na quarta-feira, o secretário Adilson Silva e o diretor Emerson foram ajudar na entrega dos chocolates. A garotada aprovou e a professora do curso aprovou a receita dos alunos e garante que serão bons profissionais do setor. Os alunos do curso de Culinária, promovido pela Secretaria de Assistên- cia Social, no Centro de Geração de Renda, prepararam ovos de chocolates que fo-

[close]

p. 4

Página 4 Edição 727- 19/04/2014 NEGOCIOS E OPOR TUNID ADES OPORTUNID TUNIDADES VENDE-SE OU TROCA-SE Uma EcoSport XLS, 2005, preto, completa. R$ 26.500,00. Tratar: 99178-8903 VENDE-SE Tanque d’agua, 4500 Litros, R$ 1.000,00. Tratar: 99178-8903. V E N D E - S E Carretinha, 2013 documentada. R$ 2.400,00. Tratar: 99178-8903. Tratar: 991788903. VENDE-SE 4 Pneus 205-55-R16. Tratar: 991652879. VENDE-SE Moto Strada 200cc, 2001, documentação Ok, 2 Pneus novos, mecânica 100%. Tratar: 99165-2879. VENDE-SE Casa Residencial Polaris, 2 quartos, sala, cozinha, toda murada. R$ 130.000,00. Tratar: 981248118 / 992155676 c/ Danilo. VENDE-SE Honda Fan, 125cc, pedal 0Km. Tratar: 991788903 c/ Ivan. VENDE-SE Gol, 2008, 4 portas, direção, trava, vidro e alarme. Tratar: 992866383. VENDE-SE Santana 95, 4 portas, prata. Tratar: 36671259. VENDE-SE Moto Strada, vermelha, documento Ok, toda original 2001. Tratar: 991150410 c/ Cintia. VENDE-SE 4 rodas de ferro aro 14, semi-nova, boca de fogão. Tratar: 992896985. PROCURA-SE EMPREGO De caseiro ou serviços gerais, de preferência em sitio ou chácara próximo a Cajuru. Tratar: 991338191. VENDE-SE Casa Nova, R: Alagoas 604, Vila Honorato. Á Vista ou aceito carta de crédito. Tratar: 991215962 c/ Gilmar. VENDE-SE Apartamento no Edificio Antares, 3 quartos e suíte, andar alto. Tratar: 99101-8858. SABESP Informa: No dia 23 de abril fará serviço programado de seccionamento de rede, sendo necessário o desabastecimento da rede de distribuição de água. Devido a esta operação poderá ocorrer falta d´água das 13h às 22h30, nos seguintes bairros: Jardim Maria Tereza, Santo Antônio, Cruzeiro, Vila Zaccharias, Três Marias, Vila São Sebastião, Lavapés, Jardim Renascença, Jardim Estoril, Centro, Vila Vieira e Residencial São Luís. Casos de emergência serão atendidos pelo telefone 0800.055 0195 e 3667-3088. Aula particular e acompanhamento pedagógico de todas as matérias. Pedagoga –Mariana Formação – Pedagogia – USP Ribeirão Preto. Tel: (16) 98139-9179 (TIM) (16) 99118-0994 (CLARO) DMMG INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE AUTO PEÇAS LTDA – EPP, torna público que recebeu da CETESB a Licença de Operação e Renovação N° 400144 válida até 21/10/ 2017, para a atividade de Peças e Acessórios não Elétricos, sito à Rua Benedito Inácio Barbosa N° 40 – Distrito Industrial – CEP 14240-000 Cajuru/SP. EXPEDIENTE - “O JORNALZÃO CAJURU” Empresa: H. T. TRANQUILLI-ME. Contato comercial: Rua Orlando V. Figueiredo, 676 - Fone - 36674497, Diretor Responsável: Homero Tranquilo Tranquilli, tiragem: 3.500 mil exemplares, impressão: Editora Grafisc - São Carlos/SP. distribuição Gratuita e Assinantes. Circulação: Cajuru, Cássia dos Coqueiros e Santa Cruz da Esperança. Colaboradores: Lurdinha, Roberta, Fabiano L.Gomes, Luciano Porfirio, Leandro Romanato. Aula Particular

[close]

p. 5

Edição 727 - 19/04/2014 Página 5 ACONTECE CID ADE CIDADE ESCLARECIMENTO A POPULAÇÃO E FUNCIONÁRIOS COQUEIRENSES Eu João Batista Estevão dos Santos vereador, venho através desta nota esclarecer a todos,o que foi representado perante à Promotoria Publica foi para apurar desvio de função de funcionários onde foram nomeados para exercer cargos com provimento em Concurso Publico e não por provimento em Comissão. Este procedimento por parte da Prefeita configura crime de Improbidade Administrativa . Por minha parte em momento algum pedi a suspensão dos cargos em comissão existentes na Lei 774/2011. Pedi sim a punição da Prefeita por improbidade . A Prefeita foi alertada na ocasião da diplomação para que não procedesse desta forma, pois os funcionários poderiam ate chegar a ter que devolver os recursos recebidos, em decisão futura . “Cuidado com cargos em comissão” para não incorrer em desvio de função (foi relatado na oportunidade). Mas nada disso foi observado pela Prefeita colocando todos os funcionários ao risco desta situação que infelizmente veio a ocorrer. A Prefeita foi comunicada a mais de 90 dias sobre esta situação e poderia ter resolvido o caso antes, para que os funcionários não ficassem sem emprego durante este período. Sinto- me honrado por estar cumprindo com minhas funções de vereador, agindo dentro da ética, moral e da legalidade que devo dispensar sempre no exercício da vereança e respeito a toda a população de Cássia dos Coqueiros. Cruzada Ambiental realiza 3o Plantio de Árvores Sem perder o ritmo, a equipe da Cruzada Ambiental realizou mais um plantio de mudas de árvores no final de semana. Foram plantados 30 exemplares de Ipê na Rua Mococa, no bairro Jardim Maria Tereza, no acesso de saída para a rodovia Abrão Assed. As mudas, já grandes, foram gradeadas para tentar garantir o seu desenvolvimento e promover um paisagismo diferenciado no local. O plantio de árvore já foi realizado em outros dois locais: na margem do córrego Cajuru e no bairro Dom Bosco. Ao todo foram plantadas 230 mudas de espécies variadas. O grupo da Cruzada Ambiental é aberto a todos, com reuniões semanais, sempre as quartas-feiras, às 20 horas, na Casa da Cultura de Cajuru. Faça parte desse grupo. Plante essa ideia. Prefeito assina convênio para construção de muros de arrimo na CDHU A audiência foi na Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU), com o gerente Milton Lopes Souza. A solicitação da benfeitoria foi feita no ano passado e agora é concretizada, somando mais uma conquista para a população de Cajuru. “Queremos entregar as unidades completas, ou seja, com os muros de arrimo prontos para garantir que a qualidade da obra seja mantida e que os futuros moradores não corram riscos”, afirma o prefeito. O referido convênio já foi publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo. Na sexta-feira (11), o prefeito Dr. Luís Estevão foi a São Paulo assinar convênio para melhorias no Con- junto Habitacional “João Fonseca”. Trata-se da construção de muros de arrimo nas novas unidades.

[close]

p. 6

Página 6 Edição 727- 19/04/2014 ACONTECE CID ADE CIDADE Rede Municipal distribui Ovos de Chocolate para a garotada Em comemoração à Páscoa, todas as unidades da Rede Municipal de Ensino desenvolveram o tema junto aos seus alunos, mostrando o principal motivo da data: a Ressurreição de Cristo. Para encerrar as comemorações, as escolas, creches e projetos fizeram as apresentações e entregaram os ovos de chocolate. O prefeito Dr. Luís Estevão e a secretária da Educação Maria Luiza estiverem presentes na EM “Zezito Palma” e “Sálua Nasser”, na quarta-feira, e participaram das atividades. A criançada ficou muito feliz com as caracterizações de coelho, com as musiquinhas e principalmente com o “Ovo de Páscoa”, provado e aprovado. O prefeito e a secretária da Educação encerraram reforçando o significado da morte e ressurreição de Jesus. “Que todos levem às suas famílias os votos de uma feliz e Santa Páscoa”. OFICINA - GRAFITE COM STENCIL ARTE DE RUA EM MÁSCARAS Coordenação: Renato Andrade Vieira De 24/4 a 03/06 – quintas-feiras – 14h às 17h Público: interessados, a partir de 15 anos Inscrições: 14/4 a 23/4 Seleção: primeiros inscritos 30 vagas Guardas Municipais participam de curso promovido pela Gold Meat Palestra orientou sobre os procedimentos em caso de vazamento de Amônia Anidra ça do Trabalho José Carlos Malta ajudou a identificar o gás e orientou sobre os cuidados no combate a incêndio, na proteção pessoal, nos primeiros socorros e na segurança em geral. Também foram apresentados os dados toxicológicos e informado o limite de tolerância de contato com o gás. O C mte da Guarda Municipal, Carlos Geraldo Rafael reforça dizendo que essas orientações são imprescindíveis e, em caso de vazamento de amônia, a corporação está preparada para agir. Inscrições Casa das Artes e Cultura Profs. Lucy e Teófilo Elias Rua Sampaio Moreira, 420 – Centro – Cajuru/SP Para orientar à comunidade vizinha a Indústria Gold Meat e as autoridades municipais, a empresa promoveu na semana passada uma palestra como proceder em caso de vazamento de Amônia Anidra. A palestra proferida pelo Técnico de Seguran-

[close]

p. 7

Edição 727 - 19/04/2014 Página 7

[close]

p. 8

Página 8 Edição 727- 19/04/2014

[close]

p. 9

Edição 727 - 19/04/2014 Página 9

[close]

p. 10

Página 10 Edição 727- 19/04/2014 SINAPSE Saiba o que pode acontecer se você for pego pela Lei Seca sário para o organismo metabolizar o álcool. Não existe nada que se possa fazer para acelerar o processo do metabolismo do álcool no corpo, a despeito de algumas crenças como ingerir café, aspirina, tomar banho gelado ou comer enquanto se bebe. “Nada acelera este limite de uma hora por dose. Se você der um banho gelado em uma pessoa bêbada, você terá um bêbado limpo, mas não vai acelerar a recuperação do sujeito”, explica Laranjeira. No entanto, o mais importante para dirigir com segurança é a conscientização. Para o especialista, no Brasil ainda é preciso aprender que não se deve beber e dirigir. “Se você pensa em dirigir, não deve consumir álcool. Este é o ponto principal que se deve pôr em prática no país. O brasileiro tem de se planejar antes de sair para festas ou locais onde é possível beber. As pessoas têm que encontrar formas de se locomover, o que já acontece nos países desenvolvidos”. Informações oficiais O site da Polícia Rodoviária Federal também dá algumas dicas que podem ajudar o motorista que ingeriu álcool a esclarecer dúvidas. As informações oficiais apontam que não e x i s t e m “parâmetros confiáveis” para estipular o tempo de metabolização do álcool no organismo, por isso é recomendado que o motorista espere ao menos 12 horas para retornar ao volante. O site esclarece ainda que, de modo geral, consumir o equivalente a 1 lata de cerveja, ou 1 taça de vinho, ou 1 dose de cachaça, vodca ou uísque e conduzir um veículo logo após o consumo é o bastante para ser multado. O bafômetro é capaz inclusive de detectar a presença de álcool se o teste for realizado imediatamente após a pessoa ter consumido alimentos com a substância (como bombom com licor, por exemplo) ou usado antisséptico bucal que contenha álcool. Nesses casos, o site esclarece que o motorista deve informar o ocorrido à autoridade de trânsito no momento da abordagem, para que se possa fazer bochechos com água, no intuito de retirar resíduos de álcool da mucosa, e promover novo teste. http:// Fonte: www.uniad.org.br Apôio: Saúde Ment a l - A M B U L AT Ó R I O “dona Fifia” – fone 163667 9962 Todos sabem que a nossa Legislação não permite mais brechas no bafômetro. A tolerância que existia antes, de algumas latinhas, não existe mais. Hoje a tolerância é zero! Isso não é novidade para ninguém, todavia mesmo com essa tolerância zero foram sancionadas mudanças que tornam ainda mais severa a punição para aqueles que bebem e dirigem. O que mudou? Mesmo que a pessoa se recuse a fazer o teste do bafômetro, já que ninguém é obrigado a fazer prova contra si mesmo, outras provas podem ser consideradas válidas para atestar a embriaguês do condutor do veículo como: vídeos, relatos, testemunhas e outras provas. Além disso, aumentou-se o valor da multa que antes era de R$ 957,70 e agora é de R$ 1.915,40. Caso dentro de 12 meses a pessoa seja reincidente esse valor ainda é dobrado! Se ao soprar o bafômetro sua taxa de álcool no sangue der entre 0,1mg/L e 0,3mg/L você terá sua carteira recolhida, terá seus direitos de dirigir suspensos por um ano e arcará com a multa de R$ 1.915,40. Contudo, se sua taxa de álcool no sangue der entre 0,4mg/L e 6dg/L, além de você perder a carteira, ter seu direito de dirigir suspenso por um ano e pagar a multa, você será preso em flagrante e responderá um processo penal. Saiba quanto tempo você deve esperar para dirigir depois de ingerir bebida alcoólica. No final do ano passado, a presidente Dilma Rousseff sancionou a lei que aumenta o rigor na fiscalização da ‘Lei Seca’. A nova medida endureceu as penas aplicadas ao motorista que dirigir alcoolizado e manteve qualificado como crime dirigir com mais de 6 decigramas de álcool por litro de sangue. No entanto, muitas vezes fica a dúvida: quanto tempo depois de beber o motorista pode dirigir sem infringir a lei e, principalmente, com segurança? O médico Ronaldo Laranjeira, professor titular de psiquiatria e dependência química da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), explica que há um conceito fixo na medicina que afirma que o organismo se livra do equivalente a uma dose de álcool por hora. “Uma dose pode ser uma taça de vinho ou chope, ou ainda um daqueles copos bem pequenos de destilado, que o fígado le- vará cerca de uma hora para metabolizar o álcool no corpo humano”, explica. Sendo assim, se uma pessoa de aproximadamente setenta quilos ingeriu três copos de chope, por exemplo, ela terá de esperar três horas para dirigir. Caso tenha tomado dez taças de vinho, serão necessárias dez horas para que o organismo esteja livre dos efeitos do álcool. Mas o médico esclarece que os efeitos do álcool variam de acordo com cada pessoa e com uma série de fatores: “Se o indivíduo bebe com o estômago vazio, os efeitos do álcool pelo corpo podem aparecer mais rápido, assim como o corpo feminino demora mais para metabolizar o álcool”. Por isso, a Polícia Rodoviária Federal recomenda que se espere pelo menos 12 horas antes de dirigir após a ingestão de álcool. Uma dica importante de Ronaldo Laranjeira é controlar a quantidade de álcool ingerida. Por exemplo, se alguém ficar duas horas na casa de uma pessoa jantando e, durante esse período, consumir apenas duas taças de vinho ou dois copos de chope, provavelmente estará pronto para dirigir pouco depois da refeição, pois cada copo de bebida foi consumido ao longo de uma hora, tempo neces-

[close]

p. 11

Edição 727 - 19/04/2014 Página 11

[close]

p. 12

Página 12 Edição 727- 19/04/2014

[close]

p. 13

Edição 727 - 19/04/2014 Página 13 “Imagina na Copa!” Essa frase tem se tornado uma constante para ressaltar coisas que não tem dado muito certo ultimamente. Se está ruim agora, imagina quando a coisa acontecer pra valer - é isso que ela quer dizer. E depois de perambular por aí nestas férias, percebi que não precisaremos esperar pelo evento futebolístico para constatar algumas atrocidades. Vou dar exemplos. Logo no início das minhas férias fui a Natal, uma das cidades turísticas do nordeste para a qual eu ainda não tinha ido. Gosto do nordeste por causa do sol intenso, das poucas chuvas, da hospitalidade do seu povo e da beleza de suas praias. Mas deste vez me deBarraca da Evanilda, Praia de Genipabu - Natal/RN: extorsão através de preços abusivos. cepcionei. Nas três saídas que dei do resort para conhecer as praias, senti na pela a exploração que o turista, seja de onde for, já está sofrendo em razão de sediarmos um dos mais importantes eventos do mundo. Passeios caríssimos e sem nenhuma qualidade ou estrutura, guias que mal falam o português, que dirá outra língua, e extorsão de barracas e restaurantes de praia. Até mesmo no hotel em que eu estava. A comida no nordeste já não é mais tão barata como a gente sabia que era. Num dos meus passeios à Praia de Genipabu fui literalmente feito de idiota por não ter perguntado antes o preço de uma porção de isca de pei- xe. Quando pedi o cardápio na Barraca da Evanilda (guardem bem este nome), o “gentil” garçom apenas me trouxe uma caixa de peixe fresco para que eu escolhesse um exemplar e disse “Esse aqui doutô é o nosso cardápio ao vivo”. Escolhi e pedi que dele fossem feitas as tais iscas. Não perguntei o preço pois imaginava que, comparando com outros restaurantes que eu já tinha ido, não passaria de 35, 40 reais. Ledo engano! Quando a conta veio apontando consumo de uma água de coco, um suco, uma cerveja e outros petiscos para mim, minha mulher e minha filha, somava 178 reais! Isso mesmo 178 reais! O preço que eu gastaria no jantar de um casal num restau- rante médio em São Paulo. Só pela isca de peixe, “me roubaram” CEM REAIS!! UM ABSURDO! Xinguei, ponderei, discuti e acabei tendo de pagar a conta salgada por não ter tido a esperteza de perguntar o preço antes e nem de ter olhado o cardápio. A alegação do garçom era de que o peixe era fresco, tinha acabado de ser pescado. Mas, oras, o dia em que eu não comer peixe fresco numa barraca de praia, o apocalipse chegou. E outra: eles me cobraram CEM REAIS por um peixe que pegaram DE GRAÇA ali no mar?? Quem mandou eu ter cara e cor de turista americano!! Mas este foi apenas um dos exemplos. No centrinho comercial que vende artesanatos e lembranças de Natal, preços de shopping de zona sul para produtos manufaturados e que servem apenas para você se lembrar que esteve em Natal. 200 reais por uma rede (que pago 30 em qualquer se- máforo de São Paulo - e que veio de lá mesmo), 60 por um jogo de suporte de pratos, e aí vai. É claro que sai de lá quase de mãos vazias. Aproveitei para conversar com um dos comerciantes e perguntei o porque dos preços tão altos. Sem nenhuma vergonha ele me disse: “A gente vai aumentan- do aos poucos pra quando chegar na Copa a gente faturar um pouquinho mais. Depois a gente abaixa!”. Disse isso com a maior cara de pau e a “inocência” clássica dos nordestinos. Então meus amigos, “imaginem na copa”, principalmente nas cidades que sediarão jogos, como Natal. Também senti esse tipo de “reajuste escalonado” em Florianópolis, pra onde fui logo depois de Natal. Aluguéis, restaurantes, locação de carros... tudo bem mais caro que no ano passado quando estive por lá, também de férias. E pergunto onde vamos parar assim? Já não bastasse a conta que estamos pagando por conta das obras milionárias dos estádios, nós que moramos aqui no Brasil, ainda temos de su- portar essa “malandragem” tupiniquim como se fôssemos de fora. Se me perguntarem o que eu espero da Copa do Mundo eu respondo: “Espero que termine logo” e quase sem sequelas para o nosso sofrido povo que já paga conta altas demais. Não posso sequer reclamar pelo que senti na pele pois graças a Deus tenho condições de suportar esse tipo de extorsão. Mas não gosto de ser feito de trouxa. E não gosto de saber que um povo tão batalhador poderá estar comemorando o hexa enquanto na surdina o governo arquiteta planos para enfiar ainda mais a mão nos nossos bolsos. Minha cara Seleção Brasileira, meus admirados jogadores, me desculpem mas, desta vez não vou torcer por vocês!

[close]

p. 14

Página 14 Edição 727- 19/04/2014

[close]

p. 15

Edição 727 - 19/04/2014 Página 15

[close]

Comments

no comments yet