Eco da Tradição - Abril 2014

 

Embed or link this publication

Description

jornal do mês de Abril

Popular Pages


p. 1

ECO DA TRADIÇÃO - ANO XII - Nº 152 - ABRIL 2014 Secretaria da Cultura 26º Entrevero Cultural de Peões do Rio Grande do Sul lança edital de R$ 2,5 milhões com patrocínio 10 a 12 de Abril de 2014 Página 19 da Petrobras Giruá/RS Um deputado preocupado com as tradições gaúchas MTG realizou seminário de prendas e peões em Canoas Foto: Rogério Bastos OPINIÃO PELO RS Elenir Winck fala da crise de valores Pág. 02 EVENTOS PELO RS Maio tem FECARS e Ciranda Pág. 03 Foto: Liliane Pappen Fotos: Rogério Bastos PELO RS MTG Programa ao vivo na TV Tradição Pág. 04 Página 08 “Eu sou do Sul”, de Elton Saldanha, foi escolhida pela comissão estadual dos festejos farroupilhas para ser a música tema deste ano Foto: Eduardo Rocha Elton Saldanha canta o tema dos Festejos Farroupilhas 2014 Página 07 Página 10 PELO RIO GRANDE PELO RS Gaúcho Pachola lança DVD pela ACIT Pág. 06 TURISMO PELO NO RS SUL Bacopari a lagoa azul dos pampas Pág. 09 NOTICIAS PELO RS DTG ocupando seu espaço na 25ªRT Pág. 15 PELO RS PIÁ 21 Trabalhando datas importantes Encarte Central Com centenas de composições fazendo sucesso, musica escolhida retrata o orgulho de ser do sul, além de mostrar virtudes e valores do povo gaúcho

[close]

p. 2

2 Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 EDITORIAL Manoelito Carlos Savaris - Presidente OPINIÃO Elenir de Fátima Dill Winck Vice-presidente de Cultura do MTG Um “Clube” Chamado MTG Rua Guilherme Schell, 60 Porto Alegre / RS CEP: 90640-040 Email: imprensa@mtg.org.br www.mtg.org.br mtg-rs.blogspot.com wp.clicrbs.com.br/mtg Contato: 51. 3223-5194 De vez em quando o Movimento Tradicionalista Gaúcho se vê envolvido em polêmicas que brotam, invariavelmente, de interesses de ordem econômica por algumas pessoas que ao invés de servirem à tradição, se servem dela. A bronca do momento está na área do tiro de laço. Primeiro surge um grupo de “rebeldes”, descontentes com as regras que foram adotadas por vontade da maioria – claro que esses descontentes não são a maioria. Depois surgem os que têm o objetivo primordial de ter vantagem financeira. Com eles outro grupo se junta: aqueles que têm interesse político. Todos juntos formam um pequeno contingente que tem clareza nos seus objetivos, são bons de conversa, sabem usar os argumentos que lhes convém para ganhar a companhia de outros que acreditam até que Papai Noel existe. Não são muitos, mas são barulhentos e bem articulados. Eles transitam pelos gabinetes e “vendem” a ideia de que representam a maioria. Há quem lhes dê crédito, por boa fé ou por ver nisso a possibilidade de ter alguma vantagem. A pregação é clara e se traduz por algumas frases, como: “o tiro de laço deve ser considerado um esporte”; “como esporte o tiro de laço deve ser organizado por uma federação”; “na área do esporte há dinheiro sobrando no Brasil”; “nós, do novo sistema, somos os verdadeiros defensores dos laçadores”. Essas e outras pérolas estão sendo ouvidas nos rodeios e lidas nas redes sociais. Quando o MTG, pelas suas instâncias constituídas, se levanta e aplica o regulamento, eles empunham a Constituição e gritam forte: “temos o direito de ir e vir”; “não podem nos tirar o direito de fazer o que quisermos”; “vivemos numa democracia e exigimos nossos direitos”. Pois eles têm toda a razão, pois vejamos: 1. O MTG é um clube, uma associação privada, que conta somente com associados voluntários, ou seja, não obriga ninguém e, assim, respeita o direito de ir e vir; 2. O MTG defende vigorosamente o direito de escolha das pessoas. Somente participam dos seus quadros as entidades que desejarem e orienta a que cada entidade filiada somente mantenha nos seus registros as pessoas que livremente escolherem ser associados; Valores em crise! Vivemos na era da comunicação! Nunca antes foi tão fácil receber ou enviar informações, pois os meios para fazer isso são os mais modernos possíveis. A tecnologia a cada dia nos surpreende com novas possibilidades de nos conectarmos com o mundo e acessarmos dados, informações, notícias, pesquisas, descobertas e fatos. A comunicação entre as pessoas tornou-se muito fácil. Por outro lado, estamos deixando de nos comunicar uns com os outros e isso significa que estamos deixando de transmitir nossos conhecimentos, experiências, valores e ideais. Temos os meios para isso, mas não estamos sabendo utilizá-los devidamente. O uso das tecnologias está influenciando nossa ética e nos desviando do contato direto com o próximo, com aquele que está do nosso lado. Estamos nos escondendo no anonimato, não estamos assumindo nossa relação com o outro para compartilhar o que nos constitui como pessoas, incluindo os valores que nos tornam cidadãos, que tornam a nossa vida significativa. Não esqueçamos que a ética é construída pela sociedade com base nos valores históricos e culturais presentes no dia a dia das pessoas que a constitui. A quais valores estou me referindo? Ao respeito, à solidariedade, à honestidade, ao amor, que norteiam nossa conduta na sociedade, isto é, nossas atitudes para com o próximo, para com a natureza e para o mundo no qual vivemos. Na falta destes valores estamos nos tornando pessoas egoístas, centradas nos nossos próprios interesses, sem perceber que o bem estar do outro significa também o meu próprio bem. Os valores são indispensáveis para o bom funcionamento da sociedade e, consequentemente, para a integração dos indivíduos que dela fazem parte, pois revelam o significado do respeito à vida que estes cultivam. Espera-se de nós, adultos, que saibamos construir e transmitir valores humanos universais, para que possamos formar cidadãos éticos e preparados para viver em sociedade, cidadãos que garantam uma ética equilibrada e baseada na justiça social. Para tanto, é necessário gastar tempo para conviver com as crianças e os jovens, ouvindo-os, interagindo com elas, ensinando sobre valores e princípios e dando exemplos de nossa vida que possam orientar a conduta destes. Esse tempo de convívio com a geração mais nova, através do diálogo e da interação direta com ela, certamente poderá influenciar positivamente para que nossas crianças e jovens possam construir seu futuro sobre uma base sólida a partir de valores bem definidos. EXPEDIENTE: SUPERVISÃO: Manoelito Carlos Savaris DIREÇÃO GERAL: Nairioli Callegaro DIREÇÃO DE REDAÇÃO: Rogério Bastos DIAGRAMAÇÃO E DESIGN: Liliane Pappen CONSELHO EDITORIAL: Nairioli Callegaro, Odila Paese Savaris e Gustavo Bierhaus JORNALISTAS RESPONSÁVEIS: Rogério Bastos (16.834) Liliane Pappen (16.835) Fúlvio Lopes (16.200) ESTÁGIO E REVISÃO: Ticiana Leal COMERCIAL E EXPEDIÇÃO: Rejane Azevedo IMPRESSÃO: Zero Hora TIRAGEM: 3 mil exemplares Atendimento 09 às 12 horas e das 13 às 18 horas De segunda a sexta-feira dades livres que, por sua vez, conta com associados voluntários, com isso, estabelece as suas próprias regras” 3. O MTG decide tudo no voto. Tudo é discutido, a maioria vence e daí, surgem os regulamentos que, democraticamente, são elaborados e, da mesma forma, aplicados. Quem não concorda com os regulamentos podem procurar outras associações e se quiserem impor seus próprios regulamentos, criam suas próprias entidades. Desta forma, me parece que ficamos bem entendidos. O MTG é uma associação composta de entidades livres que, por sua vez, conta com associados voluntários, com isso, estabelece as suas próprias regras. É bom lembrar que, no momento que nos associamos a um clube qualquer, assumimos o compromisso de cumprir e fazer cumprir as normas do estatuto e dos seus regulamentos. No MTG até juramento se faz sobre isso. Será que um clube de futebol, não filiado à FGF, pode participar do campeonato gaúcho? Será que um atleta não registrado na CBF pode jogar no Esporte Clube Passo Fundo? Será que um juiz registrado na FGF pode apitar o campeonato catarinense sem autorização da Federação Gaúcha? Uma das regras definidas e consolidadas no artigo 29, inciso IX, do Regulamento Geral e reafirmada no artigo 100 do Regulamento Campeiro é a de que os filiados ao MTG não participam de eventos de entidades não filiadas e não permitem que não filiados participem dos seus eventos. É uma regra clara e que se impõe a todos. Quem não concorda com a regra tem dois caminhos: cumpre e tenta mudá-la pelos caminhos legais, ou garante o seu “direito de ir e vir” e vai! “O MTG é uma associação composta de enti- Valores da Anuidade R$ 866,82 Plena R$ 744,30 Parcial R$ 458,41 Especial Estudantis R$ 131,68 40% do valor é repassado às RTs. Abril Valor MTG: PRESIDENTE: Manoelito Carlos Savaris VICE PRESIDENTE DE ADMINISTRAÇÃO: Nairioli Callegaro VICE PRESIDENTE DE CULTURA: Elenir Winck VICE PRESIDENTE DE EVENTOS: José Roberto Fischborn VICE PRESIDENTE DE FINANÇAS: Gerson Ludwig REFLEXÃO Não nos responsabilizamos pelas opiniões publicadas no jornal repousar no orvalho da pausa, despertar no instante, ser agente de um cuidado integral e sorrir para o grande mistério da vida. Em marcha!” (Roberto Crema) “Peregrinar sempre, Por ir Elom a t Mal

[close]

p. 3

Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 3 - Laço Guri/Guria – 2 armadas - Laço Piá/Menina – 2 armadas - Laço Capataz – 2 armadas - Laço Pai e Filho – 2 armadas - Laço Prenda – 2 armadas - Laço Coordenador Regional – 2 armadas/desempate - Laço Diretor Campeiro Regional – 2 armadas/desempate - Laço Seleção (10 participantes) – 2 armadas - Final de todas as duplas - Primeira eliminatória de todas as individuais - Final da Gineteada 08h - Inicio dos Jogos Tradicionais 22ª Edição - Truco Cego - Truco de Amostra - Jogo do Solo - Jogo da Tava - Bocha Campeira - Tetarfe 13h – Vaca Parada: Bonequinha – Prendinha - Piazinho – Piazito 04/05/2014 – Domingo 08h - Continuação das provas Campeiras, na ordem: - Final de todas as individuais - Laço - Laço Seleção Equipe - 10 participantes (1 armada) - Prova Braço de Diamante - vencedores das FECARS anteriores - Prova Braço de Ouro da 26ª FECARS 09h - Laço Vaca Parada (finais) 08h - Continuação das provas esportivas (fi nais) 14h - Despedida do atual Diretor Campeiro e posse do novo Diretor 19h - Solenidade de Encerramento e entrega dos troféus: Cyro Dutra Ferreira e Valdir Muniz Silveira (Rotativo) ENTREVERO CULTURAL DE PEÕES FECARS - FESTA CAMPEIRA DO RIO GRANDE DO SUL 01/05/2014 – Quinta-feira 09h - Recepção e credenciamento das delegações 12h - Recepção da Chama Crioula no Parque 14h - Laço Executivo Municipal (Exclusivo a Prefeitos, Vice Prefeitos e autoridades), Laço Conselheiro e Narrador 16h – Prova de Rédeas 19h - Reunião da Diretoria Campeira com responsáveis pelas RTs 02/05/2014 - Sexta-feira 08h - Abertura e apresentação das delegações - Homenagem a 10h - Início das provas Campeiras na seguinte ordem: - Laço Vaqueano – 3 armadas - Laço Veterano - 3 armadas - Laço Patrão – 3 armadas - Laço Rapaz/Prenda – 3 armadas - Laço Irmãos – 3 armadas - Laço Guri/Guria – 3 armadas - Laço Piá/Menina – 3 armadas - Laço Capataz – 3 armadas - Laço Pai e Filho – 3 armadas - Laço Prenda – 3 armadas - Laço Coordenador Regional – 3 armadas - Laço Diretor Campeiro Regional – 3 armadas - Laço Seleção (10 participantes) - Chasque - Gineteada 20h - Congresso Técnico dos Esportes 03/05/2014 - Sábado 08h – Continuação das provas de laço conforme ordem: - Laço Vaqueano – 2 armadas - Laço Veterano - 2 armadas - Laço Patrão – 2 armadas - Laço Rapaz/Prenda – 2 armadas - Laço Irmãos – 2 armadas Entrevero Cultural de Peões do Rio Grande do Sul Local do Evento: Parque Municipal de Exposições Olmiro Callai 26º PROGRAMAÇÃO 10/4/2014 - Quinta-feira 16h – Recepção e credenciamento 19h30min – Missa Crioula – Paróquia Sagrado Coração de Jesus 20h30min – Jantar – Sede do Piquete Nativista Giruá 11/4/2014 - Sexta-feira 7h – Café - Sede do Piquete Nativista Giruá 8h – Hasteamento dos Pavilhões 9h – Prova Escrita – Pavilhão do Comércio – Palco A 11h30min – Almoço - Sede do Piquete Nativista Giruá 13h30min – Inicio das Provas Artísticas: - Peões - Pavilhão do Comércio - Palco A - Guris - Pavilhão da Praça da Alimentação - Palco B 19h - Jantar – Sede do Piquete Nativista Giruá 20h30min – Sessão Solene de Instalação do Entrevero Cultural de Peões Pavilhão do Comércio – Palco A 12/4/2014 - Sábado 7h - Café - Sede do Piquete Nativista Giruá 08h15min – Sessão Solene de Abertura das Provas Campeiras – Pista de Rodeio do Piquete Nativista Giruá. 08h30min – Início das Provas Campeiras - Pista de Rodeio do Piquete Nativista Giruá 12h - Almoço - Sede do Piquete Nativista Giruá 13h30min – Reinicio das Provas Campeiras 20h – Jantar - Sede do Piquete Nativista Giruá 22h30min – Fandango de Divulgação dos Resultados - Pavilhão do Comércio – Palco A – Parque Municipal de Exposições Olmiro Callai INGRESSOS R$ 25,00. Obrigatório uso de pilcha. FECARS - 15º Seminário de Cultura Campeira Durante a Festa Campeira do Rio Grande do Sul, acontece, paralelamente, o seminário de cultura campeira. Este ano o tema tratado será trabalho em couro, com um guasqueiro, e a doma. Data: 03 de Maio de 2014 Local: Parque Municipal de Exposições - Viamão/RS Programação: 08:00hs - Recepção e Credenciamento 09:00hs - Palestra: “Doma Tradicional” Palestrante: Flavio Adriano de Mello - Domador 10:30hs - Palestra: “Habilidades de Guasqueiro” Palestrante: Maicon Paim - Guasqueiro Inscrições poderão ser feitas antecipadamente através do site do MTG: www.mtg.org.br. Certificados serão entregues no mesmo dia do evento, logo após seu encerramento. Este Projeto traz uma proposta no segmento de Radiodifusão Comunitária via Web na área da Cultura rio-grandense, pois se propõe trazer até seus microfones a cultura do estado do Rio Grande do Sul, falar sobre a história, as origens, o povo gaúcho, seus costumes, hábitos, vestes, música, sua culinária, enfim, falar, sobre o Rio Grande do Sul. Sua programação tem como conteúdo a notícia, informativos e a cultura rio-grandense. Seu quadro de comunicadores é formado por voluntários capacitados em comunicação comunitária. O projeto também prevê a realização de oficina de comunicação comunitária . Esta tem como objetivo capacitar o cidadão para que este aprenda a se expressar, perder a inibição, saber falar o que pensa colocar voz em seu pensamento. Será um grande laboratório para aqueles futuros profissionais da área da comunicação exercitar suas funções, abrindo espaço para que estes realizem tarefas dentro de sua área de atuação na criação, administração e produção. - Programa Cultural Gaúcho – falar sobre a cultura riograndense. História, hábitos, costumes, musicalidade, danças, tradição, regiões... Web Rádio Comunitária “1ª RT” - Programa Musical Regional – trazer a música do RS mostrando suas nuances separadamente. - Programa Informativo/Cultural – informar sobre as notícias do Rio Grande e os eventos culturais do estado. - Programa de Entretenimento – intercalar em conteúdo música e descontração, com causos e poesia Gaúchos. - Programa de Entrevistas – trazer a informação através de convidados, autores, escritores, compositores, historiadores, cantores, representantes de CTGs e entidades, Prendas e Peões da região e do estado. - Programa de Culinária Gaúcha – falar sobre a culinária gaúcha, a história gastronômica, curiosidades, receitas, com intervalos musicais. - Programa de História do Gaúcho – apresentar a história do Rio Grande do Sul, suas influências. Programa os Povos Gaúchos – apresentar os povos que formaram o nosso estado, sua participação em nossa história, costumes, vestes, culinária, hábitos, musica. As culturas Gaúchas. - Programa Mãos a Terra – programa que dará dicas de pequenos plantios, agricultura familiar. - Programa Medicina Campeira – a utilização das nossas ervas medicinais no dia a dia do Gaúcho. TEMA ANUAL: PRESERVANDO O PASSADO, CONSTRUINDO O FUTURO

[close]

p. 4

4 PROSEANDO COM TENÊNCIA Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO Por Rogério Bastos Casos e Acasos Dia 17 de março estive no segundo CTG criado no estado, na cidade de Taquara, onde foi aprovada, em 1961, a carta de princípios do movimento. Não estive lá sozinho, pois me acompanhou dona Nilza Lessa, viúva do saudoso Barbosa Lessa, o qual fomos para falar sobre a vida e obra. Muito bem recebidos pela patronagem e um público surpreendente, notei a vitalidade da dona Nilza, patrona dos festejos farroupilhas de 2012, hoje, com 82 anos. Muita energia. E agora, o CTG promoveu um curso de danças gaúchas de salão, com os Fandangueiros da Tradição, e já tem 40 casais. Parabéns ao Fogão Gaúcho, em plena atividade. Cursos do MTG em 2014 Depósito Banrisul - Ag.: 0100 - C/c 06.066982.0-3 em nome de Movimento Tradicionalista Gaúcho Enviar comprovante com nome e telefone para 51 3223-5194 ou e-mail para cursos@ mtg.org.br. Os contatos podem ser feitos com a Luciana Borges. Dia Curso Hora Valor Endereço O Fogão Gaúcho Abril 5 21 Sábado Segunda Painel de Indumentária Juízes de Campeira 9 às 18 9 às 18 R$ 50,00 R$ 70,00 Sede do MTG - Porto Alegre CTG Laço Velho Bento Gonçalves Maio 10 24 24 28 Sábado Sábado Sábado Segundafeira Painel Artístico - Danças Tradicionais, Chula, Danças Gaúchas de Salão, Música e Manifestações Individuais (Declamação, causo, trova) Jovens Voluntários Mód II CFor - Curso de Formação Tradicionalista Curso de Narradores - Inscrições até 23/05 9 às 18 9 às 18 9 às 18 9 às 18 R$ 35,00 R$ 70,00 R$ 60,00 Passo Fundo - CTG Lalau Miranda Sede do MTG - Porto Alegre Sede do MTG - Porto Alegre CTG Sentinela da Querência - Santa Maria Sede do MTG - Porto Alegre Sede do MTG - Porto Alegre Sede do MTG - Porto Alegre Sede do MTG - Porto Alegre Entendemos, na maioria das vezes, que o marketing social, ou a comunicação, no meio tradicionalista é atirar informações nas redes sociais, ou, no encontro regional, evento criado para a troca de ideias entre dirigentes de entidades, dar recado (muitas vezes com sonorização de baixa qualidade) que vai ter evento naquela semana, ou no mês. Se tu estás fazendo isso, pare! A comunicação, a exemplo da gestão, exige planejamento. Um pequeno estudo das possibilidades, de fora para dentro, vai fazer perceber as dificuldades que estão sendo encontradas. É importante criar um plano, um método, ou manobras para obter um resultado específico. Temos que considerar a comunicação parte integrante do processo de gestão organizacional, que exige atenção e, às vezes, investimentos. Quando bem planejada e executada, uma política de comunicação estratégica pode trazer resultados surpreendentes. A comunicação tradicionalista Julho 12 13 Sábado Domingo Cfor Avançado - Mod I Cfor Avançado - Mod I 9 às 18 9 às 18 R$ 150,00 Outubro 18 19 Sábado Domingo Cfor Avançado - Mod II Cfor Avançado - Mod II 9 às 18 9 às 18 R$ R$ - Tenho visto e ouvido coisas que considero “bizarras”. Vou dar dois exemplos claros do cotidiano: Estamos em um rodeio, ou outro evento qualquer, e aparece um problema... Na ânsia de resolver, sem colocar em risco a organização, em muitos casos, passa-se à outra parte interessada que é “regra do MTG”. O MTG criou regras. O MTG sozinho não cria regras, quem as cria, somos nós, que fazemos o “tal MTG” existir. Bem, se a pessoa não participa, não vota, não debate, não tem como reclamar. Mas os fóruns estão ai. O outro exemplo é quando falam que o MTG não dá orientação sobre busca de recursos, projetos, possibilidades. Todos os meses, o jornal Eco da Tradição traz novidades da LIC, FAC, MinC, tem o espaço “cevando o mate”, com orientações administrativas. Qual o trabalho que se tem que ter para se obter a informação? Procurá-la. Não criamos a formula ainda, de um “alerta Eco”, como tem o Google, para avisar que chegou uma noticia interessante. #FICAADICA - #LERFAZBEM Falta de informação? MTG lança programa pela TV Tradição Desde agosto de 2013 estamos trabalhando para que, a emenda do Deputado Federal Paulo Ferreira, chegue às cidades, para incrementar os festejos farroupilhas, promovendo e qualificando a interiorização deste evento. Foi aprovada uma emenda de R$ 1.000.000,00 - que já foi cadastrada no Siconve, agora em abril sai o edital. Fique atento. Emenda parlamentar do Deputado Paulo Ferreira já está próximo do edital Estreou dia 1º de abril, o programa “Proseando com o MTG”, apresentado por Manoelito Carlos Savaris, presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho. O mais novo programa, ao vivo, da TV Tradição, vai ao ar todas as terças-feiras, sempre às 18 horas, direto do estúdio em Porto Alegre. Savaris, ou outro membro da diretoria, que estiver apresentando o programa responderá, ao vivo, as perguntas que receber até às 12 horas, do dia da exibição. Por isso, quem quiser fazer questionamentos, envie suas perguntas para os e-mail’s: tvtradicao@tvtradicao.com.br ou diretoria@tvtradicao.com.br. Assista pelo site: www.tvtradicao.com.br, onde o vídeo ficará à disposição para posteriores visualizações. Deputado Jorge Pozzobom, em lei que passou a vigorar em outubro de 2013, mas que, muita gente não sabe, transforma os rodeios e festas campeiras, promovido por entidades ligadas o Movimento Tradicionalista Gaúcho, como oficiais do calendário estadual. Isso abre portas na questão de captação de recursos, pois a lei diz que estes eventos são de fundamento. (Ver matéria completa na página 08). Rodeios gaúchos no calendário oficial

[close]

p. 5

Ano XII - Edição 152 DEPARTAMENTO JOVEM Abril de 2014 RECUERDOS 5 Por Maria Angélica Saraiva - Diretora e Murilo Andrade - Vice-diretor Superando desafios Muitas vezes, ao assumirmos desafios, nos deparamos com constantes questionamentos referentes à possibilidade de não alcançar os objetivos traçados para a etapa que se inicia. Com a missão de conduzir o Departamento Jovem do MTG, muitas pessoas questionaram sobre como estaria a vitalidade funcional deste departamento; a resposta a esta indagação vem tomando corpo no decorrer das atividades que vão sendo realizadas, como a Caminhada pela Paz, que ocorreu em diversos municípios do Estado e demais que iremos compartilhar com todos os tradicionalistas que tem o hábito de sorver as informações do tradicionalismo através do Eco da Tradição. No dia 08 de março, por ocasião do Seminário Estadual de Prendas e Peões, realizado em Canoas, ocorreu a primeira reunião do Departamento Jovem do MTG com os diretores inter-regionais e os representantes das regiões tradicionalistas. Nesta exata reunião tivemos a imensa felicidade de atingir o número de 17 regiões participando, superando o número de Regiões presentes na própria Assembleia Geral Eletiva do Departamento Jovem realizada paralelamente ao 61º Congresso Tradicionalista deste ano. Parece que estamos entrando no caminho de ascensão do nosso Departamento. Nesta reunião, tivemos a oportunidade de ouvir as ânsias de cada RT presente e o que elas esperavam do Departamento Jovem. Aproveitamos para divulgar a data do Tchêncontro, que será no dia 29 de Novembro, na cidade Flores da Cunha, 25ª RT e que este ano não atribuiremos premiações, nem exigência de relatórios, visando valorizar a integração e não a competição entre os jovens. Também tratamos assuntos referentes ao vigente Regimento Interno do Departamento Jovem e da melhor integração do nosso Departamento com os demais que compõem as Regiões, Entidades e o próprio MTG. Finalizando, apresentamos o temário a ser trabalhado para o Dia do Jovem Tradicionalista: “Coisa linda é se ver gerações convivendo na santa Paz”, fazendo uma alusão aos 15 anos do Hino Tradicionalista do mestre Barbosa Lessa e também abrangendo o Tema Anual do MTG (Preservando o passado construindo o futuro), pois quando falamos em gerações e famílias estamos tratando de um patrimônio imaterial do povo gaúcho. Assim, podemos afirmar que estamos superando os desafios que assumimos, com a certeza de que se abraçarmos todos juntos esta causa, chegaremos ao final desta etapa com a satisfação do dever cumprido. Há 10 anos o Eco da Tradição publicava: ... Pequenos laçadores são a sensação da 16ª FECARS ... MTG promoverá curso e congresso técnico de música e danças par ao ENART 2004. ... Projeto do Rodeio Nacional de Campeões é apresentado ao governo do estado. Germano Rigotto apoia a realização do evento no RS. ... SAT e Curso de Avaliadores acontecerão simultaneamente ... 29, 30/04 e 01/05 – Entrevero de peões e guris farroupilhas, na Sociedade Gaúcha de Lomba Grande. Paralelo acontecerá a convenção tradicionalista extraordinária. ... Nico Fagundes receberá a medalha Barbosa Lessa. ... MTG recebido pelo Presidente da Assembleia Legislativa do Estado. Deputado Vieira da Cunha recebe a diretoria em visita ao lado do deputado Osmar Severo. ... Jayme Caeano Braun dá nome a viaduto da capital. Apresentação dos Pajadores Albeni Carmo de Oliveira e Nelson Ely de Almeida, na inauguração do viaduto. ... Enedir Pimentel tomou pose como Diretor Campeiro do MTG na FECARS de Gravataí. ... A 23ª RT recebeu o troféu rotativo (concedido a região com maior pontuação no evento). Quem recebeu o troféu foi Nelson Bravo. ... Acontecia o 1º canto dos Ervais, coordenado pela 1ª prenda da 17ª RT, Luana Siganski. Na categoria mirim o 1º lugar foi para Josué Fontana interpretando “Guri”. Na categoria juvenil foi Roberta Soares, interpretando “Reinfância”. TEMA ANUAL: PRESERVANDO O PASSADO, CONSTRUINDO O FUTURO

[close]

p. 6

6 PELO RIO GRANDE Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 Alyne Guimarães Motta Editora do Jornal Rio Vale de santa Cruz Seminário Regional de Prendas e 3º Seminário Regional de Prendas Mirins Aconteceu no domingo, dia 23 de março, nas dependências do CTG Tarumã, o seminário regional de prendas, promovido pelas prendas da 18ª região tradicionalista, Bárbara Janaina Schneider, 1ª prenda, e Letiéle Labandeira Munhoz, 1ª Prenda Juvenil. Aconteceu, também, o 3º seminário regional de prendas mirins promovido pela 1ª Prenda Mirim, Brenda Maia Remonato. Na parte da manhã, foi realizado o evento das prendas mirins, com palestra da médica clinico geral e ecografista, Dra. Rejane de Souza Melo, abordando o tema “Saúde da Criança”; projeto pedagógico, com a professora Rita Sanches, sobre “higiene pessoal”; e palestra com a 1ª Prenda Mirim do Rio Grande do Sul, 2012/2013, Luana Raquel Wojciechowski, com o tema: “Voz Educada, saúde preservada”. Na parte da tarde, foi realizado o seminário regional de prendas, com inicio às 13 horas. Fez parte da programação, palestra com o médico pneumologista, Dr. Nilson Souto Pereira, abordando o tema “Tabagismo”. Projeto pedagógico, com a professora Rita Sanches, sobre “Doenças Sexualmente Transmissíveis”, e dinâmicas abordando o tema anual do MTG 2013 - “MTG em defesa da saúde e bem estar do tradicionalista”, com o enfermeiro Claiton Modernel. Participaram dos eventos, entidades tradicionalistas do município de São Gabriel e dos demais municípios que compõem a 18ª região tradicionalista, bem como autoridades regionais, como o Coordenador Regional, Gilberto Silveira, Vitor Benites, Tesoureiro, e Paula Oliva, Diretora do Departamento Cultural da 18ª RT. Foto: Divulgação Um registro pra lá de autêntico Cizoni Dal Ri, o Gaúcho Pachola, gravou seu DVD em Santa Cruz do Sul, valorizando a cultura tradicional. O lançamento será pela gravadora ACIT. “Mais faceiro que ganso novo em taipa de açude”. Assim estava Cizoni Dal Ri, o Gaúcho Pachola, na noite de quarta-feira, 12 de março, quando aconteceu a gravação do seu primeiro DVD. “Bem do tipo nosso” é uma coletânea pra lá de especial, escolhida a dedo pelo músico. “São composições minhas, selecionadas para esta noite”, revela o Gaúcho Pachola, satisfeito ao ver o galpão do Parque de Eventos lotado. “Nunca imaginei que tanta gente viesse me prestigiar. Como artista, me sinto lisonjeado pelo carinho de todos”, acrescentou. Com meses de preparação, Pachola considera este trabalho um marco em sua carreira. “Tenho muitos CDs gravados e produzir este DVD é diferente. São mais pessoas envolvidas e um cuidado ainda mais rigoroso. A equipe foi sensacional e o resultado com certeza o melhor”, explica. PARTICIPAÇÕES Além do músico, o DVD conta com a participação de Gildinho, do grupo Os Monarcas. “É gratificante ver a cultura gaúcha indo adiante com a autenticidade do Gaúcho Pachola”, revela o músico que, em 2013, foi patrono dos Festejos Farroupilhas no Rio Grande do Sul. “Já estive ao lado de grandes músicos, mas estar junto do Pachola é uma grande honra, pois mostra o seu verdadeiro estilo, retratando o homem da lida diária no Rio Grande do Sul”, acrescentou Gildinho. A gravação ainda contou com a participação de Fernando Montenegro e Ivan Godoy, do grupo Cordiona. AUTENTICIDADE Além do grande público que esteve presente, o destaque foi para o presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Manoelito Savaris. “É um homem campeiro, que faz música do jeito tradicional e com a postura de um verdadeiro gaúcho”, declarou. Conforme Savaris, a tradição gaúcha ganha muito com o Gaúcho Pachola “Mais do que cantar, tem uma postura adequada, o que o MTG preza como entidade cultural. São exemplos como esses que os pequenos precisam ter para levar a tradição adiante”. A gravação do DVD teve como patrocínio máster da Klabin, através da Lei de Incentivo à Cultura (LIC) do Ministério da Cultura - Governo Federal, com apoio da Prefeitura de Santa Cruz do Sul, MTG, Precimak e DRS Distribuidora. Foto: Alyne Motta São Gabriel recebeu o seminário regional de prendas e peões da 18ªRT Porto Alegre tem praça em homenagem à José Cláudio Machado A Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou e fica denominado Praça JOSÉ CLÁUDIO MACHADO o logradouro público cadastrado conhecido como Praça 4103 – Loteamento residencial Encosta do Sol em Porto Alegre – nos termos da Lei Complementar nº 320. As placas denominativas conterão abaixo do nome do logradouro os seguintes dizeres: Tradicionalista e Cantor Nativista. Esta Lei entra em vigor a partir da data de publicação. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. José Fortunatti – Prefeito. “ ...Particularmente e, justificadamente emocionado, eu agradeço esta distinção por merecimento ao Zé Cláudio e muito obrigado pelo reconhecimento de todos os amigos e autoridades envolvidas nesta honraria” – disse o amigo Mauro Moraes em seu perfil oficial no facebook. Gildinho (D), apadrinhou o DVD do Gaucho Pachola, que tem o selo da ACIT TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 7

Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 ESPAÇO DA CBTG 7 Por Romencito José Aléssio ESPAÇO DO IGTF Assessoria de Imprensa do IGTF Comissão da Semana Farroupilha escolhe música tema A Comissão Estadual da Semana Farroupilha aprovou nesta terça-feira, 18, que a música tema das comemorações dos festejos relativos ao 20 de setembro no Estado será “Eu sou do Sul”, do cantor e compositor Elton Saldanha. Ao contrário dos anos anteriores - quando foram promovidos concursos para a escolha da música tema - em 2014, a comissão optou por uma canção já conhecida e que vem ao encontro do tema dos desfiles: Eu sou do Sul. Os integrantes da comissão decidiram instituir, em parceria com a Estância da Poesia Crioula, um concurso de poesias com a mesma temática em substituição à escolha da música. Para o presidente da Fundação Instituição Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF), Rodi Pedro Borghetti, essa música, assim como tema deste ano, contribuem para que cada um comece a pensar porque sente orgulho de ser do Sul. Elton Saldanha considerou uma honra inigualável ter sua música escolhida. “Presenciamos muitas vezes homenagens póstumas e instituem-se distinções a obras históricas ou de pesquisa, mas receber uma homenagem oficializando o tema dos festejos farroupilhas é algo definitivo”. Salientou ainda que um artista compõe de forma sentimental e despretensiosa, mas nunca imagina que sua composição possa ter um destino tão glorioso. “Eu sou do Sul” foi escolhida a música mais popular da 22ª Califórnia da Canção de Uruguaiana em 1993 e fez parte do CD Cavaleiros da Paz, gravado em 1995. O presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Manoelito Savaris, informou que o livro tema deste ano será escrito por trinta regiões tradicionalistas. “Cada relato será uma oportunidade para falar sobre o orgulho pelo Sul”. Quem é Elton Saldanha Elton Saldanha, cantor e compositor Itaquiense, é formado em jornalismo. Com 18 discos gravados (Cds) e 1 DVD, recebeu mais de 200 troféus em festivais. Tem mais de 800 canções gravadas. É ex-presidente da FIGTF (Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore), ex-presidente do Diretório Acadêmico de Comunicação da ULBRA, ex-Diretor do IEM (Instituto Estadual de Música), membro dos Cavaleiros da Paz, Cavaleiros da Amizade, Cavaleiros Sem Fronteiras e fundador do TAPE (Tribo Amigos do Pé no Estribo). Já percorreu vários países das Américas e Europa à cavalo. Recebeu dois troféus como destaque da década. Apresentou o programa FANDANGO, na TV EDUCATIVA. Recebeu o Troféu Guri, da Rede RBS. Participou dos Seriados de TV “O Tempo e o Vento” e “A Casa das Sete Mulheres”, pela Rede Globo. Protagonizou o curta-metragem “Pois é, Vizinha”, pela Rede RBS. Participou do Seriado. Apresenta o programa “Buenas Tardes Tchê!”, na Rádio Rural. Escreve sobre cultura e cavalos na Revista Crioulos. Gravou o primeiro CD Ao Vivo do Rio Grande do Sul (1998) e o primeiro DVD do sul do país (2000). Foto: Eduardo Rocha Rodeio brasileiro 2015 - Piratuba, Santa Catarina, te espera A confederação brasileira da tradição gaúcha e o movimento tradicionalista gaúcho de Santa Catarina - MTGSC, juntamente com a prefeitura de Piratuba-SC, já trabalham intensamente para organizar o Rodeio Brasileiro da Tradição Gaúcha, que acontecerá 05 a 08 de fevereiro de 2015 na cidade de Piratuba, Santa Catarina. A cidade de Piratuba já possui todas as instalações praticamente prontas, os locais das competições, todos, somente faltando os ajustes finais. Neste dia 31 de março será empossada a comissão organizadora do evento que passa a administrar toda a logística que envolve o evento. Santa Catarina espera a participação de todas as Confederações no Rodeio Brasileiro cuja expectativa de participantes se aproxima em 5000 participantes diretos, ou seja, competidores, na qual mobilizará toda sociedade tradicionalista do Brasil. Segundo o presidente da CBTG, Erival Bertolini, a realização deste evento para o tradicionalismo é de suma importância para a integração dos Tradicionalistas, bem como para a busca dos melhores do país em cada prova realizada. O Presidente do MTGSC Orides Luiz Pompeo salientou a importância para o estado de Santa Catarina de sediar o maior evento da tradição gaúcha, e eu na qualidade de Diretor Campeiro da CBTG digo que o tradicionalismo é um segmento cultural dos mais fortes no pais e isto movimenta muito turisticamente e economicamente o brasil, representando toda a expressão de estar em Piratuba, o melhor de cada estado buscando todos o título de “campeão brasileiro”. É um orgulho muito grande poder estar nesta grande equipe trabalhando na organização deste evento. Coloco-me a disposição do Brasil de Bombacha para sugestões que expressem suas necessidades para que possamos melhor recebê-los e atendê-los neste grande acampamento nacional. Piratuba te espera... ... te arremanga e vem. ESPAÇO DA CITG Por: José Alfredo Tessmann - Diretor campeiro da CITG O gaucho sul-americano Falar de tradição gaúcha internacional e em especial da campeira requer uma viagem no tempo e espaço da América do Sul, em especial do Uruguai, da Argentina e do Chile. Estas terras que já tiveram suas fronteiras marcadas e demarcadas várias vezes, por guerras e revoluções, nunca traçaram fronteiras culturais e é neste espaço virtual que o Gaúcho, o Gaucho vive. As pampas sem fronteiras, assim viviam nossos ancestrais e é assim que a cultura gaúcha teima em viver. Embora muitos insistam em separar o gaúcho sul-rio-grandense do gaúcho uruguaio, Argentino e Chileno, a cultura, os hábitos e costumes destes povos insiste em aproximar e demonstrar que todos são gaúchos sul-americanos. Com a reativação da CITG, na pessoa do presidente, Dorvilio Calderan, e toda sua diretoria, vamos tentar levar mais informações de nossos rodeios e buscar lá nos eventos destes países as semelhanças e diferenças, aproximar os tradicionalistas gaúchos destes países e fortalecer a nível internacional nossas entidades, lembrando sempre nossas origens campeiras. “Longe dos tempos heroicos das revoluções, a sociedade urbana atual viveu o esfacelamento da vida rural e reviveu um gaúcho muito mais atitude que lugar.” (Joana Bosak citando obras de Cyro Martins, Barbosa Lessa e Fábio Cáceres.). Em “O Sentido e o valor do Tradicionalismo” de Barbosa Lessa, fica claro que a necessidade da tradição diz mais respeito à manutenção de valores tradicionais em uma sociedade decadente como forma de sobrevivência cultural que a negação de outras culturas brasileiras ou platinas. Ao citar estes grandes mestres, quero demonstrar que uma aproximação com nossos amigos Gauchos deve ser feita logo, agora, devemos participar, entender e principalmente demonstrar este espírito hospitaleiro e acolhedor que tanto apregoamos. A lida campeira das fazendas e das Estâncias, o tiro de laço, a cura do terneiro, a marcação e as brincadeiras juvenis, hoje só ficam mesmo nos livros e regulamentos. As demonstrações culturais gaúchas a que se propuseram os rodeios há muito que não retratam estas atividades que nossos ancestrais vivenciaram. Uma maior aproximação com nossos irmãos gaúchos não nos fará mal e quem sabe até aprendemos alguma coisa, pode até nos ajudar à evitar de cometer os erros lá cometidos e ao final, consigamos rever e reestruturar nossos eventos, nossa organização. É polêmico, é desafiador, é o primeiro passo, humilde e sereno. Elton Saladanha, autor da música escolhida, na Cavalgada dos extremos TEMA ANUAL: PRESERVANDO O PASSADO, CONSTRUINDO O FUTURO

[close]

p. 8

8 NOTÍCIAS Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 Pozzobom, um deputado preocupado com as tradições gaúchas O Deputado Estadual, Jorge Pozzobom, acompanhando o andamento das proibições de rodeios pelo Brasil, resolveu agir rápido e proteger a cultura autóctone do estado. Aprovou uma lei que transformou os rodeios e festas campeiras em eventos o�iciais do Rio Grande do Sul. A lei incluiu no calendário oficial do estado os rodeios crioulos e as festas campeiras, organizados por entidades filiadas ao Movimento Tradicionalista Gaúcho – MTG e realizados na forma prevista pelas Leis nº 11.719, de 7 de janeiro de 2002 e nº 12.567, de 13 de julho de 2006 (em destaque). Fazer parte do calendário oficial, destacou o deputado, dará proteção jurídica aos eventos. Tornados oficiais, pelo calendário da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Sul, o evento ganha status e abre portas, até mesmo para facilitar a busca de recursos financeiros para serem realizados. Pozzobom baseou-se no preâmbulo da Constituição estadual para preparar o projeto de lei: “Nós, representantes do povo Rio-Grandense, com os poderes constituintes outorgados pela Constituição da República Federativa do Brasil, voltados para a construção de uma sociedade fundada nos princípios da soberania popular, da liberdade, da igualdade, da ética e do pleno exercício da cidadania, em que o trabalho seja fonte de definição das relações sociais e econômicas, e a prática da democracia seja real e constante, em formas representativas e participativas, afirmando nosso compromisso com a unidade nacional, a autonomia política e administrativa, a integração dos povos latino-americanos e os elevados valores da tradição gaúcha, promulgamos, sob a proteção de Deus, esta Constituição do Estado do Rio Grande do Sul.” Aos promotores de rodeios e festas campeiras cabe comunicar anualmente, à Secretaria de Estado do Turismo, a data do evento, mediante o preenchimento de um cadastro que comprove o deslocamento de público para o município que realiza o rodeio (turismo interno). “Pesquisando o Sistema de Proposições demonstrou a existência de importantes leis sobre os rodeios crioulos em nosso estado. Dou como exemplos mais recentes a Lei nº 12.571, de 13 de julho de 2006, que declara integrante do patrimônio cultural do Estado o Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria, e a Lei nº 13.155, de 27 de abril de 2009, que declara integrantes do patrimônio histórico e cultural do Estado do Rio Grande do Sul o Rodeio pois é exigido o cumprimento das leis. Artístico-Cultural e a Festa Campeira do Centro de “Antes, os cuidados com a sua alimentaTradições Gaúchas Porteira das Missões, realiza- ção, transporte, tratamento médico-veterinário, dos no Município de Cerro Largo” – contou o de- proteção e segurança atestam o respeito e devoputado, que já no ano de 2013, durante o ENART, tamento com que os gaúchos tratam os animais. A entregou, juntamente com o presidente da Assem- Constituição Estadual garante o exercício dos direibleia, a “Medalha do Mérito Farroupilha”. tos culturais, entre eles “os modos de fazer, criar e “Antes disso, a Lei estadual nº 11.719, de 07 viver”, que podemos encontrar nos rodeios crioulos de janeiro de 2002, instituiu o rodeio crioulo como realizados no Rio Grande do Sul” – completou o decomponente da cultura popular sul-rio-grandense e putado. foi posteriormente aperfeiçoada pela Lei nº 12.567, Por não aceitar as vedações inapropriadas de 13 de julho de 2006, com um conjunto de normas do Projeto de Lei nº 2.896/2011 que tramita na Câsobre infra-estrutura, cuidados médicos, transporte mara Federal, Pozzobom reafirmou a confiança na de animais, canchas e bretes, formas de encilhas e tradicional conduta do povo gaucho nos rodeios e proteção dos animais” - completou. festas campeiras e apresentou aos deputados o ProTramita, atualmente, na Câmara Federal, o jeto de Lei, que, em 31 de outubro de 2013, tornou-se Projeto de Lei nº 2.986/2011, que proíbe “qualquer lei estadual nº 14.342/2013, inserindo no Calendário modalidade que consista em perseguição, seguida Oficial de Eventos estas comemorações que são de laçada ou derrubada de animal, em rodeios ou parte integrante das nossas mais caras tradições. eventos congêneres” (art. 2º Foto: Liliane Pappen do PL). A proposta estabelece multa de R$ 30.000,00 para os infratores, duplicada em caso de reincidência. “Mas a lei no 12.567/2006, inspirada na legislação federal e nos princípios basilares adotados pelo Movimento de Tradições Gaúchas – MTG, rigorosa ao prever, no § 4º do art. 1º - C, que “nas provas do pealo e da cura de terneiro, a derrubada do animal deverá ser feita nas formas tradicionais, evitando-se ferimento nos animais”, bem traduz o respeito e os cuidados que a Durante a entrevista Pozzobom mostrou onde se baseou para fazer a lei: Na Constituição tradição gaúcha cultiva em relação aos animais” – Lembrou Pozzobom. ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Nos rodeios crioulos orientados pelo Movimento ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Tradicionalista Gaúcho não Gabinete de Consultoria Legislativa existem práticas que submetam os animais à crueldade, LEI Nº 14.342, DE 31 DE OUTUBRO DE 2013. Foto: Rogério Bastos (publicada no DOE n.º 212, de 1º de novembro de 2013) Inclui, no Calendário Oficial de Eventos do Estado do Rio Grande do Sul, os rodeios crioulos e as festas campeiras. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço saber, em cumprimento ao disposto no artigo 82, inciso IV, da Constituição do Estado, que a Assembleia Legislativa aprovou e eu sanciono e promulgo a Lei seguinte: Art. 1º Ficam incluídos, no Calendário Oficial de Eventos do Estado do Rio Grande do Sul, os rodeios crioulos e as festas campeiras organizados por entidades filiadas ao Movimento Tradicionalista Gaúcho – MTG – e realizados na forma prevista pelas Leis nº 11.719, de 7 de janeiro de 2002, e n.º 12.567, de 13 de julho de 2006. Art. 2º Caberá aos organizadores dos rodeios crioulos e das festas campeiras mencionados no art. 1º comunicar, anualmente, ao órgão competente da Administração Estadual a data do evento a realizar-se no ano seguinte. Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Deputado apresenta a lei durante o ENART 2013 PALÁCIO PIRATINI, em Porto Alegre, 31 de outubro de 2013. TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 9

Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 TURISMO NO SUL 9 Por Jeandro Garcia ECO ENTREVISTA Da zona norte da capital, o verso que vem da alma Grandes nomes da arte e do esporte no Brasil surgiram na periferia das grandes cidades. No pequeno bairro da Cohab - Costa e Silva, zona norte de Porto Alegre, Liliana nasceu com a comunicação em seu sangue. Liliana Cardoso Duarte, 37 anos, formada em rádio e pelo tepa-teatro e escola de porto alegre, atriz, radialista, apresentadora e mestre de cerimônias da assembleia legislativa do RS, filha de José Luiz Rodrigues dos Santos e Dione Cardoso Rodrigues dos Santos, mãe de Andres Montemuro, de 17 anos, casada, com o funcionário público, Solon Duarte. “Comecei em 1985, no CTG Coxilha Aberta, em Porto Alegre, no bairro onde me criei, com meus pais e meus 4 irmãos (Me bateu uma saudade agora...)” – lembra Liliana. Eco – Como foi teu começo e o desenrolar do sucesso na modalidade de declamação? Segundo meus pais, sempre demonstrei, quando criança, uma forte aptidão a arte. Em minha tenra idade escrevia roteiro para peça teatral e, convidava minhas amigas de infância para encenar... era a peça: “Alice no país das maravilhas” e, eu fiz pela primeira vez na história teatral, uma Alice negra, que óbvio era eu (risos). Eco – Como nasceu a paixão pela comunicação? Está no dna!!!! Meu avô paterno, Oscar Chaves Garcia era radialista em Cachoeira do Sul. Meu pai, e mestre, José Luiz Rodrigues dos Santos foi locutor e animador da rádio princesa do jacuí, em sua terra natal, Cachoeira do Sul, terra esta, que mais exportou comunicadores para o mundo como: Régis Rosing, Alexandre Garcia (meu tio por parte de pai) Carlos Henrique Schoroder, Paulo Sérgio Pinto,dentre tantos..como poderia desviar-me do caminho da comunicação?????? Impossível!!! Eco – O que é para ti o programa da TV Assembleia, “mateadas”? Um desafio, um aprendizado diário!! É um orgulho e satisfação fazer parte do projeto “mateadas” da tv Assembleia Legislativa. Ser apresentadora em um programa onde comecei como estagiária e produtora em 2005 é uma volta por cima de reconhecimento e empenho. Agradeço o presidente Gilmar Sossela Porter resgatado este programa permitindo o acesso a todos os artistas desse garrão do Brasil. Eco – Atribui ao tradicionalismo o aprendizado e as possibilidades de poder mostrar teu talento? Atribuo sim, ao tradicionalismo meu crescimento como pessoa, mulher, mãe e declamadora.... agradeço ao tradicionalismo o norteamento em minha vida profissional.. agradeço aos tradicionalistas meus pais pela grande “botada” em me colocarem no movimento tradicionalista gaúcho... e, na próxima encarnação, eu quero voltar: mulher negra, declamadora e gaúcha!!! Bacopari, a Lagoa Azul Gaúcha A Lagoa do Bacopari fica a 130km de Porto Alegre, entre Mostardas e Palmares do Sul, e é comumente chama de “Lagoa Azul”, devido a coloração de suas águas cristalinas. Sendo cada vez mais visitada por turistas que procuram algo diferente em nossa costa, um lugar onde possamos deixar as crianças se banharem com tranquilidade e diversas belezas naturais em um mesmo local. Hoje a localidade ainda conta com pouca infraestrutura, poucos comércios, com opções de compra de alimentos limitada, nada demais, mas convém chegar a região já com o essencial para sua estadia. Que pode ser as casas de aluguel, pousadas, ou diversos camping bem arborizados e aconchegantes, sem aquela agitação dos campings do litoral. Que alias para quem procura agito não é o melhor lugar, é um local para se contemplar a natureza e tudo que ela nos oferece, sendo esporte ligados a água e dunas os mais praticados. Uma das grandes atrações e lazer dos frequentadores mais assíduos são as gaiolas, dezenas delas! Geralmente feitas de chassis de Fuscas, com armações em aço e grandes pneus, tudo para não atolar e garantir a diversão da família e amigos, por tantos lugares que é possível passear na região. Também sendo frequente o pessoal dos Jeeps e motocross. O que mais no surpreendeu em nossa passagem por Bacopari é o fato de não ser a lagoa a única atração, basta caminhar, ou pegar seu carro e conhecer lindas paisagens. O entorno da própria lagoa já é muito bonito, rodeada de dunas, mata e cata-ventos, sendo possível banhar-se em canais e conhecer figueiras que contam muito a história da região. Também de carro é possível chegar a base das dunas e caminhar sobre elas, admirando Bacopari por cima. Seguindo mais adiante é possível chegar até o mar, sendo poucos quilômetros, ando mais a frente há um grande navio encalhado. Por último deixo a dica para que conheçam a Terceira Lagoa, local um pouco afastado, mas com uma lagoa de águas profundas, emoldurada pelas dunas, formando um paisagem que vale muito a pena percorrer estes caminhos. Mais sobre turismo no RS acesse www.turismonosul.com.br Foto: Divulgação Águas cristalinas te aguardam no balneário de Bacopari TROPEANDO VERSOS Por Léo Ribeiro de Souza A poesia A poesia sempre foi uma arte de suma importância dentro da cultura de nosso povo. Suas influências, suas originalidades, seus improvisos, foram (e são) motivos de láureas e elogios por milhões de apreciadores. Do versejar campesino de um rude peão no interior do sacro-santo galpão ao recitar prendado dos suntuosos saraus, o poema está intrínseco à alma dos gaúchos e das gaúchas. Pensando nisto e, ao mesmo tempo agradecendo o confiança depositada, nós, das Manifestações Espontâneas Individuais, queremos fazer de tudo pelo resgate e preservação da arte poética e declamatória de nosso estado. Com a experiência angariada na Estância da Poesia Crioula, a Academia Xucra do Rio Grande, queremos trazer a todos os interessados um pouco do que foi, do que é, e o que representa um verso bem feito, bem declamado, e que traga em seu bojo um conteúdo, uma mensagem, uma história. Mas tudo isto, num concurso, se perde a lo largo se os avaliadores não são bem preparados. E este é mais um dos motivos de aqui estarmos. Juntos, ensinando e aprendendo, proseando no andejar de um mate topetudo, tentaremos achar o melhor caminho para tudo que envolve a poesia do Rio Grande do Sul.

[close]

p. 10

10 Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 Março foi um mês de inúmeras atividades. Começou com o 27º Seminário estadual de prendas e peões, reunião do Conselho Diretor do MTG e encerrou com um grande pa Fotos: Rogério Bastos MTG realiza seminário de prendas e peões e r A abertura do 27º Seminário estadual de prendas e peões do estado foi na manhã de sábado, 08 de março, homenageando as mulheres trabalhadoras pelo seu dia. Paralelo ao seminário aconteceu a reunião do Conselho Diretor do MTG, departamentos culturais e departamentos jovens. Nomes como Benjamin Feltrim Neto e José Aldomar dos Santos se somaram aos demais conselheiros que debateram durante o dia uma pauta extensa liderada pelo presidente Manoleito Savaris. O Seminário começou com uma palestra dos ex-estaduais, Priscila Bresolin Tisott e Bruno Fernandes, que falaram de suas experiências. À tarde as prendas tiveram uma palestra sobre redação, enquanto os peões foram para outro ambiente. Os peões fizeram oficinas com as atividades que desenvolvem durante o concurso. A presença das regiões foi muito grande e as atividades dos jovens, muito intensas. Decisões do Conselho Já na reunião do conselho foi apresentado oficialmente o local do 62º Congresso Tradicionalista Gaúcho, na cidade de Uruguaiana, 4ª RT, entre os dias 9 e 11 de janeiro de 2015. Já a 79ª Convenção Tradicionalista, ordinária, acontecerá no dia 26 de julho de 2014, em Caxias do Sul, com temática voltada às atividades campeiras. O Conselho Diretor do Movimento Tradicionalista Gaúcho decidiu baixar a uma Resolução, consoante ao que determina o Regulamento Geral: -considerando os objetivos e as finalidades de existência do Movimento Tradicionalista Gaúcho e das entidades tradicionalistas a ele filiadas; -considerando que as atividades campeiras são realizadas com a finalidade primordial de manter vivas as tradições do povo gaúcho e de valorizar a história sociocultural da sociedade gauchesca; -considerando a necessidade de haver uma clara orientação às entidades filiadas a respeito de como proceder diante de situações novas e de interpretação diversa; -considerando a decisão unânime adotada pelo Fórum Campeiro Permanente (Diretores campeiros do estado e das RTs), em reunião realizada no dia 01 de fevereiro de 2014. Juventude lotou o seminário estadual de prendas e peões do RS Bruno, que já foi peão do RS, passou um pouco das experiencias Benjamin Feltrin Neto, participativo nos eventos do Movimento Priscila Tisott relatou suas experiencias para prendas e peões As crianças participando desde de cedo, mostra que estamos no caminho certo. Elas são o futuro da sociedade. Elenir Winck e Jorge Peixoto na abertura do seminário estadual Resolve que: Prendas do estado com os palestrantes Bruno e Priscila Peões tiveram oficinas paralelas na parte da tarde 1. O uso da ‘Vaca Mecânica” - definida como qualquer equipamento ou veículo que se preste a ser laçado e usado com essa finalidade - fica restrito aos treinos, sem finalidade competitiva; 2. O laço em ‘Vaca Mecânica”, em qualquer circunstância, não poderá envolver distribuição de prêmios ou valores monetários aos participantes; 3. A entidade que promover treinos de laço em “Vaca Mecânica” deverá fazê-lo com todos os cuidados para a segurança das pessoas envolvidas e dos equinos utilizados. O Conselho aprovou, ainda, a criação da 40ª Região Tradicionalista para agregar entidades fora do Rio Grande do Sul. Por ocasião do congresso da CBTG, de Lages/SC, em 2013, foram desligadas da Confederação as federações, UTGN e UTGRJ (nordeste e Rio de Janeiro), e as entidades destas localidades ficaram livres para se filiar a quem desejassem. O MTG do RS, em algum momento da história, já teve o registro de outras entidades de fora de seu território, na denominada 40ª RT. Sendo assim, o Conselho decidiu criar a região e liberar para filiação entidades de estados que não possuem Conselheiros trazem grande bagagem e experiencia consigo Conselho Diretor participativo e atento nas decisões

[close]

p. 11

Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 11 ainel do departamento artístico do estado apresentando a equipe que trabalhará nos eventos o�iciais do Movimento Tradicionalista Gaúcho. federações estaduais. Desta forma, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, são federações estaduais, por tanto, as entidades de seus territórios não podem se filiar ao RS. Já os estados que não possuem federações locais, terão essa prerrogativa, podendo, neste caso, participar de eventos como FECARS, ENART, Congresso, e os outros eventos oficiais do Movimento. Entre as candidaturas para eventos oficiais, Flores da Cunha, 25ªRT, candidatou-se para realizar o Tchencontro estadual. Este evento deverá voltar aos moldes iniciais, onde consistia em um evento sem competição, muito mais recreativo e de confraternização da juventude. Foi aprovado, também, a criação de um fundo, para o deslocamento da comitiva do Rio Grande do Sul, que participará do FENART e Rodeio dos campeões, em 2015, em Santa Catarina. O fundo será formado pelo recolhimento de R$1,00 dos cartões tradicionalistas e o percentual de corretagem, ou pró-labore, do seguro dos rodeios, da empresa parceira na área de seguros. O fundo será velado por uma comissão formada por 2 conselheiros e 2 coordenadores regionais, além, é claro, do tesoureiro geral do MTG. eunião do conselho diretor em Canoas MTG apresenta sua diretoria artística Procurando atender os anseios das regiões, diretor artístico apresenta equipe que trabalhará nos rodeios e no ENART Carlos Lima, diretor artístico do MTG, apresentou a equipe que trabalhará com ele no ano de 2014, atendendo as diversas áreas da arte gaúcha. Nas danças tradicionais está escalado Marcelo Vasconcelos, da 9ª RT, da cidade de Ijui. Em sua pasta ainda está Luciano Ricardo Fleck, de Nova Hartz, 30ª região, como adjunto. Completam a equipe: Marcione Silveira, de Santo Antônio da Patrulha, 23ª RT, Fernando Ramos Roliano, Porto Alegre, 1ª RT, Sandro Roberto Nicoloso, Santa Maria, 13ª RT, Daniela Noal Beckmann, Santa Maria, 13ª RT, Ângelo Teixeira, Parobé, 22ª RT, Luiz Carlos Vasconcelos, Ijuí, 9ª RT, Josiane Nobre Dias, Viamão, 1ª RT, nas danças tradicionais. Na música, Ivan Gonçalves Guterres, do Alegrete, 4ª RT. Seu adjunto é o conhecido professor Willian Varela, de Porto Alegre, do Estúdio Musique. A grande surpresa ficou por conta das manifestações individuais espontâneas, que são: Trova, pajada e declamação, sob a supervisão dos experientes Cássia Machado e Luciano Salerno. Nas danças gaúchas de salão, o especialista Nivaldo Rosa, de Guaíba e sua adjunta, Madeline Zancanaro, de Marau, 7ª RT. E a chula ficou por conta de Lúcio Mauro Fagundes, de Canoas, 12ª RT, e Luiz Octavio Vieira, de Passo Fundo, 7ª RT. Em decisão do conselho diretor do MTG, realizada no sábado, dia 08 de março, a diretoria artística será transformada em vice-presidência. Além disso, a exemplo da cultura, que já é uma vice-presidência, a diretoria campeira e esportiva podem estar recebendo o mesmo espaço, ou seja, deixam de existir as pastas de eventos e finanças, e as novas pastas do MTG serão: Vice-presidentes de administração e finanças, de cultura, artística, campeira e esportiva. Duas saem, três chegam. As diretorias dessas áreas (campeira, artística e esportiva) passam a ser vice-presidências. OUTRAS OBRAS DOS AUTORE S “Chula conceitos técnicos regulame e ntação MTG” “Dança s Gaúcha s de Salão” Integra equipe nte da de autore s do livr o “Dança s Tradici Gaúcha onais s” - Inte grante da equipe de autore s do livr o “Dança s Tradici onais Gaúcha s” - Res ponsável Técnico pelo DV D de Sugestão de Leitura Tropeirismo no Brasil, de Moacyr Flores, traz novos dados numa linguagem uente que permite uma re exão crítica à formação do patrimônio cultural, bem como do desbravamento do interior brasileiro. Dança A respeito da participação do MTG-RS no evento nacional que será realizado pela CBTG, em fevereiro de 2015, o conselho decidiu que o RS participará nas três áreas (campeira, esportiva e artística) com o maior número possível de representantes em todas as provas. Os representantes das áreas campeira e esportiva serão selecionados da forma tradicional, já a área artística, serão selecionados a partir de resultados obtidos nos rodeios selecionados e avaliados pelo departamento artístico do MTG e, na ausência destes, por tradicionalistas e grupos convidados. Esta decisão de participação, especialmente na área artística, vale exclusivamente para o evento a ser realizado no estado de Santa Catarina, em fevereiro de 2015. FENART e Rodeio Nacional de Campeões Toni Sid i Pereira Jefferso n Camillo s Folclórica s compro mis um edu cad nifica, ta assumir-s e, publica perante os colegas ciedade , sem mis e tific e oportu nismos que a zelosam ente, cul tivam O & Tradicionais Gaúcha s Toni Sid i Pereira Jefferson Camillo Fotos: Rogério Bastos Capa 1.indd 1 Danças Folcl Tradicionais G óricas Uma prop osta peda gógica & Desta form a, o “Dança s Folclór icas e dicionais pedagógica uma prop ” - traz essência na uma ling simples uag e direta, tada de apr forma ace es concisa ssíve , que, lê-l o e relê torna- se uma nec essidad Há nele muito o que apr der e, en certament e, ajuda rá na dire ção daq cada um uilo que busca. Com um a publica como esta ção , podere mos cad vez mais a militar na educação e na dança e atingir objetivo o de pro piciar tratégia ess de apr endizag que valo em rize mento de m o desenvolvi compet ências e produção a de conhec qualificad imento o, princip são do al misprofess or com alunos. seus Rodrigo de Azamb uja Guterres. aúchas 14/07/2013 22:07:21 Luciano Salerno (E), Nivaldo Rosa e Willian Varela (D), são alguns, dos diretores e subdiretores, que doarão seu tempo para trabalhar pelo tradicionalismo gaúcho em todo estado. Painel artístico reúne mais de 300 pessoas em Santa Cruz Foi realizado dia 30 de março, domingo, o primeiro painel artístico com vistas aos concursos em 2014. O encontro reuniu mais de 300 participantes contando com as modalidades de danças tradicionais, danças de salão, manifestações individuais espontâneas, música e chula. O evento foi um trabalho conjunto da diretoria artística com a coordenação de departamento de cursos. Diretrizes passadas sob olhar atento de Marcelo Vasconcelos (D) Ivan Guterres explica como será avaliação de musica Próximo Painel: Painel de dança de salão teve a coordenação e Nivaldo e Madeline Dia 10 de maio, no CTG Lalau Miranda, em Passo Fundo. Salão lotou para conhecer equipe técnica e forma de avaliação Por que será que as danças gaúchas raramente fazem parte de nosso sistema escolar? Até que ponto as danças gaúchas podem auxiliar no desenvolvimento a aprendizagem? Por que os professores, raramente, utilizam-se das danças gaúchas como um meio para exercício da corporeidade de seus alunos? Acreditamos que parte desse desinteresse se dá por existirem poucas obras que tragam um conjunto de informações sobre o “Autentico Bailar Gaúcho”. Agora a Martins Livreiro lançou o livro “Danças folclóricas e tradicionais gaúchas”, de autoria de Je erson Camillo e Toni Sidi Pereira. Encomendas na loja da FCG/MTG

[close]

p. 12

12 NOTÍCIAS Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 26ª RT comemora o sucesso do 2º Encontro Cultural e Campeiro O evento que ocorreu no úl- promotores do evento, Guilherme timo dia 16 de março na sede cam- Rodrigues, Lucas dos Passos e Paulo peira do CTG Sinuelo do Sul - Colégio Bastos Jr, respectivamente, Piá FarMunicipal Pelotense reuniu tradicio- roupilha da 26ª RT, Piá do 25º Fegaes nalistas das entidades da 26ª RT, bem e Guri Farroupilha do CTG Sinuelo do como da 6ª Região Tradicionalista e Sul. Já a oficina de tosa foi o destaque 21ª Região Tradicionalista. da tarde, ministrada pelo campeiro As atividades tiveram início Edson Sousa. na parte da manhã com o preparo O evento foi encerrado com do charque e do churrasco para os um pequeno torneio de vaca parada. peões, sob os cuidados dos diretores Todas as atividades foram acompacampeiros da 26ª RT: Adão Carlos da nhadas pelo Coordenador Vivaldino Silva (Cabo Adão), Edílio de Moura e Duarte, pela Diretora Campeira do Ivan Cardoso, e ainda de Luiz Antônio CTG Sinuelo do Sul, Marta Santos e Machado Jr., Peão Destaque Artístico- demais tradicionalistas que se fize-cultural do RS, 2011/12, juntamente ram presentes. Foto: Divulgação com seu pai, Luiz Antônio Pereira Machado. Já as prendas ficaram nas mãos da patroa do CTG Sinuelo do Sul e Diretora Cultural da 26ª RT, Vera Lucia Machado, que ministrou uma oficina de artesanato. Após o churrasco realizado pela equipe da casa, a oficina de chimarrão ficou a cargo dos Encontro Cultural e Campeiro reuniu a criançada 1ª RT promove seminário na capital e acampamento em Alvorada No dia 16 de março, na sede da Primeira Região Tradicionalista, aconteceu o Seminário de Prendas, com o tema: “O MTG em defesa da saúde e bem estar do tradicionalista”, promovido pelas prendas: Luíne Ferreira, 1ª Prenda, Amanda Rochol, 1ª Prenda Juvenil e a 1ª Prenda, Mirim Kathellyn Garcia. A historiadora e folclorista, Elma Sant’Ana, palestrou sobre a história das parteiras no RS. Na sequencia, a 2ª Prenda do Rio Grande do Sul, Mariana Soares, abordou o tema “Medicina Caseira”. Na ocasião, as enfermeiras, Aline Rochol e Evani Daitx, promoveram a medição de pressão arterial e teste de glicose com os participantes do evento. Alma Nativa, promovido por eles juntamente com o departamento cultural de Alvorada. Foram realizadas diversas atividades campeiras, gincanas e palestras ministradas pelo 1º Tenente, Elifas Levi’s, e o Sargento Augusto, da Brigada Militar, que abordaram o tema sobre drogas e violência, para um público em torno de 180 adolescentes. Também palestrou Gustavo Brock, diretor de marketing do “35” CTG, sobre a responsabilidade e compromisso x postura e comportamento de prendas e peões. Marta Guedes Bayer, organizadora do evento, ficou feliz com o resultado: “Conseguimos transmitir a nossa mensagem que, ser tradicionalista, é amar nossa cultura e, sobre tudo, fazer as coisas acontecerem, não só em concurso com prêmios, mas sim, valorizar nossa cultura e, nos unirmos em prol do nosso tradicionalismo, isso sim é importante” – concluiu. Foto: Divulgação Alvorada Nos dias 22 e 23 de março aconteceu o I Acampamento Campeiro e Cultural direcionado a crianças e jovens, na sede do Piquete CTG Tropeiros do Buricá sedia eventos da Juventude Gaúcha Nos dias 15 e 16 de março, no Parque de Exposições Germano Dockhorn, na cidade de Três de Maio, realizaram-se quatro importantes eventos da 20ª RT, os quais reuniram jovens tradicionalistas para um final de semana de aprendizado. A VII Oficina Regional de Prendinhas e Piás, promovido pelas Prendas Mirins da 20ª RT contou com a alegria e disposição das crianças e da palestrante Sr. Luciana Rolim que envolveu todos os presentes com brincadeiras, quadrinhas e danças das Festas Juninas. Cada entidade teve que representar, através de uma criativa mostra, um pouco das curiosidades das festas. O XVI Tchêncontro Regional da Juventude Gaúcha, promovido pelas Prendas Juvenis da 20ª RT, contou com a alegria e a criatividade dos CTGs presentes, onde cada um teve que representar os temas propostos sobre as Festas Juninas do Rio Grande do Sul. O XIV Seminário Regional de Prendas e Peões, realizado na manhã do domingo e promovido pelas prendas adultas da 20ª RT, contou com a palestra do Sr. Emerson Guimarães – Professor de Educação Física e Instrutor de Danças Tradicionais - sobre a “Saúde e bem estar com a dança”, assunto que vem ao encontro do tema anual do Movimento Tradicionalista Gaúcho e que está sendo trabalhado pelas prendas e peões, devido à importância e o cuidado que devemos ter com a saúde. Para finalizar o produtivo final de semana, realizou-se o IV Encontro Regional da Juventude Gaúcha, promovido pelo Peão e Guris Farroupilha da 20ª RT, o evento contou com a importante palestra do historiador Paulo Gonçalves, sobre a “Indumentária Gaúcha”, o qual fez um recorte histórico e atual da pilcha gaúcha e suas diretrizes. As Prendas e Peões Foto: Divulgação da 20ª RT, juntamente com Coordenadoria Cultural da região, agradecem as empresas que colaboraram com os prêmios da “Ação entre amigos” e os valores em dinheiro, bem como, a todos os presentes que dedicaram um final de semana ao tradicionalismo e princiAtividade de alongamento antes da palestra sobre palmente ao conhecimento. “A dança e bem estar com a dança” Marta Guedes Beyer (D), incansável na organização do acampamento em Alvorada FEPART já tem data e local definido No dia 9 de março pela manhã, reuniram-se na Sede da Agrotec/Fundetec – Prefeitura Municipal de Cascavel, com apoio do CTG Estância Colorada, 10ª RT, a diretoria do MTG do Paraná para escolher os locais do circuito classificatório do Festival Paranaense de Arte e Tradição - FEPART. - CTG Vinte de Setembro -7º - 18 e 19/10/2014 - Colombo 1ª RT - CTG Querência Santa Mônica - 28, 29 e 30/11/2014, FEPART - CTG Charrua – Foz do Iguaçu Também foram apresentadas às propostas para sediar a fase semifinal e final do FEPART 2014, sendo aprovado o CTG Charrua, da cidade de Foz do Iguaçu, 12º RT. O Patrão do CTG Carreteando a Saudade, Edison Gette, solicitou sediar o FEPART/2015, e foi aprovado. Osvaldo Martins, diretor artístico do Paraná, ficou satisfeito com a convenção e com os resultados dela: “Já é oficial. Agradeço a todos que participaram do 6º Congresso Técnico de Instrutores e, aos Convencionais, da 28ª Convenção pela confiança depositada na equipe do departamento artístico do MTG/PR”. Circuitos Classificatórios: -1º - 24 e 25/05/2014 – CTG Estância Colorada – 10ª RT - Cascavel -2º - 21 e 22/06/2014 – Toledo - 10ª RT - CTG Chama Crioula -3º - 19 e 20/07/2014 – Irati; 6ª RT Secretaria de Cultura e CTGs locais -4º - 2 e 3/08/2014 - Francisco Beltrão – 9º RT - CTG Recordando os Pagos -5º - 23 e 24/08/2014 - Pontal do Paraná 1ª RT - CTG Desgarrados do Pago; 6º - 6 e 7/09/2014 - Curitiba - 1ª RT TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 13

Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 13 NOTÍCIAS Pelo segundo ano consecutivo, 35 CTG brilha no “Marcas de quem decide” A marca lidera a lembrança e a preferência das pessoas mais in�luentes do Rio Grande do Sul na categoria CTG, da pesquisa marcas de quem decide 2014 realizada pelo Jornal do Comercio e a Qualidata. Com 35,1% dos votos como a marca mais lembrada e, 23%, na preferência de quem decide, o pioneiro do tradicionalismo gaúcho, 35CTG, recebe, pelo segundo ano consecutivo, desde que foi criado, o premio “Marcas de quem decide”, categoria CTG. “Como Patroa do 35 CTG considero esta premiação um fator extremamente importante para o tradicionalismo e para a cultura gaúcha, visto que esta modalidade é nova na pesquisa da qualidata e que mostra o quanto é importante uma entidade tradicionalista preservar os valores e os costumes do homem do campo no seu dia a dia, fazendo isso com o objetivo de valorizar e preservar as finalidades pelas quais foi fundada esta entidade pioneira. Para nós do 35 CTG é um grande orgulho sermos a marca mais lembrada e preferida do povo gaúcho e só tenho a dizer que este prêmio é nosso e que vale a pena lutar pela causa tradicionalista” – concluiu Márcia. do Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre, no dia 11 A pesquisa “Marcas de Quem Decide”, que o de março. A diretoria do pioneiro se fez presente no Jornal do Comércio e a Qualidata Informações Estra- evento. Foto: Divulgação tégicas realizam em parceria há 16 anos, é o único do gênero, no Brasil, a incluir as indicações de lembrança e de preferência dos entrevistados. Para chegar aos resultados da edição de 2014 foram ouvidos 644 empresários, gestores de negócios e profissionais liberais em 47 municípios de todas as regiões do Rio Grande do Sul. Foram lembrados ainda o CTG Aldeia dos Anjos, de Gravataí, com 3,7%, Rincão da Lealdade, de Santa Cruz do Sul, com 2,5%, Lalau Miranda de Passo Fundo, com 1,9% e Laço Velho, de Bento Gonçalves com 1,4%. As entrevistas foram feitas entre 7 de novembro e 17 de dezembro de 2013. A pesquisa foi apresentada em cerimônia no centro de eventos Márcia Borges comemora com a patronagem mais um reconhecimento ATS e 5ª RT relembram a Paz de Poncho Verde No dia 28 de fevereiro os Centros de Tradições Gaúchas (CTG) e representantes da Associação Tradicionalista Santa-cruzense (ATS) e da 5ª Região Tradicionalista (RT), com sede em Santa Cruz do Sul, estiveram no centro do município distribuindo fitinhas brancas simbolizando a Paz de Poncho Verde. O Tratado de Poncho Verde ou Paz de Poncho Verde é denominação dada ao acordo que pôs fim à Revolução Farroupilha, voltando o território do Rio Grande do Sul a fazer parte do Império do Brasil. No dia 28 de fevereiro os Farroupilhas assinaram e, no dia 1° de março de 1845, quando foi anunciada a paz, Duque de Caxias assinou. Ponche Verde, hoje, é o lugar que tem como sede o município de Dom Pedrito. Fotos Divulgação/Jacson Franco São Gabriel antecipa programação Cátia Cavalheiro assumiu a coordenadoria municipal tradicionalista de São Gabriel, em outubro de 2013, com os contratos da prefeitura e do parque de rodeios, vencidos. A verba que era de R$ 50.000,00 havia caído para R$ 28.000,00. Superando, pouco a pouco, as adversidades, Cátia e seu esposo, Márcio D’avila, foram conquistando espaços e vencendo barreiras. Cátia foi uma das mulheres homenageadas, da promoção, da Rede Tchê de comunicações - Rádio São Gabriel, realizada no Banana Café, “Mulheres Empreendedoras”, titulo que mostra o valoroso trabalho de uma mulher frente a coordenadoria municipal de tradicionalismo. Mesmo com uma verba reduzida, Cátia garante que a festa será grande na semana farroupilha, que já tem programação: “Temos que pagar segurança, som, banheiros químicos e os avaliadores das provas. A Prefeitura nos dará os R$ 28.000,00 e a logística, o restante fica conosco” – completa a patroa. “Vamos ter uma reculuta, que Tradicionalistas relembraram momento histórico da Revolução Farroupilha é o nome das provas que fizemos durante o ano, com 19 entidades, os participantes tem que ser gabrielenses, ou residir aqui, se não, não participa das provas” – conta Cátia. Antecipadamente, estão definidos os shows dos festejos 2014 de São Gabriel: 09 de setembro - Abertura dos Festejos Farroupilhas de São Gabriel - Show com Luciano Maia. Baile com Grupo Estradão. 10/09 - Show com Pirisca Grecco y La Comparsa Elétrica e baile 11/09 - Show Baile - Grupo Estradão 12/09 - Show com Nilton Ferreira e baile com Grupo Estradão. 13/09 - Show com Leonel Gomez e baile com Grupo Estradão. 14/09 - Show Baile c/ Grupo Estradão. 15/09 - Show com Ênio Medeiros e baile com Grupo Estradão. 16/09 - Show Baile c/ Grupo Estradão. 17/09 - Show com Jean Kirchof e Ita Cunha e baile. com Grupo Estradão. 18/09 - Show com Gaúcho da Fronteira e baile oficial dos Festejos Farroupilhas com Grupo Estradão. TEMA ANUAL: PRESERVANDO O PASSADO, CONSTRUINDO O FUTURO

[close]

p. 14

14 NOTÍCIAS Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 Rodrigo Gonçalves - Diretor de Comunicação e Propaganda da 13ª RT e acadêmico de jornalismo Foto: Divulgação/Aline Rigão O evento iniciou as 14h30min, com José Alfredo Tessman, da TV Tradição, que falou sobre o tema: “Combate a corrupção”. O grupo de Teatro da Faculdade de Direito de Santa Maria (Fadisma), apresentou uma peça sobre a conscientização sobre o combate a corrupção. Seminário regional de prendas foi sucesso em Santa Maria No encontro, as prendas regionais encerraram os projeto do CTG O Departamento Artístico da Núcleo de Fortalecimento da Cultu- 13ª RT realizou uma reunião com os ra Gaúcha com os temas “O MTG em diretores artísticos das entidades tradidefesa da saúde e bem estar do tradi- cionalistas da região, no dia 13 de marcionalista” e “O MTG engajado na cam- ço, para tratar sobre a realização do 3º panha de combate a corrupção”. Para Circuito de Rodeios Artísticos regionais. finalizar o Seminário, ocorreu a palestra Na reunião ficou decidido que sobre a campanha ‘Pequenas corrup- neste ano serão realizadas quatro etações - Diga Não!”. pas do circuito e, juntamente com as Entre as autoridades presentes etapas, será realizado o 1º circuito para no evento estavam a senhorita Tayna- iniciantes, da região. As datas e entira Ouriques, 1ª Prenda do Rio Grande dades promotores das quatro etapas do Sul, o jovem Rafael Silva, 3º Peão ficou assim definido: do Rio Grande do Sul, os Conselheiros 1ª Etapa: Dias 10 e 11 de maio. Beneméritos do MTG, Benjamin Feltrim Ponche Verde CTG, de Santa Maria. Netto e Darcy Pereira da Paixão e o ca2ª Etapa: Dias 5 e 6 de julho. CTG sal Diretor do Departamento de Apoio Os Vaqueanos de Restinga Seca. Nesà Juventude Tradicionalista, Edemar e ta etapa será realizada a Classificatória Isolde Ficher. regional para ENART 2014. 3ª Etapa: Dias 23 e 24 de agosto. CTG Rincão de São Pedro, de São Pedro do Sul. 4ª Etapa: Dias 1 e 2 Foto: Divulgação/Aline Rigão de novembro. AT. Poncho Branco de Santa Maria. Na última etapa será entregue o Troféu Destaque Artístico, da 13ª RT - 2014. O regulamento completo e demais informações sobre o 3º Circuito de Rodeios Artísticos da 13ª Região Tradicionalista e 1º Circuito para Iniciantes da 13ª RT serão disponibilizados no site da região: www.13rt.rs Prendas na campanha de combate à pequenas corrupções 13ª RT realizou seminário regional de Acidente interrompe o sonho de Priscila Era para ser mais um dia de acidente, foi pedido, pela família, doaprendas e organizou circuito de rodeios festa, depois de um rodeio bem suce- dores de sangue e inúmeras pessoas dido, onde havia se sagrado campeã de declamação feminina, no Rodeio Internacional de Charqueadas, domingo, 09 de março, mas a violência das estradas gaúchas não permitiu isso. A jovem declamadora Priscila Morais, campeã do ENART 2012, voltava de Charqueadas, com seu pai e seu irmão, Lucas Morais, quando sofreu um acidente. Com tantas amizades que fez ao longo de sua trajetória como declamadora, vem sendo acompanhada permanentemente pelos amigos Luis Afonso Torres e Liliana Cardoso, que dão noticias diárias pelo facebook. “A Pri vem tendo uma melhora muita significativa. Vem tendo reflexos como abrir os olhos, mexer as mãos e já sem a ajuda de aparelhos para respirar, os mesmos foram retirados dias atrás. Além disso, foi retirado o baço e feita uma cirurgia para drenar o sangue no cérebro” – Disse Luis Afonso. Devido a gravidade do já foram ao banco de sangue do hospital conceição doar, amigos e pais, dos CTG Aldeia dos Anjos e Lanceiros da Zona Sul, onde Priscila já desenvolveu trabalhos coreográficos com as crianças dos grupos mirim e juvenil. Foto: Divulgação Mostre o seu orgulho de ser do sul Uma promoção da Tv Tradição em parceria com o MTG vai receber imagens que identi�iquem o orgulho de ser do sul O Movimento Tradicionalista Gaúcho e a Tv Tradição estão promovendo a criação de um álbum, com 90 fotografias escolhidas, entre tantas enviadas, com imagens que retratam o orgulho de ser do sul. A seleção irá elencar 90 fotos do álbum, “EU SOU DO SUL” – tema dos festejos farroupilhas 2014 - para serem ampliadas e expostas no Acampamento da Copa e nos Festejos Farroupilhas deste ano. Com isso, a Tv Tradição estará criando álbuns específicos de cada pessoa que nos enviar fotos, inclusive as que já receberam. Lembre-se de identificar a imagem, dizendo onde foi tirada, qual cidade, lugar, um titulo para ela, e dados pessoais de quem enviou, com endereço físico e de e-mail. Desta forma, poderão ser criados álbuns individuais para cada fotógrafo. Não se esqueçam de, no mesmo e-mail, autorizar a Tv Tradição e o MTG à divulgar e expor as imagens. Envie para: tvtradicao@ tvtradicao.com.br 3º Circuito de rodeios da 13ª RT TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 15

Ano XII - Edição 152 Abril de 2014 15 TRADICIONALISMO Sociedad Criolla Dr. Elias Regules completa 120 anos de existência Nos dias 22 e 23 de março, ocorreram em Montevidéu, uma serie de atividades comemorativas aos 120 anos de existência da mais antiga sociedade gauchesca. Criada no ano de 1894, a sociedad “La Criolla” foi mais tarde rebatizada com o nome do seu fundador, o Dr. Elias Regules. Foi nas festividades comemorativas ao “dia da tradição”, realizadas em março de 1949, que oito jovens, quatro oficiais da Brigada Militar e quatro integrantes do 35 CTG, estiveram em Montevidéu e mantiveram um profícuo encontro com os integrantes daquela sociedade. Foi lá que, no dizer de Cyro Dutra Ferreira, abriram os olhos e perceberam que era fundamental o resgate da música, da dança e a participação das mulheres no nascente movimento tradicionalista. Agora, passados 65 anos daquela primeira visita, os tradicionalistas do Rio Grande do Sul voltaram ao Uruguai para prestigiar aos irmãos uruguaios que procuram, tanto quanto nós, preservar e manter vivas as tradições do gaúcho. Foram recebidos de forma muito cortês e com demonstrações de alegria pelo Presidente Manolo Rodriguez e por todos os integrantes daquela sociedade que possui uma magnífica sede em Montevidéu. Estiveram presentes nas comemorações, o Presidente do MTG, Manoelito Savaris e sua esposa Odila, o Presidente da CITG, Dorvilio Calderan e sua esposa Loiva que é, também, presidente da Federação Tradicionalista do Planalto Central, o Diretor da TV Tradição José Alfredo Tessmann e sua esposa, Carla, que registraram as atividades festivas realizadas na sede da “Regules” como os uruguaios se referem à entidade. O presidente do MTG aproveitou a viagem para ajustar a passagem por Montevidéu da cavalgada da Chama Crioula, que será acesa em Colônia (Colônia do Sacramento), em 2015. A Chama crioula deverá ser acesa no dia 18 de julho de 2015 (dia da pátria no Uruguay) e passará pela capital, permanecendo ali dois dias, entre 23 e 24 de julho, com programação na Sociedad Criolla Dr. Elias Regules. Foto: Tv Tradição Airto Timm toma posse na OrCav Em noite festiva, no bairro Lami, em Porto Alegre, Airto Glademir Timm tomou posse como presidente da Ordem dos Cavaleiros do RS Criada no ano de 1998, no congresso de Santa Cruz do Sul, a Ordem dos Cavaleiros do Rio Grande do Sul, foi uma peregrinação de debates, capitaneadas por Celso Souza Soares, que se tornou seu primeiro presidente. Celso organizou os primeiros passos da na ordem que foi, aos poucos, registrando a existência de cavalgadas pelo estado, buscando a organização destas. Em seu discurso de abertura, Manoelito Carlos Savaris, presidente do MTG, lembrou o inicio de tudo e acentuou a preocupação que os lideres de cavalgadas devem ter na manutenção das tradições, pois um perigo paira sobre os rodeios em todo o Brasil e, talvez, as cavalgadas venham a ser o elo futuro entre o homem e o cavalo. Estiveram presentes à posse de Aito Glademir Toniazzo Timm, os coordenadores regionais da 1ª RT, Marcus Vinicius Falcão, da 7ª RT Gilda Galeazzi, da 15ªRT, Pedro Angeli, e da 16ª Flavio Menezes. O Vice-presidente de administração do MTG, Nairioli Callegaro, o conselheiro vaqueano do MTG, Oscar Gress (presidente 2007/2010), o ex-presidente da OrCav, Alencar Feijó da Silva, o coordenador de tradição e folclore, da prefeitura municipal de Porto Alegre, Giovani Tubino. Para acompanhar Airto Timm nos trabalhos da ordem, foram escolhidos os adjuntos, Solon Silva, da 1ª RT, e Clóvis Guimarães, da 20ª RT. Estiveram presentes ainda, o comandante de cavalgadas da zona sul de Porto Alegre, Armando Fraga da Rocha, dezenas de cavaleiros, das diversas distinções, Helder Menezes, dos cavaleiros da paz, Tio Beno, do piquete Memórias do Passado. Foto: Rogério Bastos MTG e CITG reunidos no Uruguai durante festejos da Sociedad Crioulla Dr. Elias Regules Airto Tim, entre seus dois adjuntos, e Alencar Feijó da Silva (D) ex-presidente da ORCAV Herança da Tradição, um DTG que vem ocupando espaços De 19 a 23 de março, a 25ª Região Tradicionalista e a Prefeitura Municipal de Caxias do Sul promoveram o 26º Rodeio Crioulo Nacional de Caxias do Sul. O evento contou com o apoio das diversas entidades da Região. O rodeio contou com a participação de várias entidades do estado e do Brasil, com mais de 800 participantes na parte campeira, 95 Grupos de Dança e 296 concorrentes nos concursos artísticos individuais. O DTG Herança da Tradição, entidade recém filiada ao Movimento Tradicionalista Gaúcho, porém, com 10 anos de trabalho em Flores da Cunha, foi uma das entidades que colaborou com as atividades realizadas durante o rodeio, com apresentações, monitoria na visitação das escolas e apoio de palco e secretaria nos concursos artísticos. O trabalho da entidade teve grande importância nos dias 20 e 21, onde a organização do evento juntamente com a Secretaria Municipal de Educação de Caxias do Sul organizou a visita de 30 escolas com cerca de 1200 alunos. O departamento artístico e cultural do DTG Herança da Tradição foi convidado pela diretora cultural da região, Creice Arse, para ajudar e levou para o evento suas invernadas e seu prendado que proCreice Arse coloca que a participação de toporcionaram aos alunos, juntamente com outras en- das as entidades é muito importante para o sucestidades, a visitação por um circuito de atividades que so de todo e qualquer evento: “O 26º Rodeio Crioulo começava no palco principal com apresentações de Nacional de Caxias do Sul foi um sucesso devido a danças, declamação, contação de Lendas e exibição muitas pessoas que abdicaram de seu tempo para o de filmes sobre a cultura gaúcha. Depois tinham a bem estar de outros, por acreditarem na causa tradioportunidade de fazer a visitação do museu da casa cionalista..” Foto: Divulgação do gaúcho, onde os alunos recebiam explicações dos monitores. Em seguida visitavam o espaço das brincadeiras montado pelo prendado da 25ª RT, onde tinham a oportunidade de interagir com os integrantes das entidades participantes, relembrando as brincadeiras de seus avós. A parceria do DTG Herança da Tradição com a 25ª RT iniciou-se efetivamente ainda na festa da uva, onde a entidade esteve presente no espaço da Casa do Gaúcho praticamente em todos os dias da festa. A entidade se prepara para participar da Ciranda de Prendas e do Entrevero de Peões da 25ª RT, evento que acontece no dia 28 de junho de 2014. Para isso está promovendo várias palestras e oficinas envolvendo os peões 25ªRT ganhou um impulso com trabalho da equipe de Flores da Cunha e as prendas, além da comunidade em geral.

[close]

Comments

no comments yet