Revista Empresário Serigráfico ed. 38

 

Embed or link this publication

Description

O melhor conteúdo sobre o mercado de serigrafia, estamparia têxtil, impressão digital, grandes formatos, tintas, PDV, out of home, industrial, cobertura de eventos do segmento e muito mais.

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

www.empresarioserigrafico.com.br carta ao leitor e escrever a revista empresário serigráfico é além de um orgulho um grande aprendizado todos os meses visitando empresas e conhecendo pessoas surpreendo-me com a capacidade dos profissionais brasileiros são momentos em que aproveito para trocar informações e tento de alguma forma contribuir para o crescimento profissional do setor particularmente entendo que cada um à sua maneira tem riquezas a serem compartilhadas nesta edição podemos aprender muito com as experiências de profissionais que seguem com suas empresas em destaque dentro do mercado a primeira entrevista que eu quero destacar é com o luiz carlos ostronoff da atlanta serigráfica uma estamparia renomada pela maneira inteligente de se antecipar aos desejos dos clientes e oferecer soluções em estampas capazes de aumentar as vendas das empresas pena que você não possa além de ler ver o brilho no olhar deste empresário É uma pessoa que com muita simplicidade preocupa-se com o futuro das estamparias e têm muito a oferecer também merece um destaque especial a matéria feita com os irmãos lourival e arnaldo da petink empresa focada na produção de materiais promocionais a partir da tecnologia uv trata-se de um empreendimento vitorioso cujo trajeto demonstra as possibilidades de se transformar uma empresa e posicioná-la em um patamar de orgulho para todos os seus funcionários acredito que no caso das duas empresas citadas o amadurecimento é a peça chave para que passassem a administrar detalhes e buscassem caminhos para melhorar o seus respectivos posicionamentos dentro de um mercado competitivo como todo nós sabemos é fácil lidar com o problema dos outros se o seu problema fosse meu eu o resolveria com um pé nas costas ora não seja modesto basta uma pessoa começar a lhe contar o problema dela e você logo enxerga a solução incrível como podemos ser tão eficazes na solução dos problemas dos outros mas quando os problemas são os nossos a história é bem outra você fica perplexo apavorado e às vezes num beco sem saída como é difícil solucionar os impasses da gente não isso acontece porque você como aliás qualquer outro dono de problema envolve-se emocionalmente com a situação uma vez envolvido você coloca toda a sua atenção no problema e não consegue enxergar mais nada acredito que no caso destes empresários luiz arnaldo e lourival eles chegaram a um estágio de enxergar o problema de maneira prática tornando-se capazes de focar esforços na solução parece óbvio eu também acho mas aprendi muito fazendo estas matérias e quero dividir este conteúdo com você aproveite boa leitura e até a próxima edição publicação mensal da serinews editora diretor marco marcelino mtb 44.446 mmarcelino@serinews.com.br jornalista responsável jorge luiz mussolin mtb 15.978 mussolin@serinews.com.br redação alexandre carvalho mtb 44.252 alecarvalho@serinews.com.br design be.érre design be.erredesign@uol.com.br marketing ana luiza silva analuiza@serinews.com.br comercial cae seabra cseabra@serinews.com.br financeiro anelize bizaroli ane@serinews.com.br fotolito class fotolito www.classfotolito.com.br assinatura anual r 144,00 assinatura internacional us 50,00 international subscription redação publicidade editoração e administração rua emília marengo 260 cj.123 tatuapé são paulo sp brasil cep 03336-000 fone/fax 11 6672-2700 www.serinews.com.br distribuição território nacional e internacional Índice 06 notas 10 opinião 12 artigo 18 notas 20 artigo 24 notas 26 capa 28 ponto de vista 30 e agora 4 revista empresário serigráfico · outubro · 2005 · +11 6672-2700 28 e agora 30 notas 36 sala vip 40 notas 42 gestão 44 notas 46 gestão 50 eventos as matérias assinadas são de responsabilidade dos autores não refletindo necessariamente a opinião da editora as fotos publicadas têm caráter de informação e ilustração das matérias os direitos das marcas são reservados aos seus titulares as matérias aqui apresentadas podem ser reproduzidas mediante prévia consulta por escrito à editora o não cumprimento dessa determinação sujeitará o infrator as penalidades previstas na lei de direitos autorais lei 9.610/98

[close]

p. 3

www.empresarioserigrafico.com.br notas gráfico escreva para a revista empresÁrio serigrÁfico info@serinews.com.br acredito que todos os itens apresentados pela revista empresário serigráfico vão ao encontro das necessidades de nosso mercado o que vale para qualquer segmento a satisfação em relação ao trabalho da serinews é total e vocês estão no caminho certo rede fastsigns celebra seus 20 anos a fastsigns foi fundada por bob schanbau e gary salomon em 1985 e hoje tem como presidente gary salomon solomon explica que o sucesso da rede é o treinamento constante dado aos franqueados salomon e schanbaum fundaram a fastsign com capital próprio e em dois anos já tinham três lojas em 1987 venderam a primeira franquia na cidade de mesquite no texas hoje a companhia está presente no mundo todo eua canadá méxico brasil reino unido e austrália mais informações www.fastsigns.com ou no brasil www.fastsigns.com.br abraços e sucesso wladimir tec-screen caro marco todos sabem e têm acompanhado as dificuldades realizações desafios resultados positivos e negativos porém ninguém pode negar os esforços que estão sendo feitos para a melhoria contínua do mercado serigráfico seja em equipamentos insumos parcerias técnicas e afins como sempre sou adimirador deste trabalho e continuarei sempre que possível colaborando com estes parceiros abraços a todos wilson rodrigues marabu centro de servicos america latina panorâmica do mercado americano no último ano as indústrias norte-americanas sinalizaram a maior taxa de crescimento desde 1999 de acordo com o relatório de 2005 publicado pela web consulting de acordo com este relatório o mercado de sinalização movimentou us 9,6 bilhões de dólares enquanto o mercado gráfico de serigrafia chegou a us 4,1 bilhões o relatório abrange quatro segmentos da sinalização as lojas das grandes franquias as lojas independentes de recorte de vinil as de sinalização eletricas e de sinalização comercial tiveram um crescimento mais rápido as franquias e as lojas de recorte de vinil o relatório fornece uma perspectiva do mercado de varejo de sinalização e serigrafia gráfica nos estados unidos e é segmentado por mercado tamanho e aplicações ainda inclui uma análise dos fornecedores do mercado tamanho do mercado de vinil materiais para banner e tintas serigráficas o relatório é vendido pela web consulting pelo telefone 1 617 536-5925 ou pela internet www.web-eu.com 6 queria congratular a constante evolução da revista empresário serigráfico tanto em matérias como em anúncios É visível que os responsáveis pelas suas edições por enquanto mensais sabem do que estão falando independentemente dos assuntos que nunca são os mesmos É uma leitura bastante enriquecedora e prazerosa com participações de personagens que ajudaram a desenvolver o mercado de comunicação visual brasileiro seria ideal se todos do mercado lessem a revista entendessem e praticassem a filosofia de um mercado criativo e não só pensassem no preço baixo abraços a todos os leitores samir chad gerente de marketing vinitex são roque sp supervisor serigráfico procura acompanho esta revista há tempos pois estou nesta área há mais de seis anos e gostaria de saber se há uma relação de empresas do setor serigráfico na região de são paulo estou desempregado e no momento não consigo localizar essas empresas para encaminhar meu currículo parabéns pelo ótimo trabalho que sua equipe e revista prestam para todos os serígrafos brasileiros flávio marcilio da silva tel 11 3915-7876 e-mail flaviomarcilios@ig.com.br revista empresário serigráfico · novembro · 2005 · +11 6672-2700

[close]

p. 4

www.empresarioserigrafico.com.br notas gráfico lâmpada fluorescente activa para gráficas dentro de sua variada gama de produtos a sylvania iluminação possui lâmpadas indicadas para utilidades distintas desde áreas residenciais estabelecimentos comerciais indústrias e vias públicas até para o cuidado com plantas e animais de estimação a empresa vem ampliando seus produtos e agora apresenta a lâmpada para uso no setor gráfico a fluorescente activa que reproduz com maior fidelidade as cores dos objetos por ela iluminados irc=98 sabemos o quanto é importante a definição correta da cor para este setor e por isso destacamos a activa para uma melhor iluminação em gráficas editoras e papelarias afirma eduardo leonelo gerente de produto da sylvania iluminação disponível na potência 36w e temperatura de cor de 6500k a activa tem iluminação semelhante à luz natural de um dia claro www.sylvania.com.br sac 11 5633-2430 maxtor lança nova geração do drive externo onetouch onetouch iii turbo edition é a nova solução de armazenamento externo da maxtor o produto chega para eliminar as complexidades na configuração do raid redundant array of independent disk ou seja na combinação da performance dos discos rígidos para tolerância a falhas fornecendo uma solução para o mercado de consumo em massa com capacidades de até 1 terabyte 1 tb ou 1.000 gb o novo onetouch iii integra os recursos de backup e restauração automatizados da maxtor para usuários mac e pc possibilitando configurar facilmente a solução tanto para raid no nível 0 quanto raid no nível 1 com espelhamento das gravações e o dobro das transações de leitura do disco inclui ainda novas ferramentas de software para sincronizar dados entre dois ou mais computadores e auxiliar no reparo de sistemas de pc caso ocorra após um ataque prejudicial de vírus ou de spyware o produto estará disponível a partir de dezembro nos principais varejistas distribuidores e lojas on-line dos eua bem como por meio do site www.maxstore.com o preço de varejo sugerido pelo fabricante nos eua para a versão de 600 gb é de us 549,95 e de us 899,95 para a de 1 tb a disponibilidade mundial varia de acordo com a região taykomar em novo endereÇo especializada na comercialização de insumos para serigrafia e comunicação visual a taykomar atende a partir deste mês na rua do oratório 1646 na mooca em são paulo o telefone é 11 6107-4069 o adeus de um visionário meus caros leitores e amigos é muito triste perder uma pessoa que embora estivesse afastada do meio gozando uma merecida aposentadoria já nos foi muito próxima obtendo um grande destaque em nosso mercado falo de alguém que no início da década de 80 inconformado em ser transformador de material auto-adesivo à mercê do cartel das duas grandes multinacionais que existiam na época resolveu enfrentá-las seus colegas de ramo na verdade seus concorrentes chamaram-no de louco sonhador desvairado etc o que poderia ser um obstáculo converteu-se em um estímulo e um desafio ele não se abateu investiu tudo o que tinha e não tinha vendeu suas empresas suas máquinas e o quanto fosse necessário para iniciar seu sonho fabricar material auto-adesivo sofreu muito com a descrença geral com o boicote mas 8 revista empresário serigráfico · novembro · 2005 · +11 6672-2700 não desanimou foi crescendo aos poucos solidamente de forma ética quando sentiu que havia conquistado seu sonho passou o bastão aos filhos estes por sua vez seguiram com o mesmo espírito mas incorporando novas idéias produtos e tecnologias foi este ideal compartilhado em família que tornou sua empresa uma das líderes do segmento infelizmente já não temos mais este grande empreendedor este visionário entre nós mas seu exemplo fica para todos os que têm sonhos e julgam que mesmo com dificuldades têm a capacidade e a chama viva de quem pode conseguir tudo descanse em paz amigo cláudio colello bons negócios a todos sergio horta.

[close]

p. 5

www.empresarioserigrafico.com.br opinião aprendendo a reutilizar d dando seqüência à nossa série de dicas sobre redução reutilização reciclagem e destinação de resíduos efluentes e emissões atmosféricas falaremos sobre a reutilização de materiais a reutilização também é uma forma de redução pois os produtos permanecem mais tempo em uso antes de serem descartados graças ao seu reaproveitamento sem alterações ou processamentos complexos a seguir citamos algumas práticas que podem ser adotadas nas empresas gerando economia financeira e ambiental 1 reaproveitamento de materiais ex caixas usadas verso de folhas para rascunho restos de papéis sacolas plásticas vidros limpos também é possível sugerir aos clientes o uso de materiais que sobraram de outros trabalhos 2 fazer circular materiais que ainda possam servir a outra pessoa ex envelopes e pastas usadas 3 usar embalagens retornÁveis ex solventes sempre vão e voltam do fornecedor na mesma embalagem gerando economia com a não-geração de embalagens contaminadas e abrindo margens para negociação de descontos com o fornecedor latas de tintas também podem ser reutilizadas 4 desenvolver e apoiar atividades de recuperaÇÃo e conservaÇÃo ex recuperação de solventes rerefino de óleos exemplos prÁticos de reutilizaÇÃo na indÚstria grÁfica ·utilização de toalhas reutilizáveis de empresas licenciadas pelo órgão ambiental para seu tratamento em vez do uso de trapos ou estopas que devem ser destinados a aterro industrial incineração ou co-processamento ·solventes oriundos da decantação das toalhas depositados em recipientes fechados podem ser reutilizados para certos tipos de limpeza ·aproveitamento de tintas já prontas para confecção de outras tintas com cores semelhantes ·reutilização das latas de tinta que foram limpas na empresa com os solventes decantados das toalhas reutilizáveis para confecção de novas tintas ·reutilização de cartuchos de tinta por meio de recarga ·reutilização dos tubos de adesivos para confecção de lixeiras na empresa ·utilização das toalhas reutilizáveis em recipientes fechados para diminuição da emissão de solventes voláteis ·reutilização de papéis para confecção de blocos para anotações ·reutilização da água de lavagem dos processos que após tratamento podem retornar aos mesmos ·doação de livros e revistas para instituições revendo conceitos pelo ambiente pela vida e pela sobrevivência é necessário rever conceitos sobre o que são os resíduos para que possamos resolver vários problemas sócio-ambientais na natureza nada vira lixo pois tudo faz parte de um constante ciclo de reaproveitamento na próxima edição apresentaremos como reciclar os diversos resíduos da indústria gráfica acompanhe identificaÇÃo dos tecidos É de extrema importância que o serígrafo saiba exatamente qual tecido está usando para que tenha total controle do material utilizado é recomendável adquirir tecidos com a devida identificação na bainha este procedimento simples evita que erros ou falhas freqüentes no fornecimento possam causar grandes transtornos na produção Às vezes por falta de equipamento adequado ou por custos altos torna-se impossível identificar as características técnicas de um tecido fica valendo a palavra do distribuidor e do fornecedor exemplo o comprador recebe uma solicitação de compra em que consta a seguinte informação 20 metros de tecido 150 com 1,85 de largura o comprador pode fazer diversas cotações e obter diferentes preços pode até comprar o mais barato mas não se tratar do produto que precisa no exemplo citado o tecido 150 pode ter as seguintes características poliéster ou náilon espessura do fio 27 30,31 33 34 ou 35 cor amarelo branco e âmbar ligamento pw ou tw estabilidade dimensional baixa média e alta pré-tensionado ou não vth volume de tinta tensão recomendada essas são as principais características dos tecidos serigráficos que são usados conforme a necessidade e o segmento da serigrafia quando o serviço de esticamento é terceirizado o serígrafo tem duas opções ou ele confia demais no seu prestador de serviço ou ele pede que seja anexada em cada tela esticada a bainha do tecido desta forma dificilmente a produção terá problemas causados por tecidos um pequeno detalhe pode provocar um grande problema neilson eloy neilson.eloy@riospeedtime.com.br heloise lunardi coutinho engenheira civil/consultora de meio ambiente 10 revista empresário serigráfico · novembro · 2005 · +11 6672-2700

[close]

p. 6

artigo substratos transparentes para serigrafia e digital n a fespa 05 em munique a sefar ag apresentou pela primeira vez uma linha de películas imprimíveis e perfuradas que são transparentes de um lado desta forma é possível utilizar para a publicidade superfícies transparentes sem prejudicar a visão de dentro para fora como funciona o efeito de transparência unilateral é provocado por um fenômeno ótico a película com pequenos orifícios distribuídos regularmente é preta de um lado já do lado branco o motivo é impresso a película é aplicada com o lado impresso voltado para fora e para a luz devido ao lado preto interno o olho humano concentra-se automaticamente nos pontos claros ou seja na luz externa o cérebro humano transforma automaticamente os pontos claros em uma imagem paisagens veículos pessoas e tudo o que se encontra do lado externo praticamente podem ser vistos como se não houvesse película nenhuma do outro lado no entanto aquele que está voltado para a luz é possível ver a publicidade impressa desta maneira as fachadas de vidro portas de vidro janelas etc se transformam em superfícies de publicidade e ficam transparentes de dentro para fora a transparência domina do lado externo é possível ver imagens e textos a superfície aberta percentual indica o total da superfície da película que é transparente graças aos orifícios perfurados de acordo com o tamanho e a distância que o observador se encontra da película impressa é possível utilizar modelos com uma superfície aberta de 40 ou 50 ·40 da superfície aberta superfícies menores com o observador mais perto apropriado para a impressão de detalhes finos grande contraste e imagens com cores intensas ·50 da superfície aberta grandes superfícies com o observador mais longe apropriado para a impressão de publicidades em grandes superfícies graças à superfície aberta de grandes dimensões a visão de dentro para fora é melhor modelos de película não auto-adesivos e também auto-adesivos se encontram disponíveis em ambos os graus de abertura distinguimos entre películas auto-adesivas e não auto-adesivas sefar decovision este sortimento consiste de substratos não autoadesivos para aplicações dispositivos de fixação apropriados para películas não auto-adesivas interiores cartazes banners proteção contra luz ou sol publicidades sobre vidro a vantagem destas películas é a sua aplicação simples e a sua possibilidade de reutilização por esta razão estes substratos são extremamente econômicos para fixar estas películas há dispositivos de fixação à venda em todas as lojas do ramo assim é possível fixar o produto sefar decovision de maneira simples em tetos superfícies de vidro estandes etc sem necessidade de conhecimentos técnicos especiais sefar decoview estas películas auto-adesivas oferecem várias possibilidades de aplicação no exterior e no interior de acordo com o modelo estes suportes de publicidade podem ser fixados com adesivo ou por estática e aplicados sobre superfícies lisas e transparentes como vidro ou plástico É possível remover facilmente o substrato colado mesmo após um longo tempo sem deixar resíduos pelÍculas transparentes a película transparente auto-adesiva revestida com adesivo ou aderindo por estática é um produto especial para a aplicação em interiores É aplicada no lado interno de superfícies de vidro de acordo com as determinações legais locais não necessita de uma autorização especial ao contrário das aplicações em exteriores além disso este tipo de publicidade é protegido contra a ação de vândalos em primeiro lugar o motivo é impresso revertido por meio da impressão serigráfica ou digital em seguida é realizada na impressão serigráfica uma camada branca e então uma camada preta a imagem a seguir ilustra o processo de impressão impressão preta em toda a superfície serigrafia impressão branca em toda a superfície serigrafia impressão revertida da imagem película transparente capacidade de impressÃo as películas transparentes de um lado podem ser processadas na serigrafia e na impressão digital serigrafia É possível imprimir os substratos com tintas usuais com solventes e também com tintas uv um resultado ideal de impressão pode ser alcançado normalmente com uma pressão reduzida do rodo acompanhada de uma tinta com uma viscosidade não muito baixa impressão digital os substratos são submetidos a testes regula 12 revista empresário serigráfico · novembro · 2005 · +11 6672-2700

[close]

p. 7

www.empresarioserigrafico.com.br res por diversos fabricantes de máquinas de impressão digital eles satisfazem aos rigorosos requisitos técnicos atuais e podem ser processados nas mais diferentes impressoras digitais a qualidade e a durabilidade das impressões digitais dependem muito do tipo e da qualidade das tintas de impressão por esta razão aconselhamos que as tintas os toners os papéis de transferência e a laminação sejam selecionados de forma cuidadosa aplicaÇÕes sefar decovision É possível aplicar e remover as impressões repetidamente desta forma garante-se uma alta flexibilidade a baixos custos o material é recomendado para divisória de interiores aplicação de publicidade em vidros de automóveis decoração de estandes de feiras proteção solar ou também como proteção visual para proporcionar privacidade sefar decovision como proteção visual elegante visto de dentro o sefar decovision é como um filtro leve e transparente sefar decoview este substrato destina-se sobretudo a aplicações externas de publicidade em veículos fachadas não aproveitadas de vidro portas de vidro etc o sefar decoview como suporte de publicidade em veículos

[close]

p. 8

www.empresarioserigrafico.com.br artigo gráfico o sentido do marketing mário césar de camargo p rospectando uma empresa para um serviço na área promocional o vendedor vai procurar é lógico por alguém com responsabilidade no departamento de marketing telefonemas achar nomes tentar agendar nunca está marcar uma data enfim nada diferente do roteiro de quem está desbravando um território de vendas daí indo ao encontro agendado a recepcionista informa que o fulano do marketing saiu porque foi fazer a distribuição de cartazes da campanha tal da empresa tal uau o nosso vendedor acaba de descobrir que agendou com o assessor do aparelho de fax quero falar então com o chefe dele e o segundo fulano saiu junto para ajudar o primeiro o resto da história é tentar chegar ao dono e assim por diante com ou sem sucesso mas o filminho mostra uma questão em parte semântica e em parte conceitual o exemplo do vendedor tentar vender para o marketing é quase um trocadilho diferentes especializações profissionais dentro do ciclo ou processo de vendas quando não implicam a venda direta acabam recebendo o mesmo nome genérico marketing freqüentemente dentro das empresas o termo marketing é traduzido por área publicitária o que tampouco define se a função é estratégica ou tática algumas vezes o técnico de suporte é contratado para o marketing mas esse pode ser tanto a assessoria nas políticas mercadológicas plano estratégico quanto a solução de mau funcionamento no cliente plano tático apenas como observação vinda de minha visão distorcida dos fatos e experiência pessoal vivida os salários são brutalmente diferentes entre os dois casos mas os cargos são igualmente descartáveis quando a empresa está em crise o marketing terceirizado algumas empresas terceirizam a estratégia publicitária outras terceirizam a assistência e o apoio a vendas isto em princípio não é nem bom nem ruim depende mais de requerimentos técnicos específicos dos produtos para sua venda a necessidade de manter ou não especialistas contratados internamente a disponibilidade dos tipos de serviços com detalhamento pertinente na época em que a reengenharia de processos esteve na moda terceirizava-se muito já que cada setor é fornecedor ou cliente do próximo dentro do ciclo produtivo máxima da reengenharia a burrada administrativa é que de repente passou-se a terceirizar o que era estratégico na empresa aquele departamento marketing que ninguém entendia direito o que fazia mas que com certeza era encarregado de gastar o dinheiro da empresa era o primeiro candidato natural à terceirização no âmbito do marketing para especificar e diferenciar as coisas passou-se a discriminar o marketing estratégico o marketing publicitário o marketing de relacionamento novos sabores de marketing informatizado como crm gestão do relacionamento ao cliente marketing one-toone também chamado de personalização em larga escala fornecedores de software para apoio à gestão de produção e vendas passaram a oferecer opções de automatização de algumas funções do bem marketing assim como ocorreu e ainda ocorre nas áreas produtivas dos mercados gráficos lá vem a minha visão distorcida outra vez o administrador passou a ver a automatização como chance de demitir o cara não preciso mais pa gar o profissional caro comprei o software que faz assim como o serrote não faz o móvel de madeira nenhum software faz sozinho porcaria nenhuma ou melhor nas mãos inábeis o melhor serrote só faz porcaria crm um artigo excelente de um consultor gráfico thomaz caspary conta que crm era a sigla escrita no caderno de controle do fiado do japonês da mercearia e significava controle do recebimento mensal o importante é que esta ferramenta realmente controlava aspectos estratégicos e táticos nas vendas nas mãos do gerente excelentes softwares de apoio a merketing e vendas como toda automação visa à produtividade requerem um profissional da área para pilotar uma palavra-chave nas tendências do relacionamento informatizado com o cliente tem sido a personalização o atendimento personalizado em larga escala requer o uso de bancos de dados para mostrar ao atendente em tempo real na hora do atendimento um mapa com o histórico transacional da empresa ao cliente com a opção de enfatizar e detalhar dados pertinentes ao assunto em questão isto é o que um software de crm deve oferecer permitindo a um único operador atender virtualmente a centenas de clientes aqui entra a tentação de se usar a ferramenta para fazer televendas chamado incorretamente de telemarketing o que é um erro porque 1 a decisão de personalizar modificar a configuração do produto serviço não pode ser deixada nas mãos do contato de vendas 2 todas as ações adotadas pela empresa no atendimento ainda que personalizando a partir dos contatos têm que fazer parte de uma política global a partir da detecção de tendências de requerimentos dos diversos clientes as possibilidades viáveis de se adotar um crm também depende do investimento são a do operador do sistema estar alocado no departamento de marketing ou o vendedor operar um sistema informatizado de vendas em que o banco de dados seja administrado por um técnico do departamento de marketing angariar clientes e mantê-los são as coisas estrategicamente mais críticas para a empresa qualquer preço que ainda permita lucro costuma ser pago para estes objetivos e estes objetivos não são terceirizáveis as ferramentas e profissionais emprega 14 revista empresário serigráfico · novembro · 2005 · +11 6672-2700

[close]

p. 9

www.empresarioserigrafico.com.br artigo gráfico come dois sanduíches por dia todo dia e eu passo fome na média nós dois comemos um sanduíche por dia pensando nisso mas sem muita convicção parte-se para agregar valor ao produto serviço contratando auxiliares de marketing se os tempos estiverem bicudos identificar nichos passa a ser tão crucial quanto ter a rosinete a culpar pelos resultados a técnica do cliente médio só funciona para economia vendas de escala mas absolutamente não garante a fidelidade do cliente já o vendedor de uma empresa de menor porte é freqüentemente o advogado do cliente só que não dá para a empresa manter um relacionamento comercialmente saudável com o cliente nestas bases o departamento de vendas tem que participar e opinar nas estratégias de vendas supondo que a empresa tenha consciência de que o vendedor é a interface direta com o cliente além de ser portador de dados de feedback o que não deve é ser um terceiro na definição de políticas de vendas resumo tem que separar o estratégico do tático na administração do negócio o marketing criativo na minha opinião como mencionei no artigo da edição passada marketing está para vendas assim como a engenharia está para a produção ou seja para mim marketing é estratégia esta parte é virtual mas é trabalho com começo meio e fim e a inspiração é bem-vinda como dizia leonardo da vinci o bom trabalho criativo é 10 inspiração o resto é transpiração para exemplificar o trabalho de marketing propriamente dito vamos analisar a vinda do circo à cidade para fazer o marketing o circo resolve comprar um espaço na mídia por exemplo o rádio informando o circo chegou isto é o que se chama bastante apropriadamente fazer um anúncio se em vez disto ou além disto alguém do circo sair passeando com o elefante pela cidade vai ter mais impacto e é o que se chama promoção agora se o pessoal do circo resolver colar um cartaz dizendo o circo chegou na bunda do elefante e aí sair passeando com ele pela cidade é o que podemos chamar de campanha se no caminho o elefante detonar o jardim da frente do paço municipal pode ter certeza que todo mundo na cidade vai ficar sabendo e isto sim é que é publicidade se apesar do estrago o pessoal do circo conseguir manter o bom humor do prefeito é o que podemos chamar de uma boa política de relacionamento com o cliente agora se considerados todos estes pontos o itinerário do elefante tiver sido previamente programado isto sim é o que podemos chamar de marketing por último e não menos importante existe um aspecto artístico quase que mediúnico os 10 em algumas funções das atividades do profissional de marketing descobrir o que seus prospectos estão pensado para responder àquela pergunta crucial não dá para chamar de ciência exata por isso minha abordagem neste particular em homenagem aos criativos da profissão vai seguir na forma de versos marketing ler mentes particularmente ­ aquela parte onde está o objeto de desejo das gentes não basta a qualidade intrínseca do produto para o sucesso de vendas por outro lado bem vendida até merda enlatada vai há vários exemplos práticos de produtos de sucesso nesta categoria nos dias de hoje portanto o que o cliente quer é muito mais uma questão de trabalho nosso do marketing e como desejamos um karma ameno de preferência vamos oferecer algo de qualidade cuja melhor definição é entregar o que foi negociado só dá para fazer isso se o departamento de vendas estiver nos trilhos ary luiz bon trabalhou em marketing e vendas para três empresas multinacionais de áreas gráficas de 1993 a 1998 e quando abre a boca é assim como um elefante que soltaram na loja dos cristais dos para se administrar a parte comercial assim como ocorre na área produtiva devem ser dimensionados conforme o crescimento da empresa e o que não tem volume de atividade não compensa manter internamente a menos que seja crítico para os dois objetivos principais ou outros pontos-chave específicos da empresa É claro que verticalizar funções típicas de uma agência de criação publicitária não é o caso em 99,9 das situações o marketing como acessÓrio de vendas algumas empresas não têm ninguém dedicado a projetar a introdução e manutenção de produtos no mercado simplesmente colocam a equipe de vendas para sair vendendo aí as coisas crescem e se contratam designers publicitários ilustradores para o departamento de marketing da empresa ver o início deste artigo para o suporte às vendas o apoio a vendas seja suporte a produto ou divulgação deveria manter nomes diferentes como assistência suporte publicidade propaganda etc o grave problema de submeter o marketing ao departamento de vendas da empresa é que quando há o turnover de vendedores os clientes vão junto se por um lado o vendedor entusiasmado ambicioso é ponto positivo nas vendas o sair vendendo faz o cliente ser dele e não da empresa já escutei de diversos empresários gráficos de pré-impressão e de impressão que isso é assim mesmo para mim parece muito mais que não discriminar entre o estratégico e o tático pode ser uma falha administrativa e submeter o estratégico ao tático aí sim é um verdadeiro tiro no pé do lado do profissional que trabalha em marketing submetido ao departamento de vendas temos de considerar em princípio a máxima da reengenharia como verdade departamento-fornecedor departamento-cliente já que sem vendas não há sentido ou justificativa para a estrutura do suporte ao departamento promocional É claro também que o fato da empresa ter desenvolvido uma ratoeira melhor que as outras por si só não vai conduzir os clientes às suas portas tem que fazer o marketing como se diz vulgarmente então entra em cena um outro caso o do técnico que passa para o departamento de marketing para fazer o suporte ao produto novamente não há nada de errado na função mas o valor da posição na empresa em termos de rh usualmente é baixo freqüentemente o técnico submetido ao departamento de vendas corre o risco de entrar em rotas de colisão a orientação do trabalho técnico é objetiva e a orientação do trabalho de vendas tem muitos componentes subjetivos para melhorar a coisa muitas vezes a venda de produtos ou serviços técnicos pode se tornar impossível sem a figura do técnico de suporte que se hierarquicamente submetido ao departamento de vendas carrega o piano mas quem ganha é outro administrativamente falando esta situação não tem como sobreviver no tempo e com sorte a empresa não criará filhotes distribuiÇÃo das responsabilidades nossa questão é sobre a distribuição das responsabilidades na grade hierárquica da empresa não importa se vertical ou horizontal no organograma mas que é um componente importante da estratégia gerencial e de vendas a pergunta mais importante que afeta a empresa como um todo angariar clientes manter clientes e cuja resposta não pode ficar confinada ao departamento de vendas é o que o cliente quer se o departamento de vendas de uma grande empresa de posse das rédeas do negócio for cobrado sobre esta pergunta a resposta será o cliente médio quer a média do que é oferecido no mercado e fazemos a divulgação na mídia com base naquilo que vende o mais grave problema que ocorre com o método estatístico é a tomada de amostragem que fatalmente vicia a isenção dos resultados por exemplo se você 16 revista empresário serigráfico · novembro · 2005 · +11 6672-2700

[close]

p. 10

www.empresarioserigrafico.com.br notas gráfico papelão ondulado setor cresce 2,1 até setembro as vendas do setor de papelão ondulado considerado a embalagem das embalagens e por isso um dos termômetros da economia foram de 189,2 mil toneladas em setembro com crescimento de 5,3 em relação ao mesmo mês de 2004 179,6 mil toneladas o setor encerra o terceiro trimestre de 2005 com vendas de 1.607,3 1.574,3 mil toneladas em 2004 acumulando crescimento de 2,1 no ano os dados são da abpo associação brasileira do papelão ondulado até setembro nossas vendas apresentam crescimento dentro das novas previsões do setor comenta paulo sérgio peres presidente da entidade bang-bang um dos projetos de maior sucesso produzidos por uma scitex vision turbojet foi o primeiro envelopamento completo no interior dos vagões do metrô de nova york em março de 2005 as impressões produzidas pela burton imaging group para o programa deadwood da hbo transformaram o interior de três vagões em cenários de um trem do velho oeste americano foi a primeira vez que o metrô de nova york permitiu que seus vagões fossem envelopados para uma finalidade promocional uv process supply lança novo website o novo site da empresa foi reformulado para melhorar a velocidade e a exatidão agora passa a contar com atualizações freqüentes dos produtos e preços e novos produtos serão acrescentados regularmente o site da uv processo suply também passa a oferecer um sistema de compras sofisticado que inclui a identificação de usuários e rastreamento de pedidos o sistema de busca foi melhorado para oferecer imagens e links para cada produto a uv process supply está localizada na cidade de chicago veja os detalhes em www.uvprocess.com tas expande negócios o fabricante norte-americano tas anuncia a abertura de novo escritório de vendas na argentina agora a tas south america sob direção de gabriela avalos atenderá a colômbia peru e brasil além da argentina outra novidade é a expansão de sua distribuição de soluções têxteis e gráficas pela empresa parmele screen process supplies nos estados unidos mais informações www.tasamerica.com miltec comercializa peças a miltec fornecedora de produtos de cura uv e infravermelho anuncia a expansão de sua linha de produtos agora a miltec irá comercializar peças de seus sistemas de cura uv para entrar em contato envie um e-mail para sales@miltec.com ou acesse www.miltec.com 18 revista empresário serigráfico · novembro · 2005 · +11 6672-2700

[close]

p. 11

www.empresarioserigrafico.com.br artigo têxtil fibras tÊxteis n um momento em que damos muita ênfase ao relacionamento entre as diferentes áreas do mercado têxtil e à necessidade de ampliação de conhecimentos acreditamos ser de vital importância que as pessoas envolvidas neste processo possam aprimorar seus conhecimentos entre as informações imprescindíveis destacamos a tecnologia dos nossos produtos e processos o conhecimento sobre as fibras e os tecidos é tão importante quanto saber imprimi-los um dos maiores problemas para a estamparia é a falta de informações sobre o tipo de fibra e os acabamentos de que são compostos os tecidos finais isto causa grandes transtornos para os serígrafos e os confeccionistas o que É fibra fibra é uma unidade de matéria caracterizada por sua flexibilidade finura e elevada proporção entre comprimento e finura estas propriedades a tornam capaz de ser transformada características nem todas as fibras possuem aplicações na indústria têxtil e mesmo aquelas que são utilizáveis devem reunir certas propriedades as características mais comuns pelas quais se determina o uso de uma fibra têxtil são finura comprimento resistência à tração elasticidade flexibilidade absorção de umidade em algumas fibras interessa também a coloração o tipo e a quantidade de matérias estranhas suavidade brilho e condições em que foram obtidas essas características são submetidas ao fio e conseqüentemente ao tecido dependendo da qualidade e do uso do produto a ser fabricado propriedades as propriedades mais comuns de fibras têxteis são ·resistência propriedade que possuem certas fibras têxteis de voltar à sua forma inicial após haverem sido amassadas ou comprimidas proporcionando ao tecido recuperação ao amarrotamento as fibras poliéster acrílicas náilon lã e algodão tratadas com resinas oferecem essas propriedades ·higroscopicidade propriedade que possuem as fibras têxteis de absorverem a umidade do ar as fibras de maior poder higroscópico são a lã viscose algodão e as fibras naturais em geral ·hidrofilidade propriedades que possuem certas fibras têxteis de absorverem água rapidamente o algodão o linho e a viscose são fibras que possuem um bom grau de hidrofilidade ·termoplasticidade propriedades que possuem certas fibras têxteis de adquirir e manter uma nova forma pré-determinada quando submetidas a temperaturas elevadas retenção do vinco a fibra sintética poliéster poliamida etc possui essa propriedade 20 revista empresário serigráfico · novembro · 2005 · +11 6672-2700 classificaÇÃo geral das fibras tÊxteis em função de sua origem as fibras têxteis são classificadas em dois grupos fibras têxteis naturais e fibras têxteis químicas ·classificação das fibras têxteis naturais em função de sua origem as fibras têxteis naturais são classificadas em três grupos fibras têxteis naturais vegetais fibras têxteis naturais animais e fibras têxteis naturais minerais sementes e frutos caules folhas seda lã e pêlos mineral asbesto algodão coco linho rami e malva sisal e coroá seda cultivada e seda silvestre ovelha coelho e ângorá amianto vegetal fibras tÊxteis naturais animal ·classificação das fibras têxteis químicas em função de sua natureza as fibras têxteis químicas são classificadas em dois grupos fibras têxteis químicas de polímeros artificiais e fibras têxteis químicas de polímeros sintéticos em função de sua origem as fibras têxteis químicas de polímeros artificiais são classificadas em três grupos fibras têxteis químicas de polímeros artificiais vegetais fibras têxteis químicas de polímeros artificiais animais e fibras têxteis químicas de polímeros artificiais minerais vegetal polÍmeros artificiais celulose regenerada ésteres de celulose cabra viscose cupro acetato triacetato caseína animal mineral alginato alginato em função de sua origem as fibras têxteis químicas de polímeros sintéticos são classificadas em dois grupos fibras têxteis químicas de polímeros sintéticos policondensados e fibras têxteis químicas de polímeros sintéticos polimerizados policondensados polÍmeros sintÉticos polimerizados ác teriftálico sal de náilon poliuretano propileno poliéster poliamida elastana polipropileno

[close]

p. 12

www.empresarioserigrafico.com.br artigo fibras na chama queima vagarosamente em fusão queima vagarosamente em fusão queima com fusão queima com fusão queima com fusão queima sem fusão queima vagarosamente sem fusão queima sem fusão queima sem fusão queima vagarosamente sem fusão queima sem fusão queima com fusão queima sem fusão têxtil comportamento fora da chama extingue-se odores leite queimado cinzas pérolas duras escuras resistência ao calor °c 220 a 240 amolece ponto de fusão °c 255 a 260 comportamento das fibras tÊxteis pes pa extingue-se salsa verde pérolas duras claras 150 amarela 220 a 230 amolece 175 a 200 amolece 210 amarela 250 amolece 150 a 155 plastifica 170 a 175 amolece 120 amarela 160 decompõe-se 130 decompõe-se 250 a 260 pue pac pp co continua a queimar com fusão continua a queimar com fusão continua a queimar com fusão continua a queimar sem fusão queima ou extingue-se continua a queimar sem fusão continua a queimar sem fusão queima ou extingue-se continua a queimar sem fusão continua a queimar com fusão continua a queimar sem fusão borracha queimada peixe podre parafina papel queimado resíduo macio disforme pérolas duras escuras pérolas duras escuras cinzas claras 230 175 wo cl cr pêlo queimado papel queimado papel queimado pêlo queimado cinzas escuras cinzas claras cinzas claras cinzas escuras 160 decompõe-se 160 decompõe-se 130 decompõe-se s cv ca cly papel queimado vinagre papel queimado cinzas claras pérolas duras escuras cinzas claras 190 decompõe-se 175 a 190 amolece 120 amarela 160 decompõe-se 260 simbologia das fibras abnt cb 111/75 sÍmbolo ca al a la wk car k we pue cj sl cl cly wm pa pvc pes pe ptf cr cs gl pva abnt cb 111/75 sÍmbolo pac co wa wp ch cn ck cc pb wo st mt pam pum pua pcf pst pp pur s ct pva cv resistÊncia das principais fibras tÊxteis fibras pes pa pue pac pp co wo cl cr s cv ca cly luz u.v boa sensível pouco sensível muito boa sensível perde resistência perde resistência perde resistência perde resistência perde resistência perde resistência perde resistência boa Ácidos relativamente boa sensível sensível resistente excelente sensível relativamente boa sensível sensível relativamente boa sensível sensível sensível Álcalis sensível resistente sensível sensível excelente relativamente boa sensível relativamente boa relativamente boa sensível pouco sensível não resiste boa nome da fibra acetato alginato amianto borracha cashmere carbono caseína coelho elastana juta lã de escórias linho lyocell mohair poliamida policloreto de vinila poliéster polietileno politetrafluoretileno rami sisal vidro vinilal nome da fibra acrílico algodão angorá cabra cânhamo caroá coco cupro elastodieno lã lã de rocha metálica moda acrílica multipolímero policarbamida policlorotrifluretileno poliestireno polipropileno poliuretano seda triacetato vinal viscose a morte do homem começa quando ele desiste de aprender albino teixeira claudemir previtalli claudemir@texpal.com.br texpal química ltda 22 revista empresário serigráfico · novembro · 2005 · +11 6672-2700

[close]

p. 13

www.empresarioserigrafico.com.br notas têxtil camisetas da bayard esportes trazem chakras e aplicações de cristais swarovski a bayard esportes acaba de lançar uma linha de camisetas da grife yogini que promete agradar não só as mulheres que praticam a yoga mas também quem gosta de adotar um estilo de vida mais zen são também opções originais para presentear no fim do ano cada camiseta da linha retrata o símbolo de um dos chakras com sofisticadas aplicações de cristais swarovski além do acabamento em tye-dye e uma explicação com relação ao que rege cada um destes chakras suas funções cores correspondentes alimentos favoráveis e o mantra relativo cavalera faz dez anos combinando humor e amor Ícone da cultura de vanguarda de uma geração a marca cavalera se destacou no cenário nacional por traduzir o universo da música e dos esportes por meio de suas irreverentes coleções de streetwear criada em 1995 pelo empresário e deputado estadual alberto turco loco hiar e pelo músico igor cavalera baterista da banda sepultura a marca se destaca por sua irreverência de bom gosto sua ousadia bem aceita por uma juventude cada vez mais ligada em estilo este ano sob o comando solo de turco loco a cavalera completa seu 10º aniversário no final de 2004 a marca inaugurou cinco novas lojas shoppings morumbi pátio higienópolis e villa-lobos em são paulo diamond mall em belo horizonte e flamboyant em goiânia ao todo a grife agora conta com dez pontos de venda entre lojas próprias e franquias além de estar presente em cerca de 600 multimarcas em todo o país apostando no poder da dupla camiseta e calça jeans a cavalera passou a investir também no segmento de jeanswear adotando a camiseta como outdoor e o jeans batizado jeans d ouro como uniforme da marca coleÇÃo 2006 as cores da bandeira de pernambuco vibram na cartela da coleção cavalera verão 2006 É a vida difícil que reflete nos acabamentos puídos e cerzidos pneu e lona são usados para remendar calças camisas e a sola das botas o ambiente é árido e é verão o ano inteiro o couro e o jeans se misturam a malhas de algodão e sarjas acompanhe a entrevista com catarina gushiken da cavalera sobre a coleção e a moda em geral revista empresário serigráfico o que esperar para a próxima coleção quais cores catarina gushiken tons metalizados e degradês revista empresário serigráfico como é a moda de hoje catarina gushiken a moda respeita a individualidade por isso as coleções formam um mix de referências e idéias para que cada um formate o seu estilo revista empresário serigráfico como o consumidor tem se comportado frente às coleções atuais catarina gushiken com muito mais exigência o consumidor está antenado e quer um produto de qualidade revista empresário serigráfico em quais tipos de estampas estilos e cores a cavalera tem investido catarina gushiken as cores mais exploradas são o vermelho sangue amarelo ouro azul royal verde grilo preto cinzas mesclados e marrons a estamparia tem apelo urbano no formato de cartazes de protesto e intervenções de grafites há pinturas à mão livre e xilografia aplicada em tecido o shape é militar e esportivo os bordados foram inspirados nos trajes tradicionais do maracatu tecidos couro jeans malhas em algodão sarjas e tecidos tecnológicos revista empresário serigráfico existe alguma base em algum dado para a criação das estampas como clima região país catarina gushiken com certeza para se criar não apenas estampa mas uma coleção inteira é preciso estar ligado nas transformações que acontecem em todos os sentidos artístico político geográfico toda informação é referência revista empresário serigráfico a moda de tecidos estampados vai e volta como se trabalha com isso catarina gushiken a moda é antropofágica adapta-se deglutindo tudo e transformando o que era antigo em algo novo misturando tudo exotismo e sofisticação a estilista adriana barra lançou no dia 21 de outubro sua coleção verão 2006 famosa por suas estampas florais adriana apresenta uma coleção marcada por um momento de sofisticação e exotismo em sua carreira inspirada em referências tribais e étnicas as novas peças surgem com cores vibrantes fortes e alegres e com muita sutileza nas formas tecidos e detalhes a loja de adriana barra fica na rua peixoto gomide 1801 casa 5 na capital paulista 24 revista empresário serigráfico · novembro · 2005 · +11 6672-2700

[close]

p. 14

capa lourival mariano filho à direita e arnaldo mariano à esquerda f oi com ousadia reengenharia e muita vontade de aprender mas sempre com os pés no chão que a petink tem dado provas dia a dia de que para ser uma empresa de qualidade reconhecida e colher os frutos por isso não é preciso partir de um lançamento milionário para a petink e para centenas de outras empresas no brasil a chave está em identificar oportunidades de evolução mudar conforme as circunstâncias e as possibilidades da empresa e transformar o seu negócio no negócio primordial de fornecedores e clientes um renascimento constante para quem se aprimora a cada amanhecer foi para conhecer as decisões e os caminhos que levaram a petink ao estágio em que se encontra que a revista empresário serigráfico conversou com os diretores da empresa lourival mariano filho e arnaldo mariano profissionais sérios e dedicados que entendem que a versatilidade está ao alcance de quem sempre olha para frente o que você vai ler na entrevista a seguir deve ser um estímulo para que sua empresa não tenha medo de transformações se você determinar um foco e todo o seu grupo caminhar na mesma direção com orga26 nização sabendo administrar detalhes toda mudança será para melhor por isso nunca desconsidere a importância de manter sua empresa muito bem organizada com base num planejamento sério investindo no treinamento dos funcionários em equipamentos de medição controle de qualidade limpeza do ambiente de trabalho e num programa contínuo de conscientização para que cada profissional tenho o hábito de transformar o que era desperdiçado em um benefício para si mesmo a petink é um exemplo de empresa em que 0,5 do faturamento tem sido utilizado pelos próprios funcionários em favor da empresa na compra de mesas para o refeitório tv e outros recursos só mesmo uma equipe que realmente acredita que a empresa está sendo bem conduzida pode demonstrar uma dedicação desta dimensão É um estágio em que com empenho e seriedade a sua empresa também pode chegar vamos à entrevista revista empresário serigráfico e a qualidade do serviço nesta época como era lourival só começou a melhorar em 99 quando compramos os novos equipamentos arnaldo e também após o programa de qualidade do sebrae revista empresário serigráfico o que levou vocês à idéia de construírem uma empresa que produz qualidade limpa preocupada com os funcionarios vejo que vocês têm fotos de como a empresa era antes da reestruturação parece que vocês sabiam que a empresa não seria mais desse jeito arnaldo isso foi graças ao programa de qualidade total do sebrae no programa diz que você deve tirar fotos para comparar com os resultados o ideal era termos filmado mas não sabíamos que mudaríamos tanto lourival a implantação do programa levou nove meses revista empresário serigráfico qual foi o custo deste programa lourival foi muito barato em vista dos resultados cerca de r 3 mil revista empresário serigráfico e isso mudou também a forma de administração da empresa lourival sim mudou também mas também foi graças a outros cursos pequenos que eu e meu irmão fizemos na época éramos muito inexperientes cada um buscou cursos dos quais tínhamos mais afinidades meu irmão fez cursos de planilhas eletrônicas formação de preço depois do curso empretec do sebrae eu revista empresário serigráfico · novembro · 2005 · +11 6672-2700

[close]

p. 15

www.empresarioserigrafico.com.br pecebi que todas as idéias que eu tinha por exemplo na questão de dar mais atenção ao funcionário iriam funcionar eu tinha as idéias mas como eu nunca tinha visto em lugar nenhum arnaldo foi aí que nós compramos a primeira impressora para rodar uv em 99 tínhamos seis meses de carência e 50 meses de prestação em um financiamento da caixa econômica federal quando terminamos de pagar a última prestação compramos a segunda impressora revista empresário serigráfico e como foi a aceitação dos funcionários com relação às mudanças que a empresa sofreu quantos funcionários trabalham hoje desde a reestruturação lourival o grande problema não são os funcionários aceitarem e trabalharem pela reestruturação mas sim os donos da empresa o dono quer que todos mudem e se esforcem mas ele mesmo não quer fazer nada com funcionários não há grandes problemas quem se encaixa fica quem não quer trabalhar vai embora revista empresário serigráfico faz parte da reestruturação buscar a legalidade a petink é uma empresa que está de acordo com as exigências trabalhistas ambientais e fiscais arnaldo sim estamos de acordo com todas as exigências a multa é muito cara e eu não gosto de dar dinheiro para a fiscalização temos ppp perfil profissiográfico previdenciário laudo de funcionamento da cetesb pcmso programa de controle médico de saúde ocupacional ppra programa de prevenção de riscos ambientais lpcat laudo técnico das condições ambientais do trabalho e outros laudos e autorizações não muito conhecidas revista empresário serigráfico e quantas fiscalizações vocês tiveram lourival acho que foram duas arnaldo eu guardo todos os documentos reguladores em uma caixa quando vem a fiscalização eu pego esta caixa e só vou passando os documentos que o fiscal pede o fiscal nem olha os documentos depois ele pede para dar uma volta na empresa para tentar achar alguma irregularidade se você não está de acordo você vira uma carta marcada e os fiscais sempre voltam revista empresário serigráfico e ações trabalhistas vocês têm muitas lourival antes da reestruturação tínhamos muitas arnaldo depois da reestruturação tivemos uma e ganhamos a causa no decorrer do processo pediram um acordo mas como sabíamos que estamos certos achamos um desaforo e continuamos com o processo e ganhamos revista empresário serigráfico a reestruturação serviu também para que vocês tomassem consciência do que é certo e errado e pensassem mais na equipe e na empresa arnaldo sim e vou ser sincero pra você fazer tudo certo é muito dificil por exemplo toda empresa mesmo que tenha um funcionário tem que ter o funcionário designado da cipa fazendo o curso você já está livre no outro ano você fica sabendo de outra coisa e faz depois de outro ano cumpre outra obrigatoriedade depois de dez anos assim você já está com tudo certo e se você não fez nada disso com dez anos de empresa você não tem nada e está na ilegalidade lourival o grande segredo na reestruturação foi sempre fazer as coisas no tempo certo no programa de qualidade total do sebrae se tínhamos alguma coisa para cumprir em um mês nós não tentávamos fazer em 15 dias arnaldo quando você implanta um programa de reestruturação na empresa os funcionários se vêem obrigados a fazer as coisas de uma determinada forma mas neste programa do sebrae o funcionário se concientiza de que determinada forma de trabalho é melhor pra ele lourival eu me lembro no primeiro ano as reuniões com os funcionários não davam em nada pensava em desistir mas hoje se um novo funcionário não entra no esquema de todos os próprios funcionários demitem este novo revista empresário serigráfico a petink passou por algumas fases hoje qual o nivel de preocupação de vocês com relação às melhorias na empresa arnaldo a única coisa que nos falta é um preço mais competitivo no mercado lourival depois do empretec sempre no começo do ano a gente decide o nosso foco para as melhorias um ano focamos na implementação do sistema administrativo em treinamentos gerenciais houve um ano em que fizemos mais de dez cursos revista empresário serigráfico vocês já pensaram em reestruturar o cliente como é o relacionamento de vocês com o mercado e como este relacionamento mudou ao longo do tempo lourival temos na maioria dos casos um relacionamento muito bom e em alguns casos até amizade mas em empresas muito grandes que têm que fazer concorrência eles nos pedem o máximo para conseguirmos pegar o trabalho pois eles têm a necessidade de receber no prazo determinado e sabem que nós conseguimos entregar revista empresário serigráfico sei que vocês reestruturaram os fornecedores vocês criaram padrões internamente para se fazer uma compra lourival iniciei esta reestruturação quando eu voltei da fespa 2002 na espanha quando eu visitei a panorama uma serigrafia que fabricava displays lá eles só tinham um fornecedor de tinta eles faziam as medições e simulações direto na prova colocavam o fotolito e aí já tinha que sair na cor resolvi aplicar isso aqui na petink por isso temos só um fornecedor revista empresário serigráfico até vocês criarem estes padrões ninguém queria fazer este trabalho com vocês mas depois que ficaram em evidência apareceram vários forncedores lourival foi assim que nosso fornecedor anterior de tintas deixou de fornecer para nós arnaldo testamos nove fabricantes de tintas três deles foram muito bem depois de selecionar os três partimos para o preço o que teve menor preço está fornecendo para a petink lourival mas as vantagens também são para o lado dos fornecedores sempre que eles querem fazer um teste para o lançamento de um produto eles fazem aqui somos um laboratório para eles antes a empresa perdia muitas telas por causa de fuligens do teto que caiam na tela e a rasgavam a empresa investiu em um teto de placas de isopor e os problemas acabaram 27 revista empresário serigráfico · novembro · 2005 · +11 6672-2700

[close]

Comments

no comments yet