Edição 720

 

Embed or link this publication

Description

01/03/2014

Popular Pages


p. 1

Diretor Responsável: Homero T. Tranquilli - CNPJ: 09573449/0001-13 - Cajuru, Sábado, 1°/03/2014 - Ano 15 - N.° 720 Semanal - Distribuição Gratuita / Assinantes Bosque “Curumim”, na Escola Lólia, ganha Centopeia de Concreto Crianças do Projeto FIS são destaques na EPTV Página 12 Acidente de Trânsito com Vítima Fatal

[close]

p. 2

Página 2 Edição 720 - 1°/03/2014

[close]

p. 3

Edição 720 - 1°/03/2014 Página 3 Acidente de Trânsito com Vítima Fatal Av. José Tostes de Souza Meirelles, bairro Jd. Três Marias I nesta cidade. Segundo o condutor do veículo ao passar pela ponte veio a atropelar a vitima, que estava caminhando pela pista de rolamento. Mas uma testemunha que estava com a vítima sentido a expogal alegou que ao passarem pela ponte ambos caminhavam pelo acostamento sobre a grama. João Duque morreu no local. A Policia Civil investigará o caso e aguardará também o laudo da Policia Ciêntifica, ambas estiveram no local. ESF Cruzeiro apresenta a peça: “Cuidados com o uso de medicamentos contínuos” passou foi que medicamento é substância que objetiva curar doenças ou aliviar sintomas. É usado para trazer bem estar, porém, se os devidos cuidados não forem tomados pode causar problemas sérios, portanto: -verifique sempre o prazo de validade dos medicamentos; -não use medicamentos com embalagens estragadas, sem rótulo ou bula; -não compre medicamentos que foram indicados por vizinhos ou amigos; fale primeiro com seu médico; -não misture medicamentos sem a devida orientação; -só use medicamentos com orientação do seu médico; -plantas medicinais devem ser utilizadas com orientação adequada, pois podem provocar danos a saúde. - todo medicamento deve ser guardado em local seguro, arejado, seco e protegido da luz, nunca em cima da geladeira, no banheiro, em baixo de pias ou próximo de materiais de limpeza e sempre longe do alcance de crianças e animais domésticos. No ultimo dia 27/02 por volta das 6:30h, aproximadamente, o lavrador João Batista da Silva, conhecido por João Duque (65) foi atropelado por uma Saveiro que era conduzida por Vinicius Brito Costa (27). O fato ocorreu na ESF Dom Bosco promove reuniões abordando Gestação e Planejamento Familiar propósito realizou no dia 13 de fevereiro reunião com gestantes residentes na área de abrangência, onde o Dr. Fabio falou sobre parto normal e cesariana, suas vantagens e desvantagens, e os sinais e sintomas quando as gestantes estão entrando em trabalho de parto. Nessa oportunidade foi servido ao grupo um delicioso café da tarde e entregues brindes doados pela Koxilinho. Completando o calendário de reuniões do mês, na quinta-feira (27) o encontro foi para falar sobre Planejamento Familiar abordando para tanto os vários métodos contraceptivos, métodos cirúrgicos Laqueadura e Vasectomia. Todos participantes puderam sanar suas duvidas com Drº Fabio e toda a equipe multidisciplinar. Para levar informação aos pacientes, a equipe da Estratégia Saúde da Família do bairro Cruzeiro apresentou uma peça teatral orientando de forma lúdica, sobre os cuidados com o uso de medicamentos contínuos. A peça teatral foi apresentada na própria unidade, na sexta-feira (21). A principal mensagem que a equipe EXPEDIENTE - “O JORNALZÃO CAJURU” Empresa: H. T. TRANQUILLI-ME. Contato comercial: Rua Orlando V. Figueiredo, 676 - Fone - 36674497, Diretor Responsável: Homero Tranquilo Tranquilli, tiragem: 3.500 mil exemplares, impressão: Editora Grafisc - São Carlos/SP. distribuição Gratuita e Assinantes. Circulação: Cajuru, Cássia dos Coqueiros e Santa Cruz da Esperança. Colaboradores: Lurdinha, Roberta, Fabiano L.Gomes, Luciano Porfirio, Caio Luis. A ESF Dom Bosco, através da equipe multidisciplinar, vem desen- volvendo atividades que objetivam a qualidade de vida para a população. Com esse www.ojornalzao.com.br

[close]

p. 4

Página 4 Edição 720 - 1°/03/2014

[close]

p. 5

Edição 720 - 1°/03/2014 Página 5

[close]

p. 6

Página 6 Edição 720 - 1°/03/2014 ACONTECE CIDADE CIDADE NEGOCIOS E OPOR TUNIDADES OPORTUNID TUNIDADES PROCURA-SE emprego de técnico agrícola e motorista particular. Tratar 99199-3436 c/ Edilson. ALUGA-SE casa no Jd. Nova Cajuru (Bocão). Tratar 99222-1793 c/ Wanderlei. VENDE-SE casa térrea 2 quartos, sala, cozinha, banheiro. Terreno 10x25 Vila Real – R$ 150.000,00 Documento Ok. Tratar 3667-2956 / 99996-6218 VENDE-SE moto Cab Super, Youssung, conservada, licenciada 2014, pneus novos, mecânica conservada. R$ 2.200,00 (a vista) Tratar 36671520 VENDE-SE maquina Overlok domestica Butterfly. R$ 400,00. Tratar 3667-2345 VENDE-SE moto Honda, cg125 , Fan 2008 , preta em bom estado. Tratar 36674493 / 99966-9711 c/ Ronaldo VENDE-SE Saveiro 1.6, 2006, prata R$ 23.000,00 Tratar 3667-4493 / 99966-9711 c/ Ronaldo. VENDE-SE um terreno no Jardim Bela Vista, localização privilegiada, documentação ok. Tratar 3667-2969 / 99221-1552 Secretaria da Saúde entrega uniformes aos profissionais tregou os uniformes nas unidades de saúde do município: ESFs, CEMEC, CEO e Pronto Socorro. Em cada um dos locais foram entregues as peças para os médicos, dentistas, enfermeiras e auxiliares, que passarão a usá-los com as finalidades de identificação, higiene e proteção. A secretária informa que a próxima fase será uniformizar os motoristas que atendem os serviços da saúde, completando assim o quadro. Serviço Home Case Tecnica de Enfermagem, assistência domiciliar, banhos curativos, passagem de sonda retal de alivio, acompanhante, soroterapia, antibióticoterapia, etc. Tratar: 99199-3436 c/ Sandra. VENDO Casa , com area de construção 178,80m² com área total de 3.227m² ou 43/30 ao lado da praça central em Santa Cruz da Esperança. Tratar 99197-6063 ou 99612-1721 c/ Osvandir Na quinta-feira (27) a secretária da saúde Patrícia Bícego, acompanhada pelo prefeito Dr. Luís Estevão en- Aluga-se Barracão Rua: Chile nº 594, bairro Cohab, Tratar: (16) 99118-1983 / (16) 99227-8618 / (16) 3667-2180 Vende-se Terreno Rua: Ceará, bairro Vila Maria das Graças. Tratar: (16) 99118-1983 / (16) 99227-8618

[close]

p. 7

Edição 720 - 1°/03/2014 Página 7

[close]

p. 8

Página 8 Edição 720 - 1°/03/2014 ACONTECE CIDADE CIDADE Bosque “Curumim”, na escola Cajuru tem sua 1a Praça do Idoso Lólia, ganha Centopeia de concreto As crianças da educação infantil da escola “Lólia” ganharam mais um motivo para brincar: a centopeia de concreto instalada no Bosque Curumim. O novo brinquedo foi confeccionado com arcos de concreto, onde as crianças podem entrar e passar por eles como se fosse um túnel. Esses arcos foram projetados cuidadosamente, em espessura que garanta a segurança da criança, especialmente em relação a visão total do brinquedo permitindo a verificação de presença de bichos, caso ocorra. Na quarta-feira (26), a secretária da Educação Maria Luiza foi conferir a nova e bela aquisição e, junto a sua equipe, inspecionou a segurança do brinquedo. Em seguida, a garotada foi liberada para muita diversão! Continua a operação “Tapa-Buracos” A Secretaria Municipal de Obras continua a operação tapa-buracos e nesta semana realizou o trabalho na Av. Presidente Getúlio Vargas, no bairro Cruzeiro. Na terça-feira (25), máquinas e operários trabalharam no trecho em frente à Rodoviária para garantir via de qualidade para o trânsito. Desde o final do ano passado, a Prefeitura Municipal vem investindo pesado em infraestrutura, lembrando que além da operação “Natal”, que percorreu a cidade Nesta semana, quem passou pela Av. Presidente Getúlio Vargas (Cruzeiro) teve uma bela surpresa: a instalação da Praça do Idoso. Através de um convênio assinado entre a Prefeitura Municipal de Cajuru e o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, os idosos de nossa cidade passaram a ter um espaço para prática esportiva, com aparelhos desenvolvidos especialmente para a faixa etária. “O objetivo da Praça do Idoso é oferecer espaço para a prática esportiva sem a necessidade de especialistas ou instrutores. Os exercícios são simples e devem ser seguidos conforme as placas explicativas afixadas no local”, esclarece a presidente do FSS de Cajuru, Dra Ersone. Foram instaladas seis estações autoexplicativas: Estação Barras Paralelas: facilita a marcha e melhora o equilíbrio; Estação Senta-Levanta: fortalece os membros inferiores e facilita o deslocamento; Estação Rampa-Escada: aumenta a independência para as atividades de vida diária e facilita o deslocamento; Estação Ergometria: melhora/mantém a flexibilidade e o movimento das articu- lações das pernas; Estação Placa Giratória: melhora/mantém a flexibilidade e o movimento das articulações das pernas; Estação Escada para Dedos: melhora/mantém a mobilidade dos ombros e a extensão do braço. O prefeito Dr. Luís Estevão relata que são muitos os benefícios para os idosos. “Com a prática regular dos exercícios haverá melhoria do equilíbrio e da amplitude articular e aumento da flexibilidade muscular, o que reduzirá a predisposição a quedas”. A Praça do Idoso está localizada ao lado do Ginásio Municipal de Esportes, na pracinha construída especificamente para essa finalidade. Em tempo: a Prefeitura Municipal colocou em votação pública no site oficial os locais onde deveriam ser instaladas as praças esportivas. O mais votado foi o final da Av. Prefeito Rubens de Carvalho que receberá a Academia ao Ar Livre (que está em fase de licitação pelo Governo do Estado) e o segundo colocado foi o espaço do Cruzeiro, para a Praça do Idoso. Segunda reunião da Cruzada Ambiental define ações para o município com o serviço de tapa-buracos, no início deste mês foram recapeados cinco trechos da cidade. Na quarta-feira (26) aconteceu a segunda reunião da Cruzada Ambiental, com grupo formado por cidadãos interessados em contribuir para uma cidade, um mundo melhor. Durante o encontro mediado pelo prefeito Dr. Luís Estevão, algumas ações foram definidas: a criação de uma logomarca; a análise do atual Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA), para verificar sua efetivação e atuação e, se necessário, fazer alterações; e também o estudo da lei ambiental para possíveis adequações. Também foi É Carnaval na ESF Piscina O grupo de idosos da ESF Piscina já está em clima de carnaval. O encontro de quarta-feira (26) foi só alegria. Usando as máscaras confeccionadas pela equipe, os senhores e senhoras caíram na folia ao som das marchinhas inesquecíveis. Para recompor as energias, muito suco e frutas e pronto, já estão preparados para as quatro noites que virão... Bom carnaval a todos! confirmado o plantio de árvores na rua Dr. Matta, em toda a sua extensão. O encontro abre espaço para todos os participantes se pronunciarem levando ideias e conceitos que tenham por objetivo implantar ou melhorar as condições ambientais. Toda a população está convidada a participar, inclusive membros do executivo e vereadores de nossa cidade. O próximo encontro será no dia 4 de março, às 20 horas, na Casa da Cultura.

[close]

p. 9

Edição 720 - 1°/03/2014 Página 9

[close]

p. 10

Página 10 Edição 720 - 1°/03/2014

[close]

p. 11

Edição 720 - 1°/03/2014 Página 11

[close]

p. 12

Página 12 Edição 720 - 1°/03/2014 ACONTECE CIDADE CIDADE Equipe Cajuruense treina em amistosos para se preparar para a Taça EPTV de Futsal Crianças do Projeto FIS são destaques na EPTV esporte e educação e, segundo o repórter André Aranha, poderia ser “copiado” por muitos municípios. “Para praticar o futsal, acompanhamos o desenvolvimento escolar de cada aluno”, afirma Gim Gomes, coordenador do projeto. São mais de trezentas crianças treinando e, como declarou o secretário de Esportes Luciano Silva, “o projeto tem valores que visam atender as crianças com o propósito de foco na vida”, ou seja: formar cidadãos através da prática esportiva. Ao serem entrevistadas, a grande maioria afirmou que quer ser jogador, como o Falcão, do futsal. “Elas (as crianças) se espelham no Falcão e isso contribui para que se dediquem sempre mais, e que através desse esforço possa surgir algum craque aqui, em Cajuru.”, completa Gim. Quem desejar assistir a reportagem é só entrar no link: http://g1.globo.com/sp/ribeiraopreto-franca/ Pensando na Taça EPTV de Futsal que terá início em março, os atletas cajuruenses estão participando de muitos amistosos, com o objetivo de se preparar e fazer bonito na competição. Dentro desse propósito, a equipe cajuruense disputou dois jogos contra Pradópolis, sendo o primeiro na casa do adversário, realizado no dia 17 de fevereiro, onde a equipe pradopolitana levou a melhor vencendo Cajuru por 4X3. O segundo jogo foi em casa e Cajuru foi à forra, vencendo por 8X2. A equipe segue treinando forte e com muita determinação e certamente estarão na abertura da Taça EPTV, que será no dia 22 de março, em local a ser definido pelos organizadores. Veja na foto os atletas cajuruenses: EM PÉ: MAICON - ROBI EVANDRO - VANDICO VINICIUS - TÉCNICO GIMAUXILIAR TÉCNICO MARQUINHOS AGACHADOS: DOZINHO - NELSINHO JOÃO PAULO - ROGÉRIO LUQUINHA- PREPARADOR FÍSICO MICHELL. As crianças do Projeto FIS, desenvolvido através da parceria Prefeitura Municipal de Cajuru e Gold Meat, foram des- taques no Jornal Regional que foi ao ar no dia 25, pela EPTV. A reportagem mostrou a importância do projeto, que alia

[close]

p. 13

Edição 720 - 1°/03/2014 Página 13

[close]

p. 14

Página 14 Edição 720 - 1°/03/2014 SINAPSE A Legalização é uma Ação de Paz Continuação da edição anterior A escola Tendel Agradece seus Patrocinadores Para desfile dia 03/03 as 20h, segunda-feira, no Largo São Bento Juliano do Bar, Auto Peças Brasil, Mamu Espetinho, Comercial Caroli, Tatua Inseticida, Agroboi, Alternativa, Daniel do Mercado, Confer, Açougue do Cesar, Drogaria São Jorge, Alegria Festas, Cabinho Auto Peças, Marco Antonio Transportes, Óticas Carol, Farmacia N. S. Aparecida, Posto Tradição, Sorveteria Itapolitana, Studio Jones Alan, Farmacia Oriente, Drogaria Tres Reis, Varejão Fernades, Academia Agua e Vida, Supermercado União, Cajuru Tintas, Alpha Som, Skynet, Motonil, Proteger, Mercia Paula, Pombinho Lanches, Cajufer, Paulinho Arruda Serralheria, Di Festas, Dikas Lanches, Dikas Pousada, Master Construtora, SP Madeiras, Hotel Tropical, Panificadora Dois Irmãos, Agropecuaria União, Peixaria São José, Central da Cerveja, Regis Som, KR Promosom, Marcelo Menta, Quitanda Beto e Cristina, Posto STA Cruz II, Casa de Carnes Do Produtor, Mercado Sto Antonio, Salgaderia da Odila, Marcia Presente, Cobertura Madeiras, Panificadora CNE, Sorveteria do Zé, Marcelo Rodas e Pneus, Solange Modas, Lacticinio JC, Giovani Funilaria, Avenida Gás e Agua, Mecanica Moreira, Auto Borges, Padaria Sta Rita, Serv Mudas, Nei Ambulancia, Roberto Fonseca, Vidro Box, Marmelada, Big Bife, Marcos Moto Taxi, Luciano Menta, Edercio Transportes, Luiz Estevão, Bueno Dias, Serralheria STA Terezinha, Associação Comercial, Farmacia Popular, Dirceu Cabeleleiro, CMC Mat. Construção, Casa Carnes JJ Morais, Planeta Cores, Restaurante Agua e Vida, Cassinho, Paulao Brinquedos, Arco Iris 1,99, Joao Marcos, Zezinho 1,99, Arthur Hisbech, Star Video, Star Game, Móveis Zacarias, Agrocampo, Academia Equilibrio, Consorcio Trevo Maqs Agricola, Construmarc, Taty Cabelu’s , Hig – Eco, Andreia e Negão, Auto Peças Mecanica Ideal, MM Imobiliaria, Irmãos Salim, Bagagem, Fernando Joias, Tatão Veiculos, DR Paulo Lino, Serralheria MetalFort, Renato Automotivo, Posto Iguatemi, Auto Elétrica Startec, Fonseca, Magazine São José, 7 Com. Gáz, Régis Informática, Lojas Xavier, Detalhes Floricultura, Panificadora Rainha, Gracinha Modas, Ótica Visual, Papelaria Geninho, Toninho Eletricista, Paulo Malite, Loja Mirian, Bar Area Vip. Além disso, cada usuário poderá cultivar até seis pés de Cannabis por residência ou participar de uma cooperativa de produtores sem fins lucrativos, tendo entre quinze e 45 sócios. Nesse último modelo, a maconha colhida deverá ser distribuída entre os associados e não poderá ser comercializada. Com a recente aprovação do Senado uruguaio na produção e comercialização da maconha, a primeira “colheita estatal” deve ocorrer no início do segundo semestre de 2014. O atraso brasileiro Infelizmente, o Brasil ainda segue com uma exagerada fidelidade a cartilha da “guerra às drogas”. Chegamos ao absurdo de violar o princípio constitucional da liberdade de expressão e reunião ao proibir a realização da Marcha da Maconha, acusada de ser um ato criminoso de apologia ao uso de drogas. Apenas em junho de 2011, o Supremo Tribunal Federal reconheceu e declarou a legalidade das manifestações públicas em defesa da legalização das drogas. Na esfera legislativa, temos em debate propostas que endurecem ainda mais o modelo proibicionista, justificadas como necessárias para conter uma suposta “epidemia do uso de crack”, que já foi desmentida por vários especialistas. O Projeto de Lei n. 7.663/2010 aumenta a pena mínima para acusados de tráfico de cinco para oito anos e fortalece a política de internações compulsórias para usuários de drogas. Essa mesma proposta ainda contava com um macabro “cadastro nacional de usuários de drogas”, no pior estilo dos instrumentos de controle social da Alemanha nazista. Depois de grande mobilização da sociedade civil, esse artigo foi suprimido do projeto. A legislação brasileira tem como ponto positivo uma brecha que permite a instituições de pesquisa a possibilidade de cultivar maconha com finalidade científica. Mas a burocracia imposta pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é tão grande que nenhuma instituição ou universidade detém essa autorização para pesquisar essa planta e todas as suas múltiplas utilizações terapêuticas, apontadas pelas medicinas antiga e moderna. Analisando a história, é possível perceber que a proibição da maconha é sustentada por argumentos racistas, utilizados para a perseguição cultural de minorias, além de pesquisas de métodos questionáveis ou já desqualificados. A legalização da maconha é necessária e urgente para reparar todos esses equívocos e pela constatação de fracasso global do modelo proibicionista, admitido até em relatórios da ONU. Os mais de sessenta anos de proibição não conseguiram em nenhum momento eliminar o mercado ilegal de venda de maconha ou de outras drogas ilícitas. Pelo contrário: os dados desse período indicam uma expansão do consumo entre diferentes classes sociais, regiões e o surgimento de novas drogas. Estima-se que 4% da população brasileira seja usuária de maconha. A maioria absoluta desses consumidores (com a exceção dos cultivadores caseiros) compra maconha sem nenhum controle de qualidade no mercado ilegal. Nesse ambiente, o usuário acaba tendo contato com outras drogas também ilegais, no que se pode chamar de verdadeira porta de entrada para outras drogas. Se a “porta de entrada” existe, é em razão da proibição que coloca substâncias tão diferentes, como a maconha e a cocaína, no mesmo pacote. A proibição não funciona nem para controlar o uso, e hoje podemos dizer que, na prática, a venda de maconha está liberada. Afinal, qualquer pessoa, independentemente da idade, pode comprar a erva na favela ou no asfalto sem muita dificuldade. Estabelecer a legalização e regulamentação da maconha é uma medida para criar um controle sobre a produção, compra e venda dessa droga, e um ambiente onde mercadores não precisem portar armas ou controlar territórios para garantir a venda de maconha. Usuários terão a opor- tunidade de adquirir ou cultivar um produto que passe por um controle de qualidade, fundamental para quem utiliza um psicoativo. Cientistas e médicos terão mais liberdade para desenvolver novas terapias e receitar medicamentos à base de maconha. A proibição e o combate às drogas já resultaram em um incontável número de conflitos entre criminosos e forças policiais. Também é incalculável a quantidade de mortos nessa guerra. Cerca de 14 mil brasileiras e mais de 117 mil brasileiros estão presos por vender ou transportar uma substância ilícita, muitas vezes enfrentando penas superiores ao do delito de estupro. Em todos os casos, o alvo da repressão é a ponta mais frágil desse mercado: os jovens negros e pobres das favelas, camponeses bolivianos ou imigrantes indesejáveis nos países desenvolvidos. A “guerra às drogas” é uma guerra aos pobres disfarçada, que só cumpre o papel de controle social e criminalização dos trabalhadores. A legalização é uma ação de paz. Fonte: 11/02/2014 · por Coletivo Cultura Verde · emAntiproibicionismo,Blog,opinião. Renato Cinco é militante antiproibicionista e dos direitos humanos no Rio de Janeiro Fonte : Le Monde Diplomatique Brasil Apôio: Saúde Mental - AMBULATÓRIO “dona Fifia” – fone 16-3667 9962

[close]

p. 15

Edição 720 - 1°/03/2014 Página 15

[close]

Comments

no comments yet