Jornal O Ferradura Janeiro 2014

 

Embed or link this publication

Description

Jornal O Ferradura Janeiro 2014

Popular Pages


p. 1

Metalúrgico: Veja como ficou a Convenção Coletiva de Trabalho para 2014 Págs. 2 e 3 Alunos do curso de Solda receberam Certificados Os concludentes da turma do segundo semestre do Curso de Soldador do Centro de Formação Profissional do Sindicato dos Metalúrgicos de Maringá receberam seus Certificados de Conclusão em ato realizado dias atrás no sindicato. Os instrutores do Curso, Paulo Monteiro e Roberto falaram aos alunos sobre o mercado de trabalho que exige qualificação profissional para que o trabalhador possa galgar posições em seus empregos. Novas melhorias no Centro de Lazer Metalúrgicos de Curitiba com Sub-Sede em São José dos Pinhais O diretor Tesoureiro e de Esportes do Sindicato dos Metalúrgicos de Maringá, José Antonio Rodrigues, o Bolão, esteve em São José dos Pinhais, na inauguração da Sub-Sede, do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba. Ele representou o presidente Epifânio e diretores do sindicato de Maringá. José A. Rodrigues disse que agora os metalúrgicos de São José dos Pinhais não mais terão que se deslocar até a Capital para tratar de seus interesses. Na foto, Bolão e o presidente do SMC, Sérgio Butka. Cadastro de amostra grátis na CAV O presidente do sindicato, Epifânio, informa que a diretoria da Comunidade Apoio à Vida (CAV) aprovou a formação de um cadastro das amostras grátis que funcionará na seguinte maneira: os médicos parceiros recebem dos representantes dos laboratórios, diversos tipos de medicamentos, as conhecidas amostras grátis. Ao receitar um paciente aqui na CAV ele, quando dispõe, entrega uma das amostras grátis, indicada para o caso. A idéia é que todos os médicos forneçam suas listas de amostras grátis disponíveis. Em seguida será formado um banco de remédios. “Ao consultar um paciente o médico verifica naquele cadastro a existência de um medicamento adequado ao caso e emite uma requisição para ser buscado na farmácia da entidade, ajudando, assim, o trabalhador ao evitar gastos desnecessários”.explicou Epifânio, que é também presidente da CAV. Os remédios não disponibilizados, o paciente terá que adquirir nas farmácias às suas custas.

[close]

p. 2

2 Trabalhador metalúrgico: Veja como ficou no Companheiros e companheiras: Depois de incansáveis rodadas de negociações, ao custo de muito debate, por vezes duros de parte a parte, conseguimos fechar nossa Convenção Coletiva. Podemos afirmar que crescemos em termos de conquistas, em todos os sentidos. Em um ano em que a inflação oficial foi de 5,91%, (cinco virgula noventa e um por cento), conquistamos aumentos significativos não só em termos de reajustes salariais, mas também em outras cláusulas econômicas que, somadas, trazem benefícios para todos os trabalhadores e suas famílias. Chamamos a atenção dos companheiros (as) para um detalhe que sempre é questionado e muitas vezes mal interpretado por inúmeros trabalhadores. Assim, quando você receber nossa CCT (Convenção), por favor, não atente somente para o reajuste salarial. Este é apenas um dos direitos conquistados. Leia com atenção todas as cláusulas, pois em todas estão assegurados direitos que foram conquistados em mesa de negociações, como veremos. O que muitos trabalhadores na sabem é que os patrões não estão obrigados a reajustar os salários sequer pela inflação; que todo e qualquer reajuste é conquista do sindicato; se não existisse o sindicato, cada trabalhador teria que negociar seu salário com o seu patrão, o que tornaria com certeza muito mais difícil e quase que impraticável, reajuste acima do índice inflacionário. As nossas conquistas: Reajuste Salarial de 8,5% (oito ponto cinco por cento), para todos os salários e todos os trabalhadores da categoria metalúrgica em nossa Base Territorial; Para uma inflação de 5.91% resulta uma diferença de 2,59% (dois virgula cinqüenta e nove por cento), sendo este índice, o Ganho Real. Piso Salarial de R$ 1.050,00 (hum mil e cinqüenta reais). Nesse caso o reajuste foi da ordem de 11.70% (onze ponto setenta por cento) O Piso é um marco salarial para que as empresas possam contratar o trabalhador sem nenhuma formação profissional. Nesse caso, para uma inflação de 5,91, o ganho real foi de 5.79% (cinco ponto setenta e nove por cento). Abono Salarial de R$ 570,00 (quinhentos e setenta reais). O reajuste do abono foi de 18,75% (dezoito ponto setenta e cinco por cento). Cesta Básica passou para R$ 85,00 (oitenta e cinco reais), com um reajuste de 21.42%. Este item comporta um comentário. Ele foi mantido depois de duras discussões com muitos apartes visto que os patrões não queriam renová-lo de jeito nenhum, fato que travava a continuidade das negociações. Contudo, prevaleceu o bom senso e os patrões concordaram em manter a conquista da Cesta Básica, como também concordaram com o reajuste em seu valor. Nós tivemos que suar a camisa, como se diz no jargão popular, mas ao final os patrões, que no fundo sabem que o maior capital de suas empresas são os seus trabalhadores, sucumbiram aos nossos pleitos. Assim, as conquistas avançaram e o resultado são melhorias nas condições de vida, saúde, higiene e segurança no trabalho para milhares de trabalhadores de nossa Base Territorial e seus familiares. Mas tem mais, A custa de muito debate e argumentação convincente conseguimos melhorar as Cláusulas Sociais, não só quanto aos direitos assegurados, como também em sua redação que ficou mais sensível à percepção, por sua leve e fácil interpretação pelo trabalhador. Comissão de negociação Nossa comissão de negociações este ano foi com- Sindicato distribuiu 23 mil kits de material escolar aos filhos dos trabalhadores O Sindicato dos Metalúrgicos de Maringá distribuiu cerca de 23 mil kits de material escolar aos trabalhadores metalúrgicos associados, nas empresas, A maior parte foi em Maringá e área Metropolitana e o restante nas subsedes de Campo Mourão, Cianorte, Umuarama, Paranavaí e Loanda. Para a montagem dos kits o presidente Epifânio mobilizou a equipe de colaboradores, zeladoras, pessoal da área burocrática e consultores. O valor simbólico O presidente Epifânio comentou que “ apesar de ajudar no orçamento doméstico do trabalhador (a) metalúrgico, o maior valor é por seu significado simbólico e a certeza da diretoria do sindicato de que está contribuindo com a educação dos filhos dos associados” . Conteúdo - Cada trabalhador associado recebeu 01 kit contendo: 2 cadernos de capa dura com 200 folhas cada, 2 lápis, 2 apontadores, 2 borrachas, 2 canetas personalizadas do SindMetalúrgicos. Nas fotos a distribuição dos kits nas empresas de Maringá e Região. Aquário Noma Paulucci Usicamp 2

[close]

p. 3

3 ossa Convenção Coletiva de Trabalho para 2014 por 13 vezes – incluso o 13º salário) e terá um salário mensal de R$ 1.989,00. Somando os valores acima você vai receber só de benefícios conquistados na Convenção, a importância de R$ 3.579,00 ( que é a soma de R$ 570,00-Abono+ R$ 1.020,00 (Cesta Básica) e + o reajuste, R$ 1.989,00. Mas não é só isso: você inclui ao valor as férias que são acrescidas de 1/3 constitucional e que você também pode vender até um terço – 10 dias, o que não é aconselhável, pois as férias são para o trabalhador descansar, mas, num caso de necessidade pode negociar); recolhimento do FGTS, Previdência Social e mais as cláusulas sociais de cunho econômico que também asseguram direitos. Tudo isso foi conquista para você e seus familiares, obtida pelo sindicato, nas mesas de negociações. Com esse valor (R$ 3.579,00) você vai contribuir com apenas 1% ao mês de sua remuneração bruta anual, a título de contribuição de natureza convencional no decorrer do ano. É vantagem ou não é (!) ter um sindicato forte e combativo, além, é claro dos inúmeros benefícios que o sindicato oferece e que você conhece muito bem. Aproveitando ainda, agradeço pela compreensão. “Que o Amor, a Luz, a Verdade e Beleza de Deus se infiltre na Mente e no Coração de todos os trabalhadores Metalúrgicos e seus familiares, de Maringá e Região”. O Sindicato dos Metalúrgicos de Maringá e Região, por sua Diretoria, deseja a todos um Ano de 2014 repleto de muita Paz, Saúde e Alegria, principalmente sentimento de Gratidão. Deus esteja com todos vocês Epifânio Magalhães de Oliveira - Presidente posta por mais de 40 trabalhadores, de várias empresas de Maringá e Região Metropolitana em todas as rodadas de negociações. Cumpre-nos destacar que esta participação dos trabalhadores foi decisiva para o êxito da Convenção e influiu sobremaneira para a manutenção e ampliação das conquistas nela asseguradas. O SindMetalúrgicos Maringá fica grato por esta grande força por parte dos trabalhadores, o que nos leva à convicção de que estaremos sempre juntos, sempre em prol da nossa valorosa categoria. O Abono não terá desconto A grande novidade deste ano se relaciona com as contribuições. O sindicato não irá cobrar nenhuma taxa sobre o valor do abono conquistado na Convenção. Este valor será integral do trabalhador, isto é, 100% do trabalhador. Também não iremos cobrar Taxa de Reversão. Por sugestão do Ministério Público do Trabalho, que em entendimento ao princípio da razoabilidade, consi- derou que seria mais sensato cobrar 1% (hum por cento) ao mês da remuneração bruta anual de cada trabalhador, sindicalizado ou não, inclusive sobre o 13º salário, em obediência ao que foi acordado com o Procurador do Ministério Público do Trabalho. Desta forma, será descontado 1% (hum por cento), ao mês, a título de contribuição de natureza convencional. Benefícios conquistados O raciocínio que segue leva em consideração um salário de R$ 1.800,00 (hum mil e oitocentos reais) mensais, que é o valor indicativo da média dos salários da categoria em nossa Base Territorial; Aos números, De Abono o trabalhador vai receber R$ 570,00 (quinhentos e setenta reais); De Cesta Básica, vai receber R$ 85,00 (oitenta e cinco reais) que, multiplicado por 12 meses vai totalizar R$ 1.020,00 (hum mil e vinte reais); O Reajuste de 8,5% ao mês, para aquele salário médio de R$ 1.800,00 vai importar em R$ 153,00 (cento e cinqüenta e três reais mensais), que você multiplica Trabalhadores da NOMA do Brasil em Culto Ecumênico Obras no Centro de Lazer e Esportes dos Metalúrgicos: Mais 5 quiosques dos 10 projetados, + 2 campos de suíço e 2 de areia, + 2 vestiários, 2 tanques e salão de festas Em maio de 2013 o SindMetalúrgicos de Maringá inaugurou a primeira fase das obras no seu Centro de Lazer, Esportes e Formação Profissional. Passados 9 meses o cenário é outro. Foram construídos mais dois campos de suíço, já gramados e 2 de futebol de areia, todos já com os alambrados montados. Mais 2 vestiários para estes novos campos, estão em fase final de execução e ao lado, um bonito e acolhedor Salão de Festas com as churrasqueiras, para eventos festivos dos trabalhadores. De 10 quiosques 5 já estão prontos e 5 estão em fase final. 2 tanques alimentados pela água drenada também estão em fase final. As obras obedecem a provisão orçamentária, dentro da diretriz da diretoria: devagar mas sempre em frente. O presidente Epifânio convida os metalúrgicos para que venham conhecer o que está sendo feito. O Sindicato dos Metalúrgicos de Maringá, foi representado por seu Diretor tesoureiro José A. Rodrigues,, no Culto Ecumênico realizado dia 06 de janeiro na sede da NOMA do Brasil S.A., com a participação dos trabalhadores dos dois turnos de trabalho, dirigentes da empresa, e teve como celebrantes, um Diácono e um Pastor. O ato marcou o início das atividades dos setores produtivos e geral da empresa, neste ano de 2014. Foi marcante a presença dos trabalhadores (foto).

[close]

p. 4

4 Esportes - Divulgado calendário dos certames em 2014 Foi divulgado o calendário dos certames que serão realizados no correr do ano de 2014 Dia15/02 inicia o Suíço dos Metalúrgicos de Maringá, 1ª. Divisão. Na sequência teremos o Suíço da 2ª. Divisão, Torneio de Boliche e campeonato de Sinuca. O campeonato de Futsal e o Suíço de Veteranos - 35 anos, completam a agenda que irá até o final de novembro. O calendário prevê espaços para certames nas Sub-sedes. 16 equipes estão inscritas para o Suíço da 1ª. Divisão:- Aluminios Flaus/ABSD – NOMA/Mário Prensas – Torningá, NOMA Expedição, Aluminios Perfileve, Antenas Aquário, Rodobens/Mgá Turbinas/Seg. Amaral, ATDL, Equipe 16, Metal Melo Byke/Rodoleyzer. Metalpar, Zaghi Pneus/Ecovias Sinalizações, Paranaguá Cabines. Ingá Aluminios, Perfipar/Piacentim Guindastes e MEF/C-TEC/BR MEF P. Cabines - Futsal Noma Almox campeão Equipamentos. Os jogos serão realizados nos campos do Centro de Lazer dos Metalúrgicos.. Campeões Os campeonatos de Suíço dos Veteranos e de Futsal terminaram após a última edição deste jornal, ano passado, e, por esta razão, nesta 1ª. edição de 2014, nada mais justo, senão divulgar as fotos, como segue: Veteranos- 35 anos: Campeão, Noma Almoxarifado. Futsal – Campeão, MEF/Paranaguá Cabines. Palestras-Cursos-Formação Profissional-Informática Segurança no Trabalho - Durante todo o ano de 2013 o Técnico em Segurança no Trabalho do SindMetalúrgicos-Maringá, Antonio Carlos A. Higino, acompanhado pela equipe de consultores, ministrou palestras e cursos, orientando os trabalhadores, para os cuidados devidos no curso de suas obrigações funcionais. Uma das palestras foi na sede do grupo Long Life, fabricante de equipamentos para ginástica, em Paiçandu, onde contaram com a participação de Nilton Carlos Dalálio, gerente da empresa, que louvou a iniciativa do sindicato e pediu a todos a atenção devida aos ensinamentos. Cerca de 70 trabalhadores participaram da palestra.(foto) A equipe de consultoria do sindicato agenda com o Técnico Antonio Carlos, as empresas para os cursos e palestras. Os cursos e Sipats são divididos em partes teóricas e práticas e após são conferidos Certificados aos Formação Profissional: Matrículas abertas O Centro de Formação Profissional do Sindicato dos Metalúrgicos oferece aos trabalhadores e ao público em geral, cursos de qualificação, com duas turmas anuais, uma em cada semestre, nas seguintes áreas: Martelinho de Ouro - carga de 36 horas aulas. Soldador - Carga de 100 horas aulas. Mecânica de Motos – carga de 108 horas aulas e Instalação de Som, Alarme Automotivo – carga de 108 horas aulas Os cursos são ministrados por profissionais altamente capacitados que contam com equipamentos de última geração, e já qualificaram e capacitaram milhares de trabalhadores de Maringá e Região. Matrículas - As vagas são limitadas e a procura é grande. Venha nos fazer uma visita ou ligue para obter informes. (44) 4009-3100 falar com Rita. participantes. Para a organização a equipe do sindicato conta com a colaboração do pessoal de RH das empresas, além das CIPAs. Direito de Oposição Em conformidade com Assembléia Geral da Categoria Trabalhadora, em observância aos preceitos legais e constitucionais, conforme decisão previsto nos termos de audiência nº 4317/2013, no procedimento preparatório 000457.2008.09.001/3, do Ministério Publico do Trabalho, Procuradoria Regional do trabalho da 9ª Região, Procuradoria do Trabalho no Município de Maringá, do dia 05 de junho de 2013, assegura-se aos não associados desta Entidade, o direito de oposição ao desconto de natureza convencional, cuja oposição será manifestada diretamente pelo empregado em conformidade com a cláusula 60 – Contribuição de Natureza Convenciona da CCT 2013/2014, no prazo de dez dias da assinatura da presente Convenção Coletiva de Trabalho. Escola de Informática Escola de Informática mantida pelo SindMertalúrgicos-Maringá encerrou suas atividades em 19/12 mas retornou às atividades no dia 20/01/14. A escola funciona com novos equipamentos e novos cursos foram criados para atender a necessidade de quem busca se informatizar. Matrículas abertas para novas turmas. Informes pelos fones 4009-3100 e 40093120 (Fábio). ExpEdiEntE Órgão oFICIal do SIndMEtalúrgICoS - SIndICato doS trabalhadorES naS IndúStrIaS MEtalúrgICaS, MECânICaS E dE MatErIal ElétrICo dE MarIngá E rEgIão. avenida Paissandu, 517, Zona 3, próximo ao Centro Esportivo, CEP 87.050-130, Maringá-Pr. Fone 44 4009-3100 Subsedes: loanda, Cianorte, Umuarama, Paranavaí e Campo Mourão Presidente: EPIFÂNIO MAGALHÃES DE OLIVEIRA JOrNAL O FErrADUrA Jornalista responsável: Francisco Timbó de Souza Fone -44-3029-6389 e 8402-6981 - e-mail: luciene_timbo@uol.com.br diagramação: Andréa Tragueta Impressão: M.M. Gráfica - 44 3354 9960 - tiragem: 10.000 exemplares

[close]

Comments

no comments yet