Edição 717

 

Embed or link this publication

Description

08/02/2014

Popular Pages


p. 1

Diretor Responsável: Homero T. Tranquilli - CNPJ: 09573449/0001-13 - Cajuru, Sábado, 08/02/2014 - Ano 15 - N.° 717 Semanal - Distribuição Gratuita / Assinantes Começam os preparativos para o Desfile do Tendel Prefeitura amplia Programa de Construção de Galerias de Águas Pluviais Vem aí o Torneio inicial da Copa Paulista 2014 Página 5 OGG IBRAHIM Violência sem rumo e direção

[close]

p. 2

Página 2 Edição 717 - 08/02/2014

[close]

p. 3

Edição 717 - 08/02/2014 Página 3 SINAPSE ACONTECE CIDADE CIDADE O Brasil deveria descriminalizar a maconha? O novo status da maconha SIM No século 19, medicamentos à base da maconha (Cannabis sativa L) eram disponíveis aos pacientes. Assim dizia o doutor J. R. Reynolds, médico da rainha Vitória da Inglaterra: “Em quase todas as moléstias dolorosas, eu achei a maconha (“indian hemp”) a mais útil das drogas”. Está escrito em famoso livro da terapêutica americana: “Cannabis é muito valiosa para o alívio da dor, particularmente aquela dependente de distúrbios nervosos...” E a maconha usada como medicamento naqueles tempos não causava “graves” intoxicações. D. S. Snyder, ao examinar a literatura médica do século 19, diz: “É marcante que muitos relatórios médicos não mencionam qualquer propriedade intoxicante da droga”. Raramente existia (se é que houve alguma) indicação de que pacientes —e centenas de milhares devem ter recebido Cannabis na Europa no século 19— estivessem “chapados” ou mudassem sua atitude em relação ao trabalho, seus semelhantes, ou sua pátria. Mas, na metade do século 20, a situação muda totalmente. “A maconha é uma droga totalmente viciante, merecendo o ódio dos povos civilizados”, declarou o governo egípcio, em 1944. Na convenção de 1961, a ONU coloca a maconha, junto com a heroína, na classe das drogas com “propriedades particularmente perigosas”. E a maconha passou a ser considerada “erva do diabo”, satanizada que foi. Não importa discutir quais as razões, certamente pouco científicas, que levaram a tão esdrúxula situação. Mas, a partir da segunda metade do século 20, o quadro começa a modificarse, e a maconha renasce como poderoso medicamento para certas patologias médicas. A identificação dos princípios químicos ativos da maconha, a descrição segundo a qual o cérebro humano tem “receptores” para esses princípios, a surpreendente descoberta de que o nosso cérebro sintetiza uma substância capaz de atuar naqueles receptores (como se tivéssemos uma maconha produzida pelo nosso próprio cérebro, a anandamida) e a descrição de um sistema de neurotransmissão nervosa chamado de sistema canabinoide endógeno trouxeram um novo status científico para a maconha. E mais: muitos trabalhos científicos clínicos foram feitos no mundo demonstrando claramente que a maconha tem boas propriedades terapêuticas (dores neuro e miopáticas; esclerose múltipla; náusea e vômito resultantes da quimioterapia do câncer; e mais recentemente epilepsia e dores terminais do câncer). E, ainda, recentes pesquisas epidemiológicas, seguindo milhares de usuários crônicos e até pesados da maconha, feitas em importantes universidades dos Estados Unidos e do Reino Unido, cabalmente mostram que a maconha não afeta o desempenho cognitivo, não produz ganho de peso e não ELISALDO CARLINI está associada a efeitos adversos da função pulmonar. Como consequência final desses conhecimentos novos, Canadá, Estados Unidos, Reino Unido e Holanda já têm medicamentos fabricados à base de maconha ou seus derivados. O medicamento fabricado no Reino Unido já foi aprovado pelos Ministérios da Saúde de 13 outros países (o último a aprovar foi a França) e é utilizado clinicamente, sob receitas, em mais de duas dezenas de outros países. E todos esses fatos estão à disposição do leitor em cerca de um milhar de trabalhos científicos, sendo apoiados pelo “American College of Physician”, “American Medical Association”, Ministério da Saúde de Israel, Espanha, Itália etc. (para maiores detalhes, ver o trabalho de revisão “Cannabis sativa L (maconha): Medicamento que renasce?”). Até poderia ser dito que, para o opositor brasileiro do uso médico da maconha, à semelhança de uma pessoa ao ser confrontada com um documento que contradiz frontalmente sua superada convicção, declara: não li e não gostei! Fonte: Folha de São Paulo - ELISALDO LUIZ DE ARAÚJO CARLINI, 83, é professor titular de psicofarmacologia na Universidade Federal de São Paulo e pesquisador emérito da Secretaria Nacional de Políticas sobre Droga do Ministério da Justiça Apôio: Saúde Mental AMBULATÓRIO “dona Fifia” – fone 16-3667 9962 Prefeitura amplia Programa de Construção de Galerias de Águas Pluviais Preocupada com alagamentos em pontos da cidade, a Prefeitura Municipal de Cajuru está com um programa de construção de galerias de águas pluviais. Recentemente foi concluída a obra entre a Rua 28 de Setembro com oAcesso Manoel Bento do Nascimento e agora outro trecho foi beneficiado. Na semana passada teve início a instalação da tubulação na Rua Barão Ribeiro Barbosa, no trecho que compreende a Travessa Esperança e a Rua 28 de Setembro (ao lado do hospital). O prefeito Dr. Luís Estevão foi conferir o trabalho e explicou que o trecho provoca muito acúmulo de água e, consequentemente, transtornos aos moradores da área e aos motoristas que por lá transitam. “Com a galeria, o escoamento de águas pluviais será maior e corrigirá os problemas”, informa. Essa é uma grande conquista para os moradores do Jardim Maria Gorete, que sempre solicitaram providência no local e agora estão agradecidos por serem atendidos pela municipalidade. NOSSA SENHORA APARECIDA “Querida Mãe Aparecida, Vós que sois a mais bela das mães, a quem eu amo com todo o coração, eu Vos peço mais uma vez que me ajudeis a alcançar esta graça, por mais dura que seja (citar o pedido). Sei que Vós me ajudareis a alcançar e me acompanhareis até a hora da minha morte.” Fazer esta oração por três dias seguidos e sempre rezar, em seguida, um Pai Nosso e uma Ave Maria. Após conseguir a graça, mandar publicar. F.R.N.F. www.ojornalzao.com.br

[close]

p. 4

Página 4 Edição 717 - 08/02/2014 ACONTECE CIDADE CIDADE Secretaria da Saúde no Combate à Dengue A Secretaria Municipal da Saúde solicita a colaboração de todos no combate à dengue. Para isso alguns cuidados são necessários: - Retire a água de embalagens, latas, copos plásticos e tampinhas; - Deixe os pneus em local seco e protegido da chuva; - Deixe as garrafas de boca para baixo e em lugar onde não acumule água; - Não deixe acumular água em vasos de plantas e jarros de flores. Coloque areia no prato do vaso. - Tampe caixas-d’água, tambores, latões e cisternas para impedir a entrada do mosquito; - Feche bem os sacos plásticos e mantenha a lixeira tampada e seca; - Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana. - Guarde vasos e baldes vazios de boca para baixo; - Lave bem o suporte de garrafões de água mineral; - Esfregue, por inteiro, com escova e sabão, em água corrente, os potes em que os animais de estimação bebem água, incluindo as bordas; - Deixe a tampa do vaso sanitário sempre fechada. Em banheiros pouco usados, devese dar descarga uma vez por semana; - Nos cemitérios, coloque terra ou areia nas floreiras e jardineiras, evitando o acúmulo de água e a formação de criadouros de mosquitos; - Mantenha as calhas do telhado desobstruídas. Vem aí o Torneio inicial da Copa Paulista 2014 A Secretaria de Esportes, Cultura e Turismo convida a todos para prestigiarem o Torneio Inicial da Copa Paulista 2014, que será realizado nos dias 09 e 16 de fevereiro das 08h00 às 17h00, no Estádio “Dr Guião”. Várias cidades da região já confirmaram sua participação nas categorias sub13 (jogo no dia 09/02) e sub15 (dia 16/02). Cajuru participará com atletas do sub-15, portanto, jogará no dia 16 fevereiro. Segue abaixo horários dos jogos do dia 09 de fevereiro, categoria sub-13. Domingo – 09/02 – Em Cajuru Categoria sub-13 Hor. Placar Grupo 09h00 Olé Brasil X Palestra Itália A 09h30 Barrinha X PM Guará A 10h00 PM Aguaí X AD Brasil B 10h30 Olé Brasil X Barrinha A 11h00 Palestra Itália X PM Guará A 11h30 PM Aguaí X Uberaba SC B 13h30 Olé Brasil X PM Guará A 14h00 Palestra Itália X Barrinha A 14h30 AD Brasil X Uberaba SC B 15h30 1º do Grupo A X 2º do Grupo B SEMI 01 16h00 1ºdo Grupo B X 2º do Grupo A SEMI 02 17h00 Venc. Semi 01 X Venc. Semi 02 FINAL Oração a Santa RitaOração a Santa Rita Acender uma vela branca durante 9 dias. Rezar um Pai-Nosso e uma Ave Maria, fazer um pedido necessário, um de negócio e um impossível, rezar todos os dias com a mesma vela branca que foi acessa no 1º dia. Acender a vela, rezar e apagar, assim sucessivamente durante 9 dias. No 9º dia mandar publicar, mesmo não acreditando, seus pedidos serão atendidos. K.A.S.P. e H.R.P.J. Atenção interessados em adquirir Casas da CDHU A Prefeitura Municipal de Cajuru e a Companhia de Desenvolvimento de Habitação Urbana (CDHU) informam que nenhuma pessoa está autorizada a reservar unidades habitacionais, nem solicitar pagamento prévio para inscrição das casas populares. As inscrições são feitas somente por agentes da CDHU em local e data previamente divulgados.

[close]

p. 5

Edição 717 - 08/02/2014 Página 5

[close]

p. 6

Página 6 Edição 717 - 08/02/2014 NEGOCIOS E OPOR TUNIDADES OPORTUNID TUNIDADES VENDE-SE Opala, ano 79, cor amarelo, banco de couro, e roda 17. Tratar 991293019 com Anderson. VENDE-SE Potência Taramps, 6500 RMS e uma de 8.000 RMS, 2 auto falantes Tornado de 15" de 2.500 RMS. Tratar 99374-0653. ALUGA-SE Casa 3 dormitórios, quintal, garagem, R. Santa Terezinha, 190. Tratar (16) 99172-6194 com Silvio. VENDE-SEouALUGASE apartamento no Edificio Antares. Tratar 99101-8858. VENDE-SE, Gol 2008, 1.6, com direção hiraúlica. R$ 15.000,00. Tratar 3667-1648 ou 99268-2648. VENDE-SE, Casa na rua José Lucindo Carvalho, Vila Real, 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, terreno 10x25, documentação ok. Tratar 3667-2956 ou 99996-6218. VENDE-SE, Berço branco com rodinhas. Tratar 99201-4427. VENDE-SE ou TROCA-SE por um Uno, moto ronda 150cc esporte, ano 2008. Tratar 99111-5735. PRECISA-SE, de Empregado para trabalhar na roça. Referencia: casal. Tratar 3667-1402 ou 99996-6272 com Zitão. PRECISA-SE, de Babá. Tratar 99263-9246 com Paula. VENDE-SE IPANEMA 96, completa, Doc. Ok. Tratar: 3667-3086, 99108-0951. VENDE-SE CASA Rua Benedito Marques Souza, 2686, bairro Baldini, 2 Quartos, Sala, Cozinha, Banheiro, Lavanderia. Tratar: 99192-0676. Os Boleiros Hoje quero lembrar e homenagear mais um amigo cajuruense, é o amigo Mané, ex Lotérica, ex Banco Comind e outros empregos quando morou em São Paulo na década de 70 (sem contar com seu trabalho de ajudante de Alfaiate, nos tempos de moleque). Hoje aposentado, o amigo vive para a família, amigos e a sua inseparável cervejinha. Mané é filho do saudoso senhor Zico e dona Lazinha, que está firme com seus 92 anos de idade. Tem como irmãos a Cleusa, Ilda, Claudete, e Airtom, além do saudoso Roberto, que já nos deixou. Mané sempre foi um apaixonado por futebol (seu time de coração é o São Paulo) e também por nossa cidade. Jogou por muitos anos em vários times de Cajuru, onde fez muitos amigos. Mané pendurou as chuteiras, mas as boas estórias, as lembranças, e a grande saudade do passado, ficarão guardadas para sempre no seu coração, e são sempre relembradas nas animadas mesas de amigos. Mané é aquele amigo, de todas as horas, sejam boas ou ruins, ele sempre está por perto, seja para comemorar ou ajudar no que for necessário. Um grande abraço amigo Mané, extensivo a toda sua família, e que Deus te dê muita saúde para muita roda de amigos (boleiros), com boas lembranças, boas risadas e principalmente amizade eterna entre todos. Vende-se 01- Consultório Odontológico em Cajuru completo. Com raio x, móveis, sala de espera, escrivaninha, pia e 2 balcões. Tratar: 3667-1081 / 99305-3841. Com Wilson. Vende-se Berço em mogno padrão americano. 1 Cadeira p/automóveis Burigotto – Não Matrix de 0 a 25kg. 1 Baba eletrônica Fisher Price, em excelente estado de conservação. R$ 550,00. Tratar: (16) 99240-7490 / 3659-9102 C/ Silvia. FELIZ RETORNO Foi com muita alegria, quando passei na farmácia do Filzinho, que vi o Amigo Hélio Batista da Silva, de volta ao trabalho. Hélio da Farmácia, como é conhecido, trabalhou por décadas na antiga Farmácia São Geraldo, e há muitos anos trabalha na Drogafil. Com tantos anos de experiência no setor farmacêutico, Hélio adquiriu grande conhecimento no setor, e muita confiança dos seus muitos clientes que atende com carinho, sabedoria e atenção. Casado com dona Luisa, o casal teve dois Filhos, a professora Hélida e o Hélio, que para a alegria e orgulho da família e dos cajuruenses (entre eles está minha saudosa mãe, a dona Doca, que foi sua professora e tinha muito carinho por ele) se tornou Padre e faz um belo trabalho social pelas paróquias por onde passa. Bom retorno ao trabalho amigo Hélio, que Deus o abençoe e dê muita saúde para continuar a cuidar da saúde dos cajuruenses. RODRIGUES & OSORIO LTDA., TORNA PUBLICO QUE REQUEREU A CETESB A LICENÇA DE OPERAÇÃO PARA POSTO REVENDEDOR. SITO A RUA LARGO SÃO BENTO, 925 CENTRO. CAJURU/SP EM MAIO... O meu amigo Aurélio, está muito firme com a sua atual namorada, a bela e simpática Marilia, foi isso que comprovei no último Domingo quando estivemos juntos em um belo churrasco feito pelo meu cunhado João Neto. Juntos desde 06 de Maio de 2012, o casal já faz planos de casamento, depois que ela se formar em Admistração, que cursa em Ribeirão Preto. Estou na expectativa e esperando com ansiedade o casamento do amigo, pois no casamento do seu irmão, o Aluisio, com a minha prima Gabriela, eu enchi uma página do Jornal, para contar para os leitores, o quanto a festa estava boa e quantas cervejas eu... Bom gente, pelo menos o casamento está marcado, e o Aurélio confirmou para o mês de Maio. O ano ???? Bom, isso eu não sei, e muito menos o Aurélio sabe.... vamos aguardar... Auto Posto Dujo Ltda., torna publico que requereu a Cetesb a Licença Previa e de Instalação para posto revendedor, sito a Rua José Bonifacio, 686 Centro – Cajuru/SP. EXPEDIENTE - “O JORNALZÃO CAJURU” Empresa: H. T. TRANQUILLI-ME. Contato comercial: Rua Orlando V. Figueiredo, 676 - Fone - 36674497, Diretor Responsável: Homero Tranquilo Tranquilli, tiragem: 3.500 mil exemplares, impressão: Editora Grafisc - São Carlos/SP. distribuição Gratuita e Assinantes. Circulação: Cajuru, Cássia dos Coqueiros e Santa Cruz da Esperança. Colaboradores: Lurdinha, Roberta, Fabiano L.Gomes, Luciano Porfirio, Caio Luis. BOM FINAL DE SEMANA A TODOS E FIQUEM COM DEUS

[close]

p. 7

Edição 717 - 08/02/2014 Página 7

[close]

p. 8

Página 8 Edição 717 - 08/02/2014

[close]

p. 9

Edição 717 - 08/02/2014 Página 9

[close]

p. 10

Página 10 Edição 717 - 08/02/2014

[close]

p. 11

Edição 717 - 08/02/2014 Página 11 Violência sem rumo e direção cionais e sanguinários quando assumem o volante de seus carros. E tudo por um motivo o mais banal possível: a luta por alguns metros a mais de espaço nas tumultuadas ruas paulistanas. Hoje mesmo, antes de escrever este artigo, me deparei com o motorista da camionete à minha frente gesticulando agressivamente na direção de uma van de serviços parada ao seu lado. Na hora percebi que se tratava de uma discussão, com xingamentos e gestos obscenos, por causa de alguma imprudência do motorista da van. A intensidade de ira em ambos era tamanha, que pensei que fosse presenciar um MMA ali, na rua. Me pergunto: o que justifica tamanha violência e ignorância? O que leva pessoas tranquilas e serenas durante o trabalho se transformarem em bestas raivosas quando dirigem? Será que a disputa que envolve espaço e tempo (alguns segundo a menos pra chegar ao destino) é motivo suficiente para essa carnificina que estamos vendo nas ruas? É uma onda de intolerância e impaciência que me assusta, transforma motoristas em verdadeiros monstros e deveria exigir um pouco mais de atenção de estudiosos e das autoridades. É certo que vivemos num mundo estressante. Problemas financeiros, insatisfação no trabalho, maus relacionamentos pessoais e outros infortúnios, acabam nos tirando do sério sempre. As vezes temos vontade de estrangular alguém! Mas será que tudo isso é suficiente para acender esse estopim, para justificar o descontrole? Não consigo entender e acreditar que sim! Mas a violência e agressividade gratuita não está apenas nas ruas, no trânsito. Outro dia mesmo me contavam sobre um passageiro que “estapeou” uma atendente de companhia aérea, no aeroporto, porque seu assento não estava reservado no voo. Pesquisem no Youtube sobre “briga no aeroporto” e vocês verão inúmeros vídeos mostrando situações semelhantes e degradantes. Se pesquisarem por “briga no trânsito” então, o resultado é ainda mais assustador. O que estamos fazendo com a nossa humanidade? É difícil acreditar que motivos de estresse corriqueiros sejam capazes de detonar essa animalidade nas pessoas. As vezes sinto como se estivesse rodeados por “zumbis”, prestes a me devorar a qualquer movimento brusco. E é o que vejo acontecer, principalmente no trânsito. Falta consciência, falta gentile- Nessa sexta-feira que passou, mais um caso deixou os paulistanos estarrecidos com a violência nas ruas. Mais uma pessoa morreu como consequência de uma briga de trânsito. É a segunda morte pelo mesmo motivo em uma semana. E a enésima em vários anos na capital. Dessa vez, um homem foi esfaqueado por ocupantes de um caminhão que o teria fechado. Irritado, ele desceu do carro com um porrete nas mãos e levou várias facadas de dois homens que estavam com o motorista do utilitário. A mulher e a filha assistiram a tudo de dentro do veículo sem poder fazer nada. Se não tivesse aparecido um policial à paisana, que passava pelo local e deu voz de prisão aos assassinos, talvez teria sido mais um caso de violência de autor desconhecido. No último dia 23, um enfermeiro de 25 anos foi baleado na cabeça por um motoqueiro, também por causa de um discus- são no trânsito. Rafael Francesco Coccita não resistiu ao ferimento e acabou morrendo quatro dias depois. Mais sorte se é que se pode dizer assim - teve a publicitária Jéssica Otte, 24. No ano passado ela foi agredida brutalmente, com um soco na cara, por um homem que dirigia uma camionete de luxo. Isso aconteceu porque ela demorou para sair com o carro num cruzamento com farol. Irritado, o motorista acabou batendo no carro dela e, quando ela desceu para ver o estrago, foi agredida covardemente. Se eu for relatar os inúmeros casos de violência gratuita, consequência de brigas de trânsito, vamos levar um dia todo no relato. É uma violência descabida, cotidiana e que assusta não só pela gravidade dos casos mas também pela gratuidade. Me faz pensar que vivemos, cada vez mais, numa selva incontrolável em que seres-humanos se transformam em animais irra- za, falta cooperação. A horda de ignorantes prestes a explodir é tamanha que as vezes dá medo de sair de carro. Conheço gente que adquiriu síndrome do pânico depois de uma discussão por uma vaga de estacionamento num supermercado, onde quase foi agredida. Não quero parecer exagerado, meus queridos leitores, mas estamos vivendo tempos difíceis. E não falo de economia nem de política. Falo de coisas mais graves, que não podem ser consertadas. Vivemos tempos em que ficaram distantes a educação, a solidariedade, a colaboração e tolerância. Tempos em que o “individual” é mais importante que o “coletivo”. Parece que as pessoas foram convocadas para uma guerra onde sobrevive quem é mais violento e forte. Vejo irmãos brigando na justiça contra irmãos por besteiras de um inventário, vejo filhos brigando com pais (e viceversa) por motivos absolutamente banais, vejo chefes desrespeitando subordinados (a exemplo do que certas novelas dá como exemplo), idosos mal-tratados, crianças violentadas. Assisto pela TV e leio pelos jornais e internet que maridos assassinaram ex-esposas, pais mataram filhos e bandidos tatuando o número de mortes que causaram no braço. E fico assustado, lembrando que no passado não era assim e que no futuro tudo pode ser ainda pior. E a solução não depende de um governo, de uma nação. Depende apenas de nós, do que pretendemos ser. E o que muitos pretendem, ou demonstram em suas atitudes, não me traz conforto algum.

[close]

p. 12

Página 12 Edição 717 - 08/02/2014

[close]

p. 13

Edição 717 - 08/02/2014 Página 13

[close]

p. 14

Página 14 Edição 717 - 08/02/2014 Horóscopo Áries - A Lua está em Áries e a movimentação é grande. Tempo de borbulhantes emoções. Deixe de lado os individualismos e outros ismos, encurte distâncias e aproxime-se das pessoas. Não importa se o evento é social, cultural ou profissional, o importante é enfrentar seus medos e estar lá de corpo e alma, mostrando seu valor e sua luz. Touro -Compartilhar nem sempre significa que você precisa dividir o que é seu. Pode ser também que queiram lhe oferecer uma ajuda, um carinho, uma dica, um copo d’água fresca para amenizar o calor. Acostumado que está a dar tudo de si para cumprir objetivos, você precisa manter os olhos abertos para enxergar também os presentes que a vida lhe dá. Gêmeos - Prepare-se para grandes emoções. Esta sexta-feira está pra lá de estimulante e convida a toda forma de interação, coisa em que o geminiano é craque. Reuniões de trabalho, festinhas com amigos ou até mesmo uma rave particular. Faça sua escolha e deleitese. Só não vale ficar intelectualizando tudo. Deixe sua alma se abrir, sorrir, brincar... Câncer - Onde quer que você vá, interior ou exterior, a hora é agora. Quanto mais cedo for dada a largada, melhor será a viagem real ou virtual que o levará ao ponto. Atenção, atenção, senhores passageiros, estamos nos preparando para zarpar! À frente da missão está o comandante Caranguejo, que entende tudo de caminhos tortuosos. Leão - Vai dizer? Se a vida é uma eterna festa, o leonino é o anfitrião. Está sempre dando um jeito de viver numa boa e contagiando os outros com a sua alegria. Que maravilha! É assim que todo mundo deveria ser. A questão é que não é. E não vale a pena você se estressar por isso. Faça o seu caminho: seu brilho iluminará onde for necessário. Virgem - Como assim, já tem programa pra hoje? E você chama isso de programa?! Arrumar as camisetas pela cor, consertar a torneira, visitar a sogra, analisar uma planilha de custos? Ah, você merece muito mais, e sabe muito bem, não se faça de rogado nem de coitado. Entre uma obrigação e outra, brinde-se com momentos de pura fantasia. Libra - Coração de libriano é que nem ônibus na hora do rush: sempre cabe mais um. Pode ser um novo amigo, um novo amor, pode ser uma pessoa ou uma atividade.... Há lugar para tudo e todos, assim como há vontade de viver intensamente cada um deles. Como fazer para conciliar isso com um dia de apenas 24 horas? Você é quem sabe... Escorpião - Os astros dizem que você pode, sim, derreter ao contato com sentimentos calientes. É o amoooor, que chega tão rapidamente que não dá tempo do escorpião dar o pinote. Nem adianta fingir que não é com você. E, pensando bem, não tem mesmo por que negar, tem? Se expor um pouco pode fazer as coisas tomarem rumos emocionantes. Sagitário - Bem sintonizado consigo, hein?! Nada como estar centrado, conhecendo a si mesmo e sabendo onde quer chegar. É bem mais que meio caminho andado. E, com esse ânimo, então, você já está praticamente lá. Quem sabe você não passa um pouco dessa vitalidade para os desanimados de plantão? Tanta gente precisando de um empurrãozinho... Capricórnio - Todo mundo que lhe conhece sabe perfeitamente o quanto você é competente e realizador. Não existe razão melhor, pois, pra você reconhecer que uma folga uma vez ou outra também é possível. Especialmente quando você e os outros parecem não estar rendendo muito. Relaxe, não cobre demais da humanidade... Ei, isso inclui você! Aquário - Inovações e mudanças são mesmo o seu forte. Você está com seu estoque repleto, preparado para apresentar ao mundo não apenas uma, mas várias surpresinhas ao mesmo tempo. É o espetáculo multimídia das revoluções aquarianas, estrelado somente por você e com promessa de lotação esgotada em todas as exibições. Peixes - Bons ventos estão trazendo novidades pra você. O momento é de mudanças, mas está longe de ser qualquer maremoto. Muito pelo contrário, elas vêm leves e doces. Aproveite para fazer contatos profissionais e até mesmo viajar a negócios. Concentre seus esforços e inspire-se. A brisa da vitória desenha um belo sorriso em seu rosto... ACONTECE CIDADE CIDADE Começam os preparativos para o Desfile do Tendel Com o apoio da Prefeitura Municipal de Cajuru, a escola de samba “Tendel” desfilará novamente neste ano e os preparativos já começaram. Sob a coordenação do diretor de Cultura Xoxim, a equipe está trabalhando para fazer as fantasias e adereços. “Estamos repaginando as fantasias, transformando as peças antigas em novas, dentro do tema proposto”, explica o diretor. Neste ano o Tendel homenageará as festas do Brasil: bois Garantido e Ca- prichoso, Quadrilha, Folia de Reis, entre outras. O desfile está marcado para segunda-feira (03) e quem desejar participar deverá procurar pelos organizadores, no Corujão, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 22h00. Secretaria de Esportes, Cultura e Turismo informa: A Secretaria de Esportes, Cultura e Turismo informa aos alunos dos cursos de Teatro, Banda Municipal, Judô e Fanfarra que a partir de segunda-feira (10) retomará suas atividades e solicita o comparecimento na Casa das Artes e Cultura Profs. Lucy e Teófiolo Elias para confirmação de matrícula. Informa também que o Projeto FIS volta às suas atividades (futsal) na segunda-feira. Informação: Rei do Gado

[close]

p. 15

Edição 717 - 08/02/2014 Página 15

[close]

Comments

no comments yet