Edição 716

 

Embed or link this publication

Description

01/02/2014

Popular Pages


p. 1

Diretor Responsável: Homero T. Tranquilli - CNPJ: 09573449/0001-13 - Cajuru, Sábado, 1º/02/2014 - Ano 15 - N.° 716 Semanal - Distribuição Gratuita / Assinantes Prefeito entrega carteirinhas aos universitários que usufruirão de Transporte Público Cantigas e Bingo foram as atividades da semana para o grupo de idosos da ESF Piscina Página 5 Homicídio Doloso Qualificado As diligências na íntegra do fato que mobilizou a cidade, região e redes sociais

[close]

p. 2

Página 2 Edição 716 - 1º/02/2014

[close]

p. 3

Edição 716 - 1º/02/2014 Página 3 ACONTECE CIDADE CIDADE Município de Cajuru participa da Prefeito recebe diretor de Turismo IX Conferência Nacional de para discutir Roteiro da Alta Assistência Social Mogiana Monitoramento e Avaliação; Eixo III- Gestão do Trabalho; Eixo IV - Gestão dos Serviços Programas e Projetos; Eixo V Gestão dos Benefícios no SUAS e Eixo VI- Regionalização. A delegada cajuruense afirmou que foi enriquecedor poder contribuir com as propostas e deliberações, que possivelmente se transformarão em lei, e assim aprimorará a gestão e o financiamento na efetivação do SUAS. Cabe mencionar que estiveram presentes a Presidente Dilma Rousseff, que fez a Solenidade de Abertura; a ministra do MDS Tereza Campello; o presidente do Conselho Nacional de Assistência Social –CNAS Luziele Maria de Souza Tapajós, a secretária Nacional de Assistência Social Denise Colin, entre outras autoridades no assunto. onal, Cajuru terá a visibilidade que merece”, pontua o prefeito. Com a inclusão no roteiro da Alta Mogiana, Cajuru passará a receber incentivos do Governo do Estado e isso impulsionará o turismo e beneficiará o comércio e os pequenos negócios em vários segmentos. “Hoteleiros, artesãos, pequenos produtores de doces, queijos, entre outras atividades terão oportunidade de fortalecer seu serviço/produto e crescer”, acrescenta o prefeito. A diretora Márcia Angélica conta que esse primeiro contato foi muito estimulante e que Cajuru é visto com bons olhos por estar com o COMTUR (Conselho Municipal do Turismo) ativo. “Esse é um grande passo, que agradou bastante o diretor estadual, porque é quesito necessário para ingressar no roteiro turístico”, informa. Finalizando a reunião, o consultor agendou uma visita à Casa da Cultura, local de funcionamento da diretoria de Turismo, para melhor se informar sobre as atividades realizadas pelo COMTUR. Aconteceu nos dias 16, 17,18 e 19 de dezembro de 2013, em Brasília-DF, a IX Conferência Nacional de Assistência Social com o tema: “A gestão e o financiamento na efetivação do SUAS”. O nosso município participou pela 1ª vez de uma conferência nacional representado pela delegada eleita na Conferência Estadual de Assistência Social, Cássia Ap. Freire Cardoso, que na qualidade de representante do poder público pôde discutir a temática proposta e os seis eixos norteadores da IX Conferência, sendo eles : Eixo I - O Cofinanciamento Obrigatório da Assistência Social; Eixo II - Gestão do Suas: Vigilância Socioassistencial Processos de Planejamento, Para fomentar o turismo na macrorregião, a Secretaria de Estado do Turismo está discutindo o potencial de cada município, num contexto regional, para elaborar o roteiro turístico da Alta Mogiana, que envolverá mais de 30 cidades. Dentro dessa perspectiva, o prefeito Dr. Luís Estevão recebeu em seu gabinete o diretor regional do Turismo, Cézar Vilela, que veio acom- panhado do consultor de eventos Manoel Leal. Também estavam presentes a primeira-dama Dra Ersone, a diretora municipal de Turismo MárciaAngélica e a secretária da Educação Maria Luiza. Basicamente a reunião foi para convidar o prefeito para incluir Cajuru nesse roteiro, o que foi bem aceito. “Temos grande interesse em desenvolver o turismo em nosso município e, somado à proposta regi-

[close]

p. 4

Página 4 Edição 716 - 1º/02/2014

[close]

p. 5

Edição 716 - 1º/02/2014 Página 5 ACONTECE CIDADE CIDADE Prefeito entrega carteirinhas aos universitários que usufruirão de Transporte Público Na terça-feira, 28, o prefeito Dr. Luís Estevão juntamente com o secretário de Transportes Gilliano Dias entregaram as carteirinhas que dão direito aos universitários a viajarem gratuitamente nos ônibus da frota municipal destinados a esse fim. São cento e trinta e cinco estudantes beneficiados, sendo que 90% deles já usufruíram do benefício no ano passado e o restante são vagas remanescentes que foram preenchidas com alunos novos, que também atendem às exigências de serem do PROUNI, ou da Escola da Família, ou ainda que tenham os estudos financiados pelo FIES ou crédito interno. Nesse ano, quatro ônibus foram destinados ao transporte estudantil intermunicipal, sendo um para a cidade de Batatais e três para Ribeirão Preto, incluindo aqui os alunos do SESI e SENAI. Cantigas e Bingo foram as atividades da semana para o grupo de idosos da ESF Piscina Escola Zezito Palma passará por reforma e adequação Atendendo à solicitação dos vereadores Juliano (do bar) e Marcelo (da Menta), o prefeito Dr. Luís Estevão autorizou a reforma e adequação do prédio da escola municipal “Zezito Palma”. Em visita à unidade, o prefeito e os vereadores analisaram as obras necessárias e já passaram ao departamento de Engenharia para que seja feito o projeto e tomadas as providências necessárias. A obra compreenderá a substituição do piso e instalação de forro no pátio; cobertura de uma área de iluminação; e fechamento, nos fundos, com muro. O prefeito justifica que as intervenções no pátio contribuirão com a higiene do local; a cobertura da área trará mais espaço para recreação em dias de chuva e muito sol e; o muro aumentará a segurança do prédio, além de deixá-lo mais bonito. Na semana passada, a equipe da Estratégia Saúde da Família do bairro Jardim Maria Tereza (ESF-Piscina) se reuniu com o grupo de idosos para estabelecer as atividades que serão ministradas neste ano. Iniciando a programação, na quarta-feira (29) teve muita música com acompanhamento do diretor administrativo do Clube Recanto da Amizade, João Gregório, que além de ceder o espaço levou violão e cantou junto com o grupo. Após a cantoria mais distração, dessa vez com o bingo (gratuito) que tem por finalidade ativar a memória através da atenção aos números chamados que deverão ser reconhecidos e marcados; e também de recreação, já que é uma modalidade bastante apreciada. Para encerrar, um lanche bem natural com muitas frutas frescas e sucos. Projeto Guri abre inscrições para cursos de Violão, Viola Caipira e Coral O Projeto Guri comunica que estão abertas as inscrições gratuitas para os cursos de violão, viola caipira e coral que acontecem as quartas e sextas-feiras. Horários: Manhã - das 8h30 às 11h00 Tarde – das 13h00 às 17h30 Documentação Necessária: - Declaração escolar; - Xerox da certidão de nascimento; - Xerox de comprovante de residência (conta água, luz ou telefone fixo). Local das Inscrições e do Curso: Casa das Artes e Cultura – Rua Sampaio Moreira, 420 – Informações pelo telefone 3667-9960 Faça parte desse projeto e desenvolva suas habilidades. NOSSA SENHORA APARECIDA “Querida Mãe Aparecida, Vós que sois a mais bela das mães, a quem eu amo com todo o coração, eu Vos peço mais uma vez que me ajudeis a alcançar esta graça, por mais dura que seja (citar o pedido). Sei que Vós me ajudareis a alcançar e me acompanhareis até a hora da minha morte.” Fazer esta oração por três dias seguidos e sempre rezar, em seguida, um Pai Nosso e uma Ave Maria. Após conseguir a graça, mandar publicar. F.R.G.

[close]

p. 6

Página 6 Edição 716 - 1º/02/2014

[close]

p. 7

Edição 716 - 1º/02/2014 Página 7 HOL OCOLUN A HOLOCOLUNA OCOLUN NEGOCIOS E OPOR TUNIDADES OPORTUNID TUNIDADES VENDE-SE Opala, ano 79, cor amarelo, banco de couro, e roda 17. Tratar 991293019 com Anderson. VENDE-SE Potência Taramps, 6500 RMS e uma de 8.000 RMS, 2 auto falantes Tornado de 15" de 2.500 RMS. Tratar 99374-0653. ALUGA-SE Casa 3 dormitórios, quintal, garagem, R. Santa Terezinha, 190. Tratar (16) 99172-6194 com Silvio. VENDE-SEouALUGASE apartamento no Edificio Antares. Tratar 99101-8858. VENDE-SE, Gol 2008, 1.6, com direção hiraúlica. R$ 15.000,00. Tratar 3667-1648 ou 99268-2648. VENDE-SE, Casa na rua José Lucindo Carvalho, Vila Real, 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, terreno 10x25, documentação ok. Tratar 3667-2956 ou 99996-6218. VENDE-SE, Berço branco com rodinhas. Tratar 99201-4427. VENDE-SE ou TROCA-SE por um Uno, moto ronda 150cc esporte, ano 2008. Tratar 99111-5735. PRECISA-SE, de Empregado para trabalhar na roça. Referencia: casal. Tratar 3667-1402 ou 99996-6272 com Zitão. PRECISA-SE, de Babá. Tratar 99263-9246 com Paula. 331. A Revolução Científica A compreensão do processo evolutivo do homem no contexto da História é facilitada pela divisão do tempo em períodos. Portanto, os 144 anos que compõem o período entre 1543 – ano de publicação do De revolutionibus de Nicolau Copérnico – e 1687 – ano da publicação de Philosophiae naturalis principia mathematica de Isaac Newton – é denominado período da “revolução científica”. Como referência, é bom lembrar que este é o período em que o Brasil vivia os primeiros momentos de visitações dos curiosos exploradores pós-descoberta, ou seja, o nosso país ainda não existia, do ponto de vista cultural científico. Copérnico (associado a Kepler) desloca a terra e, consequentemente, o homem do centro do Universo. E com a participação de Newton completam-se as mudanças; mudam-se as ideias sobre a ciência, sobre o trabalho científico e as instituições científicas, sobre as relações entre ciência e sociedade e entre saber científico e fé religiosa; daí o desencontro com a Igreja e o “caso Galileu”. A Revolução científica é a nova forma do saber, diferente do saber religioso, astrológico e técnicoartesanal. O “cientista” não é mais o douto que sabe o latim, mas aquele que pertence a uma sociedade científica, a uma academia. E neste contexto é sancionada a legalidade dos instrumentos científicos, pois o pesquisador convalida teorias com experimentos realizados por meio de operações instrumentais com e sobre objetos. O epistemólogo Thomas Kuhn em A estrutura das revoluções científicas afirma: “Quando os paradigmas mudam, o próprio mundo toma novas direções”. E nesse período vemos caírem por terra os pilares da cosmologia aristotélicoptolemaica. O elemento reconhecido como detonador desse processo de ideias foi a “revolução astronômica”, que teve seus representantes mais prestigiosos em Copérnico, Tycho Brahe, Kepler e Galileu, e que iria confluir para a “física clássica” de Newton. Nesse período ocorre a mudança da imagem do mundo. O traço mais característico desse momento é o método, que por um lado, exige imaginação e criatividade de hipóteses e, por outro lado, o controle público dessas imaginações. È Com base no método experimental que se funda a autonomia da ciência: esta encontra sua verdade independentemente da filosofia e da fé. Mas tal independência não tarda a se transformar em confronto, que, no “caso Galileu”, torna-se uma tragédia. Copérnico, ao tornar público o seu revolutionibus, o teólogo luterano André Osiander logo escreveu um Prefácio afirmando que a teoria copernicana – contrária à cosmologia contida na Bíblia – não deve ser considerada como descrição verdadeira do mundo, mas muito mais como instrumento para fazer previsões. Galileu defende que buscar as essências é empresa impossível e vã. A revolução científica está voltada para a qualidade das coisas e dos acontecimentos de modo objetivo e, portanto, sendo comprováveis e quantificáveis publicamente. Não é mais o que, mas o como, não é mais a substância, mas sim a função, que a ciência galileana e pós galileana passaria a indagar. A Holosofia deixa a critério do PHS (Programa Holosófico de Saúde) o papel de divulgar junto comunidade acontecimentos importantes de hoje, mas, também, de ontem. No presente artigo encontramos informações precisas, embora de forma superficial, de como o mundo protagonizou a decisiva “revolução científica”, da qual até os dias atuais colhemos dividendos. Aliás, graças a essa revolução que a ciência moderna é o que é. E a Filosofia sempre presente, oferecendo a sua importante contribuição social. Prof. Me. Sebastião Saraiva, Maitreya Médico, holósofo e filósofo Cel. (098) 8282.9888 Site: www.holosofia.com.br EXPEDIENTE - “O JORNALZÃO CAJURU” Empresa: H. T. TRANQUILLI-ME. Contato comercial: Rua Orlando V. Figueiredo, 676 - Fone - 36674497, Diretor Responsável: Homero Tranquilo Tranquilli, tiragem: 3.500 mil exemplares, impressão: Editora Grafisc - São Carlos/SP. distribuição Gratuita e Assinantes. Circulação: Cajuru, Cássia dos Coqueiros e Santa Cruz da Esperança. Colaboradores: Lurdinha, Roberta, Fabiano L.Gomes, Luciano Porfirio, Caio Luis. VENDE-SE Chácara em Cássia dos Coqueiros/SP Zona Rural: 2.500m² só terreno alto plano terra vermelha, córrego de água cristalina, pequena cachoeira, de fronte rodovia Cajuru/ Coqueiros, 100m do trevo, 250m do centro da cidade e 250m da maior cachoeira da cidade. R$ 40.000,00. Proprietário: Luiz (16) 99139-9386 / (16) 3667-4183. VENDE-SE 2 Manequins masculino e diversas peças de roupas masculina e feminina. Tratar 99216-3133. Conserta-se Máquina de Costura Industrial e Familiar peças e troca de madeiramento. Atendemos em domicilio R. São João, 298 Fone – 3667-2414 CONVITE O CONSELHO MUNICIPAL DE TURISMO DE CAJURU (COMTUR), através de seus membros, convida os interessados para a 2ª reunião do exercício de 2014, que acontecerá no dia 04 de Fevereiro às 19h30 na Casa da Cultura de Cajuru, localizada na Rua Sampaio Moreira, 422. Presidente - Carlos Alberto Fernandes Vice-Presidente - Bernadete Carvalho Guedes Mencucini Secretária Executiva - Tereza Cristina B. Garcia Secretário Adjunto - Dirceu Rocha VENDE-SE Loja montada no centro, com mercadorias. Tratar 99611-0663 com o proprietário.

[close]

p. 8

Página 8 Edição 716 - 1º/02/2014 TIRAS POLICIAIS Homicídio Doloso Qualificado As diligências na íntegra do fato que mobilizou a cidade, região e redes sociais to que alegou que seu filho tinha eventuais pretensões de se entregar, contudo estaria temendo por sua vida e que por isso não se entregaria espontaneamente na Delegacia de Polícia, prontificando-se a acompanhar os policiais civis e indicar o local em que este estaria ou poderia estar escondido, contudo não revelando sua exata localização. Posteriormente seguindo ordens do Dr. Cézar Augusto de França, Delegado de Polícia de Altinópolis e que lá estava naquela localidade e que atualmente em virtude das férias do titular do município, é o responsável pelo expediente da Delegacia de Polícia de Cajuru, o investigador e a escrivã de polícia de plantão em Cajuru, foram acionados a tentar encontrar o procurado e prendê-lo, pois havia “informes” angariados anteriormente de que o autor do homicídio supostamente teria parentes do Estado do Mato Grosso ou em outros Estados e que poderia estar tentando fugir rumo a estes destinos e desta maneira se isso de fato acontecesse poderia ficar anos e anos solto à margem da sociedade e frustrar a aplicação da Justiça, o que é bem comum em ocorrer nesses casos. Utilizando-se de uma viatura caracterizada da Polícia Civil, simples, comum aos trabalhos policiais rotineiros, sem “ar condicionado” e isenta de compartimento de presos, pois a que possuía estava empenhada em diligência distinta, acompanhados pelo pai do investigado, seguiram o investigador e escrivã mencionados de plantão, sem saberem o destino certo do paradeiro nem o que os aguardavam pois não sabiam qual seria a reação do suspeito ao se deparar com a polícia em seu encalço, rumaram sentido a rodovia Cajuru x Ribeirão Preto, onde após a ponte do Rio Pardo, adentraram em uma estrada de terra do município de Santa Cruz da Esperança e nos arredores de um canavial e ranchos ali instalados, o familiar do criminoso ao chamar por seu nome, este “apareceu” saindo de dentro do canavial e sem que pudesse ter algum tipo de reação ou imaginasse em tê-la, com a rapidez e profissionalismo necessários a ação empreendida, foi abordado pelos policiais civis, sendo devidamente algemado, indagado acerca da localização da arma do crime e de seu telefone celular, alegando que os havia “dispensado” no rio pardo, sendo o único “papo”, com ele mantido e no restante do trajeto mantivera-se em silêncio e assim cumprido o Mandado de Prisão Temporária contra o mesmo e este colocado na viatura no banco de trás, ao lado do pai, local este único e disponível para seu transporte/escolta, caso contrário teria que ser colocado no “teto da viatura”, e seguindo ainda ordens superiores, conduzido até a Delegacia de Polícia de Altinópolis, localidade em que o Delegado que responde por Cajuru, exerce suas funções como titular e assim propiciar uma maior agilidade aos trabalhos de Polícia Judiciária e concluir as investigações para requerer a Prisão Preventiva do investigado o mais brevemente possível. Já em Altinópolis o criminoso em seu interrogatório, formalmente confessou o crime, basicamente alegando a versão de um crime passional, motivado por uma discussão banal com a vítima, dizendo ter “perdido a cabeça” e desferindo um golpe, segundo ele com uma faca que portava em seu veículo, alegando ainda estar supostamente arrependido, porém bastante consciente de seus atos, afirmando que, teria que pagar por seu erro e crime cometido e o que a Justiça assim determinasse, acataria, por “estar errado”, finalmente sendo encaminhado e colocado atrás das grades da Cadeia Pública de Santa Rosa de Viterbo, permanecendo à disposição da Justiça. Derradeiramente segundo a Polícia Civil, embora esteja com a prisão temporária decretada por trinta dias, em razão dos vários indícios e provas produzidas no decorrer do Inquérito Policial que está praticamente concluído graças ao empenho de todos os policiais civis e militares envolvidos nas diligências, contra o não mais investigado e sim indiciado-confesso, requereu sua prisão preventiva pelo crime de Homicídio Qualificado Doloso Consumado, cuja pena é de 12(doze) a 30(trinta) anos de reclusão e desta forma cumprindo seu dever legal e aplicação da Justiça. Vítima: Márcio dos Reis Mariano Gouvea Infelizmente no último dia 24, por volta das 23:10 horas, em plena Praça Central, ocorrera o primeiro homicídio doloso qualificado consumado nesta cidade. Segundo apurado preliminarmente junto a testemunhas presenciais, a pessoa de Amauri do Carmo Rodrigues (25), morador de Cajuru, esteve no Largo São Bento e teria tido uma rápida discussão com Márcio dos Reis Mariano Gouvea (19), por acreditar que esse estivesse se relacionando com uma garota com quem tivera um relacionamento amoroso, sendo a vítima também residente neste município e filho de um policial militar que também aqui reside e exerce suas funções em Cássia dos Coqueiros e que estaria ingressando brevemente na carreira de policial militar. Ocorre que, muito embora a vítima negasse isso e procurando evitar qualquer tipo de confusão quando almejava sair dali, ao se dirigir até seu carro, foi surpreendido na “traição” pelas costas por Amauri que havia estacionado seu automóvel ao lado do veículo da vítima e na posse de uma faca, desferiu golpes com o instrumento cortante na vítima que, tentou ainda correr, atravessando a rua e caindo na calçada defronte ao local que havia sido esfaqueado ao passo que seu agressor fugiu. A vítima de pronto foi socorrida por policiais militares que o levaram até o Hospital do município, porém não resistin- Acusado: Amauri do Carmo Rodrigues do aos ferimentos veio a óbito. Imediatamente diligências até o raiar do dia seguinte foram efetuadas pela polícia buscando localizar e prender o homicida, porém mesmo com o empenho necessário, sem sucesso na ocasião, tendo o caso sido registrado pela Polícia Civil como Homicídio Qualificado Doloso Consumado, visto que o crime teria ocorrido por motivo fútil e sem chance de defesa à vítima e em razão da gravidade dos fatos, o Delegado de Polícia após a coleta de testemunhos em virtude do delito ter ocorrido no final de semana, requereu ao Plantão Judiciário de Ribeirão Preto, a prisão temporária do assassino, o que foi deferida pela Justiça, momentaneamente pelo prazo de trinta dias. De posse da ordem de prisão iniciou-se uma busca contínua tanto pela Polícia Militar quanto pela Polícia Civil a fim de prender o investigado, o qual teria deixado este município e conforme levantamentos se escondido em alguma área rural da região, com receio de ser preso ou através de alegações de seus familiares receber supostas represálias por conta de que a vítima era muito querida na cidade. No decorrer das investigações visando localizar seu paradeiro, segundo informações da Polícia Civil, no dia 28 no período da tarde, o pai do autor, acatando orientações de seus advogados, procurou a Autoridade Policial que era responsável pelas investigações do caso, vis-

[close]

p. 9

Edição 716 - 1º/02/2014 Página 9

[close]

p. 10

Página 10 Edição 716 - 1º/02/2014 SINAPSE Estudo avalia prevalência no uso de cocaína no Brasil Estima-se que ao menos 3,2 milhões de pessoas tenham consumido a droga em 2011 Aproximadamente 2 milhões de brasileiros teriam usado crack pelo menos uma vez na vida, segundo levantamento que consumiram a substância pelo menos uma vez na vida foi de 15,6%, enquanto entre os que a usaram alguma vez nos 12 meses que antecederam o estudo esse número subiu para 41,4%. A maioria dos que experimentaram cocaína antes dos 18 anos eram homens, de acordo com o estudo. “Comparado às mulheres, a probabilidade de os homens experimentarem a droga é 4,4 vezes maior”, diz a psicóloga. Ela explica que os homens estão mesmo mais associados a comportamentos de risco, mas que o comportamento das mulheres vem mudando. Esse mesmo levantamento mostrou que elas estão bebendo mais e com mais frequência. A proporção das que consomem álcool de maneira excessiva, por exemplo, aumentou 24%, passando de 15% para 18,5%, entre 2006 e 2012. Para chegarem a esses resultados os pesquisadores analisaram dados do Segundo Levantamento Nacional de Álcool e Drogas (Lenad), conduzido entre novembro de 2011 e março de 2012 pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Políticas Públicas do Álcool e Outras Drogas (Inpad) da Unifesp, com apoio da FAPESP e sob coordenação do psiquiatra Ronaldo Laranjeira. O objetivo foi avaliar os padrões de consumo e dependência associados ao álcool, tabaco e drogas ilícitas, além de possíveis fatores de risco. O levantamento mostrou também que o consumo da substância é maior no Sudeste, com 45% dos usuários. Em contrapartida, a região Centro-Oeste apresentou os maiores índices de uso da droga nos 12 meses anteriores ao levantamento, tanto por via nasal (2,7%) como na mistura de crack (1,8%). “Uma explicação possível para esse dado seria a proximidade dos estados dessa região com países produtores, como a Bolívia, diferentemente da região Sul, que registrou os menores índices de consumo (0,4%) da droga no mesmo período”, explica a psicóloga Clarice Sandi Madruga, também da Unifesp e uma das autoras do artigo. Vários são os fatores que ajudariam a explicar a prevalência no uso da droga no Brasil. Para as pesquisadoras, o preço é um deles. Por aqui, uma pedra de crack custa US$ 2; nos Estados Unidos, esse valor chega a US$ 20. Segundo elas, o aumento do poder aquisitivo da população brasileira nos últimos anos e a proximidade geográfica com o Peru, Colômbia e Bolívia, países produtores da droga, também pode ter contribuído para a disseminação da substância no Brasil. Para Ilana Pinsky, a complexidade do problema no Brasil torna necessária a realização periódica desse tipo de levantamento, de modo que o conhecimento gerado a partir dele possa servir para o desenvolvimento de estratégias de prevenção e tratamento de dependentes químicos no país. Também é importante estabelecer prioridades na agenda de políticas de saúde pública. Estudo recente, liderado por Tania Marcourakis, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo, verificou que fumar crack é mais danoso aos neurônios do que cheirar cocaína. A justificativa é que, ao consumi-lo, o indivíduo inala uma substância conhecido como metilecgonidina, que pode causar a morte de neurônios. Fonte: Revista FAPESP - RODRIGO DE OLIVEIRA ANDRADE | Edição Online 18:56 13 de janeiro de 2014 Artigo científico ABDALLA, R. R. et al. Prevalence of Cocaine Use in Brazil: Data from the II Brazilian National Alcohol and Drugs Survey (BNADS). Addictive Behaviors. v. 39, p. 297-301. jan. 2014. Apôio: Saúde Mental AMBULATÓRIO “dona Fifia” – fone 16-3667 9962 Um levantamento conduzido em 149 municípios brasileiros indica que o país está entre os maiores consumidores de cocaína no mundo, tanto na sua forma intranasal (aspirado) como na mistura de crack – a cocaína solidificada em cristais –, composta de pasta de cocaína, bicarbonato de sódio e água (inalado). No estudo, pesquisadores do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e da University of Texas School of Public Health, nos Estados Unidos, entrevistaram 4.607 indivíduos com 14 anos ou mais, entre os quais 1.157 adolescentes. Do total, 3,9% relataram já ter consumido cocaína ao menos uma vez na vida, enquanto 1,7% afirmou ter usado a substância nos 12 meses que antecederam o levantamento. O estudo, publicado na edição de janeiro da revista Addictive Behaviors, mostrou ainda que 1,5% dos entrevistados já experimentou crack e, destes, 0,8% consumiu a substância em 2011. Segundo a psicóloga Ilana Pinsky, pesquisadora da Unifesp e uma das autoras do estudo, os resultados podem ser generalizados para toda a população brasileira, já que baseiam-se em entrevistas conduzidas em todos os estados do país. Em outras palavras, os dados apresentados forneceriam um panorama probabilístico do consumo da substância entre a população adulta e adolescente do Brasil. “Estimamos que 4% da população, o equivalente a 5,2 milhões de pessoas, tenha consumido cocaína pelo menos uma vez na vida, seja em pó, por via nasal, ou na forma de crack, e que 2,2%, ou 3,2 milhões de pessoas, tenham usado a substância somente em 2011”, conta. Em relação ao consumo da cocaína na forma de crack, chega a aproximadamente 2 milhões o número de pessoas que teriam consumido a mistura pelo menos uma vez na vida e 1,1 milhão os indivíduos que o consumiram em 2011. Hoje, a prevalência de usuários no país já é semelhante à dos Estados Unidos, 2% da população. Quase metade dos usuários (45%) experimentou a substância pela primeira vez antes dos 18 anos, mostrou o levantamento, o que reflete, segundo Ilana, a necessidade de se investir na prevenção de certos comportamentos de risco ainda na pré-adolescência. Já os índices de dependência entre aqueles

[close]

p. 11

Edição 716 - 1º/02/2014 Página 11 ACONTECE Cajuru ganha Vila Atlética Na manhã de segunda-feira (27), fogos anunciavam a inauguração do centro de excelência de atividades físicas e bem estar, a Vila Atlética. O evento contou com a presença de autoridades, empresários e comunidade, que foram conferir o ambiente climatizado, de grande porte e totalmente equipado para oferecer mais de 20 práticas esportivas. Todos ficaram maravilhados com a estrutura e beleza do espaço, um verdadeiro presente para Cajuru. Idealizado pela família Constâncio (João, Fernanda e Carla), a Vila Atlética conta com equipamentos de última geração, parque aquático com duas piscinas (sendo uma semiolímpica), quadra de areia, campo de futebol, clínica de atendimento multidisciplinar e espaço goumert. O empreendimento é um dos maiores da região e, além de promover saúde e qualidade de vida, ainda está gerando muitos empregos. A Vila Atlética funciona de segunda a sexta das 5h00 às 22h00 e aos sábados das 8h00 às 12h00.

[close]

p. 12

Página 12 Edição 716 - 1º/02/2014

[close]

p. 13

Edição 716 - 1º/02/2014 Página 13

[close]

p. 14

Página 14 Edição 716 - 1º/02/2014

[close]

p. 15

Edição 716 - 1º/02/2014 Página 15

[close]

Comments

no comments yet