Jornal-A-Fonte-Editorial-28/12/2013

 

Embed or link this publication

Description

Jornal A Fonte

Popular Pages


p. 1

Ano 13 - Nº 657 www.jornalafonte.com.br Vertente Cristalina da Informação São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 Para curtir o verão com segurança ARQUIVO A FONTE Banhistas devem estar atentos às condições das águas que utilizam para o lazer Pág. 6 Vendedores ambulantes buscam melhorias para o trabalho Pág. 5 Prisão após denúncia Encartado DIVULGAÇÃO DP Homem agride companheira e é preso por tráfico de drogas e Maria da Penha Pág. 15

[close]

p. 2

02 OPINIÃO mos o coração de esperança e começar tudo de novo. Esperamos, assim como em 2013, levar boas notícias a vocês, leitores, e aprimorar cada vez mais o nosso trabalho, sempre pautados num jornalismo levado verdadeiramente a sério. A todos nossos leitores, clientes, parceiros e amigos, desejamos um Feliz Ano Novo. Que 2014 seja um ano maravilhoso, repleto de coisas boas. Com muita saúde, amor, alegrias, oportunidades e conquistas. Que este novo tempo que se inicia chegue renovado de esperanças e repleto de novos sonhos. Que todos sigam com muita paz no coração e consigam trilhar o caminho almejado. Querer, poder e conseguir. Deus no comando. Acreditando nisso, a gente chega lá. Pé no chão e bola pra frente. Feliz 2014! São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 Editorial hegamos, mais uma vez, ao último dia do ano. Já não queremos mais saber de 2013. Contamos as horas para o começo de um novo ciclo. Mais um em que prometemos muito e cumprimos pouco. Não há quem não queira prever o futuro do novo ano que se aproxima. É tanta promessa, tanta vontade e tantos sonhos que ficamos embebidos de uma sensação diferente em relação aos demais dias do ano. É querer que a sorte esteja conosco, ao reiniciar a caminhada. É deixar de lado as lamentações e fatos e o que passou de ruim, queremos deixar para trás. Devemos pensar somente nas coisas boas que 2014 irá nos trazer. Otimismo em nossas vidas. Não importa o lugar, a celebração ou qualquer outro detalhe. Esta virada de ano é uma grande oportunidade de encher- Adeus 2013... C Mais um Natal bate à porta Angelise Fagundes - Professora ais um Natal bate à porta. É de zembro outra vez. Outra vez me pego pensando no capitalismo que virou as nossas festas de final de ano. No exagero das mesas cheias e das mesas vazias e no vazio das relações. Não há meio termo. Em outras épocas, neste período, eu já teria preparado meu banquete de sonhos diários para o próximo ano. Já teria comprado os regalos dos amigos, o mimo dos sobrinhos. Desta vez, não fiz nada disto. Meu tempo foi capitalizado também. E assim, estou presa as minhas tarefas de tal forma que produzo o tempo todo e pouco me resta para viver. O trabalho virou nossa escravidão moderna. É o exagero do não viver. E, em meio a este turbilhão diário, nos prendemos pouco ao essencial, as minúcias da vida. O exagero é uma perda enorme que não damos conta. É preciso ater-se aos encontros, aos sorrisos, aos abraços, às rodas de conversa. Rechear a mesa e endividar-se para o ano que inicia não resolve nossos problemas. Viver resolve nossas faltas. Conviver resolve nossas carências. É preciso encontrar o caminho do meio e buscar/criar as oportunidades de ser feliz hoje. Mais um Natal bate à porta. É dezem- Fé no Natal Martha Medeiros - escritora s semanas que antecedem o Natal são de caixa de e-mails lotada: diversas mensagens chegam, algumas bem alegres, outras com apelos um pouco melodramáticos, em especial as que recrutam Jesus, o aniversariante esquecido. De fato, vivemos numa época megaconsumista e muitos não dão valor à data, mas a tragédia não é absoluta. De minha parte, não festejo o... aniversário de Jesus, mas nem por isso minha casa se transforma num iglu habitado por abomináveis corações de gelo. Me emociono, confraternizo, abraço, beijo e brindo à paz, acreditando que essa abertura sincera para o afeto é uma espécie de religião também. Recentemente, o escritor e filósofo suíço Alain de Botton esteve no Brasil lançando Religião para Ateus, livro em que ele defende a tese de que, mesmo sem acreditar em Deus, é possível ter fé. E mesmo sem ter fé, é possível encontrar na religião elementos úteis e consoladores que suavizam o dia-a-dia. Botton condena a hostilidade que há entre crentes e ateus, e diz que em vez de atacar as religiões, é mais salutar aprender com elas, mesmo quando não compactuamos com seu aspecto sobrenatural. Não é de hoje que admiro esse autor, e mais uma vez ele me empolga com sua visão. Fui criada numa família católica, mas já na adolescência minha espiritualidade se divorciou dos rituais de celebração, já que deixei de acreditar em fatos bíblicos que me pareciam implausíveis. Nem por isso fiquei órfã dos M bro outra vez. Outra vez me pego pensando no capitalismo que virou as nossas festas de final de ano. Mas este ano farei diferente. Este ano eu serei ainda mais feliz, sem exageros à mesa, sem exageros nas compras. Importante será estar com as pessoas, olhar nos olhos dos meus, encontrar o encantamento de nossas charlas, o burburinho das crianças e a alegria imensa de estar junto da família. Para o próximo ano, vale a receita de Drummond... A (...) Não precisa fazer lista de boas intenções para arquivá-las na gaveta. Não precisa chorar arrependido pelas besteiras consumadas nem parvamente acreditar que por decreto de esperança a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade, recompensa, justiça entre os homens e as nações (...) Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo (...) valores éticos que as religiões pregam. Solidariedade, gentileza, tolerância, princípios morais, nada é furtado daqueles que descartam a existência de Deus. Claro que, se não houver o hábito constante da reflexão, podemos nos tornar materialistas convictos e acabar exercendo a bondade só em datas especiais. É nesse ponto que Alain de Botton defende o lado prático e benéfico das religiões: elas funcionam como lembretes sobre a importância de nos introspectarmos e de fazermos a coisa certa todos os dias. Quem prefere não buscar esses lembretes na igreja, pode buscar na arte, no contato com a natureza ou onde quer que sua alma se revitalize. Do que concluo que é possível encontrar o sentido do Natal sem montar presépio, sem assistir à missa do Galo e sem servilismo religioso. Basta que sejamos uma pessoa do bem, consciente das nossas responsabilidades coletivas e que passemos adiante a importância de se ter uma conduta digna. Nós todos podemos ser os pequenos "deuses" de nossos filhos, de nossos amigos e também de desconhecidos. Dentro desse conceito, posso afirmar que o Natal é frequente aqui em casa: hoje, amanhã, depois de amanhã. A diferença é que nos outros dias estamos de moletom em vez de vestido de festa, e a ceia vira uma torrada americana, mas o espírito mantém-se em constante estado de alerta contra o vazio e a superficialidade da vida. EMPRESA JORNALÍSTICA A FONTE LTDA. - Rua Percival Brenner, 1510 - Sala 14 - CEP 97340000 - São Sepé/RS - CNPJ 04.511.588/0001-07; Fone: (55) 3233-3457/Fax: (55) 3233 4996/ Celular: (55) 8425 0199; E-mail: afonte@jornalafonte.com.br - afontefinanceiro@plugnet.psi.br; Site: www.jornalafonte.com.br; Impressão: Zero Hora; Tiragem: 2000 exemplares; Periodicidade: Semanal; Direção: Márcia Halberstadt; Direção de Arte: Roberto John; Editor Chefe: Evandro Leão; Redação: Mateus Barreto, Adriana Aires e Evandro Leão; Diagramação: Roberto John; Revisão: Márcia Leandro; Comercial: Tônia Silveira, Diego Moraes; Circulação: Fernando Garcia

[close]

p. 3

São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 POLÍTICA 03 BALANÇO_______________________________________________________________________ “A recompensa é trabalhar para melhorar a qualidade de vida da comunidade” No comando da Prefeitura, o chefe do Executivo faz uma avaliação do seu primeiro mandato MATEUS BARRETO mateusafonte@gmail.com • São Sepé é incluído no projeto “Viver Sem Limite” O vice-prefeito de São Sepé, Wolney Vasconcelos, participou do seminário anual do Fórum Permanente da Política Pública Estadual para Pessoas Deficientes e Pessoas com Altas habilidades, no dia 5 de dezembro, em Porto Alegre. O Seminário é promovido pela Faders e pela Secretaria da Justiça e Direitos Humanos. No evento, foi apresentada uma análise dos resultados e avanços dos encontros realizados anteriormente e que têm por objetivo a implantação de políticas de acessibilidade a cada região do estado. Na oportunidade, Wolney também assinou a adesão e inclusão de São Sepé no Projeto Viver Sem Limite - Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Durante o ato, esteve presente a ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário. • Rede de água para moradores do Tupanci deve entrar em licitação no começo do ano O prefeito de São Sepé, Léo Girardello, assinou na última quinta-feira, 19, o documento que autoriza a abertura do processo de licitação para a construção de uma rede de água de 10 mil metros na localidade do Tupanci. A obra orçada em R$139.463,25 deve beneficiar toda a comunidade escolar da Escola Núcleo João Pessoa, além de 23 famílias. Segundo o coordenador de projetos, Guederson Guedes, o processo deve tramitar no começo de 2014. H á um ano atrás, Léo Girardelo, natural de David Canabarro, cidade do noroeste gaúcho, preparava-se para seu maior desafio até então. Assumir o cargo de prefeito de São Sepé, depois de ser eleito em outubro de 2012, com 6.222 votos. Agora, prestes há completar doze meses à frente da Prefeitura, Léo traz consigo a vontade de fomentar a economia da cidade, através da vinda de empresas com projetos ousados que podem garantir a sustentabilidade do município, gerando rendas e empregos, as principais reividicações de boa parte dos munícipes. “Nunca prometi nada a ninguém, apenas quero trabalhar para mostrar os resultados e buscar o crescimento de nosso município”, afirma Léo. Uma de suas primeiras ações foi implementar leis que possam atrair a atenção de investidores na cidade. Para isto, foi preciso incluir São Sepé na lei de responsabilidade fiscal, microcrédito e de incentivo a pequenas e médias empresas. Segundo ele, este conjunto de fatores faz com que empresários possam se sentir atraídos para instalar-se na cidade. “Temos que preparar o terreno, mostrar que é possível investir em uma cidade do porte de São Sepé e dar respaldo a quem quiser vir pra cá”, disse ele. Recentemente, Léo esteve em São Paulo, em um encontro de empresários da Fiesp, para mostrar as potencialidades que o município possui. “Perguntaram por que não fui para a Fiergs e respondi que todos os governos de nosso estado sempre pensam na Grande Porto Alegre e esquecem a metade sul”, diz o prefeito, comentando a exclusão do restante dos municípios que não compõem a região metropolitana da capital. “Isto é um problema histórico, nunca antes algum governador procurou investir nas demais regiões do estado e por isto temos de buscar alternativas, como foi o caso da visita a Fiesp”, afirma. “Não sou um bom político, mas um bom gestor” A frase acima é como o prefeito Léo Girardelo se auto define. Para ele, é preciso ser muito mais do que político. Mas saber comandar os trabalhos em uma comunidade, pela qual é responsável por fazer crescer. “É um compromisso que tenho, a recompensa de ser prefeito é trabalhar para dar qualidade de vida para a comunidade”, afirma Léo, ressaltando o empenho de sua equipe nas obras de saneamento em três bairros da cidade: Zenari, Lôndero e Cristo Rei, onde foram iniciadas as obras. “Outro dia uma moradora da Cristo esteve em meu gabinete e agradeceu, pois ela agora podia tomar chimarrão na frente de casa sem sentir o mau cheiro do esgoto”, conta Léo. Nos próximos meses, devem começar os trabalhos para a regularização fundiária de quase todos os bairros do município, incluindo o distrito da Vila Block. “Assim como foi feito na Lôndero, vamos fazer nas demais comunidades para que se comece a execução de projetos que beneficiem os moradores destas localidades”, disse. Com a regularização, torna-se mais viável a vinda de recursos para o município, como é o caso do saneamento em três bairros. “Temos obras para começar até 2015” As idas até Porto Alegre e Brasília ao longo deste ano, trouxeram bons resultados na bagagem do prefeito Léo. Se os projetos se concretizarem, até metade de 2015, será possível iniciar obras em São Sepé. Uma das mais aguardadas é a Barragem do Rio São Sepé, com previsão de início da construção para fevereiro ou março. O prazo foi dado pela Secreta- ARQUIVO A FONTE Em seu gabinete, Léo recebe a comunidade e analisa projetos para São Sepé ria de Obras Públicas do Estado, em audiência realizada em novembro no município. “Este é um dos projetos mais aguardados pela comunidade e estamos esperando o anúncio das obras que deverá ser feito no início do ano”, afirma. Outro importante projeto que deverá ser concretizado é a Usina Termelétrica com uso de casca de arroz. Um empreendimento avaliado em R$ 40 milhões que deverá movimentar a economia da cidade e gerar empregos. “Temos apoio de cidades da região e estamos na torcida para que o município receba a usina que vai injetar renda no município e atrair a atenção de empresários”, avalia. “Não acho justo conceder vale-alimentação de R$ 9 reais ao servidor” Léo Girardelo enfrentou uma polêmica no mês de novembro, quando teve de fazer ajustes na folha de pagamento dos servidores públicos, para que o Tribunal de Contas do Estado não fizesse apontamentos. Com isto, um debate entre o prefeito e a classe se instaurou nas principais rodas de conversas. Entre as reivindicações dos funcionários, estava a criação do valealimentação. Aprovado na Câmara, o projeto orçado em R$ 125 mil reais, garantiria a cada servidor R$ 9 reais por mês. “Não acho justo este valor, por isto não sancionei a lei, o funcionário deve ganhar mais de bônus alimentação, no mínimo duzentos reais. O valor que foi aprovado não supre as necessidades”, afirmou o prefeito que busca um diálogo com o funcionalismo a fim de atender a todas as demandas. “É preciso valorizar o servidor e por isto estudamos uma maneira de aumentar o repasse do vale-alimentação que seja adequado aos dias de hoje, mas no momento não temos como pagar”, afirmou. “Investir no empreendorismo” O trabalho enquanto administrador do município está voltado para o empreendedorismo, aliado à busca de novas empresas para São Sepé, que possam criar novas vagas de emprego, atendendo a demanda da cidade. “Este ano foram abertos no município cerca de 200 novos registros de pequenas e médias empresas, nosso papel é criar condições para que todos possam abrir seus empreendimentos na cidade”, afirma Léo. Para garantir o bem-estar de uma comunidade, Léo Girardelo revela que busca se basear em três palavras chaves que norteiam suas ações: trabalho, atitude e fé. “É assim que devemos trabalhar, quero apenas fazer pela nossa comunidade e dar a todo condições de uma vida melhor”, conclui.

[close]

p. 4

04 GERAL São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 O tempo passa, o tempo voa Por Gabriel Leão m ato de solidariedade levou alegria à comunidade do bairro Lôndero. Na tarde de hoje, 22, crianças acompanhadas de seus responsáveis, participaram de uma festa de Natal. A ação foi organizada pela voluntária Marisa Fernandes que, pelo segundo ano consecutivo, proporcionou um encontro das famílias com o Papai Noel. Cerca de 150 crianças receberam presentes que foram arrecadados em campanhas feitas nas cidades de São Sepé, Santa Maria e Caçapava do Sul. Além dos mimos, os pequenos ganharam bolo e refrigerantes. A iniciativa também beneficiou 10 idosos, que foram convidados pela organizadora do evento para a comemoração. Crianças ganham festa de Natal U GABRIELA MACHADO Papai Noel fez a distribuição dos presentes Quer participar da Interativa? Envie sua sugestão para o e-mail: afonte@jornalafonte.com.br ou pelo telefone: 3233-3457. ada final de ano temos a impressão que o tempo passa cada vez mais rápido. Porém o tempo continua sendo o mesmo, o que muda são nossas percepções em relação ao tempo. Uma criança acha que o tempo dura uma eternidade, pois para ela cada segundo é muito valioso, já que ela não possui muitos anos de vida. Por isso em uma viagem não se cansam de perguntar se falta muito para chegar, enquanto que para nós parece que passou voando. Outro fato relevante para que o tempo passe, ou pareça passar mais rápido é que estamos sempre fazendo algo, cheio de compromissos e com rotinas cada vez maiores. Porém acabamos fazendo todos os compromissos que assumimos com nós mesmos ou com terceiros que acabamos não parando pra pensar o que fizemos durante todo esse tempo. No final do ano que paramos um pouco para pensar e percebemos que acabamos jogando muito tempo fora. Surgem as promessas de final de ano para que o ano novo seja diferente do anterior, mas na primeira semana de janeiro parece que tudo foi esquecido. Isso se deve pelo fato de que continuamos na mesma rotina sem parar pra pensar. Por isso devemos repensar nossas prioridades para que assim pudermos aproveitar mais o nosso tempo. Não devemos esperar nossa aposentadoria para fazer aquela tão desejada viagem ou fazer bem ao próximo. Então para que as nossas promessas não pareçam apenas uma utopia devemos também pensar em como faremos para que elas possam se tornar realidade. Rever as prioridades, ter coragem para fazer mudanças reais e não deixar algo para depois, pois talvez depois não haja mais tempo. Vamos fazer aquilo que desejamos e acharmos que ajudará não só a nós mesmos como os outros, pois se não fizermos iremos nos lamentar novamente no final do ano que vem. C Salário mínimo sobe em janeiro N a segunda-feira, 23, a presidenta Dilma Rousseff, assinou decreto que eleva o salário mínimo para R$ 724 a partir de janeiro do ano que vem. O reajuste será de 6,78% ante os R$ 678 atuais. O novo mínimo deverá representar um acréscimo de R$ 46 bilhões na economia brasileira no ano que vem, de acordo com estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). O reajuste é feito com base na fórmula que leva em conta a variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores mais a inflação do ano anterior, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O valor final é definido por decreto da presidência. O Congresso Nacional já ha- DIVULGAÇÃO FINANCIAMENTO PARA REALIZAR O SONHO DA CASA PRÓPRIA ATRAVÉS DA CAIXA ECONOMICA FEDERAL São muitas vantagens para a realização de um sonho de final de ano, em que você pode adiquiri-lo com financiamento, visitando um correspondente Caixa. O cliente descobriu que se trata de uma operação de empréstimo tradicional na qual uma instituição financeira aprova uma linha de crédito com a destinação específica de aquisição de um imóvel. Foi aconselhado a financiar um montante cuja prestação não comprometa mais do que 30% da renda mensal do casal. O imóvel é cedido em garantia do financiamento, mas esse fato não impede a venda ou a transferência do imóvel para outra pessoa. A taxa de juros varia de uma instituição para outra e oscila entre 4,5% ao ano e 8,5% ao ano. O dinheiro acumulado no FGTS pode ser utilizado para amortizar o saldo devedor do financiamento desde que o valor do imóvel, segundo avaliação da instituição financeira, não seja superior a R$ 750 mil. A estratégia é comprar um imóvel pronto ou construir, assim podem parar de pagar o aluguel e assumem o compromisso da diferença entre o valor da prestação do financiamento e o do aluguel. O cliente está convencido de que podem fazer isso com a renda conjunta do casal, o dinheiro do FGTS, mais uma boa dose de controle nos gastos. O novo valor teve um ajuste de 6,78% via aprovado na semana passada o Orçamento de 2014 com a previsão do mínimo de R$ 724 a partir de 1º de janeiro. O valor ficou acima dos R$ 722,90 previstos na proposta enviada pelo Executivo em agosto. O novo valor vai gerar um custo extra de R$ 250 milhões para a União.

[close]

p. 5

São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 GERAL 05 COMÉRCIO_______________________________________________________________ Vendedores ambulantes querem formar associação Possibilidade foi levantada depois que os trabalhadores passaram por fiscalização A pesar do recesso da Câmara já ter iniciado, na manhã da sexta-feira, 20, o vereador Paulo Nunes recebeu vendedores ambulantes para um encontro que pode representar o primeiro passo na criação de uma associação de classe. A ideia surgiu depois que trabalhadores do segmento foram fiscalizados por agentes da Prefeitura durante um dos shows do Natal da Família Sepeense e alegaram ter passado por constrangimentos. “Falaram em multa de R$ 400 reais e ameaçaram até chamar a Brigada Militar, mesmo já estando com a brasa apagada e não vendendo mais. Fiquei no local, pois queria assistir ao show e mesmo assim não tinha como carregar tudo rapidamente”, contou Denise Machado, vendedora de churrasquinho. Na reunião, foi definida uma comissão provisória que irá tratar dos interesses dos ambulantes garantindo que estes possam vender seus produtos mediante alvará. A possibilidade de fundar em São Sepé uma associação padronizaria os serviços da categoria oferecendo aos consumidores alimentos com selo de qualidade inspecionado pelos órgãos competentes. Quanto à fiscalização, considerada ocasional pelos vendedores, a cobrança é que ela seja constante, mas que aconteça também a estabelecimentos. A iniciativa do encontro gerou repercussão na Prefeitura, que publicou uma nota de esclarecimento na sua página institucional. O texto diz que, mediante divulgação prévia através dos veículos de comunica- AI CÂMARA DE VEREADORES O ano da Copa ão dá para acreditar que estamos batendo na porta de 2014. O tempo não passa! Simplesmente voa! Lembro quando criança que havia um dos tantos falos presságio que o Mundo acabaria no ano 2000. Recordo que eu calculava que idade teria no anunciado apocálipse. Estaria completando 46 anos já teria aproveitado bastante a minha passagem mundana. Cruzei 14 anos do seria o nosso ponto final. Seguido em frente, 2014 é o ano da segunda Copa do Mundo no Brasil.Sem entrar no mérito dos investimentos desnecessários e bilhões desperdiçados, revivo as histórias do maior certame mundial de futebol que acompanhei. Em 1950 não havia nascido quando o Uruguai aprontou para a favorita seleção brasileira. Minhas referência foram narradas pelo meu pai. “Todo mundo tocava flauta dos castelhanos, afirmando que eles levariam uma tremeda goleada”, contava ele que naquela época morava em Bagé. A primeira Copa que lembro mais detalhes ocorreu em 1966, na Inglaterra. O Brasil buscaria o tricampeonato mundial e mesmo com Pelé e Garrincha não passou da primeira fase. Uma grande decepção. Em 1970 surgiu na minha opinião a melhor seleção de todos os tempos. Levou a Copa Julis Rimet invicta e ainda aplicou 4 a 1 na Itália no jogo final. Carlos Alberto Torres, Clodoaldo, Gérson, Rivelino, Jairzinho Pelé e Tostão deram um show que assisti pela televisão. Falam muito da seleção de 1982, comandada pelo Tele Santana, mas que foi eliminada pelos italianos, perdendo por 3 a 2. Depois do inesquecível jogo entre uma seleção gaúcha e a do Brasil deixei de ser um torcedor fanático pela equipe canarinha. Minha paíxão futebolística e maior do que pela minha Pátria. Sofro mesmo é pelo Tricolor dos Pampas. Nesta atual indiferença em relação às expectivas da seleção brasileira, jogando em casa novamente, tenho uma convicção que o Felipão não deixará repetir a “catástrofe” de 1950. N Vereador Paulo Nuner recebeu representantes da classe na Câmara ção e pela página oficial da Prefeitura Municipal no Facebook, os vendedores ambulantes foram alertados sobre a necessidade da regularização de suas atividades. Para tanto, o pagamento da taxa diária de R$ 7,27 (para comércio de lanches) ou R$ 13,33 (para vendas de bebidas alcoólicas) garantia ao comerciante o direito de permanecer em via pública sob local orientado pela Fiscalização a fim de proporcionar à comunidade um espaço para consumo durante os eventos, bem como, respeitar a área dos bares já estabelecidos no entorno dos locais que receberam atividades. Sobre a abordagem que causou incômodo nos ambulantes, a informação é de que a fiscalização solicitou a um comerciante a retirada do local devido a este não possuir a autorização para exercer determinados fins, diferente de outros pa- res já licenciados. Conforme o relato publicado na internet, o fiscal acatou o pedido do comerciante de que fosse dado um prazo para que os lanches já encomendados pudessem ser entregues. Ao respeitar o período de uma hora, a equipe de fiscalização retornou ao local pedindo, novamente, o recolhimento da estrutura. Com a recusa do comerciante, o fiscal explicou sobre a possibilidade de aplicação de multa. Não obtendo sucesso novamente, a equipe composta por dois fiscais solicitou a documentação do trabalhador. Como o pedido não foi acatado, os fiscais solicitaram apoio da Brigada Militar para que os documentos pudessem ser entregues a fim de que medidas legais fossem cumpridas. Com a chegada da BM, os comerciantes concordaram em deixar o local não sofrendo a aplicação da multa. Brigada realiza jantar de confraternização tempo de festa, alegria e de avaliar o ano que se encerra, então, tradicional jantar de confraternização da Brigada Militar de São Sepé ocorreu no sábado, 21. O jantar no restaurante do Sindicato Rural reuniu policiais militares que atuam no município e seus familiares. Com músicas variadas os participantes se divertiram e aproveitaram para dançar. Confraternização reuniu policiais e familiares no sábado, 21 É PAULO EDUARDO OLIVEIRA

[close]

p. 6

06 GERAL São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 VERÃO____________________________________________________________________________________________________ Lazer com responsabilidade Comportamento dos banhistas é decisivo para evitar afogamentos em praias, rios e piscinas ARQUIVO A FONTE Cuidados devem ser redobrados em áreas não cobertas por salva-vidas s números são preocupantes: quatro crianças de até 14 anos morrem afogadas a cada dia no país. A estatística apresentada pela Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático traz um alerta que se estende aos adultos especialmente no verão: na hora de se refrescar em rios, lagos e piscinas todo o cuidado é pouco. O forte calor que tem feito O nos últimos dias vem movimentando os pontos de banho em São Sepé. Passar o dia em um destes locais pode ser muito divertido, mas é preciso lembrar que grande parte dos afogamentos ocorre em situações de lazer, quando quase ninguém cogita a possibilidade de uma tragédia. Por isso é fundamental que os banhistas não superestimem a sua capacidade de natação. In- dicadores apontam que 30% das pessoas que sofrem acidentes na água não conseguiriam se salvar pelo seu próprio esforço ou serem ajudadas por não profissionais que presenciassem a cena. Esta informação se faz importante em um município como São Sepé, em que não há cobertura da Operação Golfinho, da Brigada Militar do Rio Grande do Sul. Apesar dos riscos, a boa notícia é que com senso de responsabilidade é possível aproveitar a estação quente. Quem pretende aproveitar os últimos dias do ano em balneários deve ter consciência sobre as suas limitações e reconhecer que as funções normais do corpo podem ser alteradas pelo uso de medicamentos ou bebidas alcoólicas. Em relação aos pequenos, o ideal é que não fiquem sozinhos em áreas não supervisionadas por salva-vidas e nem se afastem a uma distância maior que o comprimento do braço de seus responsáveis. Boias e outros equipamentos infláveis representam alguma segurança, mas vale lembrar que podem estourar a qualquer momento ou ser carregados pela correnteza. O correto é a utilização de um colete salva-vidas sempre que a criança estiver em contato com o meio líquido. E se as estratégias de prevenção falharem? Infelizmente esta possibilidade não pode ser descartada. No caso de se presenciar um afo- gamento, a regra número um é manter a calma e não se jogar na água por impulso para resgatar a vítima se não tiver alguma experiência em resgates. O socorro deve ser feito de forma apropriada, nunca provocando uma situação em que as duas pessoas fiquem em risco. Em uma emergência, a prioridade não é tirar a pessoa da água, mas tentar fornecer a ela um meio de apoio que flutue. Evitando acidentes na água: - Evite ingerir bebidas alcoólicas e alimentos pesados, antes do banho de mar, rio ou piscina; - Nunca tente salvar alguém em apuros se não tiver confiança em fazê-lo. Muitas pessoas morrem desta forma; - Desligue o filtro da piscina em caso de uso e sempre que possível deixe um telefone sem fio nas imediações desta área de lazer, pois, caso seja necessário, será possível chamar socorro de forma mais rápida; - Pergunte ao guarda-vidas o melhor local para o banho; - Tome conhecimento e obedeça às sinalizações de perigo na praia; - O rápido socorro é fundamental para o salvamento da criança que se afoga, pois a morte por asfixia pode ocorrer em apenas 5 minutos. Por isso é tão importante que pais, responsáveis, educadores e outras pessoas que cuidam de crianças aprendam técnicas de primeiros socorros; Aulas no Estado iniciam em 24 de fevereiro C onforme nota do site da Secretaria da Educação do Rio Grande do Sul, as aulas nas escolas estaduais iniciam no dia 24 de fevereiro. O ano letivo começa em fevereiroe tem previsão de término para 19 de dezembro. Nas redes municipais e pri- vada o início das aulas poderá oscilar entre os dias 17 e 24 de fevereiro. O recesso escolar de inverno será entre 19 de julho e 3 de agosto. O calendário proposto cumpre a carga horária mínima de 200 dias letivos e 800 horas de aulas no Ensino Fundamental e de 1.000 horas no Ensino Médio. Não haverá férias durante o período de realização da Copa do Mundo de futebol. Os dias de jogos do Brasil, quando será decretado feriado nacional, deverão ser recuperados pelas redes de ensino. Copa do Mundo A liberação de aulas durante a Copa do Mundo está expressa no Parecer nº 21/2012 do Conselho Nacional de Educação (CNE), homologado pelo Ministério da Educação, e, também, no Parecer 270/2013 do Conselho Estadual de Educação (CEEd RS). O Parecer reco- menda que as escolas decidam se vão ajustar ou não o período de férias escolares com a duração da Copa do Mundo em 2014. Até então, a Lei Geral da Copa determinava que não houvesse aulas durante a Copa do Mundo.

[close]

p. 7

São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 GERAL 07

[close]

p. 8

08 SAÚDE São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 CUIDADOS_____________________________________________________________________________________________________ Saiba como evitar as micoses no verão O verão traz o calor, praia, piscinas, mas também algumas doenças. por isso é preciso ficar atento M uitos brasileiros ficam ansiosos pela chegada do verão. É uma ótima oportunidade para curtir a praia, a piscina e, quem sabe, até viajar para as regiões litorâneas. Em férias escolares, algumas crianças e adolescentes aproveitam os meses de calor intenso em casas de praia, de familiares ou amigos. Mas, para desfrutar de tudo que o verão tem de bom, é preciso tomar alguns cuidados especiais com a saúde. Algumas doenças tornam-se mais comuns nos períodos mais quentes e úmidos do ano. Um bom exemplo são as micoses, que ocorrem com mais frequência no verão, em decorrência de calor e umidade, suor intenso, uso de óleos de bronze- ar, roupas molhadas e outros fatores que facilitam a proliferação de fungos e a disseminação de doenças. As micoses são classificadas como: • superficiais - localizadas na camada externa da pele, não costumam trazer maiores problemas para a saúde, sendo fáceis de tratar; • profundas - estas são mais graves e de tratamento difícil, porque os fungos se disseminam pela corrente sanguínea e linfática, podendo chegar a atingir órgãos internos, como pulmões e intestinos ou ossos e sistema nervoso. Entre as micoses superficiais, a micose de praia, ou pitiríase versicolor como é chamada pelos médicos, é a mais comum. DIVULGAÇÃO Levar o próprio material quando for à manicure é uma das dicas dos especialistas Conhecida popularmente também como pano branco, ela não é, ao contrário do que se pensa, adquirida propriamente na praia ou na piscina. De acordo com dermatologistas, o fungo causador da micose (Malassezia furfur) habita a pele de todas as pessoas, mas somente aquelas que já têm uma predisposição genética, quando submetidas a determinadas condições, desenvolvem a doença. Se você já teve micose de praia alguma vez, é bom tomar algumas precauções. Apesar de o tratamento para a micose de praia ser rápido, ele apenas torna o fungo inativo e, por isso, tem boas chances de voltar a se desenvolver. Sendo assim, o melhor é evitar o uso de bronzeadores e protetores solares à base de óleo, além de cremes de cabelo, em excesso, que escorrem pelo corpo. A pitiríase versicolor também não é a única micose vilã do verão. Profissionais alertam que existem outras micoses bem mais contagiosas e essas, sim, mais facilmente adquiridas nos banhos de praia e de piscina. São as chamadas tineas ou dermatofitoses, que podem ocorrer em várias partes do corpo, como virilha, mãos, unhas e pés. Sungas molhadas, por exem- plo, facilitam a aquisição da tinea cruris, localizada entre as coxas, na forma de manchas avermelhadas, provocando coceira. Mais comum nos homens, esta micose, se não tratada, pode se alastrar pela região genital. Nos clubes, é bom evitar o contato com a água parada que fica na entrada de piscinas e chuveiros, porque também favorecem o risco de contaminação, principalmente das unhas e dos pés. Uma dermatofitose bastante conhecida é a frieira ou péde-atleta, que normalmente aparece entre os dedos em forma de rachaduras, ou ainda, na planta dos pés, como pequenas bolhas que descamam, pele esbranquiçada e mole, além de coceira, muita coceira. Já as micoses de unha, chamadas de onicomicoses, podem se manifestar de diversas formas, como unhas quebradiças, ou mais espessas, duras e grossas. Estas são difíceis de tratar por causa do tratamento demorado. Uma forma de contágio comum da micose de unha é o uso de alicates e outros materiais de manicure contaminados. Algumas dicas para evitar as micoses • Evite usar produtos que aumentem muito a oleosidade da pele; • Evite andar descalço, principalmente em pisos úmidos ou públicos, como lava-pés, vestiários e saunas; • Não use objetos pessoais (roupas, calçados, pentes, toalhas, bonés) de outras pessoas; • Seque-se sempre muito bem após o banho, principalmente as dobras de pele, como axilas, virilha e dedos dos pés; • Evite ficar com roupas de banho molhadas por muito tempo; • Prefira meias e roupas íntimas de algodão, pois as fibras sintéticas retêm o suor; • Quando for à manicure ou pedicure, leve seu próprio alicate, lixa e tesoura. Caso não os tenha, verifique se estão todos esterilizados; • Evite usar o mesmo sapato dois dias seguidos e, de maneira alguma, use a mesma meia antes de lavá-la. Fonte: www.invivo.fiocruz.br

[close]

p. 9

São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 SAÚDE 09 VIVER BEM_____________________________________________________ Evite a indigestão e ressaca de final de ano Não só as bebidas causam indisposição, a má alimentação também traz desconforto DIVULGAÇÃO Dor de cabeça é um dos sintomas da ressaca F esta de Natal e Ano Novo, mesa farta, comida e bebidas à vontade e muita comemoração. Resistir às delícias das festas de fim de ano é quase impossível. A vontade de provar todas as comidinhas que não fazem parte do cardápio diário leva a um exagero na quantidade ingerida e o resultado é má digestão e sensação de estufamento. Nutricionistas explicam que para evitar os desconfortos causados pelos excessos, deve-se recorrer a soluções com propriedades digestivas. Alguns medicamentos fitoterápicos encontrados nas farmácias também ajudam a amenizar o problema. Confira seis dicas de especialistas para aproveitar as festas de fim de ano sem sofrer com a má digestão. - Se estiver com fome antes de sair para uma festa com os amigos, coma uma fruta com aveia. Isso garante a saciedade e evita que você caia de boca em guloseimas; - Não beba líquidos junto com comidinhas para evitar a sensação de estufamento; - Abusou de carnes e frituras? Uma fatia de abacaxi com raspas de limão e hortelã picados auxilia na digestão; - Troque as opções fritas por assadas: asse o alimento em forno baixo para garantir o cozimento interno e aumente a temperatura no final para dourar e deixar o alimento crocante; - Espere pelo menos 15 minutos para atacar a sobremesa. Escolha cuidadosamente o seu preferido e coma um pedaço; - Na hora da ceia, prefira comprar carnes menores. A tendência é investir em pedaços de pernil ou peru muito grandes, o que induz as pessoas a comerem mais do que o necessário. E a ressaca? Veja algumas dicas para be- ber e não ficar com aquela tremenda dor de cabeça e mal-estar no outro dia. Todos estes efeitos indesejáveis podem ser evitados com alguns cuidados antes, durante e até depois das comemorações. Pesquisas recentes apontam e profissionais advertem que a hidratação regular e boa alimentação podem salvar o dia seguinte. A primeira orientação para evitar os sintomas é alimentar-se bem. Ingerir bebidas alcóolicas em jejum, por exemplo, não faz bem, pois potencializa o esvaziamento gástrico e a absorção de álcool. Especialistas dizem que nos dias das festas é necessário consumir alimentos pobres em gorduras, com poucos condimentos e hidratar-se o tempo todo. Já para o dia seguinte, a fim de minimizar os sintomas da ressaca, a recomendação é consumir cerca de três litros de água ao longo das 24 horas seguintes. Para diminuir os efeitos do álcool no fígado, frutas, verduras e alimentos ricos em fibras devem ser consumidos. Os alimentos que podem atenuar sintomas da ressaca: - água de coco, gengibre e limão (contra náuseas e vômitos) - Arroz integral; - Batata, inhame, cará, mandioca, batata doce; - Abóbora moranga; - Frutas; - Folhas verdes (principalmente as escuras, como couve e espinafre); - Alho; - Chá verde.

[close]

p. 10

10 REGIÃO São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 ETAPA_______________________________________________________________________________________________ Sesc leva esporte e lazer a Vila Nova do Sul Fase municipal acontece nos dias 1º e 2 de fevereiro com o objetivo de melhor a qualidade de vida da população Circuito Verão SESC de Esportes está de volta para agitar a estação mais quente do ano. São milhares de atletas de todo Rio Grande do Sul em competições de vôlei de praia, futebol de areia, handebol de areia, basquete de areia e futevôlei. A competição tem por objetivo proporcionar as comunidades gaúchas atividades esportivas e de lazer relacionadas com esportes de verão, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos participantes. Na região, Vila Nova do Sul sediará os jogos nos dias 1º e 2 de fevereiro. As inscrições serão feitas até a sexta-feira, 31 de janeiro. De acordo com o SESC, não serão aceitas inscrições no dia do evento. Informações podem ser obtidas no Balcão Sesc/Senac de São Sepé, pelo telefone 3233 2726. Os atletas participantes do O Circuito Verão SESC de Esportes deverão ter idade mínima de 16 anos completos no momento da inscrição. Nas fases municipais e finais o número máximo de atletas por equipe será o seguinte: Basquetebol de areia – 08 atletas mais o técnico Futebol de Areia – 10 atletas mais o técnico Handebol de Areia – 10 atletas mais o técnico Voleibol de Duplas – 02 atletas Futevôlei – 02 atletas Premiação A Fase Municipal terá a seguinte premiação: Medalhas de 1º, 2º e 3º lugares por modalidade e naipe; Na fase final serão medalhas e troféus por modalidade e naipe. DIVULGAÇÃO Interessados em participar devem fazer sua inscrição pela internet Ampliação e reforma na unidade de saúde Formigueiro recebe médico cubano A O município de Formigueiro recebeu no dia 12 de dezembro o médico cubano Jorge Luiz Lopez. O profissional faz parte do programa do Governo Federal “Mais Médicos para o Brasil”. De acordo com o prefeito Gildo Bortoloto, Lopez irá desempenhar suas atividades na atenção básica do município. No primeiro trimestre de 2104 está prevista a chegada de mais um médico. s obras de reforma e ampliação da Unidade de Saúde de Vila Nova do Sul já começaram. Serão reformados cerca de 300m² de área e mais 400m² serão construídos, ampliando a estrutura da UBS. As obras deverão durar cerca de 8 meses e o orçamento investido é de R$ 480 mil. A verba destinada para a melhoria da UBS é oriunda da Secretaria de Saúde do Estado, conseguida através de pleito do prefeito municipal Sérgio Coradini. Com a obra no prédio, a Secretaria de Saúde do município, que também funciona junto a UBS, será transferida tem- DIVULGAÇÃO Obras começaram no início de dezembro porariamente para um prédio localizado na Av. Sincero Lemes, nº 266. “Todos os serviços das secretarias serão transferidos para este prédio. Já os serviços da Unidade Básica de Saúde continuarão normalmente aqui no prédio, mesmo com a reforma”, salientou a secretária de saúde Letícia Coradini.

[close]

p. 11

São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 SERVIÇOS 11

[close]

p. 12

12 SERVIÇOS São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 Oração às Treze Almas “Oh! Minhas 13 Almas Benditas, sabidas e entendidas, a vós peço, pelo amor de Deus, atendei o meu pedido. Minhas 13 Almas Benditas, sabidas e entendidas, a vós peço, pelo sangue que Jesus derramou, atendei o meu pedido. Pelas gotas de suor que Jesus derramou do seu Sagrado Corpo, atendei o meu pedido. Meu Senhor Jesus Cristo, que a vossa proteção me cubra, vossos braços me guardem no vosso coração e me proteja com os vossos olhos. Oh! Deus de Bondade, vós sois meu advogado na vida e na morte; peço-vos que atendei os meus pedidos, livrai-me dos males e dai-me sorte na vida. Segui meus inimigos; que olhos do mal não me vejam; cortai as forças dos meus inimigos. Minhas 13 Almas Benditas, sabidas e entendidas, se me fizerem alcançar esta graça (dizer a graça), ficarei devoto de vós e divulgarei. Reza-se 13 Pai Nosso e 13 Ave Maria, 13

[close]

p. 13

São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 RURAL 13 CLIMA_________________________________________________________________________ Previsão de estiagem na estação mais quente do ano Estudos indicam uma situação não favorável à ocorrência de chuva no Estado monitoramento das águas do Oceano Pacífico Equatorial e as previsões dos modelos climáticos indicam neutralidade climática, ou seja, sem influência de El Niño e La Niña. Portanto, para o início do verão as análises indicam uma situação de neutralidade climática, como mostra seta sobre o Oceano Pacífico na figura ao lado. Os principais modelos climáticos mostram uma diminuição significativa nos volumes de chuva na segunda quinzena de dezembro e, principalmente, em janeiro, podendo se estender para fevereiro. O que poderá alterar um pouco este quadro é a temperatura do Oceano Atlântico junto à costa do Rio Grande do Sul, como mostra a seta sobre o Oceano Atlântico na figura. Com a previsão de se manter com a água aquecida junto à costa, há maior possibilidade de contribuir com o aumento da umidade sobre o Estado e assim formação de nuvens de chuva, especialmente no Leste do Estado, podendo também contribuir para intensificação de nuvens de chuva pelo Interior do Rio Grande do Sul. Nesse sentindo, a umi- Na reta final Os produtores de seis municípios gaúchos já encerraram o plantio de arroz no Estado, segundo o levantamento realizado pela Seção de Política Setorial do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), as cidades de Quaraí, Santo Antônio das Missões, Uruguaiana, Rosário do Sul, Torres e Jaguarão finalizaram a semeadura do cereal. Até o momento, 94,5% da área de 1.115.127 hectares destinadas ao cultivo de arroz foram semeados. O plantio tradicionalmente ocorreria até 10 de dezembro, porém conforme destaca o supervisor da divisão de assistência técnica e extensão rural do Irga, Rui Ragagnin, devido à grande ocorrência de chuvas em algumas regiões, o processo pode se estender até o final do mês. A área plantada até o momento é de 1.054.247 hectares. A Zona Sul é a região mais adiantada, com 98,9% de área semeada e uma intenção de plantio de 180.664 mil hectares, seguida da Fronteira Oeste com 98,9 %, que é a região com maior área no Estado com a estimativa de plantar 332.929 mil hectares. A Planície Costeira Interna está com 92,9% do total. A Depressão Central apresenta 92,3% enquanto a Planície Costeira Externa e a Campanha estão com 91,4% da área cultivada. O DIVULGAÇÃO Previsão de Anomalia no oceano Pacifico e Atlântico, nos meses dezembro, janeiro/fevereiro de 2014 dade que virá do mar poderá reverter um quadro mais grave de estiagem no Estado. A região que mais deverá ser afetada com período mais prolongado de estiagem é da Campanha nesta avaliação. O litoral Norte e Serra do Nordeste podem ter um evento de muita chuva num período curto de tempo, entre o final de dezembro e até os primeiros 20 dias de janeiro. Em fevereiro e março, os modelos indicam uma condição melhor nas precipitações, no que se refere aos volumes e na distribuição. BOI GORDO: SOJA: ARROZ: Beneficiado t1: Beneficiado t2: Em casca: 3,60 /kg 69,50 sc 43,50 /fd 40,50 /fd 33,00 /sc Declaração de Aptidão ao Pronaf S indicato Rural de São Sepé e Cooperativa Tritícola Sepeense Ltda firmaram uma parceria com o objetivo de emitir a DAP V – Declaração de Aptidão ao Pronaf – Variável, com esta declaração os associados da Cotrisel terão mais benefícios na venda da soja. Hoje o produtor que possui DAP recebe R$ 1,00 a mais no valor de mercado, por saca de soja, entregue na Cotrisel. O objetivo é que 60% dos associados da Cotrisel tenham a DAP, com isso a Cooperativa receberá a DAP Jurídica, o que aumentará o valor pago ao associado portador de DAP. Tanto Sindicato Rural como Cotrisel buscam o fortalecimento dos agricultores, por isso estão buscando que o maior número de Pronafianos retirem sua DAP. Criada pela Secretaria de Agricultura Familiar e pelo Ministério de Desenvolvimento Agrário, a DAP é utilizada como instrumento de identificação do agricultor familiar para acessar políticas públicas, como o Pronaf. Para obtê-la, o agricultor familiar pode se dirigir ao Sindicato Rural de São Sepé, de posse do CPF, cédula de identidade, talão de produtor dos últimos doze meses, registro da área no caso de proprietário, se o produtor possuir outras rendas deve levar também os comprovantes dos últimos doze meses. Para quem arrenda terra, deve levar o registro da terra no nome do proprietário, CPF e identidade do mesmo. Para os produtores casados a documentação do cônjuge deve ser levada junto. O Programa Nacional de Fortaleci- mento da Agricultura Familiar (Pronaf) financia projetos individuais ou coletivos, que gerem renda aos agricultores familiares e assentados da reforma agrária. O programa possui as mais baixas taxas de juros dos financiamentos rurais, além das menores taxas de inadimplência entre os sistemas de crédito do País. O presidente do Sindicato Rural de São Sepé e vice-presidente da Farsul, José Aurélio Saldanha Silveira, informa a todos os produtores rurais interessados, que a entidade emite a DAP sem custos, sejam eles associados ou não e que o Sindicato Rural está em constantes treinamentos junto ao Sistema Farsul para melhor atender os produtores rurais, já iniciando o ano de 2014 com participação no treinamento sobre CNIS Rural.

[close]

p. 14

14 ESPORTES São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 OPORTUNIDADE_______________________________________________________________ Projeto Peneirinha abre portas ao disputado mundo do futebol Os vencedores ganham um ano de escolinha de futebol sonho de ser um jogador de futebol é acalentado por nove a cada dez meninos. O brilho nos olhos é nítido quando falam em Neymar, Cristiano Ronaldo, Fred, Ronaldo Fenômeno ou Gaúcho, ídolos da atualidade. E os mais velhos, que nas rodas de conversa se lembram das jogadas de Pelé, Garrincha, Dunga, Bebeto e Romário, entre tantos outros. Para quem luta pelo sonho de ser um jogador reconhecido, estão abertas as inscrições para o Projeto Peneirinha, que é uma realização da Procter & Gamble e do Grupo RBS com patrocínio da Head and Shoulders, apoio de Oral B, Ariel, Gillette Prestobarba 3 e Duracell, com o apoio institucional das federações Gaúcha e Catarinense de futebol. O torneio para crianças entre 9 e 13 anos, que bus- O ca revelar no- DIVULGAÇÃO vos talentos do futebol no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, ocorre de janeiro a fevereiro de 2014. Serão sete cidades participantes desta edição de verão, com uma novidade: pela primeira vez uma seletiva no litoral. Em 2012, foram 22 mil inscritos. Haverá quatro seletivas regionais e uma final no Rio Grande do Sul e três seletivas regionais e uma final em Santa Catarina. As inscrições podem ser feitas no site: www.peneirinhashs.com.br. É necessário, para a inscrição, o comprovante de matrícula para o ano de 2014 Jogar bem e ser reconhecido é meta de vários meninos Recopa gaúcha é em janeiro ou boletim de 2013 ou declaração do diretor da escola onde estuda; comprovante de inscrição e assinatura do responsável. A peneira, em Santa Maria, será nos dias 18 e 19 de janeiro e 8 e 9 de fevereiro em Porto Alegre. Os vence- dores, dois de cada estado, ganham um ano em uma escolinha de futebol de sua cidade – com material esportivo e didático inclusos. Além disso, os finalistas concorrem por sorteio a entrar em campo com a Seleção Brasileira. A abertura oficial do futebol gaúcho em 2014 já tem dia definido: 13 de janeiro. Na data, será disputada a Recopa Gaúcha, competição que envolve o Internacional, campeão gaúcho de 2013 e o Pelotas, vencedor da supercopa gaúcha. O jogo ocorre no estádio Boca do Lobo, em Pelotas. Desconto no IPVA para motoristas sem multas chega a 15% A redução média do Impossobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de veículos usados no Rio Grande do Sul deverá ser de 4,1% em 2014, enquanto o desconto para os motoristas que não tiveram multa chegará a 15%. O prazo para quitar o IPVA com desconto máximo é 2 de janeiro de 2014. Além de não haver correção monetária no valor, o motorista que pagar até essa data ganhará um desconto de 3%, que aumentará para 5% se o contribuinte estiver cadastrado no programa Nota Fiscal Gaúcha — o prazo para cadastramento expirou no último dia 15. Outra opção ao pagamento à vista é o parcelamento, também com descontos. Serão três parcelas, em 31 de janeiro, 28 de fevereiro e 31 de março, com abatimento de 3%, 2% e 1%, respectivamente. A partir de abril, o pagamento será normal, sem descontos, até julho, escalonado em um calendário conforme a dezena final das placas. A Sefaz ainda não informou o valor esperado de arrecadação antecipada do IPVA em 2014. Em 2013, o montante foi de R$ 583 milhões. O modelo e o ano dos veículos também influenciarão na queda do IPVA, com base na des- ARQUIVO A FONTE Pagamento antecipado — A partir de 3 de janeiro de 2014, em três parcelas iguais: vencimentos em 31 de janeiro (3% de desconto), 28 de fevereiro (2%) e 31 de março (1%) — Pagamento único: até 2 de janeiro — Desconto para motorista sem multas: 10% a 15% — Desconto para participantes do Programa Nota Fiscal Gaúcha: 5% Motoristas podem parcelar IPVA 2014 ou aproveitar os descontos no pagamento valorização que sofreram, o que poderá resultar em abatimento maior do que os 4,1% de média no valor dos veículos usados. Durante a maior parte do ano, os negócios não foram dos me- lhores para as revendas desse segmento. A expectativa de arrecadação com o IPVA 2014 é de R$ 2,2 bilhões, sendo que 40% do valor pago pelo contribuinte ficam com o Estado e os outros 40% com o município onde o veículo foi emplacado e 20% são destinados ao Fundeb. O governo do estado pretende arrecadar R$ 600 milhões até 02 de janeiro.

[close]

p. 15

São Sepé, RS, sábado, 28 de dezembro de 2013 PRISÃO__________________________________________________________________________________ POLÍCIA 15 Taxista investigado pela Polícia Civil é preso com drogas Homem foi pego em flagrante na manhã de quinta-feira, 26 COMUNIDADE SEPEENSE Ajude a combater a violência. CONSCIENTIZE-SE Em situações suspeitas, ligue U ma denúncia por “Maria da Penha” levou a Brigada Militar até uma residência, na rua Lauro Bulcão, próximo ao depósito da Coca Cola, na manhã de quintafeira, 26, por volta das 7h30min. No entanto, ao chegar ao local, os policiais prenderam em flagrante Denis Marcelo Souza, 31 anos, por tráfico de drogas e lesão corporal. Na casa, foram encontrados 11 papelotes de cocaína, além de dinheiro, uma balança de precisão e material típico para embalagem dos produtos ilícitos. A Polícia Civil já vinha monitorando o taxista há algum tempo, por suspeitar do envolvimento dele com o tráfico de entorpecentes na cidade. Denis foi levado para a delegacia para prestar depoimento e depois recolhido ao Presídio Estadual. A mulher que foi agredida por ele sofreu lesões na cabeça, pernas e braços. No local, também foram apreendidos uma soqueira e um aparelho de choque. DIVULGAÇÃO DP 190 ou 3233 1385 Acidentes no interior No último domingo, 22, foram registrados dois acidentes de trânsito no interior de São Sepé. O primeiro deles ocorreu por volta de 12h30min, no Baixo Grande. O motorista do veículo perdeu o controle numa curva, em área de terra solta. Não houve feridos, apenas danos materiais. Por volta das 19h30min, na estrada que faz ligação ao município de Vila Nova do Sul, uma camioneta colidiu na traseira de um carro. O motorista alegou que a poeira dificultou a visibilidade. O acidente também resultou em danos materiais. Arrombamentos em residências A Brigada Militar fez o registro de três ocorrências em casas, entre os dias 20 e 23 de dezembro. O primeiro furto ocorreu no dia 20, por volta das 23h, na rua João Picada, próximo ao CIEP. Marivone Vargas relatou aos policiais que saiu de sua casa pouco antes das 20h e ao retornar às 23h30min, notou que a janela estava arrombada e foram furtados 70 reais. Na madrugada do dia 22, o morador Aramis Martin Leão comunicou que foi furtado do pátio de sua residência, no bairro Kurtz, na rua Deoclésio Pereira, uma piscina de 7.000 mil litros e o motor da mesma. A vítima deu falta do objeto quando chegou ao local. Na mesma data, um morador do bairro Santos informou que teve sua casa invadida, sendo levado um notebook (que foi recuperado), perfumes, alimentos e roupas. A Polícia Civil investiga o furto à residência. Material que foi encontrado na casa do taxista de 31 anos preso em flagrante Brigada Militar realiza Operação Natal Seguro om as festas de final de ano, comércio aumenta seu movimento, assim como trânsito de veículos e pessoas na cidade. Pensando nisso, a Brigada Militar intensificou o policiamento na cidade, principalmente onde há grande flu- C xo de pessoas, como em estabelecimentos comerciais e bancários. Na última semana, foi lançada a Operação Natal Seguro. De acordo com o sargento Cabral, as pessoas podem realizar as suas compras com mais tranquilidade. A operação visa proporcionar uma sensação de segurança para os comerciantes e seus clientes. “Estamos atentos, nesta época as pessoas recebem o 13º salário e compram mais. Alertamos para que ao observar qualquer atitude ou indivíduo suspeito ligar para o 190. Se há alguém estranho em sua rua ou bairro, carro suspeito, nos avise, pois tudo é feito de forma sigilosa e ninguém saberá quem ligou para a Brigada”, enfatiza o sargento. A operação deve continuar até depois do Réveillon. Acidente na cidade Carlos Barbosa deixa sepeense ferido DIVULGAÇÃO DP U Santana teve parte lateral e frontal destruída com o impacto ma colisão frontal entre um Golf e um Santana deixou duas pessoas feridas, uma delas em estado grave, na tarde de domingo (22) na RSC-470 em Carlos Barbosa, por volta de 18h40min no Km 229 da rodovia. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e do Corpo de Bombeiros Voluntários, um dos motoristas realizava uma ultrapassagem quando ocorreu a colisão frontal. Com o impacto o veiculo Santana, placas IAY-0537 de Carlos Barbosa, saiu da pista e parou ao lado da rodovia. O motorista do Santana, sepeense de Cleverson Pinheiro França, 22 anos, ficou preso às ferragens. Ele passou por uma cirurgia nas pernas e está se recuperando no hospital. Os dois motoristas ficaram feridos e foram socorridos pelos Bombeiros das duas cidades e Samu, e levados para os hospitais São Roque e Tacchini. Segundo o Corpo de Bombeiros, o estado mais grave era de Cleverson. O motorista do Golf placas de Garibaldi CCF-2877, sofreu ferimentos e suspeita de fratura nas pernas. Ele foi identificado como Wilson da Silva Faicht, de 23 anos.

[close]

Comments

no comments yet