JORNAL O MARISCO 179

 

Embed or link this publication

Description

Feliz 2014 / Ponto de Cultura Flor da Areia no 8 Forum RS / Verão por Lizzi Barbosa / Amor Antena na Coluna do Luli / Cidreira Apedrejada

Popular Pages


p. 1

Ano X Nº 179 Foto: Ratão Diniz A Diretora Lizzi Barbosa esteve participando do 8ºFórum da Rede RS de Pontos de Cultura em Porto Alegre, representando o nosso Ponto de Cultura Flor da Areia. Na ocasião o Governador Tarso Genro anunciou o início das assinaturas do convênios para que os novos Pontos de Cultura do RS tenham condições de iniciar seus trabalhos o mais breve possível. O Ponto de Cultura Flor da Areia da Casa da Cultura do Litoral atende as comunidades de Cidreira e Balneário Pinhal e trabalha na perspectiva da inclusão social através de ações culturais na área de produção audiovisual. Vamos fazer Cinema na Praia! O Ponto de Cultura Flor da Areia já está com tudo pronto para dar início aos projetos de produção audiovisual com as nossas comunidades praieiras. Serão várias histórias da nossa praia que vão virar filme e todas as comunidades poderão participar, quer escrevendo histórias, atuando, ou na produção por trás das câmeras. Todos poderão aprender a fazer cinema se qualificando para trabalhar em produção artística cinematográfica. Um grande impulso para o fazer cultural em nossa praia e para o registro da nossa cultura. Diariamente às 11:00 e às 21:00 assista ao “Programa Histórias de Cidreira” e conheça mais sobre a nossa cidade e a nossa gente praieira!

[close]

p. 2

Pensando Bem... Não é uma ou duas vezes que nos paramos a pensar, repensar, refletir, ruminar os pensamentos sobre nossos conceitos, ações e verdades que tanto prezamos. Será que realmente é tudo assim mesmo? Olhamos ao redor e vemos que a nossa linha de pensamento e atitude não combina com nada do que é praticado. Falamos em solidariedade, em compartilhar, em construção coletiva em comunidades, falamos em socialização dos conhecimentos e falamos em desenvolvimento sustentável. No entanto o que vemos são pessoas jogando lixo nas ruas. O poder público jogando lixo nas ruas. E parece que ninguém está dando a mínima para isso. Onde o cidadão que pensa diferente vai se socorrer? Com o MP? Mas o próprio MP não está dando a mínima para isso ou para aquilo. Parece que tudo está a deus dará! Quando clamamos por pessoas para ajudar as comunidades, somem todos. Quando dizemos que será distribuída comida, aparecem uns quantos, só para ganhar seja lá o que for. Até voto! Quando falamos que precisamos de uma rede de tratamento de esgoto em nossa praia, nossos políticos fazem ouvidos moucos, não se interessam, a Prefeitura não quer saber de nada disso. E o MP? Este faz tempo que não quer saber. Quando estamos vendo nossa cidade sendo blindada pelo famigerado asfalto em detrimento de uma melhor qualidade de vida, parece que ninguém vê. Todos os dias vemos na TV desastres causados pela blindagem do solo. Mas aqui ninguém parece notar. Onde estarão as pessoas que pensam nas pessoas? Que de fato pensam no coletivo? Que de fato querem uma sociedade melhor para todos? VERÃO E aí chegou o verão E com o verão, os veranistas, os turistas, os hóspedes, os parentes... Também chegam algumas ferramentas do estado que só vemos nessa época. Todos esperam ansiosamente as férias escolares e as festas de fim de ano para garantir um pé de meia, ganhar um troco. Tem espaço pra todo mundo. Esperemos que venha junto com tudo isso, mais fraternidade, educação, empatia, bom senso, solidariedade e respeito, pois a nossa casa não é lugar onde pode tudo. Embora as vezes pareça terra de ninguém, em função dos inúmeros atos de corrupção e desmandos contra a comunidade, nossa casa é nosso lugar favorito também. Então algumas atitudes podem resolver muitos conflitos típicos do verão: - Abaixe o volume do som do seu carro, ninguém precisa ouvir a sua música preferida; - Trate as pessoas com educação; - Respeite as leis de trânsito e os pedestres; - Tenha bom senso na hora receber seus convidados, os vizinhos não precisam e nem querem fazer parte da sua festa; - Gentileza gera gentileza, pratique sem medo; - Respeite os idosos nas filas; - Dê o lugar para as grávidas; - Pare para os pedestres; - Não estacione na frente das rampas; - Não estacione nas vagas privativas para deficientes, eles precisam delas; - Use as palavras mágicas: por favor, com licença, muito obrigada e peça desculpas quando cometer alguma grosseria; - Evite ser grosseiro / a; - Use a lixeira, não espalhe seus móveis velhos nos terrenos baldios; - Não queime lixo na calçada, isso é perigoso e polui o ambiente; Não vivemos sozinhos no mundo e nossa praia recebe mais de 100 mil pessoas na temporada, se não conseguirmos conviver, a vida fica difícil, vamos respeitar a coletividade. SOLIDARIEDADE Essa palavra passou longe do dicionário de alguns cidadãos em Cidreira. Depois da chuva de pedras, a ganância venceu a humanidade e as pessoas se esqueceram de se importar com os outros para pensar nos próprios lucros. Cada dia que passa me entristeço por ver que nossa praia está perdendo a singeleza de ser nossa para ser de uns ou de outros e a comunidade que se rale. A mãe natureza não dorme e realmente acho que Cidreira foi apedrejada, mas o recado não foi entendido, o que mais precisa acontecer para Cidreira entrar no rumo certo? Lizzi Barbosa - Pedagoga, especialista em Educação Inclusiva. Fórum Coluna do AMOR ANTENA A Associação de Moradores da Vila da Antena, realizaram a eleição da nova Diretoria, e os sócios e M o r a d o r e s , comprometem-se a continuar a luta pela REGULARIZAÇÃO. É isto aí gurizada, vamos à Luta, pois é do interesse de vocês e da Comunidade. PARA TUDO QUE EU QUERO DESCER. Cidreira está passando por um grande dilema e as pessoas que deviam estar preocupadas, parece que não estão nem aí! Já se passaram alguns anos que o Ministério Público oficiou a Prefeitura Municipal, para que apresentasse um Plano para o esgoto da Cidade e nada foi feito. Agora, além de estarmos pagando R$1.000,00(um mil reais) por dia, por falta de cumprimento, a Cidade está parando, pois já se passaram mais de dois meses, sem que a Prefeitura emita, sequer um Habite-se. Não se vislumbra nenhuma possibilidade de que esta situação, melhore ou mude, pois nada está sendo feito para a solução do problema. Os investidores, estão procurando outros municípios para investir. Os construtores estão procurando outras praças, para construir. Os corretores. brevemente, não terão mais imóveis regularizados para vender. Os engenheiros e arquitetos, não terão mais clientes, para fazer as plantas. Os construtores não terão mais para quem construir e, os veranistas não virão mais para Cidreira. Este mesmo problema, enfrentaram todos os municípios e a grande maioria, já o solucionou, será que não existe ninguém em Cidreira que encontre a solução. É só fazer um Projeto para o esgoto da cidade. Até eu que nada entendo do mundo virtual, tenho certeza que conseguiria achar a solução, via Internet. Se pensarmos bem, se não aparecer uma solução rápida para o problema, todos vão perder, o município, os cartórios, os profissionais da área da construção, os moradores, ou seja, todos nós. Será que teremos que iniciar Protestos como já se fez noutros lugares? Se não vai por bem, vai na marra ou então vamos pedir para parar que nós vamos descer. Até quando? Pediram para parar! Parou. LUGAR DE LIXO É NO LIXO. Em tudo que é lugar que se preza é assim, mas aqui em Cidreira é diferente e a culpa não é só das autoridades, ditas competentes, mas também do moradores e veranistas que colocam seus lixos e sobras, em qualquer lugar. Com o temporal que arrasou com quase três mil casas, os restos de telhas e lonas, se espalham pela cidade. Nós também temos que cuidar de nossa cidade. Gostaria que os leitores prestassem bastante atenção e observassem a quantidade de lixo que tem espalhado pela cidade e, vejam como tenho razão de me preocupar. Se nada for feito, brevemente, este será outro problema que teremos muitas dificuldades para solucionar. SOU CIDREIRENSE E NÃO DESISTO NUNCA Luli Insc. Municipal N°008/06 - Insc. Estadual: Isento Rua Caubi da Silveira, 286 - Praia da Cidreira - RS - CEP: 95.595-000 jornalomarisco@gmail.com /jornalomarisco /jornalomarisco /jornalomarisco 51.3681.3456 51.9981.5593 Edição N°179 - I de Verão 23 de Dezembro de 2013

[close]

p. 3

* O Ponto de Cultura Flor da Areia de Cidreira e Balneário Pinhal esteve participando do 8º Fórum da Rede RS em Porto Alegre. Em breve iniciam as atividades e produções culturais aqui pela praia! * EcoFeira de Imbé! Muito boa a iniciativa da Economia Solidária sob a coordenação do amigo Luiz Teixeira, fazendo acontecer e fortalecendo a idéia de um outro mundo no litoral gaúcho. * Inicia a Operação Golfinho! A Operação Golfinho é a mais tradicional da BM e a maior articulação de segurança de todo o Brasil concentrada na costa marítima de um Estado. Ela chega a sua 44ª edição e será realizada até 09 de março para atender as demandas geradas pelo aumento da população na região litorânea do Estado, no período de veraneio. * O DAER recupera o asfalto da RS 786, estrada que liga Cidreira e Tramandaí, além de arrumar trechos na Costa do Sol, Pinhal e Magistério. * Salina da Canção do Balneário Pinhal. Estão Abertas as inscrições para a Salina da Canção o mais novo e qualificado espaço para a exibição da música praieira e gaúcha. A coordenação é de Daniel Maíba, o que significa qualidade e competência! * Passe Livre Estudantil! Estudantes das cidades de Arroio do Sal, Balneário Pinhal e Cidreira já podem utilizar o Passe Livre nos ônibus intermunicipais operados pela Metroplan. O decreto que regulamenta a gratuidade foi assinado na Casa Civil do Governo do Estado, em ato que reuniu autoridades e representantes de entidades estudantis. * O Teatro Vida de Boneca dirigido pela amiga Estarlei Oss fez sucesso com a gurizada da Chico Mendes. * Vem chegando o Verão! Nossa Cidreira é uma das praias que mais é acessada pelas comunidades gaúchas. Muita gente está vindo para a nossa praia para curtir o verão. Então sejam bem vindos! * Uma questão de respeito! Olá veranistas e turistas! Sejam todos muito bem vindos! Nós somos os donos desta casa que se abre para que todos voces possam ter umas férias maravilhosas! Então voces todos são nossos convidados! Esperamos o costumeiro bom comportamento de todos. Respeito, gentileza e sorriso nunca é demais! Bom verão para todos! * Cidreira espera mais de 150 mil pessoas para a tradicional queima de fogos de artifício na beira da praia. * Animais de Estimação! Atenção amigos veranistas! Devido ao grande número de animais de estimação abandonados em nossas ruas a cada final de veraneio, alertamos que nossa comunidade está alerta e estará denunciando os casos de abandono através de aparato legal e sob as penas da lei. Então não abandone seu animal de estimação! Estamos de Olhos Abertos! * A Limpeza da Nossa Praia é problema de todos nós! Sabemos que a responsabilidade é da prefeitura, mas temos que saber também que se não sujarmos fica mais fácil de limpar! * Chuva de Pedra causou estragos em toda a cidade, mas estranhamente a prefeitura não decretou situação de emergência. Dá prá entender? * Lonas Furadas e insuficientes foram distribuídas para a comunidade que perdeu o telhado. * Salinas virou lixão a céu aberto, quem fiscaliza? Onde estão os órgãos de proteção ao ecossistema? * A buraqueira das nossas estradas continuam causando acidentes e prejuízos para os moradores. * É assustador o número de acidentes de trânsito com vítimas em Cidreira. Para uma cidade pequena como é a nossa o número de acidentes com vítimas é fora do normal. Quem assume esta responsabilidade? Ninguém? E o MP? * A Cultura em Cidreira continua sendo tratada como uma piada. Não temos representante legal. Na Prefeitura ninguém responde pela cultura. Assim nossa cidade fica fora de todos os projetos Federais e Nacionais. Quem assume esta responsabilidade de alijar o povo do acesso a cultura? E o MP? Nada? * Aí vem o 2014! Ano de eleições! Vamos ver quem são os figurinhas carimbadas que virão pedir votos para a nossa gente que não teve lona, não teve telha, não teve assistência. Pois é! * O Pior é que muitos políticos de Cidreira sequer saíram de suas casas para ver a situação caótica que ficou a praia após a chuva de pedra. Ajudar o povo então nem pensar! * Enquanto no Balneário Pinhal, no amanhecer, já haviam sido distribuídas lonas, telhas e acessórios, principalmente no Túnel Verde, aqui em Cidreira já se passaram mais de 20 dias e ainda não foi concluído o levantamento dos prejuízos. Quanta diferença! * O Salário do Professor de Cidreira é um dos piores de todo o litoral! Tem algum professor para reivindicar melhorias para a educação em nossa cidade? * A Prefeitura tem alguma política pública para coibir o som absurdamente alto dos carros? Será que vamos viver o mesmo inferno do ano passado? Nossos políticos pensaram nisso? * E a questão dos animais beira da praia? Já temos como fiscalizar os animais de rua que invadem as praias? Já temos como fiscalizar os animais das madames que pensam poder mais que a Lei? * Tá Chegando o Verão! E a Rede de Esgotos de Cidreira? Salina da Canção do Balneário Pinhal! Inscrições Abertas! Feliz 2014 Para Todos!

[close]

p. 4

Andrea Ritter do município até a decretação, fotos, laudos, relatórios, etc. O prefeito é o detentor da responsabilidade de gestão da decretação de calamidade no seu município e deve dar resposta aos munícipes, mesmo se o município é desestruturado ou desorganizado. Como há um Sistema Nacional de Defesa Civil (SINDEC) cabível existir no município uma O resultado de um evento adverso natural ou humano, causa danos e prejuízos sociais e econômicos e é considerado situação de emergência que deve ser reconhecida pelo poder público. É uma situação anormal, como vendavais, explosões, temporais, deslizamentos, granizos ou situações provocadas pelo homem que por certo causa danos para a comunidade, incluindo a incolumidade e à vida. Necessário o poder público, sob pena de responsabilidade, verificar os danos, ponderar os prejuízos e contatar a defesa civil, com a Declaração de Situação de Emergência, que pode ser decretada pelos governadores e prefeitos municipais. O prazo para tal Decreto é de até 10 dias após a ocorrência do evento danoso e o ofício deverá conter o Decreto, o mapa da situação, a atuação coordenadoria de defesa civil criada por lei e junto com a defesa civil deverá prevenir, preparar, responder e reconstruir. Em uma situação de desastre, ou simples destelhamento ou avaria das moradias, por causa de um temporal ou simples chuva, as ações de responder e de reconstrução serão de responsabilidade do município , consoante se infere do art. 18 do Decreto Federal 5376/05. Quando da ocorrência, o prefeito deverá chamar os órgãos de estilo, o corpo de bombeiros, estimar os danos, estruturar atendimentos, equacionar procedimentos e respostas, apoiar a reconstrução e enviar o Decreto que deverá conter : - declaração da situação de emergência/ estado de calamidade pública; a descrição dos fatos, os danos, a estimativa dos danos; o parecer do órgão de proteção e defesa civil, documentos, mobilização dos órgãos municipais e instituições; ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução . Ainda deverá constar do decreto municipal, a autorização para a convocação de voluntários, campanhas de doação com o objetivo de facilitar as ações; prestar socorro, penetrar nas casas, usar de propriedade particular para os desabrigados (CF art 5° , XXV) e inscrever o evento no COBRADE. Salienta-se que todo o processo deverá ser acompanhado pela comunidade, pois a defesa civil somos todos nós. Também regulam a matéria os art. 62,136,148 e 147 da CF . Os administradores não devem apenas se contentar em fazer o previsto, mas também devem superar expectativas dos munícipes em situações adversas, afinal, a finalidade da Administração Pública é o BEM COMUM . 1º ECOSURF: RESULTADOS O Instituto Sea Shepherd Brasil (ISSB) Núcleo RS, a Escola Gaúcha de Surf e o Sunrise Pub realizaram o 1ª Movimento ECOSURF. O projeto teve como objetivo principal alertar as pessoas sobre os impactos negativos e as consequências desastrosas para a vida marinha oriundas do péssimo hábito do descarte indevido do lixo que, infelizmente, é corriqueiro em nossas praias. A barraca da Sea Shepherd foi montada ao lado da plataforma de pesca e durante o dia ficou em exposição para o público o Museu do Surf Gaúcho Geraldo Ritter, gentilmente disponibilizado pelo Professor Carlos Alberto Diehl (Beto Diehl) da Escola Gaúcha de Surf sediada na praia de Atlântida (RS). A logística do evento teve o apoio de Daniel Portela Rocha proprietário da Sunrise Pub e morador da cidade. Durante a ação também foram expostos ao público banners e folders que retratam a problemática da pesca de tubarões em nossa costa, bem como o uso de redes de pesca fora das áreas demarcadas. Essas redes se transformam em armadilhas para surfistas, animais marinhos e banhistas. O evento promoveu ainda uma limpeza de praia que foi realizada nas dunas próximas à plataforma. Em pouco tempo de limpeza foi retirado um volume considerável de lixo que, inevitavelmente, iria acabar no mar e no “cardápio” de diversos animais. Durante a ação foi possível perceber que é necessário maior discussão e aprofundamento acerca da preservação da vida marinha e do ecossistema das praias, pois ainda é pequeno o grupo de pessoas que demonstram compreender a importância da mudança de hábitos. A limpeza de praia não irá resolver o problema do lixo, mas com certeza serve para espalhar a ideia de que pequenos grupos podem sim fazer a diferença. Esperamos que essa ação chame a atenção dos representantes públicos para que estes cumpram suas obrigações no que tange ao meio-ambiente e sua preservação. É preciso promover educação para os moradores e turistas, pois só assim poderemos usufruir de uma praia limpa e livre de contaminações resultantes do lixo espalhado pelas ruas da cidade. Se ficarmos de braços cruzados o problema irá se solucionar? A resposta é simples e direta, a solução sempre esteve nas mãos das pessoas e é através delas que conseguiremos mudar esse quadro. Não espere soluções, faça a diferença e comece a agir. Agradecimento especial aos voluntários do Núcleo gaúcho do ISSB pela dedicação, à Escola Gaúcha de Surf e ao Daniel Portela pelo forte apoio durante todo o projeto, e principalmente, aos moradores e surfistas de Salinas e Cidreira que prestigiaram nosso evento.

[close]

p. 5

Placas Preventivas COTIDIANO Comunidades atuando no Coletivo Pág.5 CTG Piazito de Férias A Prefeitura do Balneário Pinhal colocou em toda a orla excelentes placas sinalizadoras para avisar aos amigos veranistas sobre questões importantes como reservar um local para colocar o lixo e jamais deixar na praia. O acesso à beira da praia com automóvel é proibido e levar o seu animal doméstico para passear na praia também é proibido. Então gente vamos respeitar os espaços para podermos juntos viver com alegria este verão Lixão se formando O ativista cultural Luli e o sindicalista Denilson Ferreira estiveram apoiando a ação comunitária da AMOR Antena - Associação dos Moradores da Vila da Antena que se reuniu em assembléia geral para realizar a eleição. Luli destacou a ação da Associação para a legalização das casas e por uma moradia digna, dizendo que em breve a associação estará logrando êxito histórico. O Sindicalista Denilson Ferreira destacou a atuação da associação dizendo da importância da união de todos os moradores para que a AMOR Antena tenha ainda mais força e representatividade. Depois de um ano de muitos ensaios, dedicação, rodeios e danças, finalmente a gurizada das invernadas do CTG Piazito entraram em férias coletivas. O ano foi muito proveitoso para todos com muitas apresentações e participações em festas e rodeios. A nossa gurizada encantou com a alegria de seus sorrisos e suas danças e arrancou aplausos em todos os lugares por onde passou deixando um rastro de alegria e realização. O belo trabalho do Professor Fernando D’Ávila está cada vez melhor e por certo para o ano que vem teremos um grupo maior e melhor para podermos encantar a gauchada com a nossa dança e a nossa alergia. Beira do Mar, Lugar Comum... O PV do Balneário Pinhal usou as redes sociais para denunciar a formação de um lixão na esquina das Avenidas Pinhal e Avenida Paraguassú no Pinhal Sul. Preocupados com a questão ambiental o PV do Balneário Pinhal solicita que sejam tomadas as devidas providências para que o local seja limpo e que não mais sirva como depósito de lixo de qualquer natureza. É interessante destacar que alguns moradores vizinhos ao local em questão disseram que a maioria do lixo foi deixada por moradores da região. Fica claro que ainda é preciso muito fazer para que a nossa gente da praia entenda que devemos ter locais próprios para o descarte do lixo e principalmente devemos ter consciência de que cada vez que colocamos lixo em locais impróprios estamos prejudicando a todos nós. Inscrições Abertas Daniel Maíba é o Coordenador Técnico da Salina da Canção do Balneário Pinhal, isto significa que teremos um evento da maior qualidade pois conhecemos muito bem a competência e aplicação do artista Daniel Maíba. Abrir um espaço para a manifestação artística cultural musical da nossa gente praieira para que possamos todos cantar as magias e encantos da vida praieira é por si só um espetáculo que há muito o nosso povo da beira da praia vinha merecendo. O Festival acontecerá durante a realização do 6º Rodeio Estadual do Balneário Pinhal, teremos uma super estrutura, com iluminação e sonorização de alta qualidade para receber os músicos e músicas concorrentes. A idéia de termos a beira do mar como um lugar comum é tentadora para tentarmos explicar o que significa ser comum. O que é comum a todos. O que é de todos. A beira da praia não discrimina, não é preconceituosa, não escolhe este ou aquele. A beira a praia é de todos, banha a todos, alegra a todos, ilumina a todos, pinta a todos da mesma forma. Homens, mulheres, crianças, idosos, todos os sorrisos são válidos na beira da praia! As ondas são de todos e as espumas festejam esta comunidade. Beira do Mar, Lugar comum...

[close]

p. 6

Foto: Professora Marisa

[close]

p. 7

Reunidos em Assembléia os moradores da Vila da Antena reelegeram o amigo Jorginho Aladim para o cargo de Presidente da AMOR ANTENA - Associação dos Moradores da Vila da Antena. A nominata da presidência ficou assim formada: vice: Eder Vargas; 1ª Sec: Zilmara Almeida; 2ª Sec: Dienifer Pinto; Tesoureiro: Cézinha; 2º Tesoureiro: José Luiz Santos; Conselho Fiscal: Odalírio da Silva, João Rodrigo Pereira, Adão Santos. A Associação está na luta para a regularização junto a Prefeitura dos terrenos, ruas e casas da comunidade. PDT de Cidreira Fortalecido O Vereador Cestari, representando o PDT de Cidreira esteve participando dos encontros regional, estadual e nacional para levar a colaboração da família Pedetista de Cidreira para traçar os novos rumos do Partido visando as eleições de 2014. O Vereador Cestari levou algumas reivindicações que objetivam o desenvolvimento das comunidades de Cidreira bem como levou o apoio para as novas candidaturas que estão se apresentando em todo o estado. É o PDT de Cidreira que cresce e se fortalece! A candidatura de Lasier Martins ao senado é um dos pontos fortes do PDT gaúcho. Juntamente com ex-secretário Ciro Simoni pela saúde do trabalhador do litoral. www.blogdolobao.com.br twitter.com/lobaopc Natal - Sonhe, busque, espere... Ame e seja amado! Deixe sua alma voar alto... Pegar carona com os fogos coloridos. Imagine seus desejos mais íntimos e acredite: eles também chegarão ao céu; Irão se misturar ás estrelas, irão penetrar no Universo e voltarão cheios de energia para tornarem-se reais. Basta você querer de verdade, ter fé e nunca, nunca desistir deles! Que seu Natal seja pleno de bênçãos e realizações. Ano Novo - Este foi um ano de alegrias, tristezas e realizações. Mas o importante é refletir sobre os acontecimentos e concluir ao final, que tivemos um crescimento e aprendizado. Agradeço aos colegas e amigos por este ano de trabalho, cooperação, confiança e dedicação. Desejo que o próximo ano seja o inicio de um ano de amor, alegria e esperança. Feliz ano de 2014. Deputado x Blogueiro - Ganhei novamente no TJ/RS. Por dois votos a um, os juizes Desproveram a Apelação do deputado, que pode agora entrar com recurso no STF. Vamos para o 3 x 0. Parabéns Dr. André Medeiros. Falecimento - Faleceu dia 14/12 a grande amiga e ex-funcionaria contratada da Delegacia de Policia, Neli Menger, a descoberta de um câncer no cérebro, culminou em sua morte. Temporal - Ainda tem casas destelhadas ou com seus telhados furados, e são casas de moradores. Infelizmente o poder público é assim, deixa os que mais necessitam, para atender aos que não precisam, pois podem pagar. Igreja - Quero parabenizar a Igreja Testemunhas de Jeová de Cidreira, que ao ver seus seguidores com necessidades, trouxeram telhas e trabalhadores de outras cidades para atendê-los, telhando suas casas em tempo record. C â m a r a - Ti v e u m a i n f o r m a ç ã o n a Assembléia que, após o recesso deveremos ter uma mudança na composição em Cidreira. Com renuncia e posse de suplente. Aguarde!! Prefeito - Já tem partido brigando e divididos, pensando na próxima eleição. Mas como conheço bem os políticos de Cidreira, só querem mais espaço. Mais cargos e vagas!! Policia Federal - Tem estado na praia e já tem gente dando explicação. Se alguém achava que morreria na praia a investigação, se enganou. Tem muita gente sem sono!! Politico - Aquele que não tem certeza do que quer, fica tentando agradar a todos e pulando de galho em galho. Sabemos que isso só prejudica, tenha uma linha de conduta e siga em frente, pois todos querem te eliminar politicamente. E perder a força dos amigos nunca é bom. Da Frase - Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar outro. Não podeis servir a Deus e a Mamon. Matheus 6:24 A família Cestari presente aos eventos do PDT regional, estadual e nacional. O Vereador Cestari trouxe Boas falas das reuniões com os líderes do PDT Gaúcho

[close]

p. 8

CIDREIRA APEDREJADA Era madrugada quando a nossa gente de Cidreira foi surpreendida com uma chuva de pedra como nunca antes se tinha visto por esta beira de praia. As pedras de granizo eram enormes e ao cair faziam furos nas telhas das casas, deixando as pessoas literalmente sem telhado. Primeiro caiu uma chuva de pedra que, apesar de intensa poderia ser considerada normal, porém passado um tempo veio a segunda chuva de pedra, essa sim, com uma violência incrível. Moradores antigos da praia disseram nunca ter visto coisa igual em Cidreira. Foram mais de 3 mil casas atingidas. Passado quase 30 dias do evento muitas casas ainda estão sem telhado e as ações da Defesa Civil e da Prefeitura não atenderam a todas as vítimas. E as ruas são Lixões Estamos há poucos dias da abertura de mais uma temporada de verão e as nossas ruas, cada vez mais, estão se transformando em lixões à céu aberto. Se a situação do lixo em Cidreira já era ruim antes da chuva de pedra, imaginem depois que a maioria das casas tiveram seus telhados danificados e muitas coisas dentro de casa viraram em nada. Não temos uma política municipal de resíduos sólidos, não temos onde colocar este lixo. Ainda que exista Lei Federal que exija que os município dêem d e s ti n o l e g a l a o s r e s íd u o s sólidos. Os nossos políticos, como sempre desinteressados, não estão dando a mínima para a questão do lixo em nossa cidade, prova é o número de ruas que tem lixo acumulado e o tanto de terrenos baldios transformados em lixão. O MP diz que acordou com a Prefeitura para sanar estes problemas, porém nada se viu. Rádio Enquanto a Prefeitura não resolve o problema dos resíduos sólidos, os políticos não dão a mínima para os lixões que tomam conta das ruas da cidade e o MP finge acreditar que a Prefeitura está respeitando os acordos firmados, tudo continua na maior sujeira em nossa praia. Agora chegam alguns dos nossos veranistas que vão reformar suas casas, arrumar alguma coisa e como sempre jogar alguns móveis velhos, geladeiras e fogões nos terrenos baldios, deixando a nossa cidade ainda mais feia. Vamos dar o exemplo quem sabe ajuda a nossa Cidreira!

[close]

Comments

no comments yet