Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

-1-

[close]

p. 2

-2-

[close]

p. 3

-3-

[close]

p. 4

ÍNDICE Artigos 05 | Da Redação Sônia Maria 22 | Lembranças O nosso primeiro Especial 22 | Retrato na parede Marques - A reeleição de Toninho Deliza 07 | Editorial Ivan Roberto Peroni 59 | Thais Costa Domingues Natal sem Chafik Haddad 24 | Tudo Cercado Está chegando a Nota Fiscal Eletrônica direta ao consumidor 26 | Deodata do Amaral Valter Merlos está na Galeria dos Presidentes Texto Especial do Sincomercio 33 | Natal Cidade fica mais bonita ao 34 | Tampellini Projetos de Lei Silenciou a voz que vinha dos pobres retomar a decoração Capa Murilo Leonardi transforma o seu sítio num espaço que fará parte do agronegócio PÁG. 39 apresentam avanços ao Simples Nacional Sindicato Rural PÁG. 59 39 | Turismo Rural O Sindicato Publicidade 17 | Liceu Monteiro Lobato Guto e Agostinho Toscano, modelo de empresa familiar; exemplo para PÁG. 10 muitos Cidade Artigo fala de um regulamento interno na empresa que possa ser de bom tamanho para todos Rural apoia o movimento que visa a transformação dos espaços em um grande negócio 70 | Farmácia Santa Paula Escola conquista o Top Brazil Quality e vai a Ribeirão receber o prêmio Beth e Antenor Vicentin ampliam rede na cidade Construção 47 | Casa Cor O seu charme na 50 | Designer Novidades de cidade de Campinas Segurança 55 | Alvarás Episódio da Boate 08 | Representatividade ACIA esteve no Congresso dos 50 anos da Facesp em Campinas 13 | Partners Ela possui profissionais para solucionar diversos problemas em sua empresa Eles são a Partners na cidade 14 | Sicoob Iesacred Uma linda PÁG. 13 história com 30 anos de luta um circuito em SP 51 | MS Vidros Alexander Mesquista da Silva anuncia as novidades em boxes para banheiro 53 | Energia Elétrica É hora da gente comemorar a chegada da energia do Madeira Kiss provoca novo projeto para regulamentação de prédios 56| Compphara É no conselho que cuida do patrimônio histórico que Roberto Abud tomou posse Documento 60 | Samuel Brasil Bueno A história de Álvaro “Lili” Ferrarezi MUITA DISCUSSÃO EM TROCA DE NADA A forma com que o secretário Roberto Pereira, da Fazenda Municipal, agiu em não aceitar num primeiro momento a convocação da Câmara para falar da venda de títulos da dívida ativa, criou uma provocação política nos adversários do prefeito e deu a impressão de coisa errada. Ora, deveria ter ido e a história teria acabado aí; a briga é o que a oposição sempre quis. Perdeu-se tempo com a queda de braço e a gente sabe que o administrador público bem intencionado jamais foge à legalidade e o limite das suas ações; e, divulgar os nomes de quem comprou as dívidas também não teria nada demais, pois se a prefeitura decidiu protestar os inadimplentes, é verdade que cada um vai aparecer nos editais publicados nos jornais. São atitudes desnecessárias que não refletem o bom crescimento econômico da cidade. É a introdução de um samba-canção numa festa sertaneja. O deputado Roberto Massafera participou de reunião extraordinária com o reitor da Unesp, professor Júlio César Durigan. Ele foi ouvido na Comissão Parlamentar de Ciência e Tecnologia da Assembleia. O objetivo dos parlamentares foi conhecer os planos de expansão da Unesp e contribuir com o acesso dos paulistas à formação de qualidade. -4-

[close]

p. 5

DA REDAÇÃO Sônia Maria Marques Futebol Amador 79 | Esporte Clube Andaray Iniciamos a apresentação em nossa edição de ouro dos grandes clubes do futebol amador de Araraquara 72 | Comportamento Sim, eu Saúde A reeleição de Toninho Deliza no Sindicato do Comércio Varejista. A reeleição de Antônio Deliza Neto no SINCOMERCIO em Araraquara, mostra claramente que para chegar a essa situação, o presidente caminhou bem. Melhor ainda: apenas uma chapa se inscreveu. Na verdade, quando o trabalho é bem feito, quando uma diretoria trabalha efetivamente para defender os interesses da classe, não há razões para mudanças. É o ditado popular: em time que está ganhando, não se mexe. O SINCOMERCIO ao longo da sua história, tem cumprido com dignidade e respeito a missão que lhe foi imposta, ainda que dificuldades sempre surgem pelo caminho. O sindicato sempre se preocupou em manter uma posição estável, equilibrada financeiramente, responsável, sem contudo deixar de investir na ampliação do seu patrimônio formado por inúmeros imóveis ao redor da sua sede própria. O antigo presidente Ivo Dall’Acqua Júnior durante muitos anos manteve com seus companheiros de diretoria esse perfil; com Toninho Deliza, a situação tem sido idêntica e havendo esse espírito de união é evidente que tudo anda bem, as coisas ficam bem mais fáceis. E não há como ignorar o poder que o sindicato hoje exerce dentro da comunidade e a força que o comércio tem, no desenvolvimento econômico do município. Neste momento em que os comerciantes tanto precisam de apoio para suas iniciativas, é imprescindível - pelas revitalizações em seus importantes corredores comerciais - que o SINCOMERCIO se mantenha lado a lado com eles, da mesma forma que a Associação Comercial e Industrial de Araraquara, pois ambas têm essa missão. As duas, politicamente falando, queiram ou não, espelham uma força muito grande nas decisões políticas do município. Que Toninho Deliza seja muito feliz com seus companheiros em mais este mandato. uso óculos e não me acanho Solidariedade Esporte 77 | Nós somos Noéis O 63 | Copa Mário Pedrolongo brilhante trabalho de um grupo de pessoas que trabalha pelos carentes da cidade e região Mais de duzentos tenistas participaram de uma das etapas do Circuito Regional em Araraquara O professor Mário homenageado pelo Clube Araraquarense tendo seu nome em um grande torneio Variedades 66 | W&L Agência completa 84 | Viver Empresarial Os 36 anos de fundação PÁG. 63 90 | Luiz Carlos Bedran Natal fatos e as pessoas da cidade JOÃO, TÚ ÉS UM DÉSPOTA Foi assim que o secretário de Governo, Nino Mengatti se referiu ao presidente da Câmara Municipal, João Farias: “Ele está agindo como um déspota”. E qual o significado da palavra em questão : “Déspota”, entre os gregos, era aquele que exercia o poder soberano sem direito à sucessão e sem investidura regular. Príncipe, governante que exerce autoridade arbitrária e absoluta; tirano. Pessoa que impõe sua vontade de forma tirânica. Sinônimos de Déspota: arbitrário, autocrata, autoritário, mandão, opressor, potentado, sátrapa e tirano. Francamente, são tantos os elogios que o João terá que pensar bem para escolher um e qualquer que seja, o “menos ruim” não será em momento algum o melhor para reatar a boa amizade e o grande relacionamento entre eles. Mas, política é isso mesmo. Dorme-se de um jeito e acorda-se de outro e o povo nunca sabe o que aconteceu durante a noite. O filme que estamos assistindo neste momento já foi visto nos melhores cinemas e também nos piores, não sendo novidade, se amanhã ou depois, eles estiverem sentados, trocando ideias em uma mesma mesa. Ambos têm erros e acertos em suas caminhadas, até mesmo porque ninguém é perfeito. Não é preciso ir longe: apenas 2013 anos e a história mostra como as situações se ajeitam: Cristo por ser considerado agitador, revolucionário para os padrões da época, foi para a cruz e quem o levou ao julgamento optou em lavar as mãos. Pilatos, era o cara. Caiu na desgraça e depois na prisão recebeu os cuidados de Zacarias, o sapateiro que estava atendendo o pedido de Jesus. Entendemos que não precisamos chegar a tanto: é preciso mais respeito entre os políticos. REVISTA EDIÇÃO N°100 - DEZEMBRO/2013 Diretor Editorial: Ivan Roberto Peroni Supervisora Editorial: Sônia Marques Depto. Comercial: Gian Roberto, Silmara Zanardi, Marcos Assumpção Design: Mário Francisco, Carolina Bacardi, Fernando Oprime, Bete Campos Tiragem: 5 mil exemplares Impressão: Grafinew - (16) 3322-6131 A Revista Comércio & Indústria é distribuida gratuitamente em Araraquara e região INFORMAÇÕES ACIA: (16) 3322 3633 COORDENAÇÃO, EDITORAÇÃO, REDAÇÃO E PUBLICIDADE Fone/Fax: (16) 3336 4433 Rua Tupi, 245 - Centro Araraquara/SP - CEP: 14801-307 marzo@marzo.com.br -5-

[close]

p. 6

-6-

[close]

p. 7

EDITORIAL Força e Luz, quem te viu e quem te vê, sente saudades! Lamentavelmente, a Companhia Paulista de Força e Luz, ou simplesmente CPFL, tem sido relapsa em relação à manutenção dos serviços que presta à nossa comunidade nestes últimos anos. Como concessionária no fornecimento de energia elétrica, tem deixado muito a desejar se promovermos uma comparação entre o que foi e o que é. Diariamente há casos de queda de energia. Aqui ou alí as reclamações pipocam; para que se promova a troca de uma lâmpada queimada num poste em determinada via pública, é preciso que se informe à Companhia. Não há efetivamente como outrora, um comprometimento da empresa com suas obrigações e olha que ela é muito bem paga por isso. A tecnologia para ela faz um mal danado. Na década de sessenta, estou bem lembrado, meu tio Antônio Ferreira Veiga, um pernambucano arretado, deixava sua casa em Gavião Peixoto e vinha a pé em direção a Araraquara ou cidades próximas como Tabatinga, Ibitinga e Itápolis, beirando as estradas ou mato a dentro, com um par de esporas nas botas como ele sempre dizia, subindo nos postes de madeira e verificando se tudo estava em ordem com a fiação e transformadores da Força e Luz. Eu até acreditava nisso, afinal - as marcas nos postes de madeira - se confundiam entre os rastros deixados pelos cupins e os furos causados pelas pontas das esporas. Retornava ele nos fins de tarde para casa com a língua pra fora, mas cumpria com dignidade e respeito sua missão. Vejo agora que, 50 anos depois, a Câmara Municipal de Araraquara se vê obrigada a convocar a CPFL para prestar esclarecimentos sobre a substituição de postes de madeira na rede de energia elétrica no município e também se há um levantamento de quantos postes de madeira existem hoje na cidade e se há uma proposta para a troca por postes de concreto. E por que isso? Há 300 metros do Residencial Dahma, o poste de madeira não é de hoje, está quase caindo. Omissão e negligência da CPFL A explicação é da própria Câmara: em outubro, um poste de madeira da rede de energia elétrica caiu na Avenida Manoel de Abreu, que liga Araraquara a Américo Brasiliense, e um motociclista que seguia pela avenida não conseguiu desviar, acabou sendo atingido e teve ferimentos leves, sendo atendido em um hospital de Araraquara. Devido à queda do poste e sua substituição, registrou-se interrupção no fornecimento de energia elétrica por uma hora para cerca de 200 clientes daquela região. A preocupação com o estado de conservação desses postes de madeira para suportar o peso de cabos de energia elétrica aumenta com o início do período das chuvas. No ano passado ao menos três postes de madeira caíram em Araraquara. O primeiro foi registrado em janeiro, no Jardim Universal, quando um poste caiu sobre um carro estacionado no quintal de uma casa. No mês seguinte, houve outra queda na Rua Imaculada Conceição (Rua 13). Em outubro, o mesmo tipo de problema foi registrado no Yolanda Ópice, quando, por pouco, o muro de uma casa do outro lado da rua não foi atingido. Pelo que estamos vendo, não estamos imúnes à irresponsabilidade da CPFL e à omissão das nossas autoridades. Curioso é que em uma conta de luz de cerca de R$ 170,00 há um desvio de R$ 15,00 para a tal Contribuição de Custeio IP-CIP que vai para o município. Sabemos que a CPFL se torna apenas um agente de cobrança no que se refere a essa lei e convênio com as prefeituras, mas, o consumidor é obrigado a pagar nesses casos, mesmo que o serviço não seja prestado, ou ainda, que seja feito com enormes deficiências. Pior é que a deterioração de postes de madeira colocados há 70/80 anos é um fator que sequer é considerado. A manutenção é precária. Não há contra-partida, isto é, “prestar bem o serviço”, como está no seu Contrato de Concessão de serviço, no caso, penso, junto à ANEEL. O consumidor paga e corre o risco; e a Câmara perde tempo com aquilo que a concessionária tem a obrigação de fazer e a CPFL dá uma de “não saber de nada”. -7-

[close]

p. 8

REPRESENTATIVIDADE ACIA ESTEVE NO CONGRESSO DOS 50 ANOS DA FACESP EM CAMPINAS Cerca de 1,2 mil pessoas entre as quais o presidente Renato Haddad, da ACIA, participaram de palestras e painéis durante o 14° Congresso da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo, realizado em novembro, em Campinas. A cerimônia de abertura do Congresso da FACESP, neste ano, contou com a presença da presidente Dilma Rousseff, do ministro-chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa e vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, da ministra-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Helena Chagas, do prefeito de Campinas, Jonas Donizette, além do presidente da FACESP e da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Rogério Amato. Também participaram outras autoridades políticas e empresariais, incluindo o ex-prefeito Gilberto Kassab, que acabou viajando a Brasília no avião da presidente Dilma. Em 2013 o evento comemorou os 50 anos de fundação da FACESP e teve como tema Celebrar a História. Construir o Futuro. “A entidade tem uma longa trajetória de serviços em defesa da livre iniciativa e do desenvolvimento econômico e social do Estado e do País, fato que merece ser comemorado”, disse Renato Haddad, representando a classe empresarial da cidade, pela ACIA. Atualmente, a FACESP é formada por mais de 400 associações comerciais distribuídas por todo o território paulista, que reúnem em suas diretorias e conselhos, cerca de 10 mil empresários e 20 mil associados de empresas comerciais, industriais e de serviços. O presidente da FACESP, Rogério Amato, destacou que as associações comerciais são participantes ativas da vida política, econômica e social das cidades onde atuam. “Funcionam como fóruns permanentes de debates de grandes temas nacionais e, sobretudo, dos problemas que afetam os micro e pequenos empresários”, afirmou. “Isso nos permite conhecer suas dificuldades frente ao imenso manicômio tributário e burocrático aos quais as empresas são submetidas”. Em seu discurso, a presidente Dilma Rousseff elogiou o tema do congresso e ressaltou o trabalho realizado pela FACESP. “Só quem celebra a História tem condições de construir o futuro. Há 50 anos a entidade defende os interesses dos empreendedores, que devem ser sempre valorizados pela coragem e ousadia”, destacou. A presidente frisou que a FACESP está sustentada por uma trajetória de conquistas e realizações, entre elas a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, o Microempreendedor Individual (MEI) e a Lei De Olho no Imposto. “É um passado de grandes e meritórias lutas, com muitas vitórias”. De 1963 - ano de fundação da FACESP - até hoje, o Brasil passou por muitas mudanças, afirmou a presidente. Na época da fundação, o País tinha um pequeno mercado consumidor e estava, de certa forma, lutando pela sua identidade. “Criamos condições para que a população se transformasse em cidadãos consumidores, com um grande mercado de massa e dinamismo para todos os setores”, disse Dilma. Atualmente, prosseguiu a presidente, a burocracia é um dos principais problemas do Brasil, prejudicando o Governo e a vida dos consumidores. “A burocracia desvia o empresário de seu foco. Combatê-la é tam- O presidente da ACIA, Renato Haddad, no Congresso da FACESP em Campinas bém combater um processo que leva necessariamente a perdas de prazos, a tempos longos”, disse. A presidente finalizou destacando que não há oposição entre Governo e empresários. “Há, sim, uma perspectiva de cooperação, sobretudo a vontade política de cooperar com todos os empresários de pequeno, médio e grande portes”. Como forma de combater a burocracia e simplificar a abertura e o fechamento de empresas, o ministro Afif assinou, durante a abertura do congresso, contrato no valor de R$ 30 milhões com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) para a construção do portal Empresa Simples, que deverá estar pronto em meados do segundo semestre de 2014. Destinado a cerca de 8,5 milhões de micro e pequenos empresários e também aos microempreendedores individuais (MEIs), o portal funcionará como uma praça eletrônica de comércio e permitirá a abertura e fechamento de empresas no prazo máximo de cinco dias. -8-

[close]

p. 9

-9-

[close]

p. 10

REPORTAGEM DE CAPA TOSCANO IMÓVEIS Uma empresa diferenciada. É assim que podemos definir a Toscano Imóveis, dotada de linha ética que segue o perfil sempre mantido por Agostinho Toscano na vida pública. Hoje com seu filho Luís Augusto, a Toscano Imóveis com essa forma de trabalhar, é o caminho para ter e orientar o cliente a fazer sempre um bom negócio. “Precisamos aproveitar este grande momento que Araraquara vive no mercado econômico. A chegada de novas empresas e o direcionamento que vem sendo dado para aumentar a geração de empregos e divisas, contribui com o fortalecimento de outros setores, principalmente o ramo imobiliário”. É desta forma que Luís Augusto Toscano descreve a importância do setor na atualidade para a Toscano Imóveis, uma das mais conceituadas imobiliárias da região, fundada por seu pai Agostinho Toscano e ele, em 1999. A empresa, pautada pela experiência SINÔNIMO DE SEGURANÇA NO RAMO IMOBILIÁRIO de ambos, tem sido uma referência na indicação de áreas para empresas que estão chegando e também vem participando de importantes lançamentos imobiliários: “Fazemos parte da Rede Imobiliária, união de empresas do setor, com o objetivo de fomentar a união da classe imobiliária, organizando e normatizando o mercado, por meio da prestação de serviços cada vez mais profissionais e com qualidade. A nossa empresa, assegura Agostinho Toscano, mostra claramente a sensibilidade e o espírito empreendedor dos empresários da área, preocupados em melhorar os serviços oferecidos à sociedade em que estão inseridos. “Um mercado organizado se constitui em ambiente propício e estimulante ao desenvolvimento das atividades dos que nele participam, assegurando a satisfação de todos”, conclui. A Rede é formada por nove imobiliárias da cidade para oferecer o que há de melhor em serviços ao mercado imobiliário, agregando vantagens tanto para quem deseja vender seu imóvel quanto para quem está à procura das melhores ofertas. Porém duas situações diferenciam a Toscano Imóveis das demais empresas da cidade: Agostinho, além do conceito adquirido por sua personalidade ética, teve uma brilhante carreira na vida pública: foi seguidamente Chefe de Gabinete de vários prefeitos, mesmo quando Araraquara viveu um período de adversidades políticas. Esses valores foram passados ao seu filho Luís Augusto, o Guto, desde a adolescência, e hoje também definem o perfil da Toscano Imóveis: “Com credibilidade e excelência na prestação de serviços, a empresa tem uma carteira com os mais variados tipos de investimentos imobiliários, abrangendo não somente a região de Araraquara, como imóveis localizados em outros pontos do território nacional”, comenta Guto. Para Agostinho Toscano, que em outubro comemorou 81 anos de idade e se mostra atento as constantes inovações do mercado, é um orgulho sentir o respeito conquistado pela empresa: “Se somos referência, é porque os nossos profissionais também utilizam a ética como o cartão de apresentação nos negócios que fazem na compra, venda e locação de imóveis. Esse sistema de trabalho nos dá força; para o cliente dá segurança”, arremata Toscano. Essa credibilidade tem dado uma grande - 10 -

[close]

p. 11

Luís Augusto Toscano, o “Guto”, prevê bons negócios para o setor imobiliário em 2014, principalmente no campo industrial preferência da Toscano ser uma das imobiliárias mais procuradas pelas empresas que aproveitam o desenvolvimento do município e aqui querem se instalar: “Já estamos vendo 2014 como um dos anos mais promissores da história da cidade e também para o ramo de negócios”, diz Luís Augusto, otimista, pois a empresa já vem sendo o elo na indicação de áreas para implantação de novas empresas. TOSCANO IMÓVEIS Em posição privilegiada no centro da cidade, a Toscano Imóveis é uma agência que se inova a cada dia: salas de reunião e de vendas plenamente confortáveis, atendimento ágil e seguro através de profissionais capacitados, sugestões pautadas pela experiência da Família Toscano e orientações que inspiram confiança. Curioso é que quando questionado sobre uma aposentadoria definitiva, Agostinho Toscano tem a resposta pronta: “O trabalho é a minha vida”. São afirmações deste tipo que dão crédito à caminhada familiar da empresa e é o que mais precisamos para o fortalecimento nos negócios. Cláudia, Josi e Rita, da área de atendimento Os corretores Ricardo Toledo Piza e Eliseu Justino ATENDIMENTO TOSCANO IMÓVEIS Avenida Osório, 157 - Centro Fone (16) 3114 2829 - 11 -

[close]

p. 12

- 12 -

[close]

p. 13

A Partners possui profissionais para solucionar diversos problemas em sua empresa. A Partners - Consultoria e Gestão de Riscos trabalha com empresas Parceiras formadas por profissionais com grande experiência administrativa e vivência corporativa adquiridas em grandes empresas Nacionais e Internacionais. A Partners faz a análise da sua empresa, para identificar Passivos e Riscos associados, desenvolvendo e implementando projetos customizados relacionados com a melhoria na gestão de pessoas e processos, alavancando os negócios e gerando resultados. Amleto Landucci Junior (Navitas Consulting), Eduardo Nogueira Monnazzi (Monnazzi e Peruchi Advogados Associados), Deives Bapstitella (BMG), Luiz Antonio Gonçalves Lindquist (Gemed), Pedro Piva Junior (The Other Side Quality) e Ricardo Nogueira Monnazzi (Monnazzi e Peruchi Advogados Associados) Empresas Parceiras que integram a Partners Monnazzi e Peruchi Advogados Associados Consultoria em Qualidade de processos The Other Side Quality Engenharia e Consultoria de Energia Nativas Consulting O Escritório de advocacia Monnazzi e Peruchi Advogados Associados tem sua história, fulcrada em atender sempre e da melhor forma possível o anseio de seus clientes, pautando-se pela ética e transparência, alicerçando e mantendo sempre e a todo custo, uma relação de reciprocidade, credibilidade, lealdade e resultado. Atuamos de forma preventiva, orientacional e repressiva contenciosa nas áreas do Direito Civil, Empresarial, Trabalhista, Administrativo, Imobiliário, Contratual, Societário, Notarial, Registral, Ambiental, Bancário e Regulatório. É nesse escopo jurídico de trabalho que nosso escritório exerce suas atividades, atendendo nossos parceiros e tutelando seus interesses, com o mais alto profissionalismo e comprometimento em alcançar o melhor resultado. www.monnazzieperuchi.com.br The Other Side Quality é uma empresa que nasceu com objetivo de contribuir para com o desenvolvimento empresarial do nosso pais. Nossa estrutura organizacional está galgada em anos de experiência em gerenciamento industrial e na docência de universidades e escolas técnicas renomadas. O nome está vinculado a um método de trabalho diferenciado no mercado, onde a inovação está presente na condução de suas atividades, buscando o auto desenvolvimento, o aperfeiçoamento integral de seus clientes e promovendo a independência técnica e administrativa. É com essa ideologia que a TOSQ se compromete com objetivos e resultados dos nossos clientes proporcionando a sinergia entre as partes. www.theothersidequality.com Saúde e Medicina do Trabalho Gemed Segurança e Higiene do Trabalho BMG Empresa de Engenharia e Consultoria em Energia formada por profissionais que trabalharam no Setor Elétrico nacional, com sensibilidade e conhecimento Técnico suficientes para identificar as melhores oportunidades para o uso e o consumo Eficientes da Energia na sua empresa, proporcionando resultados operacionais significativos através da aplicação de tecnologias e substituição de equipamentos de baixo desempenho por outros com maior Eficiência. Conta com equipes que apresentam larga experiência em Fornecimento de Energia Elétrica a Grandes Clientes Industriais, Comerciais, Varejo e Poder Público Municipal/Estadual, formadas por Engenheiros, Mestres e Doutores, além de Parceiros Especializados em Estudos e Projetos de Engenharia Elétrica. Nossa atuação tem como premissa as regras de Governança Corporativa, regras Regulatórias da ANEEL e Indicadores de Qualidade de Fornecimento de Energia Elétrica. www.navitas-e.com UMA EMPRESA ASSOCIADA À ACIA Empresa voltada a otimização da saúde e segurança do trabalhador e sua interação com a comunidade. A consultoria visa revisar os processos "in company", para adequar desde a requisição de pessoal e descrição do cargo até a admissão e desempenho profissional, seleção de perfil adequado a função, além do conhecimento técnico esperado, capacidade física e psicológica. Monitoramento do absenteísmo, atestados, afastamentos do INSS com alteração de fator previdenciário, doenças profissionais e acidentárias, documentação de defesa trabalhista preventiva, qualidade dos exames ocupacionais, tratamento dos funcionários após acidentes do trabalho reconhecidos, minimizando possíveis contendas trabalhistas futuras, e solucionando as presentes. Empresa de Segurança e Higiene do Trabalho com atuação nacional, há dezoito anos no mercado, com um corpo técnico formado por profissionais especializados em vários segmentos. Disponibilizamos e empregamos soluções personalizadas para os nossos clientes, buscando sempre a sua satisfação. Trabalhamos em Projetos de Consultoria e Assessoria em Sistemas de Gestão em Segurança, Saúde e Meio Ambiente, incluindo: Diagnósticos, Planejamento, Implantação e Implementação de Programas e Planos de Gerenciamentos voltados para a área de Segurança do Trabalho, Higiene Industrial e Meio Ambiente, Gestão de Treinamentos, Cursos, Palestras e Perícias Judiciais. - 13 - Rua Voluntários da Pátria, 3515 - piso superior - sala 1 - Araraquara/SP www.partners-consultoria.com Fone: (16) 3303-4409

[close]

p. 14

SICOOB IESACRED, UMA LINDA HISTÓRIA COM 30 ANOS DE LUTA Em 1983 nascia a Iesacred, uma cooperativa formada por funcionários da empresa. Em 2000, foi criada a Comcred por alguns comerciantes da cidade. 2007: as duas se juntam, e Araraquara ganha o Sicoob Iesacred, instituição financeira que atualmente dispõe de 17 milhões de reais em ativos e um patrimônio que chega aos 8 milhões de reais. “Há exatos 30 anos, mais especificamente no dia 21 de novembro de 1983, acontecia numa das salas de treinamento da empresa antecessora IESA Equipamentos e Montagens S/A, a Assembleia de Constituição da cooperativa que hoje é o Sicoob Iesacred”. O comentário é feito por Walter Francisco Orloski, um dos articuladores da reunião que marcou a fundação da Iesacred, uma cooperativa financeira formada por funcionários da empresa. Em novembro de 2007, a IESACRED tendo em vista a ampliação do leque de serviços oferecidos aos seus cooperados, se tornou muito mais fortalecida ao se unir com a Comcred, uma cooperativa formada por comerciantes de vestuários de Araraquara e Região, que estava começando. Na época um dos fundadores da Comcred era ESPECIAL Cooperativa comemora seu trigésimo aniversário e inaugura sua nova agência A belíssima agência do SICOOB Iesacred na Avenida Barroso entre as ruas 1 e 2 Mário Hokama, que hoje diz: “Os nossos associados agora contam com a segurança e porque não dizer, têm até orgulho de pertencer ao sistema SICOOB, graças a nossa união com a Iesacred. A parceria de ambos gerou o Sicoob Iesacred. As cooperativas de crédito do Sicoob são instituições financeiras sólidas e seguras, regulamentadas pelo Banco Central do Brasil e integram um sistema forte e solidário, do qual também fazem parte: a Confe- deração Nacional das Cooperativas do Sicoob Ltda. (Sicoob Confederação) que tem a finalidade de defender os interesses das cooperativas representadas, ofertar serviços, promover a padronização, supervisão e integração operacional, financeira, normativa e tecnológica; o Banco Cooperativo do Brasil S.A. (Bancoob) especializado no atendimento às cooperativas de crédito e cujo controle acionário pertence às cooperativas do Sicoob; a Bancoob DTVM, distribuidora de Mário Hokama (fundador da Comcred), Toninho Deliza (Presidente do Sincomercio), Ademar Ramos (Vice-Presidente da ACIA), Walter Orloski (Diretor Administrativo do SICOOB Iesacred), Antônio Martins (Secretário de Desenvolvimento Econômico), Cesar Romeu Fiedler (Presidente da Iesa Projetos, Equipamentos e Montagens), Haroldo Alberto Ciarlariello (Presidente do Conselho de Administração do SICOOB Iesacred) e Antonio Tomazetti Gaban (Presidente do SICOOB Iesacred), durante a cerimônia de inauguração da agência - 14 -

[close]

p. 15

títulos e valores; o Sicoob Previ, fundação que oferece plano de previdência complementar; a Cabal Brasil, bandeira e processadora de cartões e a Ponta Administradora de Consórcios. Conta ainda com o Fundo Garantidor do Sicoob (FGS), que confere credibilidade ao Sistema e garante a proteção dos recursos de seus mais de 2 milhões de associados. “O Sicoob Iesacred oferece todos os produtos e serviços bancários, só que de um jeito bem diferente: ele compartilha os resultados com os associados e aplica os recursos captados em nossa própria comunidade, o que movimenta o comércio e a produção, além de criar novas oportunidades de emprego e renda”, justifica Orloski, ao analisar o desempenho da cooperativa - da qual ele é diretor administrativo. Durante o coquetel que marcou as comemorações dos 30 anos de fundação do Sicoob Iesacred, o seu presidente Antonio Tomazetti Gaban, não escondeu seu otimismo e motivado pela ousadia e tenacidade disse: “que esta agência seja o início para que possamos abrir muitas outras mais, tanto em nossa cidade como também em toda a Região e isto só será possível com um bom atendimento e um trabalho sério”. Segundo ele, o Sicoob Iesacred veio para oferecer os mesmos serviços bancários a todos os associados, como Pessoa Jurídica ou como Pessoa Física, mas com uma grande diferença, pois dispõe de taxas menores, rendimentos maiores e bom atendimento. “O associado não é apenas um correntista: as sobras sempre serão revertidas para ele que acredita em nosso trabalho”, conclui. Momento que marca o descerramento da placa que registra os 30 anos de história do SICOOB Iesacred. Pela ordem: Toninho Deliza, Antonio Martins, Walter Orloski, Antonio Tomazetti Gaban, Cesar Romeu Fiedler, Haroldo Ciarlariello e Mário Hokama Expressão de alegria de Walter Francisco Orloski, Antonio Tomazetti Gaban e Cesar Romeu Fiedler, presidente da Iesa, ao descerrarem a placa, festejarem a data e também a inauguração das novas instalações da agência Mário Hokama, um dos fundadores da Comcred, brinda com Walter Orloski, um dos fundadores da Iesacred, o sucesso de uma brilhante jornada Um brinde ao sucesso de toda equipe de profissionais do SICOOB Iesacred: Walter Orloski, Salmazo, Lucimara, Deives, Gleice, Carlos, Samantha, Renata e Sabrina - 15 -

[close]

Comments

no comments yet