Edição 711

 

Embed or link this publication

Description

14/12/2013

Popular Pages


p. 1

14/12/2013 - Edição 711 Página 1 Diretor Responsável: Homero T. Tranquilli - CNPJ: 09573449/0001-13 - Cajuru, Sábado, 14/12/2013 - Ano 15 - N.° 711 Semanal - Distribuição Gratuita / Assinantes XI Leilão beneficente da Casa de Festa de Premiação do Projeto FIS Caridade São Vicente de Paulo Foram entregues 10 bicicletas, Kits escolares e prêmio especial de R$ 500

[close]

p. 2

Página 2 Edição 711- 14/12/2013 SINAPSE HOL OCOLUN A HOLOCOLUNA OCOLUN Uruguai legaliza plantio e venda da maconha pelo Estado Com 16 votos favoráveis e 13 contrários, Senado passa nova lei com objetivo de combater o narcotráfico e as concepções de ‘guerra contra as drogas’ (...) que tiveram como consequência causar mais dano, provocaram violência e corrupção e não tiveram êxito nas metas que perseguem”. Segundo analistas, o efeito imediato da aprovação legislativa e a subsequente sanção presidencial será o fim de processos contra os usuários de maconha e pessoas que tenham plantas da droga em suas casas. A plena aplicação da lei, porém, só ocorrerá após a regulamentação de todos os seus detalhes, que pode levar até 180 dias. “A guerra contra as drogas fracassou”, disse o senador Roberto Conde, da coalizão governista, a Frente Ampla, ao apresentar o projeto para discussão na Câmara Alta. “Essa realidade já está instalada no país. A maconha é a droga ilegal de maior consumo, fundamentalmente entre os jovens. Já tem uma baixíssima percepção de risco e é de fácil acesso.” O consumo de cannabis representa 70% do uso de drogas ilegais no Uruguai - e duplicouse nos últimos dez anos. Segundo cálculos do governo, quase 130 mil pessoas fumam maconha no Uruguai, país com 3,3 milhões de habitantes. Associações de usuários, porém, dizem que 200 mil uruguaios consomem a droga atualmente. “É uma loucura que prendam pessoas por plantar maconha”, disse Sebastián Romero, de 24 anos, que afirma cultivar a droga desde os 18. “Com a (nova) lei, fico tranquilo de que estou seguindo as normas”, disse o jovem, que considera a legislação “um grande passo”. Fonte: Andres Stapff/ Reuters - O Estado de S. Paulo – 10 de dezembro/2013 326. Neoplatonismo renascentista Aspectos sobre a tradição platônica em geral e sobre os doutos bizantinos do século XV. Isso significar dizer que a era do Humanismo e da Renascença é marcada por maciça revivescência do Platonismo através da mediação de bizantinos doutos, os quais afluíram à Itália a partir dos inícios do 400. O Platonismo chegou aos renascentistas na forma do Neoplatonismo, e seu grande relançamento ocorreu principalmente por obra de Nicolau de Cusa, Ficino e Pico. Os diálogos (Menon, Fédon e Timeu), pouco lidos na Idade Média, foram traduzidos para o latim ao longo do 400, tendo as versões de Leonardo Bruni alcançado grande sucesso. No fim do 300, Manuel Crisolora abrira uma escola de grego em Florença, destina a ser a “nova Atenas” no Ocidente.Nicolau de Cusa (1401-1464), nascido em Kues (hoje Bernkastel, sobre o Mosel), alemão de origem, mas italiano por formação; foi ordenado sacerdote em 1426, tornou-se cardeal em 1448 e morreu em 1464; dentre sua obras, destaca-se “A douta ignorância” (1438-1440). No geral, quando se busca a verdade das várias coisas, põem-se em relação e comparam-se o certo com o incerto, o conhecido com o desconhecido. Assim, quando se indaga o infinito, a mente humana (finita) não alcança, estabelecendo-se, pois, a douta ignorância. O infinito é Deus, que está no máximo e no mínimo. Deus no cosmo, Deus está em tudo.Eohomemé“microcosmo”. Todo o universo é flor na flor, é vento no vento, é agua na água, é tudo em tudo, segundo a antiga máxima deAnaxágoras. Marsílio Ficino e a Academia platônica florentina. Em 1642, Cosme, oVelho, dos Médici, doouaFicino(1433-1499) uma vila em Carregi, para que ele pudesse dedicar-se ao estudo e à tradução de Platão. Nascia, assim, a “Academia Platônica”, não uma escola organizada, mas uma associação de doutos e amantes da filosofia platônica, sob a sua direção. Na verdade, Ficino dedicou-se a três atividades fundamentais (além de sacerdote, ordenado em 1474, na faixa dos quarenta anos): 1) tradutor – iniciando em 1462, com as versões de Hermes Trismegisto e com os Hinos Órficos, e nos anos seguintes com Comentaria Zoroastrem (1463), obras de Platão (até 1477), Enéadas de Plotino (1484-90), Dionísio Areopagita (1490-92); 2) pensador e filósofo – se expressa sobretudo nas obras Sobre a religião cristã e na Teologia platônica, além de comentários a Platão e Plotino; 3) e mago – proclama-se mago, seguindo a “magia natural”, fundamentando-se na animação universal das coisas, e na introdução de um elemento especial que ele chama de “espírito”, uma substância material sutilíssima que perpassa todos os corpos, constituindo-se no meio pelo qual a alma age sobre os corpos e estes sobre ela. Ficino chega a fabricar talismã e a usar o encantamento musical, para captar as benéficas influências planetárias. E vinculava essas práticas com a medicina. Ele afirma: Filosofia e religião são inspiração e iniciação aos sagrados mistérios do verdadeiro. Giovanni Pico della Mirandola (1463-1494) entre platonismo, aristotelismo, cabala e religião. Embora tenha ideias análogas a Ficino, ele apresenta aspectos próprios: a) a magia e o hermetismo, agregando a cabala; b) quis envolver Aristóteles no programa geral de pacificação doutrinária; c) defendeu algumas conquistas da escolástica, que estudou especialmente em Paris; e d) manifestou o desejo de que a reforma religiosa saísse um pouco do plano teórico e incluísse o a vida religiosa e a pureza dos costumes. O que mais chamou a atenção foi a cabala, uma doutrina mística ligada à teologia judaica, sendo apresentada como revelação especial feita por Deus aos hebreus, a fim de que pudesse conhece-lo melhor e melhor pudesse entender a Bíblia. Ela conjuga dois aspectos: um aspecto teórico-doutrinário e um aspecto prático-mágico, desenvolvendo-se por uma forma de auto-hipnose e outra próximo à magia. A cabala é de origem medieval, apresentando influências helenísticas, mas seus fundadores a fizeram retomar à mais antiga tradição hebraica, até mesmo a Moisés. Por isso, pico dedicou ao estudo da língua hebraica, além do árabe e do caldeu. A sua tentativa em unificar aristotélicos, platônicos, filosofia e religião, magia e cabala, algumas teses foram julgadas heréticas e condenadas; ele chegou a ser preso na Savóia, quando fugia para a França. Depois foi libertado por Lourenço, o Magnífico, e perdoado por Alexandre VI, em 1493. Francisco Patrizi (15291597) confessava-se convicto de que sem filosofia não é possível ser religioso nem piedoso. A partir daí, convidou o papa a promover o ensinamento do Corpus Hermeticum e se atreveu também a recomendar-lhe o hermetismo no plano de estudos dos jesuítas; ele acreditava que assim faria os protestantes alemães retornarem à fé católica. Contudo, a Inquisição chegou a condenar como não-ortodoxas algumas de suas ideias. Mas Patrizi fora convidado por Afonso II d’Este para ensinar filosofia na Universidade de Ferrara, onde permaneceu de 1578 a 1592. A Holosofia entende ser o PHS (Programa Holosófico de Saúde) o Setor específico para fazer chegar à comunidade informações relacionadas à vida diária, mas também algum conteúdo cultural capaz de interessar àqueles que buscam aprofundar os seus conhecimentos sobre pessoas ilustres que nos antecederam e que exerceram influência no comportamento social e religioso de várias sociedades, incluindo a nossa. Prof. Me. Sebastião Saraiva, Maitreya Médico, holósofo e filósofo Cel. (098) 8282.9888 Site: www.holosofia.com.br MONTEVIDÉU - Com 16 votos favoráveis e 13 contrários, o Senado uruguaio aprovou na terça-feira, 10, o projeto de lei que torna o país a primeira nação do mundo a legalizar o cultivo e a distribuição de maconha em seu território por meio do Estado, além de regulamentar o consumo da droga, descriminar a posse, a venda e a produção da erva. Qualificada pelo presidente José Mujica como um “experimento”, a nova legislação tem o objetivo de combater o narcotráfico e foi discutida por quase 12 horas na Câmara Alta. Projeto de lei proposto pelo Executivo foi aprovado após quase 12 horas de discussão. O chefe do Executivo uruguaio, de onde parte o proposta, tem dez dias para sancionar a lei - que, segundo analistas, demorará ao menos quatro meses para ser plenamente regulamentada. A legislação permite que usuários de cannabis comprem até 40 gramas de maconha por mês, em farmácias, e cultivem até 6 pés da erva individualmente. Se reunidos em clubes com 15 a 45 integrantes, eles poderão cultivar até 99 plan- tas. “O enfoque preventivo e educativo (sobre a droga) deve estar incorporado aos sistemas formais e não formais de educação (...). Um mundo de incertezas, onde o os desafios diante dos riscos vinculados ao consumo problemático de drogas estejam presentes, exige fortalecer os fatores de proteção”, diz a lei. O presidente uruguaio afirmou na última segunda-feira, no Canal 4, que “há muita dúvida e a dúvida é legítima”. “Mas a dúvida não nos pode impedir de ensaiar caminhos diante de um problema. Não estamos totalmente preparados (para a legalização da maconha)”, disse Mujica, pedindo “audácia” aos legisladores e à sociedade uruguaia. “Isso não é uma festa, é como quem toma um purgante: é tomar medidas que não são bonitas; não queremos deixar essa gente (os usuários de maconha) entregue ao narcotráfico”, declarou o presidente. “Quem diz que o tabaco é bom? Mesmo assim, as pessoas fumam.” Na lei, consta que “a estratégia nacional não compartilha os enfoques proibicionistas

[close]

p. 3

14/12/2013 - Edição 711 Página 3 ACONTECE CIDADE CIDADE Prefeitura enfeita a cidade para o Natal Quem saiu às ruas à noite pôde apreciar os enfeites de Natal em vários pontos da cidade. Para colorir os prédios, foram colocadas luzes pisca-pisca e adornos na Praça Central (que conta com uma árvore de luzes na Fonte e decoração no coreto), na Prefeitura Municipal, Praça Nossa Senhora Aparecida, trevos (incluindo o Cristo) e nas unidades de Saúde. A escola Lólia também está iluminada e mais uma vez contou com a colaboração do parceiro João funileiro para deixar a unidade ainda mais bonita. Quem ainda não passou pelos pontos vale à pena conferir e se encantar com as luzes de Natal. Festa de Premiação do Projeto FIS Foram entregues 10 bicicletas, Kits escolares e prêmio especial de R$ 500 No sábado passado (07), os alunos do Projeto Futsal Inclusão Social (FIS) participaram da festa de premiação, onde os nove mais aplicados, com melhores boletins escolares, ganharam uma bicicleta. Foram entregues cinco bicicletas para os alunos do Ensino Fundamental I e quatro para os estudantes do Ensino Fundamental II. Além disso, foram distribuídos kits escolares aos que tiveram maior assiduidade no FIS durante o ano e sorteada mais uma bicicleta para a garotada dos núcleos Saporo e Arenão. Por ser destaque tanto em boletim escolar como em assiduidade no projeto, o aluno Breno Luís da Silva Grizólio recebeu também um prêmio extra: um cheque no valor de R$ 500,00, da empresa Gold Meat. Todos os participantes receberam medalha e puderam se divertir na festa, que terminou com um delicioso lanche.A primeira-dama Dra Ersone participou da festividade (ao lado do coordenador do projeto Gim, do secretário de Esportes Luciano Silva e da diretora Renata Jacob) e destacou a importância de oferecer atividades esportivas para a garotada: “além de oferecer opções para que os jovens e adolescentes não fiquem nas ruas, o projeto ainda incentiva uma vida saudável através da prática de exercícios”, completa. O FIS é realizado através da parceria entre a Prefeitura Municipal de Cajuru e a empresa Gold Meat. Cerimônia de Formatura dos alunos do 9o Ano da escola “André Ruggeri” Na sexta-feira (06) os alunos do 9 o ano da escola “André Ruggeri” participaram da cerimônia de formatura realizada no salão nobre da escola “Galdino de Castro”. Para compor a mesa, a cerimonialista e diretora da unidade, Eliana Piccini, convidou a secretária da Educação Maria Luiza de Melo, as paraninfas Neuza Zanin (e madrinha de rosas), Tânia Grizoli (e madrinha de rosas) e Débora Costa que junto com Bruna Beleboni foram as madrinhas de missa; e por fim o patrono das turmas Luciano Veloso, que também fez a última chamada ao lado das professoras Françoase Santos e Bernadete Soares. A cerimônia teve início com os hinos Nacional e do Município e seguiu com a entrega das rosas e certificados. Os pais puderam acompanhar esse momento tão importante na vida de seus filhos e o discurso da secretária Maria Luiza, que versou sobre a conclusão de mais uma etapa vencida. O prefeito Dr. Luís Estevão que não pôde comparecer, foi representado pela secretária da pasta e deixou seu recado: “Parabéns aos formandos e espero que todos continuem trilhando um bom caminho, sempre em busca do conhecimento e do crescimento pessoal e profissional. Boa sorte a todos”.

[close]

p. 4

Página 4 Edição 711- 14/12/2013

[close]

p. 5

14/12/2013 - Edição 711 Página 5 ACONTECE CIDADE CIDADE Contribuinte tem até o dia 20 de Procon: Orientação aos Fornecedores dezembro para regularizar o IPTU Verifique nas questões mais frequentes se as orientações atendem suas dúvidas e o ISS sem juros e sem multas A Prefeitura Municipal de Cajuru está concedendo aos contribuintes (Pessoas físicas e jurídicas) anistia de multas moratórias e juros dos débitos tributários inscritos em divida ativa, como IPTU, ISSQN, até 20 de dezembro de 2013. A isenção será feita segundo a Lei Complementar nº 84, de 18 de novembro de 2013, aprovada pela Câmara Municipal, da seguinte forma: 100% de anistia do valor das multas e juros para pagamento à vista, até o dia 20 de dezembro de 2013; 70% de anistia do valor das multas e juros para pagamento em até 3 vezes, sendo a primeira parcela até 20 de dezembro de 2013. O valor mínimo das parcelas é de R$ 15,00 e o atraso ou não pagamento das parcelas na data de seu vencimento resultará no cancelamento do parcelamento. O contribuinte que desejar obter os referidos benefícios deverá procurar o setor de lançadoria, localizado ao largo São Bento, 967 (ao lado do prédio da Prefeitura Municipal). Aproveite a oportunidade e quite seus débitos. 1) Quando um produto apresenta vícios e precisa ser trocado por outro novo, o fornecedor tem que conceder nova garantia? Sim. Deverá ser concedido novo termo de garantia, devidamente preenchido e acompanhado de uma nota fiscal específica de troca. A emissão de uma nova nota fiscal não implicará em novo recolhimento de ICMS, visto que será uma nota fiscal de troca, regulamentada pelo decreto n o 51.689 de 22.03.2007 e não uma nota fiscal de venda. 2) Na promoção de venda de mostruário ou “saldão” é possível não se permitir a troca, já que o consumidor sabe do vício/avaria do produto adquirido? A garantia legal também é válida para produto usado. É indispensável que o fornecedor descreva detalhadamente os possíveis vícios que o produto/serviço tenha, uma vez que é direito do consumidor receber informação. Não é suficiente incluir cláusula que diga que o consumidor está adquirindo o produto no “estado” em que se encontra, e que não terá direito a troca. Essa cláusula (entendimento unânime dos tribunais) é nula, isto é, não tem validade. Somente na garantia contratual e na estendida podem ser estabelecidas condições. 3) Qual o prazo da Garantia Legal? O prazo da garantia legal é de 90 dias. A contagem deste prazo tem início a partir da entrega efetiva do produto ou término da execução do serviço. No caso de vício oculto, a contagem do prazo inicia-se no momento em que ficar evidente. O consumidor terá prazo para reclamar os vícios aparentes ou de fácil constatação de 30 dias para produtos e serviços não duráveis e de 90 dias, tratandose de produtos e serviços duráveis. 4) Qual a diferença entre serviço ou produtos duráveis e não duráveis? Produtos ou serviços não duráveis são aqueles que se esgotam ao primeiro uso ou em pouco tempo após a aquisição, ou seja, aqueles que são naturalmente destruídos na sua utilização. Os produtos ou serviços duráveis não são necessariamente destruídos pelo consumo. O que pode ocorrer é o desgaste natural com a sua utilização, portanto, caracterizam-se por ter vida Comunicado Importante: A Prefeitura Municipal de Cajuru solicita aos moradores que coloquem o entulho de seus quintais na rua até o dia 19 de dezembro, que a equipe de limpeza passará recolhendo. Vamos deixar a cidade limpa. Colabore! Alunos da escola “André Ruggeri” encerram o ano letivo com festividades Para encerrar o ano letivo, os alunos da manhã e da tarde tiveram um dia diferente na quarta-feira (04). Nos dois períodos participaram das atividades artísticas, que consistiu em belas apresentações. A grande atração foi a encenação do “Presépio Vivo” interpretada pelos alunos dos 4o anos B e C, das professoras Ana Paula de Deus e Aninha Araújo. Com essas apresentações, a equipe da escolaAndré Ruggeri encerra mais um ano desejando a todos os alunos e familiares, um Feliz e Santo Natal. útil não passageira. 5) O fornecedor é obrigado a preencher o termo de garantia? Sim. O termo de garantia contratual deve ser preenchido pelo fornecedor, pois deixar de fazê-lo é crime contra a relação de consumo. 6) Quando o consumidor perde o direito à garantia? Quando terminar o prazo de garantia ou quando o fornecedor provar que o vício apresentado no produto ou serviço é decorrente de mau uso ou uso indevido por parte do consumidor. 7) Quem é o responsável pelas despesas com frete e assistência técnica? Durante a vigência da garantia o fornecedor deve tomar providências para sanar o vício apresentado no produto ou serviço, arcando com quaisquer despesas necessárias para essas providências, tais como frete e assistência técnica. Não pode haver o repasse desses custos ao consumidor. · Em caso de dúvidas procure o Procon. Wagner Félix – diretor do Procon Prefeitura Municipal de Cajuru A Oração Santa Rita Acender 1 vela branca durante 9 dias. Rezar 1 Pai Nosso e 1 Ave Maria, fazer 1 pedido necessário, 1 de negócio e 1 impossível, rezar todos os dias com a mesma vela branca que foi acesa no 1° dia. Acender a vela, rezar apagar, assim sucessivamente durante 9 dias. No 9° dia mandar publicar, mesmo não acreditando, seus pedidos serão atendidos. R.S.J

[close]

p. 6

Página 6 Edição 711- 14/12/2013

[close]

p. 7

14/12/2013 - Edição 711 Página 7 ACONTECE CIDADE CIDADE Apresentações Artísticas marcam encerramento do ano no PAI Casa da Cultura monta presépio com peças feitas em Palha surgiu através de um curso que a funcionária Vera de Aquino participou, onde ensinaram a trabalhar peças em palha. Com a matéria-prima na mão, Vera decidiu dar forma ao presépio que tem a Sagrada Família, os animais, manjedoura... O presépio está em exposição na Casa da Cultura e fica voltado para a porta de vidro, o que permite ser visto a qualquer hora pelos interessados, pelo lado de fora do prédio. Quem passar por lá vale parar e dar uma espiadinha para conferir a beleza do presépio. Para encerrar as atividades em grande estilo, a equipe do Programa de Assistência à Adolescência e à Infância (PAI) promoveu uma tarde diferente, com apresentações artísticas realizada pela garotada. Entre as atrações acompanhadas pela secretária da Educação Maria Luiza e pela coordenadora Silvia estavam: Bom gosto e originalidabalé, dança criativa, dan- de. Assim pode ser definido o ça de rua e capoeira. Para começar, balé, com coreografia bem ensaiada para a apresentação. Na sequência, o professor Snoopi envolveu toda a garotada, que sob o seu comando improvisou passos, um trabalho maravilhoso que mostrou o quanto são criativos e podem inovar na dança. O professor Bahia reuniu a turma da capoeira, que também fez bonito nas apresentações. Para encerrar a tarde e o ano, um lanche para a meninada que gastou muita energia nas apresentações. Até 2014, com muita energia, aprendizado e diversão! presépio montado na Casa da Cultura, feito em palha. A ideia Almoço de Confraternização do grupo de Idosos da ESF Piscina Para encerrar um ano vitorioso, de muito trabalho e dedicação, a equipe da Estratégia Saúde da Família do bairro Jardim Maria Tereza realizou um almoço festivo para o grupo de idosos. O encontro foi na quarta-feira (11), na escola municipal “Lólia da Fonseca Palma Reis”. O dia foi alegre e divertido e, além do delicioso almoço, o grupo participou de sorteios de presentes comprados com muito carinho pela médica da unidade Dra Ersone. O prefeito Dr. Luís Estevão e os filhos também foram prestigiar a comemoração. “Fico muito feliz em ver o trabalho de todas as unidades da Estratégia Saúde da Família e quero, neste ato, parabenizar todas as equipes de saúde do município”. Para encerrar, a médica da unidade cumprimentou as participantes desejando um Santo Natal. Funcionários Públicos Municipais receberão Gratificação Natalina Benefício será creditado na terça-feira Todos os servidores públicos da Prefeitura Municipal de Cajuru (inclusive os aposentados, pensionistas e afastados) receberão Gratificação de Natal no valor de R$ 300,00. O crédito deverá ser feito no dia 17 de dezembro (terça-feira), na agência do Banco do Brasil. Os afastados deverão procurar a Tesouraria para receber o bônus. Essa foi a forma que o prefeito Dr. Luís Estevão encontrou para externar os votos de Feliz Natal a todos os funcionários que estão trabalhando para o desenvolvimento de Cajuru e todos aqueles (efetivos) que fizeram parte do quadro e deram sua contribuição para o crescimento da cidade. Também, fez questão de incluir os funcionários que por razão de saúde ou outros motivos estão afastados e espera que em breve voltem a compor a equipe de trabalho. Feliz Natal a todos! EXPEDIENTE - “O JORNALZÃO CAJURU” Empresa: H. T. TRANQUILLI-ME. Contato comercial: Rua Orlando V. Figueiredo, 676 - Fone - 36674497, Diretor Responsável: Homero Tranquilo Tranquilli, tiragem: 3.500 mil exemplares, impressão: Editora Grafisc - São Carlos/SP. distribuição Gratuita e Assinantes. Circulação: Cajuru, Cássia dos Coqueiros e Santa Cruz da Esperança. Colaboradores: Lurdinha, Roberta, Fabiano L.Gomes, Luciano Porfirio, Caio Luis.

[close]

p. 8

Página 8 Edição 711- 14/12/2013 Vereador João do Mercado consegue verba no valor de R$ 30.000,00 para o Hospital. Atendendo a solicitação do vereador e companheiro João do Mercado, o Depu- tado Estadual Welson Gasparini, conseguiu junto ao Governo do Estado, uma verba no valor de R$ 30.000,00, para a Casa de Caridade São Vicente de Paulo de Cajuru (Hospital).

[close]

p. 9

14/12/2013 - Edição 711 Página 9

[close]

p. 10

Página 10 Edição 711- 14/12/2013 ACONTECE CIDADE CIDADE Seminário de encerramento do Pacto Nacional pela alfabetização na idade certa de 2013 da Secretária da Educação Maria Luiza de Melo e do prefeito municipal Dr Luis Estevão Pereira a quem muito agradecemos . Como Coordenadora Local do PACTO, ressalto a importância deste curso tanto para os educandos quanto para os alfabetizadores participantes pois faço minhas as palavras de Rubem Alves: “Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses.” Ensinar é um exercício de imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o mundo pela magia da nossa palavra. O professor, assim, não morre jamais... O nascimento do pensamento é igual ao nascimento de uma criança- tudo começa com um ato de amor. Uma semente há de ser depositada no ventre vazio. E a semente do pensamento é o sonho. Por isso os educadores, antes de serem especialistas em ferramentas do saber, deveriam ser especialistas em amor- intérpretes de sonhos. (Rubem Alves). Muito obrigada pela confiança em mim depositada alfabetizadoras do Pacto, pois sem vocês nada disso existiria: nem sonho, nem magia, nem mudança, nem qualidade na aprendizagem, tudo sempre igual na mesmice enfadonha do desaprender cada dia mais e mais.....“Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”... Fernando Pessoa Rose Merie Torrrano e Cibele Bento Lopes Dr. Luís Estevão foi entrevistado pelo Noticidade (SBT) O programa Noticidade exibido pela regional do SBT entrevistou o prefeito de Cajuru, Dr. Luís Estevão, na quarta-feira (11). Dentre as questões abordadas pelo jornalista Orlando Pesoti, Dr. Luís falou sobre a Saúde em Cajuru, a situação financeira do município (o pagamento dos precatórios que a prefeitura vem efetuando) e dos investimentos feitos na Educação e os projetos para 2014. Nos bastidores, o prefeito foi muito elogiado pelo apresentador e pelo vereador ribeirão-pretano Ricardo Silva, que também foi entrevistado no mesmo programa. Nesse bate-papo, o vereador (que é filho do deputado Estadual Rafael Silva) marcou uma visita à Prefeitura de nossa cidade. Dr. Estevão foi convidado a participar outras vezes do programa Noticidade, convite aceito pelo prefeito. Na noite do dia 10 de dezembro, às 19h30minh, realizouse nas dependências da EMEB Dr Mousart Alves da Silva o Seminário de encerramento do Pacto na nossa cidade. Eu, Coordenadora Local do Pacto e Cibele Bento Lopes – Orientadora de Estudos nos esforçamos para que a noite fosse realmente muito especial... Com as emoções afloradas, nossas alfabetizadoras deram um verdadeiro show na apresentação do que foi estudado e aplicado em sala de aula neste ano. Com muita garra e vontade de aprender sempre mais, uma a uma elas expuseram seus trabalhos e apresentando o produto final de seus projetos : Portfólios maravilhosos, livros de pano confeccionado por elas, fotos de suas classes no cantinho de leitura, fotos dos alunos com os jogos , etc. O Pacto , conforme depoimento de várias delas serviu para que abrissem os olhos e mudassem sua conduta em sala de aula. Serviu para que novas atividades e práticas pudessem ser realizadas em sala de aula, tornando o dia a dia mais feliz de educadores e educandos na escola,pois com novas metodologias, conseguiram alcançar a qualidade na aprendizagem diária, muitas vezes fora enfadonha e cansativa. No Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa são desenvolvidas ações que contribuam para o debate acerca dos direitos de aprendizagem das crianças do ciclo de; para os processos de avaliação e acompanhamento da aprendizagem das crianças; para o planejamento e avaliação das situações didáticas; para o conhecimento e uso dos materiais distribuídos pelo Ministério da Educação, voltados para a melhoria da qualidade do ensino no ciclo de alfabetização. O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um programa do governo federal, no âmbito do MEC que, de acordo com o documento Manual do pacto: Pacto pela Alfabetização na Idade Certa: o Brasil do futuro com o começo que ele merece, “é um compromisso assumido pelos governos federal, do Distrito Federal, dos estados e municípios de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental (BRASIL, p.11, 2012) Tivemos o total apoio Prefeito participa de evento do Programa Município Verde-Azul Nesta terça-feira, 10 de dezembro, o Prefeito Dr. Luís Estevão Pereira participou em São Paulo do evento de divulgação do ranking dos municípios participantes do Programa Município VerdeAzul. Referido Programa, objetiva estabelecer maior eficiência na gestão ambiental, através da descentralização e valorização da base da sociedade, capacitando e estimulando os municípios a desenvolverem uma Agenda estratégica ambiental, voltada ao desenvolvimento de ações e cumprimento de metas. Ao final de cada ciclo, é avaliada a eficácia dos municípios na condução das ações propostas e, de acordo com a pontuação alcançada, são liberados recursos pelo Fundo Estadual de Controle da Poluição – FECOP, o qual é controlado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente. De acordo com o Indicador de Avaliação Ambiental - IAA divulgado, Cajuru conseguiu a 255ª posição no ranking. Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a colocação pode ser considerada satisfatória, tendo em vista a superação de 145 posições no ranking. Para finalizar, foi acrescentado que a meta da Secretaria é conseguir anualmente, a obtenção de melhores colocações, podendo o município conquistar o primeiro lugar em dois anos. www.ojornalzao.com.br

[close]

p. 11

14/12/2013 - Edição 711 Página 11

[close]

p. 12

Página 12 Edição 711- 14/12/2013 ACONTECE CIDADE CIDADE América vence a I Copa Cajuru de Futebol No último domingo (07) terminou a I Copa Cajuru de Futebol, com a disputa do 3o e 4o colocados. O jogo finalizou com a vitória dos Meninos da Vila 2 X 0 Cruz Alta. Logo em seguida, o máster do Comercial jogou contra o máster de Cajuru, empatando por 2x2. A disputa final foi emocionante, com o tempo regulamentar empatado. Nas disputas de pênaltis o América venceu o Dom Bosco com o placar de 3X2. Para encerrar a temporada, a Secretaria de Esportes entregou os troféus aos quatro primeiros colocados e medalhas para todos os jogadores que se classificaram em 1o, 2 o e 3 o lugares. Cajuru Reclama Programação de Final de Ano Secretaria de Esportes, Cultura e Turismo DIA 15/12 –DOMINGO- ÁS 9h00 – PRAÇA - FANFARRA DIA 16/12 -SEGUNDA-FEIRA- ÁS 19h00- CASA DA CULTURA - CAPOEIRA DIA 16/12 - SEGUNDA- FEIRA - ÁS 20h00 - TEATRO ESPETACULO - JANELAS D’ALMA – DESASSOSSEGOS AMOROSOS DIA 17/12 - TERÇA-FEIRA - ÁS 19h00 - CASA DA CULTURA – TEATRO ESPETACULO – MANDALIQUES DIA 17/12- TERÇA-FEIRA - ÁS 19h30 - CINEMA PARA TODOS DIA 18/12 - QUARTA-FEIRA - ÁS 20h00- CASA DA CULTURA - CORAL DIA 18/12- QUARTA-FEIRA - ÁS 20h10 - TEATRO – AUTO DE NATAL -ESPETACULO ”O BOIZINHO DO CÉU DIA 18/12- QUARTA-FEIRA - ÁS 20h40 - PIANO DIA 19/12- QUINTA-FEIRA - ÁS 18h00 - CASA DA CULTURA - JUDÔ DIA 19/12 - QUINTA-FEIRA- ÁS 20h00 – BALÉ - DANÇA DE RUA e BANDA O morador da rua Espirito Santo, 2186, JD. Maria das Graças, Sr. Adilson Aparecido Patriniane, reclama de um buraco que tem em frente sua residência, relata no dia 25/11 esteve com o fiscal Luciano o solicitando o fechamento do buraco e que o mesmo ficou de tomar as providências necessárias. Pós alguns dias, encaminhouse mais uma vez para falar com o fiscal sobre o problema, desta vez outra fiscal que também ficou de resolver o problema. Mas até ontem dia 13/12 nada foi feito, com as fortes chuvas o buraco esta aumentando e poderá causar acidentes. Conserta-se Maquina De Costura Industrial e Familiar peças e troca de madeiramento. Atendemos em domicilio R. São João, 298 Fone – 3667-2414

[close]

p. 13

14/12/2013 - Edição 711 Página 13

[close]

p. 14

Página 14 Edição 711- 14/12/2013

[close]

p. 15

14/12/2013 - Edição 711 Página 15 NEGOCIOS E OPOR TUNIDADES OPORTUNID TUNIDADES Vende-se Gol 2008, 1.6 c/ direção hidráulica, R$ 17.500,00. Tratar 3667-1648 / 99268-2648 Vende-se ou Troca Corcel 1. Falar com Conceição 993105043 Vende-se 200 caixas de vasilhames, completa, de todas as mar- 99178-8903 cas. Tratar (Patinho) Vende-se Lotérica 99117-7589 em Santa Cruz da Faixas da discórdia cados mais ônibus em circulação é necessário que haja um aumento no público usuário. E não é isso que deve acontecer num curto prazo. Ninguém vai deixar de usar o carro imediatamente e passar a usar o ônibus. Isso demora. O que temos hoje são ônibus lotados e com mais coletivos haveria apenas uma melhor distribuição desse público. Só que mais ônibus nas ruas significa mais custos para a empresa. E sem que haja aumento de usuários, não compensa ampliar as linhas”. Em resumo: o projeto populista da administração do PT, apenas para abrandar o clamor das manifestações, tende a ir por água abaixo por ter sido feito às pressas e sem estar baseado em dados concretos. Quem entende do assunto afirma ainda que a coisa deveria ter sido feita de maneira paulatina cria-se um corredor aqui, espera-se os reflexos no trânsito, avalia-se as consequência para quem não usa o ônibus e aí sim, um, dois, três anos depois, criase outra faixa acolá. E não é o que vem acontecendo. Parece que o afogadilho atende apenas a interesses eleitoreiros já que 2014 estão aí com novas eleições. Sou a favor das faixas e corredores de ônibus e faria uso do transporte coletivo, tranquilamente, se houvesse qualidade, se não houvesse superlotação e se ele realmente andasse mais livre pelas ruas. Não é o que acontece! E assim como eu, exatamente por causa disso, milhões de pessoas na cidade não deixarão o conforto dos seus carros para usar um serviço que vai continuar precário apenas 5km/h mais rápido. Temos então de nos conformar com o trânsito, cada vez pior, até que nossos governantes decidam adotar uma medida verdadeiramente séria, objetiva, planejada e livre de interesses partidários. Essa que está ai é apenas um tapinha nas costas de quem vai demorar a perceber que foi enganado. Vende-se Caminhonete F 4.000, ano 79, em bom estado de conservação. Tratar 99117-7589 Vende-se Carretinha alongada documentada. Tratar (Ivan) Esperança. Tratar 99346-2144 Vende-se Barzinho Estilo Colonial de madeira. Tratar 99743-4797 / 3667-4322 Em julho deste ano, após a onda de manifestações pela queda do preço da tarifa, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, tratou de colocar em prática, mais que rapidamente (temendo novo clamor popular), a implantação de novas faixas de ônibus. Fez o que considera um “avanço” e bateu uma meta que era apenas para 2016 - colocar 170 km de corredores de ônibus pra funcionar (até o final do ano serão 300 km). Alguns disseram “Nossa que maravilha, que prefeito eficiente!”. E temos de admitir que os corredores e faixas de ônibus são, realmente, uma boa solução para a mobilidade urbana de uma cidade como São Paulo. Mas há vários poréns nessa pressa de Haddad que me causam certo temor e arrepio. Vamos aos fatos: uma pesquisa feita com 805 usuários apontou que 93% deles é a favor dos corredores. Olhando o número friamente parece algo positivo. Mas penso se isso é realmente relevante diante do universo de cerca de 4 milhões de usuários por dia. O número de entrevistados representa menos que 0,021%. Ou seja, é como se apenas UM em cada 5.300 usuários aprovasse a faixa. Tudo bem que a pesquisa é feita por amostragem, mas tenho minhas dúvidas em relação ao real resultado. E se a pergunta feita fosse: ”você acha que a faixa de ônibus resolveu o problema do transporte?”. Com certeza esse re- sultado seria muito negativo. O que se ouve nos pontos de ônibus é que a demora e a superlotação continuam e o número de linhas e coletivos não aumentou. Outra coisa: os “gênios” do projeto também afirmam que a velocidade média dos ônibus nos corredores cresceu 48%. Uau!! Poderia ser incrível se eles andassem a 80 km/h. Mas se arrastando a meros 14,5 km/h (cinco vezes menos que uma zebra assustada), subir para 20 km/h não fará muita diferença. Principalmente porque essa medição foi feita apenas em determinados trechos e não em todo o trajeto.Agora, vamos levar em consideração o nó no trânsito da capital que as novas faixas e corredores provocaram e a ira que isso tem causado nos motoristas. Se já não se andava antes em São Paulo, estamos quase andando para trás agora. As cerca de duas horas e quinze que passamos, em média, no trânsito todos os dias, com certeza subiram, consideravelmente, provocando novas quebras de recorde de lentidão como vimos na semana passada. As novas faixas e corredores, segundo especialistas em engenharia de trânsito, só são viáveis se implantados com planejamento e outras medidas que complementem o projeto. Por exemplo, a colocação de mais linhas e ônibus em circulação. E não é isso que aconteceu junto com o que Haddad fez. Conversei com um especialista em transporte coletivo que me disse o seguinte: ”Para que sejam colo- Passagem para Praia Grande (Ubatuba). Tratar: Rua Expedicionário n° 607 Fones: 99204-7728 Nariara ou 99229-5522. 6 dias, últimas passagens. Valor R$ 250,00 cada. Saída dia 20/12/13 às 19:30 Hrs Monta-se e Desmonta-se móveis de madeira ou de aço. Tratar (Renan) 993943131 / 993840549 (Luis)

[close]

Comments

no comments yet