teste

 

Embed or link this publication

Description

teste

Popular Pages


p. 1

Eternamente Juntos para sempre

[close]

p. 2



[close]

p. 3

Eternamente Juntos para sempre Maissa Nogueira Regina dos Anjos Simone Bernardes

[close]

p. 4

Eternamente Estavam em uma reunião muito importante, porém muito chata, a única coisa que tinham que fazer era concordar com tudo que falassem. Após a reunião, Carlos e Mariana foram para o ponto de ônibus. Era tarde e o medo tomou conta deles, todo o cansaço desapareceu. Viram ao chegar ao ponto um rapaz jovem, com olhos negros, e uma pele branca como a neve. Ele segurava nas mãos uma rosa vermelha e estava sentado em um banco em frente ao ponto. Mariana desafiou Carlos a ir ver o que ele queria ou esperava ali. Então Carlos aceitou e foi falar com o rapaz. Quando voltou explicou:

[close]

p. 5



[close]

p. 6

- O rapaz está esperando sua amada e já está ali há mais de mil anos. Ela deu risada e perguntou ao faxineiro de uma loja quanto tempo aquele rapaz estava ali, ele respondeu que já trabalhava ali há mais de quarenta anos e sempre o via sentado do mesmo jeito. Mariana começou a se assustar, pois o cara tinha aparência de vinte anos. Foi quando viram uma gata preta sentada olhando em direção ao rapaz, perguntou então para o faxineiro: - E a gata? - Não sei, ela também nunca saiu dali. Existe uma história que dizem e que pode até ser verdadeira. - Que história? – Perguntou curiosa

[close]

p. 7



[close]

p. 8

- Bom, aconteceu aqui mesmo, muito tempo atrás. Dois jovens, Alberto e Jéssica, eram perdidamente apaixonados e venceram todos os obstáculos para viver essa paixão. Eram queridos por todos, mas um rapaz chamado Paolo, mais conhecido como Sujão, também amava Jéssica, e o ódio e o ciúme tomou conta dele. Sempre que podia dava em cima dela, esperando que eles terminassem o namoro. Alberto era ciumento, mas confiava em Jéssica. Sujão, que era muito malvado, não aceitava e não perdoava ninguém, nem mesmo Jéssica por amar a outro que não fosse ele. Um belo dia Alberto convidou Jéssica para jantar em um restaurante ali perto. Todos sabiam que Alberto tinha em mente pedir Jéssica em casamento, já que eles fariam 7(sete) anos de namoro naquele dia.

[close]

p. 9



[close]

p. 10

Ele disse para Jéssica encontrá-lo naquele banco ao anoitecer. Alberto já estava a sua espera exatamente naquele banco, com uma rosa vermelha. Jéssica ia chegando quando Sujão apareceu na frente dela e disse: - Se não queres me amar, não amarás ninguém. Só daqui mil anos, se dois jovens conseguirem mostrar o que é o verdadeiro amor, você se transformará novamente em mulher. Mas até lá uma gata das trevas você será. E se ele a ama irá esperar. Antes de virar gata ela olha em direção a Alberto e grita. -Você me espera? Jura que me espera? - Juro, esperarei por toda eternidade se for preciso, pois nosso amor é eterno. Respondeu Alberto.

[close]

p. 11



[close]

p. 12

As lágrimas rolaram e caíram no chão ao mesmo tempo. Com isso os dois ficaram enfeitiçados. Alberto não saiu mais dali e a gata sempre olhava em sua direção. Sujão foi considerado bruxo pelas pessoas que viram tudo, e foi embora da cidade desde então. Eles estão aí e só vão embora quando o feitiço for quebrado e estiverem juntos para a eternidade.

[close]

p. 13

-Nossa! –Exclamou Mariana - Ah! Vamos embora nosso ônibus acabou de chegar e eu não quero esperar outro. – Disse Carlos. Foram embora, mas a história ficou na cabeça de Mariana. No dia seguinte ela foi a outra reunião e viu o homem e a gata do mesmo jeito. Depois Mariana e Carlos foram falar com o faxineiro, procuraram por toda parte, mas nenhum sinal dele. Então entraram na loja e perguntaram para a vendedora sobre o faxineiro, ela respondeu: - Não temos mais faxineiro, o senhor que trabalhava aqui saiu dizendo que nessa época houve uma história estranha, onde uma mulher virou gata, e não queria ficar para ver o desfecho da história que está para acontecer. - Que dia vai acontecer o fim da história? Mariana pergunta. - Parece que é dia treze de Agosto. - Obrigada. Agradeceu e se virou para Carlos. - É amanhã - Mas Carlos parecia não acreditar, ele também viu o faxineiro.

[close]

p. 14



[close]

p. 15

- Você não está achando que eu estou maluca? - Mas é claro, onde já se viu uma mulher virar uma gata. Só um idiota para acreditar. Disse Carlos -Então sou idiota, meu melhor amigo me acha idiota, não fale e nem me procure, pois eu não quero mais te ver. Foram embora no mesmo ônibus, mas não se olharam. Mas o que eles não sabiam era que iriam sentir falta um do outro. Mariana não acreditava que Carlos achasse que ela era idiota, ele quem tinha que pedir desculpas. No dia seguinte ela foi trabalhar e Carlos também, mas não se falaram. Ela falou dele o tempo todo e segundo informações ele também falou dela. Tinham reunião naquele dia e depois Mariana foi ver o rapaz e a gata. Ela ficou pensando em Carlos o tempo todo. Quando ela olhou pra trás, lá estava ele, olhando para ela com uma rosa vermelha.

[close]

Comments

no comments yet