Jornal Zona Oeste em Foco - Júlio de Mesquita & Cia. Nov/Dez 13 - Ed. 49

 

Embed or link this publication

Description

Edição 49 do Jornal Zona Oeste em Foco - Júlio de Mesquita & Cia

Popular Pages


p. 1

ANO 10 Nº 49 NOV/DEZ-13 MEU DONO VAI VIAJAR Con�ira as dicas para o seu animal de estimação �icar confortável, viajando ou não com você. E e u? Páginas 12 e 13 Workshop da Acezo foi um sucesso de público e participação Página 5 Comerciante acelera com sua moto nas pistas do Brasil Página 9

[close]

p. 2

Contiauto

[close]

p. 3

NOSSO FOCO Queridos amigos. Nesta edição do Jornal Zona Oeste em Foco – Júlio de Mesquita Filho e Cia. – começamos falando de uma das maiores cantoras sorocabanas dos últimos tempos, Maria Germani, que denomina uma rua do Conjunto Habitacional “Júlio de Mesquita Filho”. 3 A acupuntura é um dos destaques desta edição, juntamente com a empresa Sem Emendas Calhas. Pág. 10 A Acezo (Associação Comercial e Empresarial da Zona Oeste) também realizou em conjunto com Sebrae um workshop que foi um sucesso, buscando colaborar no aumento das vendas dos comerciantes da região. Também foi eleita a comissão de Saúde do Centro de Saúde Sorocaba. Pág. 04 Agora se você quer uma cerimônia de casamento, além dos padrões oficiais, leia a reportagem com o cerimonialista Carlos Eduardo. Pág. 11 O final de ano está chegando e com ele as merecidas férias. Nesse momento surge uma dúvida: o que fazer com meu animal de estimação? Confira as dicas nesta edição. Págs. 12 e 13 Pág. 05 Pág. 06 No Foco Social você fica por dentro dos eventos sociais da nossa região. Com destaque para o workshop da Acezo. Pág. 07 A Casa do Cidadão do Jardim Ipiranga atende, em média, 10 mil pessoas por mês, sendo muito importante para a nossa região. Pág. 14 Os moradores da nossa região têm um ótimo local para os momentos de lazer, o Parque Municipal “Miguel Gregório de Oliveira”. As redes sociais são ótimas ferramentas de divulgação e, em sua maioria, sem custos. Muitas são as fan pages no Facebook e também grupos de vendas. Nesta edição você fica conhecendo alguns. Pág. 15 Programe-se com a nossa agenda cultural e os comentários da Garota Sabida. Pág. 22 Nesta edição você também fica sabendo que o comerciante Irineu Cerino Junior, Tenham todos uma ótima leitura. proprietário da Contiauto, acelera forte com sua moto pelos autódromos do País. Impressão: Grá�ica Santa Edwiges - Fone: 99724-2449 | Editor: Marcos Tadeu Stachewski | Comercial: Paula Pacheco - Fone: 3013-1331 | Jornalista Responsável: Cida Muniz MTB: 42990/SP Arte Final/ Diagramação: Matheus Stachewski, Jéssica Furquim | Distribuição gratuita porta a porta: Júlio de Mesquita, Jd. Sta. Bárbara, Jd. Villagio Torino, Jd. Montreal, Jd. Tropical, e Quintais do Imperador. Pág. 08 EXPEDIENTE - Ano 10 - nº 49 - Novembro / Dezembro 2013 - Tiragem: 11.000 Exemplares Pág. 09 Jornal Zona Oeste em Foco - R. Léo Migliorini, 88 Sala 1 - Wanel Ville IV - Fone: 3329-7596 | zonaoesteemfoco@terra.com.br | www.jornalzonaoesteemfoco.com.br As matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião do jornal.

[close]

p. 4

4 aria Germani empresta seu nome a antiga rua 1 do Conjunto Habitacional “Júlio de Mesquita Filho”. A cantora, conhecida como “Rouxinol Sorocabano”, interpretava músicas de cantores famosos como Dalva de Oliveira e Dolores Duran, fazendo sucesso na vida noturna da cidade. O rouxinol é um pássaro considerado símbolo do amor e dos sentimentos, porém apresenta um íntimo laço entre o amor e a morte. Esse pássaro é conhecido pela pureza de suas notas e pela variedade de sua melodia. Dizem que aquele que ouvir seu canto jamais o esquecerá. Porém, seu simbolismo é vinculado à obra shakespiriana Romeu e Julieta, onde ele seria o cantor do amor na noite que termina. Os amantes, se escutam o rouxinol, permanecem unidos, mas expõem-se à morte, diz a lenda Maria Germani demonstrou talento para o canto desde criança. Aos cinco anos, ganhou um concurso para gravar um jingle de um produto farmacêutico. Maria Germani começou a cantar no antigo restaurante Garden’s Chopp, que �icava na rua Campos Salles e pertencia à família Carmona. Propôs não receber nada pelo trabalho, se as pessoas não gostassem, mas a apresentação foi um sucesso e ela fez uma longa temporada. A cantora foi uma das pioneiras em se apresentar ao vivo nos anos 70 em bares, lanchonetes e restaurantes. Cantava nas serestas e na escola onde trabalhava como secretária. Entre o �inal dos anos 60, década de 70 e 80, Maria Germani conquistou vários prêmios. M MEMÓRIA Maria Germani – O Rouxinol Sorocabano No 3º Festival de Seresta, em Tatuí, em 1972, ganhou o apelido de “Rouxinol Sorocabano”. Também participou de programas televisivos, estando presente, em 1988, no “Caçulinha Entre Amigos”, exibido pela TV Bandeirantes e comandado pelo músico Caçulinha. A cantora chegou a gravar um compacto duplo com canções de grandes intérpretes da MPB como Dolores Duran, Maysa, Dalva de Oliveira e Francisco Alves. Em 1978, Maria Germani casou-se com Luiz Condotto Netto (Luizito), no restaurante “Solar Los Pampas”, também da família Carmona. Um ano depois, Maria Germani perdeu o pai, Silvério Germani. A cantora �icou afastada da música por dois anos e retornou às noites de cantoria por recomendação médica para tratar a depressão. Maria Germani faleceu no dia 3 de abril de 1995. Completaria 80 anos em 21 de maio daquele ano. Deixou muita saudade, principalmente para os a�icionados pela seresta. Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul O rouxinol

[close]

p. 5

Acezo (Associação Comercial e Empresarial da Zona Oeste), juntamente com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas), Sescon (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo) e Prefeitura de Sorocaba, realizou na noite do dia 11 de novembro, na Casa do Cidadão do Jardim Ipiranga, seu primeiro workshop gratuito para os comerciantes da Zona Oeste. Conforme o presidente da Acezo e editor do Jornal Zona Oeste em Foco, Marcos Tadeu Stachewski, o evento foi um sucesso com a adesão dos comerciantes e empresários da região, o que incentiva a entidade a promover outras atividades para o aprimoramento dos empreendedores com o objetivo de aumentar as vendas e a rentabilidade. O consultor do Sebrae Eduardo Tadeu Mantovani, ministrou o workshop “Loja Organizada Vende Mais” destacando que atitudes simples contribuem para aumentar as vendas, iniciando pela fachada e a vitrine. Para o consultor, o comerciante tem que deixar o lado emocional e entender que a sua loja é um negócio, sendo importante ter capital de giro. Todos os pontos do empreendimento têm que ser analisado, sendo que a dedicação deve ser em tempo integral. Durante o workshop, Mantovani mostrou que a organização da loja, em todos os aspectos, contribui para o crescimento das vendas e a �idelização dos clientes. A EMPREENDEDORISMO 5 Workshop da Acezo/Sebrae foi um sucesso Comerciantes participaram ativamente do workshop O próximo workshop promovido pela Acezo será no dia 2 de dezembro, com o tema: Modernize sua Loja e será das 19h30 às 21h30, na Casa do Cidadão do Jardim Ipiranga, também sendo ministrado por Eduardo Tadeu Mantovani, consultor do Sebrae. Este workshop tem como público alvo os micros e pequenos empresários do segmento Faça sua inscrição SERVIÇO – Para mais informações e inscrições entre em contato pelo telefone 3318-4240 ou pelo e-mail acezo@acezo.com.br. de varejo e tem como objetivo sensibilizá-los para implantação de ações inovadoras em suas lojas, o que pode ser realizado sem custos adicionais e, dependendo da ação, os resultados econômicos podem ser rápidos. O evento tem como complemento a realização de duas tarefas práticas: diagnosticar como a loja pode ser modernizada e o plano de ação, acompanhados de uma indicação de trilha de aprendizagem com os produtos do Sebrae-SP. Consultor do Sebrae Eduardo Tadeu Mantovani

[close]

p. 6

6 eleição do Conselho Local de Saúde da Unidade Básica de Saúde Jorge Jamil Zamur (UBS – Unidade Básica de Saúde - Sorocaba I) ocorreu no dia 8 de outubro. Foram eleitos representantes do segmento de usuários, associações, trabalhadores e coordenação. O Conselho Local terá como presidente titular a enfermeira Luciana Pereira Rodrigues da Silva, coordenadora da Unidade, e suplente a enfermeira Maria Virgínia Souza Almeida. No segmento dos trabalhadores foram eleitas as funcionárias Katya Pereira Lopes (titular) e Eliudes Gomes da Rocha (suplente). Representando os usuários foram eleitos Berenice Mathias (titular) e Josué Mariano de Oliveira (suplente); e representando as Associações de Moradores, João Pereira Monteiro – Associação dos Moradores do Júlio de Mesquita Filho (titular) - e Manoel Borges – Associação dos Moradores do Piazza Di Roma e adjacências (suplente). As reuniões do Conselho Local ocorrerão na UBS, toda segunda terça-feira do mês, às 19h30. A primeira aconteceu no dia 12 de novembro. As reuniões são abertas à participação da comunidade. A 7ª Conferência Municipal de Saúde será realizada pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), e pelo Conselho Municipal de Saúde (CMS) de 29 de novembro a primeiro de dezembro. O evento tem como objetivos impulsionar, rea�irmar e buscar a efeConferência Municipal A SAÚDE UBS do Júlio de Mesquita empossa Conselho Local de Saúde Divulgação tividade dos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS), garantidos na Constituição Federal e na Lei Orgânica da Saúde; avaliar o SUS e propor condições de acesso à saúde, ao acolhimento e à qualidade da atenção integral; de�inir diretrizes e prioridades para as políticas de saúde, com base nas garantias constitucionais da Seguridade Social, no conceito ampliado e associado aos Direitos Humanos e fortalecer o Controle Social no SUS e garantir formas de participação dos diversos setores da sociedade em todas as etapas das Conferência. O tema central desta edição é “Gestão da Saúde Universal e Integral com Equidade em Sorocaba”, contando com três eixos temáticos: Conselho Local de Saúde da UBS Sorocaba 1 “Gestão Plena da Saúde: Consolidação e Desenvolvimento”, “Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde” e “Gestão Participativa e Controle Social da Saúde”. A 7ª Conferência Municipal de Saúde será composta por 668 delegados, sendo: 48 delegados natos (conselheiros municipais de Saúde), 310 delegados do segmento dos usuários, eleitos nas Conferências Locais, sendo dez delegados oriundos de cada UBS; 155 delegados do segmento trabalhadores, eleitos nas Conferências Locais de Saúde, sendo cinco oriundos de cada UBS e 155 delegados do segmento dos gestores/prestadores, também eleitos nas Conferências Locais, sendo cinco de cada UBS.

[close]

p. 7

Primeiro workshop da Acezo Na segunda-feira (11/11) a Acezo, juntamente com o Sebrae e apoio do Sescon e da Prefeitura de Sorocaba, foi realizado o workshop “Loja organizada vende mais”, ministrado pelo consultor Eduardo Tadeu Mantovani. FOCO SOCIAL 7 Envie para o nosso e-mail fotos dos seus eventos sociais: paula_pacheco@terra.com.br Marcos T. Stachewski, presidente da Acezo; Paula Pacheco; e Eduardo T. Mantovani Neiler, Andréia e Agnaldo Rose, Júnior do Pitico, Carlos e Guilherme Miguel, Silvana e Eli Bailarinas brilham no TMTV As pequenas bailarinas Natália e Nicole Roque brilharam no Teatro Municipal “Teotônio Vilela”, no dia 13 de outubro. Natália, 8 anos, estreou no palco e com a responsabilidade de ser a protagonista, tendo sido uma dos destaques da apresentação do Lago do Cisne, versão infantil. Já Nicole Roque dançou a Valsa das Horas. A coreogra�ia e direção estiveram a cargo da professora Gismeire Favara da Academia Imagem. Alunos de Publicidade e Propaganda da Uniso arrecadaram leite Os alunos do 6º semestre do curso de Publicidade e Propaganda da Uniso (Universidade de Sorocaba) se mobilizaram em uma ação bene�icente em prol da Creche Maria Claro. O objetivo da atividade foi arrecadar leite para a entidade. Os estudantes arrecadaram as doações entre os dias 11 a 14 de novembro, no intervalo das turmas da manhã e da noite, no bloco B da Uniso - Cidade Universitária.

[close]

p. 8

8 Entre as atrações do Parque Municipal “Miguel Gregório de Oliveira” está uma academia ao ar livre, com equipamentos, utilizada pela população para vários exercícios �ísicos. Já a pista de skate é o ponto de encontro de crianças e adolescentes. Aos �inais da tarde, eles se encontram no local para mostrar suas habilidades e desfrutam de uma área ampla e arborizada. Rosângela Aparecida Rodrigues, moradora do Jardim Montreal, frequenta o parque dia sim, dia não, no �inal da tarde, há dois meses, juntamente com o seu marido. Os dois fazem caminhada de cerca de 40 minutos e depois realizam exercícios na academia ao ar livre. Apesar do pouco tempo que pratica os exercícios, Rosângela já sente a diferença da importância de fazer atividades �ísicas. Rosângela elogia Parque Municipal “Miguel Gregório de Oliveira”, localizado entre o Conjunto Habitacional “Júlio de Mesquita Filho” e o Jardim Santa Bárbara, é uma área de lazer para os moradores dos bairros e das imediações, sendo um ponto de encontro, principalmente no �inal da tarde. Este parque municipal apresenta uma ampla área recuperada e urbanizada com espaço reservado à prática de atividades recreativas e esportivas, principalmente a caminhada. Conta com pistas em cimento e em saibro com um percurso total de 1.300 metros. O trajeto possui iluminação própria, placas de demarcação do percurso, além de uma ilha de alongamento. Academia e pista O LAZER Um dia no parque do Júlio de Mesquita Filho a estrutura da academia ao ar livre, mas crítica a velocidade imprimida por carros e motos que trafegam pela avenida Luiz G. Nascimento Júnior, ao lado do Parque. No local, a velocidade máxima é de 50 km/h, mas muitos motoristas e motociclistas não respeitam o limite. Skatistas Cida Muniz Jean Carlos Ferreira Rodrigues, 15 anos, está andando de skate há apenas 10 dias. Antes de andar de skate, Jean já frequentava o parque, mas agora visita o local todos os dias com os amigos. Guilherme Antonio Berse, 13 anos, anda de skate há três meses e gosta do parque, mas quer que a pista tenha mais rampas para poder mostrar suas habilidades. Antes do skate Guilherme jogava futebol, mas, como teve uma lesão na virilha, acabou mudando de esporte. Maicon Vasnolbida, 12 anos, é o mais novato na prática do skate, apenas alguns dias, mas gosta de ir ao parque, principalmente para encontrar os amigos. O Parque Municipal “Miguel Gregório de Oliveira” é um dos mais bonitos de Sorocaba e merece ser conhecido e frequentado. Parque possui pista de caminhada de 1.300 metros AI/Prefeitura Rosângela Aparecida Rodrigues frequenta o parque com o marido Garotos se divertem na pista de skate

[close]

p. 9

comerciante Irineu Cerino Junior, 35 anos, proprietário da Contiauto, acelera em autódromos de todo o Brasil desde 2006, quando participou pela primeira vez da Copa Schincariol, categoria estreante, e �icou em terceiro lugar. Já em 2007, na mesma Copa, na categoria Pro, conquistou o vice-campeonato e, no ano seguinte, foi campeão. Nessa época ele corria com uma moto 135 cilindradas de dois tempos. Já em 2008 correu em Barra Bonita e também foi campeão da prova. Em razão de seus compromissos empresariais, Juninho Cerino, como é conhecido nas pistas, resolveu parar de competir, voltando em 2011 na Supermotard, categoria 250 cc, participando de duas etapas da Copa Schincariol, �icando em terceiro lugar em uma delas e sendo campeão na outra. Já em 2012 participou do início do Campeonato Brasileiro e correu junto com mais três pilotos as 500 milhas de Interlagos com uma moto 600 cc. A prova começou às 11 horas e terminou às 18 horas. Quarenta e três equipes participaram (cada equipe tem de 3 a 4 pilotos) e ele �icou em terceiro lugar. Já neste ano ele fez prévia no Super Bike Series, participando de duas etapas, �icando em terceiro e primeiro lugar. Para o próximo ano Juninho Cerino vai participar do Super Bike Series na categoria 500 cc. Juninho Cerino andou muito de bike antes O início O ESPORTE 9 Comerciante acelera com sua moto nas pistas do Brasil de ter sua primeira moto, aos 14 anos. As pistas de bicicross eram sua paixão. Com seu 1,72 metro e 75 quilos, o piloto faz Muay Thai para manter seu condicionamento �ísico. Treinar mesmo somente nos dias que antecedem a prova. Já no dia da competição ele perde de um quilo a um quilo e meio de peso. As partes do corpo que mais sofrem na prova são os braços, ombros e pernas. Antes e depois da corrida o alongamento é a melhor maneira de relaxar o corpo. O piloto é um ser solitário, a�irma Juninho. Na pista ele está sozinho. Seu grande amigo é o mecânico que prepara a moto. No caso de Juninho Cerino esta função cabe a José Preparações que tem o apoio do Pézão. O piloto é apaixonado por velocidade e diz que o momento que a adrenalina é maior é antes da largada. Normalmente as provas têm 10 voltas. Uma moto de 600 cc chega na reta a bater 250 km/h. Nessa velocidade e em um autódromo, Juninho Cerino considera que a moto tem uma ótima estabilidade. O piloto nunca teve uma queda grave e a�irma que é muito mais perigoso dirigir na cidade. Para aquele que deseja ser piloto pro�issional, Juninho Cerino aconselha a procurar uma escola, existindo duas conceituadas, a de Alexandre Barros e Bruno Corano (categorias: iniciante, intermediário e expert). A próxima competição de Juninho Cerino é no dia 8 de dezembro, em Curitiba (PR), no autódromo Nelson Piquet, pela categoria Super Bike Series, que terá transmissão ao vivo pela Rede TV e pelo site da categoria. Boa sorte campeão. Juninho Cerino acelera muito com sua moto Piloto se prepara para competir em dezembro em Curitiba

[close]

p. 10

10 massoterapeuta Edson Nobuyuki Oue trabalha há dez anos com shiatsu e acupuntura das mãos, uma técnica diferente da acupuntura tradicional que atua nos meridianos, sendo que cada ponto na mão representa uma parte do corpo. Formado pelo Instituto Brasileiro Koryo Sooji em acupuntura nas mãos entre outros estabelecimentos de ensino, essa técnica foi trazida para o Brasil pelo professor Koryo Sooji Chim. A pessoa, após iniciar o tratamento, comenta Oue, tem até os resultados dos exames de sangue modificados para melhor. O shiatsu é uma técnica de massagem cada vez mais utilizada. A massagem é realizada com as mãos e trabalha os pontos meridianos e, ao final, é realizado um leve ajuste da coluna vertebral. Há pessoas que se tratam há anos, relata o massoterapeuta, como forma de sempre manter o equilíbrio. Outros o procuram quando sentem alguma dor e fazem duas ou três sessões. Oue coloca um pêndulo de cristal no corpo do paciente e, conforme o objeto se mexe, ele sabe que aquele órgão está desequilibrado. O próximo passo é fazer a acupuntura. Quando se fala na busca do equilíbrio, não existe diferença entre homens e mulheres. Ambos têm os mesmos problemas, como artrose no joelho. Já a tensão, seja em homem ou mulher, sempre se localiza nos ombros. Oue acaba diagnosticando doenças, como pedra na Tensão Shiatsu e acupuntura: a busca pelo equilíbrio Massoterapeuta Edson Nobuyuki Oue Rua Siqueira Campos, 133, Telefones 3221-9853 e 99132-9443 O SERVIÇOS A solução para a sua residência, comércio e indústria é com a Sem Emendas Calhas hegou em Sorocaba a Sem Emendas Calhas, com tecnologia de primeiro mundo que nos Estados Unidos já existe há mais de vinte anos. Na cidade, Cláudio Peretti é quem domina a tecnologia. Peretti explica que utiliza alta tecnologia que faz a conversão de bobinas de aço galvanizado em calhas e condutores, de qualquer comprimento e o melhor, sem emendas, oferecendo melhor qualidade e sem o risco de vazamento. Além das calhas, destaca Peretti, ele fabrica curvas, suportes, tampas laterais, bocais e agre- Maquinário está instalado gados, com encaixes perfeitos e excelente em uma unidade móvel design, além de rapidez no serviço. Uma outra novidade da Sem Emendas Calhas, comemora Peretti, é que a máquina para a fabricação de calhas está instalado em uma unidade móvel (Van). Peretti vai até o local da obra, com a fábrica de calhas e faz todo o orçamento, colocando a máquina em ação, cuja capacidade é de produzir quinze metros de calha por minuto, no comprimento necessário. Esse processo da calha sem emenda evita o desperdício do material, tendo ótimo custo-benefício, além de oferecer maior rapidez na instalação. Faça um orçamento com a Sem Emendas Calhas e conheça essa tecnologia de primeiro mundo. Máquinas instaladas na Van C vesícula, nesse caso ele sempre orienta o paciente a procurar um médico, pois as técnicas utilizadas irão, somente, aliviar a dor, sendo necessária uma intervenção cirúrgica. Já no caso de pedras nos rins, a terapia pode contribuir para a pessoa expelir a pedra. O massoterapeuta está utilizando também uma técnica nova de acupuntura nas mãos sem a utilização de agulhas. Após identificar com o pêndulo o problema da pessoa, Oue utiliza um “mapa” das mãos e aplica as agulhas nele, sem coloca-las nas mãos do paciente. Depois, volta com o pêndulo para ver se o problema foi resolvido. Em todas as técnicas utilizadas, frisa Oue, a questão maior é equilibrar o corpo e a mente. O ocidental acaba tendo sempre uma vida agitada, dedicando pouco tempo a si mesmo. Essas técnicas orientais são fundamentais para manter o equilíbrio, pois como diz o velho ditado “mente sã e corpo são”. Máquina tem capacidade para produzir 15 metros de calha por minuto Sem Emendas Calhas Av. Paulo Emanuel de Almeida, 1.672, Wanel Ville Telefones: 3357-0980, 3357-0981 e 7835-1148 (ID 85*8604) Facebook: sememenda.calhas

[close]

p. 11

asar é um momento marcante e existem pessoas que querem fugir do convencional da cerimônia religiosa e civil. O bancário Carlos Eduardo Nunes de Oliveira, que também é mestre de cerimônias e professor, se realiza com os casamentos que formaliza aos sábados, sendo que esses eventos não tem valor legal. Oliveira começou a realizar casamentos em 2007, quase por acaso, quando foi convidado por um afilhado para ser seu padrinho e descobriu que não haveria nenhuma cerimônia oficial. Foi quando o bancário propôs dizer algumas palavras na troca de alianças e votos e se descobriu. “A cerimônia foi um momento marcante para o casal e para nós – Oliveira e sua esposa -, pois pudemos ver o quanto eles ficaram realizados pelo sucesso da cerimônia”. Convidados que estavam na cerimônia requisitaram os serviços de Oliveira e ele resolveu pesquisar sobre o assunto, descobrindo que havia poucas opções de mestre de cerimônia especializados em casamento, “além de ser uma excelente oportunidade para apresentar mensagens positivas e conseguir um acréscimo na renda”. Anualmente Oliveira realiza de 20 a 25 casamentos e já fez durante a carreira em torno de 150 cerimônias, lembrando que esses eventos são realizados somente aos sábados. A cerimônia de casamento segue um padrão, como as entradas de padrinhos, pais e floristas, além de uma breve mensagem proferida pelo celebrante, mas Oliveira está sempre atento aos anseios dos noivos e eles participam da elaboração do roteiro da cerimônia. “Ao casal é esclarecido que o trabalho não A cerimônia C UNIÃO 11 Mestre de cerimônia faz casamento informal tem vínculo civil e nem religioso, mas a cerimônia e a comemoração são garantidas”. Oliveira comenta que muitos preferem não ter vínculos religiosos. Já quando o casal é de religiões diferentes, o mestre estuda visando encontrar um denominador comum para melhor preparar a cerimônia. “Existem algumas religiões que não realizam cerimônia de casamento e principalmente, se a noiva deseja ter aquele momento de sua entrada de forma triunfal no salão, neste caso realizamos as palavras com vocabulário apropriado à ocasião”. Há também casos onde a pessoa está na segunda união e, algumas religiões, não aceitam realizar a cerimônia, neste caso o trabalho de Oliveira é primordial, principalmente para a noiva ter o seu momento único, mas o mestre sempre recomenda que o casal busque regularizar sua situação junto ao cartório civil. Carlos Eduardo Nunes de Oliveira - Mestre de cerimônia já realizou cerca de 150 casamentos A cerimônia mais linda que realizou, conta Oliveira, foi uma na qual a noiva chegou à chácara numa carruagem. “Posso afirmar que foi um casamento dos sonhos” e completa: “outro foi o casamento de um jovem de uma religião oriental e a noiva era de família evangélica; estudei muito ambas as religiões para conseguir ter um vocabulário adequado para todos os presentes”. No seu currículo Oliveira já realizou uma união homoafetiva. “Tive que conhecer o mundo e a realidade dessa união, que resultou numa linda mensagem que, em nenhum momento, citou-se a condição de escolha de gênero ou opção sexual. Aprendi muito com eles”. A cerimônia realizada por Oliveira dura entre 45 a 60 minutos. Informações podem ser obtidas pelos telefones 32268164 ou 99704-3015, das 19 às 22 horas. Situações inusitadas

[close]

p. 12

12 final de ano está chegando e a grande maioria das pessoas está preparando a viagem com a família e amigos. Nessa hora, quem possui um animal doméstico está pensado: o que farei com o meu pet? Mas você não deve se preocupar. Existem inúmeras alternativas para o seu bichinho de estimação. Para sanar dúvidas e dar sugestões, o Jornal Zona Oeste em Foco ouviu veterinários e proprietários de pet shoppings da nossa região. Cuidando do bichinho Animais de estimação merecem cuidados especiais na hora de viajar vacinado, vermifugado e também se tem proteção contra pulga e carrapato. Outra questão levantada por Regiane é que o local deve realmente ser um hotel com espaço para o seu pet e não um ambiente onde ele ficará engaiolado ou em outra palavra: enjaulado. Seu pet merece o melhor. Como transportar O MUNDO PET O animal de estimação, assim como o ser humano, é sociável, não gosta de ficar sozinho. Por isso, se você for viajar e seu pet ficar em casa, Regiane Rosa Fogaça, proprietária do Planeta Animal, deixa claro que um parente, amigo ou vizinho deve visitar o bichinho. A água e a ração devem ser trocadas diariamente. Apesar de existirem comedores automáticos que regulam a quantidade de ração disponível ao animal, é importante a presença do ser humano em razão do bichinho ficar estressado e querer escalar pontos perigosos. Conforme Regiane, existem também os chamados dog walker, que são como babás dos animais domésticos, que vão até a casa do proprietário, alimentam os bichinhos, brincam com ele e recolhem as fezes. Já se você optar por um hotel para o animal fazer sempre a escolha por indicação. Observar se o local pede comprovante se ele está A veterinária Viviane Regina Vieira Almeida, da Vet Spa, comentou para a nossa reportagem os cuidados que se deve ter quando resolver levar seu pet para viajar com você. A veterinária lembra que o Código Brasileiro de Trânsito exige que o animal seja transportado bem acondicionado, fechado em caixa de transporte ou com cinto de segurança. Para saber o tamanho da caixa para transportar o cachorro ou o gato, Viviane dá a dica: ela deve possibilitar que o animal fique em pé e consiga virar dentro dela. A veterinária também recomenda que seja realizada uma parada a cada hora na estrada. O animal deve estar em jejum para que não passe mal e um tapete higiênico colocado dentro da caixa de transporte. Outro cuidado a ser tomado, detalha Viviane, é observar se o destino da viagem não é foco de nenhuma doença endêmica. Segundo a veterinária, o ideal é visitar o veterinário que fará uma avaliação do animal, que também deve estar identificado com uma placa com o telefone do proprietário. Cães e gatos devem ser transportados em caixas ou com cintos de segurança Muitas vezes você quer �icar em um hotel, neste caso, se quiser levar o seu pet, veri�ique se o local aceita animais, recomenda o veterinário da Pet Clin, Leonardo Duarte Mendes. Se o hotel aceita pets, veja se ele permite que o animal �ique com você no quarto ou existe algum local reservado para ele. Outra dica de Mendes é observar se o animal �ica separado ou junto com os demais, pois pode haver incompatibilidade. O veterinário deixa claro que o interessante é a sociabilização com outros animais, “porque senão pode gerar estresse, por mais que o proprietário veja o animal todo dia, ele estará em um lugar que não conhece. Com pessoas que também não conhece”. Mendes também aconselha a observar se alguém �icará com o animal durante a interação. Para Mendes, é importante levar todos os pertencentes do pet, como a cama, pois tem o cheiro dele e do dono, além do am- Hospedado no hotel

[close]

p. 13

MUNDO PET 13 biente que ele conhece. Não esquecer a vasilha de água e comida, brinquedose petiscos. É importante veri�icar, se a viagem for para o litoral, se a área está livre do Diro�ilariose, conhecido como verme do coração. Neste caso o animal deve ser vermifugado antes, durante e depois da viagem, pois essa doença pode matar. Fogos de arti�ício Os animais, principalmente cães, se assustam muito com barulho, principalmente com fogos de arti�ício que, no �inal de ano, são muito comuns. A veterinária Camila Borges Manta, da Pet Center, aconselha a treinar o comportamento do animal para evitar que o barulho agrida o seu pet. Conforme Camila, muitos donos de animal ao vê-los assustados em razão do barulho dos rojões, o pega no colo no intuito de acalmá-lo, mas isso não é correto. De acordo com a veterinária, esse ato vai fazer o animal associar o barulho com algo ruim e que o seu dono o protege. O correto, para acalmar o animal, aconselha Camila, é agir naturalmente e até dar um brinquedo que ele goste. “Brincar com o pet é o ideal para ele não se importar com o barulho”. Porque o animal, sendo “protegido” vai associar o barulho com algo malé�ico. Agindo com naturalidade o animal não vai �icar com medo. Mas o mundo pet não é feito somente de cães e gatos, há muitas pessoas que têm Aves passarinho em casa, por exemplo. O proprietário da Central Vet, Fernando Henrique Sasaki, destaca que mesmo os pássaros que vivem em gaiolas precisam de cuidados personalizados. Sasaki a�irma que um passarinho na gaiola pode �icar, no máximo, três dias sem cuidado, isso destacando que o local está abastecido com água e alimentação, pois a gaiola deve ser limpa e a água e a alimentação trocadas com periodicidade. O pássaro deve �icar dentro de casa para ser protegido das intempéries do tempo. No geral, a�irma Sasaki, as pessoas, quando viajam, deixam as aves na casa, mas existem algumas que são mais apegadas ao dono, como a calopsita. Mas se você resolver levar a ave é importante tomar todos os cuidados para que ela não escape. Em síntese, viajar é bom, mas o seu bichinho merece toda atenção e cuidado, a�inal, você o ama e ele a você. SERVIÇO Pet Clin – Avenida Elias Maluf, 2199 – Wanel Ville IV Telefones 3346-9536 e 3388-5136 Pet Center Vet – Avenida Dr. Américo Figueiredo, 3.757 Telefone 3202-7222 Planeta Animal – Rua Walter Luiz D’Ávila, 178 Central Parque - Telefone 3202-6170 Vet Spa – Rua Dr. Osmar Maciel, 864 – Central Parque Telefone 3013-2120 Central Vet – Rua José Tótora, 577 – Central Parque Telefone 3202-3867

[close]

p. 14

14 Casa do Cidadão do Jardim Ipiranga, segundo a Secretaria de Planejamento e Gestão (SPG) foi inaugurada em 18 de junho de 2008, sendo a primeira das seis unidades a entrar em funcionamento. O local tem aproximadamente 650 metros quadrados e vinte e três funcionários para atender a nossa região. Segundo a Secretaria de Planejamento e Gestão, este ano foram realizados cerca de 600 mil atendimentos nas seis Casas do Cidadão de Sorocaba. Desse total, a Casa do Cidadão do Jardim Ipiranga prestou quase noventa mil atendimentos, em média, de 10 mil por mês. Entre os mais de 100 serviços oferecidos na Casa do Cidadão do Jardim Ipiranga pela Prefeitura, Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), Urbes (Empresa de Desenvolvimento Urbano e Social), Polícia Civil, Poder Judiciário e Correios, estão: emissões de carteira de identidade (RG); atestados de antecedentes criminais; certidões de tributos �iscais; solicitação de transporte por ambulância; emissão de Cartão SUS (Serviço Único de Saúde); orientações sobre programas de Desenvolvimento Social; segundas vias de IPTU (Imposto Predial e TerServiços oferecidos A UTILIDADE PÚBLICA AI/Prefeitura Casa do Cidadão do Ipiranga atendeu este ano cerca de 90 mil pessoas Casa do Cidadão do Jardim Ipiranga foi a primeira a ser inaugurada ritorial Urbano), ISS (Imposto Sobre Serviço), contas de água e luz; cursos pro�issionalizantes da Universidade do Trabalhador, Empreendedor e Negócios (Uniten); ações da Secretaria da Cultura (Secult); sessões de conciliação do Centro Judiciário de Solução de Con�litos e Cidada- SERVIÇO: A Casa do Cidadão do Jardim Ipiranga fica na rua Estado de Israel, 424, Jardim Ipiranga. Telefone 3229-2950. O atendimento ao público é de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas. Mais informações podem ser obtidas pelo portal da Prefeitura de Sorocaba no endereço www.sorocaba.sp.gov.br. nia; entre outros. Os serviços mais requisitados da Casa do Cidadão são emissão de carteira de identidade, recarga de vale-transporte e Correios. Vários serviços podem ser agendados no local, bastando entrar em contato com a coordenação da Casa do Cidadão Ipiranga.

[close]

p. 15

s redes sociais vieram para �icar e a criatividade é o ponto chave para o sucesso. Muitas são as fan pages e os grupos existentes, mas um deles, criado pela moradora do Wanel Ville, a artesã Laura Lima, 41 anos, o Leilão em Sorocaba, faz muito sucesso, porque realiza leilões de tudo o que você pode imaginar. Laura conta que teve a ideia de criar o grupo, porque precisava se livrar de alguns produtos que tinha guardado. A artesã tinha uma loja de presentes que foi fechada há dois anos. Laura não sabia o valor que deveria cobrar pelos produtos e considerava muito interessante o leilão organizado pelo site do Mercado Livre. Foi aí que teve a ideia de leiloar seus produtos no face. Como não tinha muitos amigos em sua página pessoal do Facebook, Laura utilizou dois grupos também da rede social: o Barganha e Venda de Sorocaba. “Fiz umas três vezes o leilão pelo grupo do Barganha, e o pessoal começou a achar a minha ideia superinteressante”, comemora. O sucesso foi grande e Laura vendeu os três produtos que leiloou. “Foi quando um dos participantes do leilão - Marcos Leme - sugeriu que eu abrisse um grupo de leilão”. Laura não imaginava o sucesso que o grupo faria e a�irma: “é muita dor de cabeça também”, conta bem humorada. A INOVAÇÃO 15 Grupo de leilão no Facebook tem mais 10 mil adeptos Diante do sucesso do grupo, relata a artesã, novos grupos de leilões surgiram na rede social, “inclusive por pessoas excluídas do nosso grupo”, comenta Laura, acrescentando que “levamos muito a sério a honestidade de quem está leiloando ou comprando. O grupo cresceu muito e Laura colocou Luciana Cristal e Márcia Albino também como administradoras, por ser impossível tomar conta de todas as postagens. O grupo Leilão em Sorocaba foi criado no dia 9 de abril deste ano e 10.810 pessoas são membros dele. Conforme Laura, na primeira semana do grupo foram poucos os “curtir”, mas, “na segunda semana, já tinha mais de 2000 membros no grupo e, todo mundo, falando a mesma coisa, que estava viciando nesse grupo de venda e compra bem divertido e diferente”, comemora. Pode participar do grupo qualquer pessoa acima de 16 anos, que não seja fake (per�il falso) e que “honre a palavra”, deixa claro a artesã. Existem 25 regras para comprar e vender pelo grupo, passando por como anunciar o produto e itens obrigatórios para leiloar como: lance inicial, data e hora do término do leilão, local e prazo para a entrega do produto leiloado. Questionada qual foi o produto mais inusiO grupo tado que foi leiloado, Laura conta que no primeiro mês do grupo uma vendedora de sexy shop leiloou um cofre de pênis. “O produto teve mais comentários contra e a favor do que lances. Ela iniciou o leilão com R$ 10,00 e encerrou com R$ 14,00. Para entrar no grupo conecte-se no seu face e digite Leilão em Sorocaba e participe. Laura Lima Criadora do grupo Leilão em Sorocaba

[close]

Comments

no comments yet