Jornal Moto Informativo - Edição 6 - Novembro 2013

 

Embed or link this publication

Description

Jornal impresso voltado ao motociclismo e motociclistas da Região Centro-Oeste do Brasil

Popular Pages


p. 1

GUERRA AOS TACHÕES Proibidos por lei, e ainda sendo instalados. Uma ameaça contra a vida de ciclistas e motociclistas!  ESPECIAL  RIO SALÃO DUAS RODAS  AGENDA DE ENCONTROS/EVENTOS AZUIS, O MENOR RIO DO BRASIL  DICAS PARA ESCOLHER UM CURSO DE PILOTAGEM  RESULTADOS DE CAMPEONATOS  NOTÍCIAS, COLUNAS, CLASSIFICADOS E MAIS... ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM NO MAIOR JORNAL DE MOTOCICLISMO DA REGIÃO CENTRO-OESTE! Contate comercial@motoinformativo.com.br / 61-82234506

[close]

p. 2

JORNAL MOTO INFORMATIVO - NUMERO 6 - NOVEMBRO/2013 2 NOSSA REGIÃO  Chegamos a 2 milhões de motos na Região Centro-Oeste!  DF 165.000 motos  GO 930.000 motos  MS 390.000 motos  MT 618.000 motos  10% das motos do Brasil EDITORIAL GUERRA CONTRA OS TACHÕES tidos opostos e para o balizamento de interferências na pista. Passaram a ser utilizados em substituição às lombadas, por seu baixo custo. Com o exagero, veio a resolução do Contran proibindo. Mas passados quatro anos da publicação da norma, ainda se vê muitos deles sendo instalados em todos os lugares. Como se não bastasse o desrespeito à norma, a criatividade dos planejadores é grande, criando filas duplas e triplas de tachões. também oferece riscos aos ciclistas e motociclistas. Nesta edição: Editorial Segurança Notícias Informe MS Calendário/Eventos Colunas/Eventos Salão 2 Rodas Salão 2 Rodas Turismo Classificados 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 A resolução 366 do Contran, que entrou em vigor em novembro de 2009, proíbe a utilização de tachas e tachões aplicados transversalmente à via pública, como redutor de velocidade, ondulação transversal e como sonorizadores. O documento aponta que a medida foi tomada “considerando que a aplicação de tachas e tachões transversalmente à via causa defeitos no pavimento e danos aos veículos”. Este ponto de vista é totalmente “motorista”: o tachão é ruim porque estragaria o carro. E AS VIDAS DOS MOTOCICLISTAS? Os que foram e continuam sendo derrubados por estas armadilhas nas ruas e estradas, alguém lembrou? Não é novidade que o excesso de velocidade nas ruas precisa ser combatido. Os tachões inicialmente utilizados em sinalização rodoviária para divisão do fluxo de sen- SALÃO DUAS RODAS O maior evento do setor em todo o hemisfério sul mostra a importância e evolução do mercado brasileiro para o mundo. Não é à toa que novas marcas estão chegando, como a Keeway/ Benelli, e as que estão mostraram vários lançamentos. Estivemos lá, e fomos de MOTO, para trazer as novidades e notícias em primeira mão aos nossos leitores. Confira na página 8. Desta forma desestabilizam completamente as motocicletas, podendo causar quedas e atropelamentos dos pilotos e/ou garupas. Além disso, quando a moto freia para passar nestes obstáculos, aumenta-se o risco de colisões traseiras por conta dos motoristas distraídos (celular e outros), ou imprudentes mesmo (excesso de velocidade). Além disso, a utilização dos tachões longitudinalmente como separador de vias DESIGNER CONVIDADO Este mês convidamos o Carlini, motociclista atuante Todo mês o Moto Informana área de comunicação visu- tivo terá uma capa diferente, desenhada por motociclistas al desde 1994. que são profissionais das artes Fã das CB400, teve vários gráficas. Uma forma de incenmodelos e com eles muitas tivarmos e divulgarmos os taaventuras. Atualmente inte- lentos do meio motociclístico. gra o Barrigudos MC, moto clube familiar do qual também foi um dos fundadores. Receba o jornal em casa! Assine o Jornal Moto Informativo por 12 edições, e receba confortavelmente em seu endereço. A assinatura cobre as despesas de envio, e custa apenas 25 reais. Envie email com seu endereço físico, que lhe enviaremos os dados para depósito: comercial@motoinformativo.com.br Acompanhe o Moto Informativo pelas redes sociais! www.motoinformativo.com.br facebook.com/jornalmotoinformativo twitter.com/motoinformativo youtube.com/user/motoinformativo Expediente Jornal Moto Informativo Ltda. Jornalista responsável/Redação: Rener Lopes - MTB 9317/DF Edição/Diagramação/Revisão: Flávio Luz Comercial: João Barreira Colaboradores: DF - João Schulz, Gláucio “Gaitero” Braga, Andréia Souza. GO - Aurélio “Batman” Carvalho. MS - Rodrigo “Gargamel” Speller. MT - Mauro Chiossi Filho Impressão: Imprima Gráfica Ltda. Tiragem: 10mil exemplares mensais Participe da confecção do jornal! Envie suas sugestões para redacao@motoinformativo.com.br 61-8401-1486 As matérias publicadas com assinatura são responsabilidade de seus autores ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM NO MAIOR JORNAL DE MOTOCICLISMO DA REGIÃO CENTRO-OESTE! Contate comercial@motoinformativo.com.br / 61-82234506

[close]

p. 3

JORNAL MOTO INFORMATIVO - NUMERO 6 - NOVEMBRO/2013 3 SEGURANÇA por João Schulz Em um trânsito cada vez mais louco, dicas sobre como aumentar sua segurança são sempre boas! POR QUE TANTOS ACIDENTES? Em um estudo recente, o Brasil ficou em terceiro lugar no ranking de mortes no trânsito, perdendo apenas para os superpopulosos países China e Índia. Então, proporcionalmente falando, somos os campeões absolutos neste macabro ranking. É lamentável que este país tão bonito, de um povo tão sorridente, seja manchado aos olhos do mundo por causa de acidentes no trânsito. Para responder a pergunta inicial e várias outras, precisamos iniciar a resposta com outra pergunta: Por que dirigimos tão mal? A cada dia vemos coisas absurdas e que nos chocam, como o caso da médica que perseguiu e matou duas pessoas numa moto. Duas vidas perdidas por causa de uma simples discussão no trânsito. E o caso do motorista que nunca conseguiu passar nas provas para habilitação, mas atropelou e matou seis pessoas após dirigir embriagado? Para alguns, a culpa é do Estado, que não impõe regras mais rígidas ao processo de formação e avaliação de Condutores, tanto teórico quanto prático. Para os que ainda não sabem, este motociclista que vos escreve é Instrutor Teórico e Prático de Trânsito, o famoso “Instrutor de Autoescola”, conhecendo todos os lados da história. Para nós, instrutores, TODOS (nos incluindo também) são responsáveis por esse péssimo resultado! Dizem que “as autoescolas não ensinam nada!” De fato, o curso de formação de condutores no Brasil beira o ridículo. As aulas de primeiros socorros não passam de bate papo, vídeos e procedimentos teóricos em caso de acidente. Nas aulas de mecânica são mostradas algumas peças (pastilhas de freio, bobina, velas e outras coisas de menor peso), além de vídeos mostrando como agem e suas funções. A legislação de Trânsito é detalhada mas é inviável falarmos sobre todas as infrações devido à carga horária. A aula sobre Direção Defensiva é seguida à risca, apresentando seus elementos: conhecinagem ou frenagem de emergência. Nas motos o mesmo vale para a falta de ensino sobre troca de marchas, fazer curvas corretamente, contraesterço, derrapagem, pilotagem com garupa, posicionamento de carga, vestuário adequado, regulagem de manetes e retrovisores, e muito mais. Mas somente isso não faz nosso trânsito violento. O nosso problema maior não está no descaso do governo (falta de planejamento, regras mais rígidas, fiscalização, punição exemplar, entre tantos outros itens) ou na precariedade das autoescolas. A questão principal é a educação que muitos “esquecem” em casa. Centenas de milhares de acidentes não acontecem pelo despreparo teórico-prático ao volante, mas sim pelo despreparo social, por maus exemplos dados em casa, pela sensação de impunidade e pelo sentimento de que “o proibido é mais emocionante”. Tudo isso leva à imprudência ao volante/ guidão, a maior causa de acidentes, já confirmada cientificamente pelas pesquisas. Assim, nosso problema maior de trânsito tem origem na NOSSA EDUCAÇÃO! As famílias são as principais responsáveis pela educação, o bom exemplo, o preparo social, por ensinar o compartilhamento da coisa pública. Existem pais que emprestam e até presenteiam seus filhos menores ou inabilitados com carros e motos. Já vi muitos alunos irem para a autoescola motorizados. Alguns pais precisam parar de “empurrar” a educação de seus filhos para as escolas e autoescolas, e parar de suprir sua ausência com coisas caras como celulares sofisticados e veículos. Por outro lado, os futuros condutores devem maior dedicação quanto ao aprendizado. Se as informações dadas nos cursos teóricos são mínimas, ficar mexendo no celular, dormindo ou fazendo trabalhos de faculdade durante as aulas com certeza não ajudam num melhor preparo. Grande parte do tempo de aula é desperdiçado pedindo aos alunos que parem de mexer no celular, que guardem o material de faculdade ou que, acreditem ou não, acordem para assistir a aula. Perdese tempo repetindo parte da matéria na hora dos exercícios, por não estarem prestando atenção na aula. Estas são as razões do grande número de reprovações em provas teóricas. O tempo da “provinha do DETRAN” já não existe mais: ou estuda bem antes, ou vai ter quer estudar dobrado depois, e sem a ajuda do instrutor. Quando se tem educação, respeito ao próximo, consciência de nossas ações, saber compartilhar o trânsito com outras pessoas, só existe um resultado: PAZ NAS ESTRADAS, NÃO IMPORTA EM QUANTAS RODAS! Foto: internet mento, atenção, previsão, decisão e habilidade. Porém, a maioria dos condutores não sabe sequer a calibragem correta de seus pneus, instala DVD no painel do carro, não liga para as condições adversas que sabe que vai enfrentar (luz, tempo, via, trânsito, veículo e ele próprio), acha que está sozinho na pista e não percebe as ações e reações dos outros motoristas e demais usuários. Além disso não conseguir prever e antecipar situações como a rapidez com que outro veículo se aproxima de sua traseira, ou uma criança se aproximando da pista de forma distraída. Nas aulas práticas só se ensina a “passar na prova”, não há uma preocupação em temas como a reação correta diante de uma derrapagem, aquapla- POR GENTILEZA, QUANDO LIGAR PARA O ANUNCIANTE, FALE QUE VIU O ANÚNCIO NO JORNAL MOTO INFORMATIVO!

[close]

p. 4

JORNAL MOTO INFORMATIVO - NUMERO 6 - NOVEMBRO/2013 4 NOTÍCIAS DF/GO Mantendo você atualizado com os acontecimentos do meio motociclístico Final do Brasileiro de Motocross em Senador Canedo/ GO As provas serão realizadas entre os dias 8 e 10 de novembro, e a preparação da pista está a todo vapor. A 8ª e última etapa da competição será realizada entre os dias 8 e 10 de novembro, em Senador Canedo, distante cerca de 20 quilômetros de Goiânia (GO). A pista de Senador Canedo terá aproximadamente 1.600 metros. “Será muito boa. Uma das melhores da temporada. O terreno é uma mistura de saibro, terra vermelha e uma parte mais arenosa”, ressalta o diretor de motocross da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) e presidente da FMG (Federação de Motociclismo do Estado de Goiás), Roberto Boettcher. Triplo, sessão de costelas, duplos, king e mesa são alguns dos obstáculos que os pilotos vão encontrar na pista. “Vai ter de tudo um pouco. Estamos aproveitando bem o declive do terreno. Será uma atração a mais nesta etapa”, conta Boettcher. Além das baterias de 10 categorias pela 8ª etapa, algumas classes vão encarar provas que tiveram que ser adiadas. As corridas das categorias Junior e 65cc, que não ocorreram na 5ª etapa realizada em Lauro de Freitas, na Bahia, por causa da forte chuva que caiu no fim de semana do evento, serão realizadas na tarde de sexta -feira, 8. Já a 2ª bateria da categoria MX1 que também foi adiada durante a 7ª etapa da competição, realizada em Foz do Iguaçu (PR), acontecerá no sábado, 9. Frente Parlamentar em Defesa do Condutores e Proprietários de Duas Rodas Lançada no dia 18/09, em Brasília, com a adesão de 200 parlamentares, esta frente parlamentar tem como objetivo aprovar medidas que assegurem condições de segurança ao tráfego de veículos sobre duas rodas. Também deseja promover ações para incentivar a consciência da sociedade sobre o trânsito seguro. A relação dos parlamentares que aderiram à esta iniciativa encontra-se facilmente neste link: http://zip.net/ bmln1r. Procure saber quais Campeonato Brasiliense de Motovelocidade Realizada no dia 3/11, a sexta e última etapa do Campeonato MULHERES & MOTOS O ponto de vista feminino Que a motocicleta hoje em dia não é mais privilégio exclusivo dos homens isso nós já sabemos! Há tempos que podemos perceber pelas ruas de nossas cidades o número crescente de mulheres pilotando duas rodas, o que não deixa de ser mais uma conquista feminina que vem adquirindo seu espaço e se destacando em diversos setores da sociedade. Com isso cresce também uma nova estatística, ao todo 25% das motos vendidas hoje no país foram para mulheres, segundo dados dos fabricantes. Aumentou o número de motociclistas nas ruas e aumentou também o número de acidentes graves com elas, embora nós tenhamos ainda menos mulheres com motos que homens, o aumento de óbitos foi 16 vezes entre as mulheres e 13 vezes entre os homens. Viajando pelo nordeste brasileiro em junho deste ano, pude perceber que no interior muitos condutores ignoram equipamentos essenciais de segurança. Fiquei horrorizada com a quantidade de pessoas que pilotam sem capacete e descalços. Observando uma jovem que ao sentar em sua scooter tirou o chinelo e colocou no baú, me aproximei e perguntei o porque de pilotar descalça, e a resposta foi: "Pilotar de chinelo é infração que acarreta multa, descalça não". Vi também muitas mães parlamentares do seu estado estão participando, e COBRE resultados, seja individualmente ou através das associações motociclísticas. Vamos ficar de olho! Campanha nacional extinção dos tachões pela por Andréia Vulcana Estamos apoiando a campanha nacional contra os tachões. Iniciada no RJ pelo motociclista e ativista Sérgio Sadam, do Mamutes da Pedra MC, a campanha tem como objetivo propor nova regra e extinguir esse atentado a um trânsito mais seguro. Apóie e participe desta luta você também. Envie para o email da redação, ou através do facebook, seus relatos de problemas com os tachões. Serão adicionados à documentação. Copie e cole no seu navegador este link e assine a petição digital: carregando filho na garupa totalmente desprotegidos, e é justamente daí que vem o grande índice de acidentes fatais entre as mulheres. Se a lei é pra todos por quê no interior de nossas capitais os condutores insistem em descumpri-las? Falta uma política mais severa na educação de trânsito das pequenas cidades em fazer cumprir a lei, pois muitos pilotam sem ao menos ter habilitação, substituindo as bicicletas por scooters e motos de baixa cilindrada e cruzando BRs sem nenhum equipamento de segurança. Já nas grandes cidades acho de grande importância motociclistas realizarem um curso de pilotagem. É fato que adquirir e aperfeiçoar técnicas em pilotagem garante ao piloto(a) habilidade e uma visão mais ampla sobre os perigos no trânsito. Na minha opinião o curso realizado para formação de condutores na categoria "A" (moto) não capacita pessoas de entrar num trânsito intenso e driblar certos imprevistos e perigos que ocorrem principalmente nos horários de rush. Por isso presenciamos tantos acidentes envolvendo motos em nossas cidades. Vamos fazer nossa parte? Seja um motociclista consciente, seja um motociclista prudente! Um moto abraço e até a próxima. http://zip.net/brllQJ Capital de Motovelocidade definiu os campeões das várias categorias. Nossos parabéns a todos os competidores, vencedores ou não! ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM NO MAIOR JORNAL DE MOTOCICLISMO DA REGIÃO CENTRO-OESTE! Contate comercial@motoinformativo.com.br / 61-82234506

[close]

p. 5

JORNAL MOTO INFORMATIVO - NUMERO 6 - NOVEMBRO/2013 5 NOTÍCIAS MATO GROSSO DO SUL O que acontece no seu estado Piloto de Rio Verde/MS se consagra campeão Estadual de Cross Country 2013 em duas categorias. Foi consagrado no último domingo (20/out) na Fazenda Piana em Sidrolândia/ MS, os campeões da temporada 2013 do Campeonato Estadual de Cross Country, organizado pela Federação de Motociclismo de MS (FEMEMS). Esse ano foram realizadas apenas 3 etapas, todas no mesmo local, apenas com trajetos alterados. O grande Campeão dessa temporada foi o piloto #35 Flávio Brito, da cidade de Rio Verde/MS, que vencendo as 3 etapas que participou, conquistou o título nas categorias Sênior (para pilotos com mais de 35 anos) e categoria Open (para motos de qualquer cilindrada). Popularmente conhecido por usar um jacaré preso em cima do capacete, o piloto Flávio Brito #35 esbanja carisma e simpatia nas provas que participa, principalmente com as crianças. Esse é o seu primeiro título dessa categoria em sua carreira, sendo que o mesmo acumula 8 títulos de campeão estadual de Motocross. Após 3 etapas realizadas nas cidades de AnápolisGO, Araxá-MG e SidrolândiaMS, Brito está liderando o campeonato Brasileiro de Cross Country, na categoria Over35, totalizando 68 pontos, com 4 pontos de vantagem sobre o segundo colocado. Moto 1000 GP pela primeira vez em Campo Grande A sétima e penúltima etapa do Moto 1000 GP terá circuitos bem diferentes, com desafios diferentes de acerto das motos. Só assim vamos conseguir preparar bem os nossos pilotos e proporcionar um campeonato diversificado Foto: Divulgação para pilotos e para suas provas no dia 17 de noo público”, ponderou o orgavembro no Autódromo Internizador Gilson Scudeler, nacional de Campo Grande. campeão em anos anterioO traçado de 3.433 metros é res. formado por dez curvas, seSerá a primeira edição te à esquerda e três à direide uma etapa do Campeonata, e é caracterizado por to Brasileiro de Motovelociuma das maiores retas do dade em seu formato atual continente, com 960 metros. na capital de Mato Grosso do O autódromo de Campo Sul. A confirmação da inédiGrande será o sétimo a receta etapa em Campo Grande ber uma etapa do Moto 1000 arremata o trabalho dos orGP em menos de três anos ganizadores para levar a de existência da competitemporada 2013 às mais imção. “A pista se encaixa bem portantes cidades do Brasil. nesse perfil de termos um E a etapa de Campo Campeonato Brasileiro com Grande poderá apontar os primeiros campeões de 2013. Um dos que vislumbram o título antecipado é Luciano Ribodino, campeão de 2012 e líder da principal categoria do campeonato, a GP 1000. Piloto da Alex Barros Racing, o argentino soma 124 pontos, contra 81 do vice-líder, seu compatriota Diego Pierluigi, da JC Racing Team. Em seguida aparecem Wesley Gutierrez, da Motonil Motors, com 74, e Danilo Lewis, da PRT-RC3 Brasil, com 73. No dia 13 já começam os treinos, a partir das 8:30h. Prestigie! POR GENTILEZA, QUANDO LIGAR PARA O ANUNCIANTE, FALE QUE VIU O ANÚNCIO NO JORNAL MOTO INFORMATIVO!

[close]

p. 6

JORNAL MOTO INFORMATIVO - NUMERO 6 - NOVEMBRO/2013 6 Localize o evento no mapa: www.motoencontros.com Veja os panfletos nos álbuns: facebook.com/jornalmotoinformativo CIDADE Sen. Canedo/GO SEM SEM SEM Guará/DF Gama/DF Brasília Arraias/TO SEM Ponta Porã/MS INFORMAÇÕES www.CBM.esp.br Bananera (61) 8198-0090 Régio (61) 85857523 Nonita (61) 9529-2332 Milton (61) 99774757 / 98723024 João Carlos (67) 8132-0263 POINTS SEMANAIS BRASÍLIA  TER: Vila Planalto (Av. Orla, no Bar Vila 21)  QUA: Flórida Mall - Av. EPTG Guará  QUI: ClubHouse 81, Sede 13  SAB: Harley (W3-510N), Triumph (SIA Trecho 1) e Rua das Motos no Sudoeste CALENDÁRIO Conheça a agenda das próximas semanas e programe -se! DATA EVENTO ZOEIRA 8 e 9/11 Final do Campeonato Brasileiro de Motocross 9/11 2o Open House Resistência MC 9/11 10 Anos FourEver MC 10/11 3o Garage Sale da Vila Planalto 15 e 16/11 7o Trilhão Lama nas Canelas 15 a 17/11 11o Ponta Porã Motorcycles 17/11 7a Etapa Moto 1000 GP 15 a 17/11 1o Motor Rock Fest - 50 anos do Zapata MC 23/11 1a Confraternização Anual de Moto Clubes SEM SEM GOIÂNIA  QUI: Av. Paranaíba e Sede do Muthantes MC (Av. Fuad Rassi esq Rua 10)  SEX: Sede do Alcatéia MC (Av. LesteOeste, St CentroOeste/ Fama)  QUI/SEX/SAB/DOM: Forasteiros Friends Bar (Av. C1 Qd 36 Jd. América)  SAB: Café na Harley (Av. 85)  Todos os dias: Kuka’s Bar (Rua C30 Jd. América) e Don Guina (2a Radial esq. Av Emílio Póvoa) ENCONTROS MENSAIS BRASÍLIA  1o sábado: Carros e Motos antigas, no Parque da Cidade  1 domingo: Garage Sale da Vila Planalto  2o sábado: Bazar Motociclístico Pelicano MC, Areal/ Águas Claras  2a quinta: Motoculto do Exodus MC, Qd 10 do Paranoá  Última Quinta: Motoculto do Esquadrão de Cristo MM, QE 38 do Guará o Campo Grande/MS www.moto1000gp.com.br Serra Negra/SP Planaltina/DF Zapata MC Emerson (61) 8404-0405 REGRAS: clubes e moto grupos são divulgados gratuitamente. comercial. - Aniversários, passeios, encontros de motociclistas e - Eventos com interesse comercial, turístico, políti- - Exceções, a equipe do jornal analisa com cuidado e eventos sem fins comerciais organizados por moto co, gentileza entrar em contato com o departamento carinho. EVENTOS Notícias dos encontros e eventos VAI ACONTECER MS - Ponta Porã Motorcycles agora é SEM ZOEIRA! Confirmamos com os organizadores do ev e nto o co m p ro mis so co m a C a m pa n ha Na ci o na l Z o ei ra ? T ô F o r a ! Ha v e rá a tra çõ es co m manobras realizadas po r p ro fi s s i o na is em á r ea d e ma rca da e se g u ra pa ra o p ú bl ico . Ex ibi ç õ es p es s o a is s er ã o r ep ri mi d a s , visa nd o a s eg u ra nça de to do s . D F - 1 C onf r a te rni z a ç ão A n ua l de M oto C l u bes e m Pl a na l tin a / D F C o m o rga ni za çã o do a Mo to na uta s M C e a po io já co nfi rma do d e o u tro s 1 6 m o to c l u b es , no fina l de no v em b ro s e rá r ea li za d a em P la na lti na a p ri m eir a co nf ra t e rn iza çã o d e mo to c l u be s. Ha v e rá ca m pi ng e c a fé da ma n hã . A e n tr a da se rá 1 Kg d e a lim e nt o . Um e nco n tro d e mo t o cic lis ta s s e m z ue ira e co m m uit o ro c k . TO - 7 T ri l h ão L a m a nas C a ne la s A nu a l m e nt e o co r r e em A r ra ia s , T o ca nt in s, o La ma Na s Ca n e la s . Há área para acampar, ba sta co m u ni ca r co m a nt e c ed ê n cia a n ec ess ida de . Qu e m q uis e r g a o ra nti r s ua ca misa p e r so na li za da d ev e en t r a r em co nta to co m a o rg a ni za çã o , ma s nã o é o b riga tó ria pa ra pa rt icip a r . T a m b ém é o po r tu ni da d e pa r a le va r d o na ti vo s a po p u la çã o c a r en t e da r egiã o , b ri n q ue do s , ro u pa s , c est a s bá si ca s e t u do ma is q u e po ssa se r do a d o . Ca so vo c ê nã o po ssa p a r tic ipa r do ev e nt o , su a do a çã o po d e rá s e r l ev a da po r a migo s q u e f o r e m. go s pa ra a çã o so cia l na esc o l a r u ra l d e I ti qu ira , m u ni cí pio d e F o r mosa/GO. Atividades r ec r ea tiva s, es po rtiv a s e dist ri b uiçã o d e b ri n q ue do s a l eg ra ra m a s ce r ca de 1 5 0 c ria nç a s do lo ca l . 2 a Ga r ag e Pl an a lt o Sa le Vi l a ACONTECEU 1 3 o Di a do I r m ão zin h o E m 5 / 1 0 o Mo to Cl u b e Os Lo bo s r e un iu se us in t egr a n t es e a m i- Ma is uma bo a rea l iza çã o do ev e nt o q u e r eu ni u d e ze na s d e m o to ci c lista s n ego cia n do p eça s e a c essó r io s e xce d e nt es , l im pa n do a s pr a t e le ira s d e ca sa p a ra a l eg ria d a s pa t ro a s . ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM NO MAIOR JORNAL DE MOTOCICLISMO DA REGIÃO CENTRO-OESTE! Contate comercial@motoinformativo.com.br / 61-82234506

[close]

p. 7

JORNAL MOTO INFORMATIVO - NUMERO 6 - NOVEMBRO/2013 7 NA ESTRADA por Gláucio Gaitero Histórias de quem roda Trocando seis por meia dúzia Pois é, troquei de moto. Não que não gostasse da velha Electra, com o twin can 88, clássico motor de 1450 cilindradas. Adorava a capacidade de carga daquela touring, com os alforjes laterais munidos de boas trancas. Seu top case gigantesco, “quase” suficiente para a interminável bagagem da minha mulher! Sobretudo gostava de curtir o rock’n roll à toda altura no seu sistema de som super bem projetado, eficiente até depois dos 140km/h. Mas, tem hora que a gente tem que mudar. Surgiu uma boa oportunidade de pegar uma moto mais nova, menos rodada. En c on t ro d e Mo to c ic lis ta s de S i lv âni a /G O Bem organizado, em u m es pa ço b a ca n a . , a a p e na s 1 2 0 Km d e Go i â nia e 1 6 5 K m d e Bra s í l ia . S eg u n do o r e la to d e a m igo s qu e f o ra m a o e ve n to , a lg u ns ja s p ei r o s d esr es p ei t a ra m o a m bi e nt e s e m zo ei ra e fo ra m va i a do s . O lo c u to r r e l em b ro u a to do s so br e o e nco nt ro pa rti ci pa r da Ca mpa n ha Z o ei ra ? Tô F o r a ! e o s s u j ei to s fo ra m e mbo r a . Pa ra bé ns à o rg a ni za ç ã o p el a a çã o im e di a t a ! E d uca tiva e s e m vi o lê n ci a , co mo t e m q u e s em p r e s e r . Além do que a velha BlackEagle estava me dando muita dor de cabeça com uns probleminhas recorrentes. E eu preciso rodar, pois ando de moto todo dia! Eis que me apareceu uma outra HD. Uma Heritage com o motor 96B, balanceado, de 1600cc, já com sexta marcha. Coisa que a minha velhinha deixava a desejar, pois era 2006 e só tinha cinco velocidades. Essa softail tem literalmente uma “cauda suave”! Não só a cauda, a moto toda é mais macia, mais confortável de rodar! Eu que venho de um motor 88, de forte vibração, estou muito impressionado com o desempenho do 96 e a falta do “mal de Parkinson”. Nem parece uma Harley! 1 2 o Di a da A leg ri a d o Pel i ca no M C Realizado em 1 3 / 1 0 , co m a po io d e ma i s o n ze mo to c l u b es e mo to ci c li s ta s i n d e p en d e nt es , o ev e n to teve como objetivo br i n ca r co m a s cr ia n ça s , pa r ti c i pa r d e a t ividades recreativas, pi nt u ra d e ro st o , s er v ir la nc h es e l eva r a leg r ia a ce r ca de 2 5 0 c ria nç a s da r egi ã o d e Ci da d e Oci d e nta l . Na o ca si ã o ta m b ém fo i o fe r e ci do a l mo ço pa ra to do s o s pa rti ci pa nt es e no f in a l fo i e nt r eg ue um b ri n q ue do a ca da c ria nç a . Pa ra bé ns a to d o s ! Esta Heritage, batizada por mim de BlackEagle II, é uma Harley sim, a despeito de sua suavidade. Mas, não se enganem, essa custom tem um torque robusto e seu visual clássico é tudo que todo biker sempre sonhou. E é linda, veja: lher entre uma marca e outra, um modelo ou outro. Qual a melhor? Qual moto é a certa? As japonesas são mais velozes? Algumas. As alemãs são mais eficientes? Às vezes. As inglesas são mais... Britânicas!!! (na falta de outro adjetivo). E as brasileiras? Quem dera tivéssemos uma moto BR. Bem, na verdade não existe moto certa! Nem estilo, nem nada. É tudo “trocar o seis por meia dúzia!” E antes que meus amigos venham me esfregar na cara o comparativo de suas motos, suas fiXXI I A niv e rs ár io d os K am i ka zes MC C Uma ó tima f es ta , e p esso a l do K a mi ka z es sem p r e mu ito a t e ncio so com os convidados. P res e n ça d e g ra n d es íco nes do mo to ci c lis mo d e B ra sí lia , s e m co n t a r q ue o s Ka mika z es f a z em a dif e r e nça . As ba n da s to ca ra m m ui to do v el ho e bo m ro ck q ue go st a mo s d e o uvi r . Ta m b ém fo i m ui to b a ca na a ce ri mô nia d e esc u da m en to e a dmi ssã o de no vo s PP s. G ra n d es mo m e nto s d e u m do s m a is a ntigo s mo to clubes do CentroOes t e. chas técnicas enumerando o quanto uma moto é melhor que outra, digo o seguinte pra vocês: se eu estivesse preocupado com eficiência não andava de moto, ia de avião! Moto não é transporte, é paixão. Claro que estou falando de rider para rider. De gente que anda de moto por opção e não para economizar gasolina ou fazer entregas (sem ofensa ao nobre trabalho dos manos motoboys). Mas é isso, precisamos nos concentrar mais no que fazemos com as nossas máquinas, aonde vamos com elas. O resto é vaidade, é dinheiro sobrando. Aí não importa se o cabra é motoquero, jipero ou desespero. Portanto, vamos falar menos, nos gabar menos. Vamos rodar mais! 2 a C onf r at e rni za ç ã o Pun h os de A ço MC R ea li za do e m 2 6 e 2 7 / 1 0 , a co nf ra t e rni z a çã o em F i rm in ó po li s/ GO s ur p r ee n d e u ta n to o o rga ni za do r pe l a q ua n tida d e d e visi ta nt es d e to da a reg iã o , q ua n to alguns motociclistas visita nt es p e la qu a lid a d e do lo ca l e da re c e p çã o p r e pa r a da p e la o r ga ni za çã o . O a c esso é bo m e a r egiã o c a r e ce d e bo ns ev e nto s mo t o cic lís tic o s co mo es t e . Es p era mo s q u e s e r ep ita em 2 0 1 4 . Mas eu queria mesmo era refletir com vocês essa coisa de trocar de moto. De escoI Itumbiara MotorCycles P r ese n ça de 1 0 0 0 mo to s , 6 2 mo to c l u be s, vin do s da s c ida d es pr ó xima s d e M G , S P , D F , GO e a t é do Pa r a n á , co nfo r m e o s o rg a ni z a do res . U ma c rít ica e n via da po r l ei to r es , fe ita c o m o b j eti vo d e q u e me l ho r em no s ev e nt o s fut u ro s , fo i qu a n to à festa d e ro ck na s ex ta à no it e . Co m bi l he te r ia à pa rt e , ge ro u m a l e nt e nd ido s po r nã o s e r do ev e nt o d e mo to s e m si, ma s sim u ma o u t ra festa no m esmo lo c a l . A o rga ni za ç ã o re co n h e ce u o pro b l em a e evit a rá r e pe tiç ã o . POR GENTILEZA, QUANDO LIGAR PARA O ANUNCIANTE, FALE QUE VIU O ANÚNCIO NO JORNAL MOTO INFORMATIVO!

[close]

p. 8

JORNAL MOTO INFORMATIVO - NUMERO 6 - NOVEMBRO/2013 8 ESPECIAL SALÃO DUAS RODAS Novidades do maior salão do setor de duas rodas no hemisfério sul! cilindros paralelos de 471 cm³, capaz de gerar potência máxima de 50,4 cv. O preço sugerido pela moto é de R$ 22.000, na versão standard, e R$ 23.500, para a moto equipada com sistema de freios ABS. aqui via CKD na fábrica da Dafra em Manaus (AM) e vendida por R$ 47.900. Para justificar os R$ 5mil a mais cobrados em relação à versão standard, a moto traz diversos complementos para encarar as viagens mais longas, como tanque de combustível com 24 litros de capacidade, oito a mais do que na versão já vendida no Brasil, parabrisa mais elevado e nova configuração na suspensão traseira.  Yamaha V-Max: O modelo, CB500F UM FESTIVAL DE MOTOS GRANDES! Diversas marcas aproveitaram o evento para ampliar sua oferta de modelos de média e alta cilindrada de olho no mercado Premium. O 12ª Salão Duas Rodas, que aconteceu entre 8 e 13 de outubro, não desapontou os 261.352 visitantes, 6 mil a mais do que na última edição do evento em 2011, que passaram pelo Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. Principalmente os que estavam ávidos por motos grandes e de alto desempenho, além dos maxiscooters. Neste ano, diversas marcas investiram na ampliação da linha de modelos de média e alta cilindrada para garantir sua fatia no mercado que mais cresce no Brasil. E, das 516 motos expostas no Anhembi, nós selecionamos as mais importantes: que conta com motor de quatro cilindros dispostos em “V”, chega perto dos 200 cv de potência máxima e foi vendido aqui em suas gerações anteriores, na década de 1990, quando conquistou uma legião de fãs. Segundo a fabricante, a moto de proporções avantajadas chegará em março de 2014 por R$ 99 mil. confirmou a chegada deste modelo, que será montada  Triumph  Honda CB500F: Com estilo e design inspirados na CB1000R, o modelo traz uma proposta mais urbana e vem equipado com motor de dois  BMW F800GS Adv: A BMW Tiger Sport, Trophy SE e Thruxton: A marca inglesa trará sete motos entre novas versões e modelos inéditos, cujo destaque fica por conta da clássica café racer Thruxton, da grã-turismo de luxo Trophy SE e da bigtrail Tiger Sport. MaxSym 400i Index 350 ABS e estará disponível a partir de março de 2014. O preço ainda será definido. Ninja 1000 eletrônica, que gera 23 cavalos de potência máxima. Outro destaque são as rodas maiores: de 16 polegadas na dianteira e 15 na traseira, que oferecem mais estabilidade e segurança. O modelo traz freio a disco nas duas rodas. O preço é de R$ 12.990 com previsão de chegada para março de 2014.  Dafra MaxSym 400i: A principal novidade apresentada pela Dafra no Salão Duas Rodas, foi o Maxsym 400i, um maxiscooter urbano projetado para ter melhor desempenho em estradas. O novo modelo, fabricado pela taiwanesa Sym, usa motor monocilíndrico de 400 cm³ e rodas de aro 15” e 14”, dianteira e traseira, respectivamente. Por sua vocação estradeira, ganha destaque o tanque de combustível com capacidade para 14,7 litros. Segundo a marca, o espaço debaixo do banco acomoda dois capacetes fechados. O Maxsym 400i vem de fábrica com freios  Kawasaki Ninja 1000: Recém-lançada no mercado internacional, os diferenciais da nova geração da sport -touring em relação à anterior são o controle de tração, três modos de mapeamento do motor e malas laterais na cor da moto como itens de série. Sua che-  Keeway Index 350: Maior atração do estande da recém-chegada marca chinesa, o maxiscooter Index 350 usa motor monocilíndrico de 313 cm³, quatro tempos, arrefecimento líquido e injeção ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM NO MAIOR JORNAL DE MOTOCICLISMO DA REGIÃO CENTRO-OESTE! Contate comercial@motoinformativo.com.br / 61-82234506

[close]

p. 9

JORNAL MOTO INFORMATIVO - NUMERO 6 - NOVEMBRO/2013 O mais recente lançamento da Triumph no mercado internacional, a bigtrail esportiva Tiger Sport também será montada aqui a partir de abril. Com design que destoa do tom aventureiro dos modelos de 800cc da família Tiger, a moto é equipada com motor de três cilindros e 1.050cc capaz de gerar 113 cavalos de potência máxima. A previsão para chegada às concessionárias é em maio de 2014, mas o preço ainda não foi revelado. Já a Trophy SE marca o ingresso da empresa no segmento das tourings de luxo, para o qual ela traz o tradicional propulsor tricilíndrico de 1.215 cm³, capaz de gerar 134 cavalos de potência a 8.900. Dotada de transmissão por eixo cardã, a motocicleta vem equipada de série com diversos recursos tecnológicos, como regulagem eletrônica de suspensão e sistema de som. A Triumph Trophy SE será importada e estará disponível nas revendas da marca a partir de dezembro por um preço sugerido de R$ 79.900 nas cores prata e azul. A Thruxton, por sua vez, é equipada com motor de dois cilindros paralelos de 865 cm³ e será uma caféracer original de fábrica disponível no Brasil. O modelo será montado em Manaus (AM) e sua chegada ao mercado está prevista para acontecer em março de 2014, quando saberemos o preço. 9 M1800R portiva GSX-R 1000 e da hiperesportiva Hayabusa, que recebeu freios ABS. No entanto, a maior novidade da Suzuki no Salão Duas Rodas 2013 foi a pequena naked Inazuma, que já comentamos na edição anterior do jornal. Trophy SE tes, confortáveis e com mais tecnologia. O principal estandarte dessas mudanças é a Ultra Limited, cujo motor de 1.690 cm³ recebeu um sistema de refrigeração mista ar/água. Além do propulsor 5% mais forte, o pacote de malas laterais e top case também está maior e o encosto do assento da garupa ficou mais confortável. Também foi anunciada a chegada de outros dois modelos inéditos: a CVO Breakout, que será limitada a apenas 30 unidades e conta com estilo chopper e motor de 1.800 cm³ e a aguardada Forty-Eight, que chega para complementar a família Sportster com seu propulsor Evolution de 1.200cc e a proposta de dark custom de corpo rebaixado com tanque em estilo peanut. Os preços das novas motos não foram revelados. Texto: Infomoto, com fotos de Doni Castilho/Infomoto  Suzuki Inazuma 250: A Suzuki estava presente na feira com um estande recheado de modelos grandes. Os destaques foram a custom de proporções avantajadas Boulevard M1800R e as versões atualizadas da superes-  Harley-Davidson Ultra Limited: Melhoradas por meio do Projeto Rushmore, que ouviu diversos motociclistas dos Estados Unidos, os modelos da nova família Touring ficaram mais poten- BN600 gada está prevista apenas para o segundo trimestre de 2014 e o preço ainda não foi divulgado. A Ninja 1000 usa motor de quatro cilindros em linha de 1043 cc, capaz de gerar 140 cv de potência máxima. marca italiana Benelli – hoje controlada pelo grupo chinês Qianjang, o mesmo da Keeway – levou ao Salão Duas Rodas os modelos que irá montar via CKD dentro da fábrica da Bramont, em Manaus. O principal destaque da marca sino-italiana é a naked BN 600, que traz a receita ideal para fazer su- F800GS Adv cesso no Brasil: design agressivo com muitas formas triangulares e um propulsor de quatro cilindros em linha de 600cc capaz de gerar 82 cv de potência máxima a 11.500 rpm. O modelo chega ao Brasil menos de um ano após sua estreia mundial, que aconteceu no Salão de Motos de Milão, na Itália e Thruxton  Benelli – BN 600: Estreante no mercado brasileiro, a estará disponível a partir de março de 2014 por R$ 24.090. As outras novidades da Benelli são as nakeds da família TNT e as bigtrails da linha TRE. Todas são equipadas com motores de três cilindros em linha e estarão disponíveis em versões de 899 e 1130cc ainda neste ano.  Royal Enfield: a centenária marca expôs a novíssima café-racer Continental GT, de 535 cilindradas e 33cv. O Jornal Moto Informativo viajou com recursos próprios, em uma Royal Enfield Classic 500 de um dos sócios. 2000Km de aventura! POR GENTILEZA, QUANDO LIGAR PARA O ANUNCIANTE, FALE QUE VIU O ANÚNCIO NO JORNAL MOTO INFORMATIVO!

[close]

p. 10

JORNAL MOTO INFORMATIVO - NUMERO 6 - NOVEMBRO/2013 10 BR-010, são 50Km de asfalto ótimo. Temos então 10Km de remendos e 95Km de estrada boa até São João D’Aliança. O trecho seguinte de 66Km até Alto Paraíso está em obras, com desvios. Depois de Alto Paraíso são 175Km de asfalto novo até Campos Belos. Finalizando o último trecho de 90Km até o Rio Azuis, com 70Km de remendos. Possui em suas margens alguns bares e restaurantes que servem aos visitantes bebidas e pratos típicos da região. MOTOTURISMO Porque via jar é preciso! Não importa pra onde, o importante é curtir a jornada. de todos os estilos. Quem gosta de aventuras off-road tem nos arredores boas trilhas e outros pontos interessantes. Para chegar ao local, partindo de Brasília, tomase o rumo de Alto Paraíso, pela BR-020, BR-010/GO-118 e TO-110. Passe por Alto Paraíso, avance até Campos Belos e siga pela TO-110 para Taguatinga de Tocantins. Após 85km, haverá a placa indicativa do local. RIO AZUIS: A aproximadamente 480Km de Brasília, localiza-se o menor rio do Brasil e terceiro menor do mundo, com apenas 147m de comprimento! Devido ao CURSO DE PILOTAGEM PARA MOTOTURISMO? Recentemente em 2013 fiz um curso de pilotagem Off Road para Moto Turismo. Juntamos 15 motos da marca BMW em Mato Grosso do Sul e escolhemos uma empresa de SP que trouxe o piloto Jean Azevedo. O conheci no Rally Dakar em janeiro deste ano, no deserto entre Chile e Argentina, na Ruta 52. Jean Azevedo foi ao Rally Dakar 15 vezes, é irmão do piloto André Azevedo que tem feito rally 25 vezes. Fizemos o curso numa fazenda a 40 Km de Campo Grande. Tivemos uma estradinha de terra até a fazenda, cada um dos alunos desmontou os retrovisores e para-brisas das motos, ou aprendeu naquela hora a montar e desmontar! O curso me abriu a mente pra outra visão: preciso fazer academia e não um curso off-road, essa foi a minha conclusão! No dia seguinte, fui a uma fundo calcário e água cristalina, uma belíssima lagoa azul atrai visitantes dos arredores. O acesso é totalmente asfaltado, permitindo a visitação por motociclistas academia, paguei 2 meses de aula, comecei diariamente e mudei a alimentação. Passadas 4 semanas, fiz minha primeira corrida de rua, mas ainda falta muito pra me prontificar a fazer outro curso off-road ou pilotagem para mototurismo. Tem que ter preparo físico! Pesquisei algumas regras de ouro pra ajudar a quem quiser contratar um desses cursos de pilotagem para mototurismo. Aproveitem! AS 10 REGRAS DE OURO DE UM BOM CURSO DE PILOTAGEM Temos observado nos últimos meses, com preocupação, uma explosão de "cursos" de pilotagem. No entanto, todo cuidado é pouco. Antes de contratar esse tipo de serviço, confira os 10 mandamentos que evitarão a piora na sua pilotagem por conta de uma má instrução: 1) Verifique as credenciais dos instrutores, e onde eles foram formados. Verifique ainda se os Nossos amigos Flávio, Valdez e Bruno, pai e filho, estiveram por lá e conferiram as condições da estrada. De Brasília ao trevo da instrutores são credenciados juntos aos órgãos de trânsito; 2) Fique longe de "instrutores" que ministram cursos apenas baseados em sua experiência de pilotagem. Além de você pouco aprender, ainda herdará os vícios e procedimentos duvidosos do instrutor; 3) Não aceite teorias de terceiros e "dicas" de internet. Toda técnica deve ser testada e fundamentada, e nem sempre o "disse-me-disse" no meio motociclístico se baseia na verdade, mas quase sempre se apoia em "achismos"; 4) Pilotar motos, ainda que profissionalmente e por anos, não credencia ninguém a "instruir" ou ministrar aulas, é preciso formação específica, com foco em segurança, técnica, atualização e didática de ensino; 5) Desconfie se os "instrutores" agirem contra a lei. Queimar pneu, fazer malabarismos em cima da moto, instigar o abuso de velocidade, provocar situações de risco não é "instrução de segurança"; 6) Questione tudo: método, exercícios, o porquê do que você está fazendo. Muitos usam a internet como fonte de pesquisa, impondo comportamentos e exercícios sem ao menos explicar pra que serve aquela habilidade na vida real; 7) Verifique se o instrutor está em constante atualização de conhecimentos, seja com cursos de extensão, seja em acordo com as mudanças da legislação; 8) Verifique o histórico dos instrutores e do curso, e para quem eles estão ministrando aulas. O mercado é um excelente termômetro sobre o assunto; 9) Fuja de cursos ministrados por grupos de passeios. Muitos grupos "de final de semana" insistem em promover "cursos". A falta de técnica própria, dedica- da ao assunto, e a pilotagem limitada ao dia-a-dia do grupo podem mais atrapalhar do que ajudar; 10) Treine sempre na sua moto, porque é nela que você deve aprender os limites de segurança, o que pode ou não ser feito e os procedimentos para fugir do perigo no momento correto, usando a própria ciclística da moto. NUNCA faça cursos usando motos diferentes do modelo que você possui. No mais, lembre-se: motociclismo envolve risco e demanda segurança, então nada mais justo que buscar os elementos necessários (técnicas) para o desenvolvimento das habilidades necessárias que ajudarão a ativar, instintivamente, os procedimentos de segurança na hora certa que eles tiverem que ser usados. NUNCA brinque com sua vida; busque conhecimento e aprenda com os melhores instrutores do mercado. ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM NO MAIOR JORNAL DE MOTOCICLISMO DA REGIÃO CENTRO-OESTE! Contate comercial@motoinformativo.com.br / 61-82234506

[close]

p. 11

JORNAL MOTO INFORMATIVO - NUMERO 6 - NOVEMBRO/2013 11 CLASSIFICADOS Preserve sua segurança! Combine expor a moto em local movimentado ou acompanhado de amigos 1. ACESSÓRIOS Duas jaquetas Spidi novas, jaqueta Riffel e luvas Rev´It usadas. Maiores informações e fotos: wcassiano@hotmail.com CB300 diversos: bagageiro, bolha fumê, protetor de motor, piscas. Rickão 6791371387 M800 diversos: encosto garupa, bagageiro, ponteiras originais de escape, banco erê p/ garupa. Bressan 61-84011486 HARLEY diversos: Escapamento, SissyBar com bagageiro, filtro de óleo niquelado, alforge traseiro, parabrisa universal. LuisRodrigo 61-81496328 XT660R diversos: cavalete central, base e baú GIVI, bolha ajustável. Rodrigo 67-92977772 / 81222262 Márcia 61-99664499 ANUNCIE! APENAS R$10 POR MÊS COM 10MIL EXEMPLARES NO DF, GO, MS e MT 2.3. HARLEY-DAVIDSON FATBOY, 05/05, vinho/ cinza. Série comemorativa 15 anos. Roberto 6282601044 ULTRA-GLIDE, 12/12. Sem detalhes, estado de nova. Luiz Carlos 6239416263 dono. Baú p/ 2 capac, raios inox, aros Viper. Faz até 25km/l. Maurici 61-85662023 SHADOW 600, 02/02, preta, excelente estado. Olintho 61-92166810 SHADOW 600, 99/99, tanque cromado. Revisada, 40mil Km. Diego 6181668546 / 86023867 SHADOW 600, 98/98, Preto/Roxa. Motor japonês. Virgínia 6199859535 TORNADO, 04/04, vermelha. Preparada para trilha. Osmar 6133413048 32562318 2.7. SUZUKI B-KING, 11/11, branca. Pouco rodada. Goiamérico 62-81527615 / 85311953 BOULEVARD M1500 10/11, preta fosca com faixa branca. Bressan 61 -84011486 FREEWIND 650, 02/02 prata. Superconservada. Osmar 61-33413048 GSR650F, 09/09, preta. Único dono, sem detalhes. Osmar 61-33413048 GSX750F, 08/09, preta. Docs 2013, pneus novos. Rodrigo 61-8118-4333 INTRUDER 125, 08/08, preta. Pouco rodada, revisada, sem detalhes. Léo 61-84115020 INTRUDER 800, 95, preta customizada lindíssima. Pneus novos. Tony 61 -96565906 / 99827318 DRAGSTAR 650, 08/08, vermelha. escape esportivo, zerada. Fábio 6181434551 DRAGSTAR 650, 06/06, único dono, revisada, mata -cachorro, farol de milha. 61-82033578 FAZER 600, 09/09, azul, 12000km. Financiada. Jefferson 64-81250215 / 62-85888880 SUPER TENERÉ 750, 97/97, preta, banco erê, bolha, baú 47 litros. Guilherme 61-99771881 SUPER TENERÉ 750, 97/97, revisada, relação nova, carburação, filtros e óleo.Stefano 67-99126878 TDM 900, 08/08, preta, em perfeito estado. Jefferson 64-81250215 / 6285888880 XT600E, 04/04, azul e preta. Em excelente estado. Com acessórios. Marco Antonio 21-92505014 XT660R, 08/08, azul. Doc ok. Bau Givi e pneus novos. Alex 61-92588826 TRICICLO, motor de fusca 1.6. Cromado. 6184979291 4. SERVIÇOS BOTTONS: Faça bottons, adesivos ou troféus com Paulo Barros. (71) 33895280 / 8895-5280 LOGOMARCAS: Carlini 61-81538443 / 99010009 REBOQUE: Carlinhos 61 -99882660 REBOQUE: Dennys 6196898586 / 93558586 REBOQUE: Gilberto 6184064606 RENATO RIO BLUES: Rock Clássico e Blues para seu evento. www.renatorioblues.com VHS PARA DVD: digitalização de fitas videocassete. João 61-84123844 2.4. HONDA CB300, 11/11, preta, Jefferson 64-81250215 / 6285888880 CB300, 09/10 vermelha. Jefferson 64-81250215 / 62-85888880 CB300, 09/10 dourada. Osmar 61-33413048 CB 450E, 1985, preta, toda original, com 69mil Km, IPVA 2013 pago, excelente estado. Luís Fernando 61-92184010 CBR 1000RR, 08/08, HRC. Importada. Com acessórios e peças originais. Vinicius 6291338617 FALCON NX4, 2006 , azul, 24mil Km, único 2.5. KASINSKI COMET 250, 09/09, vermelha. Vanderlei 6296313155 2.6. KAWASAKI NINJA 250, 11/11, preta. Revisada, com acessórios. Junio 62-91460512 VULCAN 750, 97/97, Preta/Prata, Revisada, com acessórios, pneus novos. Wilson 62- 2. MOTOS 2.1. BMW 2.2. DAFRA KANSAS 250, 08/08, preta/dourado. 9mil Km. 5. NEGÓCIOS LOJA COMPLETA, com estoque, acessórios, lavamoto, oficina. Procuro sócio ou comprador. Ulisses 6133441545 / 85840767 2.8. YAMAHA DRAGSTAR 650, 08/08, vermelha. Pouco rodada, bem mantida. Com acessórios. Souza 61-84070607 3. TRICICLOS CLASSIFICADOS PARA MOTOCICLISTAS Divulgue: - a venda da sua moto e acessórios - vagas na sua empresa - sua prestação de serviços - sua disponibilidade para novo emprego comercial@motoinformativo.com.br POR GENTILEZA, QUANDO LIGAR PARA O ANUNCIANTE, FALE QUE VIU O ANÚNCIO NO JORNAL MOTO INFORMATIVO!

[close]

p. 12

JORNAL MOTO INFORMATIVO - NUMERO 6 - NOVEMBRO/2013 12 brasilmotorcycleshow.com.br ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM NO MAIOR JORNAL DE MOTOCICLISMO DA REGIÃO CENTRO-OESTE! Contate comercial@motoinformativo.com.br / 61-82234506

[close]

Comments

no comments yet