Relatório de Gestão 2012 - SEBRAE/RS

 

Embed or link this publication

Description

Relatório anual do SEBRAE/RS de 2012

Popular Pages


p. 1

1

[close]

p. 2

2

[close]

p. 3

O SEBRAE, uma sociedade civil sem fins lucrativos, tem a missão de promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável das micro e pequenas empresas e fomentar o empreendedorismo. Neste documento, apresentamos os resultados das principais ações realizadas no ano de 2012. 3

[close]

p. 4

Instituições que compõem o Conselho Deliberativo do SEBRAE/RS: • Banco do Estado do Rio Grande do Sul S/A – BANRISUL Titular: Túlio Luiz Zamin Suplente: Guilherme Cassel • Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul – FIERGS Titular: Heitor José Müller Suplente: Bolivar Baldisserotto Moura • CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Titular: Ruben Danilo de Albuquerque Pickrodt Suplente: Fábio Muller • Centro das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul – CIERGS Titular: André Vanoni de Godoy Suplente: Alexandre De Carli • Secretaria do Desenvolvimento e Promoção do Investimento – SDPI Titular: Mauro Knijnik Suplente: Enéas Costa de Souza • BANCO DO BRASIL S/A Titular: Tarcísio Hübner Suplente: Alucir Biasi • Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul – FEDERASUL Titular: Gustavo Leipnitz Ene Suplente: Fabiano Zouvi • Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul – FARSUL Titular: Carlos Rivaci Sperotto Suplente: Valmir Antônio Susin • Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul – FECOMÉRCIO Titular: Zildo De Marchi Suplente: Ibrahim Mahmud • Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE Titular: José Paulo Dornelles Cairoli Suplente: Silmar Pereira Rodrigues • Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI/RS Titular: César Rangel Codorniz Suplente: Marco Aurélio Paradeda • Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio Grande do Sul – FAPERGS Titular: Nádya Pesce da Silveira Suplente: Marco Antonio Baldo • SENAR - RS - Serviço Nacional de Aprendizagem Rural Titular: Gilmar Tietböhl Rodrigues Suplente: Clóvis Benoni Meurer • FCDL- Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul Titular: Vitor Augusto Koch (Presidente do SEBRAE/RS) Suplente: Fernando Luis Palaoro • BADESUL Desenvolvimento S/A - Agência de Fomento/RS Titular: Marcelo de Carvalho Lopes Suplente: Adriana Spolavori 4

[close]

p. 5

Presidente do SEBRAE/RS Vitor Augusto Koch Diretoria Executiva Léo José Borges Hainzenreder Diretor-Superintendente Marco Antônio Kappel Ribeiro Diretor Técnico Marcelo de Oliveira Ribas Diretor de Administração e Finanças 5

[close]

p. 6

2012 Um ano para comemorar 4 décadas de atuação em prol das MPEs 2012 foi repleto de desafios para o SEBRAE/RS. Mas, para a alegria de todos, finalizamos o segundo ano de mandato à frente da instituição celebrando muitas conquistas. Tivemos a satisfação de ver reafirmado e colocado a plena prática o nosso compromisso de fomentar o desenvolvimento social e econômico do Rio Grande do Sul. Em 2012, o SEBRAE/RS comemorou 40 anos de dedicada atuação em prol das micro e pequenas empresas gaúchas, sempre acreditando nos sonhos dos empreendedores e dando-lhes as ferramentas corretas para se estabelecerem, crescerem e gerarem renda e empregos. Isso é de suma importância para a economia do nosso Estado e do País, pois as MPEs representam 99% do total de empresas no Brasil, ofertam 52% do saldo de empregos formais e respondem por 40% da massa salarial, além de serem responsáveis por 70% dos novos postos de trabalho criados mensalmente. Fruto do esforço e dedicação de todos que integram o SEBRAE/RS, começando pelo qualificado Conselho Deliberativo, passando pela competente Direção Executiva e chegando ao nosso exemplar quadro de colaboradores, a instituição, em 2012, novamente, bateu as cinco Metas Mobilizadoras estabelecidas no início do ano. A meta número 1, que prevê a ampliação do número de empresas atendidas, atingiu a 116.374, superando o proposto de 100.200. A meta 2, contribuir para a formalização de Microempreendedores Individuais, atingiu a 60.688 MEIs, batendo, com folga, o número previsto de 45 mil. A meta 3, ampliar o número de empresas atendidas com soluções específicas de inovação, chegou a 9.714, quando o proposto era atingir a 6.200 empreendimentos. A meta 4, ampliar o número de pequenas empresas atendidas, tinha como balizador o total de 6 mil empreendimentos, mas chegou a 9.055. Por último, a meta 5, ampliar o número de municípios com a Lei Geral das MPEs implementada, chegou a 66 cidades, superando as 41 inicialmente previstas. Outros dados registrados mostram que 2012 foi um ano muito positivo para o SEBRAE/RS: O Programa Agentes Locais de Inovação, atendeu a 2.795 empresas, conquistando o primeiro lugar em todo o Sistema SEBRAE. No Programa Negócio a Negócio, percorremos 348 municípios em 2012, chegando a 49.221 empreendimentos atendidos. No Programa SEBRAE Mais, registramos 3.054 empresas atendidas, totalizando 7.558 horas de consultoria. Outra ação de grande impor- 6

[close]

p. 7

META 1 META 2 META 3 META 4 META 5 116.374 60.688 9.714 9.055 66 empresas atendidas formalizações de MEIs atendimentos com soluções de inovação pequenas empresas atendidas municípios com a Lei Geral implementada tância para melhorar o Índice de Desenvolvimento Humano de 59 municípios gaúchos é o Programa Territórios da Cidadania, em que prestamos mais de 10 mil atendimentos para 6.415 clientes. No programa SEBRAETEC, atendemos 7.524 empresas, obtendo segundo lugar em nível nacional de todo o Sistema SEBRAE. São números que nos enchem de satisfação, pois apontam que seguimos no caminho certo em prol do desenvolvimento dos pequenos negócios gaúchos. Mas não significa que entraremos em uma “área de conforto”, tão somente colhendo os louros destas conquistas. Ao contrário, em 2013, e pelos próximos anos, seguiremos oferecendo o melhor dos nossos esforços para elevar estes indicadores e ajudar a construir um Estado mais justo, competitivo e saudável. Não é por acaso que o SEBRAE/ RS é uma das instituições de maior credibilidade junto à população do Rio Grande do Sul. Estamos diante de um novo Brasil que assiste à diminuição da pobreza, ao aumento dos investimentos no setor produtivo, ao crescimento do PIB, à ampliação do crédito. Um País com uma economia crescente e sustentável, que desfruta de credibilidade nacional e internacional. E, neste processo, as micro e pequenas empresas cumprem exemplarmente seu papel de promover o crescimento econômico, criar empregos e renda e melhorar as condições de vida da população. O SEBRAE/RS está preparado para fortalecer as micro e pequenas empresas e os empreendedores gaúchos. Nosso Estado está entre os quatro mais ricos do País, mas precisa voltar a desempenhar o seu papel relevante na economia nacional. Apoiando o crescimento dos pequenos negócios, estamos fomentando o desenvolvimento e contribuindo com o avanço do Rio Grande do Sul. Um Forte Abraço, Vitor Augusto Koch Presidente do SEBRAE/RS 7

[close]

p. 8

Um papel importante no processo de desenvolvimento do Rio Grande do Sul 8

[close]

p. 9

A cada ano de trabalho que concluímos, avaliamos o que produzimos e vemos de que maneira nossas ações impactaram na sociedade gaúcha. Por isso, temos muitos motivos para afirmar que o SEBRAE/RS desempenhou, em 2012, um papel importantíssimo no desenvolvimento econômico e social do Rio Grande do Sul. Registramos indicadores positivos que retratam a presença maciça das nossas iniciativas junto aos empreendedores, às micro e pequenas empresas e aos produtores rurais do Estado. Em 2012, construímos uma relação fundamental com os dirigentes de pequenos negócios em todas as regiões do Rio Grande do Sul, por meio da série de encontros MPE Grande do Sul. Tivemos um contato direto com essas lideranças e solidificamos um processo que trouxe uma nova perspectiva para a economia rio-grandense, tendo por base a visão das MPEs. E isso culminou em um grande Fórum de Gestão Pública, evento que mobilizou lideranças políticas e empresariais do Estado em busca de novas perspectivas para as micro e pequenas empresas. Foi neste encontro, também, que lançamos a publicação “Oportunidades para o Desenvolvimento Local na Visão dos Pequenos Negócios”, onde estão copilados os apontamentos obtidos nos encontros MPE Grande do Sul. Percorremos o Rio Grande do Sul para levar aos Executivos Municipais a men- sagem de que vale a pena implementar a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas. Cada cidade que implementa a legislação está, automaticamente, favorecendo a sua economia e ampliando as oportunidades locais. No ano de 2012, eventos tradicionais, como a Mercopar, em Caxias do Sul, e a Feira do Empreendedor, em Porto Alegre, se consolidaram ainda mais. Nessas feiras, o SEBRAE/RS abre a possibilidade para que centenas de empresas busquem novos mercados, apresentem seus produtos, troquem experiências e vislumbrem a oportunidade de investir em inovação. A 21ª edição da Mercopar referendou a feira como a maior em matéria de subcontratação e inovação industrial da América Latina. Batemos, outra vez, o recorde em volume de negócios, totalizando R$ 135 milhões e 418 mil em transações comerciais. E, ainda, tivemos mais de 35 mil visitantes no Centro de Eventos da Festa da Uva, durante os quatro dias de realização da feira. A Mercopar é, sem dúvida, a vitrine que demonstra a força industrial do Rio Grande do Sul. Na Feira do Empreendedor 2012, milhares de pessoas que se focam no empreendedorismo puderam estimular esse espírito e a sua capacidade de iniciativa. Assistiram a palestras, oficinas, seminários, talk shows, debates e encontros que mostraram como transformar boas ideias em ótimos negócios. Estes são apenas alguns dos fatores que nos deixam satisfeitos com o desempenho do SEBRAE/RS em 2012. Muitos outros estão registrados nesta publicação. E eles reforçam o nosso compromisso de seguir trabalhando mais e melhor para fortalecer os pequenos negócios, e, por consequência, a economia do Rio Grande do Sul. 2013 se apresenta como um ano especial para o SEBRAE/RS. Um ano que antecede o grande evento esportivo que o Brasil irá sediar em 2014, a Copa do Mundo de Futebol. Os nossos pequenos negócios devem estar atentos às oportunidades que o torneio está criando, e, buscarem o investimento em qualificação. Esta será uma Copa das pequenas empresas. E o SEBRAE/RS, que já trabalha fortemente no processo de qualificação das MPEs gaúchas, vai intensificar esta ação. Estamos, cada vez mais, indo ao encontro de nossos clientes, levando nossas soluções em gestão e em prol da competitividade das micro e pequenas empresas. O SEBRAE/RS é parceiro da sociedade e dos empresários. O objetivo é transformar os pequenos negócios gaúchos em uma base sólida para o crescimento do Rio Grande do Sul. Um abraço, Léo Hainzenreder Diretor-Superintendente do SEBRAE/RS 9

[close]

p. 10

10

[close]

p. 11

ATENDIMENTO O atendimento individual e presencial aos empresários e futuros empreendedores estiveram no foco das ações do SEBRAE/RS em 2012. Ao todo, 116.374 gaúchos proprietários ou não de uma micro e pequena empresa foram atendidos pela entidade, número 33% superior ao do ano passado. 11

[close]

p. 12

A Feira do Empreendedor é um dos principais eventos promovidos pelo SEBRAE/RS, pois reúne em um único espaço informações, atendimento especializado e ideias de negócios para quem pretende abrir ou melhorar a sua empresa. A 17ª edição do evento ocorreu no Centro de Exposições da FIERGS e contou com capacitações, palestras, oficinas e orientações que chamaram a atenção de mais de 64 mil gaúchos. Este ano, paralelamente à feira, foi realizado o 3º Fórum de Empreendedorismo com palestras e painéis sobre temas como Ecossistema Empreendedor e Tendências do Mundo Digital. Feira do Empreendedor visitantes (16.434 presenciais e 48.050 virtuais - Redes Sociais e Site) 64.484 vagas ocupadas em capacitações 18.648 expositores 120 12 12 12 patrocinadores

[close]

p. 13

Seminário de Educação Pela primeira vez o SEBRAE/RS aproveitou a Feira do Empreendedor para realizar o Seminário de Educação Empreendedora. Mais de 600 professores gaúchos participaram das palestras. O destaque ficou por conta do filósofo e professor universitário Mário Sérgio Cortella. Educação Empreendedora Projeto Despertar Em 2012 foi realizado piloto da metodologia com professores da Escola Caminho do Saber, de Caxias do Sul. A instituição foi uma das vencedoras do prêmio MPE 2012 e é destaque na região por sua proposta pedagógica. Foram capacitados 19 professores em julho e 18 alunos do 1º ano do ensino médio receberam a metodologia. Para 2013 estão previstas mais seis turmas. Oficina de Empreendedorismo A oficina de empreendedorismo é inspirada em um desafio proposto pelo presidente do SEBRAE/RS, Vitor Augusto Koch, com o objetivo de sensibilizar o jovem para a temática do empreendedorismo. Desta forma, a oficina busca disseminar a cultura empreendedora em estudantes do ensino médio. Em 2012, foram realizadas duas oficinas em caráter experimental nas escolas Ayrton Senna, de Viamão, e Instituto Federal de Educação – Campus Restinga, para 74 pessoas. Estão previstas 20 turmas para o ano de 2013. 13

[close]

p. 14

Programa Agrinho Iniciado em 2003, parceria entre o SEBRAE/RS e o Senar/RS, o programa orienta estudantes e professores, da educação infantil e do ensino fundamental das escolas da rede pública de educação do RS. O objetivo é desenvolver competências ligadas ao empreendedorismo, estimulando a criatividade e habilidades pessoais dos futuros empreendedores. O resultado do trabalho é publicado anualmente na Revista Agrinho (material didático que subsidia o desenvolvimento do trabalho de professores e alunos), cujos conteúdos são desenvolvidos de forma transversal ao currículo escolar. O SEBRAE/RS desenvolve conteúdos sobre empreendedorismo e outro tema definido em comum acordo com o Senar/RS para inserção na publicação da Revista Agrinho. Em 2012, a revista foi disponibilizada para 420 mil crianças em todo o Estado. crianças em todo o Estado 420 mil 14

[close]

p. 15

Linha da Pequena Empresa Mais de 3,7 mil empreendedores e candidatos a empresário foram atendidos pela Linha da Pequena Empresa em 2012, que circulou em 38 bairros da Capital gaúcha. Além disso, houve a formalização de 615 Microempreendedores Individuais (MEIs). Desde que o projeto iniciou-se em Porto Alegre, em abril de 2011, 7.189 pessoas buscaram orientações, tiraram dúvidas e se formalizaram através do ônibus adaptado. A iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria da Indústria e Comércio (Smic), a Carris e o SEBRAE/RS. 3,7 615 38 mil atendimentos formalizações do MEI bairros percorridos 15

[close]

Comments

no comments yet