Histórias ao Colo

 

Embed or link this publication

Description

Biblioteca Municipal de Faro

Popular Pages


p. 1

HISTÓRIAS AO COLO GUIA de Pais

[close]

p. 2



[close]

p. 3

O PRAZER DE LER Todos sabemos como os livros podem ser divertidos e estimulantes, e que se houver uma valorização positiva sobre a leitura e o livro as crianças tendem a ler com mais facilidade. Cabe aos adultos (pais, professores, bibliotecários) o papel de mediadores da leitura, são eles que vão servir de intermediários entre o livro e a criança, fazendo passar a mensagem enquanto a criança ainda não tem a capacidade de sozinha apropriar-se dos conteúdos do livro. A partir do momento em que o adulto aceita este papel, tem a responsabilidade de acompanhar a criança no caminho que esta irá percorrer para se converter num leitor ativo. Os pais têm um papel fundamental neste processo, são os primeiros e os melhores professores, devendo começar a estimular precocemente as suas crianças para a leitura. Cabe aos pais motivar, guiar e desenvolver os hábitos de leitura das crianças antes destas iniciarem a sua vida escolar. Para isso os pais devem ter em atenção as suas experiências e os assuntos que lhes interessam. São eles que devem ler para os seus filhos, para desta forma criarem e manterem hábitos de leitura para toda a vida, servindo os pais como modelos de leitores. 2

[close]

p. 4



[close]

p. 5

OS LIVROS: Os livros desenvolvem a imaginação e o conhecimento do mundo; Estimulam a curiosidade pelo que nos rodeia, incentivam a procurar, a comparar e a compreender; Educam os sentimentos e o gosto, ajudam a conhecermo-nos e a identificar os outros; Enriquecem a linguagem e aumentam a capacidade de expressão. As palavras ajudam-nos a pensar e a relacionar as ideias; Vinculam-nos a uma comunidade cultural, põem-nos em contacto com outras visões do mundo; A leitura tem um importante papel socializador, pois apresenta modelos e valores numa fase fundamental da construção da personalidade do jovem leitor. 4

[close]

p. 6



[close]

p. 7

EM CASA: Seja visto a LER, as crianças imitam o que veem; Faça com que a leitura seja divertida. Anime as histórias com jogos, canções, etc., pois a criança melhora a leitura e apercebe-se do ritmo e dos sons das frases; Crie uma rotina de leitura, arranje um local confortável, faça da leitura um momento especial do dia; Qualquer motivo pode ser bom para ler. Os guias turísticos, as receitas de cozinha, as revistas, a publicidade podem ajudar a criança a perceber que LER é importante para qualquer atividade; Questione a criança sobre as suas leituras: se gosta dos livros que lê e aperceba-se se ela consegue estabelecer ligações e organizar a informação. Ajude-a a ser um leitor ativo; Encoraje a criança a falar sobre o que sente e pensa. Oiça com atenção e valorize o que ela tem para dizer; Incentive a criança a LER em família. 6

[close]

p. 8

HISTÓRIAS INFANTIS COMO FORMA DE CONSCIÊNCIA DO MUNDO

[close]

p. 9

DOS 4 MESES AOS 2 ANOS: Fase de descoberta de si mesmo e dos outros; Grande necessidade de contacto afetivo, explora o mundo dos sentidos; Descoberta das formas e das cores; Conquista da linguagem, atribui vida aos objetos; Começa a formar a sua autoimagem de acordo com o que o adulto diz que ela é; Fase do jogo simbólico, imita, principalmente o adulto. Nesta fase a criança vê o livro como um objeto de exploração. A sua manipulação pouco experiente exige que seja de formato resistente, mas não agressivo ao manuseio. O livro serve para pôr na boca, para atirar ao chão, para pôr dentro de água – o livro é um brinquedo. 8

[close]

p. 10



[close]

p. 11

OS LIVROS QUE AGRADAM DEVEM TER: Formato resistente a uma manipulação pouco experiente: livros de pano, madeira e plástico, cartão grosso; Figuras grandes e com poucos detalhes; Dobraduras, figuras que “saltam” da página, brinquedos agregados ao exemplar (livros-jogos); Cores vibrantes, textura e cheiros diferentes; Histórias curtas, com pouco texto, enredo simples e vivo, poucas personagens, aproximando-se ao máximo das vivências das crianças; Textos em verso, curtos, ritmados ou repetitivos, rimas infantis; Álbuns com imagens representando objetos do quotidiano da criança; Enredos em que as personagens são animais. 10

[close]

p. 12



[close]

p. 13

ATIVIDADES DE INCENTIVO: Leia num lugar confortável para os dois; Crie um horário de leitura, sempre que a criança estiver mais disponível para ouvir (durante o banho, antes de dormir, depois de comer, etc.); Fale e cante para a sua criança; Leia com alegria e emoção; Utilize objetos familiares para contar histórias; Tire os livros das estantes e deixe-os em lugares acessíveis à criança; Incentive a criança a manusear revistas, mostre-lhe como se vira as páginas. 12

[close]

p. 14



[close]

p. 15

O QUE ESSAS ATIVIDADES PROPORCIONAM: Aproximam pais e filhos, acentuando a afetividade e a cumplicidade; Ajudam a criança a distinguir figuras, formas e cores; Instigam a criança a falar, melhoram a sua fluência e enriquecem o seu vocabulário; Promovem a autoestima da criança. SUGESTÕES DE LIVROS: Livros para o banho (em plástico, em espoja); Livros que falam do quotidiano das crianças (hora do banho, das refeições, passeios); Livros com imagens de outros bebés e as suas atividades diárias; Livros com animais. 14

[close]

Comments

no comments yet