Revista Comércio & Indústria - Novembro/2008

 

Embed or link this publication

Description

Revista Comércio & Indústria - Novembro/2008 - Ano 3 - Nº 40

Popular Pages


p. 1

Novembro/2008 • Ano 3 - N° 40 UNIODONTO Beneficiário agora tem aprovação de orçamento on-line Ao completar 18 anos em novembro, a Uniodonto comemora a modernidade dos seus serviços com a implantação do sistema de aprovação eletrônica, tornando mais dinâmico o relacionamento entre o associado, o cooperado e a cooperativa.

[close]

p. 2



[close]

p. 3

do editor ponto de vista Valter Merlos - Presidente Ivan Roberto Peroni MAIS UMA CRISE DA HUMANIDADE Vejo algumas lojas da minha cidade promovendo liquidações e de repente fico a imaginar: quem garante que a tal crise norte-americana não vai despencar por aqui. Várias empresas e rede de lojas já entenderam a gravidade da situação. A palavra “recessão” então está nas vitrines e algumas cadeias fazem liquidações com descontos de até 70%. Prevendo o pior, parecem tentar adiantar algum dinheiro agora para um tempo de vacas mais magras. Dizia o professor Tarciso: “Economia não é uma ciência exata. Mas ela tem ciclos, como a história demonstra”. O problema, para quem está vivo, é quando estamos no meio do ciclo de baixa. No caso do Brasil, mais triste ainda é que depois de quase 30 anos, parecia que as coisas poderiam dar muito certo. Não deram. Tiramos o pé do chão e copiamos a economia americana: troca de carros todos os anos com 70 meses para pagar, eletrodomésticos nas lojas a perder de vista com o Governo incentivando - vamos comprar. Milhares de consumidores estão com a conta no meio do caminho. Vem a crise, vem o desemprego. Alguém tem que pagar, alguém tem que receber. Sem emprego, poucos são os que pagam. Os desdobramentos da crise têm sido cada vez mais surpreendentes e o quadro é extremamente indeterminado. Mas há também muito pânico e irracionalidade nesses movimentos. Enfim, é mais uma crise da humanidade, com humanos em ação. capa Foto: Divulgação Uniodonto A ACIA SE FORTALECE AINDA MAIS COM A SALA DO EMPREENDEDOR NA PREFEITURA D retoria, sempre foi do conhecimento da clasurante os últimos três meses me manse empresarial pela divulgação em nossa retive afastado da presidência da Assovista e outros meios de comunicação. Tamciação Comercial e Industrial de Araraquabém dizíamos que a ACIA tinha que estar ra, para dedicar-me exclusivamente às eleibem próxima das questões sociais, particições municipais, como vice-prefeito de Marpando de projetos e assumindo importante celo Barbieri. Neste período, substituído bripapel para ajudar a minimizar os problemas lhantemente pelo querido amigo José Carque as entidades enfrentam. Desses objetilos Pascoal Cardozo, a nossa entidade prosvos em momento algum nos afastamos e seguiu com esse comportamento ético, sem agora ganham mais força com a nossa eleiqualquer tipo de envolvimento político, para ção como vice-prefeito, pois sabemos que justamente manter sua linha de atuação e a também são propostas constantes do novo preservação dos seus traços de união, asPrograma de Governo Municipal. pectos primordiais nestes cinco anos de adConclamamos a união dos empreendeministração. dores para que nos apóiem neste momento Passado o período eleitoral, retornamos da transição política da cidade, pois esta é a como vice-prefeito eleito e plenamente satisfeito, pois vimos que o reflexo do nosso tra- hora: se antes os problemas vivenciados pelos nossos empresários eram discutidos em balho a frente da ACIA, também contribuiu nossa associação, agora ganham uma oude forma satisfatória nesta caminhada polítra dimensão e também tica que iniciamos e onde espaço, porque teremos alguns objetivos se desta“Empreendedores como a Sala do Empreendedor cam. Um deles, a certeza nós, sempre fomos dentro da Prefeitura e asde que a ACIA se fortalegeradores de riquezas sim, as soluções poderão cerá ainda mais e dessa ser mais ágeis e os beneforça os colegas emao município através da fícios maiores para a copreendedores serão ainda nossa ousadia e também munidade. mais beneficiados, pois sageradores de empregos, Durante anos, os embemos as dificuldades de reconhecendo e preendedores ficaram crescimento que enfrentavalorizando a classe apartados das decisões ram nos últimos anos. trabalhadora, à quem administrativas da cidaO que efetivamente sempre respeitamos de e a nossa classe olhame convenceu de que deprofundamente”. da como interessada a veríamos ingressar na políobter privilégios ou pretica, foi o compromisso do destinada a explorar os então candidato Marcelo trabalhadores. E nunca foi assim, pois emBarbieri, hoje Prefeito eleito, acatando nospreendedores como nós, sempre fomos gesa sugestão para instalação da Sala do radores de riquezas ao município através da Empreendedor no Paço Municipal, situação nossa ousadia e também geradores de ematé então passada despercebida por outros pregos, reconhecendo e valorizando a clasadministradores. Outras propostas constanse trabalhadora, a quem sempre respeitates do programa de trabalho, como a consmos profundamente. trução de um novo Distrito Industrial e um Essas eleições mostraram uma vez Condomínio Industrial para ampliação e insmais que o mundo é uma camada de necestalação de pequenas e micro empresas, os sidades. Uns precisam dos outros. Não há cursos profissionalizantes nos bairros, e as maior ou menor, o que existe é a necessidapropostas na área da saúde, segurança, de do ser humano ser colocado como meta nos convenceram em definitivo. prioritária, dando-lhe condições de ter qualiNestes últimos cinco anos de presidêndade de vida com trabalho, saúde, educacia na ACIA, buscamos o fortalecimento da ção, segurança, moradia e outros benefínossa instituição para vê-la participando cios que lhe proporcionem respeito à sua das discussões dos problemas sócioexistência enquanto cidadão. econômicos do município. A adoção desta medida, com apoio dos companheiros de di- UNIODONTO, UM BRINDE AOS SEUS 18 ANOS Pautada por uma linha de trabalho extremamente responsável, a cooperativa cresce e transforma-se em modelo dentro do cooperativismo nacional. EDIÇÃO N° 40 - NOVEMBRO/2008 Diretor Editorial: Ivan Roberto Peroni Supervisora Editorial: Sônia Marques Depto. Comercial: Gian Roberto - José Teodoro de Souza Sebastião Barbosa - Silmara Zanardi Designer: Bete Campos Mário Francisco Impressão: Gráfica Bolsoni - (16) 3336 9008 A revista Comércio & Indústria é distribuida gratuitamente em Araraquara e região INFORMAÇÕES ACIA: (16) 3322 3633 COORDENAÇÃO, EDITORAÇÃO, REDAÇÃO E PUBLICIDADE Marzo comunicação Fone/Fax: (16) 3336 4433 Rua Tupi, 245 - Centro Araraquara/SP - CEP: 14801-307 marzo@marzo.com.br

[close]

p. 4

ENCONTRO SUSTENTABILIDADE É A PALAVRA CHAVE Em Campos do Jordão, neste mês, mais de 400 associações comerciais de nosso Estado, entre elas a ACIA, participam de um dos mais importantes congressos, onde o tema central está agregado à palavra sustentabilidade. Entre os dias 19 e 21 de novembro, em Campos do Jordão, representantes de 420 municípios do nosso Estado estarão reunidos sob a direção da FACESP para discutir os problemas da classe empresarial, tendo a palavra “sustentabilidade” como tema do encontro. A ACIA estará presente neste congresso. Para Maria Teresa Smirne, diretora da ACIA e superintendente do Conselho de Mulheres Empreendedoras, a “sustentabilidade” também tornou-se um desafio nas atividades diárias do empresário, constituindose em um conceito sistêmico, relacionado com a continuidade dos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana. Na verdade, seu principal objetivo é “suprir as necessidades da geração presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprir as suas”. “No mundo atual, ouve-se com freqüência a palavra sustentabilidade, seja em revistas, jornais ou anúncios na TV”, diz Teresa Smirne. Segundo ela, o atual modelo de crescimento econômico gerou enormes desequilíbrios; se, por um lado, nunca houve tanta riqueza e fartura no Maria Teresa Smirne, diretora da ACIA e também Superintendente do Conselho de Mulheres Empreendedoras A sustentabilidade vem sendo mostrada no mundo inteiro sob formas diferenciadas, envolvendo o empreendedorismo para dizer que é a inovação que modifica com sua forma de agir qualquer área do conhecimento humano mundo, por outro lado, a miséria, a degradação ambiental e a poluição aumentam dia a dia. Diante disso, surgiu a idéia da sustentabilidade, que busca conciliar o desenvolvimento econômico com a preservação ambiental e, ainda, ao fim da pobreza no mundo. Para muitas pessoas, a palavra desenvolvimento ainda significa crescimento econômico. Mas junto com a palavra desenvolvimento também é preciso agregar bem-estar social e qualidade ambiental, pois se corre o risco de esgotar o capital que permite a prosperidade econômica. “Se os recursos naturais de que dependemos se destruírem, é evidente que o crescimento econômico deixa de existir e tudo se agravará”, completa a dirigente da ACIA. A logomarca do congresso da FACESP

[close]

p. 5

Empresas como a Multimeias que cresce em uma Incubadora, serão o tema principal dos debates no Congresso Brasileiro voltado para os prefeitos recém eleitos em nosso País CONGRESSO O QUE OS PREFEITOS ELEITOS DEVEM SABER A recém criada Cartilha do Prefeito Empreendedor está na pauta dos assuntos a serem discutidos no Congresso Brasileiro que reúne este mês, centenas de associações comerciais em Porto Seguro, na Bahia. Preocupadas com o desenvolvimento econômico, as entidades de classe reconhecem e enfatizam o papel das empresas como contribuintes à evolução da sociedade e a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), ciente desta responsabilidade, se alinha ao SEBRAE e incentiva as associações comerciais a discutirem as propostas de gestão dos prefeitos nas cidades e municípios para que possam apresentar as intenções nesse setor. Os debates começam a ser discutidos nas associações, com base na Cartilha do Prefeito Empreendedor, desenvolvida pelo próprio SEBRAE. Apesar da importância do tema, muitas vezes os atores principais no âmbito local não possuem ferramentas para apoiar ou iniciar processos de DEL de forma sistemática e eficaz. Este ano, diz o presidente da ACIA, Valter Merlos, a CACB, com o apoio do SEBRAE, aproveita o início das novas gestões nos governos municipais e a grande capilaridade do sistema para trabalhar com prefeitos e entidades para desenvolver projetos voltados para o fortalecimento da micro e pequena empresa, a geração de renda e a justiça social. A CONFEDERAÇÃO A CACB é formada por 27 federações, representantes de cada um dos estados. Estas agregam 2.300 associações comerciais e empresariais com mais de dois milhões de empresários em todo o País. São pessoas jurídicas e físicas, de todos os setores da economia, associadas por adesão voluntária. Além disso, diz Merlos, é uma organização multisetorial que representa e expressa a opinião independente de empresários do comércio, indústria, agropecuária, serviços, finanças e profissionais liberais, de micro, pequenas e das médias e grandes empresas. Com a implantação da Sala do Empreendedor proposta pelo prefeito eleito Marcelo Barbieri e a forma com que este setor estará funcionando na própria Prefeitura Municipal, a Cartilha do Empreendedor deve ser uma importante ferramenta para alavancar o apoio aos pequenos empreendedores, tendo a Associação Comercial como a principal ponte nesta intermediação.

[close]

p. 6

Antônio Deliza (SINCOMÉRCIO), Cristiana Andreazza, Fernanda Mayumi Amemiya e Andressa Lagonegro (Paulista Jr.), Alexandre Kopanakis (Secretário de Desenvolvimento Econômico), Valter Merlos (ACIA) e Orlando Bonifácio Martins (JUCESP), parceiros do evento na ACIA FUTURO OS EMPREENDEDORES E SEUS NOVOS RUMOS Com o apoio da ACIA, a Paulista Júnior da UNESP, organizou o II Encontro de Empreendedores em nossa cidade, para discutir ações que possam beneficiar a classe empreendedora local. Pela segunda vez - ACIA, JUCESP, SINCOMÉRCIO, SEBRAE, UNESP e a PAULISTA JÚNIOR se uniram na organização de importante evento destinado a orientar e promover a troca de informações entre os empreendedores de Araraquara e Região. Além do curso realizado pelo SEBRAE (Meu negócio: o que é preciso para ter sucesso) que durou quatro dias, foram realizadas oficinas e palestras, uma delas com o presidente Valter Merlos, da ACIA, no dia 15. Também foram palestrantes, Paulo Alexandre da Silva (JUCESP), Daniel Bruno Garcia (Banco do Povo) e Antonio Deliza, do SINCOMÉRCIO, que falou sobre “A experiência com o empreendedorismo”. Em sua palestra, o presidente da ACIA, Valter Merlos, destacou que “o empreendedor tem como característica básica o espírito criativo e pesquisador, através do qual mantém constante busca por novos caminhos e novas soluções, sempre amparado na identificação das necessidades das pessoas. Essa é a essência do sucesso, disse ele, referindo-se a busca de novos negócios, oportunidades e a preocupação sempre presente com a melhoria contínua. Enquanto a maioria das pessoas tende a enxergar apenas dificuldades e insucessos, o empreendedor é otimista mesmo se deparando com momentos conturbados. Para Merlos, uma das principais características do empreendedor é a iniciativa. Ele desenvolve alternativas para o seu negócio, através de ações que muitos ainda não perceberam que pode dar certo. A grande força propulsora está em tomar ponta em uma idéia, colocar em prática um projeto com boas possibilidades de crescimento. Fazer aquilo que ninguém pensou. Mas o empreendedor quando for tomar uma iniciativa, deve ter os pés no chão e ter a percepção sobre pontos fortes e fracos do negócio, completou o presidente da ACIA. Valter Merlos e a esposa Célia, Andressa (Paulista Jr.) e Ademar Ramos, da Alumínio Ramos, um exemplo de empreendedorismo

[close]

p. 7



[close]

p. 8

Fábio Ângelo Bonassi, na abertura do seminário no Hotel Fazenda Salto Grande EMPREENDEDORISMO MAIOR CONTROLE SOBRE O FUTURO O SEBRAE uma vez mais demonstra sua preocupação em orientar e fortalecer os pequenos empreendedores com programas que visam mostrar a aplicação de novas técnicas na condução dos negócios. Em comemoração ao mês do Empreendedor, o SEBRAE-SP, com apoio da Associação Comercial e Industrial de Araraquara, realizou em setembro o Congresso Regional de Empreendedorismo com o objetivo de propagar o tema, mostrar casos de sucessos e incentivar os participantes a conhecer, desenvolver e aprimorar suas características empreendedoras co- mo estratégia para a condução dos negócios de forma competitiva. Para os organizadores o evento alcançou grande sucesso. Uma das partes consideradas mais importantes foi o seminário Empretec, programa internacional que envolve a ONU, a Agência Brasileira de Cooperação (órgão do Ministério das Relações Exteriores) e o SEBRAE como responsável pela sua execução no Brasil. Para Fábio Ângelo Bonassi, gerente regional do SEBRAE-SP em nossa cidade, a figura central do programa sempre foi de permitir que o empreendedor encontre condições para o aperfeiçoamento de suas características individuais em sua atividade profissional. “O principal objetivo do Empretec é promover o desenvolvimento das empresas existentes, bem como o surgimento de novas, treinando-as e prestando a assistência técnica necessária ao seu crescimento e viabilização social e econômica, de forma a estimular sua competitividade no mercado, disse Fábio Bonassi. De fato, o projeto Empretec é desenvolvido, basicamente, por um intensivo programa de treinamento, combinando aspectos comportamentais do empreendedor e exercícios práticos que visam o aperfeiçoamento de suas habilidades voltadas para a criação e também a gestão de negócios. Para Valter Merlos, presidente da ACIA, as iniciativas do SEBRAE-SP são sempre bem vindas pois fortalecem os caminhos a serem adotados pelos empreendedores: “Na atual conjuntura não podemos ficar distantes das informações e transformações empreendedoras que aceleram projetos e o desenvolvimento das empresas”, disse Merlos. Empreendedores buscando orientações

[close]

p. 9

DESENVOLVIMENTO APRENDENDO COM DOWBAR Segundo Dowbar, o desenvolvimento vai além do crescimento econômico, baseado num tripé: processo economicamente viável, socialmente justo, além de ser ambientalmente sustentável. Toda iniciativa precisa levar em conta estes três eixos Araraquara recebeu Ladislau Dowbar, um dos grandes palestrantes brasileiros, além de consultor para várias agências das Nações Unidas. Aqui discutiu um tema muito importante com prefeitos e vereadores. Para debater as Políticas Públicas de Promoção de Desenvolvimento Local, prefeitos e vereadores de cidades da região que tomarão posse em primeiro de janeiro de 2009, estiveram reunidos no Hotel Fazenda Salto Grande, na primeira quinzena de outubro. Entre eles, estava Marcelo Barbieri (Araraquara), acompanhado do vice Valter Merlos. Eles participaram do Primeiro Encontro Regional de Prefeitos e Vereadores Eleitos e acompanharam a palestra de Ladislau Dowbar, do SEBRAE, que organizou o evento em parceria com a ACIA. Dowbar é formado em economia política pela Universidade de Lausanne, Suíça, Doutor em Ciências Econômicas pela Escola Central de Planejamento e Estatística de Varsóvia, Polônia (1976). Atualmente é professor titular no departamento de pós-graduação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, nas áreas de economia e administração. Os participantes do encontro acompanharam com muita atenção a apresentação do Projeto de Política Nacional de Apoio ao Desenvolvimento Local, criado por Dowbar e entregue ao Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Dentre outras questões, o projeto sugere que o atual mandato do Governo Lula concretize uma consistente política de promoção do desenvolvimento local, em parceria com organizações sociais, empresas, universidades e outros setores da sociedade. Os prefeitos eleitos reconhecem a importância das propostas. Gustavo Marques (Assistente do Sebrae), Fábio Bonassi (Gerente Sebrae), Marcelo Barbieri, Valter Merlos e Augusto Celso Fausto Paganini (Analista do Sebrae) Prefeito Júnior Abuabud (Santa Lúcia)

[close]

p. 10

Palestrante Fádua Sleiman Teresa Smirne, superintendente do Conselho de Mulheres Empreendedoras da ACIA, presente na palestra FUTURO SOU MULHER E ARRASO NA EMPRESA Com o auditório do Hotel Fazenda Salto Grande lotado empreendedoras da cidade acompanharam uma das mais importantes palestrantes do País. O evento teve apoio da Associação Comercial. Fádua Sleiman esteve na cidade para fazer palestra enfocando o universo feminino com o tema “Sou mulher e arraso na empresa”. Pós-graduada em Administração de Marketing, Finanças e Economia, facilitadora de cursos e palestrante empresarial e comportamental, falou sobre o empreendedorismo, abordando questões como atitude e perfil da mulher empreendedora, a quebra de paradigmas e ações para crescimento da empresa. Embora a palestra fosse direcionada integralmente ao público feminino, Fádua também fez comentários ao empreendedores em O interesses das mulheres na palestra geral, dizendo que é muito feliz a Nação possuidora de competentes empreendedores, pois eles são a mola mestre para alavancar novos negócios, gerar empregos e esquentar a economia. Os empreendedores, segundo ela, buscam formas e maneiras de transformar sonhos em realidade. O Brasil é um país que pode ser considerado abençoado por tudo o que a natureza produz, incluindo o povo brasileiro, alcançando hoje o sétimo lugar no ranking mundial. BONS EXEMPLOS Fádua Sleiman chegou a comentar que há casos de empreendedoras que aprenderam com os pais que bom senso e boa vontade são ingredientes fundamentais para se obter resultados positivos na vida profissional. Soma-se a esse aprendizado, uma ampla visão do negócio administrado, comprometimento com o cliente, gestão integrada de processos, profundidade de levantamentos e análise de informações, além de uma grande interação com a equipe. Cofee break de confraternização

[close]

p. 11

NEGÓCIOS UMA TROCA DE EXPERIÊNCIAS Empresários rurais se reuniram em Araraquara para acompanhar uma série de palestras organizadas pelo Sistema Agroindustrial Integrado (SAI). Também aconteceu a Rodada de Agronegócios e Alimentos. A venda de polpas de frutas mostrou a capacidade produtora da nossa região No período de 13 a 18 de outubro, aconteceu no Hotel Fazenda Salto Grande, a Semana de Desenvolvimento e Modernização do Produtor Rural, a chamada SEDEMPRU, com palestras voltadas aos produtores rurais e paralelamente a Rodada de Agronegócios e Alimentos da Região Centro Paulista, com o apoio da ACIA. O evento, segundo sua coordenadora Isley Napolitano, teve 165 participantes, entre empresários rurais, presidentes de sindicatos, associações e entidades do agronegócios. Da Rodada de Agronegócios, tomaram parte nove empresas compradoras dos setores de supermercados, restaurantes e buffets de Araraquara, São Carlos, Leme, Itápolis, Jaú e Barra Bonita. Isley conta ainda que 46 empresas vendedoras foram inscritas para comercializa- Palmito Real, além de outros itens de fabricação, presente na SEDEMPRU ção dos mais diversos produtos como derivados do leite, mel, horticultura, fruticultura, lanches naturais, massas e pratos prontos, castanhas, bijús, palmito, cachaça, além de outros. Importante, comenta a coordenadora, é que foi gerado um montante de 750 mil reais em negócios após a rodada e 268 reuniões no decorrer do dia. A palestra de abertura foi feita por Luis Carlos da Silva Moraes, advogado especialista em meio-ambiente. No encontro, os empresários puderam conversar, apresentar produtos, serviços e detalhar as áreas de atuação, promovendo troca de informações e contatos com futuros fornecedores, visando aumentar suas vendas. Supermercado Tiba, de Boa Esperança do Sul, comprando produtos na Rodada Negociações da Trigal, uma rede de supermercados de Bauru no evento Os deliciosos Biscoitinhos da Vovó Liva, ampliando o raio de vendas no interior

[close]

p. 12

ECONOMIA O FIM DE ANO ANIMA OS SUPERMERCADOS A crise econômica iniciada nos Estados Unidos e hoje presente em alguns países da Europa, não chega pelo menos por enquanto, a preocupar as redes de supermercados da cidade e região com a aproximação do Natal e Ano Novo. Animados, os supermercados de Araraquara já se preparam para as festas de final de ano e antecipam um crescimento nas vendas em torno de até 40%, cerca de 10% a mais do que ocorreu no ano passado. Por essa razão é que o Extra, Patrezão, Supermercado 14, Paulistão e Gimenez estão antecipando a contratação de quase 150 funcionários para o chamado trabalho temporário, que dispensa até mesmo a negociação com agências de empregos, em função da enorme quantidade de currículos que os supermercados recebem. A mão-de-obra extra para os supemercados da cidade são de extrema importância em alguns setores como caixa, demonstradores, vendedores, estoquistas e empacotadores. Para isso são necessários pelo menos dois requisitos: ser maior de 18 anos e ter segundo grau. Tem influência também na contratação a disponibilidade de horários. Para os gerentes dos grandes supermercados, não há como dimensionar por enquanto, como serão as vendas diante da perspectiva de uma recessão nas economias centrais - Estados Unidos e Europa. A projeção feita é sobre as vendas ocorridas no ano passado e o otimismo de que, por serem datas tão especiais e que atraem o público por si só, deve existir sempre a certeza de boas vendas.

[close]

p. 13

A loja na Rua 9 de Julho, 1297, no centro COMÉRCIO Fábio e a mãe Marlene, na administração A HI-TEC ESTÁ EM NOVO ENDEREÇO No campo eletro-eletrônico, a HI-TEC é uma das principais lojas da cidade. Marcas de qualidade e o atendimento perfeito são as características da loja administrada por Fábio Rosseto Janusckiewicz e sua mãe Marlene Rosseto. Desde o dia 1° de setembro deste ano, a HI-TEC Eletrônica vem trabalhando em novo prédio, bem mais amplo que o anterior, o que demonstra o crescimento da empresa. Para seu proprietário Fábio Rosseto Janusckiewicz, a expansão da HI-TEC é uma demonstração da qualidade dos serviços que presta e dos produtos que representa: “São marcas que hoje ocupam posição privilegiada no mercado, nos dando plena garantia de que o cliente vai estar seguro”, afirma Fábio, que conta permanentemente com o apoio da mãe Marlene Rosseto, na administração dos negócios. A HI-TEC Eletrônica já é uma loja muito conhecida na cidade e região, adquirindo conceito pela fidelidade que a envolve junto aos consumidores. Fundada em 4 de janeiro de 1993 na Rua Antônio Prado, 133, passou cinco anos depois para a Rua 9 de Julho, 1334. Em outubro de 2001, Fábio assumiu o comando da loja e a transferiu em setembro deste ano para um prédio mais amplo, na Rua 9 de Julho, 1297, fone 3336 2850 e celular 9796 1047. “O espaço é bem mais confortável para o cliente e também podemos abrir um leque bem maior de produtos”, assegura. Considerada uma das mais destacadas lojas na venda de acessórios, peças, componentes eletro-eletrônicos em geral, a HITEC, tem ainda em sua linha de produtos antenas parabólicas e convencionais, controles remotos para TVS, VCR, DVD e receptores, CFTV, alarmes, cercas elétricas, suportes para TV, VCR, DVD, TV LCD/Plasmas e projetor. Mas, se o cliente também precisar de fones de ouvido Philips, telefones sem fio e convencionais, interfone, a HITEC também tem, oferecendo as melhores marcas. No campo eletro-eletrônico a HI-TEC, é uma das principais lojas da cidade. Marcas de qualidade e o atendimento perfeito são características de Francyelle, Larissa, Marlene, Fábio, Diego, Lucas, Márcio e Rafaela

[close]

p. 14

Site da Uniodonto com o Sistema de aprovação eletrônica REPORTAGEM DE CAPA UNIODONTO COMPLETA 18 ANOS CRIANDO APROVAÇÃO ON-LINE Família e Uniodonto sempre se deram muito bem, prova que este vínculo tornou a cooperativa em um modelo na cidade e região. Para as empresas, essa parceria também é de muito sucesso e com o objetivo de facilitar o acesso dos associados ao tratamento odontológico, a Uniodonto implanta novo serviço: aprovação on-line. Nestes seus 18 anos de atividades, a Uniodonto Araraquara sempre teve como prioridades a saúde bucal, a prevenção e o melhor atendimento aos seus usuários, através de profissionais da Odontologia que trabalham em sistema de cooperativa. A família é uma das grandes beneficiadas com planos a preços especiais, sem esquecer que hoje em dia, a odontologia preventiva promove a saúde dos dentes, evita a cárie na criança, com cuidados que começam bem cedo. Sempre à frente e atenta aos avanços tecnológicos, a Unidonto Araraquara desenvolveu um site com a finalidade de integrar os cooperados com a cooperativa. Cada profissional tem seu link e através dele, pode acompanhar sua produção, ter acesso a notícias e circulares que normatizam os procedimentos e o relacionamento entre a cooperativa e o cooperado. “Uma das vantagens do sistema cooperativista, é que o cooperado não é meramente um prestador dos serviços e sim dono da empresa. A cooperativa é uma empresa onde todos nós somos sócios”, explica Gustavo Loria Leoni, diretor-tesoureiro. Ele conta que o lado cooperativista da empresa é um grande benefício para os profissionais e o cooperado da Uniodonto é diferente daquele profissional que é um prestador de uma outra operadora. De acordo com Leoni, após o balanço anual, quando a empresa fecha o ano com saldo positivo, o lucro é dividido entre os cooperados. As sobras são devolvidas em dinheiro ou o valor é agregado ao capital de cada cooperado. No mês do seu aniversário, a grande novidade é a implantação do Sistema de Aprovação Eletrônica (SAE). “O paciente vai ao consultório e o orçamento é cadastrado online e a aprovação de seu tratamento também. É uma facilidade para o paciente, o profissional e as empresas conveniadas ”, conta o presidente Theophilo Perche. As empresas, através do site, podem cadastrar, excluir e alterar as informações de seus funcionários. A UNIODONTO A Uniodonto de Araraquara foi fundada em 26 de novembro de 1990 por um grupo de cirurgiões-dentistas, com a função de oferecer soluções completas e de alta qualidade em saúde bucal e trabalho para os profissionais da área odontológica. A diretoria é Presidente Theophilo Perche Diretor Secretário João Francisco Franco Diretor Tesoureiro Gustavo Loria Leoni

[close]

p. 15

A Uniodonto em Matão formada pelo presidente Theophilo Perche; Gustavo Loria Leoni, diretor-tesoureiro e João Francisco Franco, diretor secretário. Somente em Araraquara, dispõe de 110 profissionais especializados à disposição dos usuários. A Uniodonto Araraquara também atende as cidades de Américo Brasiliense, Boa Esperança do Sul, Borborema, Dobrada, Ibitinga, Itápolis, Matão, Nova Europa, Rincão, Santa Ernestina, Santa Lúcia e Tabatinga. Prevenir e tratar. Isso é o que o paciente e sua família precisam para manter a saúde bucal, e são serviços oferecidos pelos planos da Uniodonto Araraquara. Os usuários têm atendimento com hora marcada nos consultórios dos cooperados, sistema de reembolso dos valores gastos no tratamento de urgência quando da impossibilidade de atendimento por profissionais cooperados, urgência e emergência 24 horas em Araraquara e Matão, cirurgia, prevenção, dentística, periodontia e radiologia. Outra novidade da Uniodonto é a reestruturação do departamento de vendas, em novo local, mais moderno e com maior capacidade de atendimento. A finalidade é ampliar o número de beneficiários. A unidade de vendas será na Rua Voluntários da Pátria, 1880, com inauguração prevista para o dia 26, data do aniversário da empresa. APROVAÇÃO ON-LINE E BANCO DE IMAGENS Mas a Uniodonto não está centrada apenas em Araraquara. Em Matão, diz o diretor secretário João Francisco Franco, a Uniodonto tem um posto avançado com diversos beneficiários e cerca de 30 cooperados. “Agora, com a aprovação on-line de orçamentos, a facilidade será maior. Ainda as- sim, é um escritório onde o usuário efetua os pagamentos e submete-se à auditoria final de seu tratamento dentário”, afirma. O sistema de auditoria é, basicamente, um controle de qualidade. Existe uma auditoria inicial onde o auditor - um dentista da cooperativa, faz um exame na boca do paciente confrontando o que foi especificado pelo dentista na guia do usuário. “Quando o tratamento é finalizado, é feita a auditoria para verificação da qualidade do tratamento”, completa. Após a participação da diretoria da Uniodonto de AraraHomenagem da Uniodonto aos seus cooperados em meio às quara na última Concomemorações do seu aniversário no mês de novembro venção Nacional do Sistema Uniodonto, várias ações serão implantadas em nossa jeto existe há cinco anos e conta com a parsingular para a agilização do atendimento ceria da Uniodonto, que oferece assistência aos beneficiários, conta João Franco. Se- odontológica gratuita aos alunos. gundo ele, a mais significativa será a criaSAÚDE NA BOCA DO POVO ção de um banco de imagens através da instalação de um sistema de captação de imaO “escovódromo” foi criado por volta gens da arcada do paciente. dos anos 50 por dentistas americanos e trazido para o Brasil na década de 70. A priO DOUTOR SAÚDE meira instituição a usar este “escovódroA Uniodonto também incentiva, investe mo” em Araraquara e região foi a Uniodonem ações sociais, convicta de que não basta to, para a conscientização e prevenção na apenas apoiar, é preciso também estimular área da saúde bucal, não apenas com crianmais pessoas a participarem. Um dos proje- ças, mas até mesmo com adultos. Atualtos é o Doutor Saúde, iniciativa do Grupo mente o “escovódromo” é montado tamFischer na área social, que tem com uma bém em Matão, Américo Brasiliense e ouunidade móvel que vai até os bairros mais tras cidades de atuação da Uniodonto Aracarentes, nas cidades de atuação do grupo. raquara. De acordo com o presidente Theophilo A Uniodonto Araraquara há quatro anos apóia esse projeto, com a participação de Perche, a criança é orientada por um cooperado e tem noções de higiene oral, de como seus cooperados. O Projeto Pescar, também desenvolvi- usar o fio dental, entre outras. “Como o “esdo pelo Grupo Fischer, ensina uma profis- covódromo” é portátil, pode ser levado para são para adolescentes de baixa renda. O pro- praças, escolas e também participa da FACIRA”, esclarece. Em novembro, o “escovódromo” estará na Praça da Igreja Matriz, no dia 8 às 9h30, em Matão e na Praça Santa Cruz, no dia 22 às 9h30, em Araraquara. No dia 27, será realizada palestra sobre Câncer Bucal com a Dra. Valéria, cooperada da Uniodonto, na JBT, antiga FMC aqui em Araraquara. Nestes 18 anos de vida, a Uniodonto transformou-se em uma cooperativa referência pela excelência dos serviços que disponibiliza às famílias e principalmente às empresas SERVIÇOS UNIODONTO Rua Voluntários da Pátria, 1947 Fones (16) 3303-7133 / 0800-7725000 www.uniodontoararaquara.com.br araraquara@uniodontopaulista.com.br A Uniodonto está sempre participando de importantes ações sociais na cidade e região, bem como oferecendo cursos e palestras aos seus cooperados

[close]

Comments

no comments yet