Revista Comércio & Indústria - Janeiro/2007

 

Embed or link this publication

Description

Revista Comércio & Indústria - Janeiro/2007 - Ano 2 - Nº 18

Popular Pages


p. 1

Commércio R E V I S TA Janeiro/2007 ANO 2 - N° 18 Indústria Associação Comercial e Industrial de Araraquara EM 2007, SEJA BEM-VINDO AO BANCO DOS COMERCIANTES Ao anunciar sua provável fusão com a Iesacred, a Comcred consolida sua imagem como a cooperativa de crédito dos comerciantes de Araraquara e Região, ampliando também seus laços de parceria com a ACIA, CDL, SINCOMÉRCIO e SINHORES. Como integrante do SICOOB BRASIL, a instituição fica mais forte, com cerca de R$ 5 milhões de ativos para movimentação no mesmo estilo das agências bancárias. PARABÉNS À COMCRED E AO SEU GRUPO DE TRABALHO

[close]

p. 2



[close]

p. 3

DO EDITOR PONTO DE VISTA Valter Merlos Presidente da ACIA Ivan Roberto Peroni O PAPEL DA FAMÍLIA EM NOSSAS VIDAS chegada de 2007 nos proporciência dos problemas da comunidade, ciona elevada dose de esperança contribuir com sugestões, discutir alterem torno de uma cidade melhor e nativas na formação de projetos, entende um mundo infinitamente bom para todendo as palavras de Rui Barbosa - a dos, onde as pessoas possam aproveitar Pátria não é ninguém, são todos e cada as coisas boas da vida e saibam superar qual tem no seio dela, o mesmo direito, a as dificuldades. Entre os meus desejos, mesma palavra, a mesma associação. está um que considero importante e do Daí o nosso envolvimento de uma forma qual não abro mão: que todos tenham global. força para lutar sempre pela família, pois Abraçado por esse conceito é que ela é a célula mais importante da socievemos o papel da família, como foi dito dade e uma desestruturação generaliem nossas primeiras linhas, dando-nos o zada das famílias, é lamentável dentro equilíbrio, ainda que as coisas em nossas desta sociedade que vivemos. vidas nem de todas sejam boas, já que a A vida por si só tem nos ensinado a perfeição não está somente nas coisas conviver com inúmeros problemas no diaboas e sim no equilíbrio entre as boas e a-dia, mas também tem nos as ruins. As coisas ruins são dado paciência suficiente e importantíssimas na naturesegurança para buscarmos za, tanto quanto as boas, “Ela desempenha um papel decisivo na alternativas e soluções, sepois participam do equilíeducação formal e guindo caminhos éticos e brio. informal, é em seu práticos sem que para isso, Tenho procurado visuaespaço que são tenhamos que depreciar ou lizar em cada companheiro absorvidos os desrespeitar o próximo. O da nossa diretoria a imagem valores éticos e ideal que trazemos, baseade um membro familiar, onhumanitários e onde do na prática do bem é de de o grau de companheise aprofundam os uma grande recompensa rismo se sobrepõe pela dislaços de que nos chega através das posição e laços de fidelidasolidariedade”. bênçãos de Deus. de. É a família que propicia Se essa época do ano é os aportes afetivos e, sobrepropícia para reflexões sobre os nossos tudo, materiais necessários ao desenvolatos, relembro com muito carinho dos privimento e bem-estar dos seus compomeiros dias como presidente de uma ennentes. Ela desempenha um papel decitidade classista e onde a função exercida sivo na educação formal e informal e é em nos deu condições de conhecer as pesseu espaço que são absorvidos os vasoas que até então não faziam parte da lores éticos e humanitários e onde se nossa convivência diária; e dos seus proaprofundam os laços de solidariedade. É blemas e dificuldades não sabíamos quatambém em seu interior que se consse nada. De cada uma tiramos lições para troem as marcas entre as gerações e são aprimorarmos os nossos conhecimentos, observados valores culturais. Por essa entendendo que na vida ainda há um razão é que eu digo da importância de ser mundo infinito de exemplos que se bem dirigente, ter humildade em aprender e aplicados, poderão nos conduzir ao apersaber ver a todos sem discriminação. feiçoamento e na ajuda para construção Não precisamos esperar um resulde um mundo melhor. tado para nos orgulharmos do nosso emSer presidente de uma instituição não penho, pois a beleza do prêmio nunca é tão somente desfrutar do prazer de conserá maior do que o orgulho da busca e viver com amigos e defender dentro da da dedicação. legalidade os direitos da entidade para a E toda família deve pensar assim qual fomos escolhidos. É também ter para tornar-se grande e forte. NOSSA RESPONSABILIDADE A Revista Commércio & Indústria chega a sua décima oitava edição, totalizando 504 páginas e cerca de 50 mil exemplares distribuídos neste espaço de tempo, mostrando a potencialidade do comércio, da indústria, dos prestadores de serviços e da própria comunidade em geral. Fruto do trabalho da Marzo Comunicações, é evidente que não teríamos alcançado essa marca consagradora sem o apoio dos inúmeros amigos e clientes que aprendemos a conhecer e admirar ao longo da empreitada. Sabemos da importância deste veículo de comunicação na vida das entidades que representam a classe empresarial e reconhecemos os obstáculos surgidos, cada qual, sendo transposto a seu tempo com critério e ética, sem que em momento algum, tenha havido qualquer tipo de repreensão, dada a seriedade com que a missão vem sendo cumprida. O ano de 2007 marca uma nova etapa e com ele a certeza de que o profissionalismo continuará imperando, ponteado pela confiabilidade dos que acreditam em nossa modesta colaboração para que tenhamos uma cidade, da qual sempre teremos grande orgulho. CAPA FOTO: KRIS TAVARES COMCRED Definitivamente o banco dos nossos comerciantes Aguarda-se com ansiedade a fusão da Comcred com a Iesacred para que a cooperativa presidida por Mário Hokama atinja todos os seus objetivos em 2007 Commércio Indústria & REVISTA EDIÇÃO N°18 - JANEIRO/2007 Diretor Editorial: Ivan Roberto Peroni Assistente: Rosane D’Andréa Supervisora Editorial: Sônia Marques Depto. Comercial: Carlo Endrigo Gian Roberto Idalina Silva Sebastião Barbosa Designer: Bete Campos Mário Francisco Samantha Rosa Marcelo Pícolo Impressão: Gráfica Bolsoni - (16) 3336 9008 A revista Commércio & Indústria é distribuida gratuitamente em Araraquara e região COORDENAÇÃO, EDITORAÇÃO, REDAÇÃO E PUBLICIDADE Fone/Fax: (16) 3336-4433 Rua Tupi, 245 - Centro Araraquara/SP - CEP: 14801-307 marzo@marzo.com.br PNEUS

[close]

p. 4

Afif assume importante pasta no governo paulista, que é importante para nós POLÍTICA janeiro, é um justo reconhecimento a quem tanto tem se preocupado com a população brasileira. Em outubro, quando concorreu à vaga do Senado como representante paulista, Afif Domingos teve em Araraquara cerca de 50 mil votos: “Foi um resultado esplêndido e isso mostra o quanto Afif é querido em Araraquara”, argumentou o presidente da ACIA, um dos responsáveis por esse trabalho, junto à classe empresarial. Afif não ficou surpreso com o resultado pois sabe que a ACIA em Araraquara tem um grande peso na discussão dos assuntos políticos e sociais do município. SAUDAÇÃO AMIGA Definida a escolha do novo secretário de Emprego e Relações do Trabalho em nosso Estado, o presidente Valter Merlos encaminhou ofício a Afif Domingos, ressaltando a importância do convite e também a expressão do cargo a ser ocupado pelo presidente da FACESP. No documento, Merlos ressalta que a nomeação de Afif como novo Secretário do Trabalho do Estado de São Paulo, é motivo de orgulho para todos e demonstra com justiça, o reconhecimento ao seu trabalho como dirigente de classe, constantemente envolvido em movimentos que visam defender os interesses empresariais e da população brasileira em seu todo. Idealizador da Frente dos Cidadãos contra a MP 232 e um dos responsáveis políticos do sistema Simples de Tributação, além de criador do projeto de maior transparência nos impostos, chamado “Feirão de Impostos”, sua passagem pela FACESP será eternamente lembrada disse Merlos, pelas associações comerciais e por todo o País, que o tem na conta de um dos mais brilhantes políticos brasileiros. E conclui: “Sabemos, antecipadamente que sua inclusão entre os novos secretários além de enriquecer o governo paulista, vai nos dar a garantia de que continuará defendendo nossos interesses, bem como dos trabalhadores que buscam o aprimoramento da qualidade de vida em uma sociedade mais justa e mais humana. Sucesso nesta nova empreitada”. Para piscinas, poços e irrigação, CENTRAL DAS BOMBAS é a solução. PRONTA ENTREGA ACIA CUMPRIMENTA NOVO SECRETÁRIO Politicamente, Guilherme Afif Domingos saiu muito fortalecido das eleições de outubro e isso lhe valeu o convite para ser o novo titular da Pasta do Emprego e do Trabalho no Estado. Para os araraquarenses que deram expressiva votação ao então presidente da FACESP, Guilherme Afif Domingos, à indicação feita pelo governador José Serra, para ocupar o cargo de secretário de Emprego e Relações do Trabalho, a partir de Bombas e filtros para piscinas, bombas para irrigação e sistema de combate a incêndio, bombas injetoras e submersas para poços, bombas para drenagem e sistemas de pressurização de redes, conexões, tubos e acessórios em geral. CONFIABILIDADE Vendas, assistência técnica, instalação e manutenção em bombas e filtros com equipe especializada, transmitindo ao cliente a confiabilidade de 10 anos de experiência. Afif sempre teve muito carinho com a nossa cidade

[close]

p. 5

FACIRA O DESAFIO DE GELIM Depois de presidir o FISA e ter uma convivência plena com as entidades sociais, o dentista José Roberto Gelim aceitou ser o presidente da FACIRA 2007. Em janeiro, José Roberto Gelim começa a definir o projeto de organização da próxima Feira Agro Comercial e Industrial da Região de Araraquara. Ele mesmo anunciou que uma das suas primeiras medidas será dialogar com a presidente do FISA (Fundo das Instituições Sociais de Araraquara), Matilde Julien Ferraz, buscando alternativas para que tenhamos um evento diferenciado neste ano. O anúncio oficial do nome de Gelim foi feito pelo presidente Valter Merlos, da ACIA, que aproveitou para apresentar o resultado da FACIRA 2006, em que foi preJoel Roberto Aranha, Valter Merlos e sidente Joel Roberto José Roberto Gelim, num dos Aranha. Merlos conmomentos importantes da FACIRA em Araraquara tou que o saldo foi plenamente favorável, pois a série de investimentos como a construção do Auditório “Eng° Eduardo Michetti”, a implantação do Pavilhão “Marcelo Bombarda” abrigando a agropecuária, reformulação dos sistemas elétrico e hidráulico seguindo normas técnicas, e outros melhoramentos, deixa o Centro de Eventos de Araraquara (CEAR) em condições bem melhores para a organização da FACIRA em 2007. “Os investimentos eram necessários para proporcionar maiores condições, principalmente conforto e segurança ao público”, destacou Merlos. Joel Aranha e o tesoureiro da FACIRA 2006, Albano Molinari, apresentaram oficialmente o relatório financeiro da exposição, e agradeceram o apoio recebido de todos os segmentos da comunidade, principalmente do prefeito Edinho Silva e do FISA. E concluíram: “Temos certeza que Gelim vai organizar uma das melhores feiras dos últimos anos, podendo até mesmo aplicar algumas modificações que os expositores vêm reivindicando, com a redução do número de dias”. A FACIRA começaria na quarta ou quinta-feira, e seria encerrada no domingo com um grande almoço de confraternização da nossa sociedade. Isso tudo deve ter novo rumo se alguma pesquisa apontar necessidades de mudança. O NOME FORTE EM RETÍFICA DE MOTORES PROFISSIONAIS ATENTOS COM A QUALIDADE SERVIÇOS E EQUIPAMENTOS DE ALTA TECNOLOGIA ATENDENDO ARARAQUARA E REGIÃO Acertar é Humano. Persistir no acerto é qualidade. Av. D. Pedro II, n° 40 - Centro - Araraquara - SP Tel.: (16) 3301 3898 - detroit@retificadetroit.com.br MARZO

[close]

p. 6

tendem atingir esse mercado. O entroncamento rodoferroviário contribui de forma expressiva para um diferencial competitivo às empresas. P: Como o presidente analisa a criação de empresas e geração de empregos na cidade? É possível crescer mais? Como? VM: Como a economia do município é diversificada, há espaço para crescimento em vários setores, notadamente a agroindústria que vive excelente momento no setor sucroalcooleiro e citricola. A criação do pólo tecnológico de software tem atraído empresas do setor de TI (tecnologia da informação) e por conseqüência, gerado inúmeros empregos no setor. Outro ponto importante de diversificação da economia e geração de novos postos de trabalho está na consolidação do pólo aeronáutico através da Embraer. P: Como é vista a situação do município em relação à guerra fiscal entre estados e cidades, que vem determinando o destino de indústrias e empregos? VM: A guerra fiscal é maléfica a todos os participantes, pois induz a empresa a analisar as vantagens de maneira conjuntural se beneficiando apenas na transitoriedade momentânea enquanto durar o benefício, quando na realidade deveria-se pensar de maneira estruturante, pois garantiria benefícios ao longo do processo e de maneira permanente. P: A cidade possui incentivos ou atrativos a oferecer? (impostos e insumos mais baratos, por exemplo) VM: A cidade possui leis específicas para comércio, indústria, prestação de serviços, bem como para o setor de tecnologia. P: Que experiências de Araraquara podem ser tomadas como exemplos por outros municípios, em se tratando de dinamismo econômico? VM: A articulação entre a necessidade das empresas em relação à mão-de-obra (demanda) e a efetiva capacitação conforme a necessidade específica, tem demonstrado resultados em empregabilidade extremamente significativos, ou seja, no setor aeronáutico, o histórico é de 88% de empregabilidade em relação ao número de pessoas capacitadas; no setor de software a perspectiva é de 90% de empregabilidade. Como se observa, os índices são altos, abrindo excelentes perspectivas para aumento do número de empregos e aproveitamento do pessoal. DESENVOLVIMENTO O FUTURO TAMBÉM PASSA POR AQUI Valter Merlos, presidente da ACIA, diz que Araraquara está entre as 40 cidades mais dinâmicas do Estado, pela sua estrutura urbana, universidades, centros de pesquisas, formação de mão-de-obra e economia diversificada. Segundo o Atlas do Mercado Brasileiro, editado pela Gazeta Mercantil, Araraquara ocupa na atualidade, destacada posição no ranking das cidades mais dinâmicas do país: 40º lugar entre 300 municípios. Quais seriam na verdade os fatores que estariam inserindo Araraquara nesta brilhante posição? Uma série de perguntas foi formulada ao presidente da ACIA, Valter Merlos, transformando-se em tema de reportagem da nossa revista, apontando que entre os critérios do ranking, estão, o PIB do município, o Índice de Potencial de Consumo (IPC), o número de operações bancárias por habitante, licenciamento de veículos, criação de empresas, além de outros itens. Os méritos desse processo de desenvolvimento, independente de partidarismos ou ingerências políticas, em sua grande parte, devem ser atribuídos ao prefeito Edinho Silva e ao secretário municipal de Desenvolvimento Econômico Paulo Sérgio Sgobbi, merecendo o reconhecimento da comunidade. ENTREVISTA P: A que fatores o presidente Merlos atribui essa posição destacada do município? VM: Uma série de fatores contribui para que o município de Araraquara tenha essa condição diferenciada, ou seja, infra-estrutura urbana, universidades, centros de pesquisa e formação de mão-de-obra, economia diversificada, enfim, condições que ao longo do tempo, se consolidam e interagem propiciando assim, uma condição diferenciada. P: Que atrativos e pontos positivos, a cidade apresenta, sobretudo no aspecto econômico, que justifiquem esse bom desempenho em comparação a outras cidades? VM: Objetivamente, Araraquara conta com uma rede de formação profissionalizante onde todas as instituições do chamado sistema “S” criaram estruturas propiciando mão-de-obra qualificada através de cursos técnicos. As universidades com vários campi, tanto públicas como privadas também se inserem neste contexto. A posição geográfica do município, no centro do estado mais rico e desenvolvido da nação, é um fator determinante para aquelas empresas que pre-

[close]

p. 7

SOLIDARIEDADE PARA MATILDE, A LUTA CONTINUA Respeitada entre as entidades sociais pelo seu incansável trabalho e por elas considerada uma grande guerreira, Matilde Julien Ferraz, por mais três anos administrará o FISA em nossa cidade. Tão logo foi reeleita presidente do Fundo das Instituições Sociais de Araraquara (FISA), Matilde Julien Ferraz, recebeu ofício da Associação Comercial e Industrial de Araraquara cumprimentando-a por um novo mandato frente à entidade. “Temos o prazer de cumprimentá-la pela sua reeleição como presidente do Fundo das Instituições Sociais de Araraquara, missão das mais difíceis, mas que sempre foi administrada com ousadia e coragem pela nobre dirigente e seus companheiros, com o objetivo de auxiliar os assistidos pelas diversas instituições da cidade”, disse o presidente Valter Merlos. Para ele, a permanência de Matilde como líder do FISA demonstra o reconhecimento ao trabalho desenvolvido por ela nos últimos anos, onde também está inserida a parceria da entidade com a ACIA, para realização da FACIRA, que sem dúvida, tem sido o mais importante dos canais para solução dos problemas que afetam as nossas casas assistenciais. Como se sabe, o FISA dá suporte às entidades sociais que expõem seus trabalhos e também ajudam no atendimento no Pavilhão da Alimentação. Com a reeleição de Matilde, lembrou o presidente da ACIA, esperamos continuar Matilde e o marido Jair, agradecidos na busca de alternativas que amenizem essas questões sociais e ao mesmo tempo fortaleçam as relações que envolvem as nossas entidades, pois só assim, em conjunto, estaremos colaborando na construção de um mundo melhor, menos sofrido e mais humano. AGRADECIMENTOS Emocionada, logo depois de reeleita, Matilde agradeceu aos que prosseguirão nesta caminhada pelo fortalecimento do FISA. Disse que espera contar com o apoio de todos, pois a entidade tem como objetivo, congregar a todos em busca de um ideal: servir aos atendidos pelas instituições, buscando condições que amenizem suas dificuldades. Em 2007 as entidades que fazem parte do FISA deverão estar ainda mais unidas, lutando pelos seus próprios ideais

[close]

p. 8



[close]

p. 9



[close]

p. 10

Sônia e José Vargas, trabalho de qualidade em Araraquara COMÉRCIO Davi, Ana Carolina (filha de José Vargas), José Vargas, Gustavo (filho de Vargas), Teresinha, Olindinha e Carina, formam uma importante equipe de trabalho ELA É A CASA DA COZINHA Pioneira na cidade (1988), a Casa da Cozinha é uma das lojas mais completas e conhecidas neste segmento, graças ao trabalho de pessoas empreendedoras, como Sônia e José Vargas. Para facilitar a vida das donas-de-casa, é que o comerciante José Vargas e a esposa Sônia de Fátima Ornellas Vargas criaram a Casa da Cozinha em 1988, inaugurando a primeira loja na Avenida Presidente Vargas na esquina da Rua 14, no bairro do Carmo, para suprir uma necessidade no mercado: oferecer às clientes, utensílios domésticos variados e de preços acessíveis para os tradicionais “chás-de-cozinha”. “A procura por presentes úteis e baratos era grande e decidi abrir uma loja especializada nesse segmento, conta o proprietário. Dois anos depois, mudou-se para o endereço atual, na Rua Nove de Julho. A idéia de oferecer produtos de qualidade de todos os preços, marcas e modelos deu tão certo que hoje, a Casa da Cozinha é especializada em utilidades domésticas para cozinha, hotéis, bares e restaurantes e tornou-se uma referência no ramo. Atualmente, José Vargas está aposentado e o comando da loja passou para o filho Gustavo e da esposa Sônia. O diferencial da loja é o atendimento de qualidade e a completa linha de produtos em inox, louça, barro, ferro, plástico, dentre outras. A Casa da Cozinha Utilidades Domésticas está localizada na Rua Nove de Julho, 376, no centro. A loja aceita pagamento com cartão de crédito e cheque, além do preço à vista em dinheiro e faz entregas gratuitamente. A qualidade presente em cada peça Milhares de itens à disposição

[close]

p. 11

SEGURANÇA ÀS SUAS ORDENS RODOVIÁRIA TEM NOVO COMANDANTE É muito raro dentro da polícia militar, um filho retornar a sua terra natal para comandar uma unidade da instituição. Pelo seu notável desempenho profissional, Márcio Simplício volta como comandante da Polícia Rodoviária. ACIA CUMPRIMENTA Entre tantos cumprimentos feitos ao novo comandante, o capitão Márcio recebeu uma mensagem da ACIA, assinada pelo presidente Valter Merlos. No documento, Merlos ressalta a passagem do coCapitão Márcio De volta ao ninho antigo Com a saída do capitão e comandante João Alberto Nogueira Júnior, que assumiu o posto de major na sede da companhia em Rio Claro, a nossa Polícia Rodoviária (Segunda Companhia), passou a ser administrada pelo capitão Márcio Rogério Simplício, que nos últimos dois anos comandou a unidade sediada em Porto Ferreira. Em sua chegada, o capitão Márcio como é chamado, disse que estava orgulhoso em voltar a sua cidade de origem para comandar a Polícia Rodoviária. Estou muito feliz, disse. E completou: “Quando entramos para a carreira, sabemos que vamos passar por várias cidades. Isso é inevitável. Mas quando podemos estar realizando o trabalho e ao mesmo tempo ter nossa família como suporte, é gratificante”. Capitão Márcio preparado para os desafios que terá na Polícia Rodoviária mandante por Porto Ferreira e lembra que a ACIA está convicta do sucesso do seu desempenho em nossa cidade e região e mais que isso, tê-lo como filho de Araraquara só nos causa orgulho, afinal o nosso povo ordeiro e trabalhador terá a oportunidade de lhe mostrar o processo de desenvolvimento que ora vivemos, na constante busca do aperfeiçoamento pela qualidade de vida. Para os jornalistas, Márcio disse que a Companhia vai se empenhar ao máximo no sentido de reduzir o número de acidentes com vítimas fatais, através de fiscalização efetiva, campanhas educativas que tragam discernimento aos motoristas. Outro desafio, completou, é a Polícia Rodoviária estar atenta cada vez mais para os crimes nas rodovias, onde estão inseridos os roubos de cargas de caminhões e ônibus. EMPRESA IMPLANTA SERVIÇO INÉDITO NA CIDADE, FORNECENDO O TELEFONE QUE VOCÊ PROCURA SEM NENHUM CUSTO PELA CONSULTA O ADEUS ÀS LISTAS TELEFÔNICAS ATENDIMENTO DISKFONE 3303 3000 Para saber o número de telefones comerciais, úteis ou de prestadores de serviços em Araraquara, você não precisa mais recorrer às tradicionais listas telefônicas. Basta chamar o DISKFONE 3303-3000 e em menos de 10 segundos terá a informação correta e GRATUITA, graças ao sistema operacional criado pelo empresário José Oreste Bozelli (Neto), que revoluciona o mercado da informação com trabalho pioneiro e tecnologia de ponta. O DISKFONE 3303-3000 possui alta penetração em meio aos consumidores, valorizando o segmento com formulações e benefícios diferenciados para seus associados que terão sua marca enriquecida no mercado. Se o usuário leva a vantagem de obter informações de telefones comerciais, de serviços ou úteis de forma rápida, é verdade que a empresa procurada é a mais beneficiada: estará vendendo sua imagem e o seu produto, através de um serviço personalizado e prático. Afinal, quem procura a informação são pessoas com poder de compra. SUA LISTA TELEFÔNICA POR TELEFONE Informações sobre telefones comerciais, serviços e úteis. Das 7h às 22h - inclusive domingos e feriados

[close]

p. 12

Luciano Pesce faz crescer a Blend Coffee, com máquinas e produtos de qualidade nas empresas, além de assistência técnica com técnicos altamente qualificados EMPRESAS CAFÉ EXPRESSO A TODA HORA O cafezinho está ficando cada vez mais gostoso e sofisticado, ainda mais se for com as modernas máquinas comercializadas ou locadas pela Blend Coffee, onde o empresário Luciano Pesce adiciona sua experiência ao produto. Degustar um expresso ou um café com sabor diferenciado já faz parte da vida de muitas pessoas que estão descobrindo que, nem todos os cafés são iguais. Existem diferentes tipos, aromas, gostos e blends (misturas de grãos). O empresário Luciano Adriano Pesce apostou nesse mercado e montou, há três anos, a Blend Coffee para oferecer um Máquinas e o Café San Fratello no showroom da Blend com Luciano A Trevi Automática, uma das atrações do mercado atual em exposição no showroom bom café, mas também a venda e locação de máquinas de café expresso que estão cada vez mais, fazendo parte da vida das pessoas. Nos mais variados tamanhos e modelos, elas estão presentes em escritórios, lojas, consultórios, bancos, clínicas de beleza, lanchonetes, padarias e em grandes empresas. “Nós temos máquinas do conhecido “cafezinho” ou exigentes apreciadores do legítimo expresso. Isso porque o café é sempre quentinho, cremoso e cheiroso, como todo café deveria ser! Seu sistema exclusivo e revolucionário no preparo do café expresso moe grãos automaticamente, dosa, dispensa e elimina a borra de café num simples aperto de botão, sendo possível fazer até dois cafés simultaneamente mantendo excelência no padrão de qualidade. As máquinas de café expresso são super econômicas; com 1 kilo de café expresso a máquina proporciona 140 xícaras de café, além de não haver o desperdício do produto. Também para pequenos ambientes existem cafeteiras práticas e econômicas. As máquinas vêm com itens programáveis via teclado, com regulagem de moagem, nível de dosagem e um conjunto de fornecimento para água quente e vapor, destinado ao preparo de chás, chocolate, capuccino e leite quente. Para saborear o melhor café, chocolate e capuccino a qualquer hora, a Blend Coffee tem máquinas de vending - que consiste na venda de produtos de forma automática, com pagamento de moedas. “Trabalhamos com a marca Necta, líder mundial de máquinas de vending. São as máquinas de grande porte em que você coloca moedas, seleciona o que quer tomar e, em segundos tem sua bebida na mão”, esclarece Luciano. Essas máquinas de venda devem ser colocadas em locais apropriados. QUALIDADE O segredo do café está na escolha dos grãos e no modo de fazê-lo. De acordo com Luciano Adriano Pesce, para garantir a qualidade de seus serviços, a Blend Coffee é responsável pelo seu próprio café, o exclusivo San Fratello. “Compramos os grãos ainda crus, torramos e embalamos para que os clientes possam degustar um café com a mais pura qualidade”, explica. A Blend Coffee também faz a manutenção e oferece assistência técnica para todas as máquinas que disponibiliza, tanto nas vendas como nas locações. Os serviços são oferecidos 24 horas por dia, além de manutenção preventiva a cada 15 dias. A empresa visita mais de 30 cidades no estado de São Paulo. São clientes de Araraquara até São Paulo e Araraquara até São José do Rio Preto, além de atender as regiões de Ribeirão Preto, Bauru e Jaú entre outras no interior. Para nossa cidade é um orgulho ter uma empresa deste porte, enriquecendo o parque comercial. ATENDIMENTO BLEND COFFEE Avenida Sete de Setembro, 993 Fone: 3322 7252 www.blendcoffee.com.br de pequeno, médio e grande porte para podermos atender as necessidades de todos os nossos clientes, seja na venda ou locação”, diz ele. A Blend Coffee comercializa máquinas de empresas de renome mundial como a Saeco, Spidem e Gaggia. O seu mix de produtos diversificados satisfaz as expectativas dos consumidores, sejam eles fãs

[close]

p. 13

Luiz Renato Corazza, no sofisticado CDI, o que há de mais moderno na medicina mundial Às vésperas do Natal, a Beneficência Portuguesa realiza o primeiro implante de cardioversor desfibrilador da nossa região. Para o presidente do hospital, Fábio Santiago, um procedimento realizado pelos cirurgiões cardíacos Sérgio Luzzi e Luiz Ricardo Dutra, que só merece elogios, pois eleva o conceito médico-hospitalar da cidade. SAÚDE A RAZÃO DE ESTAR ENTRE OS 80 MELHORES DO PAÍS Hospital Beneficência Portuguesa de Araraquara realizou o primeiro implante de um cardioversor desfibrilador implantável (CDI), no dia 22 de dezembro, no Centro de Diagnósticos “Amélia Bernardini Cutrale”. O procedimento foi um sucesso e só foi possível sua realização pelo nível de excelência da Beneficência Portuguesa com estrutura de primeiro mundo, equipamentos de alta tecnologia e profissionais extremamente qualificados. A equipe responsável pelo procedimento foi formada pelos cirurgiões cardíacos Sérgio Luzzi e Luiz Ricardo Dutra, o anestesista Marcos Vinicius Amaral, o enfermeiro coordenador do Centro de Diagnóstico Delmiram Mendes de Oliveira, o técnico responsável pelo CDI, Luiz Renato Corazza e as enfermeiras Silmara e Graziele. O cirurgião Luiz Ricardo disse que o implante foi um sucesso. Rápido e bem feito, durou cerca de 40 minutos. “O pa- Sérgio Luzzi Luiz Ricardo Dutra ciente respondeu bem às terapias disponíveis pelo aparelho desde o início da cirurgia”, comentou logo após. O diagnóstico do paciente João Mattiazi, que recebeu o implante, era taquicardia ventricular confirmada por exames de eletrofisiologia realizados no próprio hospital. Segundo o enfermeiro Delmiram Oliveira, o paciente teve três episódios de taquicardia ventricular anteriormente. Dutra destaca que o cardioversor desfibrilador implantável (CDI) é o que PARA OS CIRURGIÕES E O HOSPITAL UM MOMENTO HISTÓRICO existe de mais moderno na área. “O paciente tinha uma arritmia maligna em decorrência de problemas coronários, o que poderia ser fatal. Esse novo aparelho é de extrema importância também para os casos de morte súbita dos jogadores de futebol”, explicou o médico. De acordo com Luiz Renato Corazza, o implante de um cardioversor desfibrilador implantável é um procedimento simples e sua colocação demora até 1h30. O CDI é um aparelho capaz de monitorar e tratar ritmos anormais do coração e desencadeia impulsos elétricos para restabelecer a normalidade dos batimentos. O CDI consiste de um gerador e eletrodos. O gerador é semelhante a um marcapasso e movido por uma bateria. Esse aparelho é implantado na região peitoral, do lado esquerdo, abaixo da clavícula. “Através de anestesia local e sedativos é feita uma abertura na pele, de cerca de 6 a 7 cm, para o gerador ser colocado sob a pele”, conta Luiz Renato. O presidente do hospital, Fábio Santiago, responsável pela estrutura hospitalar que situa a Beneficência entre os 80 melhores hospitais do País, destacou o trabalho dos cirurgiões e não escondeu seu orgulho em ver que a instituição além de equipamentos de primeiro mundo, dispõe de profissionais reconhecidos internacionalmente.

[close]

p. 14



[close]

p. 15



[close]

Comments

no comments yet