Revista Comércio & Indústria - Outubro/2010

 

Embed or link this publication

Description

Revista Comércio & Indústria - Outubro/2010 - Ano 5 - Nº 63

Popular Pages


p. 1

Outubro/2010 • Ano 5 • N° 63 Omni Financeira Inauguração de prédio próprio mostra o crescimento da agência na cidade Envolvido pelo desenvolvimento econômico da região, o casal empreendedor Inês e Sebastião Mesquita, fortalece em Araraquara uma das mais conceituadas marcas que atuam no mercado financeiro: a OMNI.

[close]

p. 2



[close]

p. 3



[close]

p. 4

do editor Ivan Roberto Peroni ta vis de to pon Renato Haddad - Presidente da ACIA OS UNOS A SERVIÇO DA TELEFONICA Constantemente o excesso de velocidade ocasionado por veículos que representam uma terceirizada da Telefonica em Araraquara tem sido questionado pela imprensa. São uns carrinhos Uno, brancos, com bagageiros e escadas amarradas, dirigidos de forma irresponsável, colocando em risco a vida só de terceiros, pois quem os dirige na verdade não têm amor e respeito a sua própria vida. Se tivessem, agiriam de maneira diferente. Mas, nem todos devem ser taxados desta forma. Há naturalmente, os que não exageram no risco, só que os bons também acabam pagando pelos pecadores. E a terceirizada? E a Telefonica? Qual o posicionamento de cada uma delas, pois quer nos parecer que são co-responsáveis pela afronta cometida por seus funcionários que não se intimidam em praticar o excesso de velocidade, permanecendo colados na traseira de outros veículos que seguem normalmente seu destino. As empresas podem ser responsabilizadas em uma escala bem maior, pois não é de hoje que essas práticas ocorrem, que críticas são feitas e elas pouco ou nada fazem para contratar profissionais que se completam pela capacidade e espírito de cidadania. Capa Marzo Comunicação PRESTANDO CONTAS SOBRE O TRABALHO DA NOSSA DIRETORIA Araraquara para serem tratados por especialistas. Já encaminhamos aos deputados Dimas Ramalho e Roberto Massafera, um pedido para que coloquem nos orçamentos da União e do Estado, verba para a realização da FACIRA 2011, bem como nos reunimos com os ex-presidentes da feira, Jorge Lorenzetti, João Luiz Ribeiro dos Santos e Carlos A. M. Ferraz, sendo que, muitas das experiências por eles vividas foram repassadas e também pelo Silvio Prada. É a tentativa para trilharmos um caminho mais seguro e para tanto, gostaríamos de poder contar com todas as forças vivas e entidades representativas de nossa cidade. O Comcriar, presidido pelo Samuel B. Bueno está na luta, tentando sensibilizar os grandes empresários e seus colaboradores no sentido de destinar 1%, no caso das empresas e 6% no dos funcionários e, para tanto, houve um café da manhã na ACIA quando a Fischer, de Matão, mostrou como fazer; a auditora da Receita Federal Heid F. Pereira falou sobre a “Receita Cidadã”, demonstrando segurança para que tal ato realmente se efetive com tranquilidade. Finalizo destacando a importância da inauguração da TV ARA, canal 31 UHF, sinal aberto. Creio que no dia a dia, nossa cidade gera conteúdo de sobra para a produção de notícias, esporte, social e economia. Bem vindo TV ARA! A bola da vez para nós é o Clube de Benefícios, tão bem trabalhado por todos os funcionários da entidade e que tem o Luiz com a responsabilidade de fazê-lo avançar. Aqui, você já verá o nome das primeiras empresas que fecharam o convênio com a ACIA. Não seria bom que a sua também fizesse parte? Então ligue logo e agende uma visita de nossa equipe a sua empresa. E atenção: tão logo receba as carteirinhas, por favor, instrua seus familiares a agirem como você doravante: que deem preferência a esses estabelecimentos. F alar dos assuntos que envolvem o comércio, a indústria e os serviços de nossa cidade é sempre um prazer. Principalmente agora, em que experimentamos um momento de crescimento real, e em conversas com alguns empresários sentimos a satisfação de saber que as vendas aumentaram muito, sendo que, em algumas delas o faturamento quase que alcançou o de um mês como dezembro. Por isso, temos que nos antecipar para que possamos ter estoques à altura tanto para o Dia das Crianças quanto para o Natal. E, por falar em Dia das Crianças, esse será, segundo previsões de empresários de todo o país, o melhor dos últimos seis anos. Por isso também, acredito que a seleção de funcionários temporários deverá ser antecipada e para ajudar nessa solução, lembre-se que agora, você, associado da ACIA, tem a sua disposição o Banco de Talentos, lançado em setembro. Nossos agradecimentos ao José Janone Júnior, coordenador de Serviços da ACIA, bem como aos colaboradores da Sunrise pelo trabalho. Agradecemos também ao Sebrae e ao Antonio Valente Júnior que, no dia 27 de setembro, nos brindou com a excelente palestra “Aumentando suas vendas com criatividade”. O evento foi aplaudido pelas 60 pessoas presentes em nosso auditório. E vem aí mais uma imperdível palestra, desta vez realizada gratuitamente pelo INPG: “Como falar em público”. Não perca e faça logo sua inscrição. Sobre as doações, já neste mês e em novembro, você poderá doar R$10 a mais no boleto, caso queira. Repito que não é obrigatório, mas sim uma liberdade sua, pois muitas vezes queremos ajudar e não sabemos nem como e nem a quem. Então está aí a oportunidade: o resultado será dividido entre a Creche do Carmo e o Cedeface, para quem o montante ajudará na construção de alojamentos para famílias carentes que trazem seus filhos a OMINI FINANCEIRA DE CASA NOVA O casal de empresários Sebastião Mesquita e Inês inaugurou em nossa cidade um novo e moderno prédio onde desenvolvem as atividades de sucesso da OMNI Financeira EDIÇÃO N° 63 - OUTUBRO/2010 Diretor Editorial: Ivan Roberto Peroni Supervisora Editorial: Sônia Marques Assistente Editorial: Michele Rampani Depto. Comercial: Gian Roberto Designer: Bete Campos, Mário Francisco e Carolina Bacardi Tiragem: 3 mil exemplares Impressão: Gráfica Bolsoni - (16) 3336 9008 A Revista Comércio & Indústria é distribuida gratuitamente em Araraquara e região INFORMAÇÕES ACIA: (16) 3322 3633 COORDENAÇÃO, EDITORAÇÃO, REDAÇÃO E PUBLICIDADE Fone/Fax: (16) 3336 4433 Rua Tupi, 245 - Centro Araraquara/SP - CEP: 14801-307 marzo@marzo.com.br

[close]

p. 5

Ação Social EMPRESAS SOLIDÁRIAS Empresários da cidade no final de setembro puderam conhecer a forma como destinar parte do Imposto de Renda ao Comcriar. A reunião realizada no auditório da ACIA, envolvendo autoridades e empresários da cidade, teve no final de setembro um grande objetivo: mostrar aos empresários como é possível destinar parte de seu Imposto de Renda (IR) a projetos que vão beneficiar crianças e adolescentes que participam das atividades do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comcriar). O presidente da ACIA, Renato Haddad presente ao encontro, destacou a importância da divulgação dessa possibilidade, pois, segundo ele, muitos empresários desconhecem o mecanismo ou têm receio em repassar valores através da declaração do Imposto de Renda. Para elucidar essas dúvidas, a analista tributária da Receita Federal, Heid F. Pereira, explicou o procedimento a ser adotado no momento de declarar. “Destinar é diferente de doar; pode ser feita tanto por quem tem IR a pagar quanto a receber e o cálculo é feito a partir do imposto devido”, reforçou Heid. O presidente do Comcriar, Samuel Brasil Bueno, convidou os empresários a participar desse projeto e assim, contribuir para o desenvolvimento das crianças e adolescentes assistidos por entidades sociais de Araraquara. Bueno revelou que em 2009, o Fundo Municipal recebeu cerca de R$ 290 mil, apenas 9% do potencial que pode ser destinado, já que o município tem Milton Mastria, do Grupo Fischer explica o IR Solídário adotado na empresa capacidade para arrecadar até R$ 3 milhões. Também participaram da reunião: Valter Merlos (secretário de Desenvolvimento Econômico; Ronaldo Napeloso (presidente da Câmara); João Luiz Ultramari (presidente da OAB local) e outras autoridades municipais e empresários. COMO CONTRIBUIR Por lei, a pessoa física (diretor, gerente ou funcionário de uma empresa) pode destinar até 6% do montante a pagar ou a restituir do IR ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, até o dia 30 de dezembro. O valor será deduzido na Declaração de Ajuste Anual apresentada no ano seguinte. No caso de pessoa jurídica (empresário), a destinação pode chegar a 1% também até o dia 30 de dezembro. Em ambos os casos, os recursos somente são liberados a projetos que foram aprovados pela Comissão do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comcriar). Durante a reunião foi apresentado o projeto desenvolvido desde o ano de 2003 pelo Grupo Fischer. Milton Mastria Filho e Margareth Ribeiro da Silva, funcionários da Fischer, apresentaram brevemente o Imposto de Renda Solidário, modelo implantado com muito sucesso entre os funcionários da empresa. Samuel Brasil Bueno, que responde na cidade pela presidência do Comcriar Ronaldo Napeloso, Valter Merlos, Samuel Brasil Bueno, Renato Haddad, Heid Pereira e João Luiz Ultramari no evento na ACIA

[close]

p. 6



[close]

p. 7



[close]

p. 8

Nacional ARARAQUARA TROCOU A CANA E A LARANJA PELA TECNOLOGIA Reportagem publicada no jornal O Globo, em 25/09/10, pelo jornalista Lino Rodrigues Localizada a cerca de 270 quilômetros da capital paulista, Araraquara passou do quarto lugar (na pesquisa feita com base em dados de 2006) para a liderança no ano seguinte, do ranking das melhores cidades para se morar no país. Pelo Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), a cidade conhecida como “morada do sol” atingiu 0,9349, o melhor resultado entre os 5564 municípios brasileiros. Essa escalada ao topo do ranking foi consequência do aumento progressivo dos investimen- tos nas áreas de educação, saúde e desenvolvimento econômico, que respondem por mais de 60% do orçamento do município ao longo da última década. Com todo o esgoto recolhido e tratado, água e iluminação em 100% das residências, asfalto em praticamente todas as ruas, hospitais e postos de saúde de qualidade e com boa parte das escolas conectadas à internet, Araraquara e seus habitantes vivem hoje um dos melhores momentos de sua história. Os problemas básicos (saúde, educação e saneamento) começaram a ser resolvidos no início dos anos 2000, na gestão do então prefeito Edinho Silva. Além de dar sequência aos investi- mentos em infraestrutura e saneamento básico, a equipe de Edinho elegeu a diversificação da matriz econômica do município, concentrada nas culturas de cana-deaçúcar e laranja, como prioridade do seu plano de governo. Um diagnóstico encomendado pela prefeitura apontou a vocação logística e tecnológica da cidade. Com localização privilegiada e a criação de um pólo industrial, em pouco tempo Araraquara conseguiu atrair dezenas de empresas, sobretudo dos segmentos de tecnologia da informação e logística, que geraram 67 mil novos empregos, cerca de 50% da população economicamente ativa do município.

[close]

p. 9

Cidade vive seu melhor momento. A diversificação da matriz econômica foi um dos principais fatores para seu desenvolvimento. Indústria, comércio, serviços, logística e tecnologia são os segmentos que mais crescem no município O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) apontou que a nossa cidade atingiu a pontuação de 0,9349, o melhor resultado entre os 5564 municípios brasileiros, consequência do aumento progressivo dos investimentos nas áreas de educação, saúde e desenvolvimento econômico. META É INTERNET PARA 90% ATÉ O FIM DE 2011 Além de dar continuidade à política de expansão econômica, sem reduzir investimentos em educação e saúde, a atual administração de Marcelo Barbieri (PMDB), que tomou posse em 2009, está apostando no programa Internet Para Todos. A meta é que 90% da população tenham acesso gratuito à internet até o fim de 2011. Hoje, boa parte da área urbana da cidade já pode acessar a rede sem pagar. - É um projeto não só de inclusão digital, mas de inclusão social - diz o secretário de Governo e responsável pelo projeto, Luiz Zaccarelli. O professor de História e Sociologia, Bernardo Montenegro, morador da periferia, consegue preparar as aulas e fazer pesquisas usando a internet e a conexão grátis da prefeitura. A internet também reduziu minhas despesas com interurbano - conta Montenegro, referindo-se aos contatos que mantêm com familiares no Sul e Nordeste via MSN ou Skype. O policial militar Mac Donald Garcia, que trabalha num posto policial a 25 quilômetros do centro de Araraquara, diz que pela rede consegue acessar as outras bases, se comunicar mais rapidamente com o seu batalhão, além de acompanhar as notícias da cidade pela rede. - Com a internet posso acessar os veículos roubados na cidade e cujas placas são enviadas para o meu e-mail. Também posso fazer cursos e me comunicar com qualquer base (policial) em todo o Estado, diz. Bancado pela Prefeitura, que só na compra de 17 antenas gastou R$ 350 mil, o programa utiliza tecnologia israelense e tem como prioridade, além das escolas da rede pública, as regiões da periferia da cidade (onde as empresas privadas não têm interesse de entrar). O Programa Internet Para Todos projeta alcançar 90% da população em 2011. Segundo o Governo Municipal, este é um projeto não só de inclusão digital, mas também de inclusão social

[close]

p. 10

Capa Os premiados empresários Inês e Sebastião Mesquita comandam com competência e profissionalismo, as unidades de Araraquara e São Carlos OMNI FINANCEIRA DE CASA NOVA A OMNI Financeira está presente em Araraquara há mais de 10 anos, dos quais 7 deles sob o comando de Sebastião Mesquita e sua esposa Inês. O casal celebra o grande sucesso profissional com a inauguração de amplo e moderno prédio próprio no centro da cidade. Sete e meia da manhã. Inês e Sebastião estão prontos para mais um dia de trabalho. Tudo igual como todos os dias, com apenas um porém: o casal está defronte ao prédio recém construído e inaugurado. Olham para ele e num instante também se olham, como se a dizer em pensamento: “Parece um sonho, hoje temos a nossa própria casa para receber os nossos clientes”. Desde setembro de 2003, o casal da SOLCRED representa a conceituada OMNI Financeira em Araraquara, São Carlos e região. Os resultados positivos obtidos ao longo dos sete anos de parceria acabam de ser coroados com um importante empreendimento: a construção e inauguração da nova loja (prédio próprio), localizada bem no centro de Araraquara, na Avenida Barroso nº 882. O prédio foi planejado seguindo as avançadas técnicas de engenharia moderna para atender com ainda mais qualidade e conforto os clientes, diz orgulhoso Sebastião Mesquita. Os dois andares da loja apresentam um ambiente amplo, bem iluminado, climatizado e moderno, abrigando todos os departamentos da financeira: atendimento, crédito, jurídico, cobrança, gerência, formalização e sala de treinamento e reuniões. Inês Mesquita comenta orgulhosa que a transferência da empresa para o novo endereço é uma grande conquista. “Trabalhamos muito para representar a OMNI e atender com qualidade e respeito os nossos clientes e esse prédio é o reconhecimento do nosso empenho”, completa a diretora. Novo prédio projetado para atender com mais conforto todos os clientes. Localizado na Avenida Barroso, 882

[close]

p. 11

Há 16 anos no mercado e já possibilitou a realização dos sonhos de milhões de pessoas pelo Brasil tos a OMNI é uma das financeiras que mais cresce e que busca oferecer as melhores soluções para seus clientes. Outro importante serviço da empresa é o crédito consignado para aposentados e pensionistas. O sucesso de toda rede OMNI, e em especial na unidade Araraquara, se dá pelos seus diferenciais. Somado aos diversos serviços prestados pela empresa, estão a flexibilidade na aprovação do crédito, o financiamento para autônomos e a competência de seus funcionários no atendimento ágil e eficiente aos clientes. A equipe OMNI de Araraquara é formada por doze colaboradores e em São Carlos por sete profissionais. Todos capacitados, pois passam periodicamente por treinamentos e reciclagens a fim de prestar o melhor atendimento para os clientes que procuram a empresa. ATENDIMENTO OMNI FINANCEIRA Avenida Barroso, 882 Fone: (16) 3335 5516 / 3336 7027 Site: www.omni.com.br Recepção da nova loja OMNI baseada em projeto bem funcional OMNI FINANCEIRA A OMNI Financeira está há 16 anos no mercado e já possibilitou a realização dos sonhos de milhões de pessoas pelo Brasil, tornando-se referência em financiamento e refinanciamento de veículos usados. Sólida, dinâmica e com foco definido, a empresa trabalha de forma plenamente responsável para proporcionar vantagens reais a todos os seus clientes, parceiros e colaboradores. Atualmente, a rede possui 73 lojas, detentoras de profundo conhecimento do negócio, cobrindo mais de 1800 municípios das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. Na OMNI é possível encontrar os serviços de financiamento e refinanciamento de veículos (carros e caminhões) com ano a partir de 1970, e motos fabricadas a partir de 2000. Nesses segmen- Espaço destinado a reuniões e treinamento dos profissionais Setor de cobrança da empresa Atendimento é o diferencial da empresa Setor de crédito da OMNI em Araraquara

[close]

p. 12

Banco de Talentos Antônio Junquetti, Luiz Zacarelli (secretário de Governo), Renato Haddad, Valter Merlos (secretário de Desenvolvimento Econômico), José Janone Júnior e Roberto Abud compondo a mesa principal para o lançamento do projeto da Associação Comercial ACIA LANÇA NOVO SERVIÇO Empresas associadas da ACIA já podem através de um login e senha, acessar o site e buscar o profissional qualificado que procuram. Mais de 400 currículos em menos de uma semana já fazem parte do Banco de Talentos, implantado pela ACIA, na segunda quinzena de setembro. O projeto visa facilitar o acesso do profissional ao mercado de trabalho e possibilitar que as empresas encontrem o profissional desejado o mais rápido possível. Um dos responsáveis pela criação do Banco de Talentos é José Janone Júnior, diretor de Serviços da ACIA. Segundo Janone, emprego existe, porém as empresas querem pessoas qualificadas: “O papel da ACIA não é qualificar mas aproximar empresas e trabalhadores”, completou. Ele comentou também que embora implantado, o projeto terá algumas reformulações para cumprir seu objetivo com facilidade. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Valter Merlos, ressaltou a missão do município em formar profissionais: “O nosso projeto Canteiro Escola, realizado em parceria com o Senai, já certificou 176 pessoas nos cursos gratuitos de pedreiro assentador, pedreiro revestidor, pintor de obras, eletricista instalador e instalador hidráulico, ministrados em diversos bairros de Araraquara, com carga total de 160 horas de aulas práticas e teóricas. O presidente da Beneficência Portuguesa, Fábio Santiago, em nome das empresas parceiras da ACIA, destacou que “a qualificação é uma exigência do mercado” e citou o caso do hospital. “A iniciativa da ACIA é louvável pois facilitará rapidamente a descoberta de profissionais”, completou. O presidente Renato Haddad (ACIA), ao saudar os envolvidos no projeto, lembrou que a associação cumpre suas finalidades, fortalecendo um vínculo com a classe empresarial e a comunidade, já que a iniciativa também tem uma visão social. Vivemos um grande período, diz Merlos Fábio Santiago falou em nome das parceiras da ACIA Renato Haddad comemora o sucesso de mais um projeto Janone garante que o Banco de Talentos vai ajudar muitas empresas

[close]

p. 13

Capacitar TRABALHANDO COM CRIATIVIDADE Antônio Volante Júnior, do Sebrae Palestras organizadas nos últimos seis meses pela ACIA seguem um rumo importante para capacitar empreendedores e os seus colaboradores no dia-a-dia. Vez ou outra surge um comentário sobre a forma de atendimento do nosso comércio e é essa impressão que a ACIA pre- tende apagar, buscando alternativas que fortaleçam o relacionamento entre os comerciantes e os consumidores. O conceito de que devemos atender cada vez melhor o público consumidor foi praticamente o espelho de abertura da palestra realizada no final de setembro e passado pelo presidente da ACIA, Renato Haddad. “Todo empresário visa o lucro, mas para alcançá-lo é preciso trabalhar por bons resultados em seu segmento comercial”, justificou o dirigente. Já o consultor do Sebrae, Antônio Volante Júnior, palestrante na noite do último dia 27, no auditório da ACIA, propôs um novo olhar sobre como alcançar o público e ser bem sucedido. Para ele, as técnicas existem e devem ser aplicadas para que empregadores e empregados atinjam o objetivo de aumentar as vendas. Basta que cada qual, coloque em ação sua criatividade, explicou. De acordo com o consultor, através de ações de marketing criativas e inovadoras, é possível ampliar as oportunidades de comercialização de produtos e serviços. A palestra, uma parceria da ACIA com o Sebrae, direcionada a micro e pequenos empresários e empreendedores em geral, serviu também para focar outros pontos que envolvem as relações comerciais, como os erros mais comuns cometidos pelos vendedores e sua repercussão e consequências junto aos clientes; a importância do fator preço e o que as pequenas empresas podem fazer em marketing e vendas para serem mais competitivas. O relacionamento comercial, disse Júnior, na maioria das vezes tem um preço alto para sua fidelização; pequenos problemas entretanto, podem colocar tudo a perder e os prejuízos são incalculáveis para a empresa. Por essa razão é imprescindível a capacitação e a aplicação dos conhecimentos para o crescimento dos negócios, completou. Elogios a Renato Haddad que tem buscado o apoio do Sebrae para capacitar os empreendedores e seus colaboradores

[close]

p. 14

Banco de Talentos O empresário Sérgio Hermínio Fausto e o filho Dimas Luiz Hermínio Fausto comandam uma das mais conceituadas empresas voltadas para a comercialização e assistência técnica de relógios de ponto HORA SOL Pioneirismo e qualidade em relógios de ponto Ao completar 40 anos de atividades, a Hora Sol exibe uma história pautada pela ousadia do seu fundador Sérgio Hermínio Fausto e o dinamismo empresarial do filho Dimas, cujo trabalho está alicerçado na seriedade e responsabilidade que tornaram-se características da conceituada empresa. “Em 1969, matriculei-me no curso de relojoeiro por correspondência no Instituto Brasileiro de Relojoaria, dirigido na época pelo engenheiro e professor Dimas de Melo Pimenta. Três meses depois recebí o certificado de conclusão, indo fazer meu primeiro estágio na Dimep, uma fábrica de relógio de ponto, em São Paulo. No mesmo período era 3° Sgto. da Polícia Militar e também estudante do Em 1988, a Hora Sol já possuia uma excelente estrutura, formada por Fausto, Vagner, João, Sérgio e sua esposa Elaine, Rosângela e Wellington Colégio Francisco Pedro Monteiro da Silva, na Vila Xavier”. É assim que Sérgio Hermínio Fausto começa a descrever a história da HORA SOL, sua empresa e que, 19 anos depois, passaria a ter a presença do seu filho Dimas para auxiliá-lo nos serviços. Hoje, os dois formam uma sociedade exemplar, em que pai e filho comungam os mesmos interesses, seguindo uma linha pontilhada pelo trabalho, a ética, com profunda experiência, mas acima de tudo tendo muita humildade. Por interesse da Dimep que na ocasião não possuía representante na região de Araraquara, Sérgio Fausto foi convidado primeiramente para ser o representante técnico e depois por sua dedicação e empenho em fortalecer a marca Dimep, tornouse o seu concessionário exclusivo. “A luta foi grande, pois naquele tempo não existia meios de comunicação e transportes fáceis como hoje”, lembra Sérgio com muito carinho.

[close]

p. 15

Em Araraquara: Av. Jorge Haddad, 552 Fone: (16) 3322 5933 Em Ribeirão Preto: Praça Rotary Club, 305 Fone: (16) 3514 4242 OS PRIMEIROS PASSOS Sérgio Fausto começou o atendimento e a assistência técnica em sua própria residência, Avenida Washington Luis, 269, na Vila Xavier. Aos poucos foi alcançando bons resultados, prevendo também que o futuro seria compensador. “O meu primeiro veículo para viagem na região a fim de fazer os atendimentos técnicos e comerciais era uma Lambreta, na qual viajei 15 meses com sol ou chuva, enfrentando as estradas com pistas simples. Meios de comunicação: eram mais difíceis, não existiam telefones disponíveis para adquirir. Quando conseguia uma linha telefônica, custava mais que um Fusca 1.300. Em sua memória ele ainda carrega boas lembranças: “Em 1973 com a ajuda do extinto Banco Comind (financiamento) adquiri um Fusca, ano 1968 (CR$ 7.800,00) e um telefone (CR$ 9.000,00) dinheiro da época (cruzeiros)”, recorda o empresário. A empresa de fato prosperava: em 1978, ele construiu um pequeno prédio (40m²) na Av. Barão do Rio Branco, 1.441, onde permaneceu até julho de 2009. A esta altura já fazia onze anos que o filho Dimas o auxiliava na administração dos negócios e torna-se sócio da empresa. Mas foi em janeiro de 2000 que a HORA SOL realmente se tornou ainda maior e melhor: por concessão da Dimep, foi instalada a segunda unidade em Ribeirão Preto para atender toda aquela região. Hoje com suas duas lojas, a empresa tem um quadro de 24 colaboradores que atuam nos diversos departamentos em prédios próprios totalizando aproximadamente 1.000m². Agradeço a Deus pelas bençãos, mas também não devo deixar de enaltecer o apoio extraordinário do saudoso professor Dimas de Melo Pimenta, a quem rendo de maneira carinhosa minha homenagem. A EMPRESA HOJE Quarenta anos depois, a Hora Sol Tecnologia, já está consagrada como sendo a primeira representante Dimep, indústria líder de mercado no segmento de relógios de ponto do interior paulista. Nossas instalações, assegura o diretor Dimas Hermínio Fausto, são modernas e amplas, desenvolvidas dentro das normas de NBR em sua infraestrutura elétrica, ins- talações de TI e comunicação de dados. “Nossa atuação no mercado empresarial é marcada pelo arrojo em adotar sempre o que existe disponível em tecnologia com know how que garante o cumprimento de nosso dever que é proporcionar tecnologia, qualidade e segurança aos clientes”, completa Dimas. Desde 21 de agosto está em vigor a portaria nº 1.510/2009, que regulamenta a utilização do novo relógio de ponto eletrônico. Assim, teve início também a fiscalização dessas mudanças, entretanto, multas só serão aplicadas de 30 a 90 dias. As novas normas servem para empresas com mais de dez funcionários que controlam a jornada de trabalho por meios eletrônicos. A principal novidade é que o relógio de ponto emite um comprovante impresso a cada batida de ponto para o funcionário. A Hora Sol, que representa a marca DIMEP, a mais conceituada do País, já está atendendo as empresas interessadas, bem como órgãos públicos, tendo em vista sua capacidade e os produtos. Os interessados podem entrar em contato com a Hora Sol para ter todas as informações, evitando assim, inspeções e penalidades futuras. Equipe/Araraquara: Sérgio, Cristiane, Carolina, Rafael, Elizandro, Thiago, Guilherme, Wellington, Márcio, Lincon, Vagner e Dimas Equipe/Ribeirão: Tâmara, Giovana, Ana Lúcia, Renan, Estefânia, Vanessa, Viviane, Fábio, Lucas, Thiago, Marcelo, Antônio, Diego, Valcir, Ciro e Dimas Fausto

[close]

Comments

no comments yet