Eco da Tradição completo - outubro 2013

 

Embed or link this publication

Description

Eco da Tradição com Caderno Piá 21

Popular Pages


p. 1

ECO DA TRADIÇÃO - ANO XII - Nº 146 - OUTUBRO 2013 Editorial: Do imaginário ao real Presidente fala sobre os festejos Galvani lança livro com apoio do MTG Página 07 Página 02 ENART 2013 - Miola fala sobre solidariedade Páginas 08 O mate do patrão Pagamento de Anuidades OPINIÃO O setembro inspirador Pág. 02 Página 13 EVENTOS Tchêncontro e 47 anos do MTG Simões Lopes reverenciado Foto: Rogério Bastos Foto: Rogério Bastos Casal Lori e Gelso Miola nos preparativos para o ENART Paulo Souza fala sobre novo sistema para pagamento de anuidades Pág. 03 PELO RS Grammy Latino Trazer os contos, mitos e lendas liberou a imaginação dos Dois gaúchos indicados coreógrafos e artistas espalhados pelo Rio Grande. Foto: Ricardo Barcellos/R3PB Comunicação Páginas Centrais Pág. 06 ATOS E FATOS La Criolla na capital Pág. 08 TURISMO NO SUL Conheça a região carbonífera Pág. 09 NOTÍCIAS Adão Vaz homenageado Pág. 13 Efeitos visuais com luz e fumaça deram um brilho especial aos carros temáticos na capital DE ORELHA EM PÉ Surge o portal registro.rs Pág. 19 12 de Outubro - Dia das Crianças

[close]

p. 2

2 Ano XII - Edição 146 Outubro de 2013 EDITORIAL Erival Bertolini - Presidente OPINIÃO José Adair da Silva - Conselheiro do MTG Do imaginário ao real Rua Guilherme Schell, 60 Porto Alegre / RS CEP: 90640-040 Email: imprensa@mtg.org.br www.mtg.org.br mtg-rs.blogspot.com wp.clicrbs.com.br/mtg Contato: 51. 3223-5194 Para festejar com os Tradicionalistas, do nosso Movimento Tradicionalista Gaúcho: Conselheiros, Coordenadores, Patrões, Peões e Prendas. Talvez numa das maiores repercussões positivas, a geração e distribuição da chama crioula de todos os tempos, graças ao ponto histórico escolhido pelo Congresso Tradicionalista de Santa Maria resgatando páginas da história desconhecidas ou esquecidas e pelo brilhante trabalho realizado pelos Poderes Legislativos e Executivo, de General Câmara, e sua equipe de trabalho, pelo Coordenador Regional, Ivan Botelho, Altair Lima e suas equipes. A irmandade de Santo Amaro e pelos Coordenadores Regionais que convergiram para Santo Amaro com seus cavaleiros e que saíram espraiando a Chama Crioula que chegou no dia 14 de setembro entre 6 e 7.000 grupos distribuindo a Chama Crioula para todos os segmentos da sociedade: CTG´s, Piquetes, Departamentos, Escolas, Prefeituras, Câmara de Vereadores, Unidades Militares, etc... Podendo ter chegado a mais ou menos 120.000 cavaleiros neste ritual cívico e que no balanço não temos nenhuma ocorrência que tenha merecido destaque negativo, pelo contrário, parabenizamos todos os organizadores da geração da Chama Crioula, a distribuição e condução até as respectivas entidades. A homenagem de tamanha repercussão ao Sr. Nésio Alves Correa, o Gildinho, aplaudido por todo o Rio Grande a feliz escolha da indicação e as milhares de homenagens recebidas por este homem simples mas de tamanha importância para manutenção da autenticidade dos ritmos galponeiros do Rio Grande. O trabalho sério e transparente da gestão “Sempre O RS inspirado em setembro Mês de setembro o Rio Grande do Sul se engalana. Em qualquer município gaúcho, por mais pequeno e humilde que seja, sempre tem alguém que se preza em comemorar os Festejos Farroupilhas. A população Rio-grandense, principalmente os tradicionalistas e os apreciadores da nossa cultura, se transformam espiritualmente de uma maneira ostensiva que até os que ficam mais na retaguarda, sentem uma vontade danada de acompanhar. As Entidades Tradicionalistas que são a base do Movimento Tradicionalista Gaúcho organizado tem as suas programações próprias, cada uma com as suas peculiaridades, fazendo com que o seu quadro social, o público que lhe prestigia, o seu município e por consequência o Movimento se transforme num verdadeiro palco atávico em que a cultura gaúcha se misture e faça suas manifestações especificas num bojo de extensão visual que cobre campos e cidades, alertando os adormecidos que ainda temos muito para estradear. A Carta de Princípios, documento pétreo, expressa bem a filosofia do Movimento deveríamos abrir mais os olhos e aproveitar a emoção bairrista de Rio-grandenses que somos, para invadir com mais afinco todas as camadas sociais durante o ano inteiro e não somente no mês de setembro, evitando que muitos adeptos ao tradicionalismo sejam chamados de gaúchos setembrinos e deixe esmorecer o gauchismo que existe dentro deles. Esta força social e aculturadora que mexe com o brio de nós gaúchos fortalecem o civismo, e nos dá base sólida para uma cidadania responsável por uma pátria livre e exigente na preservação do respeito e do crescimento sadio entre o Estado federativo e seus filhos numa convivência feliz. Com a capacidade de reunir pessoas de todas as idades em um só local com os mesmos objetivos que tem o nosso Movimento, é um potencial que poderia ser bem mais explorado na sua plenitude por aqueles que detêm o poder de decisão, tanto nas esferas locais, municipais, estadual e até a nível federal. Os Festejos Farroupilhas são um exemplo claro, os gaúchos, tradicionalistas ou não, se mobilizam de maneira organizada para encher o nosso pago de alegria e isto é o que move os sentimentos as vezes ocultos, num clima festivo mas com responsabilidade e normalmente obedecendo o tema dos festejos, que este ano se refere ao imaginário social, fazendo com que a imaginação dos Rio-grandenses possam voltar ao passado e trazer para o presente um pouco do muito que existia em nosso torrão, através dos seus carros alegóricos e outras manifestações que são os resgates e preservação da nossa cultura. Aproveitemos estes Festejos Farroupilha e nos irmanamos cada vez mais em prol da sociedade gaúcha, e que cada peão ou prenda carregue no peito a satisfação de ser gaúcho Rio-grandense, demonstrado num largo sorriso, na indumentária, na cuia de chimarrão, na gastronomia e na hospitalidade. EXPEDIENTE: SUPERVISÃO: Erival Bertolini DIREÇÃO GERAL: Paulo Cavalheiro de Souza DIREÇÃO DE REDAÇÃO: Rogério Bastos DIAGRAMAÇÃO E DESIGN: Liliane Pappen DPTO COMERCIAL: Evander Bica EXPEDIÇÃO: Ana Debom JORNALISTAS RESPONSÁVEIS: Rogério Bastos (16.834) Liliane Pappen (16.835) Fúlvio Lopes (16.200) ESTÁGIO E REVISÃO: Ticiana Leal IMPRESSÃO: Zero Hora TIRAGEM: 3 mil exemplares Parabenizamos todos os organizadores da geração da Chama Crioula, a distribuição e condução até as respectivas entidades. MTG” conquistou também a grande mídia e foi, de todos os tempos o mais divulgado e aplaudido pelo Brasil e o mundo, o que dizer dos desfiles de Porto Alegre e de todo o Rio Grande que fechou com chave de ouro a maior semana farroupilha de todos os tempos atendendo as solicitações que viemos fazendo. Ao Secretário Assis Brasil e ao Governador Tarso Genro atendeu ao clamor do Rio Grande do Sul e encaminhou para a Assembleia Legislativa o projeto orçamentário para 2014 dos Festejos Farroupilhas que deve contemplar a estrutura para o desfile da capital, os Coordenadores Regionais e o Município que gerar a Chama Crioula. Os acampamentos farroupilhas por onde passei, nos mais de 8.000 kms que rodei nos dias que sucederam ao acendimento da chama dia 17 de agosto a 20 de setembro. Todos com oficinas, palestras e organizadas da melhor forma os eventos nas Entidades mantendo firme as nossas estruturas culturais. E para finalizar está iniciando o inquérito sobre a incidência da anemia infecciosa equina no Rio Grande do Sul, realizada, gratuitamente, pela Secretaria da Agricultura, para sabermos a incidência no Rio Grande dessa doença. E se for baixa, vamos reivindicar o aumento do prazo entre um exame e outro, e estamos lutando para que o projeto, que tramita na Assembleia Legislativa, seja aprovado e o Ministério da Agricultura nos atenda e o passaporte do cavalo seja uma realidade, simplicidade, eficiência e realidade. Os blogueiros que estavam de plantão têm matéria a vontade sirvam-se deste que vem mais por ai.... Obrigado a todos! Atendimento 09 às 12 horas e das 13 às 18 horas De segunda a sexta-feira Valores da Anuidade R$ 846,49 Plena R$ 727,02 Parcial R$ 448,25 Especial Estudantis R$ 129,65 40% do valor é repassado às RTs. Outubro Valor Deveríamos abrir mais os olhos e aproveitar a emoção bairrista de Rio-grandenses que somos para invadir com mais a nco todas as camadas sociais. Tradicionalista Gaúcho no item XXIX que diz: Buscar, finalmente, a conquista de um estágio de força social que lhe dê ressonância nos Poderes Públicos e nas Classes Rio-grandenses para atuar real, poderosa e eficientemente, no levantamento dos padrões de moral e de vida do nosso Estado, rumando, fortalecido, para o campo e homem rural, suas raízes primordiais, cumprindo, assim, sua alta destinação histórica em nossa Pátria. Ora, com essa definição profunda, entendo que MTG: PRESIDENTE: Erival Bertolini VICE PRESIDENTE DE ADMINISTRAÇÃO: Paulo Cavalheiro de Souza VICE PRESIDENTE DE CULTURA: Neusa Marli Bonna Secchi VICE PRESIDENTE DE EVENTOS: José Gelso Miola VICE PRESIDENTE DE FINANÇAS: Edson Debom Não nos responsabilizamos pelas opiniões publicadas no jornal TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 3

Ano XII - Edição 146 AGENDA DO PRESIDENTE AGENDA DO PRESIDENTE - SETEMBRO 1º/09– Inauguração do Marco Histórico em Caçapava do Sul e esteve em São Sepé num evento da 13ª RT. 02 e 03/09– Santa Maria com Prefeito Municipal 04/09 – 19hs – Comissão de Assuntos Municipais – Audiência Pública para debater a legislação sobre sanidade animal, em especial a questão do transporte e exame de anemia infecciosa nos equinos. – Câmara de Vereadores em Santana do Livramento. 05/09 – 19hs - Comissão de Assuntos Municipais – Audiência Pública para debater a legislação sobre sanidade animal – Câmara de Vereadores em Alegrete. 07/09 Abertura Oficial da Inter-regional de Caxias do Sul, Extinção do fogo Simbólico da Pátria. Abertura oficial do Acampamento Farroupilha da capital 08/09 – Inter-regional de Caxias do Sul; 09/09 – 20hs – Jantar Típico Gaúcho no Piquete da TIM 11/09 - 10hs – Reunião Comissão Estadual dos Festejos no IGTF. 20hs – Solenidade de Abertura da Semana Farroupilha em Guaíba. 13/09 - Entrevista no Espaço Público na Assembleia Legislativa. Chama Crioula no Jornal do Almoço. Sessão Magna comemorativa à Semana Farroupilha da Loja Maçônica 14/09 - 10hs – Acendimento da Chama Crioula no Palácio Piratini, no Palácio Farroupilha, Assembleia Legislativa, Paço Municipal, Brigada Militar, Monumento a Bento Gonçalves e no Monumento da Maçonaria 16/09 - Abertura da Exposição em homenagem ao Escritor João Simões Lopes Neto, na Galeria dos Municípios da Assembleia Legislativa. 17/09 - Pela Manhã e Almoço - Convite do Prefeito Municipal de Cristal para receber o Governador e Vice-Governador do Estado. No Parque Esportivo Eduardo Gomes, convite para Expediente da Sessão Ordinária por ocasião do transcurso da Semana Farroupilha. 18/09 - Sessão Comemorativa à Revolução Farroupilha no Memorial Legislativo na Duque de Caxias. 18hs – Lançamento do Livro “A Difícil Convivência de Walter Galvani, e Sessão de Autógrafos do Livro “O Imaginário Social” no Acampamento Farroupilha. 19/09 - 12hs – Almoço de recepção da delegação uruguaia da Sociedade Criolla Elias Egules 21hs – Desfile Temático “O Rio Grande do Sul no Imaginário Social”. 20/09 - 8h30m - Desfile Farroupilha de Porto Alegre. À tarde – CTG Rancho da Saudade na gravação ao vivo do Programa Bah da RBSTV. 19h30m – Extinção da Chama Crioula no Acampamento Farroupilha e Encerramento dos Festejos Farroupilhas 2013 24hs – Encerramento da Chama Crioula – CTG Sinuelo do Bom Sucesso em General Câmara. 22/09 - Encontro de Patrões em Santiago 24/09 - 14hs – Reunião com Secretário Lara. Outubro de 2013 EVENTOS 3 MTG comemora 47 anos Criado no ano de 1966, durante o 12º Congresso Tradicionalista Gaúcho, na cidade de Tramandaí, o MTG é hoje o órgão catalisador, disciplinador e orientador das atividades de seus filiados. O primeiro Presidente do MTG foi Hermes Gonçalves Ferreira (1966/67). Ao todo, 21 Presidentes ocuparam a cadeira de dirigente máximo do tradicionalismo gaúcho. Neste ano de 2013, as comemorações do aniversário ocorrerão em Espumoso com o tema: “ A tradição floresce na união e nos valores do gaúcho”. Tchêncontro Estadual da Juventude Gaúcha O Tchêncontro da Juventude Gaúcha foi idealizado para ser um evento onde os jovens poderiam se reunir para debater a sua participação no Movimento. Atualmente o evento se caracteriza por uma mostra folclórica das prendas e peões regionais. Este ano o Tchêncontro acontece na cidade de Espumosos juntamente com o aniversário do MTG. A temática é voltada á imigração: “ O imigrante dos séculos XIX e XX que contribuíram para a formação do povo gaúcho. PROGRAMAÇÃO Dia 19 de Outubro de 2013 09hs - 5ª Reunião de Coordenadores e Diretores Culturais - 6ª Reunião do Conselho Diretor - 23º Tchêncontro da Juventude Tradicionalista 16hs - Títulos da ORCAV PROGRAMAÇÃO 08 horas - Recepção e Credenciamento 09 horas - Sorteio da Ordem de Apresentação 09h30min - Início das apresentações dos trabalhos pelas Regiões Tradicionalistas Dia 20 de Outubro de 2013 09hs - Abertura Oficial com Lançamento do selo comemorativo ao 47 anos do MTG - Medalha Barbosa Lessa - Medalha João Carlos de Moura - Comenda João de Barro - Comenda João de Barro das RT’s 12hs - Almoço Festivo LOCAL: GAN Sepé Tiarajú LOCAL: GAN Sepé Tiarajú Inter-regional do ENART em São Jerônimo São Jerônimo, uma cidade forjada pelo minério e a pecuária. Sejam bem vindos! São Jerônimo te espera de braços abertos para a última classi�icatória do ENART 2013 As atividades pecuária e mineradora foram o berço da riqueza de São Jerônimo. Às margens do Rio Jacuí surgiram as charqueadas, que processavam a carne dos gados abatidos nos campos do município. Aliada a prosperidade das estâncias, a exploração das jazidas de carvão mineral contribuiu para o desenvolvimento da cidade. Originária de Triunfo, São Jerônimo foi elevada à categoria de município em 30 de setembro de 1861. Nesta data comemora-se o aniversário do município e, também, o dia de São Jerônimo, santo conhecido como tradutor da Bíblia do Grego e Hebraico para o Latim. Porém, a emancipação definitiva de São Jerônimo aconteceu em 02 de março de 1938, após atingir um grande desenvolvimento econômico. A população de São Jerônimo é predominantemente de origem luso-brasileira, o que pode serviste ainda hoje no centro da cidade e nos casarios de estilo açoriano-colonial, um verdadeiro patrimônio histórico da cidade. O Movimento Tradicionalista Gaúcho, a Prefeitura Municipal de São Jerônimo e a 2ª Região Tradicionalista convidam para a realização da 4ª Inter-regional do Enart a realizar-se nos dias 12 e 13 de outubro de 2013 no Ginásio Municipal de São Jerônimo. 12 de Outubro - Sábado 09h - Palco 1 - Ginásio Principal - Final Danças Tradicionais - Força B (9 grupos) Palco 6 - Sede Partido Leonel Brizola - Final Gaita Piano e Violão Palco 4 - Ginásio Colégio Maximiliano - Eliminatória Intérprete Solista Vocal Feminino e Masculino Palco 5 - Quero-Quero CTG Eliminatória Declamação Feminina e Masculina Palco 2 - Clube do Comércio Salão Nobre - Eliminatória de Danças Gaúchas de Salão Palco 3 - Clube do Comércio - Final Trova Estilo Gildo de Freitas e Causo. 11h - Abertura Oficial 14h - Palco 1 - Ginásio Principal - Final Danças Tradicionais - Força B (10 grupos) 17h30min - Palco 1 - Ginásio Principal - Final Chula 13 de outubro - Domingo 09h - Palco 4 - Ginásio Colégio Maximiliano - Final Intérprete - Solista Vocal Feminino e Masculino Palco 5 - Quero-Quero CTG Final da Declamação Feminino e Masculino Palco 2 - Clube do Comércio Salão Nobre - Final de Danças Gaúchas de Salão 09h - Palco 1 - Ginásio Principal - Final Danças Tradicionais Força A (7 Grupos) 13h30min - Palco 1 - Ginásio Principal - Final Danças Tradicionais Força A (7 Grupos) 18h - Resultado dos Classificados para a fase final em Santa Cruz do Sul - de 15 a 17 de Novembro de 2013. Programação sujeita a alterações conforme número de inscritos. Consulte: www.mtg.org.br TEMA ANUAL: MTG EM DEFESA DA SAÚDE E BEM ESTAR DO TRADICIONALISTA

[close]

p. 4

4 Ano XII - Edição 146 PROSEANDO COM TENÊNCIA MTG Outubro de 2013 VOCÊ SABIA QUE ... ... o MTG foi criado pelo anseio e a culminância do trabalho de muitos tradicionalistas, 18 anos de pois da criação do 1º CTG? Todo ano é a mesma coisa. Os gaúchos fazem da semana farroupilha a maior festa popular do Rio Grande do Sul e meia dúzia de palpiteiros de plantão tentam desfazer esse orgulho. Quando vesti a primeira pilcha, em 1979, improvisada, com elementos que eu não sabia o que eram, mas que meu pai ostentava com muito orgulho. Me senti muito gaúcho. Orgulhoso. Venci o concurso “O mais simpático gaúcho da escola”. Era uma época que andar pilchado pelas ruas não era uma coisa muito normal na capital de todos os gaúchos. Mas meu pai se orgulhava de usar a sua. Tenho estudado, a algum tempo, de onde vem esse amor, esse apego aos valores, usos e costumes do povo rio-grandense. Por que estádios inteiros cantam, tantas vezes, o hino do nosso estado, gritando em coro, para intimidar o adversário: “Ah... Eu sou gaúcho!!!”. Por esse motivo levei para o congresso o tema dos festejos em 2012, que perdeu, na votação democrática, para “Nossas riquezas”, e em 2013, foi aprovado, “O RS no imaginário social”. Nos séculos XVIII e XIX, e até mesmo no inicio do século XX, o gaúcho não era bem visto pela sociedade urbana, pela elite da cidade. A sociedade galponeira, a peonada, o gaúcho das domas, eram excluídos do viver social. Há uma transformação, dentro de um processo histórico, que traz esse homem rude, da lida do campo, para o seio da sociedade, atribuindo-lhe valores, que sempre existiram, mas que não era aceitos. Tais atributos são destacados por João Cezimbra Jacques e Caldre e Fião, no gauchismo cívico, dos anos 90 (sec. XIX), por João Simões Lopes Neto, “Não se apedreja arvores que não dão frutos” Por Rogério Bastos Cursos do MTG em 2013 Depósito Banrisul - Ag.: 0100 - C/c 06.066982.0-3 em nome de Movimento Tradicionalista Gaúcho Após passar fax do comprovante com nome e telefone para 51 3223-5194. Maiores informações pelo fone: 51 3223-5194 ou e-mail para cursos@mtg.org.br. Data Curso Inscrição Horário Valor Local/Cidade OUTUBRO 05 Sábado CFOR Básico Até 02/10 09h às 18h R$ 35,00 São Francisco de Assis Curso 26 Sábado Iniciante Até 23/10 09h às 18h R$ 70,00 e e - Danças 27 Domingo Tradicionais 35 CTG - Porto Alegre ... foram presidentes do Conselho Coordenador de 1960 á 1966: Jayme Caetano Braun – janeiro a maio de 1960 Paixão Cortes – de junho a julho de 1960 Nitheroy Ribeiro – Agosto a Outubro de 1960 José Paim Brites – Outubro de 1960 Nico Fagundes – Novembro de 1960 a julho de 1961 Jayme Caetano Braun – Agosto de 1961 a janeiro de 1963 Moisés Brito Coelho – Fevereiro de 1963 a Janeiro de 1964 Moacyr Santana – Fevereiro de 1964 a novembro de 1965 Marçal Fortes Neto – Dezembro de 1965 a Setembro de 1966 NOVEMBRO 09 Sábado Renovação Danças Tradicionais 09h R$ 25,00 35 CTG - Porto Alegre 23 Sábado Curso de Danças de e e Salão 24 Domingo 23 Sábado Renovação Danças de Salão 09h às 18h R$ 70,00 35 CTG - Porto Alegre 09h R$ 25,00 35 CTG - Porto Alegre “Enquanto houver família e um pai puder transmitir esses valores a seus lhos, teremos um Rio Grande orgulhoso de seus feitos e de sua identidade.” Apolinário Porto Alegre e o Partenon, do regionalismo literário, dos anos 20 (sec. XX) e, finalmente, no tradicionalismo, nos anos 50. Hoje acontecem acampamentos farroupilhas por quase todo o Rio Grande e fora dele. Temos centenas de milhares de pessoas comendo churrasco, tomando mate, cantando, declamando, laçando, dançando, enfim, de alguma forma, mesmo sem refletir o que faz, está fazendo a tradição se movimentar. Está levando para uma nova geração o orgulho que carrega de ser gaúcho. E, levando seus filhos, mostra para a criança os valores que esse gaúcho carrega dentro de si. Amanha teremos milhares de jovens mateando nas praças e universidades. Novos laçadores, declamadores, cantadores, guitarreros, dançarinos... Só nos falta mais pensadores. Pensadores da nossa tradição, que estejam preparados para defender, com ideias, embasamento e com elementos, as nossas tradições. E o que vemos, ouvimos e lemos de homens que se dizem professores, outros, jornalistas, ambos formadores de opinião, indo na contramão da história tentando desfazer o orgulho que o povo sente de ter uma identidade consolidada. Não vale a pena dar publicidade aos nomes, mas eles já se deram conta, perguntando até quando o povo irá adorar seus heróis mitológicos. Poderemos responder para eles: “Enquanto houver família e um pai puder transmitir esses valores a seus filhos, teremos um Rio Grande orgulhoso de seus feitos e de sua identidade.” Paixão recebe o Livro dos festejos 2013 “Inovar, uma questão de sobrevivência” Pagamento de Anuidades Por: Paulo Souza Na reunião do Conselho Diretor e Coordenadores Regionais no dia 31/08/2013, colocamos a conhecimento de todos, o novo processo para o pagamento das anuidades das entidades tradicionalistas exercício 2014. Este novo sistema de pagamento, uma das etapas da gestão do MTG/FCG, contará com a ajuda dos peões e prendas regionais que receberão treinamento no MTG, para trabalharem como multiplicadores na implementação de mais esta etapa da gestão, apesar da simplicidade da operação. Processo passo a passo: 1. ATRAVÉS DE SUA SENHA “PATRÃO” ACESSE O SISTEMA MTG/NET. 2. CLICAR EM “ENTIDADES/LISTAS”. 3. PROCURE A “ENTIDADE” QUE DESEJA PAGAR A ANUIDADE E CLIQUE. 4. VEJA SE CONFEREM OS DADOS APRESENTADOS. 5. SELECIONE A OPÇÃO “VISUALIZAR TODAS AS ANUIDADES DESTA ENTIDADE”. 6. SELECIONE A “COMPETÊNCIA 2014”. 7. SELECIONE O ÍCONE “BOLETO”. 8. SELECIONE O ÍCONE “DOWNLOAD BOLETO”. 9. VEJA SE O BOLETO APRESENTADO CONFERE COM A ENTIDADE SELECIONADA PARA PAGAMENTO, SE ESTIVER DE ACORDO, “IMPRIMA” E PROCEDA O PAGAMENTO EM UMA DAS “AGÊNCIAS DO BANRISUL”. ...entre outubro de 1966 e novembro de 1967, o Presidente do MTG foi Hermes Gonçalves Ferreira e seu vice foi Othon Cezar Filho? Assine ou renove sua assinatura REFLEXÃO Rua Guilherme Schell, 90 Bairro Santo Antônio, Porto Alegre/RS CEP 90640-040 Fone 51 3223 5194 lojafcg@mtg.org.br “Uma nuvem não sabe porque se move em tal direção, mas o céu sabe os motivos e desenhos por trás de todas as nuvens. Você também saberá, quando se erguer o suficiente para ver além dos horizontes.” Por ir Elom a t Mal (Richard Bach)

[close]

p. 5

Ano XII - Edição 146 DEPARTAMENTO JOVEM Outubro de 2013 RECUERDOS 5 Jovens enaltecem o mês da juventude Buenas Juventude! Ao final de mais uma belíssima edição dos Festejos Farroupilhas, onde certamente desenvolverão os temas propostos como o Dia do Jovem Tradicionalista (O jovem na busca da Saúde e do Bem Estar do Tradicionalista) e dos Festejos Farroupilha (O Rio Grande do Sul no Imaginário Social). O Departamento Jovem Central quer agradecer a estes jovens que fizeram a diferença em prol a Cultura e a Tradição que se enaltece no mês de setembro, e assim voltamos a 05 de setembro de 1947, aonde íamos nós deparar com alguns jovens, estudantes do COLÉGIO JÚLIO DE CASTILHOS, vendo a sua cultura e tradição sendo esquecida e deixada de lado, fizeram guarda de honra para o herói farrapo Davi Canabarro, transladado de Por Jonathas Oliva e Éridio Silveira O Eco da Tradição publicava há 10 anos: ... Porto Alegre vê o maior desfile de todos os tempos. O desfile farroupilha trouxe grande novidade para avenida. A história foi contada por pessoas vestindo trajes de época e 10 carros alegóricos. Uma musica tema foi feita especialmente para o cortejo. ... para o aniversario do MTG, com o tema da “Solidariedade”, CTGs de todo o estado devem arrecadar meia tonelada de alimentos ... Walter Galvani foi eleito Patrono da feira do Livro de Porto Alegre. ... O editorial do Presidente falava em 37 anos de história. ... Jarbas Lima, Dionisio Araujo do nascimento, Onésimo carneiro Duarte, Hugo Ramirez, Inezita Barroso e a Casa das sete mulheres da rede globo recebiam a medalha Barbosa Lessa. ... A música tema do desfile de 2003 foi: “Rio Grande eterno” de Vinicius Brum e Luis Carlos Borges (Essa musica acabaria disputando espaço na Califórnia da canção nativa na cidade de Uruguaiana, no mesmo ano). ... Dado Schneider, assessor de comunicação da Claro Digital, dizia que a parceria com o MTG foi um grande negócio. ... Desde 1985, ano de sua fundação, o MTG de São Paulo nunca tinha vindo ao RS buscar a chama. Pois em 2003, a equipe composta pelo Presidente José Carlos de Oliveira, veio até o acampamento farroupilha, no 35 CTG, acender a sua centelha. ... O MTG mantinha o programa “Entrevero de ideias” na TV Assembleia, apresentado por Rogério Bastos e Fraga Cirne. Departamentos Jovens regionais comemoram o Dia da Juventude Tradicionalista e projetam trabalhos que serão apresentados no Tchêncontro Estadual Livramento para o Panteon Rio-grandense, no Cemitério da Santa Casa em Porto Alegre. Assim mostrando seu amor a este chão, seu respeito aos heróis de 35 e sua importância dentro de uma tradição que passa de pai para filho. Estes JOVENS foram os precursores do Movimento Tradicionalista Gaúcho sendo este o pontapé inicial. Após 66 anos, é NÓS que temos o dever de divulgar e preservar nossas raízes. Jovens Tradicionalistas deste Mundo, do Brasil e orgulhosamente do Rio Grande do Sul. TEMA ANUAL: MTG EM DEFESA DA SAÚDE E BEM ESTAR DO TRADICIONALISTA

[close]

p. 6

6 VOCÊ SABIA QUE... Ano XII - Edição 146 Outubro de 2013 PELO RIO GRANDE Texto: Eduarda R. Wagner Troféu Mulher Gaúcha chega a sua 3ª edição Criado no Governo de Ieda Crusius, em 2008, o RS troféu RS mulher farroupilha completaria 6 anos. Mas sofreu alteração e, apesar de cumprir a mesma função tem outra nomenclatura. Mulheres que se destacaram no desenvolvimento da cultura gaúcha no RS receberam no dia 17 de setembro, o troféu Mulher Gaúcha 2013. A premiação, em sua terceira edição, ocorreu no Galpão do Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF). Durante a solenidade, a secretária de Políticas para as Mulheres (SPM), Ariane Leitão, destacou a contribuição da mulher na construção do nosso Estado. Logo após a abertura da cerimônia,homens e mulheres participaram do painel “Mulher no Imaginário da Cultura Gaúcha”, comandado pela diretora cultural do MTG, Neusa Secchi ,e pela coordenadora do Projeto Contra a Violência da Mulher, da SPM, Iara Regina Stockmanns. Prendas do RS homenageadas Fotos: Divulgação Grammy Latino tem duas indicações do RS Cesar Oliveira e Rogério Melo e o grupo, Os Serranos, são os indicados no segmento musica brasileira de raiz. Amigos há mais de 25 anos, criados juntos na cidade de São Gabriel, César Oliveira & Rogério Melo dividem o mesmo apreço pela arte e pelo folclore da pampa gaúcha. Atuando como dueto desde 2001, são uns dos artistas mais reconhecidos no cenário cultural do sul do país. Juntos, gravaram doze CDs e três DVDs. A cada trabalho, o dueto consolida seu prestígio perante a crítica, o mercado e seus admiradores e deixa uma marca indelével na história da música gaúcha. Em 2012 foram Foto: Divulgação indicados, pela terceira vez, para o Prêmio da Música Brasileira, maior premiação do cenário musical do país, do qual já foram vencedores, em 2008, na categoria de melhor dupla regional do Brasil ... o MTG, hoje, é o órgão catalisador, disciplinador e orientador das atividades de seus filiados, seguindo o que é preconizado na Carta de Princípios? ... A data de aniversário do MTG é 28 de outubro? Mas que em 2013 será comemorado em 19 de outubro, na cidade de Espumoso juntamente com o Tchêncontro Estadual? Novo CD: “Era assim naquele tempo...!” ... O ENART tem suas raízes no festival do MOBRAL, na década de 70? A gaiteira Délvia Maria recebe o troféu de reconhecimento em 2013 Contempladas: ... a primeira edição deste festival foi no ano de 1977, cuja fase final foi realizada na cidade de Bento Gonçalves, sede da Inter-regional, que acontece dias 20 e 21 de outubro? Taynara Hella Moraes Ouriques – 1ª Prenda do RS Mariana Santos Soares – 2ª Prenda do RS Kelly Pereira da Rocha – 3ª Prenda do RS Paloma Drum Schacht – 1ª Prenda Juvenil do RS Djuly Pereira Rutz – 2ª Prenda Juvenil do RS Letiane Labandeira Munhoz – 3ª Prenda Juvenil do RS Ana Maria Soccol – 1ª Prenda Juvenil do RS Nathália Todero Boeira – 2ª Prenda Mirim do RS Priscila Araújo Fagundes – 3ª Prenda Mirim do RS Cristina Rolim Wolffenbüttel – Comissão Gaúcha de Folclore Zeine Arus – Primeira conselheira mulher do Grêmio Márcia Santana - in memoriam Andréa Rotunno Eva Sopher – Teatro São Pedro Delvia Maria da Rocha Pereira - Gaiteira César Oliveira & Rogério Melo acabam de lançar o 12º CD de sua carreira, intitulado “Era assim naquele tempo...!”. O álbum foi gravado no estúdio Bah, em Eldorado do Sul, entre julho e novembro de 2012 e produzido pelo próprio dueto, cabendo a Rogério Melo a direção musical e a César Oliveira a produção e direção artística. Entre os compositores do trabalho, estão parceiros de longa data como Anomar Danúbio Vieira, Rogério Villagran e Edilberto Teixeira, no entanto, a maior parte das composições e arranjos são Rogério Melo, André Teixeira e Edilberto Bérgamo, músicos que acompanham César e Rogério nos palcos. Ainda no rol de compositores está Gujo Teixeira, que tem uma letra gravada pelo dueto pela primeira vez. É dele, aliás, o texto de apresentação do CD, que dá o tom de toda a concepção gráfica, com fotos feitas em São Gabriel e que remetem ao título “Era assim naquele tempo...!”. Os Serranos foram indicados pelo CD “Os Serranos interpretam sucessos gaúchos”, vol III, em que regravam clássicos do gauchismo. TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 7

Ano XII - Edição 146 Outubro de 2013 7 Por Manoelito Carlos Savaris - Presidente NOTÍCIAS ESPAÇO DO CBTG Em busca de reconhecimento PTG China Véia, na China, comemora o 20 de setembro como se no Rio Grande estivessem. Criado em 01 de janeiro de 2012, o PTG China Véia vai aos poucos se consolidando em território asiático. O Patrão Alan Sehn, relembra que, apesar de não ter o reconhecimento do consulado, lutam para manter as tradições do outro lado do mundo. Com todas as dificuldades conseguem fazer seus churrascos, jogos de truco, bailantas e se reunir para falar sobre as coisas do Rio Grande e matar a saudade da terra onde deixaram parte do passado. “O que nos deixa contentes é que o MTG e a CBTG nos tem reconhecido como uma entidade que luta para a manutenção das tradições gaúchas na China” – disse Alan. Tentando entender É inegável o crescimento das festividades relativas ao período farroupilha, em todo o estado. A cada ano se realizam mais acampamentos, mais cavalgadas, mais e mais pessoas se envolvem nas atividades desenvolvidas pelos CTGs, pelas escolas e pelas comunidades. Verificamos isso em Porto Alegre, em Caxias do Sul, em Marau, em Cachoeira do Sul, em Taínhas e Lajeado Grande, interior de São Francisco de Paula, em Lindolfo Collor, em Passo Fundo, em Erechim, em Santana do Livramento, e em todos os recantos. Diante dessa realidade incontestável, nos perguntamos: por que algumas pessoas esclarecidas, alguns historiadores, alguns sociólogos, alguns políticos, continuam insistindo na velha e surrada cantilena que tenta negar a importância hábitos tradicionais e que não tem vergonha de usar suas pilchas nas ruas, praças e parques públicos. Talvez uma das razões que leva um professor de história e vários seguidores dos seus pensamentos, a fazer um manifesto contra o MTG, como se essa entidade fosse prejudicial à sociedade, esteja no fato de que o Movimento conseguiu penetrar nas esferas sociais, públicas e privadas, com tal força que deixou desnorteados os analistas sociais. Como explicar que num CTG convivem pacificamente filhos e pais, gente rica e gente pobre, doutores e analfabetos? Como explicar que no tradicionalismo não se escolhe o patrão pelo volume de dinheiro que tem e nem pelo acumulo de conhecimento acadêmico? Como explicar que um “guri” seja patrão e que os “tordi- PTG China Véia busca o reconhecimento do consulado Sempre no dia 13 de setembro de cada ano, uma atividade cultural ocorre por lá. Foto: Divulgação Visita à ilha do Fanfa No dia 13 de setembro aconteceu a 7ª Cavalgada Farroupilha, em Porto Pedreira/Triunfo. Na ocasião, os cavaleiros trouxeram uma centelha da chama, que foi recebida no município de Tupandi, na expansão oficial da 15ª RT, e foi transladada via balsa, até a Ilha de FANFA/Triunfo, acompanhada pelos cavaleiros, estudantes, autoridades do município e patrões, o Coordenador da 15ª RT, Sr. Pedro Angeli, a secretária da 15ª RT, e os netos e bisnetos do dono da ilha, Sr. Bento Ferreira dos Santos, com mais de 80 anos, e que foi Prefeito de Triunfo. Também a senhora Diva Ferreira Oliveira, neta também do dono da ilha, o senhor João Ferreira de Carvalho. Nessa ilha aconteceu a prisão de Coordenador Pedro Angeli cumpre com agenda histórica Bento Gonçalves, por Bento Manoel Ribeiro, sendo chamada “Batalha da Traição”. Existe um marco no local desde outubro de 1986. Sempre acontece ali um momento cívico e cultural no dia 13 de setembro. “não se atiram pedras em árvores que não possuem frutos” da Revolução Farroupilha como marco fundador da identidade gauchesca? Por que negam o valor sócio-cultural do tradicionalismo gaúcho? Por que insistem em desconhecer que a sociedade é quem define os seus destinos, suas escolhas, suas opções culturais? Por que valorizam experiências e feitos de outras sociedades (gregos, franceses, ingleses, russos, norte-americanos) e menosprezam os feitos históricos da sociedade sul-rio-grandense? A cada setembro vemos e participamos de programas de rádio e televisão em que os mesmos – sempre os mesmos – reconhecidos historiadores são chamados e recebem copiosos espaços para contrapor e desmerecer as iniciativas que a sociedade adota para expressar o seu orgulho de ser gaúcha, o seu sentimento de nativismo ou a sua gana de mostrar que faz parte de um processo histórico de construção de uma identidade que tem valores, que preza os costumes e os lhos” cumprem suas tarefas subordinadas chamando-o de senhor? Como explicar que o patrão ou o capataz mal sabem ler e escrevem com dificuldade, enquanto o advogado e o engenheiro estão assando o churrasco ou controlando a portaria? Nós mesmos, tradicionalistas engajados, temos dificuldade de explicar como estas coisas se dão. Certamente esses “palpiteiros” que “se acham” tem muito mais dificuldade. Diante da realidade que não se explica, criam-se as lendas e os mitos. Parece-me que é isso que está ocorrendo. Cabe aos líderes tradicionalistas, aos políticos sérios, aos cidadãos conscientes continuar a fazer aquilo que a sociedade espera: tratar o mito do gaúcho com carinho, comemorar as nossas efemérides, valorizar os nossos heróis, manter o espírito do tradicionalismo, sem esmorecer, sem titubear e bombeando o horizonte luminoso para onde a sociedade gaúcha se dirige. Dia 18 foi a sessão especial de autógrafos dos livros de Galvani e dos festejos farroupilhas Foto: Turki Walter Galvani lança livro no Harmonia Na tarde do dia 18 de setembro, o escritor e jornalista, Walter Galvani, lançou o livro “A Difícil Convivência — Porto Alegre e os Farrapos”, com direito a sessão de autógrafos no Galpão Central do Acampamento Farroupilha. Com apoio do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), o autor traz uma obra que aborda histórias e fatos que ficaram escanteados na divulgação da história oficial da cidade durante a Revolução Farroupilha. Curiosidades permeiam a obra, Galvani conta que encontrou fatos como a demolição do quartel general dos farrapos, no ano 1972, para a construção de um loteamento imobiliário no bairro Petrópolis. Vale a pena conferir as novidades encontradas por Galvani durante suas pesquisas. Luis Grisólio, do Jornal O Metro, marcou presença no lançamento do livro de Walter Galvani (D) CTG Caminhos do Pampa comemora 25 anos Em 17 de setembro de 2013, o CTG Caminhos do Pampa completou 25 anos de fundação. Comemorou esta data no Parque da Harmonia contando com a presença de seu patrão fundador Leo Alves Lentino. Foto: Divulgação TEMA ANUAL: MTG EM DEFESA DA SAÚDE E BEM ESTAR DO TRADICIONALISTA

[close]

p. 8

8 Ano XII - Edição 146 Outubro de 2013 ENART 2013 VOCÊ SABIA QUE... Por: José Gelso Miola ATOS E FATOS Solidariedade No início Deus criou os minerais, os rios, as florestas, os animais e junto à tudo isso, Deus criou também o homem. Este ser pensante, dotado de alma, continha em seu âmago, muitos sentimentos, entre os opostos, o ÓDIO E O AMOR. Hoje o homem esquece da sua essência, permitindo e realizando atrocidades, como destruição da família, exploração da flora, torturando os animais, e impondo aos seus irmãos, a exclusão dos direitos humanos e da sociedade. Nesse ínterim estamos aqui, o Movimento Tradicionalista Gaúcho. Que surge da saudade e da solidariedade dos jovens, que longe da suas querências sentiam a dor do viver só, na cidade grande. E este movimento, cresceu e se tornou forte, com base solidificada nos verdadeiros valores, cimentados no amor, e nas tradições culturais, iniciado por jovens, e tendo continuidade por idosos, adultos e crianças. Nesta luz é enaltecida dentro do movimento, a solidariedade “Sentimento que consiste na identificação com as misérias alheias; conhecimento do sofrimento daqueles que mais Sociedad La Criolla na capital Depois de mais de meio século comitiva uruguaia visita o ícone do tradicionalismo gaúcho em Porto Alegre No dia 19 de setembro, esteve presente no Parque da Harmonia, em Porto Alegre, uma comitiva da Sociedad La Criolla Elias Regules, a primeira sociedade de seu tipo na América, criado em 24 de maio de 1894 e, que hoje, leva o nome de seu primeiro presidente. Eles vieram retribuir a visita que, em março de 1949, integrantes do 35 CTG (onde estava Paixão Cortes, Barbosa Lessa, Cyro Dutra Ferreira...) e oficiais da Brigada Militar fizeram aquela sociedade, na oportunidade em que realizavam “La fiesta de la pátria gaucha”. A delegação da Sociedad Criolla era composta pelo Presidente, sr. Daniel Rodriguez, Alberto Rodriguez, Tabaré Rodriguez, Juan Hedson, Raul Iturria, Margarita Corallo Assunção, Margarita e Cecilia Assunção. Segundo Rodriguez, a visita também visava retribuir a visita que Manoelito Savaris e Dorvilio Claderan, presidentes da CBTG e CITG, respectivamente, com suas esposas, fizeram, em março de 2012, quando estavam tratando do acendimento da Chama Crioula, de 2015, e da reorganização da CITG. O um terceiro motivo da visita foi fazer o convite para as comemorações relativas aos 120 anos da sociedade Elias Regules, que se realizarão em 2014. Aproveitando a passagem pela capital, a comitiva foi visitar Paixão Cortes, tido por eles (e por nós também) como o maior ícone do gauchismo ainda vivo, retribuindo assim, a visita que o 35 fez no final da década de 40, no Uruguai. Fotos: Rogério Bastos ... a partir de 1986 o evento deixou de ser itinerante e fixou-se na cidade de Farroupilha, em uma parceria do MTG, IGTF e Prefeitura municipal? ... tendo em vista o crescimento do Festival e das necessidades estruturais e financeiras para sua realização e da manifestação da Prefeitura Municipal de farroupilha de não mais realizar o evento, em 1997, em sua 12ª edição, foi transferida para Santa Cruz do Sul? Solidariedade...acenda a chama no seu coração. SOLIDARIEDADE - TEMA DO ENART 2013. ... em 2005 foi assinado a lei nº 12.372 que reconhece como patrimônio cultural e imaterial do Rio Grande do Sul as danças tradicionais e suas respectivas músicas, letras e coreografias? E que o projeto de Lei foi do Deputado Estadual Osmar Severo? necessitam. A manifestação desse sentimento com o propósito de ajudar; amparar ou apoiar.” O Movimento Tradicionalista Gaúcho, integrando gerações, mostra através de suas várias atividades culturais, artísticas, esportivas, campeiras e social, que podemos mudar de comportamento. Mudar é difícil, mas é possível, e aos poucos vamos reprogramando nossa ação político pedagógica, delineando um projeto com o qual nós mesmos nos comprometemos. Somos chamados à rever ações, objetivos, modos de agir e atividades para sermos mais eficientes, na promoção da paz e da solidariedade. A felicidade não está somente em viver, mas em saber viver. Não vive o que mais vive, mas o que melhor vive. Devemos recordar o real propósito a que viemos, a serviço da compreensão, da aceitação, da amizade, do amor e da plena realização, nossas responsabilidades básicas. Sejamos nesta festa, uma conexão com a fonte de amor e alegria, paz e compaixão, paciência e tolerância infinitas. Sinônimos de: ajuda, amparo, apoio, e companheirismo , sinônimos de...solidariedade. Paixão mantém acesa a chama crioula em casa Sociedad La Criolla visita Paixão Cortes (E) e faz homenagem TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 9

Ano XII - Edição 146 Outubro de 2013 9 Por Jeandro Garcia PELO RIO GRANDE TURISMO NO SUL DTG Herança da Tradição desenvolve projeto Santana da Boa Vista e Minas DTG de escola do Flores da Cunha, desenvolveu atividades voltadas ao tema dos Festedo Camaquã jos Farroupilhas 2013, levando personagens dos mitos e lendas à outras escolas. O Projeto foi realizado pelos Depar- Farroupilha, durante a Semana Farroupilha. tamentos Artístico, Cultural e Jovem e PrenNo Acampamento Farroupilha, fodado do DTG Herança da Tradição após ram realizadas palestras e sessões de cinepalestra com Rogério Bastos sobre o tema ma com os vídeos elaborados pelos alunos dos Festejos Farroupilhas 2013. e com o Filme “Neto e o Domador de CaDurante o mês de agosto os inte- valos”, oficinas de brinquedos folclóricos e grantes do Departamento Jovem juntamen- contação de histórias com o tema “O RS no te com o prendado e Coordenação do De- Imaginário Social” para os visitantes. Além partamento Artístico e Cultural da Entidade, disso, também foram expostos trabalhos realizaram palestras, sobre o Patrono dos Festeoficinas e apresenjos Farroupilhas 2013 – Gilditações com o Tema nho. “O RS no Imaginário O Projeto foi bem Social”, em quase aceito por todos os envoltodas as escolas do vidos, os objetivos foram município de Floalcançados em sua totalires da Cunha com dade e premiou a entidade apoio da Secretaria com um Troféu Homenade Educação, Cultugem pelo trabalho prestado ra e Desporto. Cada em prol da Cultura durante escola recebeu a via Semana Farroupilha pelos sita de personagens organizadores do evento. das lendas, contos Fotos: Divulgação ou mitos do RS, assim como também as lendas e mitos locais como a História do Galo e o mito do Sanguanel. Os jovens representavam para os alunos da escola visitada e explicavam as mensagens contidas em cada história e também a importância da preservação de nossa cultura. As escolas por sua vez, trabalhavam com os alunos o tema e realizavam trabalhos (cartazes, murais, maquetes, painéis, vídeos, história em quadrinhos, etc) que foram expostos na Mateada de Integração no dia 25 de agosto em comemoração ao dia do FolcloStela Maris e João (E) fizeram um excelente trabalho na serra re e também no Acampamento Devido a proximidade trazemos juntos dois pontos turísticos ricos em natureza e lugares quase que místicos do nosso estado. Começando por Santana da Boa vista, uma pequena cidade localizada próximo a Caçapava do Sul, cercada por lindos vales e rios, ideal para quem procura pelo turismo rural, como o Parque Municipal Toca da Tigra, local onde acontece a história que deu origem a criação do Município. Conta com trilhas ecológicas, cachoeiras, barragem para banhistas, camping, pista para moto cross, espaço para esportes, locais para churrasco e claro a toca onde estava a Tigra (onça), que quase vitimou o proprietário destas terras, que sendo devoto de Santa Ana, e salvo por invocá-la, doou a terra para construção de uma capela, onde ergueu-se em sua volta a cidade. Aproveite visite também outros pontos da cidade, como a igreja matriz, Balneário do Passo das Carretas, Cerro da Lagoa e a Casa de Cultura(e museu) Januária Freitas. Próximo de “Santaninha” está Minas do Camaquã, que é um distrito de Caçapava do Sul, sendo um lugar singular, onde já habitaram 10 mil trabalhadores de suas minas de cobre, que antes mesmo de chegarmos próximo a elas já é possível perceber a geologia diferenciada, com enormes rochedos e outros nem tão virtuosos, mas de formações peculiares. Na localidade há um balneário formado junto à represa, com larga faixa de areia e águas cristalinas, e muito próximo está o “bairro fantasma”, que após o encerramento das atividades mineiras possui hoje um mínimo de moradores, com centenas de casas vazias e ruas desertas, mas ainda existe o salão de festas, praças e comércio, mantidos com muito carinho pelo moradores que ainda permanecem por lá. O acesso as antigas minas é restrito, sendo feito somente pela empresa Minas Outdoor Sports, que também possui outros serviços de turismo na região. Veja no blog mais informações e fotos: www. turismonosul.com.br/page/11/ .

[close]

p. 10

10 Ano XII - Edição 146 Outubro de 2013 Do imaginário para o real. Desfiles mo Foto: Rogério Bastos Com apresentação do Ministério da Cultura, através da lei Rouanet, a Fundação Cultural Gaúcha esteve mais uma vez à frent Com tema voltado para a lúdica, o espetáculo noturno de 19 de setembro, em Porto Alegre, foi marcado por carros com a temática dos mitos, contos e lendas do Rio Grande do Sul, com efeitos especiais e coreografias de integrantes de CTGs e piquetes. A apresentação de abertura teve graça e expressividade de integrantes do CTG Porteira da Tradição, de Eldorado Sul, liderados por Rinaldo Souto. Para caracterizar o tema dos contos, mitos e lendas, o desfile levou à Avenida Beira-Rio uma homenagem ao escritor João Simões Lopes Neto e suas obras. No primeiro carro, os componentes usavam máscaras representando os peões simonianos. As prendas se dividiram entre princesas e salamancas do Jarau. Para dar vida à alegoria, participaram integrantes dos CTGs Maragatos e Tyaraju, do DTG Berço Farroupilha e do piquete Amigos de Viamão. O carro que entrou na avenida na sequência, denominado M’Boitatá, a Cobra de Fogo, ostentava uma serpente verde, brilhante, de 10 metros,com movimentos que encantaram a plateia. Junto dela, as cabeças de boi sem os olhos que, como conta a lenda, os tiveram comidos pela serpente. Também iam campeiros com laços, que representava o medo da lendária cobra em relação ao ferro. A penúltima invernada mostrou crendices e superstições. As lendas do Negrinho do Pastoreio, os mitos do Lobisomem e da Bruxa, além do conto Trezentas Onças, o mate do João Cardoso e o Chasque do imperador, falando da guerra do Paraguai e da Tríplice Aliança, a invernada da história e da herança militar no povo gaúcho fechou a noite. Cavalos e um carro com canhões e tiros cênicos encerraram o desfile, festejado nas arquibancadas. O desfile temático com o espetáculo noturno e efeitos visuais de luz e fumaça levou mais de 15 mil pessoas para a avenida Edivaldo Pereira Paiva, a Av. Beira-Rio. Uma grande equipe de trabalho esmerou-se par ao sucesso do evento. Pessoas como Josemar Basso, que está desde o primeiro desfile, Alexandre Ourique, Sergio Peixoto, Mano Brum e Silvio Oliveira, que desenhou e projetou os carros, dando vida ao tema. Na sexta-feira, 20 de setembro, cerca de 10 mil pessoas prestigiaram o desfile cívico e tradicionalista em homenagem à Semana Farroupilha em Porto Alegre. O tema neste ano foi o Rio Grande do Sul no Imaginário Social, buscando resgatar mitos, contos e lendas do estado. Com figurino composto da indumentária gaúcha e trajes de época, representantes de cerca de 120 entidades tradicionalistas que montaram seus piquetes no Acampamento Farroupilha participaram do evento, juntamente com visitantes. Foto: Ricardo Barcellos/R3PB Comunicação O Carro que abriu o desfile deu uma mo Foto: Ricardo Barcellos/R3PB Comunicação A Lenda do M’Boitatá emocionou o público pelos efeitos de luz, fumaça e movimentos Foto: Rogério Bastos O mate do João Cardoso, aquele que nun Foto: Ricardo Barcellos/R3PB Comunicação O Negrinho do Pastoreio e a imagem de Nossa Senhora representaram bem a lenda Foto: Ricardo Barcellos/R3PB Comunicação O Chasque do Imperador falou sobre as re Herton Couceiro São Francisco de Assis retomou os concursos entre as entidades e além de abordar a temática estadual “O Rio Grande do Sul no imaginário social”,onde tivemos belos espetáculos na avenida, ainda focamos os temas municipais: 120 anos da Revolução Federalista, 90 anos da Revolução de 1923 e 60 anos de fundação do CTG Negrinho do Pastoreio. Foi um grande desfile! O Carro 300 onças trouxe a frente Blau Nunes mostrando a guaiaca com o dinheiro

[close]

p. 11

Ano XII - Edição 146 Outubro de 2013 11 ostraram o amor do gaúcho por suas tradições. Foto: Rogério Bastos te nos des�iles temático e tradicional da capital, que juntos somaram um público de 30.000 pessoas. Evento teve transmissão ao vivo pela internet. Desfile de Santa Maria homenageou Cezimbra Jacques Para exaltar o orgulho de ser gaúcho, milhares de pessoas foram à Avenida Medianeira, na manhã do dia 20, para acompanhar o desfile tradicionalista da cidade “coração do Rio grande”. O prefeito Cezar Schirmer, que assistiu de perto a passagem das entidades pela avenida, enalteceu as manifestações de respeito e orgulho do público. “Este é o momento de referenciar os valores que marcaram a história do Rio Grande do Sul”, disse o chefe do Executivo. Nem mesmo o frio e a chuva espantaram os santa-marienses da avenida. 35 entidades tradicionalistas desfilaram para encantar mais de 10.000 pessoas que assistiam o evento. Foto: Ricardo Barcellos/R3PB Comunicação ostra do que vinha logo atrás A lenda da Salamanca do Jarau. História e geografia se encontram Foto: Ricardo Barcellos/R3PB Comunicação nca chega. Muita prosa no carro. Os mitos no RS. A bruxa e o lobisomem com efeitos de luz e fumaça Foto: Rogério Bastos Crendices e superstições. O gaúcho sempre acreditou no sobrenatural Foto: Ricardo Barcellos/R3PB Comunicação elações entre duas classes sociais As páginas dos livros se abrindo e os personagens saindo deles emocionou A figura do lobisomem foi uma das mais exploradas nos desfiles pelo RS Patrícia Karkow Em Santo Ângelo, estava bom, as entidades se empenharam e trouxeram o tema proposto para a rua, com simplicidade mas mostrando o O Rio Grande do Sul no Imaginário Social. Porém, ouve pouca participação da família tradicionalista no desfile e também pouca participação da comunidade Santo-angelense para prestigiar! Beatriz Saldanha A 50ª Semana Farroupilha, atividades culturais intensas, Reculuta Farroupilha, concurso de prato típico, concurso de prendas e peões Farroupilha, homenagens e o tema desenvolvido com muito respeito e criatividade. 26 entidades tradicionalistas desfilando e a Associação tradicionalista e cultural de Cachoeira do Sul novamente te parabeniza pelo tema deste ano maravilhoso! Margarete Siste Desfile em Arroio dos Ratos contou com muitos Piquetes. Com a presença de famílias inteiras crianças, moças lindas e cavalarianos de todas as idades. CTG Tropilha Crioula sediou os eventos em suas dependências assim como puxou desfile com linda decoração alusiva ao tema do imaginário social seguido do CTG David Canabarro e DTG Anita Garibaldi. Ronaldo Lavarda Em Santiago, a chuva atrapalhou um pouco o início do desfile e diminuiu o público, mas foi muito bem organizado pelas entidades que desfilaram, nem todas usaram o tema proposto, mas a adesão já é bem maior que em anos anteriores. Estima-se que em torno de 2000 cavaleiros participaram. Tati Rocha O tema.. “O Rio Grande do Sul no Imaginário Social” nos permitiu belíssimos trabalhos na Semana Farroupilha do CTG Querência da Serra de Seberi! Só temos a agradecer! Jeandro Garcia Parabéns pelo baita tema dos festejos, nunca imaginei que teria toda essa proporção, parabéns mesmo! Foi muito bom!

[close]

p. 12

12 Sugestão de Filme A história do grupo “Os Monarcas” transformou-se em filme e teve uma sessão especial realizada no Acampamento Farroupilha, em Porto Alegre (RS), que marcou o lançamento do trabalho. O evento aconteceu no dia 21 de setembro. Considerado um dos mais tradicionais grupos de música gauchesca, Os Monarcas esbanjam fama e sucesso por onde passam. Gildinho e Chiquito, irmãos e fundadores do grupo, tiveram muitos tropeços e decepções ao longo de suas carreiras. A trajetória de vida dos dois foi difícil, porém vitoriosa e agora poderá ser conhecida pelos fãs através do filme “Os Monarcas – A Lenda: A história de Chiquito e Gildinho”. Nos bailes: O filme já está sendo comercializado nos fandangos dos Monarcas e do grupo Chiquito e Bordoneio. Pela internet: Compra através da internet nas lojas virtuais da Gravadora Acit, do grupo Chiquito e Bordoneio e do Bazar Gaúcho. Ano XII - Edição 146 NOTÍCIAS Outubro de 2013 “Os Monarcas – A Lenda” Por: Alyne Motta Sessão Branca na 5ª RT Pilchados, maçons da Loja Filhos de Hiram III, em Santa Cruz do Sul, realizaram solenidade em homenagem aos Festejos Na noite de terça-feira, 17 de setembro, os maçons da Loja Filhos de Hiram III trocaram o terno e gravata preta por botas, bombachas e lenços vermelhos. O motivo foi a sessão pública alusiva aos Festejos Farroupilhas, realizada através de um ritual antigo, adaptado para ocasião. Embora a Maçonaria seja uma instituição universal, ela assume caráter regionalista, utilizando expressões gaúchas para erguer templos à virtude dos Gloriosos Farrapos e, por serem maçons de bons costumes, revivendo as tradições de nossos antepassados. De acordo com Celso Bortolanza, a solenidade gaúcha era desejo da loja há muito tempo. “Fazer esta sessão, usando pilchas gaúchas, é uma homenagem aos nossos heróis, que estiveram presentes na Revolução Farroupilha”, revelou o maçom durante a sessão branca. “Hoje a maçonaria abra suas portas para receber convidados nesta noite solene”, acrescentou Celso. Para o Venerável Mestre, Anacir Mendes Junior, a noite era de comemoração. A centelha da Chama Crioula, vinda de Santo Amaro, distrito de General Câmara, foi trazida a cavalo por soldados do 23º Batalhão de Polícia Militar (BPM). Ela permaneceu dentro do templo maçônico durante toda a solenidade, que contou com a leitura do Balaústre 67, uma ata da Loja Maçônica Philantropia e Liberdade. PRESENÇAS Além de cunhadas e sobrinhos (como são chamadas as esposas e filhos dos maçons) a sessão contou com diversos convidados, entre estes o presidente da Associação Tradicionalista Santa-Cruzense (ATS), Juarez Rodrigues da Silva, e da vice coordenadora da 5ª Região TradiFoto: Divulgação cionalista (RT), Elenir Werner. Quem esteve por lá ficou encantado com a solenidade. “É muito diferente do que estamos acostumados a ver no tradicionalismo. É uma sessão cheia de significados e muito bonita”, revelou Juarez Silva. “Traz um viés do tradicionalismo que passamos despercebidos”, acrescentou o presidente da ATS. Campeã do ENART apresentou show homenagem ao prêmio. Deborah Rosa, campeã na modalidade interprete solista vocal ENART 2012, realizou no último dia 29 de agosto, em sua cidade Santa Maria, o espetáculo “CAMAFEU”– O meu som do Sul. No repertório, alguns clássicos da música gaúcha e outras canções que foram interpretadas por Deborah nas Invernadas Artísticas por onde passou nestes oito anos dedicados ao tradicionalismo. “Um grande e prazeroso desafio dirigir meu próprio Espetáculo. Foi uma forma de homenagear todas estas entidades e invernadas que me acolheram durante todo esse período. Uma forma de dividir com todos o meu prêmio” diz a cantora. Antônio Augusto Ferreira, Ivan Therra, Adriano Sperandir, Ivo Ladislau, Pirisca Grecco, Lenin Nunes, Tadeu Martins, Kako Xavier, foram alguns compositores homenageados por Deborah nas mais de 15 canções, interpretadas na companhia de “seu Musical” - músicos consagrados no cenário com anos dedicados a música gaúcha -, Cristiano Rodrigues, Luciano Rodrigues, João Vitor Menezes, Márcio Freitas, Ronison Borba, Cezar Leal, Vanderson Rocha e Lucas Rosa. Agora o Show Camafeu vai percorrer algumas cidades do estado e já está com convite para ir ao Paraná, cidade onde a cantora fez parte, em 2011, da Orquestra Charrua do CTG Charrua de Foz do Iguaçu. Foto: Divulgação Onde comprar? Maçonaria assume caracteristicas regionais e faz sessão branca TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 13

Ano XII - Edição 146 Outubro de 2013 13 Por Paulo Souza NOTICIAS O MATE DO PATRÃO Conselheiro do MTG, Adão Vaz, recebe a medalha Barbosa Lessa Adão Pereira Vaz, militar da reserva, ex professor de história, natural de Piratini, é o único agraciado com a Medalha Barbosa Lessa em 2013. Adão Vaz iniciou suas atividades tradicionalistas no CTG 20 de setembro, na primeira capital farroupilha,Piratini. Tem a formação de Bacharel em Filosofia, pós-graduação em História da Civilização pela Fundação Universidade de Bagé (FUNBA) e Mestrado em Teologia para leigos na Universidade Católica de Pelotas (UCPEL). Vindo para Pelotas, participou no CTG Thomaz Luiz Osório, na União Gaúcha João Simões Lopes Neto; e ultimamente no CTG Os Farrapos, onde vários anos pertenceu a patronagem. Foi por duas vezes Coordenador da 26” RT, onde conseguiu a harmonia e o entendimento entre os CTGs, visto que, reinava o desentendimento entre as entidades, assim como, na região. Ajudou a reativar o CTG Sinuelo do Sul, e na fundação do CTG Rincão dos Xucros e 20 de Setembro. Também fez vários cursos promovidos pelo MTG e IGTF, como o de avaliadores de prendas e peões, também é membro apoiador da Respeitável Ordem dos Cavaleiros do Rio Grande do Sul, MTG/ORCAV, tendo ainda recebido por indicação da Região e aprovado na Câmara Municipal de Vereadores a Comenda João Simões Lopes Neto. Participou do SAT, CFOR e de vários congressos e convenções, sendo que no 60° Congresso Tradicionalista, que se realizou nos dias 4,5 e 6 de janeiro de 2013 em Santa Maria, foi Presidente da Assembleia Eletiva, na qual ocorreu na mais absoluta tranquilidade. Foto: Rogério Bastos Pagamento de Anuidades Dando continuidade a série de inovações implementadas pela Gestão “Sempre MTG”, abaixo coloco a conhecimento de toda a família tradicionalista mas em especial aos Patrões de Entidades Tradicionalistas, a nova forma de pagamento de suas anuidades sem a necessidade de enviar ao MTG o comprovante de depósito bancário anteriormente necessário devido a primariedade do processo. Tudo muito simples e rápido, dando qualidade ao processo e conforto aos Patrões, descrevo abaixo com um “Passo a Passo” o fluxo necessário para chegar rapidamente ao boleto bancário através do sistema MTG/NET. Pagamento de Anuidades (simulação) Patrão, utilizando sua senha MTG/NET fornecida pelo MTG, entre no sistema, vá na opção “Entidades” e clique em “Lista”(1), Na tela “Entidades” faça a busca pelo nome ou matricula da entidade (2), clique duas vezes no campo da entidade desejada (3) para entrarmos na tela de informações da entidade. 1 2 3 Na tela de informações confira os dados de sua entidade, clique em “Visualizar todas as anuidades desta entidade”(4), após isso clique na opção “Boleto” do respectivo ano (5), conforme as figuras abaixo. PARÁBOLA A Lição do Escorpião Um mestre do Oriente viu quando um escorpião estava se afogando e decidiu tirá-lo da água, mas quando o fez, o escorpião o picou. Pela reação de dor, o mestre o soltou e o animal caiu de novo na água e estava se afogando de novo. O mestre tentou tirá-lo novamente e novamente o animal o picou. Alguém que estava observando se aproximou do mestre e lhe disse: — Desculpe-me, mas você é teimoso! Não entende que todas às vezes que tentar tirá-lo da água ele irá picá-lo? O mestre respondeu: — A natureza do escorpião é picar, e isto não vai mudar a minha, que é ajudar. Então, com a ajuda de uma folha o mestre tirou o escorpião da água e salvou sua vida. Não mude sua natureza se alguém te faz algum mal; apenas tome precauções. Alguns perseguem a felicidade, outros a criam. Preocupe-se mais com sua consciência do que com a sua reputação. Porque sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam de você. E o que os outros pensam, não é problema nosso... é problema deles. 4 5 Após isso entraremos na tela de informação do boleto, clique na opção “Download do boleto” (6), imprima e pague em qualquer rede bancária. Simples, eficiente e rápido. Patrões, isto é inovação. Inovação pode ser também definida como fazer mais com menos recursos, por permitir ganhos de eficiência em processos, quer produtivos quer administrativos ou financeiros. A inovação quando cria aumentos de competitividade pode ser considerada um fator 6 fundamental no crescimento de uma sociedade. Um abraço. TEMA ANUAL: MTG EM DEFESA DA SAÚDE E BEM ESTAR DO TRADICIONALISTA

[close]

p. 14

14 Pajada ao MTG Ano XII - Edição 146 CONGRESSO TRADICIONALISTA Outubro de 2013 Regimento do 61º Congresso Tradicionalista Gaúcho - 2014 Art. 1º - O 61º Congresso Tradicionalista Gaúcho realizar-se-á na cidade de Porto Alegre, no Centro de Eventos Almir Azeredo Ramos, localizado no Parque Mauricio Sirotsky Sobrinho. Art. 2º - O Congresso realizar-se-á nos dias 09, 10, 11 a 12 de janeiro de 2014, com o temário baseado nos seguintes segmentos: I – Cultural II –Artístico III -Campeira IV - Esporte V –Jovens VI –ORCAV VII–Avaliadores VIII–Narradores IX – Patrões X – Conselheiros XI – Coordenadores XII - Diretoria do MTG em alteração de regulamentos, o que não será neste momento. Art. 6º - A coordenação de cada segmento receberá as propostas da Comissão Central da Sistematização do Congresso. I – Propostas versando sobre o mesmo assunto serão unificadas pela coordenação do segmento. II – Analisados e finalizados os trabalhos, por segmento e unificados, se for o caso, serão encaminhados para discussão em plenária. Art. 7º - Os trabalhos de finalização das Comissões Temáticas serão durante o dia 09 de janeiro de 2013 – 5ª feira, quando deverão ser encaminhados à Comissão Central, até as 22hs. Art. 8º - Para discussão nas plenárias as propostas poderão ser apresentadas e defendidas pelos autores ou pela coordenação do segmento. Art. 9º - A coordenação de cada segmento poderá reunir-se e discutir os trabalhos antes do Congresso, tão logo receber as propostas da Comissão Central de Sistematização do Congresso. Art. 10º - Dúvidas quanto aos trabalhos apresentados serão resolvidos pela Comissão Central de Sistematização do Congresso e Coordenação das Comissões dos Segmentos. Art. 11º – Os trabalhos da comissão central, das comissões temáticas, bem como do 61º Congresso Tradicionalista Gaúcho – 2014, alem deste regimento, reger-se-ão pelo Estatuto e Regulamento Geral do MTG. Porto Alegre, 10 de junho de 2013 Os Trabalhos para o congresso deverão ser encaminhados à Comissão de Teses, através da Secretaria do MTG, até o dia 09 de dezembro de 2013, de acordo com o Art. 74 do Regulamento Geral do MTG. Jadir Oliveira Filho São quarenta e sete anos De luta, fé e bravura Que a tradição e a cultura Deste pago soberano Organizou-se num plano Com o intuito de renascer, Se expandir e crescer Com amor e galhardia Em sessenta e seis nascia O nosso MTG Em Tramandaí plantou-se A semente do progresso 12º congresso Muitas mudanças nos trouxe A instituição transformou-se Num movimento maduro Mais embasado e seguro Pra perpetuar o legado De conservar o passado Com os olhos no futuro Muito amor por este chão Muita fé na nossa gente Foram os ingredientes Para esta transformação E hoje a nossa tradição Vive um momento lendário Do gaúcho visionário Ao pajador pacholento Que deseja ao movimento UM FELIZ ANIVERSÁRIO MTG é LIBERDADE É uma pampa sem fronteira Três cores de uma bandeira MTG é IGUALDADE MTG é HUMANIDADE Que evolui e se expande E em qualquer lugar que ande Não hesita em colocar No mais alto patamar A bandeira do Rio Grande Egípcia e guatelmateco são pilchados na loja da fundação Durante os festejos farroupilhas em Porto Alegre, a loja da Fundação Cultural Gaúcha recebeu dois clientes inusitados, ambos realizando intercâmbio cultural no Brasil. O guatelmateco foi pilchado com uma tradicional bota campeira, bombacha larga, de favo, guaiaca, camisa do MTG e o tradicional lenço vermelho. A egípcia vestiu uma saia, casaco, camisete do MTG e sapatilha para danças. Os estrangeiros também foram contemplados com 2 livros da nossa literatura, receberam das mãos do escritor e pesquisador Paulo Gonçalves, o livro “diretrizes para a pilcha gaúcha” e “O RS no imaginário social” livro tema dos festejos 2013. Os clientes estrangeiros saíram pilchados pelo acampamento para conhecer características da nossa cultura. Uma equipe da RBS TV acompanhou e fez uma reportagem sobre o assunto. A loja da Fundação convida todos os acampados e seus convidados para conferir seus produtos. Fotos: Divulgação 47 Anos Art. 3º - Como o Congresso será de “AVALIAÇÃO DA ATUAÇÃO DO TRADICIONALISMO”, desde sua organização, serão aceitos trabalhos de crítica aos respectivos segmentos, desde que acompanhados da proposta de melhoria. Parágrafo Único - Com referência ao artigo anterior, os trabalhos deverão ser encaminhados de acordo com o art. 74 do Regulamento Geral do MTG (até 30 dias antes do início do Congresso, ou seja, até 09 de dezembro de 2013). Art. 4º - Os trabalhos que não se enquadrarem no temário, atenderão ao que prescreve o art. 73 do Regulamento Geral do MTG. Art. 5º – Os trabalhos iniciarão na 5ª Feira, dia 09 de janeiro de 2014, às 9h00min, sob orientação da Comissão Central de Sistematização do Congresso. I – Os trabalhos funcionarão distintamente por segmento (tipo comissões temáticas) II – Cada segmento terá um coordenador, um relator, um secretário e um ou mais auxiliares. III – As Propostas devem ser especificamente de análise-crítica, mesmo que posteriormente implique Estrangeiros pilchados na loja da FCG TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 15

Ano XII - Edição 146 Outubro de 2013 15 GRANDES PERSONAGENS DA HISTÓRIA NOTÍCIAS Caldre e Fião José Antônio do Vale Caldre e Fião nasceu em Porto Alegre, no dia 24 de outubro de 1824, foi escritor, jornalista, político, médico e professor. Caldre e Fião exerceu a profissão de boticário (farmacêutico) em Porto Alegre, mas mudou-se para o Rio de Janeiro durante a Guerra dos Farrapos, onde exerceu o magistério, ensinando francês, italiano, latim, filosofia e ciências naturais no Colégio Estrela. DedicouCaldre e Fião -se intensamente ao abolicionismo, foi membro da Sociedade contra o Tráfico de Africanos e Promotora da Colonização e Civilização dos Indígenas, da qual foi um dos fundadores em 1850. Retornou ao Rio Grande do Sul em 1852, já médico, onde foi um dos fundadores da Sociedade Partenon Literário e seu presidente. Foi também deputado, pelo Partido Liberal-Progressista, em 1855, e tornou-se membro do Instituto de História e Geografia da Província de São Pedro. Ao publicar a Divina Pastora, em 1847, o escritor Caldre e Fião mantinha acesa a chama do seu amor pelo Rio Grande do Sul. Ele delineia o contexto das aventuras narradas: entre a vila de São Leopoldo e a cidade de Porto Alegre, passando por Viamão para cruzar o passo da Cavalhada no rumo de Belém Velho. Caldre e Fião apresentou, em 1847, a sua “novela rio-grandense”. A intriga está centralizada em Édélia (a divina pastora), donzela belíssima e virtuosa, apaixonada por seu primo Almênio, bravo guerreiro farroupilha que, irá casar com Clarinda, filha de imigrantes alemães no Vale dos Sinos. Atormentando a vida de todos, aparece Francisco, protótipo do vilão. É preciso entender que Caldre e Fião pertence a uma tradição que em seus dias, já lançara raízes profundas na literatura ocidental – a tradição do “folhetim”. Foi assim que o romance moderno, gênero burguês por excelência, se estabeleceu através das páginas dos jornais europeus. Tratava-se de narrar uma sequência de aventuras em sucessão episódica, cuja leitura podia ser feita capítulo a capítulo, independentemente do resultado final. Via de regra, cada episódio correspondia a um “rodapé “ do jornal em que o romance era publicado. O bravo Almênio, protagonista de” A Divina Pastora” surge como o antecedente de Blau Nunes, Cambarás e Amarais. Registra-se o ingresso do “gaúcho” na ficção brasileira, em 1847 pelas mãos de Caldre e Fião. Ele veio a falecer em 30 de março de 1876. CTG Bento Gonçalves reuniu prendas em evento histórico Com o objetivo de resgatar a história da entidade, o CTG Bento Gonçalves realizou, durante a Semana Farroupilha, em seu novo galpão, o encontro de prendas e Fotos: Deolí Gräff Por: Ana Paula Labres que depois da construção do novo galpão, a atual patronagem está trabalhando para colocar em atividade todos os departamentos da entidade. “Queremos colocar o Bento na posição de destaque em que sempre esteve. Para isto precisamos da contribuição de todos”, afirmou. O evento contou com a presença do coordenador da 24ª Região Tradicionalista, Flávio Rodrigues, e do Conselheiro do MTG, Adair da Silva, entre outras lideranças tradicionalistas, como vários ex-patrões. peões. O destaque do evento foi a presença de Nelcy Cattoi Conte, a Nena Conte, a primeira prenda eleita para representar o CTG, em 1955. Ela falou com emoção na oportunidade de poder representar o Bento. “Estou muito honrada em participar deste evento, porque tenho um afeto muito forte por esta entidade”, afirmou Nena. Ela elogiou o novo galpão e disse que o Bento precisa voltar a ser forte como sempre foi. A atual 1ª prenda adulta do CTG, Fernanda Nicaretta, lembrou da contribuição que as prendas e peões deram para a entidade. “É bom saber que tantas pessoas participaram da história do nosso CTG”. O patrão, David Bussmann, disse Belissimo resgate: O Analista de Bagé O Analista de Bagé” Ainda durante os festejos da Semana Farroupilha, o CTG Bento Gonçalves, de Lajeado, sediou na quarta-feira, 18 de setembro, a apresentação de um dos maiores sucessos do teatro brasileiro “O Analista de Bagé”, numa promoção do governo de Lajeado. Livramento de luto Orlando Peres, do CTG Sinuelo do Caverá, faleceu durante o desfile farroupilha. Tristeza no desfile da fronteira. Um cavaleiro morreu, na manhã do dia 20 de setembro, durante o desfile farroupilha de Santana do Livramento, na Fronteira Oeste. Orlando Peres, desfilava pelo CTG Sinuelo do Caverá, quando sofreu um mal súbito e caiu do cavalo. Ele chegou a ser encaminhado para a Santa Casa de Misericórdia, mas não resistiu. O desfile começou pouco depois das 9h, com quase 40 entidades. O Sinuelo do Caverá foi a quinta entidade a entrar na Rua dos Andradas. De acordo com o coordenador da 18ª Região Tradicionalista, Rui Rodrigues, o desfile continuou após o incidente. No entanto, as comemorações da Semana Farroupilha foram interrompidas, em homenagem a Peres. Bandeiras ficaram a meio mastro em respeito à memória do cavaleiro.

[close]

Comments

no comments yet