Eco da Tradição completo - setembro 2013

 

Embed or link this publication

Description

Eco da Tradição com caderno Piá 21

Popular Pages


p. 1

ECO DA TRADIÇÃO - ANO XII - Nº 145 - SETEMBRO 2013 “O tempo e o vento” chega aos cinemas Página 06 Sugestão de leitura para o mês de setembro Página 18 Lançado o ENART 2013. Tá no ENART? Tá no mundo! Foto: Rogério Bastos Foto: Rogério Bastos Paulo Souza e a qualidade dos serviços ao associado OPINIÃO Omar e a chave do sucesso Pág. 02 EDITORIAL Presidente faz balanço Pág. 02 RS - Entre o real e o imaginário do Sul. Lendas do Sul, de Simões Lopes Neto, completa 100 anos. Páginas 03 e 20 Página 08 TEMA 2013 O mate do João Cardoso Desfiles pelo estado representarão o imaginário social no Rio Grande Pág. 04 PELO RS Estreia “O Tempo e o Vento” Pág. 06 NOTÍCIAS Eco da Tradição homenageado Velho Rio Grande sagrado Dos contos, lendas e mitos Teu passado foi escrito E na história eternizado Pra dar vida a este legado De uma maneira especial E esta herança cultural Que hoje se fez tão extensa É povo, é terra e é crença No IMAGINÁRIO SOCIAL Pág. 08 TURISMO NO SUL Conheça o Caraá Pág. 09 NOTÍCIA A luta de Ingrid pela saúde Foto: Antenor Tatsch Junior/ Verso: Jadir Oliveira Filho Revolução Farroupilha (1835 - 1845) Pág. 12

[close]

p. 2

2 Ano XII - Edição 145 Setembro de 2013 EDITORIAL Erival Bertolini - Presidente OPINIÃO *Omar Lopes de Souza Rio Grande Tradicionalista Rua Guilherme Schell, 60 Porto Alegre / RS CEP: 90640-040 Email: imprensa@mtg.org.br www.mtg.org.br mtg-rs.blogspot.com wp.clicrbs.com.br/mtg Contato: 51. 3223-5194 A chave do sucesso Em qualquer espécie de organização, o relacionamento entre as pessoas é o fator mais importante do seu sucesso ou de sua derrocada, principalmente quando se trata de trabalho em grupo. Exemplo disso é o sucesso (ou insucesso) de equipes que disputam jogos, torneios, rodeios, onde a concentração e a força interior de cada um devem estar em seu nível máximo. No meio tradicionalista fica muito identificada essa força que podemos chamar de mística, quando existem as disputas entre grupos de danças e de equipes de tiro de laço, quando a autoestima de cada membro deve ser trabalhada, a fim de que o objetivo do grupo seja alcançado. Por outro lado, caso essa autoestima esteja em baixa, certamente o resultado será contrário à expectativa que se cria nessas disputas. Deixando de lado a competição, podemos transportar essa questão para o interior de nossas entidades, as quais, em sua maioria, carecem de um relacionamento interpessoal que as leve a um patamar de harmonia e desenvolvimento salutar. e de harmonia devem superar quaisquer dificuldades, tornando o movimento tradicionalista um exemplo de cidadania e dedicação. Há vários anos, numa feliz iniciativa do MTG, vem sendo levado a efeito o denominado CFOR (Curso de Formação Tradicionalista), no qual diversos módulos que dizem respeito a toda coletividade tradicionalista são ministrados àqueles que possuem interesse em desenvolver suas aptidões de liderança e aprofundarem seus conhecimentos nesse segmento. Teses como as de Barbosa Lessa e Jarbas Lima são largamente difundidas e discutidas messes módulos, pois retratam verdadeiramente de onde viemos, onde estamos e onde queremos chegar. Somente lamentamos a quase ausência daqueles que mais poderiam tirar proveito dessas palestras e aplica-las no dia a dia de suas entidades: OS PATRÕES. Muitos desses se julgam autossuficientes e senhores do poder, pensando que são semideuses, sem aperceberem-se de que têm sob seu comando pessoas e, como tal, com sentimentos e desejos que se contrariados poderão levar as entidades ao caos. O verdadeiro líder deve ser empático, ou seja, antes de tomar qualquer atitude ou posição ofensiva, deve colocar-se no lugar dos seus interlocutores, sendo este o modo de chegar ao reconhecimento e adesão de sua equipe de trabalho. Esperamos, com sinceridade, que nos próximos CFOR’s possamos ter a alegria de ver no plenário onde se realizam essas atividades, um expressivo número daqueles que, sem o menor conhecimento de liderança, se sacrificam em prol de nosso movimento e para o seu amplo sucesso. A ferramenta está à sua disposição, basta querer usá-la. Presidente faz balanço da gestão e classi�ica como positiva a administração “Sempre MTG” Senhores conselheiros, coordenadores, patrões, patroas, peões e prendas... Com a proposta de manter tudo que está sendo feito e bem feito e rever o que incomodava os tradicionalistas, ouvimos as bases, revisamos a coletânea, interiorizamos nossa administração, nos eventos do MTG, nas regiões respeitamos as administrações regionais, bem como as suas características e utilizamos o potencial local, valorizando o quadro de associados, peões e prendas. As cidades anfitriãs puderam mostrar seu potencial e suas riquezas. As parcerias com o Ministério Público, o Conselho Estadual de políticas sobre drogas e a transparência de nossa administração fizeram com a imprensa escrita, falada e televisiva visse e divulgasse o nosso trabalho. Isso tranquilizou e harmonizou o nosso movimento trazendo de volta a felicidade, tornando o convívio prazeroso. Os cartões tradicionalistas passaram a ser feitos em tempo recorde e nas próprias regiões e, hoje, podemos dizer que este cartão é uma identidade do gaúcho com todos os dados pessoais e da sua entidade. Procuramos, durante estes dois anos e tanto de mandato, evitar qualquer tipo de personalismo, sendo uma diretoria formada por tradicionalistas que querem dar sua contribuição para a preservação dos nossos usos e costumes e os valores morais e éticos que recebemos de nossos antepassados. EXPEDIENTE: SUPERVISÃO: Erival Bertolini DIREÇÃO GERAL: João Hermenegildo Pereira DIREÇÃO DE REDAÇÃO: Rogério Bastos DIAGRAMAÇÃO E DESIGN: Liliane Pappen DPTO COMERCIAL: Evander Bica EXPEDIÇÃO: Ana Debom JORNALISTAS RESPONSÁVEIS: Rogério Bastos (16.834) Liliane Pappen (16.835) Fúlvio Lopes (16.200) ESTÁGIO E REVISÃO: Ticiana Leal IMPRESSÃO: Zero Hora TIRAGEM: 3 mil exemplares A nossa administração tem proposta denida, clara e objetiva. É um sistema de gestão implantado e aprovado pelos que querem o bem do MTG Interagimos com a Secretaria da Agricultura, e acontecerá o tão sonhado inquérito sobre a incidência de anemia infecciosa equina, para que possamos propor um prazo maior, de 6 meses, ou mais, de intervalo entre um exame e outro e, também, a suspensão do decreto que proibia o peão de andar a cavalo. As audiências públicas, como na Assembleia Legislativa, com os Deputados, corpo de bombeiros e outras entidades, conseguimos sensibilizar, e, a lei, que vem ai de prevenção de incêndio, é simples e eficiente, ao alcance de todos e sempre respeitando os CTGs como entidades culturais com suas características preservadas. A nossa administração tem proposta definida, clara e objetiva. É um sistema de gestão implantado e aprovado pelos que querem o bem do MTG. E atenção tradicionalistas: Estão se reunindo, uma minoria, incentivando a turma do “quanto pior, melhor” . Isto está ultrapassado, não constrói, não agrega mais, o povo, que prova a liberdade de escolha e está informado, não é massa de manobra. Está harmônico e não quer voltar ao passado às pilhas de cartões por fazer, sem protocolo de entrada e nem de saída. Este, faliu o modelo. Os tradicionalistas estão acompanhando, vendo e dizendo o que querem. Podem comemorar os festejos farroupilhas com o Rio Grande no imaginário social, com o tranco dos Monarcas e nosso patrono, Gildinho, e a música tema: Eu sou Rio Grande, com Gujo Teixeira e Luciano Maia... e viva o MTG! Atendimento 09 às 12 horas e das 13 às 18 horas De segunda a sexta-feira Valores da Anuidade R$ 839,18 Plena R$ 720,80 Parcial R$ 444,59 Especial Estudantis R$ 128,92 40% do valor é repassado às RTs. Setembro Valor O relacionamento entre as pessoas é o fator mais importante do seu sucesso ou de sua derrocada, principalmente quando se trata de trabalho em grupo. Nos vários anos que militamos no movimento tradicionalista, sempre buscamos transmitir aos membros das patronagens, como também aos associados das entidades, uma mensagem de paz e de confiança mútua, a fim de tentarmos atingir o meio para que esse lindo movimento possa cada vez mais expandir-se e ser reconhecido mundialmente. Os valores de respeito MTG: PRESIDENTE: Erival Bertolini VICE PRESIDENTE DE ADMINISTRAÇÃO: Paulo Cavalheiro de Souza VICE PRESIDENTE DE CULTURA: Neusa Marli Bonna Secchi VICE PRESIDENTE DE EVENTOS: José Gelso Miola VICE PRESIDENTE DE FINANÇAS: Edson Debom Não nos responsabilizamos pelas opiniões publicadas no jornal * Omar Lopes de Souza é advogado e tradicionalista, além de palestrante dos CFORs promovidos pelo MTG. TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 3

Ano XII - Edição 145 AGENDA DO PRESIDENTE AGENDA DO PRESIDENTE NO MÊS DE AGOSTO 02/08 – 10hs – Reunião em Santa Cruz sobre o ENART 02/08 – Santa Maria – JUVENART 03/08 – Encontro de Patrões da 13ª RT no CPF Piá do Sul 05/08 – 20hs – Encontro de Patrões da 12ª RT no CTG Independência Gaúcha 06/08 – 15hs – Homenagem ao CTG Raízes da Querência na Câmara de Vereadores de Novo Hamburgo 06/08 – 20hs – Encontro de Patrões da 2ª RT em Santo Amaro 08/08 – À noite – Posse Nova Patronagem do CTG Erva Mate em Venâncio Aires 10 e 11/08 – Inter-regional de Esteio 12/08 – 10hs – Reunião no Parque da Harmonia com a Nestlé 13/08 – Pela Manhã – Reunião em Venâncio Aires 13/08 – 17hs – Assinar Convênio Semana Farroupilha na SMAN, Rua Carlos Gomes, 2120 13/08 – À noite Reunião na 23ª RT 14/08 – 15hs – Reunião com Schincariol no Parque da Harmonia 16 e 17/08 – Acendimento da Chama Crioula em Santo Amaro 17/08 – 20hs – Jantar de Abertura do 5º Festival Internacional de Porto Alegre no 35 CTG 18/08 – 14hs – Entrega do Diploma de Amigo do Folclore para o Jornal Eco da Tradição na Câmara de Vereadores de Porto Alegre. 19/08 – 8h30m – na sede da ADVB – Rua Celeste Gobbato, s/nº - Praia de Belas – Café da manhã de lançamento da Campanha e talk show “Rio Grande do Sim: O desafio da transformação” com participações: João Ruy Freire (Diretor de Relações Institucionais da Braskem), Péricles de Freitas Druck (Presidente da Habitasul), Ricardo Vontobel (Presidente da Vonpar), Telmo Costa (Presidente da ADVB/RS). 22/08 – 16hs – Solenidade de Inauguração da Sede da Promotoria de Justiça de Vacaria – Rua Vila Lobos nº 43 23, 24 e 25/08 – Inter-regional em Uruguaiana 26/08 – 18h30m - Lançamento da 37ª Califórnia da Canção Nativa do Rio Grande do Sul na casa da Assembleia no Parque de Exposições Assis Brasil, Expointer – Quadra 13, Esteio/RS. 27/08 – 17h30m – Reunião com Secretário Lara na Secretaria do Trabalho – Av. Borges de Medeiros nº 1501/8º andar-Porto Alegre/RS. 28/08 – Manhã – Reunião em Santa Cruz - ENART - Tarde – Prefeitura - 20hs – Coquetel Lançamento do ENART 29/08 – 20hs – Theatro Treze de Maio em Santa Maria – Show Déborah Rosa. 31/08 – 9hs – Reunião Conselho Diretor na Escola Rainha do Brasil Setembro de 2013 ENART 3 ENART é lançado em Santa Cruz do Sul A 28ª Edição do ENART terá �inanciamento pela Secretaria do Estado da Cultura, via lei de incentivo. Prefeitura se compromete em realizar o maior ENART dos últimos anos. Fotos: Rogério Bastos Comissão Executiva do ENART 2013 ENART de todos os tempos e, de preparar a cidade para receber os turistas com muita organização. O Presidente Erival Bertolini acrescentou a preocupação em proporcionar melhores condições aos acampados na estrutura do Parque. Manifestaram-se ainda, o Coordenador da 5ªRT, Luiz Clóvis Vieira, e o veterano Jorge Rohr, que lembrou a importância de Armando Ghewer, tantos anos à frente da comissão que organizou o ENART. Brindaram o evento com musicas o coral do CTG Porteira Velha de Novo Hamburgo e o grupo Sinuelo, de Santa Cruz do Sul. Na noite de 28 de agosto, aconteceu, no salão da Bierhaus, em Santa Cruz do Sul, o lançamento oficial da 28ª Edição do ENART - Encontro de Arte e Tradição. Presentes ao evento, autoridades municipais e estaduais, tradicionalistas e a comunidade santa-cruzense. Representando o prefeito municipal, que teve de viajar, o secretario de desenvolvimento econômico, turismo, ciência e tecnologia, César Antônio Cechinato, disse que a prefeitura de Santa Cruz irá se empenhar em organizar o maior Conselheiros do MTG prestigiaram o lançamento do ENART Inter-regional de Caxias do Sul O Movimento Tradicionalista Gaúcho a Prefeitura Municipal de Caxias do Sul, a 25ª Região Tradicionalista e a Comissão Executiva, têm a Honra de convidar a todos para a Etapa Inter-regional do ENART em Caxias do Sul, que se realizará nos dias 07 e 08 de setembro de 2013, nos Pavilhões da Festa Nacional da Uva. Caxias do Sul, da fé e do trabalho, com sua costumeira hospitalidade, abre as portas para receber as Regiões Tradicionalistas: 7ª RT; 8ª RT; 9ª RT, 11ª RT, 14ª RT, 19ª RT, 25ª RT e 29ª RT. Participe! Caxias do Sul te espera para a 3ª inter-regional do ENART 2013. PALCOS: Palco 1 - Danças Tradicionais (Força “A” e “B”) - pavilhão 2 Palco 2 - Ao lado do restaurante Tulipa - pavilhão 1 Palco 3 - Intérprete Vocal Feminino e Masculino - pavilhão 1 Palco 4 - Causo - Intermediário Palco 5 - Declamação masculino e feminino - Igreja Palco 6 - Dança Gaúcha de Salão - Salão Paroquial Palco 7 - Chula - descida da rampa AÇÃO GRAM PRO SÁBADO - 07 DE SETEMBRO 09h Palco 1 ELIMINATÓRIA: Danças Tradicionais Força B Palco 2 FINAL: Gaita Piano, Conjunto Instrumental Palco 3 ELIMINATÓRIA: Intérprete Solista Vocal Masculino / Feminino Palco 5 ELIMINATÓRIA: Declamação Masculina e Feminina Palco 6 ELIMINATÓRIA: Danças Gaúchas de Salão Palco 4 FINAL: Causo 11h 14h 17h Palco 1 Abertura Oficial Palco 1 ELIMINATÓRIA: Danças Tradicionais Força B Palco 7 FINAL: Chula 3ª Inter-regional Inter-regional 3ª DOMINGO - 08 DE SETEMBRO 09h Palco 1 FINAL: Danças Tradicionais Força B Palco 3 FINAL: Intérprete Masculino / Feminino Palco 5 FINAL: Declamação Masculina e Feminina Palco 6 FINAL: Danças Gaúchas de Salão 14h Palco 1 FINAL: Danças Tradicionais Força A Caxias do Sul Pavilhões da Festa da Uva 07 e 08 de Setembro de 2013 PROGRAMAÇÕES SUJEITAS A ALTERAÇÃO CONFORME NÚMERO DE INSCRITOS. Acompanhe em www.mtg.org.br. TEMA ANUAL: MTG EM DEFESA DA SAÚDE E BEM ESTAR DO TRADICIONALISTA

[close]

p. 4

4 Ano XII - Edição 145 PROSEANDO COM TENÊNCIA Setembro de 2013 O RS NO IMAGINÁRIO SOCIAL VOCÊ SABIA QUE ... Casos e Acasos Por Rogério Bastos O mate do João Cardoso Dos contos gauchescos, que em 2012, completaram 100 anos, gosto muito de falar sobre o mate do João Cardoso. Com certa dedicação da meninada do CTG Glaucus Saraiva, da Luana Raquel e do presidente da ORCAV, Gustavo Bierhals, conseguimos fazer um vídeo que tem se destacado pelo Brasil. Os contos de João Simões Lopes Neto e sua linguagem, representam a sensibilidade e um regionalismo espontâneo como exímio contador de histórias. O conto do “João Cardoso”, é um dos mais populares de Simões e destaca a tradição herdada dos indígenas, a hospitalidade Por Rogério Bastos ... No ano de 1991, no Congresso de Julio de Castilhos (36º) foi aprovado as comemorações do dia do jovem tradicionalista no dia 05 de setembro? A proposta foi do peão Luiz Henrique, do CTG Tiarayú, de Porto Alegre. Tudo o que fazemos em nossas vidas nasce, antes, no imaginário, no mundo das ideias. Foi pensando assim, que João Simões Lopes Neto, nos legou sua maior obra, que é a oportunidade de refletirmos, em 2013, o orgulho de ser gaúcho. Um homem que viveu no século XIX, que viu um gaúcho que seria esquecido pelos tempos, dada a não aceitação pela elite urbana. Mas ele acreditou, escreveu, transformou a imagem, idealizou um gentílico sul-rio-grandense, do qual, todos hoje se orgulham. Gaúchos e campeiros de rostos marcados, pelos tempos e pelas tropeadas, histórias e homens que se perderiam no decorrer das gerações, mas que foram preservados quando Simões Lopes Neto deu voz literária aos habitantes do pampa, e transformou em história os relatos. “(...) estes olhos, pobres olhos condenados à morte, ao desaparecimento, guardarão na retina até o último milésimo da luz, a impressão da visão sublimada e consoladora: e o coração, quando faltar ao ritmo, arfará num último esto para que a raça que se está formando, aquilate, ame e glorifique os lugares e os homens dos nossos tempos heroicos, pela integração da Pátria comum, agora abençoada na paz” - João Simões Lopes Neto O Rio Grande do Sul no imaginário social Os contos gauchescos, que em 2012 completaram 100 anos, podem ser revisitados e adaptados à temas atuais do mate, na roda do chimarrão, bebida típica do gaúcho, o convívio, a solidariedade e a fraternidade do homem rural. Mas vai muito além, mostrando um período da história que os meios de comunicação eram escassos e as novidades vinham pelos viajantes que passavam pelos campos. Já tão pobre, mas sem perder a hospitalidade, tão típica do gaúcho, seu João fazia o convite para um mate, mas ele nunca chegava. Eis ai, a grande característica do “mate do João Cardoso”, a demora, ou simplesmente, aquilo que nunca chega. ... Em 7 de setembro, ao voltar de Santos, Dom Pedro I foi parado às margens do riacho Ipiranga, onde recebeu uma carta com ordens de seu pai para que voltasse para Portugal? Mas que vieram juntas ,outras duas cartas, uma de José Bonifácio, que o aconselhava a romper com Portugal, e a outra da esposa, Maria Leopoldina de Áustria, apoiando a decisão do ministro e advertindo: “O pomo está maduro, colhe-o já, senão apodrece”. Vi dois momentos de Soledade nos últimos doze anos: Por volta de 2001, tempo em que a Bianca Antunes era prenda Juvenil do RS, o Paulo Ernani Kafkle, vice-presidente de eventos do MTG. Depois a cortina se fechou. A luz se apagou. 2013 – Vejo uma turma, completamente comprometida e dedicada, com a Mara Muniz, o Prefeito municipal, Paulo Ricardo Cattaneo, Debora Dorigoni, Thais Bedin, Gisele Freitas (que já foi prenda Mirim do RS) que, como Barbosa Lessa previa, dá novo ânimo às tradições no município. “Claro que, de acordo com cada época, modifica-se a dinâmica e o campo de ação. Mas, no fundo, é tudo a mesma coisa: expressão de amor à gleba e respeito ao homem rural” – Lessa, referindo-se ao levante cultural que acontece em determinadas épocas, motivadas e cheias de energia. Soledade vive este momento. Vamos continuar nos debatendo se não tivermos organização. Quando tem um problema, TODOS acham que podem resolver sozinhos. Só podemos ser fortes UNIDOS. Vendo TV, dia desses, deparei-me com a noticia que a lei voltada para a prevenção de incêndio está trancada, pois, a “bancada da igreja” vendo que seriam afetados fizeram o processo parar. E a bancada da cultura? Por que nunca elegemos pessoas que possam nos dar respaldo com emendas votadas, por exemplo, a reconstruir entidades que sofreram com os desgastes do tempo? O que nos falta para acreditarmos em nós e parar, de uma vez por todas, de puxar para baixo quando alguém vai se eleger para nos ajudar? A “bancada da igreja” no Congresso Nacional está nos dando o exemplo disso. Reflita! 02 e 03/09 – Bagé e Livramento 05/09 – Salvador do Sul 10/09 – Lajeado Grande 12/09 - Piquete da RBS no Parque da Harmonia 13/09 – Gramado – colégio Santos Dumont e Acampamento Farroupilha (2) - Piquete N.S. Aparecida e DTG 12 de Outubro 14/09 – DTG Sangue Nativo no Parque Harmonia 18/09 – Palestra CTG 20 de setembro em Curitiba/PR 20/09 – Jurado do Desfile Temático de Alvorada Soledade Cursos do MTG em 2013 Depósito Banrisul - Ag.: 0100 - C/c 06.066982.0-3 em nome de Movimento Tradicionalista Gaúcho Após passar fax do comprovante com nome e telefone para 51 3223-5194. Maiores informações pelo fone: 51 3223-5194 ou e-mail para cursos@mtg.org.br. Data Curso Inscrição Horário Valor Local/Cidade OUTUBRO Curso 26 Sábado Iniciante e e Até 23/10 09h às 18h - Danças 27 Domingo Tradicionais Porto Alegre Bancada Tradicionalista PARÁBOLA O maior tesouro Diz a lenda que, certa vez, um homem caminhava pela praia numa noite de lua cheia. Pensava desta forma: “Se tivesse uma casa grande, seria feliz”. “Se tivesse um excelente trabalho, seria feliz”. “Se tivesse uma companheira perfeita, seria feliz”. Nesse momento, tropeçou numa sacolinha cheia de pedras e começou a jogá-las, uma a uma, no mar, enquanto dizia: “seria feliz se tivesse...” Assim o fez até que a sacolinha ficou com uma só pedrinha, que decidiu guardar. Ao chegar em casa, percebeu que aquela pedrinha tratava-se de um diamante muito valioso. Você imaginou quantos diamantes jogou no mar, sem parar para pensar? Quantos de nós vivemos jogando fora nossos preciosos tesouros por estar esperando o que acreditamos ser perfeito ou sonhando e desejando o que não temos, sem dar valor ao que temos perto de nossas mãos? Olhe ao seu redor e, se você parar para observar, perceberá quão afortunado você é. Muito perto de ti está tua felicidade. Observe a pedrinha, que pode ser um diamante valioso. Cada um de nossos dias pode ser considerado um diamante precioso e insubstituível. Depende de nós aproveitá-lo ou lançá-lo ao mar do esquecimento para nunca mais recuperá-lo. ... A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes do nosso país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política? Agenda de Palestras no mês de setembro Assine ou renove sua assinatura Rua Guilherme Schell, 90 Bairro Santo Antônio, Porto Alegre/RS CEP 90640-040 Fone 51 3223 5194 lojafcg@mtg.org.br “Boas pessoas não precisam de leis para obriga-las a agir responsavelmente, enquanto as pessoas ruins encontrarão um modo de contornar as leis.” REFLEXÃO Por ir Elom a t Mal (Platão)

[close]

p. 5

Ano XII - Edição 145 DEPARTAMENTO JOVEM Setembro de 2013 RECUERDOS 5 II Seminário da Juventude Tradicionalista aconteceu durante o Acendimento Por Jonathas Oliva e Éridio Silveira O Eco da Tradição publicava há 10 anos: ... Acendimento da Chama Crioula marca o inicio das comemorações Farroupilhas. Chama foi acesa no sítio de Barbosa Lessa. ...Classificados nas inter-regionais de Pelotas e Marau. ... Editorial do Presidente: A fome se resolve com produção. ... Novos CDs da cultura gaúcha chegam ao mercado: José Machado Leal, Luiz Kur e Wladimir Tubino. ... Roque Jacoby faz balanço dos 200 dias de gestão. ... Realizado em Sorriso-MT, o XI Rodeio Crioulo Nacional de Campeões, promovido pela CBTG, teve o RS como grande campeão. ...CTG Lanceiros da Zona Sul prova que dançar não é tudo... Desde 2003 o CTG desenvolve trabalhos artísticos e culturais com a comunidade e com a APAE. ...Era lançada a CARTA DE PIRATINI, que apoiava e pedia apoio à manutenção das Leis de Incentivo à Cultura, durante a 59ª Convenção Tradicionalista Gaúcha. ... um gaúcho no Mato Grosso. Fernando Rosinha Nunes Filho, filho de Fernando e Catia Mirela, de Rondonópolis, traz como herança o sangue de Teixeira Nunes, o famoso “Gavião”, comandante dos Lanceiros Negros, durante a Revolução Farroupilha. ... Léo Ribeiro de Souza, em sua Charge: “...e no Seival morreram tantos que os corvos escolhiam carniça. Comiam só de capitão pra cima.” ... Era o inicio do primeiro desfile temático do RS. Soldado Farrapo – Herói Anônimo, o tema de 2003 ... O tema anual do MTG era - “O tradicionalismo gaúcho como instrumento de inclusão e promoção social” No dia 17 de agosto de 2013, em Santo e a Palestrante Srª Olinda Guilhermina Konrad Amaro do Sul Distrito de General Câmara, oca- pesquisadora e historiadora de Santo Amaro do sião do Acendimento da chama Crioula 2013, o Sul, também tivemos a dinâmica realizada pelas Departamento Jovem Central realizou o II Se- Prendas e Peões do RS. No evento estiveram minário Estadual da Juventude Tradicionalista presente mais de 300 jovens tradicionalistas. O departamento Jovem agradece a na praça central, onde se encontra uma enorme figueira. Figueira esta, que o personagem presença de todos e aproveita a oportunidade Rodrigo Cambará atava seu cavalo quando para convidar os tradicionalistas a participarem ia tomar umas biritas no boteco, no filme ‘Um do XXIII Tchêncontro da Juventude Gaúcha a certo capitão Rodrigo’. Ao redor nos deparamos ser realizado na Cidade de Espumoso no dia 19 com a velha Igreja Matriz (a terceira mais antiga de outubro de 2013. Foto: Rogério Bastos do Estado) e o conjunto de casas bicentenárias em estilo açoriano, serviram de locações em 1971 para as gravações do filme, retratando a parte mais emocionante do romance ‘O tempo e o vento’, de Érico Veríssimo, e dirigido por Anselmo Duarte. O evento teve a participação de dois ex-diretores do Departamento Jovem Central, Airto Timm e Paulo Gonçalves que estiveram palestrando sobre Liderança jovem e retratando a sua vivência no Movimento Tradicionalista Gaúcho, Timm passa sua experiencia para os jovens TEMA ANUAL: MTG EM DEFESA DA SAÚDE E BEM ESTAR DO TRADICIONALISTA

[close]

p. 6

6 VOCÊ SABIA QUE... Ano XII - Edição 145 Setembro de 2013 PELO RIO GRANDE Texto: Eduarda R. Wagner “O tempo e o vento” tem estreia nacional no cinema Aguardado especialmente no Rio Grande do Sul, o filme “O Tempo e o Vento”, adaptação da obra de Erico Veríssimo chega aos cinemas em setembro. A previsão é que entre em cartaz nas principais cidades brasileiras dia 27 de setembro. Mais de 120 atores participam do filme, que depois vai virar minissérie na Globo. Entre eles Thiago Lacerda (como Capitão Rodrigo), Marjorie Estiano (que também vai interpretar Bibiana), Cléo Pires (Ana Terra), Leonardo Machado, Fernanda Carvalho Leite, Janaína Kremer e Mayana Mourax. Pelo menos 14 cenas foram gravadas no Rio Grande do Sul até maio. Uma cidade cenográfica foi construída em Bagé, no Parque do Gaúcho Montenegro), relembra 150 anos de história. Desde a trajetória de sua avó Ana Terra (Cleo Pires), até o final do século XIX. Bibiana narra sua paixão com Capitão Rodrigo (Thiago Lacerda), um romance que atravessa o tempo e prova que o amor é capaz de resistir às guerras. Baseado na maior obra do escritor Erico Veríssimo. CTG Querência da Serra elege suas novas prendas e peões No sábado, dia 3 de agosto, o CTG Querência da Serra de Seberi, pertencente a 17ª Região Tradicionalista, realizou seu concurso interno para escolha de suas prendas e peões. A nova gestão irá representa a entidade pelos quatro cantos do estado durante o ano de 2013 e 2014. Os quesitos avaliativos para escolha se definirão em prova escrita, prova oral, mostra folclórica, artística, apresentação e simpatia. O concurso no total teve vinte participantes, as provas foram realizadas durante todo o dia. O evento foi acompanhado por pais, amigos, familiares e membros da patronagem. Organizado pela prenda e coordenadora cultural da entidade Tatiane Rocha, que diz estar muito orgulhosa do resultado final, pois os candidatos surpreenderam em suas apresentações. ... Os primeiros atores a encenar peças teatrais foram os gregos? Eles montavam espetáculos com cenários, figurinos e utilizavam máscaras para fazer os papéis femininos. Estreia nacional: 27/09 Estreia no RS: 20/09 ... Foi assim que nasceram todas as outras formas do teatro que conhecemos hoje e que tanto gostamos como o teatro de fantoches, de bonecos, de rua, os musicais, as óperas que contam lindas estórias? Por isso comemoramos dia 19/09 o dia do teatro Gestão 2013/2014: Sinopse Em meio ao cerco do casarão de sua família pelos Amarais, a já centenária Bibiana Terra Cambará (Fernanda ... Em 2013 completam 10 anos do falecimento de José Hilário Retamozo, autor de musicas como Poncho Molhado? Foi professor, ensaísta, poeta, compositor e sócio-fundador da Estância da Poesia Crioula onde foi presidente. GTC 20 de Setembro elege as Prendas e Peões gestão 2013/14 Foi realizado no dia 09/08/2013, sexta-feira à noite na sede do GTC 20 de Setembro no bairro Guará a Ciranda Cultural de Prendas e o Entrevero Cultural de Peões para a gestão 2013/2014. Essas prendas e peões irão representar o GTC 20 de Setembro bem como o munícipio de Xangri-Lá e a 23ª RT em suas atividades tradicionalistas (culturais, artísticas e campeiras). A Ciranda e o Entrevero foi realizado pelo o Departamento Cultural do GTC 20 de Setembro. Segue abaixo o resultado: Piazito - Otávio Gomes Sanna Guri Farroupilha - Leandro Borges Serafim 1ª Prenda Pré-Mirim - Jamilli Souza da Rosa 1ª Prenda Mirim - Yasmin Simone Macedo Cardoso 1ª Prenda Juvenil - Kianny Caroline Rosa dos Santos 2ª Prenda Juvenil - Ingrid Mirella Arrueé da Costa Foto: Divulgação 1ª Prenda: Eduarda Regina Wagner 2ª Prenda: Jolvana Silva Sarmento 3ª Prenda: Luana Santana Della Torre 1ª Prenda Juvenil: Carolina Nicaretta Bernardi 2ª Prenda Juvenil: Fabiane Souza da Silva 3ª Prenda Juvenil: Tayline Aguiar Tranquillo Guri Farroupilha: Wagner Stan 1ª Prenda Mirim: Cauane Turchetto 2ª Prenda Mirim: Eduarda Loronha dos Santos 3ª Prenda Mirim: Eloisa Trezzi de Souza Piazito: Gabriel Loronha 1ª Prendinha: Cássia Argenta Dalpicio 2ª Prendinha: Eduarda Ribeiro Guiediel 3ª Prendinha: Julia Heinrich Maurer Bonequinhas: Laura Heinrich Maurer e Estefani Pereira Werner Prendas e Peões do CTG Querência da Serra Foto: Divulgação ... No dia 21 de setembro comemora-se o dia da árvore? Essa data foi escolhida em razão da chegada da primavera (em 2013 primavera chegará dia 22/09 as 17h44min). Painel de dumentária In Data: 28/09/2013 Local: Sede do MTG Valor: R$ 50,00 Nova gestão de prendas e peões do GTC 20 de Setembro - 23ª RT cursos@mtg.org.br ou pelo fone 51 3223 5194 Informações e Inscrições: TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 7

Ano XII - Edição 145 ESPAÇO DO CBTG ESPAÇO DO IGTF Setembro de 2013 7 Por Rodi Pedro Borghetti Os Festejos Farroupilhas Este período em que são realizados os festejos farroupilhas é especial para a sociedade gaúcha. É o momento de relembrar os ideais e as façanhas dos farroupilhas, de valorizar a história sul-rio-grandense, de externar o orgulho que temos da nossa cultura de das nossas tradições. Como sempre ocorreu na história da humanidade, os episódios importantes foram consequência de uma série de outros fatos e do amadurecimento de ideias que, na maioria das vezes, foram vistas, inicialmente, como subversivas. Os episódios importantes, por sua vez, são precursores de alterações sociais e de crescimento da humanidade que, com eles, aprende. É desta forma que devemos perceber a Revolução Farroupilha. O ideário farroupilha foi produto de uma história. ano de 2013 são destacadas aquelas coisas que compõe o imaginário social. As lendas, os mitos, os contos, as crenças nos poderes das benzeduras e das rezas, ou seja, tudo aquilo que compõe os nossos medos e as nossas crenças. Este período é, por tudo isso, muito especial. É um momento de união da sociedade gaúcha. É um momento do ano em que os tradicionalistas precisam se ajudar, se dar as mãos, se respeitar ainda mais do que fazem no ano todo. As eventuais disputas internas, nos CTGs, no MTG, na CBTG, em todas as estruturas do tradicionalismo, devem ser deixadas para depois do dia 20 de setembro. Neste período temos momentos “sagrados”: o acendimento da Chama Crioula, as cavalgadas que cortam o Rio Grande do Sul com bandeiras e com as Por Manoelito Carlos Savaris - Presidente Cavaleiros da Paz - Cavalgada de Portugal “A tribo do pé no estribo” - Continuação Continuamos este mês, a jornada da Cavalgada de Portugal. No dia 20 foram encilhados os lusitanos no promontório de Sagres. Já na partida ocorreu um grave acidente com o nosso companheiro Machadinho que teve sua canela fraturada com 28 fraturas, por um coice de um dos cavalos. A pedido dele mesmo, que foi imediatamente medicado, iniciamos a marcha de 200 quilômetros, assim: 20/04 – de Sagres à Vila do Bispo; 21/04 – da Vila do Bispo à Lagos; 22/04 – de Lagos à Monchique; 23/04 – de Monchique à Silves; 24/04 – de Silves à Lagoa; 25/05 – Inauguração da Equisul (Feira de Equinos) e encerramento da cavalgada; 26/04 – Visita à Equisul onde o Governador do Algarve e o Presidente da Câmara de Lagos recepcionaram os Cavaleiros da Paz. Encerrada a cavalgada o grupo se dispersou. Uns voltaram direto ao Brasil, outros foram visitar a Espanha, outros visitam Santiago de Compostela e outras cidades de Portugal e Espanha. Nesta cavalgada foram confirmados e receberam suas esporas mais dois cavaleiros que tinham cumprido as exigências estatutárias, Elton Griesang e Mário Michel, em cerimônia simples, às portas do Castelo situado em Monchique. Em fevereiro de 2006, à nosso convite os Cavaleiros do Algarve vieram ao Rio Grande do Sul para participar da XXII Cavalgada do Mar. Tivemos a honra e o prazer de receber naquela oportunidade os seguintes cavaleiros e cavaleiras portugueses: José Marreiros, Vera Vieira de Almeida, Lina João, Paula Cavaco, José Manoel Lages Atanasio, Joaquim José Pires, Pedro Manoel Correa de Castro, Orlando Lopes do Rosário, João Vitor Pacheco, Mário Fernando Dias, José Manoel Borges Pinto e Manoel da Costa Alves, nossos queridos irmãos portugueses. Todos eles cavalgaram conosco o trajeto, desde a praia de Torres até a do Magistério. Acampavam nas paradas, ajudavam na hora da bóia conhecendo a nossa culinária, desde o churrasco, carreteiro, quibebe, um espinhaço de ovelha com aipim e outras, sempre saboreando o nosso chimarrão, alguns deles que somente vieram a conhecer aqui e naquela ocasião. Nós, os Cavaleiros da Paz montando cavalos crioulos e eles, Cavaleiros do Algarve montando cavalos lusitanos que tivemos a oportunidade de consegui-los com criadores gaúchos, especialmente com o Dr Mariante e o Dr Renato Renz, proporcionando que as bandeiras de Portugal, do Brasil e do Rio Grande do Sul, desfraldadas, seguissem juntas na cavalgada, fazendo verdadeiras amizades feitas tudo por conta do amor que dispensamos a este extraordinário animal que é o cavalo. Assim foi a etapa II da homenagem dos Cavaleiros da Paz aos 500 anos da descoberta do Brasil. A maior parte dos dados para elaborar este texto foram-me fornecidos pelo confrade José Roberto Diniz de Moraes, visto que eu não tive condições de participar desta magnífica cavalgada por motivo de saúde, na época. Participei sim, da recepção aos Portugueses quando aqui estiveram em 2006, com quem tive o prazer de cavalgar. Este período é, por tudo isso, muito especial. É um momento de união da sociedade gaúcha. É um momento do ano em que os tradicionalistas precisam se ajudar. Não só da história Européia, centelhas da chama, as somas também da história do lenidades de abertura dos próprio Rio Grande. A socie- festejos e as rondas crioulas. dade gaúcha se formou na Os acampamentos adversidade e na disputa farroupilhas, as rondas nos pelo território. CTGs, as mateadas públiDesde o dia 17 de cas, qualquer que sejam as agosto, quando foi acesa a formas de reunir a comuniChama Crioula, na localida- dade em torno da mesma de histórica de Santo Amaro comemoração, devem ser do Sul, município de Gene- feitas com todo o cuidado ral Câmara, até o momento para que não haja exageros, em que ela for extinta, no dia para que não haja aciden20 de setembro, é justo que tes, para que ao final possareverenciemos os heróis far- mos todos nos orgulhar, não roupilhas, é necessário que somente da nossa história, relembremos os fatos e fei- mas da forma como a cotos daquela gente que lutou memoramos. por quase dez anos por melhores e mais justas condições sociais. A par do episódio que denominamos Revolução Farroupilha, temos a história social do nosso EsO Rio Grande do Sul no Imaginário Social tado. Neste Fotos: Arquivo Pessoal No aeroporto em Lisboa no momento da despedida TEMA ANUAL: MTG EM DEFESA DA SAÚDE E BEM ESTAR DO TRADICIONALISTA

[close]

p. 8

8 Ano XII - Edição 145 Setembro de 2013 ATOS E FATOS VOCÊ SABIA QUE... O MATE DO PATRÃO Especial Semana Farroupilha na RBS TV Sucursal da Globo consegue liberação do horário da sessão da tarde, no dia 20, para exibir um programa especial dos festejos A notícia é pra lá de especial: Dia 20 de setembro, feriado no Rio Grande do Sul, para a celebração da data magna, a RBSTV deixará de transmitir a sessão da tarde (liberada da grade da GLOBO, para exibir um programa especial sobre a semana farroupilha, para todo o Rio Grande do Sul. Uma equipe de jornalistas está empenhada em elaborar o roteiro da atração, inédita na emissora, inédita no Rio Grande. “Já pensaram? 1h45min de informações, entrevistas, bastidores, tudo o que envolve esse mundo espetacular da cultura gaúcha? É pra emocionar a todos nós, que lutamos por essa causa. Breve mais detalhes desse momento histórico para a televisão gaúcha!” - Festeja Giovani Grizotti, Repórter Farroupilha do G1, e grande incentivador das tradições gaúchas na RBS. A ideia foi a concretização do trabalho de Alice Urbim, gerente de programação da RBS e da dedicação de Cezar Freitas, diretor de jornalismo da emissora, e palestrante no encontro de comunicadores da cultura gaúcha, em 2012, numa parceria com o MTG. A qualidade que o associado espera Atender as expectativas do associado requer criatividade e trabalho, especialmente nos momentos de crise. A palavra “gestão” sempre foi importante para entendermos como funciona bem uma empresa e seus funcionários, mas tem evoluído para uma cultura mais direcionada e inovadora. Através de recursos e treinamento, os gestores provocam alterações nas relações interpessoais, nas praticas de organização e no desempenho pessoal dos colaboradores. O segredo está na criatividade dos gestores da entidade, em descobrir a estratégia adequada para cada tipo de atividade, saber trabalhar as questões em hora de crise, valorizar as pessoas internamente no CTG. A motivação é um dos fatores fundamentais para que os associados, membros da patronagem e invernadas, percebam a importância do processo de organização da entidade. Cabe aos lideres promoverem os estímulos que vão alinhar os esforços aos propósitos, aos objetivos, para atingir as metas. Nosso foco: Gestão de pessoas, de estratégias, treinamento de pessoal, relações sociais, planejamento para atingir os objetivos, motivar e melhorar nossas entidades. Por Paulo Souza ... Antes da escolha do dia 21 de agosto, acontecia no Brasil, na última semana de março, a festa Anual das Árvores, instituída pelo presidente Castelo Branco, em 1965? ... O Dia Mundial do Surdo é comemorado por membros da comunidade surda de todo o mundo no último domingo do mês de Setembro de cada ano? O objetivo de relembrar as lutas da comunidade ao longo das eras, como por exemplo, a luta em prol do reconhecimento da língua gestual (LIBRAS) nos diversos países do globo Jornal Eco da Tradição é homenageado pela CGF Informativo o�icial do tradicionalismo gaúcho recebeu o diploma de “amigo do folclore” da Comissão Gaúcha de Folclore A Comissão Gaúcha de Folclore, em cerimônia come- do Livro. morativa ao mês do folclore, promoveu entrega de diplomas, “(...) em reconhecimento aos relevantes serviços presoutorgas e medalhas à diversas entidades promotoras do foltados à cultura gaúcha fazendo, das suas páginas, ao clore. O evento aconteceu no dia 18 de agosto, no Plenário longo da sua história, instrumentos para a divulgação, a Otávio Rocha, câmara de vereadores da capital. promoção e a valorização das manifestações das cultuA Estância da Poesia Crioula, representada pelo presidente, Cândido Brasil, recebeu a Medalha Dante de Laytaras populares tradicionais do Rio Grande do Sul”. no, por “notáveis e relevantes serviços prestados para a preservação, promoção, pesquisa e defe- Foto: Rogério Bastos sa do folclore e das manifestações culturais tradicionais populares do Rio Grande do Sul, destacadamente na área da poesia”. A distinção Dante de Laytano também foi para a família Simões Pires, proprietária da Fazenda Boqueirão, em São Sepé, Emiliano Limberger, Nereu do Vale Pereira e Otávio Capuano. Os campeões do ENART foram agraciados com moção de reconhecimento e aplauso para instrumentos de cordas, entre eles, os jovens Guilherme Castilhos (violão) e Gabriel Augustin (viola). Juntamente com o Jornal Eco da Tradição, que recebeu o diploma de Amigo do Folclore, receberam, também, a distinção: Nicea Brasil, Maria Luiza Benitez, o jornalista Tulio Milmann, o João Hermenegildo e Bertolini Jornal Correio do Povo e a Câmara Rio-grandense orgulhosos com reconhecimento ... durante quase dez anos parte da população do Rio Grande ousou enfrentar o Império? Homens que revolucionaram a história do nosso estado em momentos, ora trágicos, ora épicos, ente 1835 e 1845, viviam, em 1834 na província de São Pedro do Rio grande do Sul que contava com uma população de 150.000 habitantes? TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 9

Ano XII - Edição 145 Setembro de 2013 9 Por Jeandro Garcia ENTREVISTA TURISMO NO SUL “Um sonho possível” Djuly Pereira Rutz, 16 anos, cursa o 2º ano do Ensino Médio Politécnico na Escola Técnica Estadual Canguçu. Tem como entidade mãe o Centro de Tradições Gaúchas Raul Silveira. Natural da Princesa dos Tapes, a querida Canguçu, berço de Joaquim Teixeira Nunes. Por experiência, a jovem prenda declara: “quando possuímos um sonho devemos lutar por ele e entregá-lo nas mãos de Deus, porque só ele sabe o que é o melhor para nós” Desde pequena possuía o sonho de participar de um Centro de Tradições Gaúchas, e consequentemente de um Grupo de Invernada Artística, sendo que meu maior objetivo neste sonho sempre foi ser uma Prenda de faixa. No ano de 2010 parte deste sonho realizou-se quando ingressou na invernada juvenil do CTG Raul Silveira, e no ano seguinte, quando concorreu ao título de Prenda Juvenil da entidade, iniciando assim seu atual ciclo de prendados. Eco – Como foi a experiência de concorrer na ciranda de prendas e chegar ao titulo do estado? Concorrer na Ciranda Cultural de Prendas e alcançar o tão almejado título estadual foi algo excepcional, pois esta é a minha primeira trajetória como prenda titulada. Essa jornada rumo a este título foi de suma relevância porque ele me auxiliou em minha vida pessoal, fazendo com que eu tivesse confiança em mim mesma, além de me proporcionar um nível maior de conhecimento sobre a história, a cultura e a geografia de nosso Rio Grande. Eco – Quais teus projetos para a gestão? Além dos projetos que serão realizados juntamente com a Gestão Estadual 2013/2014, pretendo realizar alguns projetos individuais voltados para as Entidades Tradicionalistas, porque acredito que devemos valorizar e fortalecer a base de nosso Movimento, que são os nossos CTGs juntamente com os seus titulados e os seus associados. Eco – O que mais gostas de fazer (passatempo)? Devido possuir o instinto de estar constantemente envolvida com atividades no meio escolar e no tradicionalista, e por me doar intensamente a elas, não possuo muito tempo livre, mas gosto de ler um bom livro, escutar música, olhar filme ou sair com os amigos. Eco – Uma música preferida? “Prenda”, tema da 40ª Ciranda Cultural de Prendas ocorrida em Santa Maria. Eco – Comida? Polenta frita e massas. Eco – Uma frase? “Nunca deixe que lhe digam que não vale à pena acreditar no sonho que se tem ou que seus planos nunca vão dar certo”. Eco – Livro? A trilogia “O tempo e o Vento” e “Senhora”. Eco – Programa de TV? Telejornais. Eco – Rádio que costuma escutar? Não possuo um hábito frequente de escutar programas de rádio, mas algumas vezes acompanho os que valorizam a Cultura Gaúcha Caraá e a nascente do Rio dos Sinos A cidade do Caraá fica a apenas 70km de Porto Alegre, localizando-se na parte oposta dos morros que costeiam a Freeway, entre Santo Antônio da Patrulha e Osório, sendo o acesso por estas duas cidades. Um lugar calmo de gente bem do interior, sinônimo de hospitalidade e boa comida. Embora ainda não esteja bem preparada para o turismo, é capaz de oferecer momentos inesquecíveis a quem visita seus lindos lugares. Dentre seus principais atrativos está o Rio dos Sinos e seus arroios afluentes, onde encontram-se alguns campings com ótima estrutura para receber famílias, casais e amigos no verão. Também é possível hospedar-se em pousadas muito aconchegantes com preço bem acessível, pois é tudo muito simples, mas de muito valor para quem busca este clima interiorano sem falsos cenários, pois se você encontrar uma casa antiga, pode ter certeza, ela estará lá como parte da história do lugar e não para encher os olhos do turista. Também existe a opção de alugar casas mobiliadas na região, a fim de passar curtos períodos como um final de semana. O grande passeio que existe no Caraá é a visita a Nascente do Rio dos Sinos, uma cascata com 120 metros de altura, encravada entre paredões em formato de ferradura, com seu acesso por uma trilha muito sinuosa, onde deve-se ir de tênis ou calçado apropriado, e claro, estar bem fisicamente. Percorre-se em torno de 1,5 km dentro da mata, acompanhando o rio que neste ponto é bem raso, passando por lindas cachoeiras menores e lugares fantásticos. Trajeto total com breves paradas leva-se em torno de 5 horas (ida e volta), por tanto vá cedo, pois a noite torna-se muito difícil passar sobre as pedras. Aproveite que na região existem guias que são muito baratos e vale a pena levá-los junto. Em março acontece a Festa do Feijão e em outubro a FestCana, eventos bem de interior, mas com grande público e muita coisa boa para se comer, beber, dançar e fazer. Mais informações e fotos visite meu blog: www.turismonosul.com.br Foto: Arquivo Pessoal Foto: Turki Lindas paisagens durante a visita à nascente do Rio dos Sinos no Caraá TEMA ANUAL: MTG EM DEFESA DA SAÚDE E BEM ESTAR DO TRADICIONALISTA

[close]

p. 10

10 Ano XII - Edição 145 Setembro de 2013 Desconhecida no cenário do tradicionalismo, Santo Amaro, terra que recebeu os primeiros açorianos que vieram para o Rio Gr Fotos: Rogério Bastos Santo Amaro, em General Câmara, aben Grande parte das edificações existentes em Santo Amaro faz parte do conjunto tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e tiveram importante função no século XIX ou serviram de moradia para personagens históricos. Nos fundos da igreja se encontra o casarão onde nasceu, em 12 e abril de 1773, o herói farroupilha, e primeiro presidente da República rio-grandense, José Gomes de Vasconcelos Jardim, que muitos achavam ter nascido em Pedras Brancas (Guaíba). Perto do balneário do Coqueiro está o sobrado que pertenceu ao chefe do exército Consules homenageados Casal, Lori e Ge Presidente agrace aos tradicionalistas Paulo Gonçalves (c) e Airto Timm (d), palestrantes Chuy pleiteando a chama Imperial durante a Revolução Farroupilha, Chico Pedro, o Moringue, um dos mais temidos pelos farrapos. O cenário histórico foi palco para muitas fotografias de prendas e peões, que levaram como lembrança as imagens de Santo Amaro. Ivan Botelho, coordenador da 2ª região tradicionalista e responsável, junto com Altair Lima da Silva, presidente da comissão executiva da chama, por receber o Rio Grande tradicionalista, falou muito emocionado, em seu discurso: “Na hora que mais precisávamos de recursos públicos, nos foi negado. Mas o prefeito abraçou com a gente, a comunidade abraçou essa causa, por isso estamos aqui, hoje, oferecendo nossa hospitalidade para o Rio Grande.” Erival Bertolini, presidente do MTG, agradeceu aos Momento do acendimento Orley Caramês e Aldo Assis Ribeiro organizado para que os eventos, com nos municípios e promovam o turism onde andamos, por esse Rio Grand ças regionais, os talentos, os artistas que ensaiam nas madrugadas, que pilcha, seu musical” – falou emocion Nésio Alves Correa, o Gildinho que palestrou, na sexta-feira, que an Ivan Botelho e o prefeito de General Câmara Público lotou Santo Amaro cavalarianos, vindos das mais distantes querências, as prendas e peões, que tem tanto trabalho para atingir seus objetivos, os conselheiros e coordenadores, que são o MTG em cada região, e ao poder legislativo do estado presente no evento e representado pelo deputado estadual, Ernani Polo. Agradeceu aos prefeitos que acompanharam suas comitivas, secretários municipais, e lembrou da necessidade da parceria do poder publico com o tradicionalismo Soledade e a 14ª RT com força total

[close]

p. 11

Ano XII - Edição 145 Setembro de 2013 11 nçoa os festejos farroupilhas do Rio Grande do Sul. Fotos: Rogério Bastos rande do Sul, no século XVIII, mostrou um lugar tranquilo, histórico e que deixou saudades. em verso o carinho recebido por onde passou durante seu patronato. Foram entregues os títulos de Cônsul do tradicionalismo para homenageados de fora do estado do Rio Grande do Sul. As regiões tradicionalistas receberam a chama e partiram em cavalgadas para cada canto do estado. A 1ª região tradicionalista recebeu em sua sede, no dia 24 de agosto, depois de percorrer, uma média de 100 km, ficando guardada, diariamente, por uma entidade, até chegar dia 07 de setembro, para cumprir com o ritual que acontece há 66 anos, que é a extinção da pira da pátria e a retirada de uma centelha, como fez Paixão Cortes em 1947. Casal Paulo Souza e Graça elso Miola mo o da chama crioula, aconteçam mo e aqueça a economia local. “Por de, procuramos valorizar as liderans, como essas prendinhas e peões, vendem docinhos para pagar a sua nado o presidente. o, patrono dos festejos farroupilhas, ntecedeu o acendimento, agradeceu Grupo de prendas e peões do RS presentes Foto: Deivis Bueno - Estampa da Tradição Jovens no seminário Gildinho dá entrevista para RBS Foto: Deivis Bueno - Estampa da Tradição “Ser patrono farroupilha É ver naquele candeeiro A chama de um mensageiro Ardendo dentro do peito Eu me sinto satisfeito No meio de tanta gente Ganhar o maior presente Que a vida fez por direito” Nésio Alves Corrêa (Gildinho) Chama Crioula oficial do estado 2ª Prenda da CBTG e presidente da FTG-PC II Seminário da juventude tradicionalista Paralelo ao acendimento da chama aconteceu, na parte da tarde, o II Seminário da Juventude Tradicionalista, promovido pelo departamento jovem do MTG. Foram palestrantes do evento ,Paulo Gonçalves e Airto Glademir Timm, falando sobre o departamento, sua história, liderança e a importância no cenário do tradicionalismo gaúcho. Prendas e peões do Rio Grande do Sul e das regiões, se fizeram presentes, e uma quantia muito grande de jovens, originários de entidades, para aprender com a experiência daqueles que, hoje mais experientes, foram transmitir conhecimento. Criançada aproveitou o dia bonito

[close]

p. 12

12 VOCÊ SABIA QUE... Ano XII - Edição 145 NOTÍCIAS Setembro de 2013 14ª RT apresenta seu grupo regional A luta de Ingrid por sua saúde Enquanto umas se disputam o melhor vestido a Ingrid luta para vestir um novamente, frase da amiga e “tia” Ana Karenina Faltavam dois dias para a realização de um sonho. Ser prenda juvenil graduada do GTC 20 de setembro e representar a sua entidade, como ela mesma dizia, à “tia” Ana Karenina, quando ficou constatada uma doença que levaria para o hospital a prenda Ingrid Mirella Arrué, aplasia medular severa: Foto: Divulgação ... Ana Maria de Jesus Ribeiro, a catarinense que se tornou a grande paixão de Giuseppe Garibaldi, nasceu em 1821 e foi a principal personagem feminina da Revolução Farroupilha? Que apesar de casada, preferiu seguir Garibaldi e lutar na Revolução, aos 18 anos? E que grávida do 5º filho morreu na Itália, de Pneumonia, em 1849? “A aplasia medular é uma doença caracterizada pela deficiência medular, ou seja, disfunção da medula óssea, sendo tal doença separada em dois níveis, a moderada e a grave. A medula do osso é responsável pela produção dos componentes sanguíneos (hemácias, plaquetas, leucócitos). Grupo de prendas e peões da 14ªRT ... Gomes Vasconcellos Jardim, Capitão, nascido em Santo Amaro, foi um dos maiores conspiradores pela ideia republicana? 19/09/1835, Gomes Jardim e Onofre Pires lideraram 200 rebeldes para invadir Porto Alegre 1ª Prenda: Fernanda Luíza Haumpenthal - CTG Guido Mombelli 1ª Prenda juvenil: Fernanda Pinheiro - CTG Osório de Assis 2ª Prenda Juvenil: Luíze França da Rocha - CTG Marciano Brum 1ª Prenda Mirim: Ana Flávia Meira Rosa - CTG Osório de Assis Peão: Robson Soares Pagnussat - CTG Marciano Brum Ingrid está internada no hospital de Clínicas, em Porto Alegre, no setor de oncologia pediátrica. “Foi feito a ciranda dois dias depois da sua internação e, mesmo assim, levei a faixa de prenda simbolizando toda a garra que ela tem de seguir em frente com seus sonhos” – Disse Ana Karenina. Calendário de Rodeios da 3ª RT 07 e 08/09/2013 14 e 15/09/2013 21 e 22/09/2013 28 e 29/09/2013 05 e 06/10/2013 12 e 13/10/2013 CTG OS LEGALISTAS PN NATIVISTA GIRUÁ CETG ALVORADA DOS PAMPAS CTG GUERREIRO DAS MISSÕES SANTO ÂNGELO GIRUÁ CERRO LARGO GUARANI DAS MISSÕES CTG QUERÊNCIA COSTEIRA PORTO LUCENA GTF CEL APARÍCIO BORGES SANTO ÂNGELO CTG PORTEIRA DAS MISSÕES CERRO LARGO ... em 11/09/1835, exaltados pela vitória contra as forças imperiais no Seival, Antonio de Souza Netto proclama a República Rio-grandense? Mas em outubro de 1836, na ilha do Famfa, Bento Gonçalves foi preso por Bento Manoel Ribeiro, que se bandeara para o lado dos Imperiais. 01 a 03/11/2013 30ª RT promove seminário de prendas e peões O grupo de prendas e peões regionais e a diretoria cultural da 30ª RT estará promovendo o 1º Seminário de Prendas e Peões Farroupilha da região. O evento acontece no dia 06 de setembro, na sociedade gaúcha de Lomba Grande, a partir das 19 h. O evento terá palestra de Altair Lima da Silva, da 2ª RT, e da 3ª Prenda do RS, Kelly Rocha. O ingresso será a doação de um brinquedo infantil. “Oi pessoal gostaria de agradecer por todas as orações que estão fazendo por mim, muito obrigado. Hoje eu Foto: Divulgação tive uma grande noticia, a medica me disse que minhas defesas tinham aumentando e, se continuarem assim, (...) terei previsão de alta. Muito obrigado por todas as orações e pelo apoio que estão me dando peço que continuem orando pois, nossa fé, é muito forte e, juntos, teremos um excelente resultado para logo estar junto de vcs. Bjs.....” Ingrid, pelo facebook. Ingrid conta com a solidariedade Seja um doador de medula, veja os procedimentos: 1. Você precisa ter entre 18 e 55 anos de idade e estar em bom estado geral de saúde; 2. Doar uma pequena quantidade de sangue (10ml); 3. Seu sangue será tipado, que é um teste de laboratório para identificar seu tipo HLA; 4. Seu tipo HLA será colocado no cadastro Nacional e no Internacional; 5. Quando aparecer um paciente, sua compatibilidade será verificada; 6. Se você for compatível com o paciente-receptor, outros testes sanguíneos serão necessários; 7. Se a compatibilidade for confirmada, você será consultado para decidir a doação; 8. Você receberá maiores informações e seu estado de saúde será novamente avaliado. TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 13

Ano XII - Edição 145 Setembro de 2013 13 NOTICIAS Cultura Gaúcha é tema de formação para professores Curso também iniciou os preparativos para a Semana Cultural em setembro O professor e assessor de imprensa do Movimento Tradicionalista Gaúcho, Rogério Bastos, ministrou palestra para os professores do município de Passo do Sobrado, com a intenção de qualificar e orientar os docentes acerca do tema da Semana Farroupilha 2013, “O Rio Grande do Sul no Imaginário Social”. Segundo Bastos, é através da simbologia que se pode compreender quem é o gaúcho que cultuamos atualmente, de onde veio e o porquê de nos orgulharmos dele, pois é através de mitos, lendas e dos contos gauchescos que se compreende a construção histórica do mito do gaúcho. O Secretário Cristiano Konzen afirmou que desde que Foto: Divulgação assumiu a pasta da Secretária de Educação buscou valorizar a cultura gaúcha, principalmente atuando dentro das escolas e fazendo dos professores os principais mediadores desse conhecimento. A promoção foi do Departamento de Cultura do município, que segundo sua Coordenadora Zoraia Pereira, a palestra deu inicio aos preparativos para a já tradicional Semana Cultural do município que ocorre junto com as comemorações farroupilhas. “Com esta palestra será possível aprimorar as atividades que serão desenvolvidas em sala de aula e no Desfile Cívico que está programado para o dia 20 de setembro”. A soberana de Passo do Sobrado e prenda do CTG Gaudérios da Querência Karina Nascimento e o Secretário Cristiano fizeram a entrega de um mimo ao palestrante, um troféu rotativo do ENART para que divulgasse o nome do município no MTG e uma cesta de produtos coloniais das Mulheres Guerreiras. “Tradição Gaúcha - o primeiro amor” Nathália Todero Boeira, 13 anos de idade, cursa o 7º ano do ensino fundamental, pertence ao CTG Pioneiros do Laço, da cidade de Esmeralda. “Meu começo no tradicionalismo foi aos 8 anos de idade , desde então comecei a amar e apreciar nossa cultura que é tão rica. Nesses anos concorri em 7 concursos de Prenda mirim do qual tenho minhas 6 preciosas faixas, meu orgulho! Não largo por nada essa cultura que é tão linda e que não tem tamanha em todo o universo!” – conta Nathália. Eco – Como foi a experiência de concorrer na ciranda de prendas e chegar ao titulo do estado? Bom, a experiência de concorrer na ciranda estadual foi feita pela 2ª vez, pois eu já havia concorrido na 41ª Ciranda cultural de prendas, na cidade de Passo Fundo, mas a conquista do titulo foi única, maravilhosa, na minha cidade que já tem 50 anos de existência fui a primeira prenda a conquistar um titulo estadual, então pra mim é um imenso orgulho e uma satisfação chegar a esse titulo. Foi um sonho realizado, 4 anos de dedicação que eu não trocaria um minuto que fosse desses 4 anos, foram anos que me levaram ao meu sonho, desde a 41ª ciranda tracei que de qualquer maneira eu iria atingir meu objetivo, de representar o meu Rio Grande amado! E agora estou aqui eu 2ª Prenda Mirim do Rio grande do sul! Eco – Quais teus projetos para a gestão? Espero que seja uma gestão que seja lembrada pra sempre na memoria dos gaúchos. Que eu possa deixa a minha marca! Eco – O que mais gostas de fazer? Sou uma menina de varias atividades, gosto de fazer tudo que esteja ao meu alcance. Gosto muito de dançar vários estilos de musica , então participo de aulas de danças na minha escola, também adoro cantar musicas nativistas, participo do CLJ de minha cidade. Fora esses que são passatempos mais sérios que exigem um compromisso, também gosto de sair com os amigos, assistir TV, ler, e buscar conhecimentos. Eco – Uma Musica preferida? Gosto muito de Romance de campo e flor, do Lisandro Amaral, entre tantas outras nativistas e de outros estilos. Eco – Comida? Adoro massas.. Eco – uma frase? “Nunca deixe que lhe digam que não vale apenas acreditar no sonho que se tem, ou que seus planos nunca vão dar certo, ou que você nunca vai ser alguém.” Eco – livro? Gosto muito de ler, mas não tenho um livro preferido, gosto de contos, lendas principalmente daqui do RS, também gosto de livros de comedia e de terror. Eco – Programa de TV? Novelas, filmes, programas que transmitam algum conhecimento. Eco – Rádio que costuma escutar? Sinceramente não sou muito de escutar rádio, mas quando escuto gosto de ouvir vários ritmos intercalados. Seminário em Passo do Sobrado O “último mate” de Rubens Sartori O tradicionalismo no Brasil e no mundo ficou mais triste. Faleceu José Rubens Sartori, ex-presidente do MTG do Paraná, da Confederação Brasileira e da Confederação Internacional da Tradição Gaúcha. Acometido de um AVC, Sartori faleceu aos 59 anos de idade, em Campo Mourão, Paraná, dia 25 de agosto e foi sepultado por volta das 17 horas do dia 26, no jazigo da família, onde está o corpo de seu pai. No meio tradicionalista foi presença marcante, sendo um dos fundadores do CTG “Índio Bandeira”, de Campo Mourão - PR. Criou o conhecido “Festival Paranaense de Arte e Tradição Gaúcha” FEPART, que está na sua 13ª edição e cujo troféu aos seus vencedores leva o nome “RUBENS LUIZ SARTORI. 30ª RT indica homenageados Criada pelo Movimento Tradi- vice-prefeito de Campo Bom e Fernancionalista Gaúcho, a Comenda João do Suris Bilhalva, patrão do CTG Camde Barro tem a finalidade de prestar po Verde, de Campo Bom. homenagem a pessoas e entidades A comenda será entregue por tradicionalistas. A homenagem, mate- ocasião da comemoração do aniverrializada em um certificado, enaltece sario do Movimento Tradicionalista os serviços prestados ao movimento Gaúcho – MTG/RS no dia 20 de oututradicionalista, e pelo exemplar amor bro, na cidade de Espumoso. Foto: Divulgação ao Rio Grande do Sul, traduzidos em atos concretos na defesa, manutenção e promoção da identidade cultural do gaúcho. A Coordenadoria da 30ª RT, do MTG/RS juntamente com os Patrões de sua área de abrangência, no ano de 2013, esta indicando para recebimento desta honraria os Srs. Marcos Alfredo Riegel, Fernando Bilhalva com o coordenador da 30ª RT Foto: Turki TEMA ANUAL: MTG EM DEFESA DA SAÚDE E BEM ESTAR DO TRADICIONALISTA

[close]

p. 14

14 VOCÊ SABIA... Ano XII - Edição 145 VICE-PRESIDÊNCIA DE CULTURA Setembro de 2013 Departamento de Esportes nas entidades tradicionalistas A vida é um movimento, o gesto humano é uma das primeiras manifestações de expressão e, por conseguinte, de comunicação entre o ser e o meio em que vive. A realização de atividades motoras, além de exercer papel preponderante no fortalecimento da musculatura, estimula e desenvolve as funções psíquicas. As atividades físicas são metódicas e racionais que se integram ao processo de educação global, visando o pleno condicionamento do aparelho motor, bem como, o desenvolvimento normal das funções vitais e do relacionamento social. Os jogos esportivos nos preparam para a vida e nos tornam adultos bem adaptados ao meio em que vivemos. Praticando esportes aprende-se agir como ente social para cooperar, competir com seus iguais e a submeter-se valorizando as regras sociais. Os esportes praticados, principalmente os jogos tradicionais, trazem uma herança cultural, encerram valores e princípios morais que são considerados seculares e são transmitidos de geração a geração, evoluindo e adaptando-se a cada época, mantendo na essência os elos tradicionais. Os jogos têm como característica principal, não só o lazer, mas a competição. Caracterizam-se pelas regras impostas aos participantes, despertando, principalmente, o gosto pela competição e pelo esforço de tornarem-se valorizados pelo seu grupo. Na competição, o sucesso no jogo — a conquista da admiração do companheiro —, repercutirá positivamente no nível da autoestima. Para Rossini Tavares de Lima “o jogo é competitivo, o que equivale a desejar atingir um objetivo, lutando contra o outro ou contra a sorte”. No Folclore há uma enorme variedade de jogos e devemos praticá-los conforme o interesse. Sobre a Teoria dos Jogos, afirmam os pedagogos, psicanalistas e sociólogos que os jogos servem como: a) modalidade terapêutica, contribuindo para a construção da personalidade; b) excelente exercício preparatório para a vida, lazer, alegria e motivação; c) meio de extravasar o excesso de energia e de vitalidade que leva o indivíduo a jogar. Jean Piaget refere-se aos jogos como “atividades indispensáveis na busca do conhecimento, do desenvolvimento da inteligência, estimulando a destreza, memória, atenção, competição, disciplina, coordenação motora e muscular, sociabilidade, prontidão, limites (saber ganhar e perder), solidariedade e sentimento de respeito com os companheiros do jogo”. O Departamento de Esportes no CTG poderá promover uma série de atividades esportivas e de lazer que venham a despertar o interesse e o gosto dos associados, desde a Invernada Mirim até a Invernada dos Chirus. De igual modo, o Departamento de Esportes poderá ajudar a preservar e divulgar os hábitos, os costumes, enfim, a Tradição e o Folclore rio-grandense. As Entidades Tradicionalistas poderiam realizar atividades em todos os departamentos, tornando-se, assim, uma entidade homogênea. Muitas vezes as entidades estão voltadas exclusivamente a um único Departamento (Artístico, Grupos de Danças), Campeiro, ou de Esportes), ficando de lado, quase sempre, o Departamento Cultural, que as Patronagens deixam de integrá-lo aos demais. Através dos esportes podemos promover torneios, campeonatos entre entidades tradicionalistas, para a integração dos pais e da comunidade, através de excursões com fins culturais e de lazer. Recentemente participei no CTG Glaucus Saraiva, do Grêmio Sargento Expedicionário Geraldo Santana, em Porto Alegre, do “XXl Torneio Benemérito de Truco Cego 2013”, cujo Troféu de Campeão “Neusa Marli Bonna Secchi” levou meu nome. Foi um domingo de muita animação e de constante prontidão, porque todo momento do torneio ouvia-se alto e bom som dizerem “flor”. O convívio alegre, fraterno e bem animado era constante entre os afamados truqueiros no repleto Galpão CTG. Por fim, parabenizando a todos os participantes do torneio de truco, resta-me enfatizar os agradecimentos à Patronagem do CTG Glaucus Saraiva pela homenagem e carinho que demonstraram durante minha estada naquela conceituada Entidade Tradicionalista da 1ª RT/MTG. ... em 06 de novembro de 1836, Piratini é escolhida para ser a capital da república e, Bento Gonçalves, preso, é aclamado Presidente. E que o cargo ficou interinamente com o Gomes Jardim? ... em abril de 1838 os farroupilhas obtém a maior de suas vitórias, tomando Rio Pardo, a tranqueira invicta, e aprisionando a banda imperial, com o maestro Joaquim José de Mendanha, que escreve o hino Rio-grandense? ... no mês de maio, em Camaquã, Giuseppe Garibaldi começa a construir a força Naval farroupilha? ... em fevereiro de 1839, a capital farroupilha é transferida para Caçapava? Neusa Secchi recebendo homenagem no CTG Glaucus Saraiva - Clube Geraldo Santana ... em 29/07/1839 é proclamada a república Juliana ou república catarinense? O ensino e a prática dos jogos tradicionais poderão ser exercitados em forma de oficinas: bocha campeira, truco-cego, truco de amostra, jogo da tava (osso) e o TETARFE (Tejo, Tava, Argola e Ferradura). Para facilitar a realização de oficinas para a aprendizagem dos jogos é necessário, primeiramente, aprender as normas, regras, e as diretrizes para a prática dos esportes. TEMA QUINQUENAL: O MTG ENGAJADO NA CAMPANHA DE COMBATE À CORRUPÇÃO - “LAÇANDO A CORRUPÇÃO”

[close]

p. 15

Ano XII - Edição 145 Setembro de 2013 15 GRANDES PERSONAGENS DA HISTÓRIA ENTREVISTA João Cezimbra Jacques João Cezimbra Jacques nasceu em Santa Maria, no dia 13 de novembro de 1848 foi militar de cavalaria, voluntário na guerra do Paraguai, aos dezoito anos, em 1867, servindo no 2º Regimento de Cavalaria. Lá permaneceu durante três anos e recebeu condecorações do Uruguai, Argentina e Brasil. Seu pai também participou da Guerra do Paraguai, aonde veio a falecer. Em 1901 passou para a reserva no posto de major. Era positivista, discípulo de Augusto Comte. Pioneiro em várias áreas, foi o primeiro a publicar um livro em Santa Maria, “Ensaios sobre os costumes do RS”, participou da criação da Academia Rio-grandense de Letras em 1901. Foi um dos fundadores do Partido Republicano Rio-grandense em 1880. Fundador do Grêmio Gaúcho de Porto Alegre, em 22 de maio de 1898, sendo por isso considerado precursor do Movimento Tradicionalista Gaúcho e seu patrono. Faleceu no Rio de Janeiro, em 28 de julho de 1922. “Persistência é a palavra de ordem” Josué Matter dos Santos, 22 anos de idade, natural da cidade de Santo Augusto – RS, estudante de jornalismo pela Universidade Federal de Santa Maria, CESNORS campus Frederico Westphalen, representante do Centro de Tradições Gaúchas Pompílio Silva da cidade de Santo Augusto – RS. ECO: Como foi a sensação de ver o trabalho reconhecido e chegar entre os 3 primeiros no entrevero, em seu jubileu de prata? A sensação foi incrível, pois sabemos que são muitos jovens correndo atrás de seus sonhos, seus objetivos. E estar entre os três peões do RS, e ver nosso trabalho reconhecido é muito gratificante, resultado de todo o empenho, ajuda e dedicação da família Pompílio Silva comigo, entidade esta que me viu nascer e crescer dentro do tradicionalismo gaúcho e acompanhou minha caminhada tradicionalista até chegar ao Entrevero Cultural de Peões. ECO: Para a entidade de vocês... como foi receber a noticia que seus peões são os destaques estaduais? Para o CTG Pompílio Silva foi um orgulho imenso, pois esta conquista é uma confirmação de que colhemos os frutos de nosso trabalho como entidade tradicionalista, na transmissão de nossos valores éticos e culturais. ECO: Comida? Churrasco, Arroz de china pobre, feijoada, massas entre outros pratos típicos. ECO: Filme? A Casa das 7 mulheres, Continente de São Pedro. ECO: Livro? Além dos livros da bibliografia um bom livro é História do Rio Grande do Sul para jovens de Roberto Fonseca. ECO: Time? Sport Clube Internacional ECO: Escritor? São muitos, porém cito Érico Veríssimo autor da consagrada obra O Tempo e o Vento. ECO: Frase? Nem todos que tentaram conseguiram, porém os que conseguiram é porque tentaram. Esta é a mensagem eu deixo a todos, que por mais difícil que pareça, você tem que tentar, correr atrás do que se quer, lutar por aquilo que acredita, pois quem quer arruma um meio e quem não quer arruma uma desculpa. Me coloco a disposição de todos e fica aqui um abraço bem cinchado deste 2º Peão Farroupilha do Rio Grande do Sul. Emenda contempla evento popular Pela primeira vez, o orçamento da União prevê, de forma concreta, a possibilidade de uma ação que poderá contemplar a cadeia produtiva de um evento popular. Tradicionalismo pode ser o próximo. Porto Alegre comemorou uma grande vitória de seu carnaval: o encaminhamento, pela Comissão de Cultura, da Câmara dos Deputados (CCult), de uma emenda ao projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLN 02/2013) fazendo referência ao espetáculo popular. Abre-se pela primeira vez, no orçamento da União, a possibilidade concreta de uma ação que possa contemplar a ‘Cadeia Produtiva da Economia do Carnaval’. O Deputado Federal Paulo Ferreira foi o autor do requerimento da audiência pública promovida pela Comissão de Foto: Rogério Bastos Cultura, sobre a Cadeia Produtiva da Economia do Carnaval, realizada em junho. “Demos um passo importantíssimo para que finalmente o Carnaval saia da invisibilidade do orçamento federal. Agora é acompanhar atentamente os próximos passos do parlamento para a consagração de nossa iniciativa”, disse Ferreira, ao site SRZD, do Rio de Janeiro. Paulo Ferreira quer uma aproximação com o tradicionalismo gaúcho para poder colocar em emendas, possibilidades de recursos para as cidades realizarem, de melhor forma, os festejos farroupilhas. Conhecedor da grandiosidade do tradicionalismo para os gaúchos, o deputado pretende ajudar as entidade e os municípios à fazerem, desta atividade, uma cadeia produtiva da economia, como é o Deputado quer investir na cultura gaúcha carnaval. Josué Matter - 2º Peão Farroupilha do RS Foto: Rogério Bastos

[close]

Comments

no comments yet