BALANÇO SOCIOAMBIENTAL CRC-ES 2011

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

balanÇo social conselho regional de contabilidade do espÍrito santo sumÁrio apresentação introdução gestão institucional gestão de pessoas gestão de registro fiscalização e desenvolvimento profissional gestão socioambiental balanço social em dados crc espírito santo em 2011 4 7 9 19 23 39 47 55 balanço social 2011.indd 3 14/03/2012 09:51:44

[close]

p. 3

apresentaÇÃo s alve o povo espírito-santense herdeiro de um passado glorioso somos nós a falange do presente em busca de um futuro esperançoso inicio com esses versos do hino do estado do espírito santo com letra de peçanha povo e melodia de artur napoleão para destacar que nesta edição do balanço social do crc-es as belezas e a cultura capixaba estão em foco além dos aspectos relevantes do espírito santo este material traz as ações das áreas administrativa e social realizadas em 2011 pelo conselho e que tiveram a participação efetiva dos conselheiros colaboradores e de toda a classe contábil não há como negar a velocidade das mudanças contábeis por isso o balanço social também atua como uma ferramenta essencial que acompanha a evolução da contabilidade e deixa registradas informações de suma importância para as futuras gerações anchieta enseada azul praia de iriri o balanço social 2011 do crc-es demonstra um trabalho feito com planejamento e transparência dentro da área de responsabilidade e ética seja com a classe ou com a sociedade em geral o importante é que essas ações são realizadas visando melhorias e qualidade de vida para todos também estão em destaque os eventos realizados pelo fortalecimento da educação continuada que levaram aprimoramento e valorização para o profissional contábil capixaba relatÓrio social 2011 4 balanço social 2011.indd 4 14/03/2012 09:51:52

[close]

p. 4

para finalizar ressalto que o balanço social além de mostrar a transparência das ações que a empresa e ou instituição faz por seus profissionais dependentes colaboradores e sociedade a principal função desse relevante material é tornar pública a sua responsabilidade com o social e o ambiental não podemos nunca esquecer que cada dia mais o mundo precisa da união de pessoas em prol do bem e da solidariedade então vamos juntos pra ticar o social fortalecer nosso potencial multiplicador e enaltecer as ações da classe contábil brasileira que fortalecem o crescimento da sociedade em todas as áreas econômica social política e cultural compartilhem não só números e leis compartilhem também ética cidadania e amor cristina amélia fontes langoni presidente balanço social 2011.indd 5 14/03/2012 09:51:56

[close]

p. 5

relatÓrio social 2011 6 serra igreja reis magos balanço social 2011.indd 6 14/03/2012 09:52:01

[close]

p. 6

introduÇÃo o ano de 2011 foi repleto de ações relevantes na área socioambiental em prol dos contabilistas dos colaboradores do conselho e de toda a sociedade capixaba desta forma este importante relatório destaca o planejamento estratégico do crc-es realizado juntamente com os conselheiros equipe de funcionários e profissionais contábeis em eventos com o objetivo de fazer o bem com responsabilidade e eficiência ressaltamos que o balanço socioambiental 2011 também publica os dados contábeis e da parte administrativa para uma melhor visualização o balanço está dividido em cinco partes 1 gestão institucional 2 gestão de pessoas 3 gestão de registro fiscalização e desenvolvimento profissional 4 gestão socioambiental 5 balanço social em dados relatÓrio social 2011 7 balanço social 2011.indd 7 14/03/2012 09:52:09

[close]

p. 7

relatÓrio social 2011 8 casaca balanço social 2011.indd 8 14/03/2012 09:52:15

[close]

p. 8

gestÃo institucional apresenta os dados do conselho como estrutura física organizacional perfil etc relatÓrio social 2011 9 balanço social 2011.indd 9 14/03/2012 09:52:20

[close]

p. 9

crc-es o conselho regional de contabilidade do espírito santo crc-es é uma autarquia criada pelo decreto-lei 9.295/46 como Órgão regional é subordinado ao conselho federal de contabilidade cfc e sua jurisdição abrange todo o estado do espírito santo a base de trabalho dos conselhos de contabilidade está em fiscalizar o exercício da profissão de contabilista assim entendendo os profissionais habilitados como contadores e técnicos em contabilidade portanto para os contabilistas e as entidades contábeis exercerem suas atividades profissionais deverão ser registrados no crc missão promover o desenvolvimento da profissão contábil primando pela ética e pela qualidade na prestação dos serviços realizar o registro e a fiscalização de profissionais e organizações contábeis e atuar como fator de proteção da sociedade visão ser referência nacional e internacional como órgão de profissão regulamentada politicamente articulado e formador de opinião em questões socioeconômicas tributárias técnicas e organizacionais consolidando a profissão contábil como fator de proteção da sociedade valores Ética no trabalho companheirismo responsabilidades profissional e social compromisso confiança transparência respeito trabalho perseverante relatÓrio social 2011 10 balanço social 2011.indd 10 14/03/2012 09:52:21

[close]

p. 10

relatÓrio social 2011 11 balanço social 2011.indd 11 14/03/2012 09:52:23

[close]

p. 11

escritÓrios regionais no ano de 2011 o crc-es atuou em todo o estado com a união do trabalho de 18 escritórios regionais dentre as ações desenvolvidas estão eventos que priorizaram a busca por capacitação e aprimoramento tais como cursos palestras fóruns seminários etc a área de educação continuada esteve sempre em destaque e os profissionais capixabas puderam receber qualificação e se atualizarem para enfrentar as mudanças constantes a seguir os escritórios regionais do crc-es no ano passado 1 alegre e jurisdições divino de são lourenço dores do rio preto guaçuí bom jesus do norte são josé do calçado e apiacá 2 afonso cláudio e jurisdições laranja da terra e brejetuba 3 aracruz e jurisdições ibiraçu joão neiva e fundão 4 baixo guandu 5 barra de são francisco e jurisdições Água doce do norte mantenópolis e ecoporanga 6 cachoeiro de itapemirim e jurisdições vargem alta atílio vivacqua jerônimo monteiro iconha mimoso do sul e muqui 7 castelo 8 colatina e jurisdições alto rio novo marilândia pancas governador lindemberg e são roque de canaã 9 guarapari e jurisdições anchieta piúma e alfredo chaves 10 iúna e jurisdições ibatiba irupi e ibitirama 11 linhares e jurisdições sooretama e rio bananal 12 marataizes e jurisdições presidente kennedy rio novo do sul e itapemirim 13 nova venécia e jurisdições vila pavão e boa esperança 14 pinheiros e jurisdições montanha mucurici e porto belo 15 santa teresa e jurisdições santa maria de jetibá itarana e itaguaçú 16 são gabriel da palha e jurisdições vila valério Águia branca e são domingos do norte 17 são mateus e jurisdições jaguaré pedro canário e conceição da barra 18 venda nova do imigrante e jurisdições conceição do castelo e muniz freire 12 1 10 7 6 18 9 4 8 3 15 2 11 14 5 13 16 17 relatÓrio social 2011 12 balanço social 2011.indd 12 14/03/2012 09:52:24

[close]

p. 12

comissÕes o trabalho das comissões do crc-es tem papel fundamental como representação das especialidades da classe assim como na organização de eventos importantes que levam valorização aos contabilistas capixabas em destaque estão as comissões integração estudantil integração acadêmica educação continuada projeto mulher contabilista assuntos técnicos projeto de contabilidade pública crc jovem e de responsabilidade social informaÇÕes financeiras balanÇo patrimonial comparado 2011/2010 2011 ativo circulante caixa e equivalente caixa créditos de curto prazo outros valores de curto prazo estoques variação patrim diminutiva paga antec ativo nÃo circulante ativo real longo prazo parcelamentos créditos não executados dÍvida ativa executada investimentos imobilizado total 1.812.028,30 991.233,96 772.518,27 12.650,00 29.304,28 6.321,79 9.952.334,47 3.827.345,22 508.756,21 33.418,33 3.285.170,68 6.124.989,25 11.764.362,77 2010 7.135.455,16 211.850,94 6.882.280,19 0,00 36.814,10 4.509,93 6.382.834,61 0,00 0,00 0,00 0,00 6.382.834,61 13.518.289,77 patrimÔnio lÍquido total passivo circulante obrigações trab e previd obrigações de curto prazo demais obrigações curto prazo provisões de curto prazo empréstimo de curto prazo passivo nÃo-circulante empréstimo de longo prazo total do passivo 2011 354.673,50 0,00 14.052,59 6.004,48 100.410,30 234.206,13 2.228.589,74 2.228.589,74 2.583.263,24 2010 196.152,25 17.573,70 91.964,25 22.653,97 63.960,33 0,00 2.471.946,96 2.471.946,96 2.668.099,21 9.181.099,53 10.850.190,56 11.764.362,77 13.518.289,77 relatÓrio social 2011 13 balanço social 2011.indd 13 14/03/2012 09:52:27

[close]

p. 13

balanÇo financeiro comparado 2011/2010 ingressos 2011 receita orçamentária receita extra-orçamentária saldo de banco ano anterior total dos ingressos 4.654.105,88 3.344.502,91 211.850,94 8.210.459,73 2010 3.834.852,25 2.962.296,16 184.068,46 6.981.216,87 despesa orçamentária pagamentos extra-orçamentários saldo do ano seguinte total dos dispêndios dispêndios 2011 3.797.861,57 3.421.364,20 991.233,96 8.210.459,73 2010 3.732.444,30 3.036.921,63 211.850,94 6.981.216,87 balanÇo orÇamentÁrio 2011 receita orÇado a realizado b receitas correntes contribuições exploração de bens e serviços financeiras outras receitas correntes 4.280.000,00 3.209.000,00 554.000,00 303.000,00 214.000,00 4.654.105,88 3.779.614,91 260.628,57 439.524,70 174.337,70 b-a 374.105,88 570.614,91 -293.371,43 136.524,70 -39.662,30 0,00 receitas de capital alienação de bens 20.000,00 20.000,00 0,00 -20.000,00 0,00 -20.000,00 despesas de capital investimentos amortizações de empréstimos total 4.300.000,00 4.654.105,88 354.105,88 total 316.704,60 116.704,60 200.000,00 4.300.000,00 266.561,43 66.561,43 200.000,00 despesas correntes pessoal e encargos uso de bens e serviços financeiras transferências correntes tributárias e contributivas outras despesas correntes despesa orÇado a realizado b 3.983.295,40 1.421.895,00 1.502.538,30 114.862,10 20.000,00 903.000,00 21.000,00 3.532.032,52 1.266.988,09 1.243.431,73 94.021,84 18.829,31 892.130,33 16.631,22 a-b 451.262,88 154.906,91 259.106,57 20.840,26 1.170,69 10.869,67 4.368,78 0,00 50.143,17 50.143,17 0,00 3.798.593,95 501.406,05 superÁvit orÇamentÁrio 2011 r 855.511,93 relatÓrio social 2011 14 balanço social 2011.indd 14 14/03/2012 09:52:28

[close]

p. 14

variaÇÕes patrimoniais exercÍcio 2011 aumentativas contribuições exploração de bens e serviços financeiras outras receitas correntes 5.767.062,35 305.787,98 2.947.265,60 553.736,53 pessoal e encargos uso de bens e serviços financeiras transferências tributárias e contributivas desvalorização e perda de ativos outras variações patrim diminutivas total 9.573.852,46 total diminutivas 1.280.205,38 1.240.525,75 384.870,75 18.829,31 892.158,62 327.406,79 4.622.694,79 8.766.691,39 resultado patrimonial r 807.161,07 notas explicativas Às demonstraÇÕes contÁbeis em 31 de dezembro de 2011 1 contexto operacional o conselho regional de contabilidade foi criado conforme decreto-lei nº 9.295 publicado no diário oficial da união de 28/5/46 e tem como principais atividades o registro e a fiscalização do exercício profissional e o objetivo de registrar orientar disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão de contabilidade em 11 de junho de 2010 a lei nº 12.249 atribuiu ainda aos conselhos de contabilidade a função de regular acerca dos princípios contábeis do exame de suficiência do cadastro de qualificação técnica e dos programas de educação continuada e editar normas brasileiras de contabilidade de natureza técnica e profissional É uma entidade dotada de personalidade jurídica e forma federativa que presta serviço público e tem sua estrutura organização e funcionamento estabelecidos pela resolução cfc nº 1.370/2011 que trata do regulamento geral dos conselhos 2 principais diretrizes contÁbeis 2.1 apresentação das demonstrações contábeis as demonstrações contábeis do exercício de 2011 foram elaboradas em conformidade com a lei nº 4.320/64 e a resolução cfc nº 1.161/09 que institui normas contábeis para os conselhos regionais de contabilidade com observância às normas técnicas criadas pelo conselho federal de contabilidade para elaboração dos demonstrativos contábeis foi utilizado o regime de competência para as receitas e despesas conforme normas internacionais de contabilidade aplicada ao setor público 2.2 ativos circulante e não-circulante as contas do ativo são dispostas em ordem crescente dos prazos esperados de realização divididas em a ativo circulante compreende as contas representativas de disponibilidades ou seja caixa bancos e as contas representativas de créditos da entidade compostos em sua maioria pelos créditos realizáveis até o término do exercício seguinte b ativo não-circulante ­ está representado por direitos realizáveis após o término do exercício seguinte tais como dívida ativa investimentos imobilizado e intangível 2.3 balanço financeiro o balanço financeiro demonstrará a receita e a despesa orçamentárias bem como os recebimentos e os pagamentos de natureza extraorçamentária conjugados com os saldos em espécies provenientes do exercício anterior e os que se transferem para o exercício seguinte as receitas de natureza extra-orçamentárias são ingressos não previstos no orçamento que serão restituídos em época própria como obrigações relativas a consignações em folha fianças cauções etc 3 modificaÇÕes nas prÁticas contÁbeis atendendo aos princípios fundamentais de contabilidade e às normas brasileiras de contabilidade aplicadas ao setor público a partir de 01/01/2011 foi reconhecido o regime de competência para as receitas com a realização deste procedimento é possível visualizar os créditos a receber no curto e longo prazo ou seja cumpriu-se o princípio da competência que estabelece que as receitas e despesas deverão ser reconhecidas independente do recebimento ou pagamento 4 imobilizado e estoque em 2011 realizou-se inventário de todos os bens do imobilizado e com o apoio do cfc foi contratada empresa especializada para avaliação dos ativos a valor de mercado através do ofício circular n 085/12/direx-cfc ­ int cpci nº 003/2012 o controle interno do cfc tornou facultativo a correção dos saldos do imobilizado em virtude de atrasos na conclusão dos trabalhos pela empresa contratada o estoque do almoxarifado encerrou o exercício com um saldo de r 29.304,28 vinte e nove mil trezentos e quatro reais e vinte e oito centavos demonstrado ao custo de aquisição e correspondente a itens de materiais de consumo que se encontra em estoque relatÓrio social 2011 15 balanço social 2011.indd 15 14/03/2012 09:52:28

[close]

p. 15

5 patrimÔnio social o patrimônio social é constituído de recursos próprios sofrendo variações em decorrência de superávits ou déficits apurados em cada exercício o conselho apresenta no exercício de 2011 um superávit de r 807.161,07 oitocentos e sete mil cento e sessenta e um reais e sete centavos decorrente da diferença entre as variações aumentativas e às variações diminutivas 6 patrimÔnio lÍquido a situação do patrimônio líquido apurada no balanço patrimonial encerrado em 31/12/2011 está assim constituída 7 contigÊncias passivas informa-se que existem valores de ações de natureza cível e trabalhista movidas contra o conselho regional de contabilidade do espírito santo cuja obrigação será confirmada somente pela ocorrência ou não de um ou mais eventos futuros 8 transaÇÕes entre partes relacionadas o crc-es repassa mensalmente o valor de 20 vinte por cento de toda a arrecadação excluindo-se as receitas de capital e subvenções devido ao conselho federal de contabilidade na forma de cota-parte que em 2011 totalizou r 864.973,95 oitocentos e sessenta e quatro mil e novecentos e setenta e três reais e noventa e cinco centavos 9 cobertura de seguros o crc-es manteve em 31 de dezembro de 2011 coberturas de seguros contra roubo incêndio e outros sinistros de seus bens móveis e imóveis demostrativo sintÉtico saldo patrimonial ativo circulante ativo não-circulante a 1.812.028,30 9.952.334,47 11.764.362,77 passivo circulante ativo não-circulante b 354.673,50 2.228.589,74 2.583.263,24 resultado final a-b patrimÔnio lÍquido 9.181.099,53 9.181.099,53 vitória 31 de dezembro de 2011 soleane souza de oliveira viana contadora crces 015000/o informaÇÕes jurÍdicas este relatório contém informações sobre a situação processual das execuções fiscais propostas pelo crc-es no ano de 2011 foram propostos 912 processos de execução fiscal referentes a débitos com anuidades multas de eleição e de infração deste total 118 processos foram quitados pelos executados após a citação para pagamento e 179 estão suspensos por motivo de acordo para parcelamento do débito fiscal no curso das execuções 5 cinco processos foram cancelados com base no art 26 da lei nº 6830/80 lef e nenhum processo foi suspenso com base no art 40 da lei nº 6830/80 lef dos processos propostos em 2011 em 31 deles foi requerida e deferida a aplicação do convênio bacen jud pelo juízo com a finalidade de garantir o recebimento dos créditos do crc-es deste ano restam ainda 579 execuções em andamento relatÓrio social 2011 16 balanço social 2011.indd 16 14/03/2012 09:52:29

[close]

Comments

no comments yet