Jornal Empresários

 

Embed or link this publication

Description

julho/2013

Popular Pages


p. 1

® do espírito santo ano xiv nº 163 www.jornalempresarios.com.br julho de 2013 elizabeth nader vitória investe na segurança em sete meses à frente da em sete meses à frente da prefeitura de vitória luciaprefeitura de vitória luciano rezende mostra redução no rezende mostra redução da violência e mais seguda violência e mais segurança para comerciantes rança para comerciantes que tinham suas lojas arque tinham suas lojas arrombadas com frequênrombadas com frequência caderno especial cia caderno especial acordo põe fim na disputa pelo pedágio na br 101 atendendo as normas da comissão de valores mobiliários a ecorodovias publicou fato relevante informando que 27,5 do seu capital será adquirido pela centauro participações s/a composta pelas empresas integrantes do consórcio que movia ação questionando o resultado da licitação para privatização da br 101 página 10.

[close]

p. 2

2 julho de 2013 antÔnio moreira vitÓria/es carlos amorim 13 anos transparÊncia gandini abre a caixa preta da violência o presidente da câmara de vitória vereador fabricio gandini pps promulgou a lei que obriga a prefeitura de vitória a tornar publico exibindo em seu portal na internet o mapa da violência a lei foi vetada pelo então prefeito joão coser pt mas o veto foi submetido à apreciação dos vereadores e derrubado fabrício gandini é o autor da lei página 7 antÔnio moreira benefÍcio rodney parcela dívida e dá desconto a única saída encontrada pelo prefeito rodney miranda para quitar dívida de r 60 milhões herdada da administração anterior foi parcelar os débitos dos contribuintes dando desconto em juros e multas podem usufruir do benefício os contribuintes inscritos em dívida ativa até 31/12/2012 quem quitar o débito à vista tem desconto de 100 sobre juros e multas o contribuinte que preferir o parcelamento tem desconto de 80 página 18 bruno de menezes marcos fÉlix loureiro colunista convidado fiscalização bom para a sociedade e garantia de qualidade às empresas fiscalização é a principal razão de existirem os conselhos profissionais e a regulamentação dos mesmos É ela que garante que o exercício de determinada atividade esteja sendo feita de forma ética e dentro do que está previsto pela constituição na prática as ações de fiscalização tem um papel de escudo da sociedade protegendo-a dos maus profissionais tanto no setor privado quanto na gestão pública por isso o cra-es tem se empenhado em garantir que as empresas cumpram com a lei por meio de diversas parcerias e ações coercitivas e de conscientização junto às empresas e órgãos públicos uma dessas parcerias é com a procuradoria geral do estado do espírito santo pge-es que inclusive rendeu a assinatura do acordo de cooperação técnica o objetivo é trocar informações com o serviço público a fim de melhorá-lo principalmente no que tange aos processos licitatórios esse acordo é importantíssimo para a continuação do trabalho de fiscalização de processos licitatórios pelo conselho agilizando o trâmite dos mesmos e beneficiando as empresas que prestam serviços para o estado e dará maior transparência para a sociedade outro exemplo é o caso do convênio com a junta comercial do espírito santo que permite a orientação e a fiscalização profissional das empresas que exploram campos pri a elegÂncia nó de gravata sem mistério tem muito executivo que não sabe dar nó em gravata publicamos reportagem com um especialista que ensina passo a passo como fazer cinco nós de gravata diferentes um para cada estilo ou ocasião os nós windsor e meio windsor são os mais usados mas o nó simples que ilustra este texto é o grande clássico página 12 vativos da administração e ainda não possuem registro junto ao conselho um exemplo de empresas que tem registro obrigatório no cra são as de locação de mão de obra ainda há a parceria com o ministério público estadual que permite uma maior agilidade no encaminhamento das denúncias formais realizadas pelo cra-es e que complementa as outras ações com o tribunal de contas do espírito santo tce-es o acordo firmado contempla apoio do cra-es no programa de orientação às prefeituras em que foi distribuída a carta de serviços do conselho além disso iremos contribuir na orientação das licitações ocorridas tanto no estado como na municipalidade todas essas ações em conjunto reafirmam a meta do conselho que é a valorização profissional em defesa da sociedade promovendo a importância legal do registro uma vez que muitas dessas empresas insistem em não cumprir a lei a sociedade se beneficia principalmente quando orientamos e fiscalizamos o setor público por lidar diretamente com o dinheiro oriundo de impostos pagos por todos nós e que precisam ser administrados com muita responsabilidade outro ponto a se destacar é que o cra-es intensificou as campanhas das ações fiscalizatórias a pedido conselho federal de administração que designou o ano de 2013 como o ano da fiscalização recomendan do conselhos regionais de todo o país a serem ainda mais rigorosos com relação às ações fiscalizatórias o resultado não demorou a ser visto até maio deste ano o cra-es já autuou mais de 300 empresas de ramos relativos à administração -como por exemplo a de consultoria empresarial segurança e vigilância organização de eventos treinamento por falta de registro cadastral no conselho outras 16 empresas também já foram autuadas por empregar bacharéis em administração sem o registro no cra-es ou áreas diferentes da administração em cargos que deveriam ser exclusivos de administradores outras ações importantíssimas foram as visitas realizadas às comissões permanentes de licitação cpl elas são responsáveis diretas para que a unidade de fiscalização do cra-es batesse o recorde no número de certidões de registro de atestado de capacidade técnica act das empresas que atuam em campos privativos da administração e também o registro dos act s junto ao conselho os principais serviços que se enquadram nesse caso são os de limpeza e conservação transporte com locação de motoristas vigilância e segurança e organização de eventos só no primeiro bimestre de 2013 foram emitidas 865 certidões crescimento de 4,8 em relação ao mes mo período de 2012 esses números mostram o resultado da orientação que o conselho tem feito desde 2011 nas prefeituras em todo o estado sem o registro no cra-es os processos licitatórios ficam sujeitos a serem concorridos por empresas leigas e desabilitadas sem um profissional da administração responsável técnico que responda pelos serviços possibilitando que serviços de má qualidade sejam prestados à população comprometendo a eficiência e a eficácia da gestão municipal tanto as empresas quanto os profissionais registrados no cra-es se beneficiam com a fiscalização o conselho trabalha fortemente para que os cargos privativos da administração sejam de fato ocupados exclusivamente por profissionais da área já as empresas se beneficiam por contratarem funcionários com formação acadêmica específica e com registro no cra-es tendo a conduta ética e profissional sujeita ao código de Ética da profissão mais que isso quem sempre sai como principal beneficiada é a sociedade como um todo porque lhe é garantida a segurança de contar com profissionais habilitados para servi-la da melhor forma possível em todos os setores adm marcos félix loureiro é presidente do conselho regional de administração do espírito santo cra-es

[close]

p. 3

13 anos vitÓria/es julho de 2013 3

[close]

p. 4

4 julho de 2013 vitÓria/es 13 anos chinês será o maior parceiro em 2021 a china terá importância comercial para o brasil mais que estados unidas e américa latina juntos esquisa realizada pela ernst young revela que até 2021 a venda de bens e serviços brasileiros ao exterior irá crescer de 50 a 100 em praticamente todos os setores de exportação do país nesse cenário a china aparece como o principal parceiro comercial do brasil já que as exportações brasileiras para o país passarão de us 44 bilhões em 2011 para us 125 bilhões em 2021 a essa altura o mercado chinês representará mais para o brasil do que estados unidos e américa latina combinados os três setores que experimentarão os maiores aumentos no volume de negócios serão metais combustíveis brutos e minerais o estudo time to tune in latin american companies turn up the volume on global growth rea p lizado em cooperação com a oxford economics traz dados sobre a estratégia de internacionalização de empresas brasileiras e aponta que atualmente 68 das receitas das empresas nacionais que operam fora do país vêm de países emergentes esses países apresentam altas taxas de crescimento e oportunidades para desenvolvimento de negócios que têm atraído cada vez mais empresas incluindo as brasileiras para elas competir no exterior também é um passo importante para que ganhem competitividade e possam se diferenciar no mercado brasileiro comenta andré ferrei ra sócio-líder de mercados estratégicos da ernst young terco baseado em entrevistas com mais de 600 empresários do brasil argentina chile peru colômbia e méxico realizadas entre no vembro e dezembro de 2012 o relatório aponta que a expansão para além das fronteiras nacionais é necessária para preparar as empresas para novos desafios domésticos e estrangeiros o estudo mostra ainda que a estratégia predominante dos brasileiros que investem no exterior é a aquisição de empresas nos países de destino o fato de essas empresas adquiridas já estarem em conformidade tanto com as características do mercado local quanto com a regulamentação internacional explica esse movimento para adequar-se ao ambiente em países que contam com uma realidade bastante distinta da brasileira as empresas têm buscado também diversificar seus cargos de gestão atraindo profissionais com experiência profissional internacional mais informações contidas no relatório as empresas brasileiras vendem em larga escala tanto dentro quanto fora da região latino-americana embora o comércio de mercadorias ainda seja responsável por apenas um pequeno percentual do pib total só 35 dos entrevistados brasileiros no entanto possuem sedes físicas por meio de investimento direto em um ou mais mercados fora da américa latina 50 dos brasileiros entrevistados realizam a maior parte de seus negócios internacionais na américa do norte 40 esperam melhores oportunidades para operar na região nos próximos três anos os principais motivos que levam empresas brasileiras a operar em novos mercados tanto dentro quanto fora da américa latina são o alcance de novos clientes e a necessidade do aumento de vendas as três principais preocupações de uma empresa brasileira ao selecionar um novo mercado são a estabilidade macroeconômica 69 a qualidade da infraestrutura 56 e a estabilidade política 51 61 dos entrevistados dizem que a identificação de parceiros de negócios confiáveis é o maior desafio para uma empresa sediada no brasil que pretende expandir-se internacionalmente 66 das empresas brasileiras acreditam que tornar seu corpo diretivo representativo em termos de mercados globais é a mudança mais importante que terá de ser feita para ter sucesso em novos mercados em segundo lugar na lista com 55 está tornar sua cultura corporativa mais internacional os participantes da pesquisa citam vendas e marketing 61 e tecnologia da informação 49 como as áreas funcionais que vão exigir as mudanças mais significativas para garantir o sucesso de seus planos de expansão internacional eustÁquio palhares foco no retrovisor globalização enquanto fenômeno cultural social e econômico mundialmente percebido já entra na sua segunda década e nós aqui brasil e espírito santo seguimos alienados pela inércia dos paradigmas que a precederam uma visão polarizada do mundo capitalista identificava primeiro e terceiro mundos sendo o bloco da cortina de ferro o segundo mundo outra categorização falava em centro e periferia estabelecendo nítida distinção entre os países desenvolvidos tidos como industrializados e os subdesenvolvidos ou em vias de desenvolvimento a esses cabia prover os industrializados de matérias primas que retornavam aos países periféricos sob a forma de produto com muito mais valor agregado desde a revolução industrial até o advento da globalização industrialização passou a ser sinônimo de desenvolvimento e até hoje se encontram os desavisados para quem o nível de evolução de uma sociedade é medido pela pujança de sua indústria desde os anos 80 com a ideia do carro mundial que a volkswagen da alemanha cogitou lançar retalhando o processo de fabricação em várias etapas a serem executadas em vários países antecipou-se um novo modelo industrial com os avanços em pesquisa e desenvolvimento promovendo uma economia do imaterial a a função fabril passou a ser reservada para os países periféricos principalmente aquelas ostensivamente degradantes como as de processamento de semimanufaturados ou comodities como aqui no espírito santo a verdade é que o conceito de vantagens comparativas passou a considerar a baixa exigência ambiental a profusão de mão de obra de baixa remuneração e grandes populações assim as indústrias internacionalizaram suas cadeias produtivas que passaram a se localizar pela perspectiva do menor custo as etapas produtivas passaram a se redistribuir geograficamente por vários cantos do planeta o que passou a valer de fato é o nível de agregação de valor que cada etapa fabril passa a representar na formação final do produto o que quero afirmar é a inexorabilidade da desindustrialização podemos até tirar proveito da defasagem que existe no brasil em relação às práticas mundiais essa defasagem é clara nos preços extorsivos dos automóveis e da telefonia mas ainda significa uma sobrevida para setores que se alinham pela tradição mas não tem jeito uma nova divisão internacional do trabalho ou da função produtiva está colocada e não como deter a china único país do mundo que pode acentuar suas vantagens comparativas no processo fabril e con tra o qual as demais economias não têm chance já há anos que se fala que tudo que é solido material tende a perder valor para a inteligência ou o conhecimento que está embutido no produto o custo da manufatura é ínfimo já perto do conhecimento e pesquisa que ela contém o exemplo clássico é um super chip cuja base de silício e valor de manufatura custa talvez frações de centavos mas que encerra altíssimo valor agregado em função da pesquisa e desenvolvimento nele contido em artigo recente a senadora kátia abreu mencionou o ipad e o iphone com valor de mercado médio de us 500 cujo valor de manufatura não passa de us 8 ou para ficar no meu exemplo de estimação quantas toneladas de minério ou de aço vale um quilo de viagra quando a china assombrou o mundo há 10 anos com suas vantagens comparativas imbatíveis redesenhou-se uma nova ordem que a predestinava a ser o parque industrial do planeta a base manufatureira do mundo enquanto a Índia se qualificava pela excelência de sua capacitação tecnológica a ser o parque de serviços e p&d ao brasil caberia o não menos importante papel de farm celeiro que pela estraté gica localização e amplitude poderá suprir o mundo de alimentos e energia limpa ou de baixo carbono como diria aquela ministra petista relaxemos mas nem tanto ao ponto de perdermos o timing ou como o pessoal do vídeo fala o delay aquele hiato de tempo que caracteriza a perda de sincronia entre vídeo e áudio temos uma sobrevida industrial que é o tempo de nos prepararmos para essa mudança e podemos tripula-la se atentos à derrocada dos paradigmas abrirmos mãos do velho espírito cartorial das vigarices nacionalistas e dos pruridos de tradição precisamos moldar marcos institucionais inspirados por esse novo tempo essa nova realidade consultando prioritariamente o interesse do consumidor e do contribuinte incentivar não à invasão de produtos ­ que será inevitável mas a invasão das unidades fabris das grandes corporações que aqui queiram se instalar condicionando o franqueamento dos mercados à instalação junto com suas plantas industriais de seus centros de pesquisa e desenvolvimento o avanço tecnológico já produz uma terceira onda industrial que se apresenta com o advento da massificação da tecnologia de impressão em três dimensões de início ela se apresta em escala industrial para a modelagem de protótipos mas é certo que logo logo ela estará tão universalizada nos domicílios como as impressoras os scanners que em um passado recente eram equipamentos restritos mas isso é outro assunto o que importa ressaltar é que mais do que reagir à desindustrialização é necessário entende-la como chance e imperativo de encontrarmos os meios de adequá-la aos nossos atributos identificarmos nossas reais vantagens comparativas nosso potencial de consumo ­ não artificializado por déficits fiscais maquiados pelo governo é uma delas somos dos maiores mercados do mundo nossa mundialmente reconhecida criatividade é outra e nessa transição é forçoso prescrever que as distensões entre capital e trabalho sejam revistas se sindicalistas seguirem lutando por direitos e conquistas sociais que o mercado não está aceitando bancar porque o valor é imposto por padrões internacionais estará simplesmente matando seu hospedeiro a empresa o importante é que os empresários também identifiquem os trabalhadores como parceiros na perspectiva de sócios sem os quais ambos não têm qualquer chance para finalizar com um exemplo a petrobrás está aceitando ainda bancar preços para sua cadeia de fornecedores locais até 25 acima de concorrentes externos até quando eustáquio palhares é jornalista eustaquio@iacomunicacao.com.br

[close]

p. 5

13 anos vitÓria/es julho de 2013 5

[close]

p. 6

6 julho de 2013 vitÓria/es 13 anos editorial a rua é do povo ranstornos no trânsito depredação de patrimônio público e privado e violência policial são os destaques das manchetes dos jornais locais nas últimas semanas no espírito santo e em diversos outros estados brasileiros os protestos que tomam as ruas dos centros urbanos portam diversas bandeiras e levaram a uma série de resultados ­ positivos e negativos ­ para a coletividade o recuo do poder municipal de porto alegre e posteriormente do governo paulista ao aumento dos valores do transporte público foi a primeira resultante positiva da tomada das ruas os movimentos locais reverberaram por todo o país em uma jornada popular inédita nos últimos vinte anos o movimento mais recente dos intitulados caras pintadas pelo impeachment do então presidente fernando collor no entanto em pouco se assemelha com o atual contexto a pauta se expandiu indo além das reivindicações relacionadas a tarifas e qualidade dos serviços de transporte público para uma coletividade de motivações voltadas para a redefinição da pauta política nacional da representatividade das lideranças políticas para os interesses da população e da melhoria dos serviços públicos em geral a redução provisória do pedágio da terceira ponte em vitória foi o marco da conquista dos protestos na grande vitória muitas outras reivindicações hasteadas em bandeiras e cartazes pelas vias das cidades ainda merecem reflexão e medidas práticas em contrapartida seguem ao lado do movimento legítimo as ocorrências policiais que pontuam desde assaltos e arrastões até a violência gratuita com emprego de força desproporcional da polícia militar e dos batalhões de choque sempre mais que assertivos na tentativa de controlar ou seria reprimir os ânimos mais exaltados uma razão de causa e consequência em que não fica claro quem nasceu primeiro se o ovo ou a galinha nessa nuvem turva a única certeza é que a violência é presença histórica e esperada em movimentos populares urbanos tolice pensar que seria de forma diferente a prática da não violência deveria começar por uma polícia preparada para lidar com esse tipo de contexto o que está distante da realidade e deveria terminar com práticas não violentas por parte dos manifestantes ­ que tem dificuldade em distinguir o que é reivindicação e o que é desacato terreno fértil para a instauração do caos a única certeza é que a catarse emocional que levou a juventude às ruas é o resultado do acúmulo de insatisfações ­ coletivas individuais e da falta de transparência em contratos e decisões governamentais em todos os níveis ­ mas é acima de tudo um movimento civil apartidário que briga por uma nova forma de fazer política com respeito à cidadania ao recurso público e aos desejos da população 2013 será certamente um ano a ficar na história registrado por pesquisadores de sociologia política e comunicação resta saber se sobreviverá na memória do povo para as eleições de 2014 delfim netto t retração e stamos chegando ao sexagésimo mês desde a eclosão da crise de 2008 no mercado financeiro americano e a economia mundial continua em retração na comunidade europeia com exceção da alemanha que cresce moderadamente e tem baixo nível de desemprego ­ não se espera crescimento para este ano com suas taxas de desemprego sinistras sustentando o namoro com o caos social os estados unidos que desde o início do ano ameaçam retomar um ritmo decente de crescimento ­ aparentemente puseram as barbas de molho diante da fraca reação da oferta de emprego nos cinco primeiros meses forçando o presidente do fed ben bernanke a manter por mais algum tempo a escandalosa política de afrouxamento monetário pelo menos até que a taxa de desemprego caia abaixo de 7 que ele considera a melhor indicação de retomada firme da atividade econômica os estados unidos e também o brasil pela parceria comercial já estão tendo de lidar com as ondas de choque da desaceleração da economia da china que pela sinalização do presidente de seu banco central zhou xiaochuan não terá como escapar do doloroso ajuste o que foi interpreta do pelos mercados como o aviso de que o gigante chinês vai se contentar com um crescimento do pib de apenas 7 ao ano no curto prazo uma impressão sublinhada talvez pela singeleza da justificativa do sr.zhou conforme registro na mídia há muitos fatores instáveis e incertos e bastante pressão descendente sobre a economia o brasil sofre as consequências dessa retração da economia mundial mas está longe de entrar em estagnação nós vamos crescer menos sem poder contar com estímulos externos internamente precisamos melhorar os níveis de confiança entre o setor privado e o governo a esperança de um crescimento do pib superior a 2 este ano reside na possibilidade de sucesso nas concessões para melhorar a infraestrutura dos transportes em rodovias estradas de ferro e a ampliação de instalações portuárias e dos leilões para as parcerias de exploração do petróleo do pré-sal É possível realizar leilões inteligentes neste segundo semestre especificando claramente o que a sociedade espera das obras de melhoria da infraestrutura e nas condições que permitam ao mercado fixar as taxas de retorno dos empreendimentos não tenho dúvidas de que atendidas essas condições básicas o governo terá bons resultados nossa economia já deu exem plos de superação das enormes dificuldades que teve de enfrentar na crise financeira apesar de manifestações pessimistas que ganharam espaço na mídia recentemente organismos internacionais importantes estão reconhecendo publicamente que o brasil teve um dos melhores desempenhos econômicos do mundo nos últimos cinco ou seis anos isso aconteceu nos piores momentos da crise de confiança que não apenas desorganizou profundamente os mercados financeiros mas abalou e continua abalando a crença de muitas sociedades democráticas no funcionamento do regime de mercado e do próprio sistema representativo antonio delfim netto é professor emérito da fea-usp exministro da fazenda agricultura e planejamento contatodelfimnetto@terra.com.br josÉ dirceu as perguntas que não são feitas m estranho ritual se repete no noticiário econômico da mídia brasileira que consiste em dar voz e espaço a economistas da oposição sempre que algum dado sobre a economia brasileira é divulgado e esses analistas da oposição assim chamados por trabalharem de fato para a oposição ou por serem ideologicamente alinhados a ela sempre têm na ponta da língua a receita para o crescimento do brasil estranhamente apesar do grande espaço que a mídia dedica a esses especialistas raramente eles são instados a responder a duas perguntas muito simples a primeira se os adversários do pt conhecem a fórmula para o crescimento da economia por que o brasil crescia muito menos quando eles ditavam os rumos do país a segunda questão qual foi o resultado dessa fórmula quando ela foi aplicada no brasil como durante o governo fernando henrique cardoso 1995-2002 esses questionamentos são o mínimo que se esperaria de um jornalismo que se quer crítico e imparcial mas o que vemos nas páginas dos grandes jornais e redes de televisão são as pessoas que levaram a economia brasileira à anemia crônica com u portando-se como se tivessem em plena aula direcionada àqueles que de 2003 em diante proporcionaram ao brasil seu maior período contínuo de crescimento e distribuição de renda esses economistas jamais são questionados por seu passado tampouco são cobrados a dar exemplos revelando o que suas teorias causaram quando aplicadas na prática os que criticam hoje são os mesmos que quando conduziam a política econômica brasileira obedeceram ao consenso de washington e à doutrina do estado mínimo com resultados catastróficos para o país o mundo vive desde 2009 sua mais grave crise econômica gerada justamente pela desregulamentação da economia tão defendida pelos tucanos no governo fhc a entrega da economia brasileira às leis do mercado e a privatização irresponsável do patrimônio público levaram o país a uma situação insustentável a reconstrução do país sucateado pelas políticas do estado mínimo tucanas foi um dos grandes desafios da administração petista do governo federal o centro das críticas tucanas é dizer que o pt não mantém o tripé que eles consideram fundamental meta inflacionária câmbio flutuante e responsabilidade fiscal o curioso é que quando estavam no governo os próprios tucanos não praticaram responsabilidade fiscal sua política monetária de câmbio fixo dobrou a dívida interna brasileira e deixou uma inflação de 9,5 dar espaço para esses economistas desfilarem suas críticas portanto não é fazer jornalismo mas fazer uma peça de propaganda eleitoral a condução da política econômica atual é criticada pelos responsáveis por um governo em que a inflação era o dobro da de hoje o crescimento médio era a metade e o desemprego avassalador em média 9 de desemprego quase o dobro do índice atual a taxa básica de juros selic que agora atingiu 8,5 era muito mais alta na era fhc tendo beirado a casa dos 40 o índice mais baixo a que chegou durante o governo fhc foi 15 desde a chegada do pt à presidência da república vimos o brasil crescer e distribuir renda diferentemente do praticado nos governos do psdb de baixo nível de crescimento com o pt e os partidos aliados conduzindo os rumos do país assistimos ao aumento do investimento do governo à expansão das obras de infraestrutura à maior oferta de crédito ao aquecimento do mercado interno à ascensão de milhões de brasileiros à classe média ao aumento do poder de compra ao combate sistemático à miséria e à redução do desemprego e das desigualdades sociais qual é o cabimento então de destacar como se fossem os conselhos mais sensatos as opiniões de quem privatizou e cortou gastos gerando apenas recessão desemprego e derrubando o consumo o investimento e a renda média dos brasileiros talvez porque sejam eles a voz dos rentistas as críticas aos governos do pt são sempre positivas se pautada em dados da realidade com projeções consistentes e que levem em consideração o norte iniciado quando o expresidente lula chegou à presidência fazer do brasil um país desenvolvido com crescimento sustentável baixo desemprego e distribuição de renda qualquer outra iniciativa que arrisque esses fundamentos do novo brasil em construção não merece crédito josé dirceu é advogado ex-ministro da casa civil e membro do diretório nacional do pt zedirceu.com.br É publicado por nova editora empresa jornalística do espírito santo ltda me insc municipal 1159747 cnpj 09.164.960/0001-61 endereço praça san martin 84 salas 111 e 112 edifício alphaville trade center praia do canto vitória espírito santo cep 29055-170 diretor e jornalista responsável marcelo luiz rossoni faria rossoni@jornalempresarios.com.br repórter fotográfico antônio moreira colaboradores antonio delfim netto eustáquio palhares jane mary de abreu e josé dirceu e-mail jornal@jornalempresarios.com.br diagramação márcio carreiro redacao@jornalempresarios.com.br contato comercial comercial@jornalempresarios.com.br telefone 27 3224-5198 site www.jornalempresarios.com.br impressão gráfica jep 3198-1900 as opiniões em artigos assinados não refletem necessariamente o posicionamento do jornal.

[close]

p. 7

13 anos vitÓria/es julho de 2013 7 antÔnio moreira fabrício gandini abre a caixa preta da violência com a promulgação da lei a prefeitura de vitória está obrigada a disponibilizar em seu portal na internet os números da violência democratização e o direito à informação ganharam mais espaço em vitória a partir da promulgação da lei que determina à prefeitura de vitória tornar público o mapa da violência em julho de 2011 o então prefeito joão coser pt vetou a lei aprovada pela câmara de vereadores o veto submetido à apreciação dos vereadores foi derrubado durante uma sessão na câmara de vitória o projeto do vereador fabrício gandini pps transformou-se em lei com a publicação a no diário oficial agora todos os segmentos sociais da capital vão conhecer a realidade da violência contra as pessoas o patrimônio e a segurança pública a lei nº 8496 foi publicada no diário oficial no dia 11 de julho deste ano o estado não poderá mais negar essa informação para a nossa comunidade os setores econômico educacional comercial e industrial deverão ter o índice publicado no site da prefeitura de vitória mensalmente temos que abrir essa caixa preta o projeto não poderia ser vetado alardeou o presidente da câmara de vitória fabrício gandini pps também autor do projeto gandini tem a preocupação de mostrar a realidade que cerca toda comunidade econômica discutir e debater sobre o assunto será um desafio para o poder público no entanto será mais uma colaboração para uma discussão e a participação de toda a sociedade capixaba disse ele é contra que os dados permaneçam em sigilo ou com acesso restrito as pessoas precisam o presidente da câmara vereador fabrício gandini promulgou a lei ter as informações é uma oportunidade única para abrir esta caixa preta não é ironia é necessário ter compromisso com a divulgação da realidade em toda a região de vitória o poder público tem que interpretar como saudável os nossos problemas são esses então vamos proteger as pessoas e o seu patrimônio pura realidade e saudável também para manter a credibilidade finalizou o presidente da câmara de vereadores de vitória jane mary de abreu focar na luz nunca na sombra ida nova todo mundo quer uma vida nova tudo mundo reivindica uma mudança mas poucos são os que se atrevem a mudar.o desconhecido assusta provoca insegurança por isso a grande maioria prefere andar em círculo fazendo sempre as mesmas coisas e o pior esperando resultados diferentes esse é o nó da questão se a gente faz tudo sempre igual o resultado será sempre igual para que a vida possa ser nova é preciso que as pessoas se renovem que se atrevam a ter novos pensamentos novos sentimentos e novas ações o mundo só muda quando a gente muda se você continua preso aos seus pontos de vista se insiste em ter razão sempre se demonstra apego a coisas e pessoas se resiste a passar pelos caminhos desconhecidos é claro que a vida não poderá ser nova para você tudo continuará do mesmo jeito as mesmas queixas as mesmas expectativas o mesmo tédio de sempre não há nada de errado com o mundo nunca houve se você olha para ele e só consegue enxergar o caos é porque dentro de v você há muita escuridão e não pense que o seu estado de espírito está desse jeito em função de fatores externos não adianta culpar o patrão o marido a mulher o vizinho o governo e nem deus você mesmo criou o inferno em que está vivendo foram as suas escolhas e quem sabe a sua rigidez que o levaram ao lugar onde você se encontra agora ninguém tem poder algum sobre você tudo acontece com o seu consentimento consciente ou inconscientemente buscar culpados para situações que nós mesmos criamos só revela uma tremenda imaturidade espiritual a melhor coisa a fazer é se investigar caminhar na própria direção encarar a sombra dentro de você não tem escapatória se alguma coisa precisa mudar neste momento é você investigue-se e você verá que por trás de todo sofrimento existe o apego se a característica da vida é o movimento constante e se em determinado momento você resolveu se apossar de alguma coisa recusando-se a andar pra frente é claro que você vai experimentar um grande sofrimento você está indo na direção contrá ria da vida está se apegando a coisas que não lhe pertencem desobedecendo a lei natural do universo é certo que vai se perder no caminho e experimentar muito desespero e muita dor tem coisa mais triste do que ouvir alguém dizer sou assim e vou morrer assim trata-se de uma pessoa inflexível que está traindo a própria existência totalmente fechada em si mesma acuada diante da vida que é movimento constante ela certamente experimentará muito sofrimento durante a sua existência a dor será sempre proporcional ao seu apego e à sua resistência em aceitar a vida como ela é fluídica impermanente magnífica tudo muda no momento seguinte nada permanece estável estagnado observe as ondas do mar elas vêm e vão nunca se repetem iguais se renovam constantemente são imprevisíveis assim é o sol assim são as plantas e toda a criação divina assim também deveria ser o homem que é parte do todo que não pode se apegar ou resistir ao que existe para se movimentar permanentemente nada tem a promessa de ser eterno na terra tudo muda tudo se renova tudo se transforma tudo nasce e morre tudo passa aceitar a impermanência da vida é caminhar na direção da felicidade que almejamos não se apegar a nada e não resistir a nada é o segredo para a conquista de uma vida harmoniosa e feliz se você sofre da síndrome de gabriela eu nasci assim eu cresci assim e sou mesmo sim vou ser sempre assim gabriela sempre gabriela experimente começar o dia com um pequeno ato de terrorismo contra você mesmo imagine que hoje pode ser o seu último dia na terra que sensação esta informação lhe traz se alguma pressa de viver com mais felicidade brotar dentro de você é sinal de que aconteceu um leve despertar uma nova consciência está nascendo uma mudança está em curso aproveite esse instante de lucidez para fazer silêncio e ir ao encontro da divindade que repousa em você o silêncio tem o poder de nos conectar com a fonte com o nosso deus interior quando você penetrar no espaço sagrado do seu coração perderá o medo da mudança tomará posse de uma coragem ilimitada para seguir em frente abandonará o apego e a resistência deixará de rastejar pela vida para celebrar as bênçãos que nos chegam diariamente começará enfim a desfrutar da verdadeira vida o que a consciência suprema programou para os seus filhos é a felicidade eterna se você me permite um conselho não perca mais tempo com as lamentações e o medo movase com a vida e tudo lhe parecerá deslumbrante e belo a cada amanhecer ideias novas e caminhos desconhecidos não oferecem nenhum perigo eles só nos revelam que somos maiores e melhores do que imaginamos o segredo é focar na luz nunca na sombra sempre na solução nunca no problema somos filhos do dono do mundo tudo que precisamos é honrar a nossa origem divina jane mary de abreu é jornalista consultora de marketing político e empresarial e palestrante motivacional com foco no endomarketing descompressão de ambientes e espiritualidade no trabalho janemaryconsultoria@gmail.com

[close]

p. 8

8 julho de 2013 vitÓria/es 13 anos maiores mais embaixo a briosa mostrou valentia frente aos estudantes e demais manifestantes durante os protesto em vitória e vila velha as imagens gravadas mostram a truculência empregada quando a tropa sobe o morro será que demonstra a mesma disposição arquivo/je o clone a embrapa café desenvolveu técnica que multiplica in vitro a partir de tecido da folha plantas de café arábica com características favoráveis como resistência ao bicho mineiro à ferrugem boa qualidade de bebida e alta produtividade a técnica de clonagem do café arábica só foi possível graça a parceria feita com outras entidades publicas e privadas espionagem no dia 4 de dezembro de 2011 um sistema guardião foi vendido pela dígitro tecnologia dona do sistema o valor da venda foi de r 2.109.843,00 espionagem ii segundo as informações contidas no site da dígitro tecnologia o sistema guardião realiza monitoração de voz e dados e oferece recursos avançados de análise de áudio e identificação de locutores É uma solução feita especialmente para as operações de investigação legal flexível e modular pode ser dimensionada de acordo com a necessidade do órgão de investigação sua interface é 100 web permitindo ao analista acessar o sistema de qualquer lugar de forma segura marcos félix loureiro aristóteles passos costa neto e marcos guerra pós-graduação o setor da construção civil representa 8 do pib do espírito santo e deve crescer 2,5 no brasil em 2013 segundo levantamento da câmara brasileira da indústria da construção cbic por isso a necessidade de ter profissionais qualificados capacitados gerindo as obras se tornou uma das principais preocupações do segmento pensando nisso o cra-es presidido por marcos félix loureiro juntamente com o sinduscon-es presidido por aristóteles passos costa neto e a federação das indústrias do espírito santo findes que tem como presidente o empresário marcos guerra por meio do instituto euvaldo lodi iel tornou possível o curso de pós-graduação em gestão de obras da indústria da construção as aulas começarão dia 13 de agosto na faesa localizada na avenida vitória em vitória mais café diamante incaper 8112 jequitibá incaper 8122 e centenária incaper 8132 essas são as três novas variedades clonais de café conilon lançadas no mês passado pelo governo do espírito santo as novas variedades foram desenvolvidas pelo instituto capixaba de pesquisa assistência técnica e extensão rural incaper em parceria com a embrapa café e o apoio do consórcio pesquisa café coordenado pela embrapa café zanete dadalto prêmio findes de meio ambiente o sistema findes através do sesi-es senai-es e de seu conselho temático de meio ambiente ­ consuma abre as inscrições para o prêmio findes de meio ambiente 2013 o prêmio tem como objetivo incentivar e reconhecer as iniciativas das indústrias e demais partes interessadas do estado do espírito santo na adoção de ações que resultem na melhoria do meio ambiente e da qualidade de vida nas suas áreas de influência as inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 2 de agosto pelo site da findes consumidor o envio do cartão de crédito ainda que bloqueado sem pedido prévio e expresso do consumidor caracteriza prática comercial abusiva e autoriza a indenização por danos morais para a terceira turma do superior tribunal de justiça stj essa prática viola frontalmente o disposto no artigo 39 inciso iii do código de defesa do consumidor fiscalização uma das ações do conselho regional de engenharia e agronomia do espírito santo creaes no primeiro quadrimestre de 2013 foi a regularidade de elevadores prediais no estado no total 4.033 contratos de montagem e manutenção de elevadores o que envolve cerca de mais de sete mil equipamentos receberam fiscalização do conselho o índice de irregularidades encontradas é de 8,3 entre as principais estão falta de anotação de responsabilidade técnica art ausência de contrato entre condomínios e empresas de manutenção e empresas de manutenção atuando de forma irregular fake produtos falsificados estão ocupando espaço no mercado de cosméticos só entre os anos de 2011 e 2012 houve crescimento de 62 na apreensão de mercadorias pela receita federal o valor estipulado dos produtos que entraram ilegalmente no brasil fica em torno de r 4milhões contra a fraude o instituto nacional do seguro social inss criou novas regras para uniformizar a análise de processos de reconhecimento ou revisão de pedidos de benefícios previdenciários com indícios de irregularidades como fraudes a instrução normativa do inss nº 68 determina que se o responsável pelo suposto dano não for identificado pela agência da previdência social aps cópia digital da apuração deverá ser encaminhada para a polícia federal que assumirá a investigação rodney joga duro a comissão interna de fiscalização integrada coifin da prefeitura de vila velha conforme metas traçadas pelo prefeito rodney miranda realizou no primeiro semestre de 2013 seis operações de fiscalização no município em bares restaurantes casas de show boates e ferros-velhos o trabalho foi coordenado pela secretaria de prevenção e combate à violência no total foram fiscalizados 40 estabelecimentos sendo 23 interditados e 17 notificados com duas conduções pela polícia militar por desacato à autoridade e pelo uso de máquina caça-níquel consumidor ii um consumidor endereçou carta ao setor comercial da epdescelsa cobrando explicações sobre a não entrega da conta de luz no domicílio localizado na praia do canto a correspondência foi protocolada dia 23 de abril e até o fechamento desta edição dia 23 de julho nenhuma resposta foi dada fake ii segundo o grupo de vigilância sanitária em cosméticos esses produtos juntamente com eletroeletrônicos cds e dvds encabeçam a lista de itens com o maior número de apreensão.

[close]

p. 9

13 anos vitÓria/es julho de 2013 9

[close]

p. 10

10 julho de 2013 vitÓria/es 13 anos acordo sela a paz na br 101 a centaurus participações ltda vai adquirir 27,5 do capital da ecorodovias pondo fim a uma disputa judicial om quase um ano de atraso após uma disputa judicial o contrato de concessão do trecho da br-101 no espírito santo entre as divisas do estado do rio de janeiro e da bahia foi assinado um acordo de participação acionária de 27,5 feito pela ecorodovias e centaurus participações ltda deu fim à disputa judicial a centaurus participações ltda tem em sua composição acionárias as empresas coimex empreendimentos e participações tervap pitanga mineração e pavimentação contek engenharia e mmf empreendimentos e participações que compunham o consórcio capixaba colocado em segundo lugar no leilão para privatização da rodovia federal a participação da centaurus no capital da ecorodovias só veio a público por cumprimento de norma da comissão de valores mobiliário cvn o fato relevante publicado pela ecorodovias comunicou ao mercado que a centaurus participações c antÔnio moreira ltda vai adquirir 27,5 do capital da empresa o consórcio rodovia capixaba terminou em segundo lugar no leilão do trecho da br 101 e contestou o resultado alegava que havia problemas na documentação da proposta vencedora e obteve liminares judiciais em diversas instâncias que barravam a conclusão do processo o consórcio rodovia da vitória formado pelas empresas ecorodovias e pela sbs engenharia e construções venceu o leilão de trecho da rodovia br-101/es/ba promovido pela agência nacional de transportes terrestres antt a tarifa de pedágio proposta foi de r 0,03391 com deságio de 45,63 sobre a tarifa teto estabelecida pela antt longo prazo a br 101 no espírito santo está sob controle da ecorodovias neste primeiro ano de atuação serão investidos cerca de r 200 milhões ao longo dos 25 anos de concessão serão r 3,2 bilhões as obras de duplicação começam em 2014 sem manutenção adequada a br 101 foi leiloada e no mínimo metade da rodovia 235,7 km estará duplicada até o término do ano de 2019 e mais de 90 estarão duplicados até o término de 2023 a ecorodovias vai administrar 475 km da br 101 no trecho que vai da divisa do espírito santo com o rio até a divisa com a bahia caberá as empresas ecorodovias e sbs engenharia tocar as obras de reforma e ampliação do trecho serviÇo fato relevante a ecorodovias infraestrutura e logística s.a ecorodovias em atendimento às disposições da instrução da comissão de valores mobiliários nº 358 de 03 de janeiro de 2002 conforme alterada informa que juntamente com a sbs engenharia e construções ltda celebrou nesta data um memorando de entendimentos com a coimex empreendimentos e participações ltda rio novo locações ltda a madeira indústria e comércio ltda urbesa administração e participações ltda tervap pitanga mineração e pavimentação ltda contek engenharia s.a e mmf empreendimentos e participações ltda as quais estão constituindo em conjunto a centaurus participações s/a centaurus por meio do qual adquirirão participação de 27,5 do capital social total da eco101 concessionária de rodovias s.a controlada da ecorodovias que explora a concessão do sistema rodoviário br 101 es/ba eco101 e mou respectivamente esta participação de 27,5 do capital social total da eco101 será adquirida dos atuais acionistas da eco101 de forma proporcional às participações destes em seu capital social e representará 41.250.028 ações sendo 20.625.028 ações devidamente integralizadas uma vez cumpridas as condições precedentes previstas no mou quais sejam a submissão da operação à agência nacional de transportes terrestres e a aprovação pelo conselho administrativo de defesa econômica nesta data a ecorodovias detém 80 do capital social da eco101 e após esta aquisição pela centaurus ela deterá 58 o controle da eco101 não será alterado e nenhum acordo de acionistas com a centaurus será celebrado o valor da aquisição das ações quando e se efetivado será de r 20.625.028,00 corrigido pelo equivalente a 100 do cdi ­ certificado de depósito interbancário pro rata temporis desde 5 de junho de 2012 data da capitalização inicial até a data da efetiva aquisição a alienação das ações à centaurus foi aprovada desde que cumpridas as condições precedentes estabelecidas acima pelo conselho de administração da ecorodovias em reunião realizada nesta data nos termos do art 14 incisos vi b e xi de seu estatuto social e busca fortalecer estrategicamente a atuação da eco101 em sua atividade fim tendo em vista que a centaurus é composta por grupos sólidos importantes e com atividades de expressão no estado do espirito santo contando com expertise e conhecimentos que agregarão sinergias redução de custos agilidade e eficiência operacional e aprimoramento do desenvolvimento das atividades da eco101 a companhia manterá o mercado informado sobre fatos relevantes subsequentes principalmente sobre o cumprimento ou não das condições precedentes e a celebração do respectivo contrato de compra e venda de ações caso aplicável e nos termos da legislação vigente são paulo 05 de julho de 2013 marcello guidotti diretor de finanças e de relações com investidores

[close]

p. 11

13 anos vitÓria/es julho de 2013 11

[close]

p. 12

12 julho de 2013 vitÓria/es 13 anos bruno de menezes nó de gravata sem mistério as combinações variam de acordo com a cor do terno e da camisa devendo manter a estética segundo as novas tendências da moda m acessório que não pode faltar no guarda-roupa de um homem são três opções de cores de gravatas a gravata representa elegância respeito e status e sabendo a forma correta de combinar ela pode mudar completamente o visual masculino escolhida a camisa fica fácil decidir qual é a gravata mais adequada as camisas claras são a opção mais segura pois aceitam praticamente todos os tons e desenhos de gravata a dica do personal stylist marcos eduardo altoé é que sejam ao menos um tom acima do tecido da camisa os ternos clássicos como preto e azul marinho abrem espaço para gravatas rosadas esverdeadas azuis e até mesmo as cinzas quando o terno ou a camisa é que estão na cor cinza a produção pede o acessório no efeito `tom sobre tom o traje cinza chumbo é ideal quando combinado com camisa branca e gravata preta para as gravatas estampadas a dica é combinar uma das cores da estampa com a cor da camisa geralmente a cor predominante ressalta o acessório um pouco incômodo para o clima do brasil ganhou novas propostas e os jovens marcos eduardo altoé explica como dar o nó perfeito u tipos de nÓs windsor meio windsor simples É o grande clássico de nós de gra duplo pequeno ele adequa-se particularmente às É para grandes ocasiões necessita cair entre as duas partes do colarinho e esconder o último botão da camisa É menos espesso e mais fácil de realizar do que o windsor feito em gravatas finas ou pouco espessas muito parecido com o nó simples É perfeito com todas as gravatas com à exceção das muitas espessas vata perfeito para os homens de média ou elevada estatura gravatas espessas ou às camisas com colarinho apertado serviÇo clarindo localizaÇÃo rua josé neves cypreste 870 loja 1 jardim da penha vitória telefone 27 3314-3712 estão redescobrindo a gravata os modernos estão aposentando nos paletós e investindo em combinações cheias de atitude a camisa de alfaiataria continua o que muda são os complementos jeans cardigãs e jaquetas de couro explica a gravata também chama a atenção nos detalhes de todos os itens como forro entretela e acabamento de costura as gravatas italianas de corte impecável em seda pedem cuidados especiais o que pode dificultar o seu armazenamento por isso o mais indicado seria optar pelas confeccionadas em jacquard de seda que amassam menos quando guardadas corretamen te aconselha a inovação segundo altoé fica por conta das gravatas de algodão o tecido leve proporciona uma liberdade infinita em termos de estamparia e para respeitar a harmonia entre camisa e gravata e acertar com os ternos em risca de giz compor o visual com gravatas em padrão xadrez ou listras diagonais é sucesso garantido dar o nó na gravata nem sempre é fácil para facilitar a vida de quem se estressa com essa atividade o jornal empresários ensina como se desenvolver bem dessa função a partir de agora quatro dos onze nós mais conhecidos podem ser feitos sem nenhuma dificuldade.

[close]

p. 13

13 anos vitÓria/es julho de 2013 13

[close]

p. 14

14 julho de 2013 vitÓria/es 13 anos

[close]

p. 15

13 anos vitÓria/es julho de 2013 15 arquivo/je turismo no brasil cresce 20 mais que a média turismo internacional no brasil bateu um novo recorde histórico em 2012 segundo números do ministério do turismo com 5,7 milhões de estrangeiros o brasil teve um crescimento de 4,5 em relação a 2011 superando em 20 o resultado mundial divulgado pela omt organização mundial de turismo crescimento de 3,8 graças ao empenho do trade turístico do governo federal como um todo que tem atuado na melhora de serviços que contam na avaliação dos produtos turísticos e também às inovações na promoção internacio a região de montanhas encanta os visitantes com recorde de 2012 brasil tem um dos melhores resultados com visita de 5,7 milhões de turistas estrangeiros o nal conseguimos um resultado que certamente nos coloca no rumo dos 6 milhões de turistas este ano avalia o presidente da embratur flávio dino o resultado do ano passado mostra que o governo da presidenta dilma caminha na direção certa da preparação dos megaeventos garantindo uma boa imagem do país no exterior avalia dino É isso que temos mostrado em campanhas publicitárias ações de relações públicas e nos eventos realizados nos principais emissores como américa latina e europa além dos brics as ações vêm dando resultado o brasil obteve este ano um dos melhores resultados no aumento de entrada de turistas do mundo o aumento do fluxo de entrada de estrangeiros no país foi maior que o da frança espanha itália turquia e méxico que são importantes destinos turísticos no mundo o resultado do brasil foi superior à média mundial 3,8 e aos das américas 3,7 américa do sul 4,2 e países emergentes 4,1 os países da américa do sul foram os que mais contribuíram para esse resultado com um total de 2,8 milhões de turistas 7,4 a mais que em 2011 entre eles a argentina principal emissor para o brasil aumentou sua participação em 4,9 foram 1,59 milhão de turistas em 2011 e 1,67 milhão em 2012 o chile com aproximadamente 250 mil turistas passou a ocupar a 5ª posição no ranking de países emissores acumulando um crescimento de quase 25 em relação a 2010 os estados unidos continuam como segundo principal mercado emissor de turistas para o brasil apesar da queda de 1,4 no número de turistas registrada em 2012 a participação do continente europeu no número de turistas foi cerca de 30 com um total de 1,65 milhão de turistas 1,9 a mais que no ano anterior entre eles a alemanha passou a ser o 3º país emissor seguido de itália e frança nas 7ª e 8ª posições respectivamente o número de chegadas cresceu em todos países componentes dos brics destaque especial para a china que passou em 2012 a integrar o grupo dos 20 maiores países emissores de turistas para o brasil e registrou um aumento significativo com relação a 2011 cerca de 18 o número de turistas residentes na rússia aumentou 12,5 em 2012.

[close]

Comments

no comments yet