Coope Notícia | Edição 24 | Abril/Maio | 2013

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

santa maria de jetibá janeiro a abril de 2013 nº 24 ano 5 exportação coopeavi foi selecionada para exportar café para cuba p 10 gastronomia coopeavi lança o guia gastronômico cesto de ovos em santa maria de jetibá p 4 mais de 60 jovens no es participaram do jovemcoop o programa juventude cooperativista jovemcoop antigo fojolico começou a levar uma educação diferenciada para os jovens do campo capixaba em 2008 com o objetivo de formar líderes no setor cooperativista o programa está presente em diversos estados do país e hoje o espírito santo é uma referência nacional desde o último ano o programa deixou de ser chamado de fojolico e ganhou o nome de jovemcoop o programa capacita os jovens para gerir um negócio competitivo e desenvolver habilidades de liderança despertando o interesse do jovem pelo negócio cooperativo o curso tem duração de 18 meses com aulas quinzenais aos sábados atualmente existe mais de 60 jovens faz o curso divididos em duas turmas uma em santa continuação na página 2 maria pré-assembleias aproximam os cooperados da coopeavi mais de 1000 cooperados participaram das pré-assembleias e da assembleia geral ordinária da cooperativa agropecuária centro serrana pág 6 a construção da nova fábrica está em fase de edificação no polo industrial de baixo guandu pág 7 nova fábrica de ração para ruminantes sustentabilidade e encontro dos gtec s iii encontro de café conilon descascado competitividade em minas gerais a cooperativa precisa ser sustentável e sempre agregar valor ao cooperado enfatiza lima p.8 especialistas em cafeicultura se reuniram em poços de caldas para discutir soluções para o setor p 9 mais de 150 cafeicultores prestigiaram o evento realizado na cidade de santa teresa p 11

[close]

p. 2

por dentro da coopeavi coope notícia 2 palavra da diretoria o jornal coopenotícia mudou nova forma mais prático e também com novo conteúdo nesta edição trouxemos informações técnicas sobre a irrigação área de extrema importância para o produtor tanto que criamos um setor exclusivo dentro da cooperativa ampliando os serviços da consultoria técnica falando nisso possuímos a maior equipe privada do estado atendendo aos associados focada na melhoria da qualidade e na segurança alimentar para ter direito a este benefício basta o produtor fazer negócios com sua cooperativa estamos incentivando cada vez mais a participação do associado prova disto foi amudan ç anoestatu to q u e concedeu ao produtor receber parte do capital integralizado em crédito nas lojas coopeavi estamos devolvendo a confiança que o produtor depositou na cooperativa aproveite seu jornal informe-se d e fe ndaseupatrim ô nioe participe de sua coopeavi a diretoria comemoração do dia internacional da mulher o dia 8 de março foi um dia diferente na coopeavi afinal esse é o dia que se comemora o dia internacional das mulheres cerca de 60 colaboradoras que dedicam integralmente seu dia para trabalhar na cooperativa foram surpreendidas com um kit maquiagem em suas mesas durante o ano temos várias datas comemorativas ou seja um dia para que possamos parar refletir e homenagear aquelas pessoas que fazem a diferença no dia-a-dia parabéns mulheres pelo seu dia colaboradoras reunidas na recepção da matriz da coopeavi em santa maria de jetibá continuação jovemcoop informativo para distribuição interna coopeavi cooperativa agropecuária centro serrana santa maria de jetibá es ano v nº 24 diretoria executiva argêo joão uliana presidente arno potratz vice-presidente denilson potratz diretor comercial conselho vogal adolfo kruger alfeu scota avelino hell claudio oerley novelli solimar plaster willian espíndula conselho fiscal ederson jacob elimar schwambach e sigmar miertschink gerÊncias executivas carlos alberto lima marcelino bellardt fábio júnior braga daniel piazzini neves ediÇÃo reportagem diagramaÇÃo domicio faustino souza ramal 4830 imprensa@coopeavi.coop.br av francisco schwartz 88 centro santa maria de jetibá es cep 29.645-000 telefones 27 3263-4750 3263-4751 impressão graficol 273263.1274 tiragem 3000 exemplares expediente de jetibá e outra em venda nova do imigrante além de aulas teóricas também têm aulas práticas com desenvolvimento de projeto no qual o jovem tem a missão de desenvolver e aplicar o conteúdo aprendido jocielefio rot i secr et á r i a administrativa da coopeavi que participou da primeira turma do curso em santa maria de jetibá afirma que o curso foi fundamental para conhecer o mundo do cooperativismo já que teve a oportunidade de fazer intercâmbios em outros estados brasileiros quando iniciei o curso não imaginava que sabia tão pouco de cooperativismo do real papel de uma cooperativa e o que ela representasociale economicamente considero o jovemcoop muito mais que um curso pois o vejo como um programa de capacitação que todos os envolvidos com cooperativas deveriam fazer colaboradores e cooperados comenta fioroti o professor jamilson machado comenta sobre quais os procedimentos para se inscrever no programa podem participar do programa jovens 20 a 30 anos que tenham vínculo com uma cooperativa para entrar é preciso realizar um processo seletivo que é uma prova escrita e redação uma vez formada a turma não é possível entrar novos jovens apenas em outro processo seletivo comenta machado.

[close]

p. 3

por dentro da coopeavi coope notícia 3 conheça a consultoria técnica da coopeavi a consultoria técnica ct da coopeavi é formada por 68 profissionais técnicos agrônomos veterinários e zootecnista sendo 40 no trabalho de campo e 28 de apoio nas lojas dentro das suas multidisciplinaridades a ct vem se aperfeiçoando para fornecer um serviço de qualidade para seus cooperados por isso cada profissional que integra a equipe passa por uma série de treinamentos para alinhar os procedimentos técnicos do grupo o gerente da consultoria técnica josé roberto gonçalves afirma que o investimento em pessoal é desumaimport â ncia v i s to quevem aumentando tanto o quadro social da coopeavi número de cooperados assim como a busca pelos serviços da ct dentro do contexto do padrão de loja agropecuária que a cooperativa trabalha a consultoria técnica esta inserida para ajudar o cooperado desde o planejamento até as execuções das atividades nas propriedades logo existem situações que a equipe da ct auxilia o produtor somente na execução das suas atividades agrícolas na propriedade `o desafio tanto dos produtores como da ct é extrair o máximo do potencial das plantas e criações e reduzir ao máximo o impacto no meio ambiente afirma josé roberto com o passar dos anos tanto os recursos naturais como os recursos humanos responsáveis pela produção de alimentos no campo estão sendo ameaçados de extinção em algumas microrregiões o cooperado para ter a prestação dos serviços da ct em sua propriedade não precisa desembolsar nenhum valor monetário no ato da visita a única cobrança realizada pela cooperativa é a fidelidade do seu cooperado na aquisição total dos insumos agrícolas nas lojas agropecuárias da coopeavi sem esta contrapartida não é sustentável para a cooperativa fornecer este serviço situações menos complexas em propriedades ou empreendimentos menores o atendimento ao cooperado é realizado pela equipe técnica de apoio das lojas `o desafio tanto dos produtores como da ct é extrair o máximo do potencial das plantas e criações e reduzir ambiente o impacto no meio

[close]

p. 4

avicultura coope notícia 4 lançamento do guia gastronômico cesto de ovos o guia conta com um roteiro de estabelecimentos nos municípios de santa maria de jetibá e santa teresa e receitas feitas a base de ovos os ovos são alimentos ricos em nutrientes e quase irresistíveis durante qualquer refeição afinal é possível fazer diversos pratos com eles para mostrar essa versatilidade do ovo a coopeavi sebrae aves e diversos estabelecimentos da região de santa maria de jetibá e santa teresa se reuniram e elaboraram um guia gastronômico o cesto de ovos com doze 12 receitas especiais o lançamento do guia ocorreu no dia 02 de abril na pousada paraíso em santa maria de jetibá e contou com a presença de aproximadamente 70 pessoas entre os presentes estava eduardo sthur prefeito do município de santa maria argêo uliana diretor presidente da coopeavi e presidente da associação de avicultores do estado do espírito santo aves secretários de diversas pastas do município de santa maria de jetibá como manfredo kruger agricultura zilá ferreira turismo e vanildo kruger cultura representantes da aves sebrae entre outras autoridades e empresários dos estabelecimentos que participaram do projeto santa maria de jetibá movimenta 153 mil toneladas por ano de produtos agrícolas e só a produção de ovos representa mais da metade do pib produto interno bruto para o secretário de agricultura do município essa iniciativa que envolve o estímulo do consumo de ovo é extremamente importante para a região este catalogo estimulará o consumo do ovo e contribuirá para eliminar alguns mitos sobre o produto além de promover o consumo de ovos que movimenta cerca de r 350 milhões por ano no município ou seja 62 do pib de santa maria de jetibá afirma manfredo já vanildo kruger afirma que o ovo é um símbolo cultural da população regional e o catálogo é uma forma de valorizar o avicultor além de incentivar o turismo na cidade o ovo representa o trabalhador e sempre está presente no cotidiano dos pomeranos imigrantes de descendência germânica a comercialização dos ovos leva informações e curiosidades sobre o município estimulando o fluxo de visitantes comenta o secretário de cultura para nélio hand diretor executivo da aves essa é a primeira etapa do projeto e diante da experiência bem sucedida já começa a preparar uma nova edição para o próximo ano a ideia é evoluir ano após ano e com o nosso principal produto promover o espírito santo como referência gastronômica diante desta variedade de pratos feitos com ovos conclui hand.

[close]

p. 5

cooperativismo coope notícia 5 artigo a importância da irrigação e a atuação da coopeavi o uso da irrigação na produção agrícola tem sofrido sérias críticas sobretudo por aqueles que a consideram uma das responsáveis em larga medida pelo problema de escassez de água e de energia no país todavia do ponto de vista agronômico a irrigação é uma técnica que garante a produção agrícola e é considerada oficialmente como elemento fomentador do desenvolvimento socioeconômico a lei 8.171/91 que dispõe sobre a política agrícola corretamente define a irrigação como fator de bem-estar social de comunidades rurais capaz de contribuir para o progresso da economia com geração de empregos e responsável pela circulação de riquezas a irrigação tem como objetivo a complementação d água para atender as necessidades fisiológicas da planta visando maior produtividade através da aplicação de um volume correto e não simplesmente um molhamento do solo a elaboração de bons projetos aliado a um bom manejo de aplicação de água são ferramentas fundamentais para a obtenção do uso correto e racional dessa tecnologia atualmente com as oscilações de precipitação pluviométrica ocorrida ao longo do ano reforça ainda mais a necessidade do uso da irrigação na propriedade antes da implantação dos cultivos mesmo sendo uma tecnologia implantada no meado da década de 80 no espírito santo ainda existem diversas dificuldades de profissionalização dessa tecnologia principalmente na adoção de técnicas de manejo do sistema isto está diretamente relacionado a alguns aspectos técnico-financeiros entre eles podemos destacar falta de profissionais técnicos especializados falta de pesquisa no segmento falta de conhecimento do produtor em relação ao uso de aparelhos que possam auxiliar o monitoramento do por cleir lecco bertazo engenheiro agrônomo da coopeavi sistema número demasiado de empresas e pessoas no mercado atuando de forma ilícita com pensamento voltado apenas para as vendas deficiência na assistência técnica governamental e não governamental a coopeavi vislumbra um momento propício para investimentos no segmento de irrigação e tem colocado a disposição dos seus cooperados os melhores equipamentos do mercado além disso a cooperativa entende que um bom manejo de irrigação significa acréscimo de garantia de produção agrícola proporcionando aumento de produtividade e de qualidade para várias culturas mas para isso é preciso estabelecer alguns procedimentos que serão de extrema importância tanto para os técnicos como para os produtores tais como planejamento monitoramento e avaliação das técnicas adotadas e sua efetividade no acompanhamento da água no sistema solo planta e atmosfera com isso iniciou-se um trabalho sistemático de treinamentos para todo corpo técnico estabelecendo metas para médio e longo prazo pensando na viabilidade permanente do setor de irrigação com objetivo de estimular o produtor rural a fazer uso procedente e racional dessa tecnologia agrícola dada a sua importância no cenário socioeconômico e no agronegócio brasileiro a coopeavi dentro deste contexto pretende promover sistematicamente o fortalecimento do segmento com a finalidade de entregar aos seus cooperados maior eficiência na prestação de serviço e disponibilidade de peças e equipamentos mais informações sobre irrigação procure a consultoria técnica em uma loja coopeavi mais próxima de você.

[close]

p. 6

matéria especial de capa coope notícia 6 prestação de contas mais perto dos cooperados esse ano a coopeavi mudou a forma de levar aos cooperados a prestação de contas do seu resultado do último ano antes era fe itasomen te pormeioda assembleia geral ordinária ago que se realiza em santa maria de jetibá esse ano além desta a coopeavi foi até aos cooperados com nove pré-assembleias as pré-assembleias não tiveram poder deliberativo ou seja todas as votações ocorreram somente na ago essa iniciativa alcançou cerca de 1.100 cooperados que participaram das prestações de contas da cooperativa a ago que ocorre todos os anos e é obrigatória ocorreu no dia 23 de março de 2013 no ginásio de esportes de são luís em santa maria de jetibá apesar da crise econômica europeia e os seus reflexos no crescimento brasileiro o relatório do conselho de administração apontou que a coopeavi manteve seu ritmo de crescimento tanto em números de cooperados colaboradores e faturamento a cooperativa cresceu 9,6 durante o ano de 2012 ou seja a receita bruta aumentou cerca de r 20 milhões para chegar nesse resultado a instituição investiu forte em novas soluções na expansão dos negócios em capacitação dos colaboradores e em estruturas a preocupação com a sociedade foi um dos pilares para os bons resultados entre pró-prios e terceirizados a coopeavi gerou mais de 500 empregos ou seja cerca de r$10 milhões em renda beneficiando cerca de 500 famílias mais de r$114 mil foi investido em capacitação treinamento e promoção social e aproximadamente r 11 milhões em impostos e benefícios além disso foram restituídos r 564 mil de capital aos associados durante as comemorações de fim de ano os colaboradores se envolveram e arrecadaram cerca de 700 brinquedos fazendo a alegria de crianças em 17 instituições a coopeavi ainda investiu cerca de r 100 mil em promoção social além de demonstrar as principais ações que aconteceram no último ano a assembleia também foi espaço democrático para eleição dos novos membros do conselho fiscal conselho fiscal efetivo ederson jacob elimar schwambach sigmar miertschink conselho fiscal suplente alverino zution edgard raasch walter berger do lado de fora do ginásio foi preparado um estande especial para os cooperados com alguns produtos da coopeavi como tratores máquinas e equipamentos locais das prÉ-assembleias

[close]

p. 7

nutrição animal coope notícia 7 nova fábrica de ração da coopeavi em baixo guandu começa a construção da unidade industrial em localização estratégica no noroeste do espírito santo visando tornar realidade o planejamento estratégico 2012/2015 focado na expansão do setor de nutrição animal a coopeavi adquiriu uma área de 12 mil m² da suppin no polo empresarial de baixo guandu onde será construída dentro de dois anos a fábrica de ração para ruminantes a construção começou no início deste ano e está na primeira fase o foco agora está na limpeza do terreno escavações e fixação das bases estruturais para seguir o desenvolvimento da obra a edificação passará por quatro fases fundação alvenaria montagem de equipamentos e testes antes de começar a produção de ração o início do funcionamento está previsto para o começo de 2014 com investimento de aproximadamente 10 milhões de reais a unidade terá capacidade para produzir 3,5mil toneladas/mês fábio braga gerente executivo de produção afirma que a localização da nova unidade é estratégica para distribuição do produto na região noroeste do espírito santo e leste de minas gerais onde está concentrada a maior parte da criação bovina na área de atuação da cooperativa no final do último ano vimos a oportunidade de construir uma nova fábrica na região e logo adquirimos o terreno em baixo guandu já que é uma localização estratégica para distribuir o produto aos pecuaristas da região tanto em minas gerais quanto no espírito santo afirma fábio o prefeito da cidade neto barros afirmou que a cooperativa desempenhará um papel muito grande para o desenvolvimento do município a vinda da coopeavi para baixo guandu foi um marco porque foi um dos maiores investimentos que recebemos nos últimos anos e vai gerar muita riqueza aqui apoiamos 100 do empreendimento comenta barros o governador do espírito santo ao assinar a ordem para construção do acesso ao polo industrial comentou sobre o impacto da nova instalação da coopeavi a coopeavi tem um papel gigantesco em especial na hora que monta aqui no nosso centro industrial e empresarial uma fábrica de ração que vai atender toda essa região vai gerar emprego para baixo guandu e ajudar os agricultores nós temos um trabalho muito forte com as cooperativas uma parceria que vai se aperfeiçoando a cada dia conclui renato casagrande 03

[close]

p. 8

produtos agrícolas coope notícia 8 sustentabilidade e competitividade diante da conjuntura atual a cooperativa viu a necessidade de expandir seus serviços para outros municípios capixabas e mineiros dentro do plano de expansão estão listadas as unidades de negócios no sul e norte do espírito santo e na região leste de minas gerais na região norte do espírito santo o foco principal está na cafeicultura por isso foi inaugurado um escritório de negócios na cidade de vila valério município que é um dos maiores produtores de café conilon do estado a similaridade da cultura do município com a região serrana do estado foi um fator determinante para a escolha da cidade o escritório de negócios teve suas atividades iniciadas no início desde ano com dois técnicos agrícolas para atender os cafeicultores tanto na venda de insumo como na compra de café uma loja de produtos agropecuários está sendo construída na cidade a inauguração está prevista para o primeiro semestre de 2014 já na região sul do estado a coopeavi está se instalando na cidade de castelo que é uma rota estratégica de ligação entre a região serrana e sul com isso o atendimento e a entrega de produtos para região torna-se mais ágil outra cidade próxima que está nesse elo de ligação entre as duas regiões é afonso cláudio onde temos um armazém de café e estamos construindo uma nova loja com mais espaço para atender melhor os cooperados da região na região noroeste capixaba e leste mineira estamos investindo forte para aumentar nossa atuação no mercado pecuarista em baixo guandu o investimento é na casa de r 10 milhões para construir uma nova fábrica de ração para ruminantes onde também inauguramos nossa 14ª loja agropecuária em setembro de 2012 em minas o investimento na expansão será na cidade de ipanema uma região com fortes tradições na pecuária a nova loja que será aberta na cidade será um projeto piloto baseado em um novo modelo que visa inovar na conveniência a loja atenderá os produtores da cidade de ipanema e municípios vizinhos como conceição de ipanema pocrane taparuba simonásia chalé são josé do mantimento e santana de manhuaçu o gerente executivo comercial da coopeavi carlos alberto lima comenta o objetivo desses investimentos para a cooperativa a cooperativa precisa ser sustentável e sempre agregar valor ao cooperado por isso a necessidade de expansão para aumentar sua competitividade e sustentar sua estrutura de gestão sendo assim tornamo-nos cada vez mais preparados para os desafios no futuro enfatiza carlos alberto lima.

[close]

p. 9

negócio café coope notícia 9 encontro dos gtec s colaboradores e cooperados da coopeavi marcaram presença no encontro de grupos técnicos em cafeicultura gtec em poços de caldas o encontro de integração entre os grupos técnicos em cafeicultura gtec s café/syngenta e gquality ocorreu no mês de abril na cidade de poços de caldas em minas gerais cerca de 150 profissionais ligados à cadeia produtiva do café estiveram pre-sente no evento entre eles estavam três representantes da coopeavi o cooperado luiz carlos gomes o gerente de consultoria técnica josé roberto e o engenheiro agronômo cleir lecco bertazo todos par ticipantes do gtec conilon o encontro teve o objetivo de discutir a construção coletiva de um diagnostico da cafeicultura com apresentação dos desafios conquistas do contexto atual da atividade e das percepções sobre a próxima safra nas principais regiões produtoras esse modelo é baseado na inteligência coletiva onde um universo de pessoas pode fornecer informações mais próximas do contexto real do que a percepção individual de cada ator estes grupos formado s por p ro d u to r e s pesquisadores professores universitários e consultores estão espalhados nas principais regiões produtoras de café do brasil juntos possuem como foco tornar o café brasileiro ainda mais competitivo a coordenação destes grupos é realizada pela multinacional syngenta dia de coopeavi perto de você ibiraçu a coopeavi realizou em 12 de abril de 2013 o dia de coopeavi perto de você na cidade de ibiraçu o evento contou com a presença de 56 pessoas entre elas representantes da secretária de agricultura municipal do idaf instituto de defesa agropecuária e florestal do espírito santo e produtores locais o evento teve um cunho explicativo sobre o padrão de qualidade do trabalho desenvolvido pela cooperativa e as novas perspectivas com a instalação de um escritório de negócios na cidade esse escritório será um ponto de apoio para cooperados da região no escritório eles poderão adquirir insumos agrícolas e comercializar a produção de café afirmou daniel piazzini gerente executivo de marketing da coopeavi também estavam presentes no evento dois dos fundadores da cooperativa argêo joão uliana diretor presidente da coopeavi e arno potratz vice-presidente da coopeavi que comentaram sobre os dados históricos e a evolução da instituição o novo escritório de negócios coopeavi em ibiraçu tem sua inauguração prevista para segunda quinzena de maio além dos cooperados e produtores de ibiraçu a unidade tem o objetivo de atender as demais cidades vizinhas como fundão e joão neiva gtec-es o grupo gtec grupo técnico em cafeicultura conilon é composto por 30 profissionais especialistas e formadores de opinião na cultura do café conilon no estado do espírito santo foi criado com objetivo de difundir novas tecnologias e estreitar o relacionamento entre os diversos elos da cadeia do café conilon.

[close]

p. 10

negócio café coope notícia 10 coopeavi exporta conilon para cuba a cooperativa exportará 1.200 toneladas esse ano em um processo de valorização da agricultura familiar e a oferta de crédito brasileiro para cuba a coopeavi foi escolhida para exportar mais de 1 ,2 mil toneladas de café conilon para o país caribenho por us 3 milhões de acordo com o ministério do desenvolvimento a grário mda o brasil foi responsável por 93 do café importado por cuba em 2011 a escolha aconteceu diante um processo de seleção com cinco cooperativas feito pelo governo cubano dentre elas a coopeavi foi escolhida devido sua experiência com exportação de café possuir melhor infraestrutura logística armazéns controles administrativos e maior quantidade disponível a primeira expectativa era comercializar 600 toneladas do grão mas após negociações o volume mais que duplicou com isso parte do volume de café da coopeavi será expedida para a cubacafé estatal cubana responsável pela torrefação e distribuição do café no país a coopeavi começou a exportar café em 2011 o café produzido por seus cooperados arábica e conilon foi comercializado para diversos países como rússia croácia estônia eslovênia alemanha reino unido holanda e singapura além disso a cooperativa possui dois armazéns afonso cláudio e santa maria de jetibá e com pontos de compra em afonso cláudio santa maria de jetibá santa teresa itarana itaguaçu e um escritório de negociação em vila valério para os próximos anos a coopeavi pretende avançar com pontos de compra na zona da mata mineira um breve histórico do país a entrega do produto comercializado com cuba ocorrerá em duas etapas a primeira remessa de 7,8 mil sacas de café que é da produção da safra 2012 2013 foi exportado no mês de maio beneficiando mais de 50 famílias de agricultores já a outra parte 12,6 mil sacas será colhida na safra de 2013 2014 e enviada na segunda quinzena de agosto cuba deixou de ser colônia da com essa negociação a cooespanha em 1898 entre 1953 e perativa se consolida cada vez mais no mercado internacional 1 9 5 9 ocorreuarevolu ç ã o e o reflexo disso é um negócio cubana que removeu a ditadura mais sustentável para os produ de fulgêncio batista havana é a capital de cuba o tores associados gerando uma território cubano possui 111,8 mil melhora na qualidade de vida com a comercialização da quilômetros quadrados onde residem 11,2 milhões de pessoas produção dos mesmos a cooperativa trabalha o sendo a nação-ilha mais populosa tempo todo pensando na melhor do caribe comparando com os fo rmadecomercializara estados brasileiros cuba é um produção do homem do campo pouco maior que pernambuco foi dos nossos cooperados essa a única nação do continente negociação é uma prova que aamericanoqueadotouo junção da produção abre portas socialismo como sistema político no mercado e quem ganha é o em 2010 o país fechou com uma produtor que tem certeza de ter taxa de mortalidade infantil de 4,5 seu produto comercializado em por 1.000 nascidos vivos a mais melhores condições o reflexo é a agricultura fortalecida mais baixa de sua história o que sustentável conclui joão posiciona o país como melhor elvídio galimberti gerente de lugar das américas já a taxa de alfabetização é de 99,8 e a mercado de café da coopeavi expectativa de vida é de 77,64 anos o brasil está entre os dez países que mais exporta para cuba em média o país compra todos os anos cerca de 9 mil toneladas de café brasileiro o que equivale us 23 milhões a expectativa para 2013 é que o governo brasileiro financie cerca de us 50 milhões de exportação de alimentos para cuba conheça sobre mais cuba

[close]

p. 11

negócio café coope notícia 11 o encontro estadual do conilon descascado chega a sua 3ª edição mais de 150 cafeicultores prestigiaram o evento realizado na cidade de santa teresa-es a cada ano que passa o café tividade é maior do que em um café conilon descascado está normal ganhando mais espaço no o conilon descascado é mercado afinal a qualidade uma realidade no mercado do produto já é reconhecida devido seu sabor mais mundialmente o cresciencorpado ele está ganhando mento dos encontros muito espaço dentro e fora do estaduais do conilon despaís afirma piazzini cascado é um bom índice o manejo diferenciado é para expressar essa magnireconhecido no momento da tude que o mesmo ganhou comercialização do café o nos últimos anos preço chega até uma difetodos os anos desde rença de até 20 em relação 2011 os cafeicultores de ao café normal e com o auconilon se reúnem em mento dos investimentos e insanta teresa para debater teresse dos produtores a melhores práticas manequalidade do mesmo contijos resultados e conquisnua crescendo tas no último encontro em 2012 das 99 amostras mais de 150 produtores de inscritas no prêmio corteletti vários municípios do estado conilon descascado 67 foestiveram presentes ram classificadas para a final na ocasião foi discutido o do prêmio ou seja um aupasso-a-passo para produzir mento significativo da qualium café conilon de qualidaa dade do café produzido no de daniel piazzini gerente descascado café de características estado executivo de marketing da coopeavi afirma que a procura pelo produto está em franca ascenção e a lucraprêmio corteletti 2013 o prêmio tem por objetivo identificar incentivar e premiar os melhores cafés da espécie coffea canephora conilon ou robusta produzido dentro do espírito santo através do descascamento e de processos aliados a sustentabilidade fique atento ao prazo de inscrição inscrições e envios de amostras 15/07/2013 à 16/08/2013

[close]

p. 12



[close]

Comments

no comments yet