MundoCoop 55

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

a revista de gestÃo finanÇas pessoas e marketing do cooperativismo 55 ano 12 cooperativas de crédito adotam concepção avançada de sustentabilidade finanÇas essência do cooperativismo é tema de programas de formação cooperativas apostam nesse segmento com resultados animadores marketing luxo mercado de coca-cola desenvolve programa envolvendo 300 cooperativas 1 mundocoop

[close]

p. 2

@bancodobrasil /bancodobrasil central de atendimento bb 4004 0001 ou 0800 729 0001 · sac 0800 729 0722 ouvidoria bb 0800 729 5678 · deficiente auditivo ou de fala 0800 729 0088 2 mundocoop

[close]

p. 3

parceria é isso onde todos veem números a gente vê você produtor rural só quem está por perto pode ver além dos números e oferecer as melhores soluções para você cada vez banco do brasil o maior parceiro do produtor rural 3 mundocoop

[close]

p. 4

expediente a revista de gestÃo finanÇas pessoas e marketing do cooperativismo diretoria douglas alves ferreira luis cláudio g.f silva redação editora katia penteado mtb 11.682/sp redacao@mundocoop.com.br arte diretor de criaÇÃo douglas alves ferreira assistente de arte fábio aguilar da silva revista@mundocoop.com.br publicidade diretor comercial luis cláudio g.f silva assistente comercial henrique p gouveia comercial@mundocoop.com.br controle e operações wilma zacharias impressão referência gráfica tiragem 15 mil exemplares fotos istock photo a revista mundocoop é uma publicação da hl/mais editorial ltda rua atílio piffer 271 conj 62 casa verde 02516-000 são paulo/sp telefone 11 4323-2881 www.mundocoop.com.br os anúncios e artigos assinados são de responsabilidade dos autores as opiniões emitidas pelos entrevistados não refletem o pensamento da coordenação dessa publicação carlos alberto dos santos diretor-técnico do sebrae discorre sobre as ações da instituição e o papel do cooperativismo na economia nacional 1 0 4 mundocoop

[close]

p. 5

marketing 20 32 38 40 para começar coca-cola desenvolve programa pioneiro no brasil envolvendo 300 cooperativas em todo o país capa cooperativas fornecem produtos sofisticados para consumidores exigentes a ascensão econômica de parcela da população brasileira que na última década inseriu 40 milhões de pessoas na classe c responde pelo surgimento de um mercado focado em produtos diferenciados também nesse mercado as cooperativas estão presentes com resultados mais do que animadores soluÇÕes para pequenas e mÉdias cooperativas informaÇÕes e tendÊncias do cooperativismo de crÉdito cooperativas de crédito adotam concepção avançada de sustentabilidade 24 34 5 mundocoop os 50 anos da cocamar e a profissionalização da gestão preparando os outros 50 16 18 44 46 estante ponto · de · vista essência do cooperativismo é tema de programas de formação e desenvolvimento da sociedade

[close]

p. 6

6 mundocoop

[close]

p. 7

7 mundocoop

[close]

p. 8

semear para colher ao leitor h á várias formas de semear e diversos tipos de sementes mas além disso é fundamental observar ­ e respeitar ­ o momento ideal para potencializar a colheita em suas mais variadas formas e conteúdos quando se fala em cooperativismo essas possibilidades são sempre consideradas e os resultados vêm sendo amealhados rapidamente tanto que as cooperativas se desenvolvem e o movimento se fortalece e se amplia nesta edição várias histórias de cooperativas comprovam essas premissas em capa é trabalhada a presença de cooperativas em um mercado diferenciado com produtos sofisticados para consumidores exigentes que compõem o grupo denominado de nova classe média e corresponde a mais de 100 milhões de pessoas as soluções desenvolvidas por diversas cooperativas com produtos como suco café cacau e chocolates amendoim produtos lácteos embutidos vinhos entre outros são apresentadas assim como as importações exclusivas da coop ­ cooperativa de consumo aprovadas pelos cooperados e nos resultados obtidos pelas cooperativas paranaenses crédito é dado à ocepar e seu fórum de varejo no momento cooperar celebra-se os 50 anos da cocamar cooperativa que não apenas colhe mas entre outros números expressivos esmaga diariamente 3.250 toneladas de soja em seu parque industrial na cidade paranaense de maringá casos de sucesso são apresentados também em finanças comprovando o atendimento dos princípios cooperativistas e o lema instituído pela organização das nações unidas onu em 2012 para comemoração do ano internacional das cooperativas as cooperativas constroem um mundo melhor sicredi e sicoob mostram a importância de investir em sustentabilidade para preservar o negócio e desenvolver o meio em que a cooperativa de crédito atua e se depender de iniciativas como o programa coletivo da coca-cola ­ que engloba 300 cooperativas em todo o país e até 2014 deverá ampliar o número para 500 cooperativas ­ os resultados serão sempre crescentes beneficiando a comunidade em geral e os cooperados em particular o projeto está descrito em marketing em ponto de vista rui de assis vasconcelos gerente sênior na cnac confederação nacional de auditoria discorre sobre as alterações na constituição e no funcionamento das cooperativas de crédito processadas pelo conselho monetário nacional ­ cmn via resolução nº 4.243 de 28 de junho de 2013 especialmente preparada para estimular a ação cooperativista esta edição traz carlos alberto dos santos diretor-técnico do sebrae que em entrevista discorre sobre as ações da instituição e o papel do cooperativismo na economia nacional e sobre os investimentos previstos no fomento às boas práticas em cooperativas de crédito até dezembro de 2014 essa edição como todas as anteriores foi preparada com muito carinho e cuidado usufrua de sua leitura izilda frança katia penteado editora redacao@mundocoop.com.br 8 mundocoop

[close]

p. 9

9 mundocoop

[close]

p. 10

ent revista fotos bernardo rebello carlos alberto dos santos 10 mundocoop

[close]

p. 11

e ntrevis ta em dois anos boas práticas em 3,8 r as para fomentar milhões de crédito focado no suporte e na orientação a microempreendedores e empresários de pequenos negócios o serviço nacional de apoio às micro e pequena empresa sebrae mantém várias frentes de caráter cooperativo mutualista e associativo estabelecendo uma relação de proximidade com o cooperativismo entre as ações nesse campo o sebrae desenvolve um programa de boas práticas no cooperativismo de crédito englobando a sua forma de atuação com os pequenos negócios de modo a compartilhar experiência e fazer os aprendizados delas decorrentes carlos alberto dos santos diretor-técnico do sebrae discorre sobre as ações da instituição e o papel cooperativas do cooperativismo na economia nacional e sobre os investimentos previstos no fomento às boas práticas em cooperativas de crédito até dezembro de 2014 economista doutor pela freie universitaet berlin na alemanha e especialista em desenvolvimento econômico na américa latina e África com foco em pequenos negócios microfinanças e desenvolvimento local carlos alberto dos santos é conselheiro da agência brasileira de promoção de exportações e investimentos apex-brasil fundação nacional da qualidade fnq e conselho nacional do turismo cnt além de vice-presidente da associação brasileira de instituições financeiras de desenvolvimento abde o sebrae tem um papel fundamental no suporte e na orientação a empresários donos de pequenos negócios como a instituição vê a inserção do cooperativismo nesse segmento o número de pequenos negócios associados a cooperativas é significativo o cooperativismo a exemplo de outras formas de organização de empreendimentos coletivos como as centrais de negócios é uma alternativa para pequenos empreendimentos unirem forças e competir em mercados cada vez mais exigentes do ponto de vista legal do consumidor e do desenvolvimento 11 mundocoop

[close]

p. 12

entrevista carlos alberto dos santos o cooperativismo é uma alternativa para pequenos empreendimentos unirem forças e competir em mercados cada vez mais exigentes sustentável dessa forma potencializa suas forças para ganhar escala mercado e representatividade incentivamos entre os pequenos negócios a estratégia de cooperar para competir quais benefícios o sebrae destaca no cooperativismo como propulsor do desenvolvimento econômico e social do país o cooperativismo tem papel importante para o país entre outros fatores por se tratar de instrumento de desenvolvimento da economia de pequenas comunidades e por gerar trabalho e renda principalmente nesses locais a organização da sociedade e a aglutinação de forças visando ao bem comum são essenciais para superar as dificuldades que geralmente são muitas para os pequenos negócios os benefícios da cooperação são estratégicos como acessar novos mercados dividir ônus de pesquisas tecnológicas reduzir custos e exercer pressão maior no mercado e por meio da junção de esforços o empresário pode compartilhar competências empresariais com os parceiros e alcançar maior poder de compra e de acesso a crédito e serviços financeiros entre outras vantagens como o cooperativismo pode auxiliar comunidades de microempresários o sebrae já desenvolveu alguma ação nesse sentido descreva-as o sebrae atua em várias frentes de caráter cooperativo mutualista e associativo apoia iniciativas indutoras do associativismo a exemplo do artesanato passando pelas cooperativas de crédito que possibilitam o acesso a financiamentos para o fortalecimento e a expansão dos pequenos negócios até as sociedades de garantia de crédito sgc que vêm crescendo no brasil têm caráter mutualista e funcionam à base da cooperação de seus sócios nesse ambiente é importante destacar dois projetos do sebrae 1 desde que a evolução do cooperativismo brasileiro propiciou maior liberdade associativa introduzindo a partir de 2002/2003 a figura das cooperativas de empresários de quadro social misto e de livre admissão de associados novas possibilidades se abriram aos pequenos negócios por meio delas é possível micro e pequenas empresas acessarem crédito mais barato com prazos mais compatíveis e sem burocracia no projeto fomento às boas práticas em cooperativas de crédito que abrange 138 cooperativas do ramo e 17 projetos o sistema sebrae investe r 3,8 milhões entre janeiro de 2012 e dezembro de 2014 para adoção de modelos e instrumentos de gestão e de relacionamento visando melhorar o desempenho das cooperativas de crédito com micro e pequenas empresas associadas esse projeto contempla cooperativas em 17 unidades da federação e motivou a realização do fórum de boas práticas em cooperativas de crédito as metas desse projeto são ter cerca de 215 mil pequenos negócios associados a cooperativas dos sistemas sicredi sicoob unicredi ascoob cresol cecred até 2014 e tornar viável r 2,9 bilhões em créditos concedidos 2 a dificuldade de conseguir crédito ainda é realidade para pequenos negócios as cooperativas de crédito são importante instrumento para facilitar esse acesso por perceber que muitas vezes a maior dificuldade desses empresários é apresentar garantias de pagamento o sebrae fomenta a criação e o desenvolvimento das sociedades de garantia de crédito sgc são instituições que prestam garantias complementares para operações de crédito de seus associados perante instituições financeiras credenciadas a inserção de associações empresariais que forneçam essas garantias complementares nesse contexto dá outra dinâmica a essa questão na medida em que a conjugação de esforços das cooperativas de crédito e das sgc permitem aos pequenos negócios o acesso a crédito para desenvolver estratégias e ações no âmbito das cooperativas de crédito e dos pequenos negócios anualmente o sebrae realiza debates sobre o tema no fórum nacional de cooperativismo de crédito e micro e 12 mundocoop

[close]

p. 13

o 1o ônibus híbrido volvo do brasil já está nas ruas velocidade e álcool combinação fatal o híbrido volvo já está em curitiba beneficiando cidadãos e o meio ambiente em breve ele pode estar também na sua cidade 90 menos poluentes mais sustentabilidade ônibus volvo qualidade de vida no transporte www.volvo.com.br/onibus 13 mundocoop

[close]

p. 14

entrevista carlos alberto dos santos pequenas empresas evento paralelo ao concred o congresso brasileiro das cooperativas de crédito qual a importância das pequenas e médias cooperativas no cenário nacional como o sebrae auxilia essas cooperativas em seu crescimento o brasil tem cerca de 6,5 mil cooperativas com 10,4 milhões de associados/cooperados número similar à população de portugal atualmente o cooperativismo injeta r 8 bilhões em salários e benefícios na economia nacional por meio de 13 ramos com destaque para as cooperativas de crédito com quase 50 do total de associados no país 4,9 milhões o cooperativismo brasileiro está presente em todos os setores da economia com maior participação de mercado nos ramos agropecuário crédito e saúde atualmente 50 de toda a produção agropecuária brasileira passa de alguma maneira por uma cooperativa além disso no último ano o setor contabilizou praticamente us 6 bilhões em exportações juntas as dez maiores cooperativas do ramo agropecuário registraram vendas líquidas da ordem de r 32,8 bilhões em 2012 recentemente o sebrae a organização das cooperativas brasileiras ocb e o serviços nacional de aprendizagem do cooperativismo sescoop firmaram um acordo de cooperação que prevê a criação de alternativas de acesso a produtos e serviços financeiros adequados às necessidades dos pequenos negócios e o estímulo ao desenvolvimento de mecanismos e sistemas de garantias o acordo prevê ainda a realização de pesquisas de mercado e a integração de cooperativas vinculadas à ocb e ao sescoop em projetos de comércio indústria serviços territórios e agronegócios de interesse do sebrae de que forma as ações e os programas do sebrae contribuem à formatação de cooperativas a formatação de cooperativas é uma atividade de competência do sistema cooperativista brasileiro que tem na ocb seu organismo de representação política e no sescoop seu braço dedicado ao desenvolvimento e melhorias na gestão de cooperativas o sebrae atua com foco nos pequenos negócios por meio de parcerias com diversas instituições de ensino pesquisa e tecnologia bem como entidades de classe nossa missão é promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional o sebrae desenvolve um programa de boas práticas no cooperativismo quais as recomendações desse programa a que ramos do cooperativismo ele se aplica o projeto está focado na disseminação de boas práticas entre cooperativas de crédito e na sua forma de atuação com os pequenos negócios muitas vezes as experiências positivas e negativas das cooperativas ficam restritas ao ambiente interno o projeto permite que essas experiências sejam compartilhadas entre elas e o aprendizado delas decorrentes os desafios superados e as situações vivenciadas sejam assimilados por seus participantes bem como sua aplicação prática se dê de forma imediata a cooperação permite aos pequenos negócios associarem recursos e integrarem competências para acessar mercados cada vez mais exigentes assim é estratégico unir forças para que por meio da maior escala possam ampliar seu poder de barganha as cooperativas também vêm adotando práticas de intercooperação por meio de fusões incorporações e associações parcerias estratégicas buscando cooperar mais para melhor competir sistema ocb e sebrae trabalharão juntos em prol das cooperativas com o propósito de assegurar mais competitividade às cooperativas do país por meio de ações focadas nas estratégias de mercado e gestão no final de junho foi firmado um convênio de cooperação geral entre a organização das cooperativas brasileiras ocb e os serviços nacionais de aprendizagem do cooperativismo sescoop e de apoio às micro e pequena empresa sebrae o objeto do convênio de cooperação geral é a conjugação de esforços entre ocb sescoop e sebrae por meio de suas infraestruturas técnicas e operacionais além de recursos para o fomento de ações de incentivo voltadas ao desenvolvimento da capacidade competitiva dos pequenos negócios das cooperativas brasileiras neste momento está sendo elaborado o calendário dos cursos e quais os temas prioritários que deverão ser mote dos treinamentos a serem oferecidos pelo sebrae as ações a serem desenvolvidas de modo conjunto pelas instituições tem como finalidade fortalecer e criar alternativas de acesso a produtos e serviços financeiros em condições adequadas às necessidades dos pequenos negócios apoiar e estimular o desenvolvimento dos mecanismos e sistemas de garantias existentes no brasil com propósito de facilitar o acesso ao crédito aos pequenos negócios atendidos por cooperativas de crédito apoiar a ocb e o sescoop de forma a agregar fatores de competitividade para que as cooperativas possam se identificar também como agentes do desenvolvimento de pequenos negócios realizar conjuntamente estudos e pesquisas de mercado visando a ampliação da base de atendimento das cooperativas aos pequenos negócios disseminar informações sobre a cultura da cooperação junto aos pequenos negócios apoiar a qualificação de profissionais para melhor compreensão e atendimento adequado aos pequenos negócios integrar as cooperativas vinculados à ocb e ao sescoop aos projetos de comércio indústria serviços territórios e agronegócios de interesse do sistema sebrae 14 mundocoop

[close]

p. 15

15 mundocoop

[close]

Comments

no comments yet