Jornal Sindsaudeprev - número 13 - abril de 2013

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Sindsaudeprev - número 13 - abril de 2013

Popular Pages


p. 1

impresso filiado À fenasps ano 02 nº 13 abril/maio 2013 informativo do sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras federais estaduais e municipais da saúde trabalho previdência e assistência social no estado do espírito santo sindsaudeprev-es marcha reúne 20 mil trabalhadores sindsaudeprev marca presença no ato realizado em brasília c fotos fenasps erca de 20 mil trabalhadores e trabalhadoras do brasil realizaram um grande ato público em brasília na quarta-feira 24 de abril de 2013 foi a marcha `chega de ataques aos nossos direitos contra a política econômica do governo federal construída em conjunto pelas entidades que compõem o espaço unidade de ação dentre elas a fenasps o ato teve como objetivo defender os direitos sociais e trabalhistas e foi uma marcha grandiosa por sua diversidade ao reunir sem terra sem teto quilombolas aposentadas/os sindicalistas de diversos setores com destaque para a fenasps e fasubra apresentamos a proposta de isonomia salarial e paridade na audiência ficou definido que eles vão responder as reivindicações e quando poderá ser re alizada nova reunião com o ministro da saúde e com o ministro do trabalho revelou o diretor da fenasps moacir lopes que participou de reunião no minsitério da saúde onde protocolou a pauta de reivindicações da categoria sindsaudeprev na luta estivemos no protesto fortalecemos a luta da classe trabalhadora e fizemos críticas também aos governos estaduais e aos governos municipais afinal os estados e a grande maioria das prefeituras seguem à risca a nefasta política econômica do governo federal foi uma marcha muito forte e combativa frisou a coordenadora do sindsaudeprev eliane mauro veja mais informações sobre o ato na internet www.sindsaudeprev-es.org.br capital federal foi tomada pelo protesto em favor dos direitos da classe trabalhadora fenasps segue atenta à intervenção na geap página 2 subsídio governo só enrola a categoria página 3 ace e acs têm forte representação nacional página 4

[close]

p. 2

2 plenária da fenasps participação do sindsaudeprev amplia e fortalece a luta da federação encontro reuniu 190 militantes do seguro e da seguridade social d e 05 a 07 de abril a fenasps realizou sua viii plenária nacional ampliada estatutária em brasília o sindsaudeprev marcou presença contribuiu com os debates e apresentou propostas fortalecendo este espaço de luta e de deliberações da federação o diferencial foi que a delegação do sindsaudeprev representou um sindicato unificado e combativo com representações do ramo da seguridade social trabalhadores e trabalhadoras da saúde das três esferas municipal estadual e federal do inss da anvisa e do ministério do trabalho a plenária reuniu 190 militantes de 13 estados debateu temas importantes não só para a categoria mas para toda a sociedade e definiu um calendário de plano de lutas que vai permitir que a fenasps que não se vendeu e nem se rendeu ao governo continue com seus sindicatos filiados defendendo com firmeza e transparência os direitos trabalhistas sociais a saúde e a previdência públicas resoluções a luta pela instituição de plano de cargos carreiras e salários para os trabalhadores das carreiras da saúde trabalho previdência inss e anvisa estaduais municipais e federais a luta pelo fim da privatização na saúde por concurso público são algumas das resoluções da viii plenária da fenasps representantes da categoria aprovam lutas em favor das 30 horas e contra a reforma da previdência confira mais detalhes sobre as resoluções e também sobre o calendário do plano de lutas na página do sindsaudeprev veja na página 04 desta edição as deliberações da plenária da fenasps para os acs e ace que são da base da federação fenasps vai acompanhar intervenção na geap após o ato público realizado no dia 25 de abril em brasília em frente à sede da fundação de seguridade social geap a fenasps foi recebida para uma reunião com o interventor da geap de acordo com ele por hora não haverá aumento no plano para os usuários porém ele afirmou que a intervenção é irreversível por outro lado a fenasps vai acompanhar o processo para evitar que o governo cause ainda mais prejuízos à geap legalmente não estava previsto o acompanhamento no processo mas uma comissão da fenasps vai participar das reuniões periódicas para acompanhar tudo sobre a intervenção revelou a diretora da federação cleuza faustino do nascimento lei maria da penha é uma das melhores do mundo a lei maria da penha é uma das melhores mais bem pontuadas do mundo a afirmação é da advogada e militante do movimento feminista drª ivone vila nova feita na palestra do café com prosa realizado pelo sindsaudeprev para comemorar o dia internacional da mulher o café com prosa foi realizado no dia 18 de março no auditório de um hotel no centro de vitória e contou com boa participação da categoria categoria compareceu ao debate em homenagem ao dia internacional da mulher jurídico sindicato precisa localizar duas pessoas atenção izolita de oliveira silva e marilda rebonato de souza o sindsaudeprev precisa urgentemente que as duas entrem em contato com o sindicato para resolver questões do setor jurídico datas importantes da categoria 15 de maio ­ dia da/do assistente social o sindsaudeprev deseja felicidades a todos que fazem aniversário em abril e maio parabéns informativo do sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras federais estaduais e municipais da saúde trabalho previdência e assistência social no estado do espírito santo sindsaudeprev-es edição nº 12 ano 02 novo endereÇo rua barão de monjardim número 190 centro ­ vitória es cep 29.010-390 telefones 27 2121 2600 e 27 3024 5900 unificados somos mais fortes a divisão só favorece ao patrão www.sindsaudeprev-es.org.br o conteúdo dos textos publicados neste informativo é de inteira responsabilidade da diretoria executiva do sindsaudeprev e os artigos assinados responsabilidade dos seus autores.

[close]

p. 3

3 saúde es subsídio governo segue sua política de enrolação além de enrolar o executivo na prática obriga a adesão à modalidade salarial sindicato faz setoriais a partir de 29 de abril e stamos providenciando estamos analisando cada questão É esse tipo de resposta que a diretoria colegiada e representantes da base do sindsaudeprev têm recebido da secretaria de gestão e recursos humanos seger nas reuniões para tratar de pendências relativas ao subsídio do governo o sindsaudeprev luta em busca de soluções para questões como diferença de salários entre cargos de auxiliar e técnico de enfermagem discriminação salarial com os auxiliares critérios de enquadramento tíquete-alimentação vale transporte insalubridade entre outros É uma enrolação um desrespeito enorme com a categoria não existe comprometimento do governo e do secretário com a questão dos trabalhadores nossa última reunião foi dia 19 de abril na seger em fevereiro a secretaria avisou que até 30 de março alguns pontos seriam resolvidos e que não podiam fazer mais nada pois haveria troca de secretário mas o secretário já mudou e até agora nada foi feito informa a diretoria colegiada do sindsaudeprev o sindicato começa no dia 29 de abril a realizar assembleias setoriais para discutir com os trabalhadores sobre essa situação a direção prevê ainda uma assembleia geral que pode ser convocada em breve após as setoriais se nada for feito pelo governo vamos convocar uma as sembleia geral da categoria para decidirmos quais mobilizações vamos fazer para que o governo acabe com essa política de enrolação da classe trabalhadora afirma a diretoria colegiada atenção a diretoria colegiada do sindsaudeprev faz um alerta o governo está usando todos os meios como a retirada da insalubridade para forçar a adesão ao modelo salarial do subsídio e para os auxiliares a política é de manter o achatamento e diferença salarial para favorecer a terceirização vale lembrar que o governo aumentou o prazo para retroatividade antes só tinha direito à retroatividade a 1º de julho de 2012 quem fizesse a opção pelo subsídio até dezembro do mesmo ano agora o governo aumentou esse prazo numa tentativa de fazer todos aderirem ao subsídio sendo que a adesão não é obrigatória mas sim opcional argumenta a direção o sindsaudeprev ressalta que muitos trabalhadores devem aguardar para fazer a adesão para que a opção pelo subsídio não seja desvantajosa luta em defesa da saúde e previdência públicas o sindsaudeprev realizou dois atos públicos em defesa da saúde pública e contra os desmandos dos governos dilma casagrande e das administrações municipais em abril e março no dia 04 de abril o sindicato em parceria com outras entidades sindicais fez um protesto contra a privatização da saúde pública na praça costa pereira centro de vitória a manifestação foi realizada em virtude do dia mundial da saúde comemorado em 07 de abril e serviu para alertar a população sobre a entrega do sistema Único de saúde sus às fundações os oscips e à ebserh promovida pelos governos federal e estadual a população se mostrou contra a política de privatização não está certo o governo fazer isso a saúde é patrimônio público não do governo que devia ouvir se a população é a favor ou não argumentou o aposentado paulo roberto merlo o ato teve ainda o plebiscito sobre a ebserh e dois abaixo-assinados pela anulação da reforma da previdência e por 10 mais de verbas públicas para a saúde a luta 10 mais de recursos para a saúde contou com um ato no dia 10 de abril em brasília que teve a presença do sindicato dia nacional de luta outro protesto puxado pelo sindsaudeprev foi o dia nacional de luta em 26 de março que teve início em frente ao inss na beira mar e terminou em frente à seger no centro de vitória o ato realizado em outros estados do sindicato em defesa do sus 100 público país por sindicatos da base da fenasps protestou contra os desmandos dos governos federal estadual e municipais fizemos um ato em defesa da saúde pública de qualidade para a população e em defesa dos direitos da nossa categoria revelou o coordenador do sindsaudeprev willian aguiar.

[close]

p. 4

4 sindsaudeprev participa de marcha no dia da trabalhadora e do trabalhador ato resgata o significado histórico do 1º de maio n o dia da trabalhadora e do trabalhador 1º de maio foi realizada a 14ª marcha dos trabalhadores pela vida e cidadania organizada pelas pastorais operárias pastorais sociais e sindicatos de luta como o sindsaudeprev a mobilização aconteceu no bairro piranema em cariacica a marcha teve como lema não vamos pagar a conta e resgatou o significado histórico da luta do 1º de maio ocupando as ruas para denunciar o abandono do povo pelos governos federal e estadual a luta pela saúde e previdência públicas em defesa do sus 100 público sem fundações os oscips e ebserh também fez parte do ato luta pelo sus 100 público a marcha do dia 1º de maio foi espaço para críticas ao governo que precariza a saúde pública porém apoia os planos de saúde privados segundo dados da agência nacional de saúde ans de 2000 a 2011 o número de usuários de planos de saúde saltou de 34,5 milhões para 47,8 milhões colocando o brasil como o segundo maior mercado mundial de seguros de saúde privados o crescimento dos planos de assistência médica revela um grave processo de mercantilização e privatização da saúde o estado retira investimentos do setor público reduzindo a qualidade dos serviços prestados pelo sus e a sua capacidade de atendimento e fortalece a iniciativa privada dessa forma o acesso à saúde fica cada vez mais restrito àqueles que podem pagar entre as medidas adotadas pelo governo para privatizar a saúde está a transferência da gestão de hospitais públicos para empresas organizações sociais os e fundações estatais de direito privado esse é o caso por exemplo do hospital dório silva que passou a ser administrado por uma os atualmente a população não pode ser diretamente atendida pelo hospital porque a unidade só recebe encaminhamentos o hospital das clínicas o hucam também está na mira do novo modelo de gestão e será administrado pela empresa brasileira de serviços hospitalares ebserh um outro problema é a compra de serviços privados para complementar o serviço público a rede privada que deveria ser complementar à pública tem absorvido 62 dos recursos públicos destinados aos procedimentos médicos de alta e média complexidade cabe ressaltar que os recursos para a saúde pública devem ser ampliados É preciso também melhorar a gestão pública do sus o que não dá é o governo usar o caos nos hospitais promovido pelo próprio governo como justificativa para privatização acs e ace acs e ace se fortalecem nacionalmente representados pela fenasps a viii plenária da fenasps leia mais na página 2 desta edição tomou importantes decisões para os agentes comunitários de saúde acs e para os agentes de combate às endemias ace a plenária deliberou ações em defesa dos acs e dos ace ratificando a federação como legítima representante desses trabalhadores nacionalmente com isso a categoria que já conta com o sindsaudeprev para lutar por seus direitos no estado tem também a federação para fortalecer a luta em todo o país hoje os acs e ace têm uma defesa a nível federal que é a fenasps e isso é muito importante para defesa dos direitos da nossa categoria frisou a coordenadora do sindsaudeprev sélia sanches sindicato cobra negociações para acs e ace no estado o sindsaudeprev legítimo representante dos acs e dos ace segue forte nas negociações em defesa da categoria em diversos municípios capixabas confira na página do sindsaudeprev na internet o andamento das negociações que visam definir os acordos coletivos de trabalho act entre outras pendências dos acs e ace em jaguaré montanha pedro canário linhares são mateus sooretama conceição da barra serra entre outras cidades.

[close]

Comments

no comments yet