Catálogo Sesc Arte na Cidade - Coletivo Balbúrdia

 

Embed or link this publication

Description

A edição 2013 do Projeto Arte na Cidade, em Blumenau, teve como convidado o coletivo Balbúrdia. A programação incluiu uma exposição, realizada de 23 de abril a 30 de maio, na Fundação Cultural de Blumenau, e intervenções pelas ruas da cidade.

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2



[close]

p. 3



[close]

p. 4

coletivo balbÚrdia arte/cidade singular e plural ainda que os integrantes do coletivo balbúrdia a rmem que só querem se divertir sua despretensiosa produção não é neutra e tampouco alheia às problemáticas da cidade pequena e tangível célula da grande aldeia global todos que vivem a cidade estão contaminados até os poros por seus valores sua moral e religião pela propaganda pela política pelas relações de poder e consumo pelo espaço e pela imobilidade pela moda pela arte e pela mídia pela ordem e pelo caos a contaminação é inevitável e recíproca a cidade contamina o indivíduo o indivíduo contamina a cidade num ciclo in nito e vicioso o balbúrdia esse coletivo formado por publicitários arquitetos estudantes economistas etc que se reúne uma vez por semana é uma pequena amostragem da multidão que habita a cidade É uma espécie de sociedade secreta formada por alguns daqueles milhares de anônimos que transitam todos os dias pelas ruas.

[close]

p. 5

como não podia deixar de ser sua produção está intimamente contaminada pela cidade pelos seus excessos e por suas faltas de maneira leve lúdica crítica e irônica o coletivo fala a todo tempo da vida na urbe de seus aspectos particulares/regionais e também dos universais as obras são produzidas ora individualmente ora a quatro ou mais mãos mas todas são assinadas coletivamente é o espelho do excesso anônimo das ruas a matéria-prima física para os trabalhos do balbúrdia são também as sobras da cidade rejeitos da indústria grá ca revistas e livros antigos catálogos e pan etos descartados sobre eles o coletivo desenha pinta recorta cola e imprime de forma artesanal as suas ideias e devires assim o balbúrdia constrói seus painéis e livros de artista faz suas intervenções em espaços públicos e empresta seu corpo seus olhos suas mãos para observar absorver discutir e devolver à cidade tudo o que a permeia tudo o que nos permeia através de uma poética singular e indiscutivelmente plural aline assumpção curadora

[close]

p. 6



[close]

p. 7



[close]

p. 8



[close]

p. 9



[close]

p. 10



[close]

p. 11



[close]

p. 12



[close]

p. 13



[close]

p. 14



[close]

p. 15



[close]

Comments

no comments yet