Folha do Sindipúblicos n.104

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

folha do remetente rua gama rosa nº 111 centro vitória/es cep 29.015-100 edição 104 junho de 2013 vitória/es onde estão os concursos públicos servidores não aguentam mais ine ciência provocada pelo excesso de comissionados e dts interesses políticos escusos são os principais responsáveis pelos atrasos no serviço público capixaba governo quer privatizar previdência estadual sindicato realiza vistorias técnicas em prédios públicos casagrande concede apenas 4 de reajuste pág 4 pág 4 pág 5

[close]

p. 2

folha do especial ibge espírito santo lidera contratação ilegal por favores políticos casagrande mantém 47 de temporários o governo casagrande conseguiu mais um título para o espírito santo além de ser o estado onde mais se mata jovens e mulheres no país também é o primeiro em número de contratações ilegais no serviço público segundo pesquisa do ibge que se baseia em dados de 2012 o estado tem ao todo 62.177 servidores 55.335 na administração direta secretarias e 6.842 na indireta autarquias e fundações desses 36,37 são contratados por designação temporária dt s sem concurso público se somados com estagiários e comissionados esse número chega a 47 a prática que deveria ser apenas em casos excepcionais como determina o artigo 37 da constituição federal tornou-se regra no espírito santo a contratação temporária é muito ruim para a sociedade não existe vínculo muitas vezes o profissional deixa o cargo antes dos projetos sob suas responsabilidades serem concluídos o que causa instabilidade e prejuízos à sociedade comenta gerson correia de jesus presidente do sindipúblicos po determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público para o advogado rafael dos santos sá autor da tese o contrato temporário na administração pública como forma de burlar o concurso público muitos administradores insistem em violar a legislação confundem talvez de modo malicioso os conceitos de atividade temporária e permanente bem como a excepcionalidade do serviço como forma de burlar o concurso público e buscar de todas as formas agraciarem os eleitores mais próximos e também reforça que a necessidade excepcional diz respeito a uma situação de imprevisibilidade ou seja que não tinha condições de ser percebida pela administração pública sendo assim é incoerente aceitar que o estado estabeleça temporários em áreas como educação e saúde por exemplo já que não existe uma situação emergencial mas sim uma demanda constante que não foi preenchida por concurso público devido a má-gestão como o governo pode cancelar o contrato de milhares de temporários e em seguida abrir essas mesmas vagas se iria precisar dessas vagas por que não abriu concurso público a situação se agrava ao verificarmos que a maior quantidade de pessoal temporário está na área da educação prejudicando o ensino ao retirar o vínculo necessário do educador com a comunidade escolar a prática do governo casagrande viola o art 37 incisos ii e ix da constituição federal que regulamenta os casos de contratação por tem roberto garcia simões ­ cientista político ufes você pode ter contratos temporários dentro da razoabilidade mas quando passam a ser quase que dominantes compromete todo o resultado do trabalho público o número elevado de temporários afeta o desempenho do setor público você não cria a profissionalização do serviço público no do dia a dia por exemplo uma família que tem um filho na escola não irá criar vínculos com os educadores há uma constante mudança dos docentes em outras áreas como a segurança você tem o efetivo aquém das neces respeitar a constituição é fazer concurso público sidades não chega nem ter profissional temporário devido a ilegalidade e o serviço fica comprometido respeitar a constituição é fazer concurso público o espírito santo precisa ter uma definição clara de metas de abertura de vagas por concursos públicos a cada ano para reduzir esse número excessivo de temporários para isso é de fundamental importância a pressão das entidades sindicatos e servidores na direção às instituições que fazem valer a constituição 2 vitÓria/es junho de 2013

[close]

p. 3

acesse www.sindipublicos.com.br todo o dirigente tem conhecimento da quantidade de médicos professores agentes penitenciáros agentes socioeducativos necessária para que o serviço público funcione minimamente e se a população aumenta esse número tende a crescer gradativamente de forma planejada no entanto o que vemos é o estado inverter essa lógica e preencher quase 50 do seu quadro com servidores temporários relata rodrigo rodrigues diretor do sindipúblicos os efetivos possuem estabilidades direitos já os temporários e comissionados não tem nenhuma garantia É a precarização do serviço público e do trabalhador e o governo usa desse artifício para evitar inclusive que seus servidores façam manifestações greves e exijam seus direitos já que o temporário pode a qualquer momento ser demitido comenta gerson correia de jesus presidente do sindipúblicos as contratações irregulares abertas pelo estado não podemos nos omitir queremos um serviço público de qualidade e isto passa por contratações sérias que permitam que o servidor exerça sua função comenta o presidente do sindicato rafael dos santos sá reforça a omissão dos casos de contratações irregulares no espíri poderes fiscalizadores configura verdadeito santo por meio de designação temporária ro ato de improbidade administrativa por já foi inclusive objeto de análise do supremo afronta direta aos princípios da moralidade e tribunal federal quando os ministros da su eficiência devendo haver a sanção adequada prema corte decidiram percebe-se que a exige uma medida eficaz por parte dos contratação feita pela administração pública órgãos fiscalizadores a exemplo do ministéfora para as áreas de educação e saúde que rio público tribunais de conta e ordem dos conforme a constituição da república são advogados do brasil no espírito santo essas essenciais dos ensanções por parte do tes estatais e via tribunal de contas e de consequência do ministério públio gerenciamento de atividade permaco também são raras contratações no estado mostra o quase inexistentes nente a contratação temporáaparelhamento político à ria prevista nesse para reverter esse apadrinhados dispositivo constieles fazem um grande marketing quadro o sindipútucional não pode blicos ajuizou várias parecendo que o governo abre abranger a admisações civis públicas milhares de vagas todos os anos em andamento que são de servidores para funções de ca sendo que na verdade o que ele faz buscam combater esráter permanente sas contratações iré demitir e contratar em funções que regulares bem como não revelam natuvárias representações reza excepcional ao ministério público como administrador assessor técnico assis do estado tente administrativo auxiliar administrativo e várias outras procurados pela nossa reportagem até o fechamento desta edição o tribunal de concasos assim são frequentes no espírito santo tas e o ministério público não responderam recentemente a seger anunciou a contratação nossas indagações sobre a atuação desses no de 500 temporários e 1,2 mil concursados to combate às contratações irregulares mas um dos para o mesmo cargo assistente de gestão servidor do tribunal de contas revelou que os outra situação é abrir `seleção para temporá conselheiros que tentam atuar contra essas irrios para cargos que já foram feitos concursos regularidades são votos vencidos e sequer os aprovados foram chamados mesmo com a omissão dos poderes fiscalizajunta-se ao apadrinhamento político o con dores o sindipúblicos continuará exercendo trole social que o governo tenta manipular seu papel de realizar as denúncias de todas justiça reconhece autonomia dos advogados autárquicos recentemente os advogados autárquicos tiveram sua autonomia reconhecida pela justiça que garantiu que apenas os profissionais concursados têm poder de advogar para as autarquias em sentença proferida no último dia 15 de maio o juiz manoel cruz doval determina no âmbito da administração indireta do estado do espírito santo estabeleço judicialmente a a desconstituiÇÃo de todos os contratos temporários já firmados com advogados e/ou escritórios de advocacia e ou assessores jurídicos qualquer que seja a nomenclatura utilizada pela r autarquia e/ou fundação com proibiÇÃo de novas contratações a mesmo título exceto nas hipóteses restritas do art 291 da lei complementar estadual n 46/94 e b a limitaÇÃo da atuação dos assessores jurídicos qualquer que seja a nomenclatura utilizada pela r autarquia e/ou fundação ocupantes de cargo público função por provimento comissionado exclusivamente às funções de assessoramento vedada a defesa e representação das autarquias e/ou fundações permitida nesta hipótese apenas às funções de chefia e/ou direção editorial a precarização do serviço público a histórica luta do sindipúblicos contra as contrações temporárias manutenção e ampliação do número de cargos comissionados e a terceirização no serviço público não está dirigida aos trabalhadores submetidos a essa condição esses são vítimas do desrespeito à constituição federal patrocinado pelos sucessivos governantes e politiqueiros de plantão que se aproveitam de frágeis modelos de relações trabalhistas para manipulálos de acordo com seus interesses eleitoreiros É impossível garantir serviço público de qualidade quando esse é executado por trabalhadores submetidos a uma relação de trabalho de semiescravidão salários medíocres sem condições de trabalho sem direitos trabalhistas essenciais sem perspectivas de crescimento profissional e vítimas constantes de assédio moral praticado por chefias despreparadas ao exigir o cumprimento da lei com a realização de concursos públicos o sindicato defende os interesses da sociedade essa cada vez mais desprovida de políticas públicas de qualidade propositalmente precarizadas para justificar a terceirização lamentavelmente as instituições públicas tais como a assembleia legislativa o tribunal de contas e o ministério público responsáveis por fiscalizar o cumprimento das leis se escondem nas brechas jurídicas como forma de não enfrentarem o problema pelo contrário possuem seus quadros inchados de temporários fazendo as vezes de servidores efetivos o sindipúblicos reafirma como uma das suas principais bandeiras de luta o respeito à constituição federal e a defesa intransigente do concurso público vitÓria/es junho de 2013 3

[close]

p. 4

folha do aposentadoria governo abandona ipajm e privatiza a previdência regime próprio está com os minutos contados estado anuncia implantação da previdência complementar a pós diversas denúncias do total abandono do ipajm com problemas estruturais falta de pessoal e inexistência de um gerenciamento administrativo profissional o governo estadual nomeou uma comissão para implantar a previdência complementar dos servidores públicos estamos preocupados com esse anúncio o governo sequer consegue regularizar a situação do ipajm e já está pensando em criar outra entidade para fazer o mesmo trabalho do instituto criando novos cargos em comissão para gerenciar a previdência complementar desde o início do governo casagrande nenhuma melhoria na previdência foi constatada pelo contrário hoje temos condições de trabalho desumanas que não possibilitam fornecer um serviço de qualidade e segurança aos atuais segurados comenta gerson correia de jesus presidente do sindipúblicos uma das justificativas dos governos não apenas do espírito santo para a criação da previdência complementar é o rombo milionário até mesmo bilionário que os atuais institutos de previdência dizem enfrentar um valor estimado em um bilhão de reais em nosso fundo previdenciário esse valor é muito cobiçado pelas entidades financeiras e por alguns que gostariam de gerenciar esse montante hoje o servidor tem a garantia de receber a aposentadoria pelo novo sistema ninguém poderá garantir que os investimentos financeiros terão sucesso alerta o diretor do sindicato rodrigo rodrigues especialistas denunciam os riscos da previdência complementar e são unânimes em dizer que o modelo proposto é uma forma de privatização inclusive podendo ser terceirizada para os gigantes do setor bancário a fessergs entidade que defende a previdência pública alerta que o modelo adotado no governo federal e seguido pelos estados pode gerar precedentes quanto a falta de isonomia entre as aposentadorias de um mesmo grupo de funcionalismo diante de tantas dúvidas a nossa reportagem conversou com alexandre wernersbach neves membro da comissão de implantação da previdência complementar no espírito santo segundo ele o fundo deverá ser implantado até o final de 2013 e irá valer para todos os servidores públicos efetivos que ingressarem após a publicação da lei e que recebem remunerações acima do limite máximo estabelecido para os benefícios do regime geral de previdência social questionado alexandre wernersbach acelera a privatização da previdência estadual É uma aposentadoria de risco que só interessa ao sistema financeiro e aos partidos que vão agora disputar a gerência deste incalculável volume de recursos comenta nota da união em defesa da previdência social/rs sobre a participação do servidor no gerenciamento da previdência complementar ele informou que será por representação no conselho administrativo seguindo essa lógica caso todos os servidores façam parte dessa nova previdência terceirizada somente se aposentarão com vencimentos integrais os que tiverem sorte em suas aplicações teremos num futuro muito próximo membros do ministério público juízes desembargadores entre outros servidores pensando em fazer um `pé de meia para a aposentadoria pois nenhuma garantia lhes será proposta comenta gerson correia de jesus presidente do sindipúblicos não há uma justificativa clara para a criação da previdência complementar no espírito santo pois no caso do nosso estado não há prejuízo na previdência pelo contrário essa é superavitária e há previsão de que até o final do ano teremos prédios públicos são vistoriados pelo sindicato e usuários do ipajm estão incompatíveis com as normas regulamentadoras de segurança e medicina do trabalho entre as irregularidades apontadas por alysson leopoldo técnico de segurança no trabalho m.t.e es 27391 estão a ineficiência na prevenção de incêndios exposição de fios sobrecarga umidade edificação com problemas estruturais rachaduras mofo infiltrações afundamento de pisos pedaços de concreto da fachada se desprendendo mobiliário sem ergonomia falta de acessibilidade à portadores de deficiência e idosos etc os laudos serão encaminhados às autoridades competentes como ministério público do trabalho tribunal de contas tribunal de justiça delegacia do patrimônio público defesas civis corpo de bombeiros entre outros para que exijam do governo as providências imediatas o sindicato avalia que a situação no ipajm superou a esfera civil podendo ser enquadrada na penal quando um dirigente por negligência já que alertamos diversas vezes sobre a situação coloca a vida de servidores e usuários em risco de morte esse está assumindo o risco dolo eventual e se responsabilizando por eventuais ferimentos e mortes dentro do instituto fachada mostra abandono do instituto pelo estado d evida a precariedade dos prédios públicos do estado conforme denunciado na folha do sindipúblicos o sindicato começou a realizar vistorias técnicas no ambiente de trabalho devido aos recentes acidentes o ipajm foi o primeiro a ser inspecionado a conclusão do laudo é que as condições de trabalho e os acessos para os servidores 4 vitÓria/es junho de 2013

[close]

p. 5

acesse www.sindipublicos.com.br denÚncias casagrande dá calote ao negar retroatividade e não repor inflação de 2012 governador rasga constituição ao conceder reajuste de 4 aos servidores e 28 bilhões em renúncias fiscais ao empresariado o governador continua insistindo na falácia de que devido a perdas de receitas do estado não poderá conceder um reajuste maior que os 4 anunciados ainda ressaltou diferente do posicionamento da seger que diz não haver aumentos reais aos servidores que os planos de carreiras representam sim um aumento ao funcionalismo só esqueceu de mencionar que apenas parte dos servidores foi contemplada com os novos planos ajuste à todos os servidores públicos do executivo estadual a legislação garante que os funcionários do ministério público que também são ligados ao executivo recebam no mínimo a reposição da inflação não vamos aceitar tratamento diferenciado para servidores do executivo defendemos no mínimo a reposição da inflação que está em 7,58 reforça gerson servidores tiveram que ir às ruas para governador anunciar o reajuste o sindicato reforça que o estado continua ludibriando a opinião pública com dados fantasiosos diferente do que se prega o espírito santo é um dos estados que menos gasta com o funcionalismo público a legislação recomenda o uso de 49 da folha para pagar os servidores no estado a média fica em 37 bem abaixo do ideal por isso temos um serviço público precário comenta gerson correia de jesus presidente do sindipúblicos outro dado que o governo faz questão de esconder é que enquanto ele retira do servidor concede bilhões ao empresariado que deixou de pagar aos cofres públicos mais de 20 bilhões desde o início do governo hartung o sindipúblicos questiona essa política e irá cobrar isonomia e igualdade no re o índice de 4 pago a partir da folha de junho não será retroativo e só foi divulgado após os servidores e a sociedade saírem às ruas no dia 15 de maio e denunciar a omissão do governador casagrande na demora da divulgação do índice de reposição dos salários do funcionalismo público o ano de casagrande tem 15 meses e não 12 é uma vergonha o que ele está fazendo com o serviço público desabafa um servidor p previsto em lei presidência do ipajm não realiza recadastramento desde 2009 fichas-sujas ganham cargos no governo ara evitar fraudes e garantir um efetivo controle dos pagamentos aos segurados a lei estadual 282/2004 determina que periodicamente o ipajm realize o recadastramento de todos os segurados do regime próprio de previdência pela legislação essa responsabilidade é direta da presidência da autarquia que deve publicar portaria convocando os beneficiários para o recadastramento no entanto desde 2009 não há recadastramento e muitos pagamentos estão sendo feitos a beneficiários que já morreram ou que deveriam passar por perícias médicas no caso de aposentadoria por invalidez gerando graves prejuízos aos cofres públicos o sindipúblicos entende que o gestor que não cumpre uma lei comete improbidade administrativa e assume as consequências dessa omissão caso seja constatado que ocorreram pagamentos indevidos por falta do recadastramento o presidente da autarquia deverá repor ao erário público o prejuízo que causou por inércia no cumprimento de legislação estadual comenta gerson correia de jesus presidente do sindicato e nquanto falta dinheiro para o reajuste do funcionalismo público as torneiras da fonte grande continuam despejando bilhões nas contas de grandes grupos empresariais e parceiros políticos envolvidos em esquemas de corrupção só no último ano diversos casos vieram à tona operação pixote com secretário de estado diretoria do iases e empresários envolvidos caso sincades onde o governo insiste em desrespeitar a constituição e conceder renúncias fiscais ilegais em detrimento à arrecadação e investimento em bens e serviços públicos operação derrama envolvendo ex-prefeitos e a mulher do presidente da ales e a operação lee osvald onde até mesmo o ex-governador foi citado entre os envolvidos além do ex-prefeito de presidente kennedy reginaldo quinta ptb e seis secretários municipais ultimamente o gover nador tem agraciado prefeitos que perderam as eleições e até mesmo políticos envolvidos em escândalos de corrupção como é o caso de norma ayub que foi nomeada como assessora da casa civil ex-prefeita de itapemirim ela foi presa durante a operação derrama recentemente o ex-governador e `pai do atual governo paulo hartung foi denunciado por ter gasto 25 milhões para a implantação de um posto da fazenda estadual em mimoso do sul que nunca ficou pronto e atualmente não passa de um matagal já sendo apelidado como o pasto mais caro do brasil hartung também é mentor do esquema de renúncias fiscais que fez o estado deixar de arrecadar mais de 20 bilhões mesmo com tantos prejuízos à sociedade casagrande tem defendido fervorosamente os esquemas de seu `pai isto que é ser um bom filho vitÓria/es junho de 2013 5

[close]

p. 6

folha do reivindicaÇÕes curtas e diretas o quadro que intriga a psicologia garante que nada é por acaso um simples objeto de decoração revela seu íntimo em reunião na fonte grande os servidores se depararam com um quadro gigante de um cadeado fechado em formato de coração a avaliação foi imediata pelo visto o casagrande até tem coração mas tá bem fechadinho para os servidores do estado onde estava a ceturb foi preciso o ministério público do trabalho socorrer a população e os trabalhadores da empresa satélite retirando 14 ônibus de circulação que colocava em risco a vida dos que os utilizavam a ceturb que deveria ter evitado que a situação chegasse à esse caos continua branda com as empresas que não respeitam os mínimos padrões de qualidade e segurança guilherme dias o leiloeiro oficial dou lhe uma dou lhe duas dou lhe três e o pregão já corre em boca miúda sobre a venda do banestes apesar de prometer durante campanha que não iria privatizar um dos maiores bens do estado o governador parece estar com aminésia recentemente indicou um novo presidente ou seria leiloeiro para o banco estatal guilherme dias está com a função de preparar o banestes para novos investidores arrogante o diretor financeiro do detran josé antônio colodete parece não conseguir tratar de forma adequada seus servidores em uma reunião ele dirigiu aos presentes expressões ofensivas e preconceituosas além de ameaçá-los queria ver vocês bem longe daqui o sindipúblicos enviou ofício ao diretor geral do detran carlos augusto lopes pedindo providências a falta de respeito para com o próximo só mostra a incompetência no gerenciamento de equipes deputados aprovam plano de cargos e carreira para idaf incaper e iema a pós ampla negociação do sindipúblicos e as demais associações com o governo realizando manifestações greves e paralisações os servidores do idaf incaper e iema tiveram seus planos de cargos e carreiras aprovados pelos deputados na última semana de maio das especialmente quanto ao valor do subsídio atribuições critérios e formas de promoção reforça fábio camilo dos santos presidente da assiema associação dos servidores do iema samir seródio presidente da assin ­ associação dos servidores do incaper ­ reforça que os servidores continuarão em busca de adequações a aprovação do projeto de lei é uma vitória mas vamos discutir as adequações que devem ser feitas por exemplo avançar no que diz respeito ao quadro técnico fazendo com que o plano contemple desde o auxiliar até o profissional de nível superior avaliação semelhante é a de marcelo duarte presidente da afidaf ­ associação dos servidores do idaf o plano realmente não atende a expectativa de todos mas institui a carreira e começa a resolver alguns problemas históricos vamos continuar negociando para resolver as demandas pendentes apesar de apresentar melhorias para algumas carreiras para outras não se constata a merecida valorização e portanto vamos continuar lutando por esses avanços avalia gerson correia de jesus presidente do sindipúblicos tem algumas categorias insatisfeitas e o salário não atende as nossas necessidades estaremos buscando novamente junto ao governo um entendimento às reivindicações não contempla governo destina 54 milhões à mídia privada e sucateia rtv/es s ó em 2012 o governo do estado investiu mais de 54 milhões nas principais empresas de comunicação do espírito santo no entanto a rádio e tv/es estão abandonadas a sorte durante assembleias os servidores denunciaram o sucateamento das emissoras do sistema de comunicação do governo do estado e aprovaram pauta de reivindicação enviada ao governo do estado os problemas vão da falta de estrutura de equipamentos básicos até infiltrações mofo e instalações precárias nos prédios onde funcionam as emissoras além disso há excesso de estagiários substituindo a mão de obra qualificada e muitos servidores acumulam funções para que a rtv-es possa continuar existindo estamos abandonados falta tudo de microfone à ilhas de edição o que produzimos é pelo esforço coletivo até vaquinha fazemos para comprar lâmpadas já que a direção nunca tem verba e boa vontade É tudo remendado um perigo ter um incêndio denuncia um servidor diante da demora do governo em atender às reivindicações e não se comprometer em investir nas emissoras a comissão dos servidores da rtv es está discutindo quais serão os próximos encaminhamentos e não descarta a possibilidade de greve o sindipúblicos também irá buscar os órgãos de controle e fiscalização para que sejam tomadas as medidas necessárias inclusive o fechamento dos prédios o presidente do sindipúblicos gerson correia de jesus reforça a angústia dos servidores não podemos aceitar que o estado invista milhões nos veículos privados e deixe a rtv/es com necessidades estruturais e de pessoal precisamos de um plano que possa reestruturar todo o sistema incluindo um concurso público para atender as demandas do déficit de pessoal no dia 15 de maio o secretário de gestão e recursos humanos aminthas loureiro garantiu que até meados de junho o plano de cargos e salários dos profissionais do sistema rtv/es será apresentado aos representantes da categoria informes eleições desde 24 de abril o sindipúblicos tem realizado assembleias nos diversos municípios capixabas autarquias e órgãos públicos estaduais para eleger os delegados sindicais/suplentes da gestão 2013/2015 e também para o iv congresso da categoria confira o resultado das eleições e detalhes do congresso em breve no nosso site convênio casa do silencioso os sindicalizados agora podem contar com os serviços e produtos do centro automotivo casa do silencioso com descontos de até 15 a rede possui 10 lojas na grande vitória e 1 loja em guarapari sendo o maior rede de autocenters do espírito santo informações tel 27 30417000 6 vitÓria/es junho de 2013

[close]

p. 7

acesse www.sindipublicos.com.br reivindicaÇÕes por determinação do ministro luiz fux estado mantém pagamento de precatórios advogado do sindipúblicos participou de reunião que garantiu continuidade do pagamento aos credores contratado do sindipúblicos luís roberto barroso é indicado para o stf p or determinação do ministro do supremo tribunal federal stf luiz fux o estado do espírito santo restabeleceu no final de abril os pagamentos dos precatórios junto ao tribunal de justiça do espírito santo tjes o tribunal regional do trabalho trt e o tribunal regional federal trf isso significa que os pagamentos dos precatórios da lista de antiguidade continuarão a serem feitos esses depósitos estavam suspensos desde março quando o stf considerou inconstitucionais os pagamentos pelo regime especial a orientação do ministro aconteceu após reunião no dia 14 de abril em que estiveram presentes o advogado do sindipúblicos e membro da comissão de precatórios da oab/es célio picorelli o presidente da ordem dos advogados do brasil oab marcus vinícius e demais advogados de diversos estados não se justifica que os tribunais locais retrocedam na proteção dos direitos já reconhecidos em juízo destacou o ministro fux o advogado luis roberto barroso contratado pelo sindipúblicos entre outras entidades capixabas para atuar em defesa dos precatórios da trimestralidade foi indicado pela presidente dilma roussef e aprovado pelo senado para ser ministro do supremo tribunal federal stf a indicação de barroso só mostra a preocupação do sindicato em escolher um dos mais respeitados advogados do brasil para defender os precatórios da trimestralidade a nomeação só fortalece a nossa luta em reverter a decisão do tribunal de justiça do espírito santo considerada por barroso um grande equívoco jurídico comenta gerson correia presidente do sindipúblicos célio esteve reunido com ministro fux barroso tem 55 anos é professor de direito constitucional procurador do estado do rio e atuou no stf como advogado em processos polêmicos e que tiveram êxito em sua defesa como união civil igualitária aborto de fetos anencefálicos pesquisa com células-tronco embrionárias entre outros diante de tal entendimento o estado do espírito santo restabeleceu os depósitos junto ao tjes efetuando o pagamento de r 18,2 milhões valores que serão imediatamente destinados à aproximadamente 18 credores prioritários e 6 precatórios da ordem de antiguidade agentes de suporte educacional reivindicam plano de carreira no dia 21 de maio os servidores estiveram presentes na reunião da comissão de educação onde colocaram sua insatisfação à subsecretária de educação wanessa sechin durante a reunião também foram relatados problemas enfrentados como o acúmulo e desvio de funções alta rotatividade de dt s fazendo-se necessário concurso público imediato além de casos de assédio moral wanessa por sua vez reconheceu a demanda dos trabalhadores e prometeu levá-la ao secretário klinger alves agentes de suporte educacional denunciam descaso do governo com a educação e m assembleias realizadas em abril os agentes de suporte educacional denunciaram o descaso do governo casagrande com a categoria os servidores reivindicam sua inclusão na nova política de gestão de pessoas garantindo um plano de carreira e a melhoria na remuneração para pressionar o governo os trabalhadores fizeram manifestação em frente à assembleia legislativa do espírito santo no último dia 07 de maio após o manifesto os agentes de suporte educacional foram recebidos pelo presidente da comissão de educação da ales os ase s tem um trabalho muito importante para o ensino-aprendizagem ao ser o apoio junto ao aluno e professor vou levar as reivindicações ao nosso secretário ficou definido que a comissão de educação irá tratar especificamente sobre o tema em uma audiência pública vitÓria/es junho de 2013 7

[close]

p. 8

folha do formaÇÃo encontro de mulheres fortalece união das servidoras públicas iv congresso sindipúblicos por um serviço público de qualidade o sindipúblicos realizou em maio o i encontro de mulheres as servidoras participaram de diversas dinâmicas discutiram assuntos como relação de gênero na sociedade as mulheres no mercado de trabalho e no serviço público e escolheram as representantes do coletivo de mulheres do sindipúblicos queremos fortalecer a nossa participação na categoria nossa intenção é contribuir para que as mulheres se firmem cada vez mais na sociedade comenta a diretora lúcia helena costa o iv congresso da categoria será realizado de 31 de julho a 02 de agosto no eco da floresta em domingos martins es o evento terá como tema central por um serviço público de qualidade e pretende discutir e deliberar sobre a conjuntura internacional nacional e estadual estabelecer um plano de lutas votar a reforma estatutária apresentar um balanço das ações entre outros encaminhamentos no dia 20 de junho o sindipúblicos irá realizar um pré-congresso às 9h30 no auditório do sindibancários para subsidiar os delegados com informações e dados à serem debatidos no congresso participam os membros da diretoria plena os delegados de base ativos e aposentados eleitos nas respectivas assembléias e pré-congresso os membros do conselho fiscal bem como convidados e observadores devidamente credenciados estes com direito a voz qualidade de vida alongue-se no trabalho passeio dos aposentados santa maria de jetibá e marilândia es u ma dica para aliviar as tensões musculares no trabalho são exercícios de alongamento que podem ser executados durante o expediente eles minimizam os efeitos das posições inadequadas que adotamos nas rotinas de trabalho além de diminuir a tensão reduzir a ansiedade o estresse e a fadiga ativam a circulação e tornam menores as possibilidades de lesões alongar o corpo é indispensável a qualquer trabalhador É rápido simples e muito benéfico alongue-se ana maria ventorim graduada em ed física ufes pósgraduada em atividade física adaptada e saúde ugf e certificada no método pilates physiopilates anamariaventorim@hotmail.com expediente diretoria executiva presidente gerson correia de jesus vice-presidente maria madalena de lucena e c lyra secretária geral erleide bragança l ribeiro secretário de administração finanças e patrimônio haylson de oliveira secretário de cultura imprensa e comunicação rodrigo da rocha rodrigues secretário de assuntos jurídicos rosana de freitas jordem secretária de organização saúde previdência e aposentados lucia helena reis costa secretário de relações e formação sindical josé roberto gomes suplentes djanira dondoni samir serodio amim rangel ulisses louzada montovani aryone bourguignon vidal sérgio renato vicente da silva janio batista maria de lourdes dos santos dias andré dos santos conselho fiscal marcelo moreira dias duarte lea freitas reis da silva deusa maria pimentel pereira suplentes rosangela rangel santana luís carlos minchio hildete patrocínio cypreste produção jornalista responsável douglas dantas mtb 1800 jp/es diagramação fabiana bissoli fotos sindipúblicos e divulgação curta nossa página no facebook fb.com/sindipublicoses www.sindipublicos.com.br tel 27 3205-4550 rua gama rosa 111 centro vitória es 8 vitÓria/es junho de 2013

[close]

Comments

no comments yet