A NUVENZINHA NEGRA

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

a nuvenzinha negra amanda girotti 6139 micheline bastos 5936 maíra vieira 5945

[close]

p. 2

história de vanda berger retirada do site · http vandinhacriantorinhas.blogspot.com.br com adaptações de imagens faixa etária 5 anos.

[close]

p. 3

era uma vez uma nuvenzinha que sempre ficava escondidinha no cÉu ela nÃo queria que ninguÉm mas ninguÉm mesmo a visse essa nuvenzinha nÃo era como as outras que pareciam um chumaÇo de algodÃo flocos de neve ou pelo de ovelha.

[close]

p. 4

ela era uma nuvem muito escura tÃo escura que À noite no cantinho onde ela se escondia nada se via no cÉu nem as estrelas nem a lua e muito menos o cÉu acima dela ela era negra como a sombra ao fecharmos os nossos olhos.

[close]

p. 5

quando o dia estava claro a nuvem ficava observando ao longe como as outras as nuvenzinhas brancas deslizavam pelo cÉu empurradas pelo vento o reflexo do sol forte nas nuvens branquinhas doÍa os olhos quando se olhava muito para elas.

[close]

p. 6

as nuvenzinhas brancas porÉm nem ligavam para o sol forte e pareciam tÃo felizes brincando assim umas com as outras a nuvenzinha negra bem que jÁ tentara brincar com suas amigas branquinhas mas ela era tÃo pesada que nÃo conseguia deslizar como suas amigas o vento atÉ que a empurrava mas ela se movia devagar por conta de seu peso.

[close]

p. 7

ela sempre se perguntava por que serÁ que sou negra e pesada e minhas amigas sÃo tÃo branquinhas e leves ai ai ai queria tanto ser como elas poder deslizar pelo cÉu para lÁ e para cÁ empurrada pelo vento.

[close]

p. 8

muitas vezes de seu esconderijo no cantinho do cÉu ela podia ouvir as crianÇas lÁ na terra que ficavam deitadas com os olhos voltados para o cÉu olhando para as nuvens branquinhas umas crianÇas diziam que as suas amigas pareciam um sorvete outras que elas pareciam algodÃo doce outras ainda diziam que eram todas como montinhos de algodÃo mas para ela a nuvenzinha negra nenhuma crianÇa nunca olhava por isso ela preferia ficar alÍ no seu cantinho do cÉu para que ninguÉm a visse mesmo.

[close]

p. 9

acontece que um dia ela ouviu alguÉm dizer lÁ da terra onde estÁ a nuvenzinha negra ela sumiu do cÉu serÁ que nÃo vai aparecer mais a nuvem negra nÃo entendeu porque estavam procurando por ela lÁ da terra e por isso escondeu-se mais ainda para que ninguÉm a visse.

[close]

p. 10

os dias foram passando e as nuvenzinhas brancas se espalhavam ainda mais pelo cÉu o cÉu parecia estar cheinho de flocos de neve brincando ao sabor do vento sÓ que as crianÇas que antes lÁ em baixo na terra pareciam felizes brincando de olhar as nuvenzinhas brancas nÃo pareciam tÃo felizes como antes pareciam procurar alguma coisa no cÉu mas nÃo eram por suas amiguinhas branquinhas as crianÇas tinham um olhar triste a nuvenzinha negra nÃo podia entender o que estava acontecendo alguma coisa mudara mas por que seria?

[close]

p. 11

certa manhà ao acordar bem cedinho e olhar para a terra ela ouviu um triste lamento oh nuvenzinha negra onde vocÊ se escondeu a nuvenzinha negra ficou muito assustada e se encolheu toda no seu cantinho como o lamento lÁ na terra continuava ela saiu devagarinho do seu cantinho e resolveu dar uma olhadinha na terra para ver quem procurava por ela lÁ no cÉu.

[close]

p. 12

entÃo do seu esconderijo ela viu uma linda menina de olhos negros e pele ainda mais negra que brilhavam ao reflexo do sol o sol naquela manhà parecia estar ainda mais quente do que nos outros dias mesmo com o sol forte a lhe ofuscar os olhos a nuvenzinha pode perceber que a menina deixava escorrer uma lÁgima por sua face.

[close]

p. 13

entÃo ela ficou ainda mais intrigada por que serÁ que a menina chorava e olhava para o cÉu procurando por ela parecendo responder ao que a nuvenzinha negra tanto queria saber a menina lÁ da terra disse _oh nuvenzinha negra por favor apareÇa e faÇa chover as plantinhas estÃo tÃo tristes e se vocÊ nÃo aparecer com certeza morrerÃo.

[close]

p. 14

entÃo a nuvenzinha entendeu o que a menina queria ela esperva que a nuvenzinha escura negra aparecesse e fizesse chover molhando as plantinhas da terra ela entendeu entÃo porque era tÃo negra ela era uma nuvem de chuva!

[close]

p. 15

resolveu sair depressa do seu esconderijo e derramar sobre a terra uma chuva bem mansa e gostosa para deixar aquela menina feliz e assim fez abriu as suas torneirinhas deixando cair sobre a terra os primeiros pingos de chuva a menina lÁ da terra comeÇou a chamar seus amiguinhos e todos corriam felizes de um lado para outro tomando um delicioso banho de chuva a nuvenzinha ficou muito feliz por se sentir Útil e entendeu que cada nuvenzinha tem seu valor seja ela branquinha como a neve ou negra como a noite sem luar e ela mais que nenhuma outra era muito querida por todos da terra pois ela fazia chover molhando as plantas para crescerem fortes e produzir alimento para todas as pessoas.

[close]

Comments

no comments yet