OS AVANÇOS TECNOLÓGICOS E OS CONFLITOS ORGANIZACIONAIS

Embed or link this publication

Description

O presente estudo trata dos impactos que os avanços tecnológicos promovidos pelas organizações têm nos seus trabalhadores e como eles influenciam na geração de conflitos organizacionais, buscando de forma evolutiva um raciocínio e uma compreensão do probl

Popular Pages


p. 1

os avanÇos tecnolÓgicos e os conflitos organizacionais informatizaÇÃo x humanizaÇÃo nécio de lima veras1 introduÇÃo o presente estudo trata dos impactos que os avanços tecnológicos promovidos pelas organizações têm nos seus trabalhadores e como eles influenciam na geração de conflitos organizacionais buscando de forma evolutiva um raciocínio e uma compreensão do problema e da necessidade de uma boa administração de recursos humanos voltados para a gestão de conflitos para melhores resultados entre outros este artigo busca responder questões como quais os tipos de tecnologias podem gerar conflitos como se deve gerir conhecimento como avanços tecnológicos podem influenciar conflitos nos trabalho baseando-se em literatura sobre o tema o primeiro tópico apresenta uma abordagem descritiva sobre como as novas tecnologias estão inseridas dentro do contexto das organizações demonstrando que é impossível não de lembrar de informática quando o assunto é tecnologia destaca-se no decorrer do item os aspectos da administração de informática no segundo tópico avança-se sobre uma ênfase maior em relação ao tema humanização descrevendo como gerir conhecimento assimilando os fatores humanos dentro da organização por fim é destacado o comportamento humano organizacional o último tópico e talvez o mais importante descreve a significativa influência dos avanços tecnológicos nos conflitos organizacionais abordando como em um paradoxo entre informatização e humanização as dependências que as tecnologias têm com os indivíduos bacharel em ciências da computação do curso de pós-graduação em administração de recursos humanos ­ ufpi/iel/fiepi 1

[close]

p. 2

1 tecnologias e informÁtica no mundo atual é praticamente impossível não lembrar de informática quando o assunto é tecnologia velocidade de comunicação transmissão e transporte de dados capacidade de armazenamento de dados facilidades para tomadas de decisões eficazes tudo isso e muito mais são realidades cada vez mais presentes no cotidiano de várias empresas em todo o mundo e é graças às novas tecnologias disponíveis com preços acessíveis que é possível tal evolução com isso é fácil verificar o inegável espaço que vem sendo ocupado pela informática bem como pelas novas tecnologias as tecnologias geradas pela eletrônica e pela informática estão revolucionando definitivamente as comunicações os exemplos evidenciam-se nas transmissões por satélites nas indústrias culturais na multimídia na televisão interativa por cabo e de alta definição na interação das telecomunicações com o jornal o rádio a televisão o computador o fac-símile o cinema a fotografia a editoração etc kunsch 1997 p 140 na citação kunsch esquece ainda de enfatizar a maior rede de comunicações criada pelo o homem a internet que é capaz de resumir milhares de quilômetros de distancia para uma tela de computador com uma velocidade de comunicação que chega a admirar os que não conhecem mesmo com tantos avanços e recursos disponíveis na atualidade a tecnologia da informação ti ainda é considerada um campo aberto e indefinido por lévy 1993 ressaltando que a construção dos sujeitos da razão e da cultura é marcada pelo desenvolvimento tecnológico os processos de comunicações incluídos em uma proposta organizacional a partir deste momento jamais podem ignorar as novas tecnologias o enfoque da importância de se possuir profissionais com uma visão abrangente de como determinar planejamentos previsões políticas objetivos e estratégias que vão além da inclusão de todos os públicos da organização em seus planos estratégicos encontra-se cada vez mais em ascensão devido ao conhecimento e à manipulação da tecnologia terem se tornado exigências do mercado de trabalho para os profissionais de ti que precisam também saber direcioná-las à realidade cultural de cada organização incorporando-as às necessidades individuais as oportunidades de emprego nunca foram tão emergentes como na atual realidade segundo mattos 1995 É preciso que no meio acadêmico se tenha contato com os instrumentos tecnológicos modernos se o escritório do futuro nos parece longínquo a informática e as telecomunicações mesmo que de forma isolada já estão presentes em muitas empresas e é para elas que serão formados os profissionais 1995 p 99

[close]

p. 3

mattos demonstra plena convicção ao lançar a responsabilidade de preparação e formação destes futuros ex-acadêmicos para as instituições de ensino superior de que as empresas necessitam demais destes profissionais capacitados para uma maior segurança na usabilidade dos novos tipos de recursos dessa forma é possível enriquecer e comprovar a atual temática de que a tecnologia e a informática estão interconectadas de forma efetiva e que cada vez mais é preciso haver recursos humanos suficientes para acompanhar tal evolução 1.1 aspectos da administração de informática kunsch destaca anteriormente a revolução causada pelas tecnologias nos processos de comunicação através da eletrônica e da informática para as empresas esta revolução é essencial e de fator decisivo para a competitividade no atual ambiente concorrencial no entanto o seu gerenciamento é extremamente difícil e primordial para que seja aplicada de forma eficiente e eficaz geralmente muitos recursos são investidos em informática mas nem sempre se consegue retorno satisfatório a grande maioria dos motivos desta ineficiência é meramente gerencial muitas vezes a equipe de informática atua sozinha no desenvolvimento de planos de automatização atuando sem a participação do alto escalão algumas organizações definem a informática como a solução para os problemas e normalmente elas financiam avanços na área tecnológica mas esquecem dos aspectos humanos do envolvimento dos demais setores da empresa e de realizar um planejamento estratégico em 1999 penteado demonstra através de um estudo realizado com diretores de informática consultores e analistas alguns aspectos que devem ser considerados para se conseguir um sucesso nos projetos de informática dentre eles encontram-se · projetos de informática precisam de um responsável maior junto ao alto escalão · os usuários devem receber o devidamente comunicados e treinamentos que consigam obter o máximo de benefícios do projeto · não acreditar em milagres pois não existe software empresa ou tecnologia que atenda todas as necessidade dos cliente sem alterações no mesmo ano moreira propõe uma metodologia onde a empresa que pretende iniciar o uso das tecnologias de informática deve adotar como primeiro procedimento a

[close]

p. 4

realização de um planejamento de informações onde serão identificados os objetivos do negócio as necessidades informacionais atuais e futuras e a determinação de como estes requisitos devem ser obtidos ainda no ano de 1999 mattos afirma que a vantagem buscada pelas empresas com implantações de novos sistemas está na forma de como a empresa alinha suas estratégias competitivas com seus processos pessoas e tecnologia fica explicito o potencial verdadeiro que as organizações possuem para a realização de investimentos na área de informática e a grandiosa capacidade de gerenciar informações sendo que esta se tornou essencial na condução e na competitividade das empresas administração de informática é ainda algo bastante trabalhoso e problemático onde deve haver uma interdependência entre as demais áreas da empresa na qual estas devem ser totalmente interligadas com uma presente participação do alto nível da organização objetivando o alcance das estratégias outro item importante neste tipo de projeto são os aspectos humanos e informacionais pois ele encontra-se presente em todos os níveis do projeto e seu funcionamento depende demasiadamente da interação de cada setor e de cada usuário 2 gestÃo de conhecimento em uma sociedade cada vez mais competitiva como é a atual as organizações de um modo geral estão tentando ao máximo aproveitar qualquer que seja o seu diferencial em relação à seus concorrentes visando exatamente a diferenciação em relação às demais como as empresas são constituídas por pessoas e são as pessoas que fazem mover o mundo e avançar a sociedade as organizações estão se apercebendo que o fator humano é a chave para o seu desenvolvimento sustentável procurando um funcionamento de maneira uniforme elas estão investindo na prata da casa e promovem a interação interpessoal de seus funcionários incentivando que estes partilhem os seus conhecimentos no entanto essa é uma política um tanto perigosa pois podem gerar sentimentos de invasão de privacidade e despertar a insatisfação dos mais centrados em valores pessoais por parte dos empregados É comum em qualquer empresa de qualquer ramo de atividade encontrar um determinado departamento repetir um trabalho que já foi feito por outro indivíduo ou setor simplesmente porque ele não sabia aonde encontrar a informação ou até mesmo nem sabia se ela se quer existia atualmente considerável parte das políticas de uma organização está voltada quase que de forma única aos seus bens materiais e normalmente ignora a

[close]

p. 5

gerência de valores como o conhecimento a gestão de conhecimento é uma nova lógica de gestão de sistemas não apenas sistemas de informação mas também qualquer tipo de sistema que dependa de um fator o ser humano 2.1 o fator humano dias 2003 define o ser humano como uma das máquinas mais complexas que existem tem a inteligência para armazenar o conhecimento tem a crença de acreditar em coisas que nunca viu tem a sensibilidade de aprender com os erros e melhorar ao longo de sua vida como se pode notar pela definição de dias o ser humano é extremamente dinâmico e totalmente imprevisível o seu comportamento desse modo a tarefa do gestor de uma organização se torna n vezes mais complexa pois mesmo que uma empresa crie regras estipule modos ou maneiras de fazer uma operação uma tarefa sempre irão existir diversas maneiras de resolver um mesmo problema imagine que houve alguma discussão dentro de uma determinada empresa e que este problema já vinha se estendendo durante algum tempo mas em certo momento o gestor de recursos humanos rh encontra uma solução e resolve o incômodo problema pergunta-se ao gestor como ele resolver e ele simplesmente não sabe dizer como conseguiu ou seja ele não consegue explicar a táctica usada para o fim do ocorrido este é um exemplo de conhecimento implícito ou táctico que um humano pode apresentar conhecimentos que podem ser representados através de regras conceitos dados etc são denominados de explícitos e podem ser facilmente detectados em qualquer pessoa os gestores de rh devem possuir conhecimentos tácticos como uma ferramenta de trabalho e encará-lo como uma habilidade para executar as suas funções de gerente saber como gerir este tipo de conhecimento para a resolução de conflitos por exemplo é uma árdua tarefa porque o comportamento dos funcionários de uma organização é totalmente imprevisível pois todos são formados por pessoas e não por máquinas cabe a ele encontrar a melhor solução para satisfazer os interesses da empresa sem ferir os dos funcionários 2.2 o comportamento humano nas organizações segundo meyerson apud maslow 2000 p.40 se não lidarmos com o funcionário como um todo ou com a vida do funcionário estamos lidando somente com parte do poder ou da criatividade da pessoa como afirmou meyerson muitas

[close]

p. 6

organizações que tratam os problemas humanos de maneira fragmentária pois muitas vezes o ambiente real de trabalho e os valores do indivíduo são ignorados estas nunca conseguirão a produtividade máxima que seus funcionários poderiam oferecer É inquestionável o fato de que o trabalho é uma das instituições mais importantes no provimento das satisfações humanas sabendo ainda quais os tipos de ocupações provêem as satisfações humanas em maior ou menor grau a administração deve ser capaz de predizer o impacto das decisões tecnológicas nas relações humanas no trabalho costa 2002 maslow 2000 p 46 acrescenta que se o trabalho não tem significado a vida quase que perde o significado tudo ganha ou não significado em virtude de sua participação ou falta de participação em uma meta significante ou importante ou amada todas essas citações levam a afirmativa de que todo empresa que deseja obter produção máxima e qualidade elevada necessitam que sua principal alavanca para esta realização os seus funcionários esteja satisfeita e extremamente motivada para realizar suas obrigações desta forma bergamini 1997 p 141-142 conclui que a partir de certa idade o trabalho passa a fazer parte integrante da vida das pessoas as atividades de trabalho representam então fonte e oportunidade quase exclusiva com as quais cada um conta para atender não somente às expectativas mais concretas como também àquelas menos palpáveis que são as necessidades psicológicas o trabalho para cada uma das pessoas reveste-se da importância de ser fonte de equilíbrio individual 3 conflitos no trabalho influenciados pelos avanÇos tecnolÓgicos a palavra conflito costuma sugerir situações desagradáveis onde ocorre competição oposição discordância desarmonia prejudicando algumas pessoas ou grupos quando estes procuram satisfazer os seus interesses os conflitos ocorrem entre pessoas grupos empresas no entanto podem ser positivos ou negativos nas últimas décadas as empresas brasileiras têm procurado ampliar a sua capacitação para competir por melhores contratos internacionais tanto na área tecnológica como na área aplicada a negócios entretanto a situação social do trabalhador brasileiro nem sempre permite que ele consiga acompanhar a velocidade destas evoluções pois com isso sua dinâmica de aprendizagem das novas tecnologias fica limitada durante as décadas de 70 e 80 essas mudanças não eram significativas pois somente na década seguinte foi que a informática e os avanços tecnológicos passaram a ser quase uma questão de sobrevivência por parte das organizações.

[close]

p. 7

independentemente dos fatores históricos e das injustiças sociais de nossas organizações a questão de conflitos entre trabalhadores e tecnologias não são encaradas pelas próprias organizações de forma séria talvez até por limitações das pessoas que ocupam os grandes cargos ou por simples desconhecimento da importância que tem o assunto as exigências de absorção dos trabalhadores com as novas tecnologias informática principalmente por parte das organizações geram conflitos a enormes contingentes de trabalhadores neste determinado momento observa-se a extinção de alguns empregos permanentes e simultaneamente surgem com as novas tecnologias formas inovadoras de organização do trabalho e em conseqüência disto milhares de pessoas tornam-se desempregadas por não possuírem capacidades para as recentes mudanças porém são criadas na mesma proporção vagas para profissionais com outros tipos de qualificações ou formações um dos principais papeis da gestão de conflitos é independentemente da ótica agir levando em conta as suas características origens e conseqüências cimbalista 2002 o atual trabalhador brasileiro vem sofrendo pressões por vários ângulos dentro da organização seja ela interna ou externa este indivíduo encontra-se sobre forte tensão de conseguir aprender e ao mesmo tempo exercer suas funções essas evoluções visam à melhoria do trabalho mas esbarram nas limitações do receptor pois este vem de uma cultura organizacional antiga onde não existiam tantas mudanças e nem tecnologias por isso cada vez mais os jovens profissionais ganham espaço dentro da organização causando certa barreira criada pelos mais experientes em receber conhecimentos novos oriundos de tecnologias criadas por intelectuais também jovens fato esse bem comum na área informática estas diferenças de percepção entre as pessoas é um dos fatores que geram conflitos e prejudicam as atividades organizacionais para minimizar este problema é necessário que o líder ou gerente de rh saiba administrar de maneira produtiva os conflitos a origem deste geralmente inicia-se nas discordâncias de opiniões entre as pessoas elas percebem de maneira diferente os diversos fatos que ocorrem no cotidiano mesmo quando concordam podem estar avaliando o mesmo assunto sob perspectivas diferentes no entanto as divergências podem apresentar resultados positivos quando proporcionam soluções criativas e inovadoras.

[close]

p. 8

3.1 informatização x humanização a história comprova o recente crescimento da era da informação a economia do mundo industrializado vem enfrentando uma transição para uma economia de informação o que tornará a informação a principal força na criação de riquezas e prosperidades neste tipo de economia onde a concorrência é cada vez mais acirrada a informação transformase no principal diferencial competitivo entre as organizações valorizando ainda mais o capital intelectual das empresas este tipo de diferenciação entre elas que certamente atinge os níveis operacionais táticos e estratégicos determinará qual deverá ser grande e qual será facilmente vencida pelos concorrentes o processo de informatização ou evolução tecnológica requer das organizações profissionais qualificados onde estes receberão as informações e as tratem de forma eficaz sendo capazes de gerar novos negócios e o mais importante distribuir os conhecimentos nos demais setores da organização senge 1998 enfatiza uma pessoas pode até receber mais informações graças a tecnologia mas se não possuir as capacidades necessárias para aproveitá-las não adianta em 1981 choo apud ribeiro 2000 já afirmava que as organizações podem se tornar incapazes de usufruir seus recursos informacionais e sua infra-estrutura de tecnologia da informação quando não desenvolvem um entendimento claro de como os processos empresariais transformam a informação em conhecimento e o conhecimento em ação com base nestas afirmações fica evidente que a evolução tecnológica de uma organização depende demasiadamente dos recursos humanos disponíveis para esta independentemente dos setores ou níveis organizacionais pois este é um processo que não sobrevive sem a participação e comprometimento de todas as pessoas envolvidas na organização consideraÇÕes finais procuramos inicialmente neste trabalho demonstrar a importante ligação de tecnologia com informática sua importância nos processos de comunicação e o quanto é essencial para as empresas e seus profissionais possuir conhecimentos nesta área ressaltamos os aspectos da administração de informática no âmbito organizacional como ferramenta de competitividade em nível cultural sob a visão de alguns autores determinamos metodologias que devem ser usadas para a obtenção de sucessos para projetos nesta área.

[close]

p. 9

com forma referencial representamos o fator humano para as organizações sobre a óptica da gestão do conhecimento onde mais uma vez enfatizamos a importância deste item para o diferencial competitivo destas destacando como as empresas devem fazer para que o comportamento humano de seus empregados possa gerar o máximo de produtividade em vista das informações repassadas nos tópicos anteriores como os avanços tecnológicos e o comportamento humano nas organizações finalmente obtivemos subsídio para abordar os conflitos no trabalho influenciados pelos avanços da tecnologia no qual primeiramente determinamos algumas considerações sobre conflitos de um modo geral e fatores históricos das organizações posteriormente descrevemos situações em que podem ser gerados conflitos ou insatisfações por parte dos indivíduos demonstrar os avanços tecnológicos e os conflitos organizacionais como um paradoxo entre informatização e humanização foram os objetivos deste artigo este é um tema que vem sendo alvo de discussões e publicações de alguns autores que por ainda ser novo no âmbito da administração de recursos humanos precisa ser bastante estudado para que sejam cada vez mais eficientes as suas gerencias visando o controle dos conflitos organizacionais por parte dos administradores dada estas características pode-se colocar que este texto não pretende ter uma análise final sobre o tema cabendo ao leitor a decisão de ler ou não este trabalho até porque os sustentos teóricos permitem tais opiniões referÊncias bibliogrÁficas 1 gerzson s r v mÜler m k tecnologias e informática nas organizações rio grande do sul ufrgs 1998 2 kunsch margarida m k relações públicas e modernidade novos paradigmas na comunicação organizacional são paulo summus 1997 3 lÉvy pierre as tecnologias da inteligência o futuro do pensamento na era da informática rio de janeiro editora 34 1993 4 mattos silvia a revolução dos instrumentos de comunicação com os públicos porto alegre comunicação integrada editores 1995.

[close]

p. 10

5 stÁbile s cazarini w e chichinelli m aspectos da administração de informática nas organizações in x simpep ­ simpósio de engenharia de produção 2003 são paulo 6 penteado s os dez mandamentos do roi revista information week n 3 ano 1 p 26-27 2 jun 1999a 7 moreira g c na hora da compra revista information week n 15 ano 1 p 2829 8 dez 1999 8 mattos j r s erp a hora do retorno revista information week n 13 ano 1 p 26-27 3 nov 1999 9 dias c m r gestão de conhecimento a componente humana portugal 2003 10 costa s w resgate da humanização no trabalho caderno de pesquisas em administração são paulo v 09 n 2 2002 11 maslow a h maslow no gerenciamento rio de janeiro qualitymark 2000 12 bergamini c w motivação nas organizações são paulo atlas 1997 13 simbalista s temas especiais a influência da tecnologia na geração de conflitos no trabalho análise conjuntural v 24 n 9-10 p 12 2002 14 senge peter m a quinta disciplina arte teoria e prática da organização de aprendizagem tradução regina amarante 9 ed são paulo best seller 1990 352 p 15 ferreira s d comunicação interna das eficaz um desafio para as organizações rio de janeiro 2002 72 p trabalho apresentado à universidade estácio de sá como requisito parcial para obtenção do grau de bacharel em administração 16 ribeiro b r c novas perspectivas da área de recursos humanos e a gestão do conhecimento florianópolis 2000 dissertação apresentada ao programa de pósgraduação em engenharia de produção da universidade federal de santa catarina com requisito parcial para a obtenção do título de mestre em engenharia de produção.

[close]

Comments

no comments yet