JORNAL O MARISCO 172

 

Embed or link this publication

Description

Tá no Ar a Rádio O Marisco 98.9FM! Cultura é a nossa Praia! / Fórum - Acessibilidade por Lizzi Barbosa / Coluna do Luli - Enquanto isso nas outras cidades... / Os Peixes da Bacia do Rio Tramandaí / Racismo por Afro Cena / Direito à Comunicação por Andréa

Popular Pages


p. 1

ano x nº 172

[close]

p. 2

rÁdio o marisco 98.9fm há muito tempo que a casa da cultura do litoral vem batalhando pela possibilidade implantar uma rádio comunitária em nossa cidade o coletivo de artistas representando pela casa da cultura do litoral ao longo do tempo vem se destacando por suas ações culturais e atitudes em favor do desenvolvimento de um pensamento cultural que leva a caminhos para a construção de um mundo melhor para todos somos destaque na musicalidade do estado do rio grande do sul com o trabalho de pesquisa da cultura popular e da musicalidade da região praieira gaúcha com ivan therra e o grupo de cultura popular kikumbí com jociel lima com daniel maíba e com marcelo maresia somos vencedores do festival nacional criar brasil realizado pela radiotube minc somos destaque na produção de audiovisual e cinema com os trabalhos desenvolvidos por ivan therra no filme o maestro da areia e lizzi barbosa no filme duas cruzes ambos contemplados pelo revelando os brasis minc somos destaque na pesquisa e registro do folclore litorâneo com a Ópera popular boizinho da praia que esteveno palco da moenda da canção um dos maiore sfestivais de cultura do estado do rio grande do sul somos destaque na literatura com o lançamento do livro praia da cidreira de ivan therra que agora tem até versão digital e todos podem receber via email somos destaque na socialização e fruição da cultura pela exibição de filmes para as comunidades através do cine clube o marisco contemplado no cine mais cultura minc pois agora por tudo isso fomos contemplados no projeto mídia livre da secretaria de comunicação do minc ministério da cultura e a nossa cidade ganhou mais uma rádio comunitária viva a diversidade viva as possibilidades e vivas à toda as vozes que se levantam para defender os direitos de todos que ouvir e falar com qualidade então te liga na rádio o marisco 98.9fm acessibilidade parece fácil entender o quê significa dar acesso e é fácil mas apenas para quem consegue se colocar no lugar do outro e perceber como é difícil chegar até um estabelecimento comercial sem conseguir caminhar ou atravessar a rua sem conseguir descer do cordão ainda assistimos a cena lamentável de pessoas que se entendem mais importante que as outras estacionarem nas vagas destinadas a quem tem dificuldade de locomoção aqui em cidreira o local onde mais ocorre essa barbaridade é em frente ao banco além de serem apenas duas vagas uma delas tem uma cratera mas isso acontece em tudo o que é lugar e outro dia assisti um cena muito chocante e senti esvaziado meu discurso e minha luta em favor dos direitos específicos dos cidadãos em porto alegre depois do aumento abusivo da passagem dos coletivos municipais um cadeirante foi deixado na parada a noite porque o elevador do ônibus não funcionou simples assim a solução foi deixá-lo esperando o próximo por mais 20 minutos ainda que eu tenha solicitado que os passageiros então ajudassem ao cadeirante e o colocassem no ônibus ninguém se dispôs e ainda ouve vaia pois o ônibus demorava a sair É mortificante ver como o ser humano se comporta quando quer ter suas vontades atendidas mais de 30 pessoas muitos homens capazes de ajudar mas todos queriam ir para casa pois estavam cansados que se danem os direitos de acesso o cadeirante também só queria chegar em casa e descansar mas para isso precisava da solidariedade dos outros e não conseguiu fiquei muito chocada e me deparei com uma escolha que me foi cruel ficar no ônibus ou descer e aguardar o próximo ônibus mas não conheço a capital não sabia se o próximo ônibus iria me deixar no meu destino me desculpei e fui pra casa com a consciência pesada e zangada por não ter conseguido ajudar por ter escolhido seguir o meu caminho por sentir medo por não poder fazer mais que chamar a atenção do outros em vão e em cidreira aqui o transporte coletivo nem mesmo tem o elevador os profissionais não são capacitados para atender essa demanda será que alguém se incomoda com isso pÁscoa mais um rito pagão e religioso mas as escolas ainda pregam apenas os ritos católicos porque será que a educação ainda não é laica conforme prevê a lei qual a dificuldade em mostrar quais são todas as origens das datas comemorativas falta de conhecimento ou apenas falta de vontade de apresentar novas propostas de construção do saber viva a fertilidade viva às colheitas fartas insc municipal n°008/06 insc estadual isento rua caubi da silveira 286 praia da cidreira rs cep 95.595-000 quando serÁ quando será que se vai ver alguma atitude d a nova administração na nossa cidade a posse foi no primeiro dia deste ano e até agora nada se viu administrativamente será que a nova não é tão nova assim pelo que se vê nada mudou e vamos continuar na mesma só trocar as moscas de nada nos vale pois que pode-se trocar por moscas melhores e até piores mas sempre serão moscas tenho dito enquanto nas outras cidades se planta em cidreira se corta as poucas árvores que temos até quando vamos andar na contramão da história se temos algumas coisas urgentes a fazer no município a administração pública está mais preocupada em acabar com as poucas sombras que ainda temos a desculpa de fazer ciclo vias é boa mas não me convence porque além de termos coisas mais importantes a fazer a tal de ciclo via levará os ciclistas do nada para lugar nenhum a ciclo vias da avenida fausto borba prates está sendo muito importante e tem serventia pois faz com que os ciclistas tenham como pedalar com segurança e por maior distância esta nova que se fala além de ter pouca extensão será em lugar com pouco trafego de veículos portanto não terá a mesma importância então para que cortar árvores capitalismo selvagem o capitalismo selvagem sempre interessado em obter lucro cria algumas demandas e a maioria inocentemente cai na armadilha e consome desenfreadamente a mando da mídia parceira da selvageria vigente um dos maiores exemplos na atualidade é o tal de alisamento de cabelos com suas chapinhas e produtos prejudiciais a saúde que transforma a beleza das mulheres brasileiras em belezas padronizadas e ultimamente a maioria de nossas belas mulheres se transformaram em mulheres padronizadas e iguais tudo em nome do consumo e da selvageria do capital se não fosse por mais nada somente por isto já me transformaria num comunista se já não fosse mÚsicas preferidas cada um tem um tipo de música de preferência e é direito de cada um mas também é direito de outros não gostar de certas músicas e eu também tenho minhas preferências e minhas resistências gosto de samba de músicas antigas boleros tangos músicas regionais gaúchas música da praia e principalmente aquela que diz eu sou um pirata da perna de pau do olho de vidro e cara de mau portanto vamos ligar na rádio o marisco 98.9fm para ouvir boas músicas bom papo e voz para a comunidade perigo está ficando perigoso o buraco que existe na av fausto borba prates quase na frente da imobiliária do vilson muito cuidado sou cidreirense e não desisto nunca jornalomarisco@gmail.com /jornalomarisco /jornalomarisco /jornalomarisco 51.3681.3456 8206.2550 9981.5593 edição n°172 i de outono 25 de março de 2013

[close]

p. 3

tá no ar a rádio o marisco 98.9fm te liga cultura é a nossa praia É esse o lema da rádio o marisco 98.9fm transmitindo para todos aqueles que quiserem falar ouvir debater conversar trocar idéias propor debater contribuir e fortalecer os movimentos que lutam por uma cidreira melhor para todos vamos nos ligar na rádio o marisco 98.9fm o dia de são josé foi comemorado com uma grande festa pela comunidade da costa do sol e ildo meghetti a comunidade está trabalhando bastante para a construção da igreja que será consagrada a são josé a festa contou com o apoio do fgtas e contou com a presença de muitas famílias da nossa comunidade a casa da cultura do litoral foi contemplada pelo minc ministério da cultura no projeto mídia livre da secretaria de comunicação do minc e recebeu todo o equipamento para a transmissão a associação da beira mar esteve reunida com a juíza federal para tratar dos seus direitos de moradia com dignidade segundo jociel lima presidente da entidade as conversas são promissoras e a comunidade organizada está conseguindo conquistar seus direitos a rádio o marisco 98.9fm é associada a radiotube minc brasil um projeto que congrega rádios comunitárias de todo o brasil comprometidas com as suas comunidades e com as lutas pelo acesso à cidadania através da informação e participação de todos programação de qualidade na rádio o marisco 98.9fm em breve estaremos apresentando para toda a comunidade de cidreira a nossa programação especialmente produzida para atender e dar voz às demandas comunitárias com espaços especiais de bate papo com os nossos colunistas luli com o programa café do luli lizzi barbosa com o programa conversa de marisqueira lobão com o programa a hora do lobão ivan therra com o programa garrafas ao mar além de programas especiais com nossos amigos e colaboradores feira do livro do balneário pinhal está com uma estrutura espetacular apresentando além das bancas de livro muitas palestras teatro performances e espetáculos musicais com artistas locais valorizando a cultura e os artistas locais o vice prefeito do balneário pinhal edmilson ogando esteve representando a sua comunidade em evento que reuniu lideranças políticas e comunitárias das várias cidades atendidas pela rs040 a palavra de ordem é duplicação já os moradores da costa do sol e ildo meneghetti estiveram reunidos para tratar de ações junto a prefeitura para que aquelas comunidades sejam melhor atendidas pelo poder público pararam os cortes das árvores da rua do arroio porém isto não quer dizer que a prefeitura tenha se dado conta que o melhor é preservar as árvores foi criada a asaps associação dos surfistas de salinas coletivo de surfista e skatistas de salinas organizados e com representatividade a rádio o marisco 98.9fm está com uma programação musical de alta qualidade estamos disponibilizando para os nossos ouvintes somente músicas o cae realizou caminhada no dia da síndrome de down com a participação de várias pessoas e familiares de nossa comunidade a ação tem por objetivo destacar e socializar os entendimentos sobre a diversidade e as diferenças em nossa sociedade a rádio o marisco 98.9fm está oferecendo aos seus ouvintes as músicas dos artistas de cidreira dos artistas das praias gaúchas e dos artistas de todo o estado quer ouvir música de qualidade então te liga na rádio o marisco valorizando todos os artistas de cidreira acidente na estrada do mar tira a vida de estudantes da ulbra torres mais uma vez a imprudência e a velocidade excessiva tira a vida de jovens da praia comunidade da costa do sol está apavorada com o estado de abandono das ruas já pediram na prefeitura que as ruas fossem arrumadas e mais uma vez nada com o início da temporada de chuvas as pessoas da comunidade da costa do sol e ildo meneghetti não tem mais como transitar os moradores tem que usar bota de borracha para sair de casa prefeitura ainda não conseguiu fazer o desenho da rua na vila da antena por conta disso proprietários de terrenos ainda não conseguiram tomar posse de seus bens mesmo com pedido protocolado mesmo apresentando documentos legais do cartório e tabelionato mesmo assim a prefeitura não conseguiu demarcar os terrenos na vila da antena a câmara de vereadores em atitude descaradamente preconceituosa manteve as portas fechadas e não recebeu as pessoas com deficiência que participavam da caminhada do dia da síndrome de down promovida pelo cae mesmo com a visita agendada uma semana antes culpas e desculpas a parte isso é preconceito dos mais ralés cometidos por quem deveria estar defendendo o direito à cidadania o buraco do beco do asun está cada vez mais perigoso novamente as chuvas mostraram que colocar asfalto sem antes ter colocado o sistema de recolhimento de águas com bocas de lobo e dutos pluviais é um absurdo cometido pelas cabeças pensantes da prefeitura nossa ruas estão cada vez mais alagadas e as esquinas e transversais estão intransponíveis a idéia da prefeitura é matar todas as árvores da rua do arroio para depois colocar cimento ainda não sabem que o mais importante é preservar as árvores antigas que abrigam pássaros dão sombra e renovam o ar alega a prefeitura que vão fazer outra ciclovia mas para isto não precisa matar as árvores pois as bicicletas e os pedestre podem muito bem desviar então a obra foi concebida por quem não sabe que é importante preservar a vida no nossa cidade justificar a derrubada das árvores dizendo que não são nativas é no mínimo uma grande patacoada o fato de serem árvores exóticas não significa que necessariamente temos que matá-las falta de medicamentos e médicos volta a ser motivo de inúmeras reclamações da comunidade passadas as eleições e nada mudou como já era de se esperar moradores de cidreira querem abrigos nas paradas de ônibus vamos entrar mais um ano sem que a prefeitura consiga fazer paradas abrigadas para que as pessoas não precisem se molhar enquanto esperam o transporte coletivo acessibilidade é palavra que parece não tem qualquer significado no dicionário da prefeitura pois os prédios públicos continuam inacessíveis para muitos onde foram parar os direitos dos cidadãos de cidreira a prefeitura de cidreira pelo jeito não sabe e parece não querer aprender ainda sem sentença os dois processos que pedem a cassação dos mandatos do prefeito vice e ex prefeito de cidreira o juiz parece bem mais moroso que os demais tá no ar rádio o marisco 98.9fm te liga comunidade rádio rádio o marisco 98.9fm te liga 98.9fm

[close]

p. 4

um importante trabalho sobre a diversidade dos peixes que habitam a bacia do rio tramandaí foi lançado recentemente pela editora da ufrgs o livro é resultado do tcc trabalho de conclusão do curso de biologia marinha do amigo pedro carvalho neto para quem ainda não sabe pedro pertence a cia palco de areia e é um dos atores que fez o filme duas cruzes de lizzi barbosa em entrevista pedro falou ao jornal o marisco desde 2009 quando a ideia de fazer no tcc um guia de identificação de peixes pra bacia do tramandaí surgiu várias pessoas me incentivaram dizendo que esse era um projeto importante e que seria muito útil para pescadores estudantes e pesquisadores hoje graças ao apoio dessas diversas pessoas e entidades como a parceria inestimável da ong anama e o patrocínio da petrobras é pra mim motivo de muito orgulho dizer que o guia foi publicado parabéns a todos nós autores luiz malabarba pedro carvalho neto vinicius bertaco tiago carvalho juliano ferrer dos santos e luiz guilherme schultz artioli e muito obrigado a todos que ajudaram nesta caminhada num gesto de carinho o autor pedro carvalho neto doou um exemplar para o acervo da biblioteca da casa da cultura do litoral em breve esta importante fonte de consulta estará disponível para todos assim como combatemos o crack álcool e outras drogas também devemos combater e prevenir o racismo porque esse também é um mal social que exclui e que mata muitas pessoas ao longo de décadas tem aqueles que acreditam na democracia racial mas essa é uma grande ilusão sabemos que ela não existe tem os que falam que no brasil não existe racismo ledo engano pois aqui existe um racismo velado sorrateiro discreto do tipo que bate e assopra tem os que gritam em alto e bom som que o racismo só existe pelo fato de que falamos dele buscando fazer contraponto buscando evitar que ele se prolifere mas será que de fato é essa mesmo a verdadeira realidade se essa de fato é a verdade porque uma pesquisa realizada há algum tempo por uma instituição respeitada deu um índice grande de diferença perguntado aos pesquisados você é racista um índice irrisório de pesquisados respondeu que sim feito a segunda pergunta você conhece algum racista um índice muito grande de pesquisados respondeu que sim também e se fosse feita essas perguntas para você quais seriam suas respostas o racismo está instituído em todos os setores olhem as nossas empresas aqui do município quantos são os negros que trabalham em chão de fábrica milhares e quantos são os que estão em cargo de chefia certamente não enche um fusca nas lojas no centro da cidade quantas tem negras como atendente caixa nem falo em gerente quantas ah esqueci que o pré-requisito principal do currículo é boa aparência escolas ignoram a cultura negra faz mais de dez anos que existe a lei 10.639 e ela ainda não foi posta em pratica muito por falta de conhecimento sobre a cultura negra muito pela falta de interesse oriunda dos professores e secretarias de educação e também porque falta mecanismo de sensibilização desses professores para o porquê é importante incluir de forma digna a cultura negra e africana no currículo escolar forma essa que irá agregar valor e trabalhar a auto estima dos jovens estudantes negros a democracia diz que negros e brancos tem direito a educação a justiça faz valer esses direito e para pôlo em pratica cria as cotas próuni a democracia diz que negros e brancos tem os mesmos direitos a justiça faz valer esse direito criando um estatuto da promoção da igualdade racial que busca fazer valer esse direito a democracia diz que negros e brancos tem direito a terra a justiça cria mecanismo para que remanescentes de quilombos tenham acesso a essa terra a democracia diz que negros e brancos são cidadãos brasileiros a justiça cria conselhos municipais de promoção da igualdade racial para que o negro possa ter um mecanismo de luta pelo direito de ser respeitado como cidadão a democracia diz que todas as culturas devem ser respeitadas e repassadas nas escolas a justiça cria a lei 10.639 para inserir a cultura negra e africana no currículo escolar pois as escolas ainda acreditam que o negro permanece escravizado a democracia diz que a justiça deve ser posta em pratica a justiça diz que a justiça precisa ser posta em pratica pois ela ainda permanece injusta qual sociedade nós queremos a democrática que diz ou a justa que faz se a sua opção foi a segunda precisamos nos unir pois temos muito a fazer para que a justiça seja posta em pratica nos dias atuais realmente alguém que não sabe o que é viver na pele esta realidade tem todo direito de tecer uma visão monocromática da coisa só percebe a sua realidade e somente do seu ponto de vista nós negros temos de nos reconhecer como negros isso é uma realidade mas nós negros não podemos nos permitir aceitar o racismo calado em silêncio o racismo não é a minha realidade não é a tua realidade o racismo é a nossa realidade É uma realidade social É uma das grandes mazelas da nossa sociedade em pleno século xxi pois somos nós que vivemos e sobrevivemos nessa sociedade e somente nós poderemos reconstruir uma sociedade mais justa mais humana mais digna e mais solidária se de fato somos raça humana somente e que não existe raça negra ou raça branca os direitos precisam ser humanos também o que de fato acontece é bem o contrario o bolsa família diz isso a miséria extrema diz isso as universidades dizem isso os presídios dizem isso as favelas dizem isso os funcionários de chão de fabrica dizem isso as vitimas do mundo das drogas e do trafico dizem isso o índice de negros trabalhando em órgão púbicos fala isso são vario os fatores que demonstram que o racismo existe mas nós juntos podemos fazer com que isso acabe o primeiro passo é buscar fazer a diferença e passar a aprender a conviver com as diferenças e o segundo passo e buscar por em pratica políticas publicas que reduzam os indices alarmantes que estão postos aos teus olhos eu posso estar completamente errado mas essa é a minha opinião afro cena cultural

[close]

p. 5

cotidiano andréa ritter pág.5 boa tarde são 14 horas e você está ligado na rádio o marisco 98.9 fm cultura é a nossa praia após a informação de marisqueira vamos apresentar o programa direito e mariscada hoje com a prof ª andréa ritter e os alunos ema fernando e luiza inicialmente a professora esclarece que no brasil os artigos da constituição federal carecem de regulamentação sobre o direito à comunicação e que informar ser informado acesso aos meios de comunicação é diferente do conceito de liberdade de expressão a aluna ema sempre atenta aos direitos e garantias individuais e coletivas que estão no art 5 da constituição federal questionou a professora sobre o princípio da isonomia igualdade se todos são iguais perante a lei como estabelece o art 5 e a igualdade é fundamento da constituição contido no art 1 porque as rádios e televisões estão na mão de famílias e porque há brutal diferença de tratamento entre as rádios comerciais e as rádios comunitárias que inclusive são taxadas de piratas criação a expressão e a informação sob qualquer forma de processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição amigo ouvinte continuaremos com a aula sobre o sagrado direito à comunicação após informarmos que importante o investimento em cultura e o apoio através da lei 9612/98 e portaria 126 de 2009 lembrando que a valorização da cultura e dos artistas de nossa comunidade fomenta a formação da identidade da cultura e de valores culturais da região praieira seguindo nossa programação questionou a aluna luiza por que considerar a rádio pirata se o direito de antena prevê o acesso de organizações civis à mídia respondeu a professora que apesar de a respondeu a professora que com razão a aluna diz que a mídia é controlada por grandes grupos familiares que produzem o conteúdo e controlam o governo com a manipulação de milhões de pessoas que há início da quebra de monopólio de movimentos de rádios livres e de indivíduos em todo o brasil que ganhou mundo a digitalização da alemanha frança espanha portugal e comunicação os movimentos pela internet mas holanda respeitar o direito de antena e a que como a igualdade é perante à lei não há participação legal com maior participação da regulamentação que ampare o direito à sociedade civil na mídia no brasil o direito de comunicação antena está reservado lamentavelmente aos continuou a professora salientando que a tv e a partidos políticos que no tocante à radiodifusão rádio abrem possibilidades de acesso liberdades comunitária é regulada pela lei 9612/98 e lei civis e direitos políticos da sociedade à 8977/95 e que há contradição na lei 9472/97 e comunidade que os direitos humanos são por certo contradição maior com o art 220 da essenciais ao desenvolvimento da pessoa nas constituição federal que no início dos anos 70 várias atividades que o direito deve ser assegurado a unesco debateu o direito à comunicação e em todos os meios que há ausência de ação dos importante o art 19 da declaração universal governos no tocante à restrição dos direitos e das dos direitos humanos liberdades seguiu a aluna luiza mas a sociedade que importante o art 5 iv da constituição federal vivemos não é uma sociedade da comunicação onde se infere É livre a manifestação do não devemos prestigiar a diversidade a pensamento sendo vedado o anonimato e ainda o pluralidade o acesso às mídias por parte de todos inciso ix do mesmo diploma É livre a expressão da sociedade da atividade intelectual artística científica e de a professora informou para a aluna que há comunicação independente de censura ou licença uma agressão à liberdade de expressão uma e mais o art 220 a manifestação do pensamento a restrição dos direitos e das liberdades e que é necessário urgente a criação de medidas para que empresas e canais comunitários estejam livres de interferências arbitrárias aduziu que movimentos de rádios livres apresentam posições críticas que o ministério público federal com lastro em decisões do stj em ação civil pública n 20076100010459 sp busca defender direitos de milhares de associações comunitárias que em ações judiciais os juízes estão considerando o direito à comunicação e que inclusive o poder judiciário gaúcho há mais cinco anos está no ar com a rádio themis o aluno fernando informou para a classe que em 11 de março de 2013 ouviu que as associações de rádios comunitárias movimento nacional promoveram denúncia na oea comissão de direitos humanos contra a criminalização e o tratamento desigual que o estado brasileiro vem lidando com as rádios comunitárias que não há políticas e estão calando a voz da comunidade e que a prática está em desacordo com a convenção americana sobre direitos humanos pois não deve existir criminalização da liberdade de expressão a professora alegrou-se com o comunicado pois a oea com comissão autônoma de direitos humanos poderá alterar leis e salientou a importância do projeto mídia livre que identificará a praia os músicos da praia e importante o microfone aberto para a comunidade posto que o pacto de são josé da costa rica é um monumento à liberdade de expressão e pensamento pois bem ouvintes agradecemos a presença da professora e seus alunos com a reflexão que trouxeram para o nosso povo e não esqueçam que a rádio é importante para a sua voz para a nossa voz para a divulgação e preservação da cultura local bem como para o desfraldar de nossas bandeiras pensamentos e lutas fiquem com a rádio o marisco 98.9 fm ouvindo a boa música da praia !

[close]

p. 6

os devotos de são josé da comunidade da costa do sol e do ildo meneghetti estiveram reunidas para festejar o dia de são josé a comunidade vem há tempos trabalhando para a construção de um espaço que será consagrado à são josé na festa muitas famílias confraternizando e construindo pensamentos na busca de uma sociedade melhor para todos a galera do surf de salinas se reuniu e resolveu se organizar para divulgar e fortalecer o surf de salinas e também para que tenham mais representatividade as demandas do coletivo de surfistas depois de várias reuniões foi eleita a diretoria que tem a seguinte nominata presidente joão pedro roso jp vice-presidente alexandre fenner alemão tesoureiro anderson helfer nunes andy naza boy secretário 1 dennis neumann villarinho secretário 2 guto reis secretário 3 alexandre galo magal o objetivo da associação é promover o surfe e o skate junto a comunidade de cidreira com foco principal em proporcionar o desenvolvimento e o zelo destes esportes promovendo eventos e dar suporte a futuros talentos a nova mistura e farmácias associadas como sempre fazendo a diferença no empresariado de nossa cidade desta feita a equipe da farmácia sob o comando da dra letícia abriu espaço de atuação para que pessoas com necessidades especiais possam exercer o seu direito de acesso ao trabalho unindo ao sempre excelente atendimento a possibilidade de interação e socialização com todos os clientes e amigos quando a atitude vai além do discurso e passa para a prática cotidiana desfraldando bandeiras de inclusão socialização direitos e cidadania então encontramos a dra letícia e sua equipe os estudantes de cidreira receberam do projeto lagoas costeiras uma unidade móvel para a realização de estudos sobre a ecologia local a associação da beira mar composta por pessoas das comunidades do ildo meneghetti e costa do sol na luta pelo direito à moradia digna esteve reunida com a juíza federal da vara ambiental agrária e residual dra clarides rehmeier na ocasião estiveram representando os moradores o presidente da associação beira mar jociel lima a vice presidente daniela pedde o morador seu bronca o ex-presidente da associação aristoclides dos santos e o assessor parlamentar do pcdob matheus junges conforme informou o presidente da associação beira mar jociel lima há consenso em muitos pontos do processo pois existem casas que de fato estão em áreas de risco porém garantindo a permanência das demais casas a comunidade da beira mar continua sua luta conquistando excelentes espaços defendendo o compromisso de preservação da natureza por parte dos moradores da beira.

[close]

p. 7

passados mais de três meses e a prefeitura ainda não conseguiu demarcar os terrenos legalizados com matrícula e escritura no cartório de registros públicos de cidreira parece que está existindo uma dificuldade muito grande para que a prefeitura que tem a obrigação de demarcar os terrenos e ruas de fazer o seu trabalho os proprietários dos terrenos e demais moradores da vila da antena já solicitaram e protocolaram o pedido para que a rua fosse legalmente demarcada conforma está no mapa do loteamento porém por motivos não esclarecidos e pouco transparentes nada foi feito www.blogdolobao.com.br twitter.com/lobaopc segundo uma moradora as áreas foram ocupadas e as casas construídas daquele jeito com o consentimento do ex-secretário de obras laudi mariano sendo que algumas casas foram construidas sobre a rua e sobre os terrenos regularizados casualmente durante o período eleitoral quando os proprietários foram reclamar pela invasão dos terrenos e da rua solicitando que fosse demarcados os limites receberam várias explicações e a promessa que tudo estaria resolvido em pouco tempo bastava que o funcionário desenhasse o mapa com as medidas legais conforme o loteamente porém já se passaram mais de três meses e nada o buraco do asun pois naquele beco ao lado asun tem um baita buraco que há muito tempo vem trazendo graves incômodos aos moradores da rua n.sra aparecida os moradores já reclamaram e pediram providências prá tudo quanto foi gente mas como é de costume ninguém atendeu até hoje pela falta de sinalização por tratar-se de um caminho utilizado por muita gente inclusive por crianças nas idas e vindas da escola é urgente que a prefeitura tome as devidas providências para que não tenhamos um acidente mais sério naquele local a comunidade já pediu precisa o que mais caros domingo passado fui assaltada dentro de minha própria residência em cidreira por volta das 20h ao buscar auxílio da polícia civil descobri que esta não funciona aos finais de semana por falta de efetivo já a brigada militar conta com apenas 1 uma viatura para o patrulhamento de cidreira à costa do sol ainda não possui equipamento para fazer b.o eletrônico devendo para isso o requerente se dirigir à tramandaí a gravidade da situação não finda por aí furtos e assaltos no município são cada vez mais constantes se tornando habitual esse tipo de violação dentro de residências habitadas a segurança pública é direito constitucional do cidadão este não quer segurança para turista ver mas a exige o ano todo.cabe ao estado enviar efetivo ao município mas é através da prefeitura que se pode pressionar para que esta demanda seja cumprida não queremos que nossa praia se torne uma cidrelândia dominada por bandidos e pelo medo o qual restringe o direito de ir e vir e induz aos moradores da cidade a fecharem as janelas de suas casas gradeadas durante o dia afugenta os turistas e esvazia o comércio além de induzir aos veranistas a venderem suas residências até quando essa situação permanecerá o que está sendo feito para que seja garantida a segurança na praia da cidreira atenciosamente manuela keunecke vinculado ao ofÍcio de registros pÚblicos de palmares do sul recompensa poder ler a coluna do lobÃo na prÓxima ediÇÃo quem souber do paradeiro do nosso colunista que atende pelo nome de ricardo vulgo lobÃo por favor avisem urgente para o pessoal da redaÇÃo do jornal o marisco desapareceu bem no dia de enviar a sua coluna para o jornal compartilhem agradecemos o esforÇo de todos crva 193 posto de atendimento de cidreira todas as terÇas-feiras vistoria emplacamento licenciamento esquina da siveira martins com avenida t salinas 3668.3079

[close]

p. 8

sos costa do sol a comunidade da costa do sol está reunida para tratar de questões importantes par a vida cotidiana de todos os moradores daquele bairro ruas alagadas e esburacadas segundo relato dos moradores maioria das ruas da costa do sol estão intransitáveis os moradores são obrigados a sair de casa calçando botas de borracha e em alguns casos nem as botas ajudam pois as ruas chegam a ter mais meio metro de água acumulada bocas de lobos entupidas as bocas de lobo das ruas estão constantemente entupidas pois não existe qualquer serviço de manutenção nos dutos de evasão pluvial !se nas ruas que tem boca de lobo está tudo alagado agora imaginem nas ruas que não tem disse uma moradora que tem dificuldade de locomoção e fica impedida de sair de casa comunidade reclama presenÇa do sub prefeito na costa do sol a comunidade está reclamando que o viceprefeito há pouco empossado não está se fazendo presente na sub-prefeitura para ouvir as demandas dos moradores não conseguimos achar o sub prefeito para falar com ele disse um morador indignado com o descaso da prefeitura paradas de Ônibus desprotegidas dizem os moradores que essa é uma reivindicação bem antiga da comunidade nos dias de chuva ficamos totalmente sem proteção pois a água vem por baixo e por cima não temo que fazer não temos nem abrigo nas pardas de ônibus isso não pode ser tão caro assim falou uma moradora do bairro costa do sol não é possível que com todo esse tempo na prefeitura eles ainda não tenham conseguido fazer isso praÇas abandonadas os poucos espaços de lazer que temos na maioria foram feitos pelos próprios moradores fizemos com as nossas próprias mãos e cuidamos nós mesmo pois quando pedimos para a prefeitura que pelo menos passem a roçadeira para cortar o mato da volta ou eles nunca podem ou fazem de qualquer jeito deixando toda a sujeira prá trás reclama um morador comunidade humilhada não consigo acreditar que nós moradores da costa do sol tenhamos que ficar toda a hora pedindo coisas que são básicas para a vida de todos em qualquer cidade tanto pedimos e não somos atendidos que parece que precisamos nos humilhar para tentar conseguir um serviço que é direito nosso isso não está direito tratar as pessoas com desdém como se a gente não fosse nada finalizou.

[close]

Comments

no comments yet