JORNAL O MARISCO 47

 

Embed or link this publication

Description

Cultura da Praia fora da Festa de Iemanjá / Prefeitura despreza participação da cultura de Cidreira / Os Noveleiros / Na Ponta da Língua - Verticalismo por Wandir Almeida / Coluna do Luli - Luli foi abduzido / Democratizar a Comunicação é Direito de Todos

Popular Pages


p. 1

www.omarisco.com.br informativo comunitário da casa da cultura do litoral ano iv nº 47 prefeitura despreza participação da cultura de cidreira a festa de iemanjá de cidreira não contou com o mesmo brilho de edições anteriores isto muito se deveu a políticas segregacionistas implantadas na administração passada quando os devotos foram proibidos de professar sua fé na nossa praia a administração atual também pecou ao cobrar r 100,00 por ônibus estacionados antes mesmo de oferecer infra-estrutura suficiente para que houvesse tal cobrança a repercussão negativa da cobrança contribuiu para espantar ainda mais os terreiros que tradicionalmente vinham para cidreira fazer a maior festa de iemanjá do estado pouco mais de 5.000 pessoas vieram uma festa sempre linda apesar das trapalhadas e da falta de contextualização dos organizadores a nossa festa de iemanjá é sempre um sucesso pois quando milhares de pessoas se reúnem para manifestar a sua fé sempre é um momento de beleza incomparável as boas energias vibraram por toda a nossa praia e as pessoas foram com as mãos repletas de flores e perfumes deitar suas oferendas a deusa mãe os terreiros pintaram de azul e branco o negro manto da noite os tambores e as rezas cantadas junto com o vento levaram os pedidos para o mar e trouxeram a graça de mais um dia de vida na praia a cultura da praia foi relegada o trabalho de pesquisa da cultura popular do litoral realizado pelos artistas de cidreira tem como uma das fontes a oralidade dos autos folclóricos religiosos de origem africana no litoral o que muito se identifica com a festa de iemanjá porém os organizadores do evento mais uma vez desprezam o premiado trabalho realizado pelos artistas locais perdendo a oportunidade de mostrar aos visitantes a qualidade do que é produzido pela cultura de cidreira criando no palco apenas momentos individuais e desassociados do contexto que a grandiosidade da fé do povo exige a falta de conhecimento mais uma vez sepulta cidreira.

[close]

p. 2

pág 2 verão de 2006 opiniÃo os noveleiros absolutamente nada se faz antes que terminem todas as novelas na praia o hábito de ver novelas toma grande vulto e cabeças menos favorecidas entram no mundo de fantasia criado pela ficção e de um momento para o outro começam a encarnar os personagens das novelas de tal forma que pensam que tal qual acontece nas novelas podem mudar a vida e começam a virar personagens de suas próprias fantasias um pensou que era o maioral de bang-bang e ameaçando com multas e guincho tentou obrigar irmãos maristas e crianças índias que apenas vieram na praia a se juntar aos afro-religiosos em sua festa religiosa não respeitando nenhuma das culturas uma outra achou que era atriz de novela e para garantir o seu cargo passou a agir da mesma forma que a falecida pensou que elas fossem almas gêmeas e não quis mais receber o pessoal meio louco da cultura que só pensa em valorizar o povo da praia como se isso fosse algo que rendesse algum dividendo para ela a própria alma gêmea da falecida um outro achou por bem encarnar o diretor da belíssima e usurpou o espaço público para criar o próprio gado além de tomar outro espaço público cedido para a universidade e fazer o seu próprio estacionamento lavajato tudo isso sem o conhecimento da câmara de vereadores que parece estar mais preocupada com a nova novela que vem aí a viagem uma encarna a própria vedete de antigamente e tenta montar eventos da mesma forma que se fazia há anos atrás sem é claro nunca alcançar o glamour e o sucesso de um tempo que já passou e tal qual nas novelas cada vez menos nos vemos vão sendo cada mais comuns as imposições de heróis cowboys e cidades do velho oeste em detrimento de nossa história nossas cidades e nossa cultura e o povo da praia sem querer está a cada dia se identificando com o chiqueiro do crispin e passa a se ver cada vez mais jogado com a cara nessa lama e a realidade passa a imitar a fantasia de tal forma que os autores passam a atores e cegamente encenam segundo um script que não foi exatamente o que pensaram quando escolheram quem poderia ser o seu autor favorito está faltando idéia e o dono da estação prefere buscar lá fora heróis descontextualizados dando palco a charlatões de fora esquecendo que quem vai escolher a próxima novela é o povo daqui É possível que o povo resolva encarnar o bbb e botar alguns desses atores no paredão e expurgar da casa os que não tem afinidade com a história e com a cultura do povo desta beira de praia mas tudo isso pode mudar se para a surpresa de todos alguém resolver encarnar a sinhá moça daí bom daí não sei verticalismo o chamado verticalismo que obrigava coligações casadas a partir de brasília está com seus dias contados por medida provisória e inconstitucional porque só poderia doze meses antes do pleito de outubro próximo assim nas eleições de 2006 para estados união as alianças estarão liberadas existe informação que o pt em alguns estados poderá se aliar com pfl pmdb e outros ou outros com o pt pcdob etc concluindo com ou sem verticalização o fisiologismo e o corporativismo vai continuar de cola erguida sÔro anti-zebra quando se perde o rumo da escola qualquer outro sôro fará desaparecer lápis cadernos e borrachas sôro anti-zebra é uma combinação de medidas letais capaz de mandar a causa de tantos problemas para o espaço sem causar dor ou convulsões a quem quer que seja bom para todos a perigo israel uma das bases mais importantes do eeuu no oriente médio está a perigo com o afastamento de sharon este problema somado as incertezas da guerra com o iraque crise financeira no japão e o avanço vertiginoso da produtividade na china não resta a menor dúvida que vai chover cacácas nos países do terceiro mundo notadamente em nosso brasil pedÁgios uma revolução contínua e imprevisível por coincidência as praças de pedágio em todo o brasil foram instaladas em cima de pequenos municípios quando do projeto de instalação teriam os mentores consultado a população ou esta consulta foi feita aos representantes do povo os parlamentares sabemos que os pedágios são um mal necessário porque encobrem as omissões do poder público que recebe para isso e nada faz por exemplo impostos dos combustíveis ipva e outros que somado aos altos valores do pedágio significa um assalto à mão armada salÁrio mÍnimo está para ser aprovado um salário mínimo de r 350,00 como se sabe também que em nome deste salário muita coisa está subindo de preço quando os viventes tocarem neste salário em maio com certeza virão outros aumentos e por incrível que pareça a inflação será a mesma ou em baixa o pior de tudo é que para os aposentados o índice será bem menor que o anterior passe livre os aposentados residentes em cidreira estão em péde-guerra no veraneio existem três tipos de transporte coletivo a gaiola turismo o seletivo para os nobres e o convencional para os operários e aposentados no inverno o convencional único que aceita passe livre fazia linha de meia em meia hora no veraneio está fazendo de hora em hora bom ou ruim estamos aliviados com a notícia de que alguém viu o luli na praia sendo assim a notícia de que o nosso colunista luli teria sido abduzido não passou de boato ainda bem ii edição de verão n° 47 30 de janeiro de 2006 olá pessoal do marisco tudo beleza parabéns por mais uma edição do jornal e que continuemos sempre assim mostrando sempre os prós e contras de nossa cidade gostaria de aproveitar e deixar aqui registrado alguns dos problemas de nossa cidade e espero que isso se divulgue por cidreira afora por que é uma vergonha algum desses assuntos 1 lixo pagamos anualmente em impostos iptus a coleta seletiva de lixo mas não há necessidade pois temos lixão em frente nossas casas É uma vergonha indivíduos colocarem lixo na rua sendo que temos lixo todos os dias em nossas ruas cabe ressaltar um exemplo claro deste problema na rua 15 proximidades do ciep onde o lixo é solto pelas ruas e terrenos cabe a prefeitura um pouco de disciplina consciência e vergonha e deixar tudo em ordem e acatar os indivíduos que atuam de forma irregular e realizar a limpeza dessa área do lixodromo todo ano é a mesma coisa lixo e mais lixo em frente nossas casas 2 iluminação mais uma choradeira todo ano cadê a luz cadê a luz em minha rua por exemplo inicialmente repassaram a ceee o problema que não havia 2 fases na rua para a colocação das lâmpadas na rua recurso bom problema com a ceee eu mesmo fui obrigado a ligar e resolver pronto fios nos postes mas é agora cadê a iluminação que também é cobrado de nossos impostos complicado todo ano ter que ir a prefeitura e reclamar reclamar reclamar por isso o pessoal anda tão desgostoso com nossa cidade 3 ruas É uma vergonha outra coisa feia a nossa cidade ruas sujas e mau cuidadas agora que estão tentando mostrar serviço passando a enxada em algumasssss ruas talvez por que queiram mostrar algum pouco do muito imposto que pagamos a cidade coisas essenciais a cidade e a boa vista de nossos visitantes e veranistas passam desapercebido pelo nossa administração um cúmulo coisas básicas a comunidade que em muitas vezes a necessidade de stress pelo moradores para que se tomem alguma situação ahhh e olhe lá se tomarem também vergonhoso tudo isso desculpe expor estes problemas mas acho que é uma das maneiras de tentarmos colocar ordem na cidade que anda desorganizada vergonhoso mas é a realidade abraços orides pain

[close]

p. 3

tarrafadas verão de 2006 pág 3 dia 02 de fevereiro dia de festa no mar dia da mãe iemanjá a festa na praia estava linda manifestação cultural da fé do povo tá na rede profa maria faistauer lança o livro a saga de garibaldi um importante registro sobre a épica travessia dos barcos seival e farroupilha por terras do litoral um título obrigatório em nossa biblioteca tá na rede ii pérolas da concha segue fazendo sucesso é grande o número de pessoas da comunidade e de veranistas que elogiam o trabalho realizado pela diretoria de cultura e pelos grupos musicais de cidreira tá na rede ginásio municipal já está quase pronto tá na rede i conferência nacional de cultura o marisco abre espaço para a cultura de todo o brasil nesta edição kamayura saldanha delegada nacional de cultura da bahia escreve sobre a democratização da comunicação tá na rede É muito expressivo o aumento no número de veranistas que estão vindo para cidreira neste veraneio o comércio comemora a melhoria tá na rede asfaltada a união e o prefeito beto pires resgata uma das promessas de campanha as três ruas já estão asfaltadas tá na rede acesse www.omarisco.com.br o marisco on line e saiba tudo o que está acontecendo na sua praia tá na rede o ii encontro espírita de cidreira repete o sucesso da primeira edição e já prepara o iii encontro para o próximo verão tá na rede vem aí a feira do livro de cidreira tá na rede governador rigotto visita nossa cidreira e inaugura obras de asfaltamento da rua união tá na rede a companheira fabíola do luli e o henrique casaram virando mais uma página na história das atitudes e posicionamentos da juventude de nossa praia felicidades companheiros tá na rede a boa presença da polícia civil e bm garantiram a segurança do povo durante a festa de iemanjá tá na rede tempo bom água boa muita gente e veraneio até março cria boa perspectiva em nossa praia tá na rede juventude de cidreira já está se mobilizando para as eleições da umesc matheus junges coordena o processo democrático tá na rede em março tem eleições da accl mais um processo democrático eletivo em andamento em nossa praia tá na rede programa aventura a travessia das lagoas do litoral o pioneiro é silvio sebold e o feito agora foi repetido por sua filha kika sebold brilhante iniciativa incrível resgate e um show de imagens tá na rede comunidade começa a se organizar para pensar sobre a sustentabilidade dos recursos naturais que temos aqui na praia tá na rede visite a zona rural e as lagoas de cidreira tá na rede a esperanÇa É verde cidreira recebe placa de praia poluída na frente do edifício alvorada os coliformes fecais vem das casas que tem seus esgotos cloacais ligados ao arroio e a prefeitura faz o que será que poluição não é importante rasgou a rede asfalto na avenida r a comunidade está reclamando entendendo que também deveria ser contemplada por ser entrada da praia rasgou a rede É muito lixo jogado nas ruas espaços públicos e terrenos rasgou a rede pararam as obras no ginásio rasgou a rede 64 crianças da escola indígena e os irmãos maristas que as acompanhavam foram obrigadas a ir para a festa de iemanjá pois vieram de ônibus e só podiam estacionar no parque das dunas para pagar os r 100,00 rasgou a rede será que todo esse asfalto não seria melhor aproveitado na estrada da fortaleza alguém perguntou à comunidade sobre isso rasgou a rede os Ônibus andam correndo demais a falta de paciência com crianças e idosos geram reclamações uma cidade turística com grosseria fica difícil rasgou a rede os shows da concha alguns de qualidade duvidosa estão sendo priorizados e os artistas de cidreira estão em segundo plano de novo rasgou a rede sem cavalgada do mar que faz exigências consideradas descabidas pela prefeitura que decidiu por não acolher a cavalgada em cidreira rasgou a rede r 100,00 por ônibus cobrou muito e ofereceu pouco a prefeitura conseguiu diminuir ainda mais a nossa festa de iemanjá poucos ônibus vieram rasgou a rede secretária de educação mercedes giroletti ainda não teve tempo para receber o comcultura continua muito atarefada por certo rasgou a rede contas da cultura ainda não foram apresentadas e as contas do fundef e da educação rasgou a rede exploração privada em espaço público hortão e espaço da uergs estão sendo explorados pela iniciativa privada quem aprovou rasgou a rede cancelado o planeta tchê cancelado o arrancadão rasgou a rede!

[close]

p. 4

pág 4 verão de 2006 comunidade precisamos democratizar a comunicação criar uma consciência nova e correta na sociedade que as concessões são públicas por isto pertencem ao povo brasileiro não a pequenos grupos de empresas ou de políticos detentores de inúmeras concessões neste país se faz mister que o governo tenha maior sensibilidade para abrir debates junto a sociedade civil e que seja possível elaborar novas diretrizes analisar com mais profundidade as leis que hoje regulamentam os meios de comunicação e com isto resgatar esta dívida social constituída pelo negligência do poder público onde concessão ainda tem cabresto e é moeda parlamentar modificações drásticas precisam ser implantadas no sentido de desburocratizar a lei 9.612 que regulamenta as rádios comunitárias tendo em vista que este veiculo de comunicação é um grande pilar de sustentação de um povo desvincular do processo de outorga o parecer final do congresso nacional é de suma importância para devolver ao povo brasileiro a possibilidade de usufruir da liberdade de expressão propriamente dita como reza o art.5o da constituição brasileira É a forma de dar celeridade ao processo construtivo de uma sociedade mais livre mais digna mais informada mais capaz hoje todas as pastas de qualquer governo precisam da utilização das rádios comunitárias como parceiras e facilitadoras da divulgação do processo administrativo seja ele federal estadual ou municipal o importante é que o ministério das comunicações seja sensível ao clamor da sociedade civil e promova democraticamente fóruns conferências tudo o que possibilite uma ampla discussão sobre a democratização das leis de comunicação do brasil movimentos pequenos porém sustentáveis já se formam por todo o país acredito que em um curto espaço de tempo a sociedade civil organizada sentará à mesa de negociações pois é realmente insustentável a situação de constrangimento que passam as rádios comunitárias em todo o território nacional rádio comunitária é a amplificação da voz do povo e o povo não pode ser calado liberdade de expressão já kamayura saldanha lauro de freitas bahia É grande o mistério que envolve as famigeradas viagens de nossos vereadores para paradisíacos lugares onde teoricamente fazem cursos para adquirir conhecimento e buscam o aperfeiçoamento de suas ações nas cadeiras legislativas de nossa praia tudo para o bem do povo é claro não está muito transparente a questão das viagens pois ainda não conseguimos saber quantos dos nossos nobres edis realmente viajaram para os paradisíacos lugares para fazerem os eficientes cursos também não sabemos o quanto gastaram em diárias com certeza no mínimo três vereadores viajaram durante o recesso para as praias de santa a fim de cumprirem o doloroso curso devido a transparência ainda não foi possível detectar o quanto já foi gasto apenas para que os vereadores de cidreira pudessem penar no paraíso fortes boatos indicam a soma de r 12.000,00 até agora É claro que toda a comunidade reconhece que estes cursos tem ajudado muito a nossa praia pois desde que os nossos vereadores começaram a fazer estes cursos em lugares paradisíacos com diárias pagas com o dinheiro do povo nossa cidade melhorou muito é só olhar e ver está na cara a diferença entre os vereadores que durante o recesso foram fazer o curso nos lugares paradisíacos e os que não foram o número de vereadores que viajaram e o quanto foi gasto mais cedo ou mais tarde vai aparecer obrigatoriamente o que está difícil de aparecer é o resultado prático desses cursos basta analisar os projetos dos vereadores que viajam para os lugares paradisíacos e os que não viajam está na cara!

[close]

p. 5

cotidiano verão de 2006 pág.5 contando até parece mentira mas é a mais pura expressão verdade quanto é lado prá ver o tal bicho meio peixe meio-lásei-eu-o-quê o fato é que ele está lá prá quem quiser ver quem duvida que vá ver com os próprios olhos a equipe do marisco registrou o fato e identificou o animal trata-se de um peixe-morcego ogcocephalus vespertilio que habita a costa brasileira desde os eua até o uruguai sendo mais comum encontrá-lo no sudeste brasileiro o resto é conversa de pescador combata o colesterol É isso mesmo agora você não precisa mais enfrentar toda manhã aquele copo do nada agradável suco de beringela em cápsulas a beringela não tem gosto nem tem cheiro é mais prática mais rápida de se tomar e você ainda pode levar dentro do bolso em suas viagens mas é verdade que a beringela reduz o nível do colesterol sim um estudo realizado no instituto de biociências da unesp de botucatu revelou que a beringela pode reduzir até 30 as taxas do colesterol ainda não se sabe qual o princípio ativo responsável pela redução das taxas de colesterol mas os cientistas suspeitam de um alcalóide existente na beringela como tomar o suco de beringela se você optar pelo suco basta bater no liqüidificador 1/4 de uma beringela com o suco de duas laranjas para melhorar o sabor e tomar apenas 1 copo de 200 ml em jejum todas as manhãs mas atenção não vale guardar o suco para tomar depois pois o efeito se perde e também nunca tome mais de um copo e também não adianta usar a beringela cozida ela perde suas propriedades como age o colesterol o colesterol se deposita sobre a parede das artérias coronárias até obstrui-las completamente quando isso acontece temos o que se chama de infarto ou seja a circulação na área obstruida é paralisada e o músculo cardíaco fica sem oxigênio o famoso isaurino pescador antigo da nossa praia logo de manhãzinha ia caminhando pela beira da praia quando avistou como que se estivesse saindo da água uma criatura esquisita meio peixe meio bicho com umas mãozinhas por baixo e uma boca enorme com chifre e tudo olhou andou na volta deu uma mexida no bicho mas o tal não se mexeu mais estava morto espécime para a peixaria do seu jorge logo a notícia correu solta nas asas do nordestão e começou a chegar gente de tudo ninguém questiona as diferenças panorâmicas existentes por disposição da própria natureza entre as praias do rio grande do sul e demais praias brasileiras certo que a ordem natural privilegiou outras praias do litoral brasileiro não sendo demais afirmar em linguajar gauchesco perdemos a carreira sem sair do partidor o que não se consegue entender principalmente por não haver os devidos esclarecimentos e justificativas técnicas por parte dos órgãos fiscalizadores e licenciadores é esse tratamento rigoroso discriminatório ao litoral gaúcho proibindo a permanência e limitando o tamanho dos quiosques na orla marítima em todas as demais praias do brasil encontram-se uma variedade de quiosques permanentes oferecendo todo o conforto aos usuários qual o motivo do rio grande do sul ser tratado diferente o quê nos levou a essa absurda situação e esquisitice de montagens cabanescas emergenciais e perigosas a natureza já nos brindou com vasto mar aberto um nordestão de renguear cusco um marcholate sem cacau mas com abundante cocô gramados semgramas-verdes secos e com espinhos que nem a famosa chinela agüenta além de variadas raças do melhor amigo do homem ­ de vira-latas aos mimados totós de madame ­ culminando com a temperatura da água quase igual a do alasca diante do desassombro dos gaúchos que superam as adversidades só falta proibir o banho e até tomar sol na areia pois poderá se alegar a poluição da areia e da água do mar com a presença humana os guarda-sóis também poderão afetar coma sua sombra a úmida areia É de urgência que o estado os municípios litorâneos juntamente com os demais setores da sociedade bem como os próprios órgãos ambientais procurem reverter essa situação de preferência antes da duplicação da tão esperada br 101 pois aí adeus tia chica não sobrará nem farofeiros nas praias do rio grande do sul que se construam quiosques confortáveis e adequados espaçosos e oportunos com sanitários químicos portáteis que sejam locais de atração e proteção aos usuários durante o ano todo compensando a hostilidade da natureza atualmente onde os banhistas fazem suas necessidades bio-fisiológicas onde depositam os detritos de alimentação e higiene glamour e charme também se criam com imaginação criatividade planejamento e trabalho É só aproveitar o glamour que já temos tais como os cômoros e as lagoas belíssimos e que já serviram de canário para filmes de longa-metragem e documentários televisivos vamos dar o devido charme e glamour natural existentes em nossas praias o rio grande do sul merece e a nossa família riograndense agradece!

[close]

p. 6

pág 6 verão de 2006 comunidade desde o último final de semana não se vê mais viva alma trabalhando nas obras do nosso ginásio municipal o ritmo da obra vinha bem apesar do vendaval e parecia que poderia ser entregue o ginásio novo para a comunidade ainda para a temporada porém o que está parecendo é que as obras foram abandonadas a falta de projetos e planejamento parece que está ameaçando a programação de verão em nossa praia É visível a queda na qualidade do que está sendo apresentado e o número de eventos cancelados parece que os organizadores não sabiam que fevereiro é verão está faltando até verba para manter os projetos já aprovados pela prefeitura enquanto nossa cidade continuar a fazer o verão como sempre fez na última hora as coisas não vão melhorar o verão não é telha de barro e não pode ser feito nas coxas o pessoal da nossa comunidade que foi trabalhar na festa de iemanjá teve uma facilidade bárbara para pagar para a prefeitura os mais ou menos r 50,00 para o alvará porém quando chegaram ao local licenciado para montar suas bancas o bicho pegou faltaram pontos de energia para que o pessoal pudesse trabalhar onde ligar os equipamentos necessários para montar a banca a reclamação foi grande segundo os trabalhadores eles foram instruídos a fazer um gato e começar o trabalho que no outro dia resolveriam tudo o que aconteceu no outro dia foi que houve a denúncia dos gatos nas bancas e os trabalhadores donos dos pontos foram presos pela bm e levados a dar depoimento na dp de cidreira a prefeitura se isenta de qualquer responsabilidade dizendo que não instruiu ninguém a fazer o gato o que fica estranho no causo do gato é como foi cobrado o alvará para a instalação da banca sem a infra estrutura básica necessária para o funcionamento água e luz se havia a estrutura porquê os donos das bancas precisariam fazer o tal gato se não havia nada como a prefeitura poderia permitir que as bancas se instalassem sem que houvesse estrutura se não foi nada disso então a culpa é do gato perguntas o que temos para o momento senhores perguntas e mais perguntas e tão somente perguntas respostas nenhuma nem uma cretina que fosse nas ruas desse balneário até o vento pergunta então vamos a elas esperando que os donos das verdades e senhores detentores de mando respondam quantos cursos em paraísos turísticos são necessários para formar um vereador quanto custa essa mordomia aos cofres públicos num ano de fanfarra serão esses cursos muito ruins ou serão os nobres edis que estão com dificuldade de aprendizagem visto que a cada mês repetem o curso não serão esses cursos somente uma desculpa legal mas imoral para viagens pagas com o dinheiro do pobre contribuinte afinal de contas além de presentear alguns privilegiados com diárias para que mais servem esses encontros se não há verba para contratar assessores durante o recesso como há muita verba para muitas viagens no período quem será o campeão de diárias pagas com o suor do trabalhador nesse ano da graça de 2006 que respostas darão os viajantes ao serem interpelados responderão debochadamente mais ou menos assim a eu gosto de viajar b tenho o direito c se eu não for outro vai d preciso faturar algum que a coisa está feia e todas estão corretas ou responderão agressivamente eu gosto mesmo de viajar e ninguém tem nada com isso quanto gastará a câmara de vereadores do dinheiro do cidadão em viagens para esses famigerados cursos por que não freqüentam cursos dentro do estado será pela diária menor ou os cursos daqui são ruins essa verba não teria uma melhor destinação em escolas por exemplo para que mais tarde os vereadores do futuro não precisem mais viajar para se qualificarem quais os critérios para a nomeação de assessores na câmara de vereadores porque somente um vereador teve assessor nomeado nesse primeiro mês do ano não estaria na hora do ministério público tomar uma providência e acabar com descalabros desse tipo perguntas um escritor theodore wild disse certa vez em um de seus textos que as melhores respostas quase sempre estão implícitas nas perguntas e se temos necessidade do confronto o resultado é redundante ou seja na maioria das vezes sabemos a resposta da pergunta que fizemos mas mesmo assim teimamos em perguntar assim como por exemplo não estaria na hora dos verdadeiros donos do poder o povo tomar uma providência já que a justiça é cega tarda e às vezes falha não estaria na hora de dizer basta perguntas o senhor dos passos humarsol nós estávamos assistindo a uma partida de bocha ali no calçadão quando um dos atletas num tiro certeiro mandou a bola do adversário pro fundo cancha fazendo 8 pontos e ganhando a partida um senhor que estava ao meu lado irrompeu em gritos e aplausos dizendo isto é que é jogada o jogador que deu a bochada sorrindo falou esta foi em tua homenagem dos passos todos rimos e fomos convidados a jogar a próxima partida após o sorteio fiz dupla com o dos passos um homem afável ao redor dos 70 anos passei a chama-lo dos passos pensando que este fosse o seu sobrenome ficamos amigos dias mais tarde quando pescávamos na plataforma ele me explicou meu nome é arlindo benutti pindorello meus pais vindos da itália se fixaram em farroupilha e foi lá que eu nasci e cresci uma vida de muito trabalho alegrias festas em família e todos os anos o veraneio aqui na praia mas a vida não é sempre como a gente quer aos 60 anos caí da escada e fraturei a bacia a recuperação foi muito lenta e dolorida para diminuir a dor eu dava o passo sempre igual e até hoje o meu passo é sempre de 40 cm depois de convalescer e me aposentar vim morar aqui em cidreira ali na 8 quase esquina com a r por distração adquiri o hábito de contar os passos do portão da minha casa a qualquer lugar assim quando vou ao banco são 1.125 passos ao coisa boa são 250 passos às peixarias são 600 e 750 e até a cancha de bocha são 1.625 algumas caminhadas são muito longas como esta até a plataforma são 5.380 passos quando caminho vou balbuciando os números e as pessoas notam daí o apelido de dos passos ninguém me conhece por arlindo fazia quase um ano que eu não via o dos passos quando me deram a notícia de sua morte ele havia ido à porto alegre tratar de assuntos particulares quando desgraçadamente foi atropelado na farrapos seu corpo foi trazido para cidreira e velado em casa a tarde era cinzenta e fria quando o cortejo fúnebre levou o corpo do dos passos para o cemitério tantos eram os amigos que contaram mais de 40 carros eu deixei o cortejo seguir e fui a pé numa última homenagem ao meu amigo contei os passos do portão da casa dele até o cemitério são 9.650 passos mas tu os teria contado melhor deus recebeu no céu o nosso amigo senhor dos passos e certamente destinou a ele um lugar alto e bonito donde ele possa por toda a eternidade constar os passos dos anjos amém.

[close]

p. 7

cotidiano verão de 2006 pág 7 no amanhecer do dia 01 de fevereiro nosso herói saiu para cumprir a difícil missão de arrebanhar os ônibus desgarrados pela cidade e enviá-los para o mangueirão das dunas quem quisesse salvar iemanjá de ônibus em cidreira city deveria pagar a taxa de r 100,00 o sol já vinha alto castigando a moleira quando nosso herói achou um ônibus desgarrado da manada dura lex sed lex latim a lei é dura mas é lei em seguida tratou de cumprir a sua obrigação e mandou que o ônibus fosse repontado imediatamente para o mangueirão mas não sem antes pagar os pilas devidos afinal a lei é dura mas é lei a escola indígena ka rai nhe e katu ao ser interrogado sobre a origem daquele ônibus desgarrado o motorista tentou explicar que eram da escola indígena um projeto do governo do estado e dos irmãos maristas que beneficiava a aldeia da estiva de viamão vieram para praia trazendo 64 indiozinhos de 2 à 12 anos para tomar banho de mar na casa da diretora estacionaram ali porque estavam na frente da casa da diretora da escola profa marlise santos que veraneia há 40 anos em cidreira explicou ainda que a diretoria estava na praia com as crianças apesar das explicações o xerife dj alma bullock não pensou duas vezes nem uma marcando na paleta nosso herói foi inflexível mandou que o ônibus fosse para o mangueirão e lá poderiam salvar iemanjá chegou o cacique zico da silva que tentou em vão explicar que não haviam vindo salvar ninguém até porque não fazia parte da cultura silvícola não adiantou a explicação do cacique o xerife dj.alma bullock do alto de sua sabedoria e bom senso obrigou que fossem para o mangueirão e ameaçou com multa e guincho o duelo final depois de muito discutirem sob protesto do cacique e diante da inflexibilidade legal e cultural do nosso herói que obrigava o ônibus os irmãos maristas e os Índios a ir para o mangueirão pagar r 100,00 e salvar iemanjá de qualquer jeito o ônibus se deslocou até atrás do estádio onde esperou até que as crianças fossem avisadas da imposição do xerife todos vieram da praia embarcaram no ônibus e foram embora de cidreira pondo fim ao passeio das crianças estava resolvido o problema e o nosso herói mais uma vez manteve a mesma lei e a mesma ordem em cidreira city temendo que acontecesse alguma represália por parte da comunidade organizada de viamão que está lutando para verem garantidos os seus direitos de ir e vir dentro de sua própria cidade sem pagar pedágio os patrocinadores do planeta tchê coerentemente resolveram pelo cancelamento do evento o fato deixou a gauchada que veraneia em cidreira e arredores um tanto desenchavidos pois todos queriam curtir esta baita festa que já faz parte do veraneio de nossa praia e do lazer de quem gosta da boa música gaúcha porém a data não foi preenchida e perdeu a nossa praia todos sabemos ser muito difícil planejar um verão sem projeto sem orçamento sem recursos sem autonomia e principalmente sem secretaria agora tivemos a cavalgada do mar cancelada em cidreira segundo a prefeitura os organizadores da cavalgada exigiram entre outras coisas pontos de luz caixas de água água encanada show na concha e uma vaca para fazer churrasco prá gauchada depois de medido o custo benefício a prefeitura resolveu por cancelar a estada dos cavaleiros em nossa praia vão passar reto por cidreira para acampar em outra praia praia segura embora alguns achem que isto não é bom cidreira ate o dia de hoje é a praia mais segura do litoral norte não temos assaltos e crimes contra a vida só tivemos 1 reforços recebemos menos funcionários mas com uma boa qualidade no mês de fevereiro festa de iemanjá sem ocorrências de vulto a dp de cidreira colocou 20 policiais civis para fazer a segurança do evento o que não é nossa obrigação mas queremos uma praia segura e por este motivo lá estivemos brigada militar bem aparelhada e com muitos homens fez na festa e vem fazendo um ótimo trabalho no município cavaleiros motoqueiros e varias viaturas próprias e alugadas é a brigada mostrando a força rádio pirata o outro proprietário de rádio pirata no município foi preso por ordem judicial e recolhido ao presídio albergue de osório quem dizia que havia favorecimento para alguns teve que engolir pois cumprimos a lei doa a quem doer e não favorecemos aos amigos e nem aos desconhecidos os amigos temos que cumprir a lei e um dia triste foi quando no ano passado tive que levar para o presídio um amigo com a camiseta da campanha política com meu nome da frase as pessoas são desarrazoadas ilógicas e egocêntricas apesar de tudo ama-as se praticas o bem as pessoas te atribuem motivos egoístas e calculistas apesar de tudo praticas o bem se tiveres êxito ganharas falsos amigos e verdadeiros inimigos apesar de tudo procura ter êxito o bem que hoje praticas amanha será esquecido apesar de tudo pratica o bem a honestidade e a franqueza torna-te vulnerável apesar de tudo seja honesto e franco o que levaste anos para construir pode ser destruido de um dia para o outro apesar de tudo constrói os pobres tem realmente a necessidade de socorro mas alguns poderão atacá-lo se ajudares apesar de tudo ajuda se dá ao mundo o melhor de ti corre o risco de deixar no mundo algumas penas apesar de tudo dá o que tem de melhor gibran um bom e seguro verão depois de envolver uma demonstração de força entre a liga e a federação de automobilismo o arrancadão de cidreira acabou por nem arrancar de fato o evento foi cancelado pelo prefeito beto pires depois de ouvir do comandante dos bombeiros que o local escolhido para a realização do evento não oferecia as condições mínimas de segurança necessárias corrida de carro dentro da cidade o que é de se admirar é o fato de o cancelamento do evento ter sido efetuado apenas há uma hora da realização do mesmo o local escolhido para o arrancadão foi a av fausto b prates próximo ao corpo de bombeiros uma zona residencial com casas de moradores e veranistas com famílias e crianças nos pátios portanto um local bastante impróprio para corridas de carros bastaria usar o bom senso para saber como será que a prefeitura permitiu que o evento fosse divulgado e que os envolvidos investissem seus recursos num evento que parecia mais do que evidente estava sendo feito em local inadequado e absurdo?

[close]

p. 8

a história da travessia começa em 1967 quando os amigos sílvio sebold e marcos killing resolveram fazer a travessia das lagoas do litoral desde capão até tramandaí naquele tempo sem a tecnologia de hoje e tendo apenas o céu por testemunha emoldurados pela paisagem partiram os dois aventureiros desbravando as lagoas e canais do litoral gaúcho até tramandaí os sebold sílvio e rosi sebold são proprietários de um sítio no lagoa e são encontrados durante todo o ano no saloon bank aqui em cidreira confraternizando com os amigos da praia o resgate da histÓria a kika filha de sílvio e da rosi é praticante de esportes radicais e propôs aos seus amigos fazer a mesma travessia realizado por seu pai toparam a aventura e acompanharam a kika o músico mano changes e a instrutora de remo denise candaten os três partiram de capão pelas lagoas e canais para chegar em tramandaí tal e qual já haviam feito os pioneiros há anos atrás a travessia uma aventura fora do comum tendo por pano de fundo as belíssimas paisagens e a exuberância da flora e fauna de nossas lagoas litorâneas os três amigos partiram para cumprir a missão de resgatar a história de sebold e killing ainda que hoje a tecnologia tenha ajudado bastante os aventureiros encontraram algumas dificuldades para cumprir o trajeto os canais já não eram os mesmos e o tempo fez com a paisagem e os caminhos tivessem mudado no meio do caminho no local onde pernoitaram os três aventureiros recebem a visita de sílvio sebold e marcos killing onde trocam informações e experiências depois de momentos de interação os aventureiros seguem seu destino a chegada depois de dois dias remando os três aventureiros finalmente conseguem avistar ao longe os edifício de tramandaí mais algumas horas remando e estavam chegando na praia da lagoa onde foram recepcionados pelos pioneiros sílvio sebold e marcos killing o abraço emocionado de sílvio em sua filha kika traduziram a importância do feito estava cumprida a missão e resgatada a história de uma emocionante e inesquecível aventura feita há anos atrás por dois amigos que resolveram se aventurar pelas lindas lagoas e canais de nossa região litorânea talvez devido ao assoreamento não seja mais possível estender essa aventura até a lagoa da cidreira é sabido que antigamente havia ligação entre as lagoas mas não custa conferir talvez ainda seja possível quem sabe?

[close]

Comments

no comments yet