Relatório 2009

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

relatório 2009 1

[close]

p. 2

o tempo passa e as coisas acontecem ao escrever essas linhas e analisar as atividades que desenvolvemos durante este ano vejo que o palhaço realmente cria na adversidade é na dificuldade que se extrai o melhor resultado e que podemos vencer todos os desafios e limitações para atingir nossos objetivos o ano teve início com a turbulência financeira mundial onde nosso maior desafio era manter o programa visita da alegria para isso traçamos um planejamento isso mesmo é até esquisito falar que palhaço planeja basicamente nosso trabalho se desenvolve no improviso tudo criado na hora feito em etapas para construir uma história e agora ter que fazer um planejamento então retiramos da gaveta alguns projetos que se transformaram em produtos culturais assim chegamos a outros lugares como o teatro escolas empresas e grupos de terceira idade mostrando o nosso ofício ao público que não está hospitalizado todo esse esforço somado aos eventos promovidos pela diretoria voluntários e sociedade além do apoio financeiro de algumas empresas patrocinadoras garantiu a sustentabilidade do programa de visitas assim concluímos que o comprometimento com o trabalho prezando a ética e qualidade nos dá a possibilidade de exercitar dia a dia a nossa missão e consolidar assim a atuação do palhaço de hospital como profissão de futuro eliseu pereira da glória coordenador geral 2

[close]

p. 3

programa visita da alegria o programa visita da alegria consiste em uma dupla de palhaços visitando crianças e adultos de um mesmo hospital duas vezes por semana 6 horas por dia durante o ano todo criando laços de amizade e cumplicidade com os pacientes seus parentes e profissionais da saúde nossas visitas não têm qualquer custo para o hospital ou para os pacientes e suas famílias todos os artistas do programa bem como os profissionais que trabalham nos bastidores e que dão todo o suporte para que o programa visita da alegria aconteça são remunerados através de doações de empresas sócios mantenedores eventos e através de nossas palestras · hospital humanitária filantrópico hospital contratualizado junto ao sus de média complexidade com 81 leitos e atendimento em diversas áreas fundado a mais de 70 anos situado na avenida antônia valverde cruañes 70 jd nova itália 13484-4000 ­ limeira-sp iniciamos o projeto piloto no hospital humanitária de limeira no dia 25 junho de 2007 em 2009 visitamos 1146 pessoas entre crianças adolescentes e adultos 3

[close]

p. 4

hospital municipal dr mário gatti no mês de fevereiro houve necessidade de uma interrupção temporária do programa visita da alegria no hospital municipal dr mário gatti em campinas esta interrupção foi necessária para elaboração do planejamento estratégico de um novo modelo de atuação sustentável onde o objetivo principal é ampliar o alcance do nosso trabalho agradecemos profundamente aos profissionais da saúde colaboradores médicos e gestores do hospital que nesses 28 meses de atividades tornaram possível cerca de 5930 visitas a crianças adolescentes e adultos hospitalizados total geral acumulado desde a nossa fundação 2006 -2009 8260 visitas 4

[close]

p. 5

apresentações a fórmula do crescimento a comédia a fórmula do crescimento é um espetáculo interativo feito para crianças de todas as idades desde que acompanhadas pelos pais é claro É uma oportunidade única de ver no palco as maluquices que nossos palhaços aprontam nos hospitais além de saber da besteirológica a fórmula para crescer nova descoberta apresentações em 2009 teatro ataliba barrocas em cordeirópolis ­ 17 e 18/07 teatro vitória ­ 5º mostra municipal de teatro de limeira 24/07 premiação 2º melhor espetáculo melhor ator ­ para eliseu pereira e melhor trilha sonora para eduardo abreu teatro vitória em limeira ­ 15/10 teatro renê marcos posi em artur nogueira ­ 07/11 em 2009 1.141 espectadores 5

[close]

p. 6

total acumulado desde a estréia 1370 espectadores o palhaço na escola o palhaço na escola é um espetáculo teatral para alunos de primeira a quarta série do ensino fundamental tem em seu objetivo encenar e resgatar as brincadeiras de rua e de quintal que ficaram esquecidas criando uma prática hoje em dia não tão presente na realidade infantil como antigamente devido às tecnologias existentes em 2009 colégio limeirense objetivo 4 fevereiro 190 espectadores total acumulado desde a estréia 1370 espectadores 6

[close]

p. 7

pé na estrada palhaço pé na estrada é um palhaço espetáculo para adultos consiste em uma viagem no tempo onde os palhaços promovem interações com o público resgatando a sua memória com cantigas cirandas e brincadeiras infantis despertando a socialização a pureza e o humanismo trata-se de um aprofundamento no que o fazer rir e o brincar trazem as pessoas a surpresa da presença de um palhaço como conceito oposto à realidade proporciona a experiência de uma grande variedade de papéis e situações estimulando a provar diferentes reações embarque nesta viagem em 2009 sesi são carlos grupo terceira idade 25 de julho 50 espectadores total acumulado desde a estréia 168 espectadores 7

[close]

p. 8

auditoria da alegria o palhaço sente a necessidade da inserção do trabalho artístico fora do ambiente hospitalar levando sua besteirologia as empresas a auditoria da alegria tem como objetivo a visita ao ambiente de trabalho implementando a criatividade e energia com uma quebra momentânea na rotina a especialidade do palhaço é romper o convencional e inovar convidando a transformar de maneira divertida e envolvente as cenas do cotidiano sem rir do palhaço mas rindo com ele levantando um espelho para que possamos juntos refletir sobre a graça da vida em 2009 laboratório wyeth em itapevi 6 e 7 de abril 8

[close]

p. 9

palestra show a palestra show é ministrada idealizadores pelos da instituição eliseu pereira e katina de sousa que contam a história que mudou suas vidas como tudo começou metodologia a da instituição e o que os cirurgiões fazem palhaços no hospital uma palestra onde o lúdico e o real se encontram formatada de maneira a aliar e disseminar informação e entretenimento com base no humor característica fundamental do programa visita da alegria em 2009 etec dr carolino da motta e silva espírito santo do pinhal sp 240 espectadores igreja santa ana ­ limeira ­ sp 5 julho 50 espectadores total acumulado desde 2006 916 espectadores 9

[close]

p. 10

intervenções participação no midnight clown dos doutores da alegria nos dias 11 e 12 setembro no teatro jaraguá dupla de em são paulo a cirurgião e foi palhaços edson eliseu teotonto gaguelho pavarini pereira selecionada pela ong doutores da alegria para encenar o esquete melô do hipocondríaco música baseada em pesquisa besteirológica no pronto socorro participação na palestra dos doutores da alegria no dia 24 de setembro no teatro vitória em limeira novamente o cirurgião teotonto edson pavarini e gaguelho eliseu pereira a convite da ong doutores da alegria participaram da palestra ministrada por Ângelo brandini com o esquete melô do hipocondríaco 10

[close]

p. 11

· · · · ii semana da mulher de iracemápolis ­ aciai e jornal agro ­ 3/3 seminário clown school o riso como ferramenta na saúde ­ federação das unimeds do centro paulista ­ 12/5 evento da associação cultural dos artistas e técnicos de limeira acarte praça do museu ­ 24/08 1° ema encontro multicultural associação cultural dos artistas e técnicos de limeira acarte 30/08 limeira clube mostra o seu que eu mostro o meu mostra o seu que eu mostro o meu peraí calma não é o que parece a frase é sugestiva mas esse é o nome que damos a visitas a nossa instituição de outros palhaços ou grupos com objetivos próximos ou seja é a continuação do que foi iniciado na primeira turma do palhaços em rede doutores da alegria que tem por objetivo estabelecer uma rede de cooperação entre indivíduos e grupos que atuam em hospitais consolidando e fomentando a causa da alegria através da arte aliada a sustentabilidade ética e qualidade das relações promovendo assim a troca de informações visando o aprimoramento e o crescimento administrativo artístico e também para colocar a fofoca em dia pois palhaço que se preza gosta de contar o que anda fazendo nos visitaram em 2009 · · · grupo gandaia de indaiatuba ­ bruno césar ferreira ­ 27/10 instituição hospalhaço ­ são caetano do sul ­ 20 21 e 22/11 grupo de teatro pingo d`água ­ cordeirópolis ­ 22/11 11

[close]

p. 12

tudo vira história o trabalho junto à criança e adultos internados rende muitas histórias pra contar mas fora do ambiente hospitalar também tem outras histórias que fazem parte da vida dos palhaços sabemos que essas histórias com o tempo podem ser esquecidas então faz parte do nosso trabalho relatar no caderno diário as cenas marcantes aproveite este momento e tenha uma boa leitura folclore o folclore ou o universo universal formado por mitos contos danças simpatias cantigas ditados parlendas adivinhas frases feitas trava-línguas etc inventados pelo povo é exatamente do tamanho do infinito entrar naquele quarto foi mais fácil do que andar pra frente foi só dizer podemos entrar apresentações feitas e do nada aquele senhor manda um trava-língua pedro tem o peito preto preto é o peito de pedro quem disser que o peito de pedro não é preto tem o peito mais preto que o peito de pedro o cirurgião piriri sem titubear mandou quando digo digo digo digo não digo diogo quando digo diogo digo diogo não digo digo aquele simpático senhor sem pestanejar disse um prato de trigo para um tigre dois pratos de trigo para dois tigres três pratos de trigo para três tigres o cirurgião gaguelho tentou um trava-língua dizer mas se embananou todo entrar naquele quarto foi como mergulhar no mágico universo das brincadeiras com palavras que fazem parte de nossa cultura popular brincadeiras contadas de boca em boca e reinventadas através dos tempos trecho do relatório do cirurgião piriri marcos olímpio hospital humanitária maio 09 12

[close]

p. 13

segredo de palhaÇa em mais um maravilhoso estupendo e inacreditável dia de trabalho os cirurgiões gaguelho e edufina se depararam com uma situação intrigante que os fizeram parar e refletir dois narizes vermelhos caminhavam e faziam suas consultas dentro e fora dos quartos das enfermarias ao chegarem na pediatria os dois cirurgiões pediram respeitosamente permissão para entrar naquele lugar a garotinha que ali estava internada dissera que não então rapidamente os dois palhaços saíram porta a fora afinal o respeito ao desejo da criança vem em primeiro lugar para um cirurgião da alegria de tal modo que os dois sujeitos atrapalhados entenderam a resposta da criança e seguiram com suas atividades em outros quartos pelo hospital passou-se o tempo e o plantão matutino havia acabado logo os dois engenhosos cirurgiões foram para o refeitório deliciar o almoço antes de retornar para o plantão da tarde edufina que como sempre estava muito apressada deixou gaguelho almoçando no refeitório ao passar pelo corredor da enfermaria pediátrica edufina ouviu um chamado daquele quarto que outrora havia pedido para eles saírem o chamado dizia o palhaça cadê o palhaço edufina olhou para um lado para o outro e dirigiu-se ao encontro da menina que estava parada na porta do quarto ao se aproximar da garota edufina disse baixinho ele está chegando foi almoçar a menina com o dedinho na boca indicando silêncio disse à palhaça xiiiiiuuu não fala para ele que estou aqui a palhaça logo respondeu tudo bem não vou falar nada vou guardar segredo 13

[close]

p. 14

a menina sutilmente saiu da porta onde estava e foi até sua cama deitou-se e repetiu novamente um xiuu não fala nada a palhaça saiu antes de voltar para o plantão vespertino edufina contara ao gaguelho o que acontecera e quando os dois passaram na frente daquele quarto gaguelho fingiu que não a viu e os dois palhaços saíram conversando como se nada houvesse acontecido trecho do relatório da cirurgiã edufina katina de sousa hospital humanitária ­ setembro 09 as voltas que o mundo dÁ o tempo e o tempo não para já dizia a letra de uma música dos anos 80 de lá para cá parece que o tempo está passando cada vez mais rápido atualmente não temos tempo para certas coisas que avaliamos não ser mais importantes em nossas vidas nesse contexto faço uma reflexão e digo que o tempo é fator predominante para estabelecer uma relação de amizade e cumplicidade entre palhaços e médicos dentro de um ambiente adverso que é o hospital digo isso porque quando os cirurgiões gaguelho e edufina adentraram o hospital humanitária pela primeira vez para implantar o projeto piloto do programa de visitas o sorriso era unânime por parte de todos ops digo por quase todos o dr fernando atrás de sua escrivaninha no consultório do ps sempre demonstrava estar sério e compenetrado no trabalho com semblante de de de não quero conversa a dupla de palhaço tinha receio de interagir com ele até que certo dia ao entrar no corredor ouviu-se uma voz grave que ecoou como um trovão dizendo ­ não quero palhaçada aqui vamos circulando circulando palhaço nessa hora fica sem saber o que fazer o mais conveniente é obedecer sem pestanejar então a dupla iniciou uma sessão de rodopios passando pela porta do 14

[close]

p. 15

consultório e seguindo corredor afora girando que nem pião o sorriso do pessoal que aguardava do lado de fora foi imediato e espontâneo mas uma dúvida pairou no ar será que ele falou sério ou estava brincando sei lá palhaço presencia cada coisa tem hora que brincadeira é coisa séria e coisa séria se transforma em brincadeira mas para saber mesmo só dando tempo ao tempo na semana seguinte gaguelho e edufina estavam ansiosos para ver qual seria a atitude dele e para surpresa de todos ao passarem pelo corredor do ps a cena repetiu ­ não quero palhaçada aqui vamos circulando circulando era palhaço rodopiando para todo lado e assim foi durante várias semanas até que um dia durante um final de semana com vários eventos na cidade onde se reuniram grandes artistas do circo ao retornarmos ao hospital fomos interceptados pelo dr fernando todo empolgado dizendo no final de semana vários amigos seus vieram aqui para eu atender tinha gente com o pé torcido mão quebrada costela trincada foi uma correria diante de tanta empolgação gaguelho emendou ­ doutor fui eu que distribuí os seus cartõezinhos para eles fiz a maior propaganda e digo mais sabe que toda noite eu rezo para que nunca falte serviço pro senhor que a sala de espera esteja sempre cheia mas só com dorzinha de barriga resfriadinho coisinha simples mesmo nesse momento ele mudou o semblante e com sua voz grave como um trovão foi logo dizendo ­ não quero palhaçada aqui vamos circulando circulando trecho do relatório do cirurgião gaguelho eliseu pereira hospital humanitária ­ março 09 entre o medo e a coragem estava a caminhar por um de meus hospitais quando ao passar pela sessão de piscinas olímpicas deparei-me com um anúncio referente ao recrutamento de artistas para duas apresentações na cidade de são paulo 15

[close]

Comments

no comments yet