2008

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

relatório de atividades 2008

[close]

p. 2

mensagem quando comecei escrever esse texto fiquei um tanto apreensivo pois essa é a primeira vez que escrevo uma introdução para o relatório anual a princípio fiquei feliz mas ao mesmo tempo preocupado com tanta responsabilidade e além do mais uma dúvida surgiu será que você me permite escrever um pouco do que passamos nesses dois anos de vida diante do seu silêncio irei relatar este nosso desafio no início de 2006 quando idealizamos os cirurgiões da alegria a princípio só queríamos trabalhar de palhaço no hospital não tínhamos noção de como esse sonho poderia se realizar pois até então era somente um sonho sabíamos que ele só se realizaria através de muito trabalho então arregaçamos as mangas e passamos noites e noites trabalhando para elaborar estruturar e dar vida a esse corpo que hoje chamamos de instituição basicamente ela se divide em duas partes artística e administrativa o artístico é comparado a uma mola que quanto mais damos pressão mais energia ela libera porém precisa ser dosada pois se ela é demais não funciona por isso o empenho de todos envolvidos é fundamental para entender esse complexo órgão parte integrante do corpo já a administração é uma célula vital durante esses dois anos aprendemos que do lado de uma dupla boba de palhaços atuando no hospital é necessário uma outra equipe séria que se empenha arduamente para gerir recursos manter e expandir o trabalho a outros hospitais para que tudo funcione perfeitamente bem é necessário a integração dessas duas equipes o corpo reconhece nelas o mesmo valor ao finalizar esse relatório vejo o quanto trabalhamos e que todo empenho e dedicação resultou na materialização de um sonho que está consolidado nos ideais da nossa missão despertar alegria nas crianças adolescentes e adultos hospitalizados através da arte do palhaço eliseu pereira coordenador geral

[close]

p. 3

programa visita da alegria hospitais parceiros visitados · hospital mario gatti hospital público referência para urgências emergências e retaguarda de serviços de diagnóstico e terapêutico na região metropolitana de campinas com 230 leitos e cerca de 1.700 funcionários o hospital atende em média 1.200 pessoas por dia exclusivamente pelo sistema Único de saúde sus o lançamento oficial do nosso programa aconteceu no dia 24 de abril de 2007 hospital municipal doutor mario gatti campinas av prefeito faria lima 340 pq itália 13036-902 ­ campinas ­sp 19-3772-5796 · hospital humanitária hospital filantrópico contratualizado junto ao sus de média complexidade com 81 leitos e atendimento em diversas áreas fundado a mais de 70 anos iniciamos o trabalho neste hospital no dia 25 junho de 2007 sociedade operária humanitária/limeira avenida antônia valverde cruañes 70 jd nova itália 13484-4000 ­ limeira-sp 019 3446-7700 número de visitas hospital dr mario gatti ­ campinas 2.923 hospital humanitária ­ limeira 994 total de visitas em 2008 3.917 total de visitas desde nossa fundação 2006-2008 7.114

[close]

p. 4

ações e eventos -doação dos cirurgiões da alegria janeiro a associação geração futuro através do programa de educação pré escolar pepe que atende jovens carentes do bairro ernesto kuhl e imediações recebeu dos cirurgiões da alegria a doação de um computador e um bebedouro de água -manhã de doces ­ março numa parceria entre cirurgiões da alegria e limel bagueteria realizamos em março a manhã de doces o evento aconteceu no estacionamento da daura s turismo quem participou além de contribuir com a manutenção do programa visita da alegria levou para casa um delicioso doce -centro do idoso em campinas ­ abril a convite da coordenadora do cri a enfermeira carolina belo rodrigues os cirurgiões da alegria estiveram na inauguração do centro de referência à saúde do idoso cri prof dr sílvio dos santos carvalhal em campinas a cerimônia de inauguração ocorreu às 9h com a presença dos palhaços cirurgiã edufina e cirurgião gaguelho -show beneficente com nowhere banda maio no dia 10 de maio nas dependências do salão social da associação dos rotarianos de limeira a banda apresentou o seu show com o melhor do rockand-roll anos 50 60 e 70 e jovem guarda o evento também contou com interações dos palhaços -circo de xulé no teatro vitória ­ maio o espetáculo oras bolas apresentado pelo circo de xulé com a participação especial da academia espaço olímpico destinaram parte da renda arrecadada com os ingressos aos cirurgiões da alegria -festa julina do rotary julho a convite da associação dos rotarianos de limeira participamos da tradicional festa julina nas dependências de sua sede social -semana mundial de amamentação ­ agosto o encerramento da campanha aconteceu no parque cidade de limeira no local estavam presentes os hospitais unimed santa casa e humanitária e a convite os palhaços dos cirurgiões da alegria a população era orientada sobre a importância do ato de amamentar -tarde da pizza ­ agosto limel bagueteria novamente nossa parceira em mais um evento a tarde da pizza aconteceu em seu estacionamento foram entregues cento e três pizzas onde parte da renda contribuiu com a manutenção do programa visita da alegria.

[close]

p. 5

wyeth industria farmacêutica faz doação ­ outubro recebemos em outubro a doação de três notbooks que em muito veio contribuir para organização e infraestrutura necessária para a realização de nosso trabalho -cantata de natal ­ dezembro a convite da secretaria de turismo e eventos de limeira os voluntários dos cirurgiões da alegria estiveram no dia 17 de dezembro no coreto da praça toledo barros cantando lindas músicas natalinas -industria wyeth doa brinquedos a campanha de natal ­ dezembro pelo terceiro ano consecutivo em evento realizado no hotel rancho silvestre em embu das artes -sp recebemos a doação de 600 brinquedos providos de uma campanha interna realizada na indústria entre os seus colaboradores -empresa stampline doa brinquedos a campanha de natal ­ dezembro recebemos a doação de 50 brinquedos que foram arrecadados em uma campanha interna na empresa -voluntários dos cirurgiões da alegria arrecadam brinquedos ­ dezembro os voluntários da instituição arrecadaram 62 brinquedos -hospital mario gatti recebe doação de brinquedos ­ dezembro os voluntários dos cirurgiões da alegria e colaboradores da industria wyeth juntamente com o papai noel estiveram no dia 23 na pediatria e no psi um momento de felicidade para os pequenos pacientes que receberam a quantia de cem presentes -comunidade santa eulália recebe doação de brinquedos ­ dezembro novamente a comunidade recebe a visita dos voluntários dos cirurgiões da alegria e funcionários da empresa stampline que também colaboraram na entrega dos brinquedos foram distribuídos 300 brinquedos as crianças do bairro -comunidade são paulo apóstolo recebe doação de brinquedos ­ dezembro a comunidade também recebeu dos cirurgiões da alegria duzentos e noventa brinquedos -inauguração do site dos cirurgiões da alegria dezembro o site um sonho antigo da instituição ele foi feito com muito carinho e tem como objetivo principal mostrar quem somos o que fazemos onde atuamos enfim é um canal de informações boas notícias e divulgação sobre o trabalho do palhaço dentro e fora do hospital.

[close]

p. 6

treinamento desenvolvimento artístico e espetáculos projetos artísticos aprendemos com este trabalho e através de formação contínua que podemos ultrapassar os limites do hospital e encontrar outros públicos este tem sido nosso empenho e nossa visão de sustentabilidade para isso saímos do hospital e vamos ao encontro desses públicos em diversos lugares por meio de espetáculos palestras intervenções em empresas e escolas projeto o palhaço na escola o palhaço na escola é um espetáculo interativo para escolas de ensino fundamental 1ª a 4ª série onde é apresentada uma dezena de esquetes cenas curtas criados a partir do encontro do palhaço com a criança hospitalizada mais que isso por meio deste espetáculo é que os palhaços dos cirurgiões da alegria traz ao público esquetes tradicionais circenses brincadeiras e cantigas esquecidas lá na infância preservando e resgatando a nossa cultura popular projeto pé na estrada palhaço pé na estrada palhaço é um espetáculo interativo para adultos e idosos com o objetivo de uma viagem ao passado relembrando antigos costumes velhos ditados brincadeiras de infância e paródias com temas hospitalares projeto auditoria da alegria auditoria da alegria é um projeto audacioso onde uma dupla de palhaços leva sua experiência artística a empresas com o único objetivo de um exame cuidadoso sistemático e independente nas operações de alegria no ambiente de trabalho emitindo laudos sobre os níveis saudáveis no relacionamento com o trabalho entre colaboradores implementando a criatividade e energia com uma quebra momentânea na rotina transmitido de forma lúdica palestra show a necessidade de falar da experiência vivida por dois palhaços leva a uma palestra onde o lúdico e o real se encontram ministrada por eliseu pereira e katina de sousa que contam como tudo começou a história que mudou suas vidas a metodologia da organização e o que os cirurgiões palhaços fazem no hospital.

[close]

p. 7

treinamento palhaços em rede o programa lançado pelos doutores da alegria em 2007 tem como objetivo articular uma rede de relacionamento e cooperação gerando impacto efetivo no trabalho dos diferentes grupos e indivíduos que utilizam a figura do palhaço para atuar periodicamente com crianças e adultos em hospitais fizemos parte desta rede e no encerramento das oficinas ficamos com o compromisso de visitar outros grupos mostra o seu que eu mostro o meu julho essa visita aos grupos recebeu o nome de mostra o seu que eu mostro o meu e tem como objetivo principal à troca de experiências artísticas e administrativas o primeiro grupo a ser visitado foi hospalhaço de são bernardo do campo sp mostra o seu que eu mostro o meu agosto o segundo grupo que recebeu a visita dos cirurgiões da alegria foi operação de riso ­ são caetano do sul ­sp espetáculos o palhaço na escola setembro o palhaço sai do hospital e vai para escola isso mesmo mas desta vez não é para estudar e sim para dar início a esse projeto a primeira escola a nos receber foi a escola ismael pereira do lago onde 780 crianças puderam assistir ao espetáculo pé na estrada palhaço setembro fomos convidados pelo grupo deterceira idade do sesi rio claro em comemoração ao dia do vovô a apresentar o espetáculo pé na estrada palhaço estiveram presentes 118 idosos que interagiram e participaram da viagem com os palhaços dos cirurgiões da alegria a fórmula do crescimento ­ outubro o espetáculo criado para comemorar os dois anos de nossa instituição trouxe ao público um pouco das maluquices que nossos palhaços aprontam nos hospitais além de uma nova descoberta besteirológica dos palhaços a fórmula do crescimento no palco eles apresentam brincadeiras e histórias criadas em conjunto com as crianças e adultos internados um espetáculo feito para crianças de todas as idades que não precisam ficar internadas para ver os palhaços!

[close]

p. 8

cabaré palhaços em rede ­ novembro uma rede de palhaços várias idéias muitas bobagens para encerrar esta primeira edição do projeto os palhaços da rede montaram um cabaré com um pouquinho do que andam fazendo por aí cada um no seu hospital na sua cidade e mantendo viva esta rede de troca e aprendizagem a apresentação aconteceu no teatro denoy de oliveira em sp para um público de 200 pessoas além de nós participaram do espetáculo os grupos amigos do nariz vermelho são paulo doutores da graça votuporanga operação hospalhaço são bernardo dr picolé campinas operação de riso são caetano do sul a orientação artística ficou por conta dos doutores da alegria o palhaço na escola ­ dezembro agora foi a vez do colégio são benedito em limeira receber o espetáculo participaram 400 crianças além é claro dos professores e diretores um público de 1473 pessoas teve a oportunidade de assistir nossos espetáculos e palestras formação e informação atendimento a estudantes novos públicos que buscam conhecer mais o nosso trabalho curso comunicação social ­ jornalismo escola isca faculdades instituto superior de ciências aplicadas estudante roxane erendira regly curso comunicação social com ênfase em jornalismo escola isca faculdades instituto superior de ciências aplicadas estudantes márcia aparecida de oliveira lucato kendra luana martins renata carrascosa dos reis e audre cristina alberguini curso psicologia escola universidade paulista unip campus swift campinas ­ sp estudantes djane graciella crispim.

[close]

p. 9

inscrição em prêmio e concursos projeto cultura e saúde encontros e oficinas realizados em nossa sede no decorrer do ano foram realizadas em nossa sede várias oficinas internas voltadas para o desenvolvimento artístico de nosso elenco e também externas onde cada artista busca investir em suas habilidades artísticas sua manutenção e aprimoramento para o trabalho nos hospitais fevereiro edson pavarini filho estudante de enfermagem da unicamp tema teoria e prática sobre cuidados e higienização hospitalar março derick ap mossarrelli estudante de artes cênicas tema questionando o clown abril regiane glória assistente administrativa tema oficina de produção de relatórios maio katina de sousa artista palhaça tema oficina de maquiagem junho duplas de palhaços tema criação de esquetes julho edson pavarini e katina de sousa tema oficina de improviso agosto luanda souza estudante de música da ufscar tema vivência de musicalização e criação de instrumentos setembro duplas de palhaços tema encontro das duplas para ensaio da peça teatral outubro joão mendes músico tema a música no contexto geral.

[close]

p. 10

difusão cultural palestras encontro de adolescentes com cristo eac ­ agosto faculdade unipinhal ­ espírito sto do pinhal ­ novembro mídia eletrônica · tv programa do ivan ­ sistema jornal de radio e televisão ­ 12 maio programa hora da verdade ­ sistema jornal de rádio e televisão ­ 25 julho programa casa e cia sistema jornal de rádio e televisão ­ 31julho programa casa e cia sistema jornal de rádio e televisão ­ 16 outubro programa em cena ­ rede globo eptv campinas ­ 18 outubro · radio radio paraíso fm ­ programa bom dia mulher ­ 04 março mídia impressa · jornais jornal da mulher ­ gazeta de limeira ­ 27 janeiro caderno de lazer gazeta de limeira ­ 23 fevereiro acontecendo­ jornal de limeira ­ 24 fevereiro local gazeta de limeira ­ 25 fevereiro cidades ­ jornal de limeira ­ 01 março jornal da mulher ­ gazeta de limeira ­ 02 março local gazeta de limeira ­ 28 abril local gazeta de limeira ­ 04 maio cidades jornal de limeira ­ 10 maio saúde gazeta de limeira ­ 08 agosto capa e cidades jornal de limeira ­ 08 agosto saúde gazeta de limeira ­ 09 agosto visão empresarial limeirense­ informativo acil ­ 28 agosto geral gazeta de limeira ­ 05 outubro local gazeta de limeira ­ 09 outubro caderno de lazer gazeta de limeira ­ 11 outubro jornal da mulher gazeta de limeira ­ 12 outubro variedades ­ jornal de limeira ­ 18 outubro

[close]

p. 11

histórias de palhaços nos hospitais cenas do cotidiano hospitalesco sala de consulta cirurgião gaguelho espia pela fresta da porta entreaberta lá dentro médico e uma bexiga amarela nas mãos da criança gaguelho trouxe a bexiga pro doutor ver criança trouxe gaguelho ela está doente criança não gaguelho para o médico doutor mas ela está amarela e muito cheia doutor É está gaguelho para criança a minha também fica assim depois de três dias esvazia e a sua criança a minha não doutor É bom esvaziar na porta da maternidade mães com seus bebes esperando para fazer exame da orelhinha gaguelho olha o recém nascido no colo da mãe se concentra e diz É menino mãe sorri e acena afirmativamente com a cabeça piriri para a mãe não é possível como ele consegue fazer isso mãe não sei gaguelho olha para outro bebê se concentra e diz É menina mãe acertou piriri cirurgião gaguelho como você faz isso onde aprendeu gaguelho na faculdade de besteirologia naquele dia que você faltou à aula cirurgião gaguelho eliseu pereira agosto hospital humanitária ­ limeira-sp

[close]

p. 12

na oncologia a música na oncologia a música tem guiado nossos passos passo a passo de longe já chegamos cantando a música abre a sala de espera e depois nos leva a sala de quimioterapia mas o que mais nos surpreende é quando algum paciente nos toma o violão e começa a dar seu show isto nos é permitido deixar porque ali não estamos lidando com doenças contagiosas este ato traz um envolvimento ainda maior do nosso trabalho com os pacientes por eles reconhecerem no outro que mesmo estando doente como eles ainda assim conseguem alegria e disposição para música isto tem um valor maior ainda pois é algo que vem de alguém como eles e não de um artista que esta lá para isto este poder de reação do companheiro fora a beleza de compartilhar sua arte por si só já é um grande exemplo e serve de espelho para os outros ainda mais em se tratando do show que tem nos oferecido seu martiliano um senhor negro de oitenta e tantos anos ele vem na sua cadeirinha de roda vestido de terno numa estica que mais parece um famoso compositor de escola de samba pega qualquer instrumento que lhe dar na mão e dá o show toda a oncologia para pra ver e ouvir esta força este exemplo esta música cirurgião ereonildes joão mendes setembro hospital mario gatti campinas-sp

[close]

p. 13

caminhos o homem não morre quando deixa de viver mas sim quando deixa de amar charles chaplin para caminhar basta por um pé em frente ao outro continuamente até o local onde se deseja ir assim o homem aprendeu e foi se dirigindo ao longo dos tempos deslocando-se a todos os locais jamais explorados e antes medonhos ao fundo dos oceanos às mais altas montanhas aos mais distantes países e continentes à lua meu deus chegamos à lua e ainda continuamos a nossa caminhada um pé pós outro e do meu lado há várias pessoas gente como eu como você gente que se apaixona entristece gente que possui alegrias segredos vergonhas medos amor gente que possui sentimentos estranhamento por algum motivo não sabemos como caminhar até outras pessoas e como seres ditos racionais temos as nossas explicações ora devido á pressa ora ao cansaço ora as nossas velhas e entediadas desculpas de nós mesmos para o nosso próprio espelho já dizia o poeta ir onde os mais corajosos nunca tiveram coragem de ir e onde fica esse local É concomitantemente tão simples e complexa essa resposta que desse paradoxo explico que a simplicidade para essa pergunta é baseada nas palavras o local referido é o coração das pessoas e da complexidade feita a partir de sua ação digo para tentar ir ao coração das pessoas e comprovarás a minha afirmação ir até o coração das pessoas é para poucos para aqueles que enxergam além dos problemas para aqueles que possuem autenticidade bondade respeito alegria amor e para isso está o mais bobo dos bobos o palhaço aquele que respira paixão que sente o doce aroma da amizade se aproximar que vê o que os demais não vêem o que as pessoas têm de melhor e que precisam ser potencializadas o palhaço brinca com a criança que está a sorrir pára para observar uma flor

[close]

p. 14

que está a nascer e sente a dor pesada da mulher que chora ao receber a notícia da morte do marido o palhaço um bobo pára para viver olhar sentir ouvir respirar saborear viver não é somente existir é ir além do que se imagina é quebrar barreiras é caminhar andar e para onde andamos para onde caminhamos qual o nosso sonho o que realmente amamos o que eu quero o que você quer pare e pense por um segundo sobre essas questões mas haja por uma eternidade sobre o que realmente te faz amar sonhar andar e caminhar cirurgiãoteotonto Édson pavarini filho setembro hospital mario gatti ­ campinas-sp conversas -qual é o seu nome ­ pergunta piriri amanda a garotinha deitada na cama responde a-manga nossa que nome engraçado gaguelho diz com ar de surpresa não não é a-manga é amanda responde a garotinha sem titubear gaguelho diz aaaaaaaaaah entendi é a-manga naaaaão não é a-manga é amanda diz piriri finalizando a confusão aaaaaaaaaaah e qual é o nome da mamãe pergunta gaguelho à menina minha mamãe se chama quitéria bactéria nooooossa que nome diferente não não é bactéria é quitéria diz a menina sob o olhar risonho de sua mãe sem pestanejar gaguelho diz piriri sabe de uma coisa quando eu tiver uma filha vou colocar o nome dela de a-mexerica com essa frase inusitada gaguelho se despede piriri faz o mesmo e pensa alto quando eu tiver uma filha irei chamá-la de a-pêra cirurgião piriri marcos olímpio hospital humanitária ­ limeira-sp

[close]

p. 15

palhaço também fica sem graça se coloca em cada situação de dentro das alas do hospital para termos acesso a sala onde nos trocamos temos que descer uma escada escada essa que também dá acesso ao banheiro publico.foi assim depois de fazer o trabalho de palhaço no hospital no período da manhã eu katina que tenho a personagem da cirurgiã edufina estava voltando do refeitório para tirar o descanso do almoço.quando eu estava descendo a escada encontrei uma garotinha que gentilmente me sorriu e acenou com mão eu retribui o comprimento e desci fui até a sala peguei minha escova e pasta de dente e fui ao banheiro mas antes disso havia tirado o nariz de palhaço porque estava no momento fora do personagem foi quando derrepente escutei uma voz bem fininha e baixinha quase um sussurro que vinha do lado de fora do banheiro que dizia mamãe a palhacinha esta aqui eu entrei correndo dentro de um dos banheiros fechei a porta e fiquei bem quietinha porque estava sem nariz e não queria que ela me visse assim pensei que acabaria com a magia fiquei no banheiro fechada encolhida no canto por alguns minutos enquanto notava pela movimentação que ela me procura quando percebi que a agitação havia acabado espiei e vi que ela havia saído aliviada acabei de escovar meus dentes e sai para a minha surpresa a garotinha estava do lado de fora do banheiro encostada na parede ela me olhou sorrindo e disse oi palhacinha eu sem saber o que fazer e com vergonha disfarcei coloquei a mão no nariz e disse oi garotinha sem que ela me perguntasse nada eu já fui logo me explicando me enrolei toda na explicação e brinquei em dizer que estava com o nariz escorrendo e por isso estava com a mão no nariz e era esse o motivo de ter demorado tanto no banheiro foi engraçado porque ela não disse nada apenas disse oi palhacinha e me olhou com um olhar maroto me observou por alguns minutos sorriu e foi embora eu fique ali parada por alguns segundos sem jeito sem ação,

[close]

Comments

no comments yet