Sinpol RP

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Outubro 2012

Popular Pages


p. 1

informativo oficial do sindicato dos policiais civis ano xviii outubro de 2.012 nº 193 quanto vale a vida de um policial civil equipe da especializada realizou um grande trabalho investigativo e desmontou um esquema que envolvia donos de autoescolas despachantes funcionários públicos e um militar do exército e funcionava em ribeirão preto osasco jandira e são paulo saiba mais na página 13 dig esclarece fraude em cnh policiais civis voltam a conviver com o medo de novos ataques praticados por pessoas ligadas a uma facção criminosa apesar do fato ser minimizado pelo governador mortes de policiais militares e agente penitenciário além de informações divulgadas pelo presidente em exercício do sinpol apontam para uma certeza a de que os agentes da segurança pública seguem na mira dos criminosos que se ocultam no anonimato e atacam covardemente veja reportagem especial à página 5 o presidente em exercício do sindicato encontrou-se com o juiz corregedor da região dr teotônio e convidou-o a conhecer a realidade das unidades da polícia civil totalmente carentes de recursos humanos o juiz aceitou o convite e o sinpol aguarda promotoria sobre ação civil pública leia na página 11 sinpol luta por mais policiais civis comunico a todos os associados do sinpol que por motivos de ordem particular estou me desligando da presidência do sindicato neste mês de outubro quero agradecer a todos aqueles que depositaram sua confiança em meu trabalho mas por motivos alheios entendo que é honesto me retirar da presidência com a certeza do dever cumprido até aqui obrigado a todos os amigos e amigas que acreditaram no meu projeto maria alzira da silva corrêa presidenta do sinpol entre outubro de 2007 até setembro de 2012 comunicado setor de proteção aos animais avalia casos de abandono e violência em memória um registro da década de 1980 na delegacia regional nova vitória do sinpol garante a associado a aposentadoria pela lei 51/85 superintentende da gcm de ribeirão preto visita obras da futura sede do sinpol associados realizarão de assembleia para decidir por mandado de segurança que incorpora ale ao salário base feipol consegue transporte para associado do sinpol realizar tratamento em brasília outubro/2012 e mais impresso especial 9912250402 dr/spi sinpol correios sinpol sindicato dos policiais civis da região de ribeirão preto rua goiás 1.697 campos elíseos ribeirão preto sp cep 14085-460 fone 16 3612-9008 fone jornal 16 3610-2886 jornaldosinpol@uol.com.br

[close]

p. 2

a ÇÃo apesar da intensa rotina de trabalho os policiais civis que integram a ddm delegacia de defesa da mulher de ribeirão preto tem se desdobrado para equacionar todos os casos com os quais depara e isso incluiu recentemente a prisão de um homem que manteve a ex-mulher refém durante três dias nesse período ele teria passado por vários motéis da cidade onde a violentou sucessivas vezes o crime chocou pelo excesso de violência praticado pelo ex-marido a doméstica de 36 anos estava em uma van da casa abrigo setor do departamento de assistência social da prefeitura ela já havia deixado sua casa depois de sucessivas agressões praticadas pelo ex-marido a doméstica estava indo buscar a filha de sete anos em uma escola quando o ex-marido chegou e tirou-a a força do veículo em seguida a obrigou a sentar-se na garupa de sua motocicleta e fugiu com ela em depoimento à dra lúcia batista bocardo pinto ela contou que o marido a levou para um motel na zona oeste no dia seguinte foram para um motel na zona norte a delegada informou que a mulher disse ter sido estuprada nesse período além disso teve seu cabelo cortado à força pelo marido os braços foram feridos com tampinha de cerveja e o homem também teria desferido vários socos no rosto durante exame da perícia constatou-se ainda que ela tinha hematomas no pescoço o que demonstram uma tentativa de enforcamento o marido a.l.s de 35 anos também teria urinado no rosto da ex-exposa depois de toda a violência o casal seguiu para a casa de amigos a ddm indicia homem que estuprou ex-mulher doméstica ameaçada pelo marido não falou nada mas o casal percebeu que havia alguma coisa errada pois eram nítidos os hematomas pelo corpo da amiga eles conseguiram afastá-la do exmarido e fugiram a mulher foi medicada e levada até a ddm onde prestou depoimento na delegacia já constava o registro do desaparecimento da mulher e da filha efetuado no dia 3 de setembro no dia 4 a filha foi localizada na casa da irmã do acusado havia um inquérito aberto contra o ex-marido que descumpriu a medida preventiva da justiça que determinava seu afastamento da ex-mulher depois que ela registrou o boletim de agressão explicou a delegada o homem foi preso no dia 12 de setembro ao ser abordado ele deu o nome de seu irmão mas acabou conduzido até a ddm também tentou negar durante depoimento mas acabou admitindo que agrediu a ex-esposa para a delegada ele disse ter sido motivado por uma traição da excompanheira para a delegada o homem admitiu que ficou preocupado com os hematomas que a ex-esposa tinha pelo corpo e tentou abrigar-se na casa dos amigos que acabaram socorrendo sua ex-companheira ele foi indiciado por lesão corporal ameaça sequestro e estupro encaminhado ao cdp centro de detenção provisória teve sua prisão preventiva decretada e pode pegar até 15 anos de reclusão cigarros contrabandeados a equipe da ddm de ribeirão preto apreendeu no dia 23 de agosto um caminhão carregado com caixas de cigarro contrabandeado segundo a titular da ddm dra maria beatriz moura campos a especializada recebeu uma denúncia dando conta de que um caminhão vinha do paraguai com destino a ribeirão preto e que o motorista viria por dumont para fugir da polícia rodoviária sabendo do horário aproximado toda a equipe da ddm reforçada pelo investigador rossi do 8º dp distrito policial de ribeirão preto ficou em campana aguardando um veículo com as características passadas pela denúncia o veículo seguia na verdade para cravinhos onde haveria uma troca de caminhões para que a carga chegasse em segurança em ribeirão preto segundo a dra maria beatriz o motorista foi preso em flagrante e todo o material apreendido foi a maior apreensão de cigarros contrabandeados que se tem notícia em nossa região foram 690 caixas de cigarro num total de 34,5 mil pacotes ou 345 mil maços a carga está avaliada em mais de r 500 mil todo o material apreendido foi encaminhado à receita federal de araraquara É importante ressaltar que a delegacia apesar de especializada faz qualquer serviço na segurança pública nossa equipe é bastante eficiente e os resultados são expressivos somente no mês de agosto foram 13 mandados de prisão cumpridos seis deles por pensão alimentícia e outros sete preventivos neste período foram esclarecidos 105 boletins de ocorrência comemora a titular da ddm foto arquivo policiais civis da ddm que atuaram nos casos de estupro e de apreensão de cigarros contrabandeados 02 outubro/2012

[close]

p. 3

objetivo é consultar associados sobre mandado de segurança a ser impetrado contra o governo para a incorporação de adicionais aos salários o presidente em exercício do sinpol eumauri lúcio da mata realizou uma série de consultas a advogados especialistas para saber sobre a possibilidade de ingressar com um mandado de segurança contra o governo do estado garantindo a incorporação do ale adicional de local de exercício ao salário base da categoria segundo eumauri a ideia surgiu após o contato feito com diversos policiais civis com esse objetivo nós fomos procurados por um grande número de colegas muitos dos quais estavam dispostos a patrocinar a ação contra o governo para garantir a incorporação do abono ao salário base explicou eumauri o sindicalista explicou que vários colegas já vinham indagando sobre a possibilidade de uma ação para obter mandado de segurança já que tinham informações de que policiais militares já haviam conseguido a vitória na justiça eumauri fez contato com alguns advogados e chegou até dois deles de campinas que já dispõem de um acórdão que garantiu o benefício para policiais militares imediatamente eumauri marcou o encontro com os advogados alexandre costa freiras bueno e rafael pacela vailatte que vieram a ribeirão preto e reuniram-se com eumauri e com os diretores kalinka cintra prado júlio césar machado e célio antonio santiago durante a reunião os advogados campineiros explicaram como foi feita a ação para garantir mandado de segurança a uma associação de policiais militares e admitiram que existe grande possibilidade de sucesso se ingressada pelos policiais civis a ação pretende obter um mandado de segurança junto ao governo do estado que incorpore o ale pago em forma de abono ao salário base o quinquênio e a sexta-parte além do ale dos inativos na reunião o advogado apresentou também o valor dos honorários cobrados pelo trabalho eumauri pretende agora realizar uma assembleia com os associados para definir se vão balizar se o sinpol irá ou não entrar com a ação e também em relação ao quinquênio sexta parte e ale dos inativos soubemos que os advogados de campinas era o único com o acórdão já ganho em segunda instância junto ao tj tribunal de justiça eles representaram policiais militares diante disso realizamos a reunião com os advogados e agora vamos organizar uma assembleia da categoria para legitimar o ato explica eumauri de acordo com eumauri a assembleia que será realizada em 6 de novembro vai definir a forma como o sinpol vai agir em relação à ação o mandado de segurança é algo bem rápido demora na pior das hipóteses três ou quatro meses acreditamos uma vez obtendo o mandado de segurança os valores serão atualizados nos vencimentos dos policiais civis porém sem os valores retroativos mas já significa um ganho substancial depois que isso ocorrer devemos entrar com uma ação na justiça para pleitear os valores relativos a períodos anteriores cinco anos de qualquer forma é uma estratégia bastante interessante já que com o mandado de segurança existe meio caminho andado para conquistarmos também os valores atrasados explica durante o mês de outubro o sinpol deve manter contato com os associados através de correspondência telefonemas e-mails e até pessoalmente para lembrar a todos sobre a importância da realização da assembleia de acordo com eumauri quanto mais associados participarem melhor para toda a categoria sinpol vai realizar assembleia advogados de campinas reuniram-se com diretores do sinpol e aproveitaram para conhecer as obras da futura sede social ao lado do vice-presidente célio antonio santiago e do presidente em exercício eumauri lúcio da mata outubro/2012 03

[close]

p. 4

editorial há muitos anos tenho participado da vida do sinpol mas em 2007 decidi aceitar um convite que sabia ser um enorme desafio concorrer às eleições do sindicato encabeçando uma chapa composta por um grupo de colegas a condição que impus foi que todos trabalhássemos em conjunto cada um dos integrantes da chapa se dedicando em seu melhor foi assim que me tornei a primeira mulher eleita presidente do sinpol gradativamente consegui impor meu ritmo de trabalho e o sindicato passou a trabalhar de forma que pudéssemos integrar o maior número de pessoas resgatando a participação da categoria nas lutas e em eventos sem muito conhecimento prático da luta sindical mas com uma enorme vontade em fazer o melhor para nossa categoria comecei a participar da campanha salarial com a equipe do então governador josé serra ao lado de vários outros sindicatos aliado a essa luta passei a cuidar para que nosso clube de campo voltasse a realizar eventos reuniões e sobretudo a contar com a participação efetiva dos colegas policiais civis foi um trabalho gradual mas que começou a dar resultado festa após festa reunião após reunião eis que sob meu comando o sinpol participou ativamente da maior greve na história da polícia civil o movimento de 2008 sempre disse que esse movimento foi como uma gestação durou longos e exaustivos nove meses acabou com um enfrentamento por ordem do então governador próximo ao palácio dos bandeirantes onde nós policiais civis fomos brutalmente impedidos de continuar nossa manifestação foi preciso muito jogo de cintura para evitar baixas tanto entre policiais civis quanto entre os militares a essa altura dividi o sindicato em algumas frentes a social que organizava eventos reuniões e torneios a sindical que intensificava a luta por reajustes salariais e a assistencial que cuidava a expediente o jornal do sinpol é uma publicação oficial de circulação mensal do sindicato dos policiais civis da região de ribeirão preto rua goiás 1697 campos elíseos cep 14085-460 ribeirão preto sp e-mail sinpolrp@sinpolrp.com.br diretoria presidente maria alzira da silva correa vice-presidência eumauri lúcio da mata célio antonio santiago paulo sérgio ribeiro chagas ricardo contin luiz henrique maringoli de lima josé gonçalves neto suplentes arnaldo vaz ferreira luiz henrique batista gino augusto franco sant anna sérgio ribeiro dos santos robert schmengler guilhaume kátia patrícia pagliari de souza e edmar alberto félix secretários kalinka cintra prado e doracy alves da silva suplentes Érica arrisse esteves dias e armando pisani júnior tesoureiros júlio cesar machado e sami haddad suplentes wagner cândido da silva e jin ciosaki patrimônio olavo elias dos santos suplente cláudia braga conselho fiscal joão carlos barbosa lima maurício kusumota e prisclia yishi s hashimoto suplentes neide amábile pastori e silva marisa lelis takata e jefferson pessoti delegados sindicais darcy gonçalez e licanor de souza campos suplentes ariovaldo torrieri júnior e reinaldo josé sanches o jornal do sinpol É uma publicaÇÃo exclusiva do laboratÓrio de notÍcias av portugal 304 cj 3 v seixas ribeirão preto sp fone/fax 16 3610-2886 diretor de jornalismo adalberto luque mtb 19.218 editor chefe júlio castro reportagens mariana araújo parras luque o jornal do sinpol não se responsabiliza por especificações ou informações que não estejam previstas no contrato de publicidade as cobranÇas serÃo feitas exclusivamente por sub ten res pm oswaldo bonfim departamento comercial contatos exclusivos devidamente autorizados fernando mendonça vanderlei garcia da costa marcos antonio fernandes israel leal de souza jorge pontes editoraÇÃo eletrÔnica laboratório de notícias fone 16 3610-2886 e-mail jornaldosinpol@uol.com.br os artigos assinados não refletem necessariamente o conceito do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores certeza do dever cumprido especificamente dos anseios da categoria como aposentadoria especial incorporação de benefícios pagamento de atrasados orientação jurídica plano de saúde entre outros assuntos o sinpol seguia seu caminho a exemplo do que foi feito com os presidentes que me antecederam mas agora de uma forma diferente com o meu jeito de gerir com a dedicação feminina uma de minhas enormes preocupações foi deixar as contas do sinpol sempre em dia e fazer com que todos tivessem acesso às informações que buscassem após a greve o governo reconheceu a força do sinpol e demais sindicatos e passou a nos receber e negociar lutamos junto aos vários delegados seccionais da região aos vários diretores do deinter-3 e frente aos delegados gerais e secretários da segurança pública resgatei a história do sinpol e de nossos colegas em toda a região afinal a memória é algo que sempre devemos cultivar e cultuar eis que entendi que era a hora de alçar vôos maiores costumo dizer que não podemos ser uma ilha foi pensando nisso que participamos da conferência nacional de segurança pública em 2009 mantivemos importantes contatos já pensando no futuro e os resultados começavam a aparecer o fim da famigerada escolta de presos coroou uma luta da qual participei ativamente comemoramos os 20 anos de nosso sindicato com a conquista do terreno para a construção de nossa futura sede social foram incontáveis viagens a são paulo e a outros locais estive em brasília para lutar pela chamada pec dos salários acampei na alesp para cobrar dos deputados o posicionamento em relação ao ale adicional de local de exercício e mais recentemente da valorização das carreiras de investigador e escrivão sem contar que foram vários encontros para tentar quebrar a barreira em torno do projeto de reestruturação na polícia civil nosso departamento jurídico contando com mais profissionais gabaritados passou a contabilizar sucessivas vitórias de nossos associados vieram novas eleições e novamente fui eleita com a maioria absoluta dos votos dos companheiros que acreditaram e endossaram o meu trabalho mudou o governador e a luta continuou a volta de alckmin no lugar de serra que havia sido substituído por sua vez por alberto goldman não nos desanimou e continuei a lutar a visitar são paulo e a cobrar salários e benefícios para nossa categoria enfreitei uma enorme luta para evitar que a corregedoria cometesse injustiças revestida de um poder acima do que lhe é permitido não aceitei e não aceitarei perseguições que se puna o mal policial civil participei juntamente com inúmeras entidades representantesda categoria de encontros interestaduais tendo como tema central a valorização da polícia civil nos quais fui acompanhada de nossa diretora-secretária kalinka recentemente alterei o estatudo adequando-o ao código civil e à modernidade outro grande passo foi a participação e filiação do sinpol na fundação da federação interestadual dos trabalhadores policiais civis da região sudeste feipol/se composta por 11 sindicatos foram importantes gestos que nos possibilitaram formar novos parceiros e os resultados já são vistos por quem quiser enxergar diante disso tudo acredito que fiz o que poderia ter feito sempre com a melhor das intenções trabalhando em equipe quando isso não foi mais possível entendo que é hora de ir embora desço nessa estação e o trem prossegue tenho a certteza de que até aqui o meu dever foi cumprido e agradeço a todos pela confiança em mim depositada seguindo sempre à disposição de todos maria alzira da silva corrÊa presidente do sinpol sindicato dos policiais civis da região de ribeirão preto novos associados associaram-se ao sinpol no mês de setembro de 2012 os seguinte policiais civis carlos eduardo soares thomaz investigador de polícia era associado porém como oficial administrativo joão francisco alves filho carcereiro augusto césar vaquero marques investigador de polícia donizeti de fátima camilo carcereiro carlos doniseti pereira agente de polícia rodrigo merbach yamamoto agente de telecomunicações a diretoria do sinpol dá boas vindas aos novos associados e está à disposição de todos os policiais civis que quiserem integrar o quadro associativo do sindicato notas telefones da cantina a cantina que atende aos filiados na chácara do sinpol sob a direção do zezinho tem agradado aos frequentadores e atende às expectativas da diretoria de sempre oferecer o melhor aos associados e o zezinho avisa que as porções almoços lanches e bebidas bem geladas estão à disposição de todos durante todo o horário de funcionamento do clube anote os novos telefones para reservas e sugestões junto à cantina 16 9301-3709 ou 8126-7340 atenção policiais civis a diretoria do sinpol alerta a todos os policiais civis associados que se receberem intimação para comparecer à corregedoria ou a qualquer outro órgão para depoimento busquem antes orientação no departamento jurídico do sindicato É direito constitucional que em todo e qualquer depoimento o depoente esteja assistido por um advogado contribuição iamspe o sinpol informa que ingressará com ação judicial pleiteando a cessação da contribuição ao iamspe instituto de assistência médica ao servidor público estadual a presente ação é proposta com o objetivo de cessar o desconto compulsório realizado em folha de pagamento dos servidores públicos do estado referente ao pagamento da contribuição ao iamspe em cumprimento ao disposto no art 149 caput da cf constituição federal podem ingressar com esta ação todos os servidores públicos estaduais estando em atividade aos inativos o sinpol dispõe de um formulário próprio para cessar o desconto sem a necessidade de ação os interessados podem pedir esclarecimentos à central de atendimento sinpol pelos telefones 16 3625-3890 3612-9008 e 3979-2627 ou na sede social do sindicato à rua goiás 1697 para quem pretende se aposentar a diretoria do sinpol alerta os associados que pretendem se aposentar pela lei complementar 1062 2008 que perdas podem ocorrer e solicita aos interessados que entrem em contato com seus diretores para saber quais serão suas perdas imediatas maiores informações na sede social do sindicato à rua goiás 1697 ou através da central de atendimento sinpol pelos fones 16 3625-3890 3612-9008 e 3979-2627 04 outubro/2012

[close]

p. 5

especial policiais civis e militares além de agentes penitenciários voltam a ser alvo de criminosos e passam a trabalhar ainda mais atentos e assustados o estado de são paulo o brasil e o mundo assistiam incrédulos as imagens veiculadas por emissoras de televisão e propagadas com velocidade alucinante pela internet de diversos ônibus e vans incendiados em são paulo e grande são paulo era o dia das mães 12 de maio de 2006 e aquele era o início de uma série de acontecimentos que nos dias seguintes deixou os paulistas apreensivos diante da falta de informações do então governador do estado cláudio lembo fpfl e sua equipe sobre os acontecimentos além da onda de ataques e violência o sensacionalismo ganhava espaço graças a boatos desencontrados ataques a vans e ônibus eram apenas o recado inicial dado pelos elementos ligados a uma facção criminosa que age dentro e fora dos presídios paulistas houve quem afirmasse à época que o governo e o então secretário da segurança pública saulo de castro abreu filho sabiam do risco dos ataques verdade ou não o fato é que na imprensa foi veiculado que os ataques seriam uma represália à transferência de 765 presos de diversas unidades prisionais do estado para a penitenciária 2 de presidente bernardes um local considerado à época de segurança máxima onde os criminosos teriam dificuldades para comandar o crime dentro de um presídio não havia registros àquela época do uso de celulares e as visitas eram limitadas e monitoradas evitando que advogados fizessem as vezes de garotos de recado da facção criminosa possivelmente a falta de notícias oficiais facilitou a ação dos criminosos que promoveram badernas e ampliaram seus atos para além dos ônibus e vans incendiados a partir daquele dia das mães macabro nada menos do que 251 ataques foram registrados incluindo rebeliões em 73 presídios e nove cadeias públicas zembro de 1988 em cândido rodrigues em 1991 transferiu-se para jaboticabal e quatro anos depois foi nomeado titular do 1º dp distrito policial e diretor da cadeia pública da cidade a cadeia já havia sido palco de várias tentativas de fuga e rebeliões estava sempre com população acima do limite máximo para o qual o prédio havia sido projetado mas o dr taroco conseguia manter a ordem naquele local procurando ouvir as reivindicações dos presos e realizando um trabalho humanitário tanto que segundo a imprensa da região uma semana antes do dia das mães de 2006 ele havia permitido uma confraternização entre os presos onde foram servidos refrigerante e bolo ele sempre foi adepto ao diálogo e tinha o respeito dos presos no entanto em 12 de maio de 2006 tão logo ficou sabendo do início da rebelião na cadeia pública de jaboticabal o dr taroco foi até o local para negociar com os presos o fim do motim os presos amotinados consentiram em sua entrada para negociar uma suposta rendição mas quando o delegado acompanhado de um investigador entrou no local foi covardemente dominado por presos que haviam se ocultado atrás da porta os dois dominaram o delegado com uma gravata e o jogaram em uma cela na cadeia havia 48 presos dos quais 15 deles participaram diretamente dos atos de crueldade e covardia cometidos contra o delegado ele foi trancado na cela amarrado em colchões que foram incendiados aos gritos de dor e pedidos de socorro mais policiais entraram no local e dominaram os presos que tentavam fugir com as chaves que haviam tirado à força do dr taroco no confronto dois marginais morreram os policiais apagaram as chamas e o delegado foi levado para um hospital em ribeirão preto o terror voltou para muitos policiais civis situação é assustadora pois não sabem se voltarão para casa após o trabalho e durante os horários de folga ou se serão mais uma vítima de ataques que o governo não reconhece como em série nos dias seguintes a 12 de maio de 2006 as rebeliões chegariam a unidades prisionais nos estados vizinhos como espírito santo paraná mato grosso do sul minas gerais e bahia há muita discrepância sobre o número de mortos nos conflitos alguns canais de comunicação garantem que foram 47 o número de policiais civis militares guardas civis municipais e agentes penitenciários mortos durante o ataque a questão é que logo nos dias que se seguiram começaram os combates entre policiais e criminosos os policiais se viram obrigados a criar verdadeiras trincheiras e improvisar fortalezas nas diversas unidades de segurança para tentar evitar ou resistir ao ataque dos criminosos bases da polícia militar delegacias de polícia quartéis enfim havia muitos possíveis alvos para serem atacados por criminosos fortemente armados nessa guerra que se desenhou pelas ruas sabe-se que pelo menos seis policiais civis 23 policiais militares três guardas municipais e oito agentes penitenciários morreram durante o confronto outros seis policiais civis 22 policiais militares 8 gms e um agente penitenciário foram feridos durante os ataques crueldade e covardia no deinter-3 departamento de polícia judiciária do interior com sede em ribeirão preto e que responde pela polícia civil em 93 cidades da região alguns ataques a policiais civis e militares foram registrados mas o mais emblemático e chocante dos ataques praticados pelo criminosos foi registrado em jaboticabal o dr adelson taroco era delegado de polícia ingressou na instituição em 31 de de outubro/2012 05

[close]

p. 6

com queimaduras gravíssimas em 80 de seu corpo a cidade demonstrando respeito pelo delegado acompanhou em cortejo o traslado até o hospital e fez vigília por sua recuperação mas de nada adiantou após agonizar por cerca de 20 dias o dr taroco acabou morrendo vítima dos graves ferimentos sofridos após a tocaia cruel e covarde dos criminosos o medo voltou cláudio lembo estava no comando do palácio dos bandeirantes em 2006 cerca de três anos e meio antes ele havia sido eleito vicegovernador do estado na chapa que compos com geraldo alckmin o governador eleito em 2002 havia se licenciado para concorrer à presidência da república coincidência ou não alckmin está novamente ocupando o cargo de governador de são paulo num momento em que o medo voltou e os policiais civis militares agentes penitenciários e de outras forças de segurança passam a agir com mais cautela somente em 2012 cerca de 70 policiais militares foram mortos a grande maioria deles em horário de folga ou atuando em bicos atividades remuneradas que fazem fora do horário de serviço na corporação ou na instituição para complementar os salários de acordo com a presidenta do sinpol sin dr dicato dos policiais civis da região de ribeirão preto maria alzira da silva corrêa muitos policiais civis ou militares acabam se sujeitando a empregos extras deixando de descansar nos horários de folga e até colocando suas vidas em risco para complementar seus rendimentos há cerca de 20 anos que os policiais em geral estão sofrendo com a falta de uma política que contemple reajustes salariais dignos e um plano de carreiras concreto o governo sempre se nega a conversar e quando concede reajuste o faz com valores abaixo do necessário para resgatar a dignidade da categoria o resultado é expor o policial ao bico aliás na pm o bico já vem sendo inclusive oficializado com a atividade delegada onde parcerias oferecem `bicos oficiais aos policiais de folga o correto seria remunerar adequadamente o policial não expondo-o desnecessariamente ao cansaço ao estresse e ao risco de vida dispara maria alzira segundo ela o medo voltou a tomar conta da categoria com os recentes ataques a policiais civis o vice presidente do sinpol eumauri lúcio da mata conversou com alguns colegas e ficou sabendo que existem planos para que uma facção criminosa mate alguns policiais eles falam em gíria referindose ao pessoal da área 16 e 19 pelo que foi apurado tratam-se de cidades atendidas por esses códigos de telefonia foto reprodução portanto das regiões de ribeirão preto e campinas explica de acordo com o delegado geral de polícia dr marcos carneiro de lima ainda não há indícios de que os registros de morte de policiais seja indício de novos ataques promovidos pela facção criminosa as investigações efetuadas pela polícia civil em conjunto com a polícia militar possibilitaram vários esclarecimentos e prisões mas ainda não foi possível estabeadelson taroco foi uma das vítimas dos ataques praticados contra policiais em 2006 lecer conexão entre os casos os ataques ocorreram foto ssp/sp no momento de folga dos pms portanto é algo imponderável pois seria um absurdo imaginar uma escolta para cada policial em folga disse o titular da dgp delegacia geral de polícia apesar da negativa em admitir ataques da facção criminosa policiais militares da região de ribeirão preto já foram instruídos a agirem com total cautela principalmente nos horários de folga e para aqueles que o delegado geral de polícia dr marcos carneiro de lima exercem outra atividade os chamados bi garante que as investigações realizadas pela polícia civil em conjunto com a pm possibilitaram esclarecimentos e prisões cos para maria alzira mas não foi possível estabelecer conexão entre os casos essa situação pode gerar um risco ainda maior a carga de rio foi morto com seis tiros enquanto trabaestresse nesses momentos sobe assim como lhava como segurança em um posto de coma adrenalina o medo de sofrer um ataque pode bustíveis na zona leste da cidade paulo césar prejudicar não só o trabalho do policial como da silva souza foi atingido com balas de calitambém levá-lo a cometer erros não pode bre 9 mm e morreu no local poucas horas demos conviver com uma ameaça invisível em pois do crime uma equipe da dise delegacia primeiro lugar o governo não deveria cometer de investigações gerais de ribeirão preto o mesmo erro de 2006 se existe o risco como prendeu a.g s de 23 anos e b.e.b de 19 dá-se a entender pelas ordens repassadas aos anos acusados de terem participado do cripoliciais militares que se alertem também os me segundo o titular da especializada dr paupoliciais civis e outras forças de segurança lo henrique castro o crime teria sido encoque se criem mecanismos para evitar novos mendado embora o agente penitenciário não possíveis ataques o que não podemos ver é tenha sido o alvo específico ele todavia não o governo negando sabemos que há casos confirmou se os criminsos integram alguma em que a inteligência trabalha com o fator sur facção criminosa no dia 11 tiros foram disparados na zona presa mas é preciso preparar todos os trabalhadores da segurança pública para não se norte de ribeirão preto contra a residência de rem atacados enquanto se fala que não há um pm no mesmo dia uma viatura foi apemedo algum oficialmente reprova maria drejada também na zona norte no dia 14 o pm marcos aurélio de santi de 43 anos foi alzira se há ou não riscos os ataques já come morto com seis tiros ele foi atacado enquando çaram a ser registrados na região do deinter dirigia seu carro ele estava de folga o crime 3 o primeiro deles ocorreu em ribeirão preto ocorreu em são carlos no dia seguinte novo no dia 4 de setembro um agente penitenciá crime foi registrado contra um pm desta vez 06 outubro/2012

[close]

p. 7

ocorreu em araraquara adriano simões da silva de 36 anos foi executado com 17 tiros enquanto trabalhava como segurança em um supermercado na cidade.no dia 24 o ataque ocorreu em ribeirão preto o pm wilson carlos romão machado de 33 anos foi baleado em um posto de combustível no monte alegre à paisana ele não morreu mas seguia internado até o fechamento desta edição até então os crimes na região ocorreram com pms fora do horário de serviço ou exercendo seus bicos mas nada impede que os ataques ocorram com quem está trabalhando a tensão tem dominado a categoria nos últimos dias argumenta maria alzira insegurança o clima de insegurança aumenta quando o policial civil é obrigado a andar desarmado de acordo com a presidenta do sinpol isso ocorre nos casos em que policiais civis são citados e passam a responder processos administrativos da corregedoria da polícia civil em nossa região a corregedoria não tem punido somente o mau policial civil ela também têm exarcebado em nosso entender e acaba punindo ou dificultando o trabalho daqueles que cometem alguma pequena falha nos últimos anos temos orientado todos os colegas que receberem qualquer intimação da corregedoria para que antes de lá comparecerem comuniquem ao sindicato e só prestem qualquer depoimento na presença de um advogado não vamos tolerar que a corregedoria exerça pressão sobre os colegas que trabalham com muita dificuldade diante de um efetivo no mínimo 30 abaixo do necessário aponta maria alzira de acordo com o sinpol nos últimos anos houve um grande déficit de recursos humanos na polícia civil em todo o estado inclusive a região de ribeirão preto segundo dados do sinpol as carreiras mais afetadas são as de investigador escrivão e delegado mas todas as demais 11 carreiras apresentam deficit de funcionários as causas são variadas desde aposentadorias não preenchidas por concursos públicos até o desânimo da categoria com a falta de uma política de salários e carreiras muitos colegas desistem de ser policiais alguns mudam de estado onde os salários são melhores em são paulo os policiais civis recebem um dos mais baixos salários da categoria em todo o brasil admite no caso dos policiais civis que respondem a processos administrativos eles têm um procedimento a cumprir muitas vezes por conta de um pequeno erro a corregedoria instaura o procedimento e o policial civil de acordo com a lei orgânica da instituição é obrigado a atuar em atividade estritamente burocrática até o final do processo o que pode levar anos além disso é obrigado a entregar a arma e a carteira funcional e trabalhar desarmado muitas vezes o policial se vê desprotegido ele que já fez diversas prisões e por isso é conhecido dos marginais acaba sendo exposto ao risco extremo além disso todos nós sabemos que o policial civil exerce sua carreira 24 horas por dia mas sem arma fica à mercê dos bandidos já ingressamos com diversas representações contra esse procedimento da corregedoria mas até agora nada foi feito com os ataques temos diversos colegas pelo menos nove deles correndo riscos desnecessários não se trata do policial civil que comete crime ou ato de corrupção porque esse segue mesmo preso pontua o delegado geral discorda da informação a informação não está correta a questão da retirada de arma e funcional é exceção e não regra tal medida é aplicada nos casos de suspeição de atos de corrupção na sua maioria pois tais ações criminosas são intoleráveis diz o dr marcos carneiro de lima maria alzira concorda que atos de corrupção são intoleráveis o sinpol não compactua com o mau policial civil mas afirmamos que as armas são retiradas pela corregedoria em ribeirão preto de todos os que respondem processo administrativo diz enquanto não se define essa situação a insegurança dá a tônica no dia a dia dos policiais civis segundo a presidenta do sinpol uma escrivã de polícia teria sido seguida em um shopping center da cidade no dia 16 de setembro ela conta que a escrivã reconheceu alguns dos criminosos que a seguiam pelos corredores era um domingo com o shopping lotado ela teria percebido o fato na praça de alimentação e comunicou o caso aos seguranças que acionaram a pm os homens foram filmados por câmeras do circuito de segurança enquanto deixavam o local estavam em quatro pelos corredores do shopping e havia outros dois esperando em um veículo no estacionamento felizmente nossa colega nada sofreu mas o clima é de apreensão em meio a tudo isso à falta de comunicação vemos tragédias como a que vitimou um policial civil durante uma investigação em são paulo conta maria alzira o caso em questão envolveu policiais civis do 90º dp da capital e uma equipe do divecar ligado ao deic departamento de investigação sobre o crime organizado que sem saber atuavam no mesmo caso e se confundiram com criminosos um policial civil de 29 anos morreu no local segundo o dr marcos pode ter havido um erro de comunicação o policial trabalha com informação e por diversas vezes não há como compartilhar pois o vazamento poderia prejudicar o trabalho por determinação da dgp alguns dados técnicos estão sendo reavaliados para se evitar esse tipo de tragédia temos realizado um trabalho sigiloso cujo teor não pode ser divulgado [para evitar novos ataques em série como os de 2006 explicou o delegado geral infelizmente estamos à mercê de toda essa situação o governo não admite que hajam ataques em série ou facção criminosa a pm está enquartelada e faz a polícia preventiva já a polícia civil está totalmente desamparada finaliza maria alzira maria alzira o governo não admite que hajam ataques de facção criminosa a pm está enquartelada e faz a polícia preventiva já a polícia civil está totalmente desamparada outubro/2012 07

[close]

p. 8

a região acompanhou estarrecida dois casos de enorme repercussão envolvendo a mortandade de animais domesticados num dos casos em sales oliveira dezenas de cães foram mortos envenenados em várias casas da região em ribeirão preto no alto do são bento área com uma mata nativa preservada e próximo ao bosque fábio barreto onde funciona o zoológico municipal dezenas de gatos e cães também foram brutalmente mortos envenenados nos dois episódios ficou evidente que para algumas pessoas os animais são passíveis de serem descartados sem qualquer problema e foi justamente para combater essa sensação de impunidade que já funciona há alguns anos o setor de proteção aos animais em ribeirão preto o órgão está vinculado à delegacia de proteção ao idoso o órgão se divide para coibir os maus tratos aos idosos e aos animais em geral e tem no comando o dr marcos cesar borges a delegacia conta com um contingente de cinco investigadores que são obrigados a se desdobrar para garantir os direitos de idosos e animais no caso dos animais os casos não são poucos no episódio envolvendo a mortandade no morro de são bento a questão foi o desfecho de uma tragédia anunciada no local até hoje vários animais principalmente gatos são abandonados por seus donos lá eles acabam vivendo em bando alimentando-se como podem e se procriando no local também não é difícil ver cães abandonados já houve casos onde animais foram abandonados até em pet shops supostos clientes deixam o animal para banho tosa e higienização fornecendo telefone e endereços falsos e não voltam para apa nhar os animais fizemos um grande investimento em circuito interno de televisão para evitar esse tipo de abandono uma crueldade com o animal em contrapartida passamos a oferecer para os donos dos pets que são deixados sob nossos cuidados a oportunidade de acompanhar todas as etapas à distância inclusive via celular garantindo uma comodidade à mais explica o diretor da au au etc tal dr diego sipirandeli segundo o dr marcos cesar borges o abandono do animal é um crime abandonar um animal sem que ele tenha condições de sobreviver é uma atitude criminosa se você pega um animal silvestre e o abandona em seu habitat ele sobrevive mas se você pega um animal doméstico ou já domesticado e o abandona é um ato de extrema crueldade pois ele vai sofrer e não consegue sobreviver nestes casos se identificados os donos que abandonaram seus animais são passíveis de pena de reclusão explica o delegado o titular do setor de proteção aos animais é enfático ao afirmar que a lei que tipifica os crimes contra animais é apesar de antiga bastante ampla e garante a punibilidade dos infratores a lei abrange todas as situações que caracterizam maus tratos deixar o animal sem comida em local insalubre mal ventilado abandonar o animal em caso de cavalos por exemplo dar sobrecarga de trabalho quando o carroceiro o obriga a puxar um peso desproporcional à sua estrutura adverte dr marcos para o dr marcos de souza morando diretor da animal pet center além do eficiente trabalho que vem sendo realizado pela polícia civil é preciso haver um controle maior dos setores públicos para minimizar ações de abandono e maus tratos punindo a crueldade temos de incrementar parcerias realizar mais feiras de adoção e até pensar na introdução de chip posse consciente do criador mobilizando desde o pet até o responsável pelo animal avalia denúncias no princípio o principal fator que notificava os crimes contra os animais eram as denúncias anônimas mas o delegado lembra que a equipe já se deparou com várias denúncias sem procedência muitas vezes motivada por rixas entre vizinhos e parentes mesmo assim sempre verificamos todas as denúncias anônimas tudo é registrado e se houver procedência abrimos o procedimento para crimes de maus tratos a lei definiu uma conduta e quem descumprir comete crime que tem pena de detenção e reclusão tratando os maus tratos como crime precisamos agir como aparelho estadual pontua o delegado com o passar do tempo a delegacia passou a contar também com as denúncias feitas diretamente ao órgão tivemos uma grande divulgação além disso fizemos trabalhos de repercussão na mídia e passamos a ser mais conhecidos diante disso muitas pessoas comparecem à sede de nossa delegacia onde é feito o r.d.o registro digital de ocorrência e a questão passa a ser investigada garante de acordo com o delegado apesar de haver muitos casos o abandono não é o que predomina ele revela que na maioria dos casos a equipe constata prática de maus tratos aos animais nos deparamos com casos escabrosos onde ferimentos gravíssimos não são cuidados onde o dono não leva seu animal a um veterinário há casos de não alimentação onde o animal é mantido em locais insalubres outros são espancados admite policiais civis do setor de proteção aos animais têm se desdobrado para evitar maus tratos e abandono na cidade e punindo infratores 08 outubro/2012

[close]

p. 9

andré tavares esteve no local onde está sendo edificada a sede social do sinpol a convite do presidente em exercício e se impressionou com o projeto o superintendente da gcm guarda civil municipal de ribeirão preto andré luiz tavares visitou as obras da construção da futura sede social do sinpol acompanhado de seu diretor financeiro alexandre pastova e do chefe de divisão de treinamento e habilitação jefferson matiello o grupo da cgm foi conhecer o local a convite do presidente em exercício eumauri lúcio da mata o andré acompanhou todo o processo da cessão do terreno que foi efetivado na gestão da atual prefeita dárcy vera para que nós pudéssemos iniciar as obras de construção de nossa tão sonhada sede social numa área melhor localizada e com um projeto arrojado explicou eumauri o superintendente da cgm e os dois diretores elogiaram o projeto e vislumbraram a possibilidade de manter o crescimento que o sinpol vem experimentando através dos anos desde sua fundação eu já sabia que havia sido cedido este terreno mas ainda não havia visto o andamento da construção estou conhecendo o local hoje e posso garantir que me surpreendi muito com o que vi e positivamente já conheço o eumauri há muitos anos e sei de seu trabalho à frente do sinpol disse o superintendente da gcm andré tavares o comandante da unidade de segurança municipal disse que é importante esse tipo de utilização pois o local era de mato alto e não vinha sendo aproveitado É importante na opinião de tavares fazer bom uso de um terreno daquele porte estrategicamente localizado e que deverá trazer benefícios para a categoria durante a visita eumauri fez questão de mostrar as obras detalhando todas as dependências que serão construídas na futura sede social explicou o planejamento feito por ele e demais diretores para a obra e como tudo será gerido até a conclusão da edificação a visita do superintendente da guarda civil metropolitana de ribeirão preto muito nos envaidece É importante que as autoridades vejam que estamos aqui trabalhando para trazer o melhor aos policiais civis associados e que estamos concretizando um projeto de longa data eu sempre lutei para realizar este sonho tão logo o sinpol passou a crescer da forma como cresceu no final da década de 1990 em pouco tempo a nossa atual sede social ficou pequena para a grandeza e credibilidade que construímos ao longo dos anos no sinpol orgulha-se eumauri a iniciativa do eumauri em trazer vários setores da sociedade é um gesto para se ter orgulho muitas vezes temos críticas sobre a falta de transparência de entidades de classe aqui vemos uma demonstração cristalina do que está sendo feito com o dinheiro arrecadado do servidor associado que contribui com seu sindicato destaca andré eumauri ficou satisfeito com a avaliação do superintendente da gcm nossa ideia é exatamente essa queremos trazer as forças vivas da sociedade para acompanhar o trabalho que estamos realizando aqui não há porque esconder tudo o que fazemos é com total transparência e fico feliz que o andré tavares tenha entendido nosso objetivo pontuou eumauri lembrando que semrpe que for possível vai trazer autoridades associados e policiais civis em geral para acompanharem o andamento do projeto para o superintendente da gcm o sinpol tem demonstrado bastante força e competência e ele tem acompanhado bem de perto a luta do sindicato já conheço a chácara estive lá há cerca de cinco anos e como o eumauri me convidou pretendo voltar pois certamente está muito melhor do que naquela época [a iniciativa de doar o terreno para a construção foi acertada pois a polícia civil presta excelentes serviços à sociedade os policiais os delegados todos mereciam um local digno num ponto de boa referência e assim foi feito pela prefeita até em reconhecimento a tudo o que a polícia civil faz para nós munícipes acrescenta andré também fez questão de evidenciar a aproximação e união entre as duas forças de segurança no dia a dia da cidade a polícia civil é uma grande parceira dá total apoio à nossa instituição temos trabalhos em parceria eles nos ajudam na formação intelectual nos cursos de requalificação profissional na formação de novos guardas ministram importantes palestras É uma parceria perfeita que tem surtido resultados à população disse andré finalizando em segunda fico muito contente com tudo isso que o eumauri nos mostrou eumauri apresenta futura sede a superintendente da gcm visita acima pastova tavares e matiello conhecem as obras da futura sede social acompanhados do presidente em exercício do sinpol eumauri lúcio da mata ao lado o investigador signei sebastião de morais observa os detalhes da obra apresentados por eumauri outubro/2012 09

[close]

p. 10

aniversariantes a vida é um milhão de novos começos movidos pelo desafio sempre novo de viver e fazer todo sonho brilhar feliz aniversário aos nascidos em novembro 1 adriano roberto marqui luciana carmargo renesto rosivaldo fernandes cunha matilde nori tosta de oliveira 2 priscilla yoshi serapião hashimoto luiz celso hypólito joão fernando baptista francisco lopes neto 3 célio antonio santiago sílvia helena da silva milani guidalberto marques de mello josé carlos de oliveira josé carlos da silva paulo luiz morato de aquino joão batista sérgio neto kennedy santos bittencourt sílvia helena a de souza carlos césar bueno emília fernanda nicomedio antonio carlos sampaio 4 roberto lazinho danilo Ávila heloísa helena borges luiz henrique rossi jorge ferreira seridonio 5 valmério francisco da silva 6 sebastião vicente picinato geraldo augusto mazaron amir pessoa vicente paulo gonçalves nilson lopes da silva 7 benedito grillo chiyoko matsui minamisava wander césar galante orlando posca joão santino silvério ana paula rodrigues nucci carmo puliezi josé luiz de lima daniela cristina das taboas 8 josé carlos marcucci lucimara rocha gomes daura rita aparecida macedo candido armando nelcidio gonçalves ricardo ruzzene neto isaura lemos cora walter moraes braga júnior cândida ribeiro da silva 9 moysés josé cocito tania maria leite ribeiro lima marcos aparecido ferreira do carmo maria aparecida donizete d oliveira aparecido donizeti alexandre 10 baltazar padilha iracema aparecida da silva antonio flávio martins mariangela paiva de araújo orrico josé eduardo marcico andrea alessandra moretti claudemir aparecido pereira da silva 11 evandro estadeu rezende joão paulino veima chelli raimundo de oliveira sílvio carlos de menezes 12 celso garcia oliveira altair lopes dos santos saladino daer el khatib 13 maria amália viana spinelli roberto de souza p filho alexandro gomes angulo raquel maria ferreira motta 14 sandro luís ruivo 15 antonio fernando garcia antonio jaime zanini nilva sueli lucindo pistori osvair josé da silva roney antonio gentil 16 tereza garcia franco ricardo contin cláudio josé ottoboni fernando luiz rohrig 17 joel dias da mota luís augusto da silva júlio césar falconi ferreira sandro rampim viola eduardo de oliveira crestani 18 telma cristina do carmo débora caldo pinheiro adilson roberto de souza 19 geraldo souza filho luís henrique zanoello 20 josé mário zanoello afonso bibanco 21 francisco renato tortorelli costa jorge carlos tacão 22 assis josé aparecido tasca marcos cesar borges regina neves guerra glaucon bonette josé luiz de almeida 23 maria de fátima de luca reginaldo guicardi maria aparecida benta 24 carlos osvaldo russo Érico f de o seixas santos 25 valdir delfino paulo fernando do nascimento bittar ana cláudia a ferreira 26 josé orlando theodoro costa sueli aparecida francisco marco antonio maciel ana beatriz de almeida matos dias 27 sílvia helena polaqui adalberto de oliveira gonçalves paulo rogério marcussi 28 marco antonio g da silva 29 antonio carlos sampaio joel brondi sirtes da silva josé roberto albarelo maldonado sérgio augusto dias bastos casemiro de castro júnior josé luis de meirelles júnior 30 adilson massei ademir gomes memÓria bons tempos a mudança na estrutura da polícia civil não apagou da lembrança os bons tempos da delegacia regional que representava a instituição em toda a região na regional de polícia civil de ribeirão preto na década de 1980 havia equipes afinadas uma delas como nesta foto onde se vê da esquerda para a direita catarina pane dalva chiaretti neusa pian da mata salvador pane neto em pé neide paranhos ribeiro adail liliane garcia e cristina o sinpol lembra aos aniversariantes que é preciso fazer o recadastramento anual junto ao banco do brasil em qualquer agência ou naquela onde receber seus vencimentos ou em caso de portabilidade no banco em que o beneficiário optou quem não se recadastrar corre o risco de ter os vencimentos suspensos o sindicato dos policiais civis da região de ribeirão preto está criando um acervo de imagens relacionadas à polícia civil para tanto a diretoria está incentivando a participação de associados que tenham em seus arquivos fotografias que possam ilustrar diferentes aspectos da história da instituição temos certeza que muitos companheiros guardam `no fundo do baú lembranças de reuniões eventos e de situações diversas que têm um valor inestimável pelas lembranças que nos trazem afirma a presidenta do sinpol maria alzira da silva corrêa os interessados em colaborar com esse resgate da memória da polícia civil da região podem entrar em contato com a secretaria do sinpol através dos telefones 16 3612-9008 3625-3890 e 3979-2627 ou dos e-mails sinpolrp@sinpolrp.com.br e sinpol-rp@uol.com.br as fotografias serão digitalizadas e prontamente devolvidas aos seus proprietários ressalta maria alzira o material reunido pelo sinpol será publicado no jornal do sinpol e no site da entidade www.sinpolrp.com.br do fundo do baÚ 10 outubro/2012

[close]

p. 11

sindicalismo objetivo do encontro foi convidar o magistrado a visitar unidades da polícia civil em ribeirão preto para verificar a falta de policiais civis o presidente em exercício do sinpol eumauri lúcio da mata e o vice-presidente célio antonio santiago estiveram reunidos no dia 24 de setembro com o juiz corregedor de ribeirão preto dr luís augusto freire teotônio o encontro foi realizado no gabinete do magistrado no fórum do tribunal de justiça do estado de são paulo em ribeirão preto segundo eumauri o sinpol está realizando uma verdadeira cruzada para cooptar o maior número de autoridades da sociedade civil para engrossar o coro dos descontentes com o governo do estado pela sua inércia em realizar novos concursos para contratar mais policiais civis a falta de ação do senhor governador geraldo alckmin é berrante ele sabe que a defasagem é enorme até o diretor do deinter-3 [departamento de polícia judiciária do interior dr valmir eduardo granucci admitiu isso em entrevista ao nosso informativo [jornal do sinpol há alguns meses na ocasião o dr valmir admitiu que a defasagem chega a 30 porém acreditamos que esse número seja maior explica eumauri o vice-presidente do sinpol tem empreendido uma campanha acirrada para fazer com que alckmin reveja seus conceitos e contrate mais policiais civis o governador esteve na região no dia 16 de setembro para cumprir agenda política apoiando candidatos de seu partido e coligações tão logo soubemos de sua vinda tratamos de cercá-lo para cobrar reivindicações falei com ele entreguei um documento alertando-o para o caos que enfrentamos com a falta de policiais civis mas parece que ele não está disposto a resolver essa questão tem ajuntado delegacias para dar a falsa impressão de que há mais policiais civis porém o trabalho tem sido desgastante para nossa categoria todas as carreiras indistintamente estão com um número de profissionais defasados foram companheiros que se aposentaram e suas vagas não foram repostas foram também muitos outros companheiros que cansados da situação de baixos salários e muito trabalho em condições muitas vezes adversas pediram exoneração da instituição avalia eumauri durante o encontro o sindicalista apresentou esses dados ao juíz corregedor ele fez questão de convidá-lo a percorrer dps distritos policiais e delegacias especializadas para constatar a falta de funcionários e o enorme volume de serviço também contou ao dr teotônio sobre medidas que vêm sendo tomada graças à ação do sinpol como em são carlos onde um promotor entrou com uma ação contra o governo do estado exigindo a contratação de mais 26 novos policiais civis sob pena de multa na ocasião o eumauri orientou e conversou com um grupo de investigadores do 3º dp daquela cidade apresentou ao promotor marcelo mizzuno os dados alarmantes da cidade de acordo com os dados do promotor os policiais civis na cidade conseguem solucionar apenas 12 dos casos e a carência é de no mínimo 26 policiais civis imediatamente ele entrou com uma ação civil pública contra o governo exigindo a realização de concursos para são carlos o vereador e presidente da câmara municipal de são carlos edson antonio ferminano apresentou dados que obteve junto ao governo dando conta da gravidade da situação segundo fermiano em meados dos anos 1980 existiam 850 delegacias de polícia civil em todo o estado com um efetivo de mais de 35 mil policiais civis para uma população de 25 milhões de habitantes o que representa a média de um policial civil para cada 700 habitantes quase 30 anos depois são 1.350 delegacias com um efetivo menor do que há três décadas de 34 mil policiais atendendo a uma população de 41 milhões de habitantes disse à época o vereador de são carlos segundo o dr teotônio um juiz não tem condições de exigir do governo a contratação de mais policiais civis isso se daria somente através de uma ação civil pública mas acho interessante o convite e pretendo visitar as unidades devemos marcar uma data para fazer tais visitas e eu apoio totalmente essa iniciativa não é algo normal a polícia civil segundo o senhor eumauri ter hoje um efetivo menor do que há 10 anos atrás disse o dr teotônio as visitas possivelmente serão feitas no mês de novembro ministério público no mês de agosto eumauri visitou o ministério público onde reuniu-se com o dr sebastião sérgio da silveira promotor de justiça e cidadania durante o encontro eumauri pediu o apoio do promotor para que promovesse uma ação civil pública nos moldes do que foi feito em são carlos segundo sua assessoria o dr sebastião já instaurou o inquérito civil número 1.415.610.939-2012 que foi solicitado por eumauri e oficializou a polícia civil pedindo informações a respeito do baixo efetivo e da sobrecarga de serviço enfrentada pelos policiais civis a assessoria do promotor informou também que ele está aguardando a resposta da instituição para tomar as medidas necessárias sinpol visita juiz corregedor célio esq dr teotônio e eumauri durante encontro no gabinete do juiz corregedor que aceitou visitar unidades da polícia civil outubro/2012 11

[close]

p. 12

vitÓria investigador de itápolis é mais um dos beneficiados e obteve mandado de segurança garantindo sua aposentadoria especial o departamento jurídico do sinpol obteve nova vitória na queda de braço que vem travando com o governo do estado na questão da aposentadoria especial o investigador de polícia luís rafael paloni obteve na justiça um mandado de segurança que lhe garante o direito de aposentar-se pela lei 51/85 a exemplo do que ocorre em todos os estados brasileiros exceto em são paulo onde o governo insiste em afirmar que esta lei não foi recepcionada e quer aposentar os policiais civis pela lei 1062/2008 segundo o presidente em exercício do sinpol eumauri lúcio da mata a lei que o governo insiste em aposentar traz muitos prejuízos financeiros para o policial civil por esta razão orientamos nossos associados a procurar o departamento jurídico e ingressar com ações específicas já obtivemos muitas vitórias onde os companheiros se aposentaram graças a mandados de segurança garantindo o cumprimento da lei 51/85 explica eumauri de acordo com paloni desde 2010 ele vinha tentando se aposentar havia pedido junto à seccional uma certidão que foi emitida em conformidade com a lei 1062/85 em março de 2011 ingressei com pedido pela lei 51/85 orientado pelo eumauri que me explicou o prejuízo que teria se a aposentadoria fosse feita de acordo com a 1062 mas a administração indeferiu a certidão de tempo de liquidação para me aposentar pela 51 então o eumauri me orientou e colocou o jurídico do sinpol à minha disposição o dr ricardo ibelli fez isso a pedido do eumauri e ingressamos com a ação em outubro de 2011 felizmente agora deu certo comemora paloni o investigador que atua na cidade de itápolis já havia comunicado sua chefia e também à seccional de araraquara à qual pertence sua delegacia paloni revela que pensou em desistir e aceitar se aposentar pela lei 1062 mas o eumauri me alertou que teria uma perda entre r 800 e r 1.000 por mês É muita coisa um absurdo felizmente ele me convenceu e continuei insistindo graças ao trabalho do jurídico do sinpol e em especial do eumauri que me deu apoio o tempo todo obtive essa importante vitória atesta o investigador segundo poloni a conquista valeu pela insistência sou associado ao sinpol há 22 anos e sempre fui muito bem atendido aqui considero o sindicato e em especial o eumauri atuantes e sempre prontos para garantir nossos benefícios valeu a pena concluiu paloni associado aposenta-se pela lei 51/85 foto divulgação graças ao incentivo de eumauri e ao trabalho do jurídico do sinpol o investigador paloni obteve mandado se segurança garantindo aposentar-se pela lei 51/85 o sinpol fechou um contrato de parceria com a operadora de celulares oi o acordo foi firmado para fornecer para os policiais civis associados ao sindicato um plano corporativo para o uso de telefone móvel segundo o diretor financeiro do sindicato júlio césar machado o valor mensal a ser cobrado do associado no sistema pós pago é de r 23,80 que será debitado diretamente na conta corrente sinpol ainda dispÕe de linhas em parceria com em contrapartida o associado terá os seguintes benefícios falar ilimitado para telefones corporativos da operadora oi falar para telefones celulares de qualquer operadora ou telefones fixos ao custo de apenar r 0,25 o minuto os minutos gastos estão incluídos no preço mensal pago se o associado preferir pode optar em pagar mais r 10 por mês para falar com qualquer celular oi do brasil ilimitadamente utilizando o ddd 31 para estas chamadas de acordo com júlio o sinpol vai fornecer gratuitamente para cada ativação de linha um aparelho celular dual chip de dois chips nas marcas nokia ou motorola aqueles associados do sinpol que se habilitarem saem na hora com a nova linha e o aparelho pronto para falar destacou o diretor financeiro do sindicato entre outras possibilidades o plano pode representar vantagem por exemplo no caso de aquisição em família onde todos podem ligar para todos ilimitadamente os associados interessados na proposta ou em obter maiores informações poderão entrar em contato com a central de atendimento sinpol através dos telefones 16 3612-9008 ou 3979-2627 com rosana ou anissa oi 12 outubro/2012

[close]

p. 13

investigaÇÃo operação cartada final desmontou o esquema criado por autoescolas e despachantes de ribeirão preto osasco jandira e são paulo a dig delegacia de investigações gerais de ribeirão preto realizou uma importante operação que resultou na prisão de vários envolvidos em um esquema de fraude de cnhs carteira nacional de habilitação o esquema envolvia donos de autoescolas e despachantes de ribeirão preto osasco jandira e são paulo além de um militar do exército brasileiro segundo o titular da dig de ribeirão preto dr paulo esteia piçarro a quadrilha havia se especializado em fraudar cnhs além de retirar pontos do prontuário de motoristas infratores os dados apurados pelos policiais civis da especializada apontam que cerca de 30 pessoas teriam se beneficiado com o esquema mas esse número pode ser ainda maior por serviço prestado o grupo cobrava entre r 3 mil e r 4 mil em ribeirão preto a equipe da dig constatou que os donos de três autoescolas atuavam na fraude que era praticada na grande são paulo descobrimos vários crimes praticados pelo grupo como falsidade ideológica uso de documento falso falsificação de documento público corrupção ativa e passiva formação de quadrilha ou bando inserção de dados falsos em sistemas informatizados e tráfico de influência relatou o dr piçarro ele explicou que os interessados em obter a cnh em ribeirão preto procuravam os donos de autoescolas e despachantes indicados por alguém que supostamente sabia da facilidade em se obter o documento sem a necessidade de realizar qualquer exame o pessoal de ribeirão preto mantinha contato com outros elementos nas cidades de jandira osasco e são paulo onde eram emitidas as cnhs fraudulentas acrescentou o titular da dig acrescentando que as carteiras eram emitidas em uma dessas cidades sem que a pessoa tivesse se submetido a qualquer exate teórico ou prático o impresso mostra que o documento é verdadeiro não se trata de falsificação mas seu portador não passou pelos exames necessários conclui no esquema segundo os policiais civis atuava um militar do exército o sargento c.a.c.r de 39 anos teve sua prisão temporária decretada pela justiça após o pedido do dr piçarro de acordo com o apurado ele seria um dos mediadores no esquema das fraudes para o delegado era uma das peças chave do grupo que vendia cnhs o dr piçarro explicou que ele recebia as planilhas que continham dados das cnhs e assinava como examinador passando em seguida os dados para uma funcionária da ciretran de osasco responsável por lançar os dados no sistema e liberar a emissão da cnh o que despertou a suspeita durante as investigações foi o fato de que boa parte do endereço dos beneficiários na fraude era em um quartel do exército justamente onde o suspeito servia regularmente dr paulo comentou que o grupo era bem organizado primeiro os intermediários das autoescolas de ribeirão preto ofereciam o serviço ao interessado sem a necessidade de realização dos exames teóricos e de direção feito o cadastro os dados eram encaminhados a outros membros da quadrilha em osasco e jandira ambas na grande são paulo o órgão de trânsito de osasco emitia uma planilha para a realização dos exames a planilha era preenchida e assinada pelo militar do exército que constatava a realização de tais exames em seguida a cnh era emitida e nos casos em que os beneficiados da fraude eram de ribeirão preto o documento era remetido a um despachante da cidade que fazia a transferência durante as investigações constatou-se que uma funcionária do detran fazia parte do esquema e que também possibilitava `apagar os pontos relativos a multas constante nos prontuários de motoristas disse dr piçarro os policiais civis montaram um raio-x do funcionamento do grupo v.a.b.s liderava a quadrilha que contava com a participação de donos de autoescolas e despachantes das cidades já citadas t.p.l.m psicóloga credenciada pelo detran era responsável por aprovar os candidatos à primeira habilitação j.a.e auxiliava v agenciando candidatos repassando informações e mantendo contato com as autoescolas do esquema r.a.p funcionária pública da prefeitura de osasco prestava serviço no terminal da prodesp na ciretran de sua cidade o sargento do exército era examinador de trânsito que atuava na base militar de osasco examinando somente motoristas militares mas que articulava o esquema junto à ciretran de osasco e.j.a era operador do detran e se encarregava de inserir dados falsos no sistema para desbloquear a cnh também zerava a pontuação dos prontuários de motoristas infratores acreditamos que o grupo agia há pelo menos dois anos e os beneficiários também serão indiciados estamos levantando todos os dados concluiu o dr piçarro a operação cartada final deflagrada pela dig de ribeirão preto contou com o apoio de 16 equipes reunindo 60 policiais civis realizando prisões em seis cidades além de ribeirão preto foram cumpridos 21 mandados de busca e apreensão participaram da investigação pela dig de ribeirão preto o dr paulo piçarro o dr fernando josé gonçalves os investigadores luís carlos ipólito sebastião signei de moraes paulo roberto scarparo e jefferson moro além do escrivão eduardo crestani dig desmonta esquema de fraude em cnh policiais civis da dig ribeirão que elucidaram o caso de fraude em cnhs outubro/2012 13

[close]

p. 14

uniÃo o ex-investigador danilo Ávila que ficou tetraplégico após um assalto precisou de auxílio em brasília e graças à federação foi atendido um associado do sinpol ribeirão preto conseguiu ajuda para seguir um tratamento em brasília graças à ação conjunta entre a feipol-se federação interestadual dos policiais civis-sudeste da qual o sindicato dos policiais civis da região de ribeirão preto faz parte e a feipol centro oeste e norte o exinvestigador de polícia danilo Ávila que ficou tetraplégico no início da década de 1990 estava em brasília para se submeter a um novo tratamento mais moderno e dinâmico no hospital sarah kubitscheck recebemos a informação de que ele havia conseguido o tratamento mas precisava obter ajuda para o deslocamento de onde está alojado até o hospital explica a presidenta do sinpol maria alzira da silva corrêa de imediato danilo teria ligado para o deinter-3 departamento de polícia judiciária do interior com sede em ribeirão preto e feito o pedido ao dr jayme ribeiro da silva filho o delegado tentou vários contatos em brasília mas não obteve sucesso segundo maria alzira então ele nos ligou para saber se o sinpol poderia ajudar imediatamente ligamos para o kiko [aparecido lima de carvalho que é presidente do sinpol campinas e da feipol/se explicamos o caso e em pouco tempo o kiko nos apresentou a solução festejou maria alzira segundo a presidenta do sinpol kiko entrou em contato com os diretores da feipol centro oeste e norte com sede em brasília e expos o caso o presidente da feipol/co divinato da consolação teria garantido a danilo sua locomoção sempre que necessário entre o local onde está instalado e o hospital sarah kubitscheck o drama de danilo danilo era investigador de polícia e tinha uma carreira bastante promissora na instituição no início da década de 1990 quando saia de uma danceteria na zona leste de ribeirão preto danilo deparou-se com um casal sendo assaltado como policial civil sentiu-se no direito de defender o casal e acabou sendo atingido por um disparo de arma de fogo na região atrás do pescoço entre a quarta e a quinta cervicais ficando desde então tetraplágico ele sobreviveu a três paradas cardíacas e durante dois anos fez reabilitação física no hospital sarah kubitscheck encaminhado em seguida para o hospital da força aerea do galeão no rio de janeiro a tetraplegia todavia não o impediu de retornar aos estudos e concluir seu curso universitário defendendo uma tese sobre comando de voz voice commander onde obteve a nota 10 com louvor ele também concluiu sua pós graduação em redes de computadores e é um grande conhecedor do assunto não somos ilha de acordo com maria alzira a opção em participar da feipol/se e tornar o sinpol ribeirão preto uma das principais forças da nova federação foi uma medida acertada e começa a mostrar resultados importantes esse era nosso principal objetivo fazer o sinpol passar a integrar uma rede de parceiros tendo contato não só no estado mas em todo o país para fomentar nosso trabalho sindical e social sempre disse para todos que o nosso sinpol não é uma ilha que vive isolado temos que trocar experiências e nos fortalecer para lutar conjuntamente em prol dos benefícios e em buscas de conquistas para a categoria comemora maria alzira danilo iniciaria seu tratamento em brasília no dia 3 de outubro agradecimento após a solução do problema maria alzira foi surpreendida ao receber uma mensagem remetida por danilo que foi atendido graças à ação da feipol leia a seguir a mensagem que ele enviou à presidenta do sinpol querida maria alzira tudo bem grande satisfação por revê-la mesmo sendo por e-mail o sr divinato fez o contato comigo sim confirmei os dados e o horário referente ao meu atendimento na rede sarah ainda estou aguardando a confirmação dele mas estou confiante que será possível obter o apoio dos companheiros do df tão logo ocorra a confirmação estarei enviando um e-mail para informar vocês agradeço de coração a você ao dr jayme eumauri dr ademar kalinca sinpol rp deinter rp feipol sudeste feipol do df feipol centro oeste e norte e a `todos os companheiros pela solidariedade e por me proporcionarem o transporte para a realização do meu tratamento sou muito feliz por ter `amigos como vocês peço ao senhor nosso deus que abençoe a todos um forte abraço danilo Ávila feipol ajuda associado do sinpol danilo em foto de arquivo durante evento na chácara do sinpol ao lado de sua mãe e do investigador signei está em brasília para um novo tratamento maria alzira acionou a feipol/se que em contato com a feipol/co resolveu o problema sempre disse para todos que nosso sinpol não é uma ilha afirmou a presidenta do sindicato 14 outubro/2012

[close]

Comments

no comments yet