JORNAL O MARISCO 33

 

Embed or link this publication

Description

É de Cidreira o Melhor Instrumentista da Tafona da Canção / No Ritmo da Cidadania / Cantos da Praia - Festival Estudantil de Cidreira

Popular Pages


p. 1

informatico comunitÁrio da assoc casa de cultura do litoral ano iii nº33 É de cidreira o melhor instrumentista da tafona o percussionista rodrigo reis ganhou o troféu de melhor instrumentista da xvii tafona da canção de osório rodrigo reis é músico aqui da praia que com todo o seu talento e trabalho engrandece o nome de nossa cidade rodrigo reis vem estudando percussão há alguns anos conheceu e participou de estudos sobre percussão praieira aqui em cidreira aprimorou-se fazendo oficinas e cursos especializados em poa.ganhou vários palcos pelo estado e passou a tocar com muitos nomes de destaque da musica gaúcha rodrigo reis vê o seu esforço e o seu talento recompensados ao receber o troféu de melhor instrumentista da tafona coloca o seu nome no rol dos raros percussionistas que mereceram receber destaque nos festivais do rs e o nome de nossa cidade está na vitrine da musicalidade e da cultura de nosso estado cada vez mais nossa cidreira ganha destaque como um pólo emanador de cultura rodrigo reis é o melhor instrumentista de um dos maiores festivais de música do nosso estado este é o nosso ritmo abrindo a campanha fome abaixo de zero o gabinete da 1a dama janaína pires juntamente com o maci e apoio do marisco estarão realizando no dia 06 de maio no shopping 2000 o dia da cidadania um momento de acesso gratuíto da população a elementos de ação e ferramentas de cidadania serão oferecidos à comunidade de cidreira serviços de corte de cabelo carteira de identidade assessoria jurídica oficinas de higiene pessoal e saúde entre outros toda a comunidade de cidreira está convidada a comparecer maiores informações na sala da assistência social pág.05 no ritmo da cidadania uniformes no lixo pág.04 vereadora na luta pág.05 conselho rural na mira pág.07

[close]

p. 2

pág 2 outono de 2005 opiniÃo atitude quem tem medo do lobo mau na fábula é passada para todos a imagem de que os porquinhos são os bonzinhos os coitadinhos os pobrezinhos que durante todo o tempo fogem para não serem comidos pelo malvado lobão analisando de uma maneira mais natural e menos conduzida pelos comentários do narrador principal vamos chegando a conclusão que nem tudo é o que parece ser afinal por que temos que ter pena dos três porquinhos uma vez que é muito natural que o lobão queira comer os porquinhos o primeiro porquinho constrói casas de palha porém constrói tão mal que qualquer ventinho bota tudo abaixo isso significa que o tal porquinho é imcompetente pois se ele se dispõe a erguer casas de madeira e palha tem que saber que elas devem ser seguras e que não podem cair por qualquer ventinho o argumento para que ele construa apenas casas que caem com o vento é que ele adora música mas se trabalhasse bem com música poderia se dedicar somente a ela deixando para construir casas quem realmente é competente para construir casas que não caiam com o vento portanto este porquinho construtor de casa que caem com o vento é um inútil e tem mais é que ser comido pelo lobão o segundo porquinho apoia o primeiro e sempre anda metido com coisas que não entende só faz trapalhadas porque não é competente para estar em lugar algum quando se mete a fazer alguma coisa mostra com todas as letras que também é inútil portanto tem mais é que ser comido pelo lobão já o terceiro porquinho é o prático o que pensa que sabe administrar tudo esconde-se em uma casa toda feita de alvenaria muito forte e resistente mas comete a burrice de quando cai a casa de palha com o vento o prático sai do seu refúgio pega os seus remédios e vai em auxílio dos outros expondo-se pela incompetência alheia aos perigos que o lobão possa lhe proporcionar enquanto isso o lobão faz o seu trabalho natural de lobo se os porquinhos cheios de sabedoria e esconderijos pelas causas mais estapafúrdias acabam por se expor então é claro que vai aparecer o lobão ainda que o narrador da fábula queira nos impor uma idéia de que os porquinhos são bons mesmo que sejam incompetentes é forçoso analisar o caminho natural das coisas enquanto os porquinhos estão escondidos tramando planos mirabolantes para se manterem fora do perigo o lobão está tranquilamente esperando que algum dos porquinhos faça um burrice para cair em cima deles e comê-los a fábula não conta mas o lobão nem é tão mau e está aí para livrar a floresta dos porquinhos incompetentes coluna do luli fale com o luli luli@omarisco.com.br morte do papa morreu o papa e todos nós ficamos consternados mas muito mais pela importância que a mídia dá do que pelo fato em si desde que ele morreu em cidreira morreram duas pessoas sem atendimento médico no rio grande do sul várias pessoas morreram de diversas doenças no brasil e no mundo não tem conta mas com a morte do sumo pontífice todas as outras mortes ficaram em segundo plano o que morre de crianças no mundo em virtude da fome e das guerras se fossem anunciadas não se teria a quantidade de jornais para tanto portanto sentimos muito a morte do papa joão paulo ii mas não podemos esquecer das outras pessoas que estão morrendo em todo o mundo por diversas causas até porque era uma das maiores preocupações do papa que se dizia gaúcho os governos arrecadadores os governos neoliberais do estado e do município estão preocupados somente em arrecadar e muito pouco preocupados com o cidadão tanto é que depois de aumentarem o icms de diversos produtos que atingem diretamente o cidadão como combustível e telefonia energia elétrica e tantos outros o governo anuncia que baixou o icms dos combustíveis de 25 para 29 e em cidreira só se pensa em arrecadar e solução para os problemas até agora nada sem falar nos postos de saúde a cada quilômetro que até agora não saíram da propaganda eleitoral e os pardais que iam terminar quem já apanhou do coelhinho da páscoa em cidreira não é coelhinho da pazcoa mas coelhinho da discórdia até quando vamos abrigar os espancadores que pensam que tudo se resolve na marra salinas um grupo de pessoas da comunidade de salinas preocupada com a situação da sua praia resolveram reunir-se para em um trabalho voluntário visitaram várias casa de moradores e veranistas para colher sugestões ao executivo municipal sobre os pontos que deveriam ser priorizados para a melhoria de salinas estas sugestões foram levantadas durante os meses de janeiro e fevereiro em consulta aos moradores residentes e veranistas proprietários de imóveis em salinas o motivo desta carta é o descaso das quatro administrações anteriores que em suas campanhas em salinas na busca de voto candidatos a prefeito e vereadores gesticularam e bradaram frenéticamente que salinas sempre foi o reduto que mais contribui com impostos municipal estadual e federal e que jamais deveria ser esquecida pelas administrações na realização de melhoramentos básicos estas mesmas promessa com muito mais ênfase foram proferidas em campanha aqui em salinas pela administração atual inclusive condenando com veemência as administrações anteriores e acenando com muitas promessas muitas das quais impossíveis de serem realizadas devido a penúria financeira em que se encontra o muncípio e o estado por esta carta a comunidade de salinas pede apenas a execução de melhoramentos possíveis e tidos como essenciais a curto médio e longo prazo até 2007 a seguir as sugestões mais votadas a iluminaÇÃo pÚblica imediato 1 na rodovia trecho mercado malta até pardal 2 na rua de entrada para a plataforma de pesca 3 na primeira rua da orla marítima toda a extensão de salinas 4 50 dos postes em cada rua estão sem lâmpadas alguns sem fotocélulas e redomas b limpeza geral imediato 1 recolhimento permanente de entulhos depositados am via pública e terrenos baldios 2 limpeza das áreas verdes com entulhamento com os resíduos da limpeza das ruas mais próximas evitar venda destes resíduos para particulares 3 limpeza de córregos horizontais e perpendiculares ao mar 4 implantar mecanismos legais para que os proprietários de terrenos baldios façam a limpeza e cercamento 5 capina e limpeza do meio fio das ruas jogando os detritos em terrenos baldios e áreas verdes masi próximas do local sou cidreirense e nÃo desisto nunca i edição de outono n° 31 23/março de 2005

[close]

p. 3

tarrafadas outono de 2005 pág.3 xvii tafona da canção ivan therra e o grupo de cultura popular kikumbí e jociel lima e os tambores da praia estarão representando cidreira em um dos maiores festivais de música do estado tá na rede cantos da praia o i festival estudantil de cidreira foi um sucesso foram premiados 1° lugar vainer alves osório 2° lugar rosana abreu balneário pinhal 3° lugar flávio cardoso cidreira tá na rede professor humberto cunha ex-professor da uergs assina juntamente com ivan therra e jociel lima a canção conversê de boto classificada para a tafona da canção tá na rede magia do mar de jociel lima representa cidreira na tafona tá na rede 50 anos da rodoviária de cidreira parabéns família berger tá na rede jiu ji tsu o atleta tiago vieira huf representando cidreira sagrou-se campeão da ii etapa do campeonato gaúcho ocorrida no sesc em poa tá na rede vereador lobão aprova junto a câmara o projeto que cria o conselho municipal da juventude uma ferramenta importante de participação para a tomada de posição em relação a construção do desenvolvimento de nossa praia tá na rede vice-nequinho começa a mudança do sistema de iluminação de cidreira as lâmpadas atuais serão substituídas pelas de vapor de sódio tipo vermelhas consomem menos energia e produzem mais claridade tá na rede vereadora lena solicita medidas urgentes para acabar com os furtos e destruição no cemitério de cidreira estão roubando mais que alumínios estão roubando a dignidade do povo tá na rede cai o diretor de turismo severo capiotti depois de passagem desastrosa pelo turismo de cidreira deixa o cargo tá na rede juarez groff da ginga brasil depois do desastre na chocopraia que envergonhou a nossa comunidade deixa cidreira tá na rede o site do marisco está fora do ar porque está sendo remodelado e logo voltara melhor mais interativo e mais completo tá na rede policial caminha depois de anos prestando serviços valiosos à nossa comunidade se aposentou valeu o bom trabalho boa aposentadoria tá na rede torneio de truco no nova opção esteve muito animado além dos nossos famosos truqueiros de cidreira também vieram jogadores de outras cidades dupla vencedora lutiano e pelêgo tá na rede nova opção é o local onde se encontram os truqueiros de cidreira todas as terças às 20:00 É só chegar destaque para o bom atendimento do dudu tá na rede vereador lobão é entusiasticamente aplaudido pelo povo de cidreira pela 3° semana consecutiva na sessão da câmara tá na rede posicionamento e discurso inflamado do vereador lobão em favor da comunidade de cidreira está levando cada vez mais pessoas às sessões da câmara a sessão acontece todas às segundas a partir da 19:00 tá na rede foi lida na câmara de vereadores a carta da associação de cultura repudiando as atitudes agressivas dos organizadores da chocopraia tá na rede avenida mostardeiro está sem limpeza pública comerciantes e moradores estão varrendo a sujeira das ruas rasgou a rede vandalismo no cemitério nada menos de que 31 túmulos foram arrombados e quebrados para o roubo de alumínio e outros rasgou a rede tarado da motocicleta continua solto rasgou a rede a rádio cidreira quando comentava sobre a chocopraia foi atacada e os locutores ameaçados pelos organizadores da chocopraia os locutores ameaçados pedirem auxílio para a brigada militar e registraram o caso rasgou a rede editor do marisco quando estava fazendo a cobertura da queda da lona da chocopraia foi agredido e ameaçado pelos organizadores da chocopraia o fato foi testemunhado pelos cidadãos que estavam no local e registrado na delegacia de polícia de cidreira rasgou a rede quebraram a estátua que foi doada pela comunidade e que embelezava o canteiro da avenida central rasgou a rede escuridão na rua do marisco rasgou a rede escombro do luminoso continua na avenida oferecendo risco aos pedestres talvez seja um caso para os bombeiros rasgou a rede falta da ambulância causa pânico nos familiares de senhora com parada cardíaca senhora veio a falecer rasgou a rede É comum ver o diretor do 24horas sr alberto bobssim usando uma ambulância para ir até a prefeitura para reuniões burocráticas rasgou a rede buraco na rua oswaldo aranha beira-mar é assombroso rasgou a rede vereadores baixam o pau na saúde do município comunidade reclama vereadores reclamam o problema principal é a falta de remédios rasgou a rede a chocopraia foi um desastre literalmente rasgou a rede!

[close]

p. 4

pág 4 outono de 2005 comunidade a casa caiu uma desgraça anunciada o povo logo viu que a 4 chocopraia não era um evento de cidreira e respondeu não indo ao local senema comunidade de cidreira apareceu visitantes eram raros anunciando a desgraça que viria a acontecer no evento foram 8 dias de programações equivocadas produzidas e contratadas pelo então diretor de turismo severo capiotti e pelo empresário juarez groff da ginga brasil foram gastos 13 mil reais sendo que quase 50 do evento 6 mil pagos pelos cofres públicos pouco antes das 20:00 do dia 26 sábado a desgraça aconteceu a falta de manutenção pela irresponsabilidade dos organizadores pelo desleixo com o nome de nossa cidade pela incompetência demonstrada a cada passo resultou na queda da lona central levando palco torres iluminação som e tudo o mais as ambulâncias chegaram ao local em pouco tempo mas não houve feridos a secretária de educação cléia jagmin como que prevendo algo suspendeu devido ao vento frio o teatro das crianças que se apresentariam exatamente às 20:00 sem querer evitou uma desgraça maior por sorte não havia ninguém embaixo da lona na tentativa de impedir que a desgraça construida pela falta de compromisso dos organizadores fosse fotografada e mostrada à comunidade o sr juarez groff agrediu pelas costas o editor do marisco que fotografava o local além de agredido o editor do marisco foi ameaçado injuriado e caluniado o editor do marisco foi socorrido por dois bombeiros que estavam no local que garantiram o seu trabalho e a sua segurança em seguida o editor do marisco que continuava o seu trabalho foi ameaçado pelo então diretor de turismo severo capiotti que queria impedir as fotos desta feita a brigada militar que havia chegado ao local interviu ainda querendo impedir o trabalho do marisco o editor foi ameaçado novamente agora pelo diretor do posto 24h sr alberto bobssim mais uma vez a brigada militar interviu garantindo o trabalho do editor depois de realizar o trabalho de fotografias o editor do marisco se dirigiu a delegacia de polícia onde juntamente com testemunhas formalizou queixa contra os três agressores que tentaram inutilmente impedir que a comunidade de cidreira pudesse ter acesso as informações da desgraça ocorrida na 4 chocopraia apesar da atitude descabida e pelo apoio dos bombeiros e da brigada militar a liberdade de imprensa foi assegurada em nossa praia atitude firme e direta do prefeito beto pires palco onde as crianças de apresentariam na tentativa de impedir que a desgraça construida pela falta de compromisso dos organizadores fosse fotografada e mostrada à comunidade o sr juarez groff agrediu pelas costas o editor do marisco que fotografava o local o nome de nossa cidreira mais uma vez foi maculado cidreira foi vítima das ações de pessoas irresponsáveis e descompromissadas com a dignidade com a vontade e com o destino de nossa comunidade cidreirense juarez groffd tentou impedir que as fotos fossem feitas como era de se esperar nosso prefeito beto pires foi incisivo nas decisões ao saber da gravidade dos fatos que resultaram no fracasso da festa e no grande perigo que correu a nossa comunidade com a queda da lona central aliado ao fiasco na tentativa de impedir o trabalho do o marisco e da invasão da rádio cidreira demitiu sumariamente o diretor de turismo severo capiotti e dispensou os serviços do sr juarez groff e da ginga brasil resgatando a dignidade do nosso povo.

[close]

p. 5

comunidade outono de 2005 pág.5 domingo de páscoa onze e tanto da noite o locutor cunha estava fazendo o seu habitual programa comentava sobre a chocopraia sem omitir o fiasco da queda da lona central quando a invasão a sala da rádio ambiente de trabalho dos radialistas foi invadida pelo sr juarez groff da ginga brasil que aos gritos pedia a gravação do programa que a esta altura já estava fora do ar alegava que haviam sido feitos comentários maldosos à respeito da sua chocopraia o susto o radialista cunha tomou o maior susto quando também invadiram a rádio mais um membro da equipe da ginga brasil acompanhado do coelinho da chocopraia que gritava com o radialista telmo mandando-o calar a boca o coelinho estava furioso e ameaçava os radialistas a ajuda a brigada militar foi imediatamente chamada para resolver aquela situação depois de se livrarem dos invasores as vítimas prestaram depoimento e deram queixa na brigada militar É inaceitável que hoje em dia em pleno estado democrático de direito ainda existam pessoas que pensam que podem impedir pela força o exercício cidadão a livre expressão e a liberdade de pensamento já não vivemos mais no tempo da ditadura onde o direito civil era ultrajado por interesses escusos de mandatários caudilhos interessados unicamente na acumulação de riquezas em detrimento do desenvolvimento de toda uma comunidade uma senhora de nossa comunidade teve uma parada cardíaca por volta das 10:00 da manhã o pedido de ambulância foi feito pelos familiares que ficaram esperando na rua 13 há pouco mais de 4 quadras do 24h devido a demora os familiares foram ficando desesperados e ligaram novamente foram avisados que a ambulância já estava chegando a diretora da escola vendo a gravidade do caso despencou de bicicleta para o 24h chegando ao local solicitou novamente a ambulância dizendo da urgência do caso voltou ao local onde a senhora agonizava e a ambulância prometida ainda não tinha chegado diretora de bicicleta foi ao 24 h quando retornou ao local onde a enferma estava a ambulância ainda não havia chegado foi perguntado por onde andava o diretor do 24h foi então informado pela funcionária que este estava no prefeitura participando de uma reunião foi constatado posteriormente que o diretor havia se utilizado de uma ambulância para se deslocar até a prefeitura passado do meio-dia um vizinho chega em seu tempra branco e imediatamente leva a senhora até o posto 24h os familiares estavam desesperados dentro do 24h a filha da senhora pede para ficar com a mãe é impedida pelo diretor que havia chegado insistindo para ficar com a mãe a filha ouve do diretor que quem mandava ali era ele o diretor do 24h estava o tempo todo acompanhado por uma menina filha do diretor que incrivelmente fica cotidianamente com o pai dentro do hospital em um ambiente pouco aconselhável para crianças talvez um caso para ser analisado pelo conselho tutelar você sabe com quem está falando perguntou o sr alberto bobssim diretor do posto 24h para a aflita filha da senhora enferma somente quando já era passado das 13:30 a senhora foi removida para o hospital da ulbra em tramandaí chegando lá foi constatada a gravidade do caso a senhora foi novamente removida para poa teve mais três paradas cardíacas e veio a falecer quem é o responsável por mais esta morte um menino dá entrada no posto 24h com o joelho inchado por ferimento oriundo de uma batida no posto foi submetido a um procedimento considerado ideal para o caso em virtude da ação no posto 24h o menino teve uma infecção e foi para na uti do hospital de clínicas de poa depois de cinco dias correndo perigo de morte o menino conseguiu se recuperar hoje o menino está fazendo fisioterapia para retomar o movimento do joelho quem é o responsável pelo procedimento equivocado está ficando cada vez mais perigoso andar pelas ruas de nossa praia o tarado da motocicleta continua solto e atacando segundo notícias mais uma menina foi atacada desta vez foi na beira da praia a moça foi atacada e agredida mas conseguiu escapar porque outras pessoas chegavam ao local o tarado ao ver o movimento largou a moça e foi-se embora toda a polícia está a postos quem souber de qualquer coisa suspeita informe a polícia.

[close]

p. 6

pág 6 outono de 2005 o tema consta da constituição federal e de leis complementares emancipacionistas e neste jogo de palavras não é fácil uma conclusão definitiva quando tratamos do são leopoldo ou mesmo do litoral da região sul do brasil entendemos por preservação da continuidade e da unidade histórico cultural do meio ambiente a manutenção das instituições e valores espirituais materiais culturais e históricos transmitidos coletivamente por uma sociedade e o conjunto de condições e influências que atuam sobre os organismos vivos e seres humanos dentro de uma povoação protege a constituição federal um ambiente cultural próprio que não deve ser rompido a formação da unidade é resultado de um crescimento a partir do núcleo original o litoral não é uno nem indivisível posto que formado por vários municípios que se diferenciam em cultura e sociedade a manutenção da unidade é difícil quando há acelerada urbanização pelo desenvolvimento dos setores secundários e terciários o processo migratório desfigura a unidade hoje as cidades praieiras tem mais aposentados do que outras cidades do interior sem falar das várias etnias italianos alemães etc cidreira hoje ainda possui traços históricos que a caracterizam como berço da cultura musical praieira de origem africana fundada na antiga vila da viola e vila da fumaça É preciso recuperar a continuidade manter o histórico as cidades do litoral possuem conhecimento continuidade e unidade histórico cultural do litoral mestre julinho dos kikumbís vários ambientes e por isso é difícil manter a identidade nos bairros e distritos quem opina sobre a unidade técnicos historiadores agentes culturais É importante salvar a identidade histórico-cultural de segmentos núcleos da população sob pena de perder a essência da comunidade será que basta o balneário de atlântida argumentar sobre uma tipicidade cultural única sabemos que no litoral há vários segmentos populacionais provindos de osório mas qual a ligação histórico-cultural de cidreira com tal cidade no caso não há unidade porque há diversidade na realidade sócio econômica política e suas manifestações culturais inexiste unidade quando ocorrer uma fusão de cidade industrial com por exemplo uma turística e imprescindível a manutenção dos valores culturais e históricos transmitidos de geração a geração e que deverão continuar para a edificação da sociedade existente será que no litoral a proximidade dos aglomerados urbanos faz com que o ambiente tenha continuidade que confunde as praias entre si a história do litoral revela a presença do negro gaúcho mas qual município preservou tal identidade a ligadura histórica remonta aos silvícolas açorianos e negros e logo o território foi ocupado pelos veranistas que ajudaram a construir cidreira os cantores participam dos eventos na sociedade e ainda entoam músicas de pescadores botos e magia sob o bumbar dos tambores da maçambique que embala o bom ritmo praieiro então como ignorar a significação histórico cultural do litoral andréa ritter professora universitária buraco é pouco é um precipício chocopraia x chocofest lamentável o acontecimento da chocopraia de cidreira que por imperícia dos realizadores terminou em derrubada da lona do circo que agasalhava o evento sorte que não houve a tragédia de proporções que tal infortúnio poderia causar certamente a empresa organizadora não apresenta a técnica necessária para a espécie de evento e não é de hoje que há falta de perícia basta lembrar as arquibancadas do carnaval de outra comunidade da região metropolitana que tombaram como jogo de dominó diferente foi a chocofest serrana que contou com crianças chocolates com o reino encantado da cinderela e o coelinho era gentil e não brigão como o que apareceu no litoral ruim na serra apenas o calor que derretia o doce chocolate paulo accinelli veranista quem vai pela oswaldo aranha beira-mar passando o bar azul encontrará não um simples buraco ali temos um precipício causado pelas últimas e torrenciais chuvas a canalização do arroio que vem da escola marcílio é insuficiente para dar vazão ao grande acúmulo de água o resultado é um buraco de proporções gigantescas que ameaça as pessoas as casas e os postes de luz ele persiste há 4 gestões vencerá mais uma?

[close]

p. 7

cotidiano primavera de 2004 pág.7 do retorno voltei dia 4 de minhas férias e já sei que tenho muito serviço para fazer juntamente com meu colega miudinho que também estava tirando férias merecidas fatos da vida pessoas doentes estão diariamente nas paginas policiais por crimes cometidos e o pior que são crimes sempre bárbaros como homicídios e estupros com requintes de crueldades e quando são pegos você acha que pegou a pessoa errada agressões e coelhos a queda da lona na chocopraia gerou uma série de problemas para a policia como registro de agressões e o pior é que até o coelho estava furioso e agredindo pessoas por ai imaginem você sentado e um amável coelho da páscoa chega te agredindo e dizendo barbaridades o sonho acabou o coelho é mau o tarado você pode ajudar na prisão deste doente que vem atacando mulheres e crianças em algumas cidades do litoral norte incluindo a nossa cidreira se você suspeita de alguém ligue para a policia pois nos temos como provar se foi o seu suspeito a policia tem detalhes e fatos que podem levar ao reconhecimento do criminoso amigos ajudam precisamos da ajuda dos amigos para qualquer coisa que queremos fazer bem feito tenho certeza que vocês que estão interessados na segurança do município e vão nos ajudar somente unidos faremos uma cidade melhor de se viver e mais segura dia do policial na sessão da câmara de vereadores do dia 18 de abril as 19.00hs haverá homenagens aos policiais da policia civil brigada e bombeiros caminha parabéns amigo caminha por sua aposentadoria fará falta a comunidade os serviços por ti prestados agora é só aproveitar e descansar da frase o direito só socorre a quem o procura há 50 anos atrás era cada vez maior era o número de pessoas que vinham veranear em cidreira seu arnoldo josé berger era dono do hotel atlântico nossa praia estava crescendo as viagens que antes eram feitas por carretas e diligências passaram a ser feitas de automóvel e finalmente apareceram as empresas de ônibus que traziam os veranistas para cidreira o movimento de ônibus em cidreira era grande e a tendência era que ficasse cada vez maior foto do livro a saga das praias gaúchas Ônibus da empresa jaeger n°17 placas 18185 cidreira incentivado por amigos no dia 11 de abril de 1955 o sr arnoldo josé berger instalou aqui na praia o primeiro serviço para receber os transportes de passageiros estava inaugurada a rodoviária de cidreira um sonho que já dura 50 anos quantas pessoas passaram por nossa rodoviária nestes 50 anos de chegadas e partidas quantos encontros abraços sorrisos lágrimas tiveram por cenário a nossa rodoviária quantas saudades guardadas quantas despedidas quantos olhos se deixaram para nunca mais ver e quantos olhos brilharam na alegria do reencontro foto do livro a saga das praias gaúchas Ônibus da empresa jaeger atolado na praia quanta história da vida quantas confidências foram ditas tendo por única testemunha a nossa rodoviária de cidreira desde os tempos de aventuras passando por atoleiros dunas estradas picadas até hoje quando as chegadas e partidas parecem mais fáceis e assim ser para sempre o que sempre foi um lugar mágico de acenos abraços e lágrimas recebendo os ônibus que carregam gente e essa gente que carrega sonhos uma homenagem da associação casa de cultura do litoral à família berger pelos 50 anos dedicados a receber sempre com o mesmo carinho e atenção os que chegam e os que saem de nossa cidreira.

[close]

p. 8

informativo comunitÁrio da assoc casa de cultura do litoral ano iii

[close]

Comments

no comments yet