Estrela Matutina - Edição Outubro de 2012

 

Embed or link this publication

Description

Boletim Informativo da Diocese de União da Vitória – Paraná – Brasil

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

2 editorial outubro de 2012 www.dioceseunivitoria.org.br por dom joão bosco barbosa de sousa bispo diocesano dbosco@dbosco.org calendário das atividades de novembro 13 15 a 18 17 e 18 23 a 25 24 e 25 28 29 reunião do conselho presbiteral e 3º encontro da crb paróquia são sebastião missões diocesanas no rocio retiro vocacional 13 e 14 anos sdrm retiro vocacional masculino 15 anos sdrm assembleia da pastoral da pessoa idosa e retiro vocacional feminino irmãs mensagerias do amor divino reunião do setor 280 da pastoral da criança uva reunião do clero equipe diocesana de catequese coordenação paroquiais de catequese santo antônio do iratim proprietária mitra da diocese de união da vitória rua manoel estevão 275 união da vitória -pr fone/fax 423522-3595 editor dom joão bosco barbosa de sousa o.f.m diretor dom walter michael ebejer o.p aniversariantes de novembro 01 08 11 25 dom walter michael ebejer profissão religiosa pe cláudio braciak nascimento e ordenação presbiteral pe josé de jesus ordenação presbiteral diác carlos roberto strohmayer nascimento a todos os aniversariantes do mês de novembro as nossas orações e o desejo de muita paz saúde e alegria o estrela matutina adota o novo acordo ortográfico da língua portuguesa expediente redatores dom joão bosco barbosa de sousa dom walter michael ebejer luna a g de melo ismael cabral da luz pe mário fernando glaab pe charles borg pe frei pedrinho pe antônio coelho portugal pe cláudio braciak francisco marcelo s de lara revisão fahena porto horbatiuk diagramação e arte final luna a g melo impressão helvética composições gráficas ltda estrela@dioceseunivitoria.org.br tiragem 12.000 exemplares

[close]

p. 3

edição 175 www.dioceseunivitoria.org.br crônica 3 notícias e atividades da diocese de união da vitória setembro de 2012 3 a 5 de setembro de 2012 ­ a paróquia nossa senhora de fátima de união da vitória acolheu os membros do clero diocesano seminaristas e leigos teólogos para mais uma edição da semana teológica promovida pela associação dos padres diocesanos a assessoria foi do bispo de palmasfrancisco beltrão dom josé antônio peruzzo que abordou o documento 97 da cnbb discípulos e servidores da palavra de deus na missão da igreja 6 de setembro de 2012 ­ dom walter michael ebejer e dom joão bosco estiveram presentes juntamente com outros bispos do paraná na solene reinauguração da catedral basílica menor nossa senhora da luz dos pinhais em curitiba após primorosa restauração da pintura interna e externa um ato oficial foi realizado na entrada da catedral com a presença de autoridades civis e militares e a missa de ação de graças com a bênção do altar e demais dependências aconteceu a seguir uma espetacular queima de fogos encerrou o evento 7 a 9 de setembro de 2012 ­ a paróquia de são carlos borromeu no municipio de paula freitas recebeu como pároco o pe evaldo przywitowski karpinski que efetivamente tomou posse na missa das 19 horas dia 6 de setembro com a presença de dom joão bosco seus familiares e grande número de fiéis no dia 9 às 9 horas foi a vez do pe fabiano bulkovski tomar posse como pároco na paróquia nossa senhora aparecida e czestochowa na vila nepomuceno em são mateus do sul na mesma semana receberam o encargo de vigários paroquias o pe emílio bortolini neto que atuará na paróquia de são miguel arcanjo em porto vitória e o pe joviano josé salvatti na paróquia de são mateus em são mateus do sul completando as transferências e nomeações o pe rodrigo scherer reitz recebeu a nomeação de vice-reitor do seminário diocesano rainha das missões e o pe nélson josé kovalski recebeu a missão de compor a equipe de formadores do mesmo seminário 11 de setembro de 2012 ­ o conselho presbiteral reunido na cúria em sessão ordinária estudou a continuidade das propostas da semana teológica de levar a efeito a animação bíblica de toda a pastoral foram escolhidos os participantes da assembleia do povo de deus além de presença religiosa nas comemorações município de raízes polonesas e ucranianas mallet tem suas origens na localidade de rio claro do sul onde se encontra o santuário diocesano de nossa senhora do rosário ali foram abertos os festejos no dia 20 de maio do corrente ano no dia 2 de setembro passado um almoço típico polonês foi preparado no salão da paróquia de são pedro abrindo uma série de eventos durante o mês de setembro a missa de ação de graças presidida por dom joão bosco e concelebrada pelo eparca ucraniano dom volodemer koubetch e diversos presbíteros no dia 21 de setembro encerrou as comemorações 27 de setembro de 2012 ­ a reunião mensal do clero e também da coordenação diocesana da catequese aconteceu na paróquia de nossa senhora do rocio em união da vitória o tema de estudos do clero foi a animação bíblica da pastoral dado continuidade à reflexão feita por dom peruzzo na semana teológica 28 a 30 de setembro de 2012 ­ a 33ª assembleia do povo de deus reunida na casa de retiros do mossunguê em curitiba com todos os bispos diocesanos do paraná e representantes das dioceses teve como tema a renovação paroquial e a transmissão da fé representando a diocese de união da vitória além do bispo diocesano dom joão bosco e o coordenador da ação evangelizadora pe joviano josé salvatti participaram o pe rodrigo scherer reitz da catequese o sr josé kuroski do comidi e daniel gomes dos santos da coordenação da jornada mundial da juventude dom peruzzo na semana teológica apresentou o documento da cnbb discipulos e servidores da palavra de deus na missão da igreja 3 a 5 de setembro outras questões pastorais foi apresentado ao conselho o decreto administrativo do bispo diocesano suspendendo do exercício do poder ministerial presbiteral o pe daniel andrés baez brizueña o referido presbítero falou ao clero no dia 7 de agosto sobre a sua decisão de deixar o ministério comunicando isso em carta ao bispo e aos seus superiores religiosos 15 de setembro de 2012 ­ o instituto das franciscanas servas missionárias da restauração divina que tem sob seus cuidados o abrigo santa clara fez construir um novo convento para residência das irmãs e candidatas à vida religiosa situada em local próximo à obra social a nova casa foi abençoada pelo bispo diocesano dom joão bosco após celebração da santa missa no local com bênção da capela do altar e do tabernáculo presente no ato de inauguração também o pároco local pe frei josé de jesus 16 de setembro de 2012 ­ a convite da paróquia do senhor bom jesus de irineópolis da diocese de caçador dom joão bosco participou do x congresso diocesano do apostolado da oração onde apresentou uma reflexão sobre a obediência cristã nesse congresso deveria estar também o bispo local dom severino clasen que justificou a ausência em razão da posse de seu sucessor na diocese de araçuaí mg dom marcello romano 19 de setembro de 2012 ­ secretárias e secretários paroquiais passaram o dia no seminário diocesano em encontro de formação preparado pelas secretárias da cúria rita de cassia e rose lau e o assessor pe cláudio braciak na pauta o novo estatuto das comunidades e também as informações do manual de procedimentos administrativos adotado pela cnbb a confraternização também faz parte de um encontro como esse e desta vez lembrou o dia dao secretáriao comemorado em 30 de setembro 20 de setembro de 2012 ­ a conferência dos religiosos do brasil regional paraná realizou entre os dias 19 e 21 de setembro sua assembleia eletiva ocasião em que o padre tomaz hughes svd entregou a faixa de presidente do regional ao sucessor pe antonio ramos de neto osj dom joão bosco como presidente da cnbb regional foi convidado a presidir uma das celebrações eucarísticas a do dia 20 21 de setembro de 2012 ­ o município de mallet celebrou os seus 100 anos de emancipação política com uma forte um dia de formação e confraternização reuniu as secretárias e secretários paroquiais no seminário diocesano 19 de setembro

[close]

p. 4

4 palavra do papa bento xvi outubro de 2012 www.dioceseunivitoria.org.br depender de deus torna-nos livres falando para os participantes de um encontro para amizade entre os povos na cidade de rimini na itália no último 19 de agosto o papa bento xvi comentou o tema escolhido nesse encontro a natureza do homem é a relação com o infinito o próprio papa relacionou esse tema com o ano da fé e nesse sentido o estrela oferece esta reflexão aos leitores falar do homem e do seu anseio de infinito significa antes de tudo reconhecer a sua relação constitutiva com o criador o homem é uma criatura de deus hoje essa palavra criatura parece quase fora de moda preferese pensar no homem como um ser realizado em si mesmo e artífice absoluto do próprio destino a consideração do homem como criatura parece «incômoda» pois implica uma referência essencial a algo ou melhor a alguém não governável pelo homem que entra de modo essencial na definição da sua identidade uma identidade relacional cujo primeiro dado é a dependência originária e ontológica d aquele que nos quis e nos criou e no entanto esta dependência da qual o homem moderno e contemporâneo tenta libertar-se não só não esconde nem diminui mas revela de modo luminoso a grandeza e a dignidade suprema do homem chamado à vida para entrar em relação com a própria vida com deus constitutiva no desejo de se pôr no lugar de deus na crença de se poder realizar sem ele contudo mesmo depois do pecado permanece no homem o desejo pungente desse diálogo quase uma marca gravada com fogo na sua alma e na sua carne pelo próprio criador o salmo 63 [62 ajudanos a entrar no coração deste discurso «Ó deus tu és o meu deus anseio por ti a minha alma tem sede de ti todo o meu ser anela por ti como terra árida exausta e sem água» v 2 não só a nossa alma mas todas as fibras da nossa carne foram criadas para encontrar a sua paz a sua realização em deus e esta tensão é indelével no coração do homem enquanto rejeitamos ou negamos deus a sede de infinito que reside no homem não desaparece ao contrário inicia-se uma busca ofegante e estéril de «falsos infinitos» que possam satisfazer pelo menos por um momento a sede da alma e o anseio da carne dos quais fala o salmista não podem ser eliminados assim o homem sem o saber lança-se à procura do infinito mas em direções erradas na droga numa sexualidade vivida de modo desordenado nas tecnologias totalizadoras no sucesso a qualquer preço e até em formas enganadoras de religiosidade também as coisas boas que deus criou como caminhos que conduzem a ele com frequência correm o risco de ser absolutizadas e deste modo tornam-se ídolos que substituem ao criador reconhecer que somos criados para o infinito significa percorrer um caminho de purificação dos chamados «falsos infinitos» uma via de conversão do coração e da mente É preciso desenraizar todas as falsas promessas de infinito que seduzem o homem e o tornam escravo para se reencontrar a si mesmo e reassumir a própria identidade verdadeiramente para viver à altura do próprio ser o homem deve voltar a reconhecer-se criatura dependente de deus ao reconhecimento desta dependência que no fundo é a descoberta jubilosa de ser filho de deus está ligada à possibilidade de uma vida deveras livre e plena É interessante notar que são paulo na carta aos romanos vê o contrário da escravidão não na liberdade mas na filiação no ter recebido o espírito santo que nos torna filhos adotivos e nos permite bradar a deus «abbá pai!» cf 8 15 o apóstolo das nações fala de uma escravidão «negativa» a do pecado da lei das paixões da carne contudo a ela não contrapõe a autonomia mas a «escravidão de cristo» cf 6 16-22 aliás ele próprio se define «paulo servo de cristo jesus» 1 1 por conseguinte o ponto fundamental não é eliminar a dependência que é constitutiva do homem mas orientá-la para o Único que nos pode tornar verdadeiramente livres no entanto nesse ponto surge uma pergunta não é porventura estruturalmente impossível para o homem viver à altura da própria natureza e não é porventura uma condenação esse anseio pelo infinito que ele sente sem nunca o poder satisfazer totalmente essas questões levam-nos diretamente ao coração do cristianismo de fato o próprio infinito para que se tornasse resposta que o homem pudesse experimentar assumiu uma forma finita a partir da encarnação o momento no qual o verbo se fez carne a distância incomensurável entre finito e infinito extinguiu-se o deus eterno e infinito deixou o seu céu e entrou no tempo ingressou na finitude humana portanto nada é banal ou insignificante no caminho da vida e do mundo o homem é criado por um deus infinito que se tornou carne assumiu a nossa humanidade para a atrair às alturas do seu ser divino mesmo depois do pecado permanece no homem o desejo pungente deste diálogo com o criador É quase uma marca gravada com fogo na sua alma e na sua carne pelo próprio criador portanto dizer que «a natureza do homem é relação com o infinito» significa afirmar que cada pessoa foi criada para poder entrar em diálogo com deus com o infinito no início da história do mundo adão e eva são fruto de um ato de amor de deus criados a sua imagem e semelhança e a sua vida e a sua relação com o criador coincidiam «deus criou o ser humano a sua imagem criou-o à imagem de deus ele os criou homem e mulher» gn 1 27 o pecado original tem a sua raiz última exatamente na rejeição dos nossos progenitores a essa relação para se reencontrar a si mesmo e para viver à altura do próprio ser o homem deve voltar a reconhecer-se criatura dependente de deus servo de deus padre luigi giussani continuamente repetia a vida como vocação cada aspecto relação alegria e dificuldade encontra a sua razão última no ser ocasião de relação com o infinito voz de deus que continuamente nos chama e convida a erguer o olhar a descobrir na adesão a ele a realização plena da nossa humanidade «fizeste-nos para ti escrevia agostinho e inquieto está o nosso coração enquanto não repousar em ti» confissões 1,1 não devemos ter medo do que deus nos pede por meio das circunstâncias da vida mesmo se for a dedicação total de nós mesmos numa forma particular de seguimento e imitação de cristo no sacerdócio ou na vida religiosa ao chamar algumas pessoas para viver totalmente d ele o senhor exorta todos a reconhecerem a essência da própria natureza de seres humanos criados para o infinito deus quer a nossa felicidade a nossa plena realização humana portanto peçamos para entrar e permanecer no olhar da fé que caracterizou os santos para poder descobrir as sementes de bem que o senhor lança no caminho da nossa vida e aderir com alegria à nossa vocação ao desejar que esses breves pensamentos possam ser de ajuda para quantos participarem no presente encontro garanto a minha proximidade na oração e faço votos para que a reflexão desses dias possa introduzir todos na certeza e na alegria da fé dessa maneira descobrimos a dimensão mais verdadeira da existência humana aquela à qual o

[close]

p. 5

edição 175 notícias www.dioceseunivitoria.org.br 5 novo santo padre joão batista piamarta será canonizado em roma e depois homenageado em nossa diocese está marcada para o dia 21 de outubro um domingo às 9h30 na praça de são pedro a canonização do padre joão batista piamarta sacerdote fundador da congregação da sagrada família de nazaré e das irmãs humildes servas do senhor padre piamarta agora reconhecido pela igreja como santo é um exemplo para todos os sacerdotes por suas virtudes extraordinárias e operosa caridade seu cuidado pelos mais necessitados o fez abraçar a causa dos jovens dando-lhes formação e espiritualidade e esse trabalho se difundiu por três continentes e que está presente em união da vitória com o instituto que leva o seu nome a canonização do padre joão batista piamarta acontece em conjunto com outros seis religiosos e representa o reconhecimento de que após amplo estudo e pesquisa sobre toda a vida dos novos santos a igreja confia que eles foram de fato agraciados por deus com virtudes excepcionais e podem servir de exemplo traduziram para o seu tempo as propostas do evangelho são assim um testemunho vivo de que aquilo que cristo nos propõe pode e deve ser realizado presença brasileira em roma ­ participarão em roma por parte do instituto piamarta de união da vitória o pe reonaldo pizoni além dos jovens paulo augusto e charlen sezlein que cresceram no instituto mas no brasil há outras casas da obra piamartina em diversas dioceses por isso a participação de brasileiros nesse dia na praça de são pedro é estimada em torno de 200 fiéis entre os 20 de outubro e 3 de novembro diversas celebrações acontecerão além da canonização especialmente um congresso internacional de jovens piamartinos que terá lugar no instituto artigianelli dia 26 no próprio lugar onde toda a obra começou celebrações na diocese ­ também na nossa cidade haverá celebrações festivas em agradecimento a deus pela canonização daquele que será chamado de são joão batista piamarta dois momentos especialmente dia 2 de dezembro haverá missa para todos os jovens e crianças das duas escolas e também para os internos e semi-internos do instituto depois no dia 8 de dezembro um sábado às 10h dom joão bosco presidirá missa na catedral de união da vitória para ambos os eventos são convidados o clero da diocese os benfeitores os amigos e todos os fiéis que compreendem e apoiam essa obra valiosa presente em nossa terra o instituto piamarta os padres piamartinos já estão presentes em nossa diocese há mais de 35 anos e nesses anos por certo o rumo de muitas vidas terá mudado por meio do amor e da caridade durante os anos de1979 até metade de 2003 eles foram responsáveis pelo atendimento pastoral na paróquia da sagrada família hoje são atendidos pelo instituto quase uma centena de jovens internos outro tanto são semi-internos somando aos alunos do ensino fundamental e médio que são cerca de trezentos podemos ter uma ideia do bem que faz essa obra entre nós motivo de nos alegrarmos pela canonização do pai e fundador e também de oferecermos as nossas preces permanentemente e também ajuda material que sustente essa obra que é realmente de deus a congregação da sagrada família de nazaré está presente em três continentes na itália são dez casas na américa do sul outras dez sendo oito no brasil e duas no chile na África são três comunidades duas em angola e uma em moçambique o novo santo joão batista piamarta giovanni battista piamarta nasceu em 26 de novembro de 1841 na cidade de brescia de família pobre porém de muita fé com 9 anos perdeu sua mãe e foi entregue aos cuidados do avô materno sua vocação cresceu em meio a problemas de saúde e outras dificuldades mas não esmoreceu tornou-se sacerdote em 1865 com 24 anos de idade uns anos depois estaria começando a obra direcionada aos jovens carentes e fundando as duas congregações uma masculina e outra feminina que a ela dariam continuidade sua morte aconteceu no dia 25 de abril de 1913 o papa joão paulo ii celebrou sua beatificação no dia 12 de outubro de 1997 agora com a canonização no dia 21 de outubro de 2012 pe piamarta passa integrar o número dos santos e será sempre um estímulo para os religiosos e sacerdotes modelo para os educadores intercessor das famílias protetor dos jovens e dos trabalhadores ernani bortolini oab/pr 26996-a advogado professor direito penal e processo penal unc coordenador curso de direito unc 2007/2008 presidente da oab porto união/sc 2007/2009 ana claudia flenik oab/sc 24814-b advogada professora da universidade do contestado cel 42 9967-5769 cel 42 9103-1097 42 3524-7094 praça alvir riesemberg 137 centro união da vitória/pr

[close]

p. 6

6 série família outubro de 2012 www.dioceseunivitoria.org.br série a família e a atual problemática nº 34 a família cristã um dom de deus para a humanidade a salvação da pessoa e da sociedade humana está estreitamente ligada ao bem-estar da comunidade conjugal e familiar assim se expressa sem rodeio o concílio vaticano ii ao abordar a promoção da dignidade do matrimônio e da família gs 47/347 destarte deixa claro que não estamos tratando de uma instituição excogitada e criada artificialmente de algo essencialmente periférico e portanto dispensável mas de uma realidade plasmada desde suas origens conforme o feitio natural e as necessidades características da humanidade logo aponta para os elementos escuros e duvidosos na sociedade hodierna que lhe obscurecem o brilho a poligamia a peste do divórcio o amor livre e outras deformações num documento posterior preparação para o sacramento do matrimônio 12,2 de 13 de junho de 1996 a linguagem se torna mais contundente ao se referir aos perniciosos estilos de vida o conselho pontifício para a família enumera os seguintes estilos de vida que desvalorizam as dimensões humanas do matrimônio o permissivismo sexual a diminuição do número de matrimônios ou o adiá-los continuamente o aumento dos divórcios a mentalidade contraceptiva o difundir-se do aborto voluntário o vazio espiritual e a insatisfação profunda que contribuem para a difusão da droga do alcoolismo da violência e do suicídio entre os próprios jovens e os adolescentes e outros mais de certo uma ladainha respeitável de ais e podridão promoção da dignidade do matrimônio perante tantos males na sociedade atingindo também os fiéis o concílio pretende salvaguardar e promover a dignidade original e o singelo valor sagrado do estado matrimonial gs 47/349 É afirmação básica dizer que toda a obra criacional procedente das mãos e do coração de deus reflete manifesta e declara elementos e vislumbres da própria natureza e agir de deus ora deus é trino três pessoas divinas possuindo a mesma e única natureza divina conforme graciosamente por ele mesmo revelado numa realidade que é puro amor comunhão de amor deus é amor portanto na criação de suas mãos devemos buscar e encontrar a intercomunicação e o intercâmbio em seus vários níveis do existir ou do ser e também de formas de amor bem-estar envolvente garantindo união e a própria unidade de suas criaturas sem dúvida a forma mais elevada de existência com seu estilo de vida e de agir comunitário e correlacionado é a vida conjugal entre homem e mulher numa mútua doação permanente obedecendo aos seus mais entranhados instintos masculinos e femininos sexuais e afetivos conforme suas respectivas e complementares conformações psicológicas resultando no congênito desabrochar do nascimento da prole como fruto conatural isto é do seu amor pessoal humano na projeção física e histórica do seu amor-doação agora em forma de uma ou mais pessoas humanas concretas podendo exclamar maravilhados que suas amostras de amor não são mais atitudes nem gestos mas uma criatura não simplesmente algo mas alguém a pessoa humana ­ imagem de seus pais e estes de sua parte sendo imagens de deus pai que os criara o amor humano espelha o amor divino a igreja em suas escrituras e doutrina sempre considerou a criatura humana racional e livre como a imagem de deus o próprio amor humano nos moldes da vida matrimonial é considerado como reflexo do amor divino entre os homens para o desenvolvimento e crescimento dos seres humanos os quais como progenitores e educadores têm a tarefa de espelhar o amor que deus tem para com as novas criaturas humanas colocando-as num ambiente amoroso e estável fazendo com que os filhos sintam convictamente que deus os ama porque os pais e os educadores os amam esse estado da criação dos filhos num ambiente aconchegante e privativo por sua natureza exige estabilidade na vida conjugal e familiar é uma tarefa permanente e que se prolonga pelo futuro afora cisões interrupções separações entre os pais e seus filhos é algo calamitoso desastroso acarretando males e desordens psicológicos sociais e morais ambiente favorável que convida os filhos ao mundo do crime a família exige estabilidade não é difícil concluir que a vida familiar em seu ideal pede a propriedade de uma absoluta estabilidade e união se conforme penso tais observações não chegam a provar sem exceções apoditicamente e de uma maneira absoluta a indissolubilidade da instituição natural do matrimônio elas chegam a apontar com muita clareza com fortíssimos indícios qual é a mente do criador ao constituir a vida conjugal do gênero humano em suas estruturas fundamentais quando jesus corrigiu os fariseus relativamente ao divórcio permitido por motivo de adultério infidelidade etc como praxe apoiada pelo próprio moises legislador e chefe do povo de israel ele deixou bem claro que no inicio da humanidade não era assim e que foi por causa de dureza do coração deles que moises tinha cedido quanto ao rigor da lei original da indissolubilidade 19,8ss logo em seguida jesus reafirmou solenemente a indissolubilidade do matrimônio entre homem e mulher como retorno à mente e intenção original do criador as palavras claríssimas do divino mestre proibindo categoricamente o divórcio como algo contra a vontade ernani bortolini advogado oab/pr 26996-a professor direito penal e processo penal unc coordenadot curso de direito unc 2007/2008 presidente da oab porto união/sc 2007/2009 42 9103 1097 a rádio da família mudando para ficar cada vez melhor www.educadora1480.com.br radioeducadora.am@gmail.com

[close]

p. 7

edição 175 www.dioceseunivitoria.org.br original divina não deixa dúvida mt 19,9ss ele até deixou consternados os apóstolos seus imediatos ouvintes os quais disseram se a situação do homem com a mulher é assim é melhor não casar-se ele respondeu nem todos são capazes de entender mas só aqueles a quem é concedido 19,11 jesus condena o divórcio reestabelece a instituição do matrimônio em seu patamar privilegiado e brilho original indissolúvel e faz dele um objeto da fé isto é no contexto do amor de jesus por sua igreja ele faz da união conjugal um mistério da fé um sacramento da nova aliança as novas exigências de jesus a essa altura deixando de lado muitos questionamentos e debates sobre o matrimônio já percebemos que o êxito da vida matrimonial em sua santidade e integridade não pode ser alcançado senão inserido e apoiado numa vida de fé na palavra de jesus e em seu poder a vida familiar com todas suas exigências e rodeada de perigos por dentro e por fora dificilmente chega a sobreviver sem a vivência cristã e a oração familiar de seus membros nas atuais circunstâncias basta não praticar a vida cristã e a oração familiar para testemunhar a derrocada dos seus sonhos de ter um lar sólido e feliz a linguagem clara e incisiva de jesus repudiando o divórcio e afirmando a unidade indissolúvel da aliança pacto matrimonial e isso repetimos à luz de sua vinda para assumir os destinos da humanidade pecadora por ele redimida com sua morte deixa bem claro que jesus quis elevar a instituição do matrimônio de ser uma mera instituição natural a participar de uma outra realidade com as dimensões mais elevadas de uma realidade sobrenatural inserida na realidade misteriosa dos esponsais entre cristo e a humanidade remida em seu sangue o matrimônio símbolo eficaz a realidade conjugal esponsal e mística entre cristo e sua igreja gera e abarca em sua realidade mística a realidade carnal esponsal de cada casal humano ao casar no senhor tornandoa uma realidade sobrenatural um sacramento da nova aliança o casal cristão de sua parte simboliza e realiza em sua vida e por ela a própria aliança eterna de cristo esposo da humanidade remida sua esposa a vida conjugal de cada cristão portanto recebe sua dignidade e missão crística da realidade mistérica cristo ­ igreja o corpo místico de cristo enquanto batizados os cônjuges tornam-se concomitantemente uma igreja doméstica célula viva contribuindo para o crescimento da santidade da igreja universal o apóstolo paulo esclarece na carta aos efésios de maneira mais clara e enfática esta doutrina paulo escreve aquele que ama sua esposa está amando a si orando com os salmos 7 mesmo ninguém jamais odiou sua própria carne pelo contrário alimenta-a e a cerca de cuidado como cristo faz com a igreja e nós somos membros do seu corpo por isso o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá a sua mulher e os dois serão uma só carne este mistério é grande eu digo isto com referência a cristo e à igreja ef 5,2832 toda a espiritualidade da família cristã se baseia e se alimenta desta doutrina para o grande consolo dos cônjuges cristãos por isso afirmamos que a vida matrimonial é uma vocação sublime e exigente um dom de deus por dom walter michael ebejer o.p bispo emérito de união da vitória salmo 33 34 o senhor é a salvação dos justos 2 bendirei ao senhor deus em todo tempo seu louvor estará sempre em minha boca 3 minha alma se gloria no senhor,que ouçam os humildes e se alegrem 4 comigo engrandecei ao senhor deus exaltemos todos juntos o seu nome 5 todas as vezes que o busquei ele me ouviu e de todos os temores me livrou 6 contemplai a sua face e alegrai-vos e vosso rosto não se cubra de vergonha 7 este infeliz gritou a deus e foi ouvido e o senhor o libertou de toda angústia 8 o anjo do senhor vem acampar ao redor dos que o temem e os salva 9 provai e vede quão suave é o senhor feliz o homem que tem nele seu refúgio 10 respeitai ao senhor deus seus santos todos porque nada faltará aos que o temem 11 os ricos empobrecem passa fome mas aos que buscam o senhor não falta nada 12 meus filhos vinde agora e escutaime vou ensinar-vos o temor do senhor deus 13 qual o homem que não ama sua vida procurando ser feliz todos os dias 14 afasta tua língua da maldade e teus lábios de palavras mentirosas 15 afasta-te do mal e faze o bem procura a paz e vai com ela em seu caminho 16 o senhor pousa seus olhos sobre os justos e seu ouvido está atento ao seu chamado 17 mas ele volta sua face contra os maus para da terra apagar sua lembrança 18 clamam os justos e o senhor bondoso escuta e de todas as angústias os liberta 19 do coração atribulado ele está perto e conforta os de espírito abatido 20 muitos males se abatem sobre os justos mas o senhor de todos eles os liberta 21 mesmo os seus ossos ele os guarda e os protege e nenhum deles haverá de se quebrar 22 a malícia do iníquo leva à morte e quem odeia o justo é castigado 23 mas o senhor liberta a vida dos seus servos e castigado não será quem nele espera comentário do salmo 33 34 pode-se notar em uma leitura atenciosa nas palavras do salmo 33 uma grande alegria do salmista em forma de gratidão ele louva a deus pelo auxílio que lhe prestou e ainda exorta orienta a outras pessoas para que se aproximem de deus que façam essa experiência e verão a paz que terão em sua vida suas palavras querem dar esperança para aquelas pessoas que são humildes pobres e que talvez se sentem fracos e oprimidos em alguma dificuldade seja ela financeira espiritual amorosa ou nas relações com as pessoas contudo esses humildes de que fala o salmista são humildes de coração que mesmo tendo grandes posses são solidários para com os outros o salmista fala do grande bem que é estar com deus confiar nele por isso pede para que as pessoas deixem de lado as ações más e busquem sempre fazer e desejar o bem ao outros afasta tua língua da maldade e teus lábios de palavras mentirosas afasta-te do mal e faze o bem procura a paz e vai com ela em teu caminho vs 14,15 pois isso traz recompensas na vida o senhor pousa seu olhar sobre os justos e seu ouvido está atento ao seu chamado mas ele volta sua face contra os maus para da terra apagar sua lembrança vs 16,17 os salmistas foram pessoas como nós homens mulheres jovens idosos enfim seres humanos que passaram por dificuldades na família no trabalho na relação com os outros mas que acima de tudo vivenciavam deus no seu dia a dia você é convidado a fazer essa experiência que o salmista fez seguir os seus conselhos só trará paz e alegria a seu coração mesmo nas dificuldades da vida procure sempre se afastar do mal e buscar o bem busque direcionar sua vida toda para deus fazendo com que ele esteja em primeiro lugar em sua vida e a dirija e assim como experimentou o salmista você verá mudanças em sua vida clamam os justos e o senhor bondoso escuta e de todas as angústias os liberta v.18 por diác francisco marcelo s de lara

[close]

p. 8



[close]

p. 9



[close]

p. 10

10 palavra de vida recomeçar desolado elias pede a morte para o profeta não há mais sentido continuar vivendo reconhece-se um fracassado não bastasse a implacável perseguição da rainha jezabel o profeta elias não consegue convencer o povo eleito a deixar os ídolos e os rituais pagãos e voltar a servir somente ao deus verdadeiro derrotado o mensageiro de deus se refugia no deserto na sua avaliação restava-lhe somente pedir a morte o altíssimo todavia intervém para mostrar-lhe que o fim ainda estava distante um caminho longo precisava ser percorrido o profeta desconhecia o destino enxergava apenas a fadiga inerente nesse caminho recusava recomeçar preferia dormir no plano divino contudo o destino dessa jornada levaria elias a uma experiência singular encontrar-se pessoalmente com deus no monte horeb insiste o altíssimo que um seu mensageiro levasse ao seu escolhido não somente o recado mas também as condições para prosseguir viagem água e pão assado quentinho É peculiar a solicitude na intervenção divina receber na desolação do deserto pão coberto de cinzas para mantê-lo quentinho e um odre com água representa sem dúvida uma deferência especial deus nunca desiste quer proporcionar a elias a êxtase e a alegria de um arrebatador encontro por duas vezes envia seu anjo para cutucar o profeta para acordá-lo do seu torpor era preciso que elias compreendesse que a obra da salvação segue esquemas diferentes passageiros reveses não desqualificam nem a obra nem o profeta o cronograma de deus obedece a uma estratégia peculiar era preciso que elias retomasse o caminho fortalecido com um alimento especial uma refeição vinda do céu na obra de deus o alimento que sustenta tem que ser celeste convencido do projeto de deus tocado pela generosa intervenção divina elias se levanta come do pão do céu e retoma finalmente a caminhada assegura a bíblia com o vigor daquele alimento o profeta caminha quarenta dias e quarenta noites até chegar ao monte de deus onde de fato experimenta o inefável encontro com o divino a experiência de elias é obviamente uma rica alegoria da jornada espiritual de cada operário do reino todo discípulo passa por experiências desoladoras trabalha com denodo mas o retorno quase sempre fica aquém das expectativas os outubro de 2012 www.dioceseunivitoria.org.br palavra de vida destinatários manifestam desinteresse reagem com indiferença não raramente com hostilidade nessas horas a sensação de fracasso é desoladora todo esforço parece inútil a impressão é de estar andando na contramão os destinatários têm outros interesses diferentes preferências a vontade que sobressai é mesmo a de sumir largar tudo desolado e ferido na alma o missionário não compreende por que mesmo trabalhando de forma correta e com zelo o retorno é tão pífio desaba a autoestima a solidão consequência da sensação de incompetência machuca cruelmente só resta mesmo morrer neste quadro desesperançoso deus sempre marca presença ele não desiste nem deixa desistir fiel à promessa de manter-se envolvido na atividade de seus colaboradores mantém vivo o apelo para recomeçar esse é de fato o distintivo do filho de deus recomeçar sempre decisão bonita nem sempre porém fácil exige alimentação especial divina quem pretende recomeçar baseado somente em recursos humanos poderá não encontrar energias suficientes para ir até o fim deus por sua vez sempre cuida de providenciar por meio de um anjo pão quentinho e água fresca para seus colaboradores ele tem pelos profetas especial carinho está sempre junto os compreende entende a sensação de fracasso que os prostra e cuida de reconfortá-los enviando-lhes suportes celestes o anjo o pão quentinho e a água convencem o missionário de que ele não trava uma luta solitária deus está intimamente envolvido em sua atividade o acompanha e quer fortalecê-lo para no fim alcançar o monte santo reconhecido o apoio divino o missionário percebe reacender-se o impulso para recomeçar o profeta elias é exemplo inspirador para profetas de todos os tempos como ele os missionários passam pela desoladora experiência do fracasso como ele percebem todavia que deus está intimamente envolvido em sua atividade consolados e fortalecidos decidem recomeçar e põem-se novamente a caminho por todo o que bebe dessa água terá sede de novo mas quem beber da água que eu darei nunca mais terá sede porque a água que eu darei se tornará nele uma fonte de água jorrando para a vida eterna jo 4,13-14 nesta pérola do evangelho que são as palavras dirigidas à samaritana junto ao poço de jacó jesus fala da água como do elemento mais simples que no entanto se revela o mais almejado o mais vital para quem tem familiaridade com o deserto ele não precisava explicar muita coisa para dar a entender o que significa a água a água da fonte serve para a nossa vida natural enquanto a água viva da qual jesus fala se destina à vida eterna assim como o deserto floresce somente depois de uma chuva abundante também as sementes plantadas em nós com o batismo só podem germinar se forem regadas pela palavra de deus e a planta cresce lança novos rebentos e assume a forma de uma árvore ou de uma linda flor e tudo isso porque recebe a água viva da palavra que desperta a vida mantendo-a por toda a eternidade todo o que bebe dessa água terá sede de novo mas quem beber da água que eu darei nunca mais terá sede porque a água que eu darei se tornará nele uma fonte de água jorrando para a vida eterna as palavras de jesus dirigem-se a todos nós os sedentos deste mundo aos que estão conscientes da própria aridez espiritual e ainda sentem os tormentos da sede bem como aos que nem sequer sentem mais a necessidade de matar a sede na fonte da verdadeira vida e dos grandes valores da humanidade mas no fundo é a todos os homens e às mulheres de hoje que jesus dirige um convite revelando onde podemos encontrar a resposta aos nossos porquês e satisfazer plenamente as nossas aspirações depende de todos nós portanto alimentar-nos de suas palavras deixar-nos embeber da sua mensagem de que forma reenvagelizando a nossa vida confrontando-a com as suas palavras procurando pensar com a mente de jesus e amar com o seu coração cada momento em que procuramos viver o evangelho é uma gota daquela água viva que bebemos cada gesto de amor ao nosso próximo é um gole daquela água sim porque aquela água tão viva e preciosa tem isto de especial jorra no nosso coração cada vez que o abrimos ao amor para com todos É uma fonte ­ a fonte de deus ­ que libera água na mesma medida em que seu veio profundo serve para saciar a sede dos outros com pequenos ou grandes atos de amor todo o que bebe dessa água terá sede de novo mas quem beber da água que eu darei nunca mais terá sede porque a água que eu darei se tornará nele uma fonte de água jorrando para a vida eterna já entendemos portanto que para não sofrermos sede devemos doar a água viva que recebemos dele dentro de nós mesmos muitas vezes bastará uma palavra um sorriso um simples sinal de solidariedade para nos dar novamente uma sensação de plenitude de satisfação profunda um jorro de alegria e se continuarmos a doar esta fonte de paz e de vida dará água cada vez mais abundante sem jamais se esgotar existe também outro segredo que jesus nos revelou uma espécie de poço sem fundo do qual podemos beber quando dois ou três se unem em seu nome amando-se com o próprio amor de jesus ele está no meio deles cf mt 18,20 e então nos sentiremos livres uma só coisa plenos de luz e torrentes de água viva jorrarão do nosso seio cf jo 7,38 É a promessa de jesus que se realiza porque é dele mesmo presente em nosso meio que jorra aquela água que sacia por toda a eternidade por chiara lubich colaboração pe charles borg vigário geral da diocese de araçatuba charlsbg@terra.com.br pe frei pedrinho fsmes assessor dos focolares

[close]

p. 11

edição 175 www.dioceseunivitoria.org.br série conversões 11 série conversões ao catolicismo nº 59 ilyas khan do islamismo ao catolicismo ilyas khan é o diretor da leonard cheshire disability uma organização mundial que socorre as pessoas desabilitadas ele é banqueiro e dono do time de futebol arcrington stanley foi criado muçulmano na inglaterra apesar de ter tido uma avó católica ainda que frequentasse como criança uma escola católica jamais tinha sonhado da possibilidade de um dia se tornar católico ele frequentava regularmente a mesquita onde aprendia do corão como qualquer outro menino muçulmano primeiros contatos confessa ter sido algo providencial sua passagem pela universidade onde se hospedava no netherhall house que é dirigida pelo movimento católico do opus dei ele tinha 19 anos de idade quando aprofundava mais as questões da fé e frequentava a biblioteca do netherhall e também começou a ler os livros do teólogo suíço hans von balthasar e também de santo agostinho apesar de no momento se graduar na universidade ele se sentia muito atraído à igreja católica e à pessoa de cristo do mesmo jeito ele permaneceu maometano ele sabia muito bem que fazer-se católico não somente daria um grande desgosto aos pais mas também que aos islâmicos a apostasia é considerado algo muito sério passível de ter sua morte decretada foi durante sua permanência em hong kong que descobriu após cinco anos direcionado pela leitura dos escritos de von balthasar que tinha chegado a hora de tomar sua decisão final e associar-se à igreja católica ele também se sentia atraído pela liturgia pelo ritual e pela união devocional das comunidades católicas em oração não se deixou atemorizar quando perguntado se não fica perturbado perante os ataques da parte de alguns muçulmanos após sua conversão ilyas khan responde de maneira alguma É verdade porque sou muito conhecido ­ sou dono de um dos melhores times de futebol ­ deram-me muita exposição na mídia nos artigos nas revistas no rádio e televisão minha imagem foi projetada como a do mais famoso convertido dos tempos recentes enquanto de um lado recebi muitas ameaças de indivíduos muçulmanos e organizações islâmicas que reagiram mal perante os artigos a meu respeito e as entrevistas a mim feitas posso dizer que não perdi o sono por causa disso É verdade que recebi muitas cartas cheias de ódio e ameaças de violência porém sempre me comportei com dignidade e jamais me permiti ficar recolhido pelo medo ou em vista da demasiada exposição o privilégio de ser católico muito me interessa como o islã e o catolicismo se relacionam entre si de minha parte tento mostrar aos não católicos a beleza a pureza a maravilha e o privilégio de ser católico quanto a isso eu falo claramente sem rodeios e com toda a calma como reflexo de minha fé confesso que me senti aflito quando refletia sobre certos muçulmanos que usam o islã para justificar seu agir isso não é justificável não é humano e nada tem a ver com o que eu considero ser islã como religião rejeita a violência religiosa infelizmente vemos que há um grande número de muçulmanos que passionalmente reagem com raiva e violência perante tudo com que não concordam penso eu que as duas religiões o islã e o cristianismo podem ser considerados como primos de longe eu fui criado muçulmano e visitei os santuários de medina e meca e posso enxergar certas qualidades comuns às duas religiões porém precisamos também admitir que há diferenças grandes entre as duas religiões assim como existem certas semelhanças e eu consigo detectá-las porém na realidade não são de grande importância eu celebro o fato de que jesus cristo é amor isso é uma afirmação simples mas indica a maior discrepância como cristão o amor é a essência de nossa fé jesus está atualmente conosco e não necessita de metáforas ou de exemplos para nos ilustrar o que seria o amor afirma sua fé com simplicidade nós somos santificados pelos santos sacramentos e temos a intercessão direta do senhor em virtude de seu sacrifício quanto a isso von balthasar ajudou para mudarmos a base como podemos falar sobre as relações entre a igreja cristo e o espírito santo ele inventou uma nova maneira como entendermos a semântica de amor no contexto religioso portanto eu não posso muito dizer sobre os contrastes entre o catolicismo e outras religiões por exemplo com o islã ou o hinduísmo eu apenas estou afirmando com toda simplicidade minha fé que não engana traduzido por dom walter michael ebejer o.p bispo emérito de união da vitória fonte lehen is-sewwa malta pág 03 09/07/2012

[close]

p. 12

12 notícias jmj 2013 outubro de 2012 www.dioceseunivitoria.org.br diocese de união da vitória cada dia mais próxima da jornada mundial da juventude no último dia 16 de setembro estiveram novamente reunidos em união da vitória paróquia n s da salete a equipe diocesana da jornada mundial da juventude e os representantes paroquiais faltando apenas quatro paróquias foi um momento agradável de rever os amigos fortalecer os laços e principalmente trabalhar muito na organização de nossa diocese para todos os momentos que antecedem a jornada mundial após a santa missa presidida por dom walter foi feita uma avaliação e a organização de novas ações referentes à jmj alguns setores estão de fato se mobilizando para realização dessas atividades inúmeros encontros e reuniões estão sendo realizados nas diversas paróquias e comunidades mas há necessidade de ampliar esse diálogo com os demais setores movimentos e pastorais de nossas paróquias inclusive mobilizando as secretarias paroquiais e as informando das ações a serem realizadas É importante pensar como comunidade como igreja e colocar nossas particularidades de movimentos e pastorais a serviço uns dos outros somando forças as inscrições para a jmj já estão abertas e juntamente com os representantes e a presença do assessor frei pedrinho pe arthur e pe claudio que sempre nos acompanham ficou decidido que as inscrições serão concentradas nas secretarias paroquiais e cada paróquia ficará responsável pela articulação contratação de ônibus e formas de obter os investimentos necessários para esse momento de mobilização e organização das paróquias e das comunidades serão utilizados os subsídios para jovens e adultos da cnbb que propõem reflexões sobre a jornada sua espiritualidade sua concepção teológica num forte momento de trabalho por setores os jovens se reuniram e passaram a planejar as ações mais direcionadas decidiram realizar duas atividades a primeira será em comemoração ao dia nacional da juventude em nível setorial ou paroquial nos dias 21 e 28 de outubro a outra atividade até o final do ano será a mini-jornada em cada setor as mini jornadas serão uma ocasião de vivenciar um pouco daquilo que acontecerá no rio de janeiro com muita música teatro oração e um espírito jovem daqueles que vem se tornando a marca dos jovens do papa terão como objetivo motivar a juventude os setores as paróquias e as comunidades a vivenciar a experiência do cristo vivo as mini-jornadas acontecerão principalmente no mês de novembro e serão informadas no próximo estrela matutina para maiores informações procurar os representantes paroquiais da jmj ou com os seus párocos também se pode obter informações pelo e-mail jmjuniao@yahoo.com.br.

[close]

p. 13

edição 175 www.dioceseunivitoria.org.br santos do mês 13 santos luzeiros para a humanidade dia 06 de novembro ­ são teófilo venard e companheiros a igreja todos os tempos traz consigo os sinais da paixão e morte do próprio mestre cristo o qual disse assim como perseguiram a mim perseguirão também vós ao lermos sobre os mártires no tempo das perseguições romanas ficamos às vezes duvidando sobre a ferocidade nas torturas infligidas no entanto em tempos mais recentes documentos irrefutáveis demonstram como tais tormentos aplicados com requintada crueldade são possíveis entre feras humanas a igreja missionária da indochina escreveu no século passado uma das suas páginas mais gloriosas o ideal missionário que cristo deixou em sua igreja levou em todos os séculos missionários à conquista do seu reino às partes mais longínquas da terra numerosos missionários dominicanos espanhóis assim como das missões estrangeiras de paris no século passado levavam a pregação do evangelho nas regiões do vietnã e da china quando por volta do ano 1850 o demônio do paganismo desencadeou uma terrível perseguição muitas foram as vítimas entre os missionários como entre os fiéis convertidos entre os primeiros contam-se três missionários espanhóis os bem-aventurados jerômio hermosilla valentim ochoa e pedro amado presos por pregar uma religião contrária às tradições locais foram cruelmente torturados e depois decapitados outro grande apóstolo e mártir foi teófilo venard das missões estrangeiras de paris jovem inteligente muito querido pela família tomado pelo amor de cristo decidiu tornar-se missionário e partir para tonkim na china na viagem escrevia à sua querida irmã previa perfeitamente a dor que teria causado a meus pais e a ti querida irmã esta separação custoume lágrimas de sangue mas o amor a deus foi mais forte e cortou os laços do mais terno afeto para dar minha vida por meus irmãos chegando a honk-kong porta da china dedicou-se por 15 meses à aprendizagem da difícil língua chinesa depois se atirou ao trabalho apostólico com zelo incansável apesar do meio hostil e uma saúde precária desenvolveu grande atividade missionária traduziu em língua chinesa as cartas e os atos dos apóstolos já estava colhendo os frutos de seu sacrificado apostolado quando em 1852 os perseguidores deram ordem de prender dia 22 de novembro ­ santa cecília não há maior amor do que aquele que dá a vida pelos amigos os mártires derramaram o próprio sangue por amor a cristo eles brilham como estrelas de primeira grandeza no firmamento da eternidade divina dia 22 de novembro a igreja celebra a festa de santa cecília que foi uma das santas mais veneradas durante a idade média o bispo adelino em seu livro a virgindade diz que cecília é a segunda entre as virgens depois de nossa senhora porque ela guardou sua virgindade mesmo sendo desposada e a sublimou com seu glorioso martírio É de fato uma das poucas virgens que teve privilégio de ter o próprio nome incluído no cânon da santa missa e é a santa que conta com o maior número de igrejas dedicadas a seu nome em roma a história de seu martírio ficou registrada na paixão de santa cecília embora alguns detalhes dessa narrativa sejam fruto de elaboração poética a substância do relato é reconhecida como verídica pela maior parte dos cultores da história da igreja antiga cecília pertencia à mais antiga nobreza romana teve uma grande educação não somente por ser da nobreza mas pelo fato maior ainda de ser uma cristã as notícias relativas à história dessa santa virgem consagrada pelo voto de castidade a cristo sem seu conhecimento foi prometida pelos pais em casamento a um nobre jovem de nome valeriano no dia das núpcias cecília cantava em seu coração o hino da pureza e declarou a valeriano ainda pagão como ela pertencia totalmente a deus e que um anjo guardava sua virgindade consagrada valeriano respondeu que acreditaria se visse o anjo então cecília o apresentou ao papa urbano para que o preparasse para o batismo desse encontro resultou a conversão de valeriano que recebeu o batismo e pôde assim ver o anjo ao lado de cecília o anjo segurava nas mãos duas coroas de flores simbolizando o martírio que em breve devia glorificar cecília e valeriano tibúrcio irmão de valeriano quis igualmente receber o batismo pouco depois acusados de cristãos ante o prefeito da cidade negaram-se a receber o certificado de ter sacrificado aos deuses mediante dinheiro foram então decapitados cinco meses todos os cristãos começando pelos missionários e aplicando-lhes o martírio pelo sistema chamado lang-tri que consistia numa tortura lenta mas tremendamente dolorosa teófilo venard preso e fechado numa gaiola foi levado entre torturas até hanói e de lá escreveu sua última carta dizendo com os bispos e outros padres fomos colocados numa cela tão estreita que só dava para ficar em pé e mal conseguíamos respirar não havia luz nem ar e por dias seguidos no fim teófilo foi decapitado com seus colegas e a cabeça jogada no rio em 1857 sofreram o martírio mais 25 cristãos entre os quais o bispo josé ganjúrio este pouco antes da morte escrevia entrei na cadeia sem livros sem roupas sem nada submetido a contínuas torturas mas estou tranquilo eu sou feliz por ver-me considerado digno de sofrer por causa de cristo o exemplo destes e mais outros mártires da igreja missionária da indochina tão próximos a nós no tempo é particularmente apto para animar os cristãos dos nossos dias a viverem corajosamente a sua fé que tantos sacrifícios custaram aos nossos irmãos depois cecília era condenada à morte por asfixia no quarto de banho superaquecido mas seu corpo foi encontrado ainda vivo um golpe de espada deu fim àquela santa existência o papa urbano mandou recolher seu corpo e depositá-lo nas catacumbas de são calisto bem perto da cripta dos papas devia ter sido o ano de 225 mais tarde foi transportado para a basílica dedicada a santa cecília construída sobre a antiga casa dos cecílios no trastévere santa cecília tem a tradição de ser a padroeira dos músicos os artistas da renascença representam santa cecília com um instrumento musical nas mãos músicos e cantores a celebram como sua protetora a espada cruel cortou suas cordas vocais mas seu coração canta agora no céu eternamente o hino de louvor ao deus criador santa cecília rogai por nós por são teófilo venard e companheiros rogai por nós ismael cabral da luz 2° ano de filosofia extração de areia e transportes rodoviários ltda telefone 42 3522-1635 km 491 br 153 colônia correntes união da vitória

[close]

p. 14

14 vivendo a liturgia outubro de 2012 www.dioceseunivitoria.org.br vivendo a liturgia ano b novembro de 2012 comemoraÇÃo de todos os fiÉis defuntos ­ 02/11/2012 jesus faz a vontade do pai mt 25 31-46 a igreja convida os fiéis a refletir não sobre a morte e sim sobre a vida as pessoas que partiram desta vida não estão mortas para deus e portanto a oração da igreja pode atingi-las ainda É do desejo do próprio deus que ninguém se perca mas que todos sejam salvos a salvação brota da fé em seu filho É a fé em jesus cristo morto e ressuscitado que dá sentido e solenidade de todos os santos ­ 04/11/2012 significado à vida humana inclusive vencendo a morte sugestÕes litÚrgicas a cor litúrgica utilizada nesta celebração é a roxa poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases em meio à dor a grande esperança ou vinde benditos do meu pai para o reino preparado para vós ou saudades sim tristeza não na procissão de entrada levar a cruz as velas e o lecionário ou evangeliário no momento da oração dos fiéis se poderia lembrar de maneira especial de todos os falecidos desconhecidos os quais não têm ninguém para rezar por eles seria bom preparar uma lembrança ou então um folder para ser entregue nos cemitérios e nas celebrações comunitárias esclarecendo a respeito do significado deste dia aclamação palavras de salvação ou a vossa palavra senhor ou aleluia como o pai me amou apresentação das oferendas que mais eu posso te dar ou um novo dia ou nem a vida nem a morte comunhão antes da morte e ressurreição de jesus ou tu és minha vida outro deus não há ou eis que sou o pão da vida envio a certeza que vive em mim ou maria ó mãe cheia de graça ou deus enviou se filho amado cantos apropriados entrada senhor quem entrará ou a vida pra quem acredita ou a morte já não mata mais ou vou lhes preparar um lugar aventuranças É a partir desta vivência que a pessoa se santifica sugestÕes litÚrgicas bem-aventuranÇas mt 5 1-12a a igreja celebra a festa da família cristã a santidade bem-aventurança é dom é obra de deus revelada a toda criatura que toca a vida de todos aqueles que acolhem a palavra de deus e se deixam guiar por ela o reino de deus se faz presente em germe na vida na vida dos fies que se dispõe a viver as bem a cor litúrgica utilizada nesta celebração é a branca poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases sede santos como vosso pai do céu é santo ou a santidade é para todos ornamentar o ambiente celebrativo com arranjos ou vasos de flores brancas que representam a pureza de coração na procissão de entrada entram a cruz as velas e o lecionário ou evangeliário no momento da oração dos fiéis poderia ser rezada ou cantada a ladainha de todos os santos acrescentando se preciso os nomes dos santos e santas mais conhecidos pela comunidade ou acrescentando o nome dos padroeiros das comunidades da paróquia cantos apropriados entrada senhor quem entrará ou me chamaste para caminhar ou eisme aqui senhor aclamação aleluia ponho-me a ouvir ou aleluia como o pai me amou apresentação das oferendas que mais eu posso te dar ou vamos preparar a ceia comunhão bem vindos à mesa do pai ou cantar a beleza da vida ou eis que sou o pão da vida senhor envio brilhe a vossa luz ou oração pela paz 32° domingo do tempo comum 11/11/2012 o Óbolo da viÚva ­ mc 12 38-44 este trecho do evangelho apresenta dois ensinamentos no primeiro jesus alerta o povo para se precaver contra as pessoas bem esclarecidas que se servem da sua posição para dominar e explorar estes se aproveitam da posição privilegiada para vivem à custa das pessoas mais simples e pobres o segundo jesus observando a oferta depositada pelas pessoas identifica uma muito especial a oferta da viúva 33° domingo do tempo comum 18/11/2012 profecia escatolÓgica mc 13 24-32 o fim do mundo é descrito com imagens comuns da época do primeiro século a narrativa do evangelho tem por objetivo apresentar o lado positivo do fim dos tempos isto consiste na esperança da vitória e da salvação a qual se dá pela presença gloriosa e poderosa de jesus tem esta característica não pela quantidade mas pela qualidade ela oferece tudo quanto tem duas moedas era o que ela possuía e não o que estava lhe sobrando sugestÕes litÚrgicas a cor litúrgica utilizada nesta celebração é a verde poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases doação total e confiança absoluta em deus ou quando o pouco é tudo na procissão de entrada levar a cruz as velas o lecionário ou o evangeliário isso se a comunidade possuir na oração dos enfatiza-se o triunfo definitivo do filho do homem e também o triunfo daquele que permanecerem fiéis a ele no período de grandes tribulações sugestÕes litÚrgicas a cor litúrgica utilizada nesta celebração é a verde poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases com jesus sem medo ou o amor-salvação de deus é para sempre na procissão de entrada levar a cruz as velas e o lecionário ou fiéis fazendo eco à palavra proclamada procurar lembrar-se de todos aqueles que são excluídos da sociedade e dos que a exemplo da viúva lutam pela construção de um reino de justiça de igualdade de fraternidade e de paz durante a procissão das ofertas além do pão do vinho e da água poderiam ser levados alimentos e roupas que depois serão doados aos pobres cantos apropriados entrada Ó senhor nós estamos aqui ou tu anseias eu bem sei por salvação evangeliário organizar a procissão das oferendas levando objetos a símbolos ligados a vida da comunidade porém não se esqueça de levar o pão o vinho e a água que serão apresentados ao senhor cantos apropriados entrada tu anseias eu bem sei por salvação ou Ó senhor nós estamos aqui aclamação palavra de salvação ou aclamação aleluia ponho-me a ouvir ou o evangelho da vida apresentação das oferendas um novo dia mais vida e esperança ou sabes senhor ou quem disse que não somos nada comunhão todo aquele que comer ou eis que sou o pão da vida ou o nosso deus com amor sem medida envio quero ouvir teu apelo senhor ou nossa alegria é saber que um dia buscai primeiro o reino de deus apresentação das oferendas de mãos estendidas ou ofertar nossa vida queremos ou a fé é compromisso comunhão ao recebermos senhor ou pelos prados e campinas ou cantar a beleza da vida ou eis que sou o pão da vida envio vou cantar teu amor ou quero ouvir teu apelo senhor ou senhor quero te agradecer

[close]

p. 15

edição 175 www.dioceseunivitoria.org.br 34° domingo do tempo comum 25/11/2012 solenidade de cristo rei do universo eu sou rei ­ jo 18 33b-37 este é o último domingo do tempo comum o relato do evangelho mostra que todos os fiéis são julgados a partir do ponto de vista decisivo de uma fé que é ou não vivida corretamente o ato final de jesus é um ato de separação ele vem como rei universal para fazer o julgamento o critério utilizado é o da prática da justiça isto é colocar a própria vida como serviço do amor que constrói um mundo em que a verdade e a justiça fazem aflorar a fraternidade sugestÕes litÚrgicas cantos apropriados a cor litúrgica utilizada nesta celebração é a branca poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases o reino do amor e da justiça ou um rei para um mundo melhor na procissão de entrada levar a cruz as velas o lecionário ou evangeliário e uma imagem ou quadro de cristo rei poderia ser ornamentado o espaço celebrativo com tecido branco e palmas que simbolizam a vitória entrada por causa de um certo reino ou tu és o rei dos reis aclamação buscai primeiro reino de deus ou aleluia Ó senhor abre os meus ouvidos ou aleluia com alegria aclamemos a palavra do senhor apresentação das oferendas de mão estendidas ofertamos ou a mesa santa ou com o pão e com o vinho lembrar à comunidade reunida que esta que com esta celebração se encerra o ano litúrgico b notícias 15 comunhão vejam eu andei pelas vilas ou na comunhão jesus se dá no pão ou eis o pão da vida ou cantar a beleza da vida envio há momentos ou cristo quero ser instrumento ou quero ouvir teu apelo senhor pe cláudio braciak assessor de liturgia animaÇÃo bÍblica seguir ou estar no lugar do mestre de discípulos e missionários passou-se para discípulos e servidores da palavra e isto na missão da igreja estou falando da passagem do acento que o documento de aparecida deu à evangelização para o acento que a cnbb deu no documento 97 para a animação pastoral tanto um como outro são acentos extremamente importantes e urgentes É no entanto mais que necessário que se leve em conta alguns aspectos que essas visões ou propostas contêm os conceitos de discípulo e missionário na visão evangélica unem intimamente a um personagem protagonista que não pode ser outro a não ser jesus de nazaré o mestre ser discípulo de jesus significa segui-lo na sua maneira de ser quando o mestre fala ouvi-lo quando age agir com ele quando caminha caminhar com ele quando ensina aprender com ele etc ser missionário de jesus significa levar como enviado dele a mesma experiência discipular ao mundo para no mundo à voz do discípulo se ouça jesus na ação do discípulo se encontre a ação de jesus no caminhar do discípulo o caminhar de jesus no ensino do discípulo o ensinamento de jesus ele também no trabalho missionário do discípulo continua sendo o mestre da mesma forma falar evangelicamente de servidores da palavra não tem outra conotação que afirmar docilidade à palavra escutando e praticando fazendo com que ela se torne vida por isso leitura orante e a missão da igreja tal qual a missão do discípulomissionário não é outra que levar a todos a obra de jesus de nazaré suas palavras e seus feitos apesar da satisfatória insistência nos documentos da igreja tanto da igreja universal como da cnbb parece que muitas pessoas preferem ao invés de seguir o mestre estar no lugar do mestre esquecem que sempre devem estar no seguimento uma vez que sempre continuam limitados e carentes de aprendizado É a condição própria de cada ser humano limitado pela finitude do criado ao se posicionar no lugar de jesus estas pessoas procuram justificar um falso discipulado algo que já teriam alcançado em plenitude colocam-se na condição do mestre É bom lembrar que quando pedro quis ensinar a jesus este o manda para trás de si cf mt 16,23 quando isso acontece os missionários-não-discípulos ao invés de animar ameaçam ameaçam porque se julgam melhores do que o resto dos humanos pensam que já alcançaram a posição do mestre e que estão autorizados para tirar os ciscos dos olhos do próximo ou pior ainda atirar pedras nos ainda não convertidos os bispos ao propor que toda a pastoral seja animada biblicamente pela palavra de deus não estão sugerindo que os animadores se apresentem como os tais mas que na humildade e sinceridade reconheçam tudo de bom que existe no mundo e nas pessoas e que se disponham em colaborar com qualquer iniciativa que como fez o mestre de nazaré favoreça a vida a começar pela vida dos pobres dos ofendidos e humilhados da história animar biblicamente a pastoral é inconcebível sem conversão sincera e duradoura do animador a partir dessa reflexão pode-se concluir que a igreja como cada cristão precisa seguir com mais humildade ao seu mestre para poder cada vez mais como ele exercer o profetismo deixando em segundo plano sua política de imposição ou de vencimento o que o mundo de fato necessita no dia de hoje é que cada ser humano os cristãos estão nesse mundo e fazem parte da humanidade ­ colabore com a vida de tudo e de todos quando a igreja ou os cristãos perdem a dimensão do serviço perdem também a dimensão do reino de deus que está em processo de instauração no mundo o cardeal martini milão falecido há pouco disse em uma das últimas entrevistas após uma vida de muita doação pela renovação da igreja a igreja é pouco capaz de servir às exigências do mundo de hoje pensa demais em termos políticos sobre como vencer e assim perde a capacidade profética entrevista a aldo maria valli em fev/11 essa preocupação do como vencer é típica de quem se julga no lugar de jesus porque já alcançou a altura do mestre aí é que mora o perigo ninguém é melhor que ninguém o chamado de jesus para que o sigamos no caminho da santidade carregando cada um a sua cruz é para todos e esse caminho certamente levará à morte para somente então ressurgir para a vida nova o melhor testemunho para que o mundo possa crer é o testemunho do seguir o mestre não o do estar no lugar do mestre pe mário glaab por por vigário paroquial paróquia perpétuo socorro são mateus do sul www.marioglaab.blogspot.com

[close]

Comments

no comments yet