Jornal Via Tecnológica - 1ª Edição

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

faculdade de tecnologia de botucatu ano 1 n.º 01 fev 2011 dia dez de setembro de 2002 numa cerimônia concorrida por muitas autoridades políticas eclesiásticas acadêmicas e da comunidade botucatuense era inaugurada a faculdade de tecnologia de botucatu discursos aplausos aos compromissos que foram assumidos pelos representantes do governador do estado de são paulo a nossa fatec podia oficialmente iniciar suas aulas a capela era o embrião da grande faculdade que estava por vir os cursos de logística e informática davam início ao processo de instalação da faculdade e para isso todos os esforços foram dispensados no sentido de proporcionar aos 80 alunos 8 funcionários e 8 professores todas as condições para a tão almejada formação profissional a capela hoje bloco a foi transformada em duas salas de aula secretaria acadêmica e diretoria de serviços administrativos diretoria e coordenação de implantação dos cursos no transcorrer dos anos a estrutura foi ampliada foram construídas as novas centrais de aulas hoje chamadas de blocos b e c um laboratório para produção de biodiesel um ginásio poliesportivo e já no próximo ano mais dois grandes prédios serão construídos para abrigar equipamentos e laboratórios dos diversos cursos no nasce o nosso jornal hoje contabilizamos cinco diferentes cursos de graduação com os quais atingimos cerca de 1500 alunos 60 professores e 30 funcionários foi criada a associação atlética acadêmica da faculdade de tecnologia de botucatu e já se encontra em processo de criação a empresa junior que permitirá aos nossos alunos aplicarem no mercado os conhecimentos adquiridos em salas de aulas visando acompanhar o rápido crescimento da faculdade e com ele o volume de informações acontecimentos relevantes e novidades estamos lançando o via tecnolÓgica um jornal que será um grande canal de comunicação da fatec botucatu o qual tem por objetivos principais divulgar fatos relevantes eventos e aquisições que ocorram no âmbito desta instituição assim como criar um espaço para a socialização de textos acadêmicos informativos e literários produzidos pela comunidade fatecana para isso conclamamos a todos que participem de mais esta conquista contribuindo com comunicações e informações sobre o nosso dia a dia um forte abraço e sucesso a todos nós foto aérea da fatec botucatu além do crescimento da estrutura física novos cursos foram criados tecnologia em produção industrial agronegócio e radiologia abrindo novos horizontes e perspectivas profissionais aos jovens de nossa região prof dr roberto antonio colenci diretor prof dr celso fernandes joaquim jr vice-diretor diretoria acadêmica o órgão responsável pela matrícula documentação dos alunos elaboração de listas de presenças aos docentes emissão de documentos atestados histórico escolar extrato de notas registros de notas recebimento de requerimento dos alunos informações acadêmicas referentes aos alunos outros serviços são oferecidos pela diretoria acadêmica manutenção de vaga matrícula exames de proficiência aproveitamento de estudos integralização do curso e abono de faltas na matrícula o calouro recebe um material com informações valiosas que devem ser lidas com muita atenção atualmente estão matriculados 1620 alunos veteranos e ingresantes diretora acadêmica martha aparecida augusto É diretoria administrativa rgão responsável pelos setores de administração financeira de recursos humanos e de manutenção da faculdade cujo campus está localizado ao norte da cidade a aproximadamente 5 km do centro comercial ocupando uma área de 85.000 m2 possui um estacionamento para 1.000 veículos 1 quadra poliesportiva e 4 prédios bloco a diretoria vice-diretoria diretoria administrativa coordenação dos cursos 1 laboratório de informática auditório para 80 pessoas e salas de projeto e de pesquisa bloco b 9 salas de aula 3 laboratórios de informática e seção de estágios bloco c diretoria acadêmica biblioteca sala dos professores 6 salas de aula e 1 laboratório multifuncional bloco d laboratório de biodiesel está previsto para este semestre o início da construção de um prédio 1.800 m2 que atenderá a vários cursos e um laboratório para o curso de agronegócio 300 m2 a previsão para a conclusão é de 1 ano também futuramente haverá uma portaria oficial para a fatec diretor administrativo josé roberto sperandim pág 01 Ó

[close]

p. 2

minha experiência como aluno da fatec enho certeza que aqui na fatec botucatu por mais exigente que seja seu professor jamais lhe deixará sair da aula com dúvida nestes três semestres senti que além de aprender ampliou-se minha perspectiva de vida pois na fatec você é estimulado a crescer com cursos extracurriculares estágios experiência profissional do corpo docente iniciação científica escrever para o jornal demais não acham entre outras coisas vejam meu caso trabalho na área de enfermagem e entrei na fatec para estimular meu marido a estudar mas acabei me apaixonando pelo curso de informática apesar da dificuldade de transição e já busco oportunidades de mudar de área a fatec sozinha pode até tentar tornar você melhor mas com sua dedicação pessoal garanto que sairá um exímio profissional na área que escolheu boa sorte márcia paula prete ­ 3º ciclo de informática para gestão de negócios vespertino t ciantes do curso de produção acreditamos que muitos de vocês encontram-se neste momento tão eufóricos e ansiosos para iniciar este curso e ao mesmo tempo sentem certo medo ao enfrentar o desconhecido pois entrar na faculdade ainda mais em uma pública é o sonho de muitos como um dia foi o nosso e também um grande desafio a ser vencido pois é o início da caminhada que poderá direcionar o seu futuro gostaríamos de tranquilizá-los informando que vocês fizeram uma ótima escolha ingressando em uma excelente faculdade com ótimos professores com conteúdos atuais e muito aplicáveis em nossa vida profissional acreditamos que muitos de vocês estão receosos porque seus amigos parentes e conhecidos dizem que ser aprovado nos ciclos é muito difícil mas isso não passa de um paradigma já que com base em nossa experiência podemos afirmar que para vencerem os ciclos basta esforço dedicação e perseverança e no final de cada ciclo não se esqueçam da comemoração pois é fundamental celebrarmos nossas conquistas bem pessoal lembramos que o nosso curso é uma ótima opção tanto para vocês que ainda não ingressaram no mercado de trabalho e querem estrear em grande estilo quanto para os que já estão atuantes e almejam um crescimento profissional acima de tudo aqui vocês estarão conquistando novas amizades que serão muito importantes em suas vidas vamos prá batalha deus abençoe e ilumine o caminho de todos mário fernandes vasques júnior e renato da silva cardoso ­ 3º ciclo de produção sejam bem-vindos caros colegas ini que posso dizer sobre minha experiência como aluno do curso de logística da fatec botucatu primeiramente posso afirmar que foi uma escolha acertada pois o curso é muito especial ao iniciá-lo percebi que seria uma experiência única pois teria a oportunidade de aprender o que realmente importa para o mercado de trabalho atual e com quem realmente entende pois o corpo docente é muito bem preparado apesar de estar cursando há apenas um ano já percebi melhorias significativas no meu dia a dia em casa e principalmente no trabalho pois já consigo aplicar alguns dos conceitos que tenho aprendido em sala de aula posso dizer que quando iniciei tinha uma visão um tanto limitada sobre muitos assuntos e hoje graças ao curso esta limitação deixou de existir e com isso já consigo me comunicar melhor e no trabalho me organizar de forma muito mais produtiva do que antes o que já me possibilitou inclusive uma promoção para um cargo de chefia além de tudo isso o ambiente é muito legal e agradável e percebo que com o passar dos dias é possível estreitar cada vez mais os relacionamentos com colegas e professores o que sem dúvida ajuda muito no desenvolvimento profissional enfim estou muito feliz por fazer parte da família fatec botucatu rodrigo césar raul ­ 2º ciclo de logística uando o curso de tecnologia em radiologia iniciou em botucatu fiquei muito interessada pois há algum tempo venho trabalhando como administradora de clínica de diagnóstico por imagem sou casada com um médico radiologista que me incentivou quando lhe disse que eu tinha interesse pelo curso de radiologia desde o princípio ele me disse para escolher a fatec e hoje estou muito feliz por estar fazendo parte dela em primeiro lugar porque a fatec me surpreendeu e ainda me surpreende pela organização dedicação e consideração dos professores entrosamento entre os alunos e principalmente pelo respeito da coordenação e direção da fatec por nós alunos somos um curso novo com muito ainda para crescer com muitos pepinos para resolver muitos laboratórios prá construir mas fico confiante que vamos superar tudo isso meus colegas sabem que quando comparo nosso curso com algum da unesp sou formada em agronomia em botucatu no ano de 1992 sempre digo sintam orgulho de estarem aqui pois estão num curso tão bom quanto qualquer um da unesp e tenho certeza que vamos sair daqui bons profissionais e se nos dedicarmos prá valer vamos ser um dos melhores profissionais na nossa área ana lúcia marcondes ­ 2º ciclo de radiologia o empre fui o tipo de pessoa que tem o interesse em descobrir coisas novas em todos os ramos do conhecimento e um deles é o fascinante ramo da informática e da tecnologia sempre tive o interesse em saber como é produzido um programa de computador além de seu funcionamento meu ingresso na fatec botucatu está proporcionando tudo isso É claro que preciso um esforço muito grande além de grande dedicação porém acredito que no final vou conquistar a vitória pois tudo o que vem com esforço e luta é mais gratificante além disso é uma experiência fantástica compartilhar experiências e conhecimentos com pessoas que tenham o mesmo interesse que tenho proporcionando assim um grande avanço como pessoa e como futuro profissional da tecnologia ronald barbosa da silva ­ 3º ciclo de informática para gestão de negócios noturno ptamos pelo curso de agronegócio por diversas razões a principal delas é o fato de nos identificarmos com o curso e gostarmos de todo o conjunto de operações que envolvem o agronegócio desde antes dentro e depois da porteira outra razão é a de estudarmos em uma faculdade conceituada a fatec reconhecemos que somos privilegiados pois contamos com professores mestres e doutores através dos quais adquirimos conhecimento da melhor qualidade contamos ainda com uma direção de extrema capacidade que está sempre aberta a sugestões dos alunos o curso nos permite enxergar novos mercados de trabalho a cada novo ciclo amplia-se o conhecimento e com isso novas ideias e novas oportunidades vão surgindo cabendo a nós identificá-las ainda que este curso seja novo no brasil estamos certos de que há um mercado de trabalho amplo e inovador onde teremos grandes oportunidades seja em empresas ou em nosso próprio negócio contudo precisamos nos preparar na busca constante de conhecimento através de informações atualizadas para sermos bons profissionais não depende apenas dos professores ou da escola depende muito mais de nós e por essa razão devemos buscar outras fontes de informações e experiências como simpósios palestras seminários estágios e pesquisas estamos exatamente na metade do curso convivendo com colegas já há um ano e meio onde compartilhamos momentos bons e momentos difíceis cada um com suas ideias suas dificuldades porém todos com um único objetivo a oportunidade de melhorar como pessoa e como profissional anete santos jordão e agnaldo bento jordão ­ 3º ciclo de agronegócio pág 02 s o q

[close]

p. 3

o que é ser tecnólogo em agronegócio curso superior de tecnologia em agronegócio enquadrase no eixo tecnológico dos recursos naturais o profissional dessa área não só se preocupa com os recursos escassos da natureza frente às ilimitadas necessidades humanas mas também está atento ao produtor rural e seus problemas viabilizando soluções tecnológicas competitivas para o desenvolvimento de negócios na agropecuária a partir do domínio dos processos de gestão e das cadeias agroindustriais também é de sua responsabilidade a procura de novos mercados analisando a viabilidade econômica de projetos e oportunidades de negócios além disso o tecnólogo em agronegócio estuda e realiza o beneficiamento logística e comercialização dos produtos do agronegócio por isso é importante que esteja atento às novas tecnologias do setor rural à qualidade e produtividade do negócio a fim de definir investimentos insumos e serviços visando à otimização da produção e o uso racional dos recursos pode atuar junto à agricultura familiar desenvolvendo oportunidade de negócios com a diminuição dos custos de produção agregando valor aos produtos objetivando maior lucratividade também atua junto a associações de produtores rurais cooperativas bancos prefeitura propriedades rurais empresas e organizações vinculadas à área além de instituições de ensino e pesquisa o momento econômico pelo qual passa o país é propício para a atuação do tecnólogo em agronegócio considerando-se a crescente necessidade desses profissionais nos diversos segmentos do agronegócio principalmente aqueles além da porteira para ser tecnólogo em agronegócio é necessário que o profissional se interesse pelos processos de produção agropecuária não só em âmbito nacional como internacional abrangendo desde o planejamento do projeto até o consumidor final passando pelo conhecimento dos mercados captação de recursos e logística além disso o tecnólogo em agronegócio é um profissional de nível superior apto a realizar pós-graduação lato sensu especialização e/ou stricto sensu mestrado e doutorado prof dr osmar delmanto júnior coordenador do curso de tecnologia em agronegócio o requeiram o emprego de sistemas de informação seus conhecimentos tecnológicos e científicos permitem atuar na gestão de negócios em empresas dos setores primários secundários terciários e no serviço público federal estadual ou municipal esse profissional estará capacitado ainda para exercer julgamento da melhor solução em avaliação de riscos para tomar decisões para propor modelos de gestão inovadores para elaborar rotinas de trabalho implantar sistemas que levem à viabilidade econômica de investimentos que favoreçam as técnicas de comercialização técnicas de planejamento e controle com uso pleno de ferramentas da tecnologia da informação pode dedicar-se à direção e ao gerenciamento de seu próprio negócio à prestação de serviços de assessoria ao ensino e à pesquisa tecnológica dentro de seu campo profissional atualmente o curso conta com 232 alunos no período vespertino e 236 no período noturno sendo que o número de estagiários nas empresas da região ultrapassa a 150 alunos além disso o curso de informática é responsável por 17 projetos de inclusão social digital na cidade e região cujos monitores são graduandos e todos remunerados prof edson aparecido martins coordenador do curso de tecnologia em informática para negócios o que é ser tecnólogo em radiologia ra começar é ser formado em um curso superior é preciso esclarecer porque muitas pessoas confundem É passar pelo menos 3 anos na faculdade e cursar disciplinas das áreas técnicas em radiologia como ressonância magnética tomografia computadorizada ultrassom medicina nuclear litotripsia mamografia radiologia vascular neurorradiologia anatomia fisiologia entre tantas outras além das disciplinas da área de gestão como empreendedorismo administração e criação de empresas além das disciplinas teóricas o curso contempla 720 horas de disciplinas práticas com aulas no hospital das clínicas da faculdade de medicina da unesp de botucatu o que o torna único por contar com docentes e auxiliares da fatec e da unesp todas as atividades desenvolvidas durante o curso visam formar não só um profissional mas um cidadão completo que pode atuar auxiliando os profissionais da área médica em equipes clínicas montar seu próprio negócio e seguir a carreira acadêmica o que demanda muito esforço e estudo por parte dos alunos que têm demonstrado interesse e colaborado muito para manter a boa imagem do nosso curso o mercado aguarda ansioso pelo tecnólogo em radiologia e a fatec de botucatu não tem medido esforços para atender às necessidades deste mercado profª ms vivian toledo santos gambarato coordenadora do curso de tecnologia em radiologia p o que é ser tecnólogo em informática para negócios curso de informática para negócios gira em torno de dois eixos a informática utilizada como ferramenta para a gestão de negócios desse modo o tecnólogo em informática para negócios estará habilitado a efetuar atividades de negócios que o pág 03

[close]

p. 4

o que é ser tecnólogo em logística o que é ser tecnólogo em produção industrial cenário mundial de atuação das empresas está vinculado hoje ao processo de internacionalização e globalização da economia com graus crescentes de competitividade nesse cenário também é crucial destacar a relevância dos avanços tecnológicos a aplicação de conceitos de produção e operações por isso empresas de manufatura e serviços requerem que o profissional tenha conhecimento dos processos operacionais gerenciais e estratégicos dos negócios da organização e também conhecimento das tecnologias que promovem agilidade às operações com ganhos em produtividade e minimização dos custos o tecnólogo em produção industrial atua nas organizações industriais buscando a melhoria da qualidade e produtividade industrial dentre as atividades desempenhadas por esse profissional destacam-se a identificação e o estudo de oportunidades de negócios na área industrial coordenação de equipes de produção diagnóstico e otimização de fluxos de materiais e a utilização de conhecimentos da logística industrial no transcorrer do curso o aluno adquire conhecimentos em equipamentos e software de última geração principalmente na área de automação industrial adquire também habilidades na gestão de processos gestão de pessoas utilizando as ferramentas de qualidade para um processo de melhoria contínua na otimização de tempos e movimentos no processo produtivo conseguindo lidar com seus colaboradores para que os mesmos tenham o máximo de produtividade e estejam preparados para o trabalho em equipe desta forma o tecnólogo em produção industrial é um profissional apto a agregar valor aos processos industriais tendo como consequência a redução de custos e o aumento da lucratividade das empresas portanto pode-se afirmar que o tecnólogo em produção industrial vem preencher a lacuna de profissionais capacitados no ramo industrial seja atuando em gestão de processos e pessoas ou em áreas estritamente técnicas esta característica confere a este profissional um grande potencial de empregabilidade nos mercados de botucatu e região prof adolfo alexandre vernini coordenador do curso de tecnologia em produção industrial o tualmente a logística é considerada o centro de agregação de valores nas empresas seu diferencial competitivo para atender a essas necessidades o perfil do profissional que trabalha nesta área mudou os tradicionais engenheiros e administradores que trabalhavam na área hoje disputam espaços com bacharéis e tecnólogos em logística com isso o mercado tem recebido profissionais mais qualificados para quem está estudando logística e buscando seu espaço no mercado de trabalho isso significa que encontrará um mercado não somente mais concorrido como também os concorrentes são mais qualificados do que eram antes no entanto este não é motivo para desânimo a logística está crescendo muito no mundo e no brasil temos muito espaço para melhorar as empresas só têm a ganhar a logística consegue gerar mais lucro agregar mais valor e melhorar a competitividade ao mesmo tempo os dirigentes têm acesso a profissionais mais qualificados e com conhecimentos específicos nos processos logísticos situação melhor do que a encontrada há alguns anos além do conhecimento técnico em sua área de atuação o profissional de logística deve ter algumas características adicionais para seu bom desempenho como · liderança pois gerenciar a cadeia de suprimentos exige trabalhar com equipes interdisciplinares e integradas · visão estratégica para identificar as oportunidades que sua organização deve aproveitar para alavancar o crescimento · visão globalizada movimentar materiais através de fronteiras passa a ser rotineiro para este profissional conhecer outros idiomas entender e respeitar outras culturas são hoje requisito mínimo para este profissional · conhecimento gerencial e organizacional pois os processos logísticos estão fortemente interligados com diversas outras áreas da empresa e a otimização dos processos e a adequação do serviço pela logística a outros setores só ocorrerá com uma visão gerencial e organizacional ampla · interesse tecnológico torna-se imprescindível já que a presença da tecnologia nos processos da cadeia de suprimento está cada vez mais forte e também se tornou um diferencial competitivo para muitas empresas com ela se obtém uma produtividade nunca antes imaginada obtendo a redução de custos agilidade na movimentação de materiais e informações estratégicas para a organização o profissional inserido neste cenário não pode ficar atrás da tecnologia deve não só conhecer bem as ferramentas atuais de sua função mas também conhecer outras opções e o que está sendo desenvolvido para o futuro profª ms bernadete rossi barbosa fantin coordenadora do curso de tecnologia em logística a expediente via tecnológica é um jornal da faculdade de tecnologia de botucatu site www.fatecbt.edu.br av josé Ítalo bacchi s/n ­ jardim aeroporto botucatu sp 143814.3004 diretor prof dr roberto antonio colenci vice-diretor prof dr celso fernandes joaquim júnior editores prof.ª dr.ª adriane belluci belório de castro e prof.ª teruko murakawa watanabe diagramação júlio cesar do carmo júnior graduando colaboradores alunos professores e funcionários da fatec botucatu tiragem 2000 cópias impressão igral ­ indústria gráfica ltda 143882.4813 distribuição gratuita para alunos professores funcionários e comunidade de botucatu e região fale conosco jornal@fatecbt.edu.br pág 04

[close]

p. 5

profissionais formados pela fatec nal ssio forfi n i pro ida sobre pon v esco ha nte oram oje lh min ange o f ho h te me c er uma c m ercav arrei o e to abr istraçã e ten iamen ar r se à a r ess u c minh m em 20 a e onde suc cimen admin rgo q a dia apli ma estud 04 c a mã loga uueea lid que ca o e he me long m logís mam nfesso q r estas e de u con eting çar o que nho s até atec ue q o do r tica a e f es e te ãe q k rte me ip an so ar sa uan am as pa ua seu e mas de atec de m ra alc a equ porte de pes nom grand a spaç nos que assim ndo eu c do meni decisões n i oev se pa os an o m na n que resce gra o à f oções is pa e um ande stão com val e o seuo ev ca n enta dor d e gr a ge xtrem mas rande putafatos s 90 co m cresce saram o o eu cre r quero nca disd i ser te m pe m setor ndo e sci edaega re t a c do d liados à r má funda orden entes desd l ao idade go de a boa e tra certe spectivas celerada de logís amadure nóo s li endi iona a c o al c sc r balho ment tica c ci ao za de da fa um to de c n ss emoa ad p o mo q r t co vári que a profi evante sider que te átic a for ec botuc ingressei ue o cur escer mu no merca nquistou n tu e rel rm so m atu e maçã na v ito m do d om o do ica o fo co ca c it esde de pó i turm e abri o me m 20 ais p in u eé ã ét ri o 0 s mu duta ser t vos el c bot lar e -graduaç abriu po 5 além a de log a portas or esses açã emnrd í ã b con e não ecuti a fat i for ees olsista n o no qu tas para as possib stica e tr o mercac­ a ­ 8 al es proc od os ex ente de t o de ansp ilida p tr id usp essos colhi or des e parta come m o lme 200 no m e s merc tes ç cen cipal ercad e a s em em 2 ar a atua ano de ento de fui aceit eletivos ado nder 2 d a 0 pri no m ues cio soma 10 com como pro 008 log ngenhari como al e cursos ing negó ão ç auodfpm de fi o a todas erspecti essora n surgiu de trans na regudo m a opo vas d zae a uni porte as co gel stão endse busc r ra a ge a se colha ce nquistas ingressa ade da f tunidade s da rta e mpre atec nesse r no para ar p gu d d s alcan ça e que q últimos a outorado arulhos mon uem iq espe nos tenh em 2011 em d ue mart ra c ins g ezem ansa o a certez bro/2 o ma a 007 mes ­ f s que orma m ção logí istica da pr e tra cios nspo negó 2005 no de rtes o gestã agosto de resas e em em p de em nfas ão de ampo com ê tucatu ática fatec bo dministraç lação ao c campo c não só m a al pela fate re infor da izaa em vidas em tão em qu ática o orcionada o em rmandos b d prop de aprend ues forma a de fo um m itas dú raduação orm ócio se sólida ag a ba sou turm a a q penas inf indo e mu o de traba aluno um antav d onclu a e neg o mercad ano garante ao meira to estou c a época ador e lev deríamos formática s antes rtas para re po ística no ren ócio que in men de foi um era inov como ab a formada em log p s g var do mo e se a ampo e compro de ne o lun ixa da catu pud como a facul ois o curs formação a os dois c de gestão nossa ca mecei alho a fatec botu p a ser gradu roaação mos após licerce pa r é na áre público da uperior c ei no 2007 pela eso que representa de omo atu s io lh o ría ea eop ão atuei c e balha e serviu d ficação ma m concurs o o ensino ente traba o para diferença a graduaç a tra nte ura d enti atec dura unerado na prefeit ido iorm mu é qu sand letiv da pela f fato u caso a id provado e essem cur p poster ocesso se fissional receb io rem a estág e v s pr ro já havia ões estagiária no m formar fui vados esti granada ar de um ha vida p r provas o término organizaç in ip e antes d po e va ro ha no e m ue os ap artic rso em m aram e grandes otucatu n d b scood de de ao puqm mi ss idade de e e de trabalh xigia ar na cida e botucatu ância do c didatos pa provado e s lições a possibil ropostas e p m iu d d a ia alh ort an porcionara ssa formação serv se ue me pro a trab s da unesp ial a imp pois os c grupo e fu botucatu faculdaq pó e firmar qu a u te rc sar numa e tro de durante d gerente a posso a eu pudesse ingres camp nte come ais eviden âmicas d lh ades u in ia cen te as que s universid assis u a ficar m entais e d na agênc oas e outr al hoje so reparado ase para s melhore ra atuar denb amnp ço ss da em uma d s pa come comporta missiona stão de pe o profissio ue estou e grande graduação p e me abriu porta mpresa o q s ge em uma e o eiro ensã l sinto este função c unes et rim rmação uiçã do país eting inha asc ncia fo ark ira ntrib oi o p ha área de o mercado prime iderança m uito com m nção gere a fatec f grande co tro de min l de grande força n ulefo na sobre ribuíram m prmeira ue surgirã dúvida d ênmultinacio t ística com ão e con ulo minha nidades q onal e sem d est ação log rm rtu ssi ód em g philo ­ fo de m novas opo vida profi soa nfase Érica thio sportes em 2007 es as ha com ê ran tica para ara a min ualquer p fase em t q p formá passo carreira de ão in aç ­ form para a igatto 05 no r to/20 caeta os drigo os em ag ro óci g de ne pág 05

[close]

p. 6

biblioteca um espaço para pesquisa e estudo a fatec botucatu conta com uma ampla biblioteca que equivale a aproximadamente dez salas de aula nesse espaço que comporta até 200 alunos estão distribuídas 12 mesas e 8 computadores há também uma sala reservada para grupos de estudo além de ser um ambiente adequado para pesquisa e estudo eventualmente destina-se a exposições artísticas o acervo oferece mais de 4200 livros para consulta e empréstimo além de 600 obras em multimídia vídeos dvds trabalhos de conclusão de curso em cds outra opção para estudo é o acesso à internet iniciação científica na fatec botucatu programa de iniciação científica e tecnológica da fatec botucatu picit é um programa de inserção do aluno de graduação em atividades de pesquisa científica e tecnológica possibilita uma formação complementar à formação acadêmica pela integração entre a teoria e a prática no processo de aprendizagem o programa visa despertar a vocação científica e desenvolver talentos para a pesquisa mediante a participação de estudantes de graduação em projetos de pesquisa desse modo o aluno tem oportunidade de integrar e consolidar o aprendizado além de desenvolver a autoconfiança com relação à vocação e competência profissionais na carreira escolhida o exercício da pesquisa permite ao aluno revisar questionar testar ou até mesmo propor novas hipóteses teorias e/ou metodologias as quais servirão de base para o desenvolvimento de uma visão mais crítica da sociedade visa também estimular pesquisadores a engajar estudantes de graduação nas atividades de iniciação científica e tecnológica integrando jovens em grupos de pesquisa a experiência adquirida pela participação no picit seja na vivência de laboratório seja na redação de artigos científicos prepara e qualifica o aluno para os programas de pós-graduação de forma a acelerar a expansão e renovação do quadro de pesquisadores como consequência tem-se o aumento da produção científica em prol do desenvolvimento da tecnologia nacional informações adicionais poderão ser consultadas no site da faculdade prof dr alexandre dal pai responsável pelo programa de iniciação científica e tecnológica o horário de funcionamento segundas e quartas-feiras das 13h30 às 22h30 terças quintas e sextas-feiras das 13h00 às 21h50 sábados das 8h às 12h para quem gosta de praticar esportes e participar de eventos pode contar com a associação atlética acadêmica da faculdade de tecnologia de botucatu aaaftb a atlética como é conhecida surgiu em agosto de 2010 e nesses poucos meses de atividade já participou de vários campeonatos e conquistou vários títulos tÉkhne lÓgos revista científica da fatec botucatu ékhne lógos é a revista científica da fatec botucatu interdisciplinar tem por objetivo promover e divulgar o conhecimento científico tecnológico e técnico nas áreas de agronegócio informática logística transporte produção radiologia saúde administração gestão engenharias energia meio ambiente e educação nesse periódico com edições quadrimestrais são aceitos para publicação trabalhos originais de todos os tipos de pesquisa a revista é publicada em formato eletrônico e atualmente encontra-se em seu segundo volume para acompanhar todas as edições acesse http www.fatecbt.edu.br/ojs/index.php/revtec t diretoria da atlética erik esbegue presidente rodrigo bicudo vice-presidente bruna murback diretora de eventos daniele domingues secretária josiane finatti diretora de esportes thiago franco da silveira tesoureiro campeã geral do jubs ­ jogos universitários de botucatu com as conquistas de campeã de vôlei feminino vice-campeã de futsal feminino campeã de futsal feminino vice-campeã geral da intertec ­ jogos universitários de tecnologia com as conquistas de campeã de handball feminino campeã de futsal masculino campeã de atletismo masculino 3º lugar futsal feminino 3ª lugar vôlei masculino vice-campeã de truco aática a f omo tem seções a teve c s ará vária enhas ecnológic do via t es você encontr ais res ugural ntextu ão ina as ediçõ temas co esta ediç tinho lite s próxim os sobre o científico can cipação catu na tec botu artigos acadêmic co espaç arti ísti s om sua p ara isso entre ela spaço plurilingu des contamos c os p m ;e ida s deixa de livros os e outras nov u crítica estões o t.edu.br esafi tos sug rário d l@fatecb ão de tex a produç de contato jorna o letivo n lógica n nal ia tecno ício de a nosso ca ótimo in equipe v um confi róxima ra nas p s ediçõe s pág 06

[close]

Comments

no comments yet