Jornal Empresários

 

Embed or link this publication

Description

Edição Outubro/2011

Popular Pages


p. 1

foto antÔnio moreira saÚde pÁg 7 arquivo/je economia pÁg 9 foto antÔnio moreira especial pÁg 10 e 11 cresce o consumo de alimento infantil industrializado médico aconselha alimentos naturais para os recém nascidos mais empregos com a construção de novos shoppings pelo menos oito mil novas vagas serão abertas na grande vitória até 2013 polo industrial de vila velha é alvo de ambientalistas o secretário henrique casamata defende a preservação de áreas verdes ano xii nº 142 www.jornalempresarios.com.br outubro de 2011 foto antÔnio moreira sem controle efetivo consumidores e trabalhadores rurais estão expostos ao risco dos defensivos agrícolas página 6 lucro do banestes encolheu o lucro líquido do banco teve queda de 32,78 no primeiro semestre enquanto o sicoob-es cresceu 124,42 páginas 16 e 17.

[close]

p. 2

2 outubro de 2011 vitÓria/es 11 anos carlos amorim polÍtica econÔmica antonio delfim netto contatodelfimnetto@terra.com.br sem exageros c editorial morte na mesa m nome da modernização da agricultura e visando sempre o aumento da produtividade o brasil vem desde a década de 60 transformando as áreas de plantio em fontes de resíduos tóxicos responsáveis por milhares de casos de doenças muitas vezes com morte entre trabalhadores e consumidores o que deveria ser fonte de vida reflete perda e sofrimento o quadro é grave e alvo de denúncias de trabalhadores e de órgãos de defesa do consumidor que na maioria das vezes permanecem sem eco isto porque o tema agrotóxico é tratado de uma forma toda especial quase sigilosa até pelos órgãos responsáveis principalmente a agência nacional de vigilância sanitária anvisa as análises realizadas nos pontos de venda de produtos hortifrutigranjeiros não são divulgadas e seu retorno é direcionado apenas aos locais onde as amostras foram colhidas o quadro é aterrador e caso fosse investigado efetivamente nele estariam os questionamentos e respostas para explicar o crescimento de casos e de câncer abortos alergias doenças de pele úlceras ataques do coração entre várias outras enfermidades no entanto os atestados de óbitos e os laudos médicos simplesmente não conseguem apontar para essa ameaça silenciosa sem muita repercussão na mídia mais voltada que está para os níveis de produção agrícola e assim mães geram filhos com deformações crianças que ajudam os pais na lavoura têm asma ou convulsões e os médicos suspeitam de má alimentação o governo que sabe o poder de morte dos agrotóxicos prefere desconhecer quem são os brasileiros contaminados os dados direcionam os programas de prevenção no campo de forma precária pois faltam recursos para mudar uma cultura que já está arraigada no comando dos órgãos oficiais onde a máxima de que todo progresso gera alguma perda é seguida à risca o brasil assume a posição de maior consumidor de agrotóxicos do planeta o espírito santo não fica atrás e apresenta uma agricultura que está entre os que mais empregam fungicidas em suas lavouras a agência de vigilância sanitária anvisa em brasília e no espírito santo se nega a responder aos questionamentos sobre o assunto desse modo os casos de intoxicação aguda com desmaios tonteiras náuseas vômitos e morte provocados por resíduos de agrotóxicos em verduras frutas e hortaliças seguem seu rumo normal e se escondem debaixo de laudos que não mostram a raiz do problema ceifando a vida de milhares de brasileiros a velha e boa agricultura familiar no espírito santo vai perdendo rapidamente a sua principal característica e passa para patamar superior onde a produtividade é o objetivo principal ocorreu um processo de convencimento com maior oferta de crédito sempre acompanhada pela prescrição de agrotóxicos o veneno passou a ser sinônimo de desenvolvimento mesmo que com essa transformação a morte esteja presente na mesa dos brasileiros leia reportagem na página 6 omentários recentes divulgados nas páginas econômicas e colunas especializadas em finanças têm feito referência aos riscos que envolvem a disseminação do crédito ao consumidor alguns analistas revelam o temor que possa se formar no brasil uma bolha de crédito a exemplo do que aconteceu nos estados unidos na década passada ou algo similar ao que se vê hoje no continente europeu essa é uma preocupação normal dos analistas em tempos de crise global mas não creio que se aplique ao brasil É preciso ter as informações corretas e elas não apontam naquelas direções pelo contrário as melhores informações que se tem hoje sobre os níveis de comprometimento do crédito no brasil são as que se encontram na última pesquisa da ffa consultoria e pesquisas econômicas uma organização a serviço da federação do comércio de são paulo elas possuem uma amostragem ampla e cuidadosa do comportamento das operações do crédito nas capitais e outras grandes cidades em todo o brasil são ponderações muito ajustadas do que eu conheço trata-se do melhor levantamento que existe sobre o endividamento do consumidor a pesquisa da ffa mostra que não tem base a perspectiva de que se está formando uma bolha de crédito no brasil em primeiro lugar o que existe é que houve uma disseminação maior do crédito das famílias no ano passado que continua este ano alimentando o crescimento do consumo em segundo lugar é preciso lembrar que as medidas macro prudenciais que o banco central e a fazenda utilizaram ainda não completaram os seus efeitos de forma que é bem provável que o nível do crédito ao consumidor esteja conforme o limite apontado pelo bc que é de 15 do volume total do crédito hoje talvez um pouquinho acima disso mas seguramente retornando ao limite o terceiro ponto é que não há nenhuma indicação que o nível do endividamento médio da renda mensal esteja aumentando ele na verdade é mais ou menos constante e parecido com 29 da renda isso mantém muito baixo o risco de ocorrer no país uma crise em função dos volumes de crédito É um número bastante aceitável e o sistema bancário brasileiro está muito vigilante temos hoje um controle adequado nas concessões de crédito de forma que é muito improvável dado o cuidado do banco central um aumento da inadimplência em consequência do que seria um exagero no volume de crédito ao setor privado a amostragem feita pela federação do comércio de são paulo através da ffa consultoria e pesquisas econômicas provavelmente é a que tem a informação mais recente constante e segura de todas as pesquisas sobre o crédito ao consumidor no brasil antonio delfim netto é professor emérito da fea-usp ex-ministro da fazenda agricultura e planejamento É publicado por nova editora empresa jornalística do espírito santo ltda me insc municipal 1159747 cnpj 09.164.960/0001-61 endereço rua ferreira coelho 330 sala 613 edifício eldorado center praia do suá vitória espírito santo cep 29052-901 diretor e jornalista responsável marcelo luiz rossoni faria rossoni@jornalempresarios.com.br editor roberto junquilho editor@jornalempresarios.com.br colaboradores antonio delfim netto jane mary de abreu contato comercial décio barcelos comercial@jornalempresarios.com.br site www.jornalempresarios.com.br telefone 27 3224-5198 impressão gráfica jep 3198-1900 diagramação liliane bragatto redacao@jornalempresarios.com.br repórter fotográfico antônio moreira e-mail jornal@jornalempresarios.com.br telefones 27 3224-5198 27 9999-2958 as opiniões em artigos assinados não refletem necessariamente o posicionamento do jornal.

[close]

p. 3

11 anos vitÓria/es outubro de 2011 3

[close]

p. 4

4 outubro de 2011 vitÓria/es 11 anos off mÍdia desempenho o banestes apresentou queda de 32,7 no lucro líquido apurado no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado enquanto no ano passado no período o banco contabilizou r 74,64 milhões de lucro líquido este ano o resultado alcançou r 50,17 milhões eustáquio palhares eustaquio@iacomunicacao.com.br gargalo os projetos dependendo de licenciamento ambiental se acumulam no iema estimando-se que sobe a mais de cinco mil o número de empreendimentos travados pela aparente limitação de técnicos para dar andamento aos processos e o órgão já imprimiu grande celeridade a essas tramitações nos últimos tempos visto que a média de aprovações anuais era a de 600 licenciamentos/ano e agora beira os 2.500 licenciamentos ainda assim é fila para mais de dois anos desempenho ii os fatores desse recuo talvez possam ser creditados ou debitados à nova orientação comercial do banco mas o certo é que o sicoob a entidade financeira das cooperativas do estado emplacou um resultado de r 42,3 milhões de janeiro a junho deste ano o que equivaleu a 84,3 do resultado obtido pelo banestes sem a estrutura do banco oficial do espírito santo gargalo ii para não transigir com os requisitos ambientais em tempos irreversíveis de sustentabilidade cogita-se introduzir o critério da relevância social sobre a mera ordem cronológica das entradas de pedidos no iema por aí o número de empregos prometidos em cada projeto asseguraria sua prioridade em relação a outros que lhe antecedessem mas não fossem tão relevantes na oferta de postos de trabalho cenário as projeções para os resultados do banestes para o trimestre julho/setembro oscilam em torno de r 10 milhões de lucro líquido mantida a média o banco deve registrar lucro pouco maior de r 20 a r 25 milhões na segunda metade do ano o que projeta um resultado final em 2011 de aproximadamente 70 milhões a se confirmar representará uma queda de quase 60 em relação ao lucro conseguido em 2010 cacife sete grandes grupos empresariais se habilitam a disputar a concessão da br-101 três são estrangeiros e quatro nacionais entre os nacionais um do espírito santo um consórcio constituído pelas empresas tervap a madeira e araribóia o mesmo aliás que detém a concessão da rodovia do sol com a terceira ponte incluída timming em função dos resultados que se prevêem para este ano teme-se que o governo do estado tenha perdido o timming da venda do banco cujo preço decorre além dos ativos intangíveis como marca e direitos da relação lucro líquido/patrimônio líquido claro que alienar a entidade envolve essencialmente uma decisão política assentada sobre um critério de gestão mas permitir que o banco entre em curva descendente de resultado compromete todo um trabalho anterior cacife ii o grupo Águia branca examina as possibilidades efetivas da disputa teme-se pela incapacidade dos locais fazerem frente principalmente ao poder de fogo dos estrangeiros notadamente um grupo espanhol que se suspeita poder bancar imbatíveis descontos de até 70 no valor do pedágio o que a longo prazo incorreria em desequilíbrio de contrato e comprometimento do serviço proposto nos termos da concessão metralhadora mariazinha velloso lucas promete atuar na sucessão de vitória agora não se sente mais refém das antigas parcerias do filho luiz paulo traduzindo está à vontade para liberar o repertório de cobras e lagartos timming ii a inviabilidade do banestes enquanto banco estadual é estampada na sua solitária permanência em poder do governo contrastando com os demais estados brasileiros que não bancaram essa decisão É inviável para um banco estatal estadual dispor da tecnologia que o oligopolizado setor bancário nacional hoje exibe condição expansão o grupo allia anuncia no início de novembro a adesão de mais três hotéis à sua bandeira bristoll dois em vitória um perto da terceira ponte e outro em camburi e um nas montanhas no eixo da br-262 a br-262 aliás tem contratada a sua duplicação para o trecho entre os km 19 a 71 a primeira fase como divulgado contemplará o trecho do km 19 ao 46 em marechal floriano a segunda fase se ocupará do trecho entre o km 0 ao km 19 e do km 71 à divisa km 194 o certo é que esse fatiamento não restringe a previsão de que todo o setor estadual da rodovia estará duplicado até 2014 o que potencializa tremendamente os investimentos imobiliários na região potencial o lançamento de dois shoppings center em vila velha o do grupo littig em associação com o empresário fernando camargo e o boulevard vv de otto andrade em parceria com um poderoso grupo nacional do ramo suscita dúvidas sobre um eventual canibalismo ante o limitado potencial do mercado a ser atendido pelos empreendimentos isso porque o shopping praia da costa está aparentemente consolidado aparentemente porque dada à expressão dos parceiros dos outros empreendedores é certo que o mall de walter cavalcante aparece como o mais frágil em relação aos outros concorrentes em brasília tem-se que para além da liberação familiar contornável ante a sensibilidade dos parentes com a vocação inequívoca de paulo hartung a viabilização da sua candidatura passa pela transigência do pt podem estar em curso as mesmas forças estranhas que o dissuadiram a trocar ricardo ferraço por renato casagrande na sua sucessão próprio vencido o primeiro ano de administração o governador renato casagrande tem a oportunidade de adotar seus critérios e princípios na montagem do seu primeiro orçamento já que trabalhou com prioridades eleitas pelo seu antecessor É o momento de imprimir sua marca um resultado positivo que já se antecipa para este primeiro ano de gestão sempre de arrumação é que seu governo alcançará o patamar do r 1 bilhão de investimentos força os manuais de gestão fazem a clara distinção entre poder e autoridade no caso do espírito santo essa distinção é confusa ou ambivalente a romaria ao escritório do ex-governador paulo hartung por exemplo situa-o como o equivalente a um josé sarney no maranhão ou a um acm nos tempos de seu amplo domínio na bahia.

[close]

p. 5

11 anos vitÓria/es outubro de 2011 5

[close]

p. 6

6 outubro de 2011 vitÓria/es 11 anos saÚde populaÇÃo exposta ao perigo salada com tempero de agrotóxico o espírito santo se encontra em posição de destaque entre os estados que mais usam produtos químicos na agricultura por roberto junquilho omates pimentões folhas de alface cebolas batatas levemente cozidas pouco tempero apenas azeite como prescrevem os médicos uma receita extremamente saudável certo errado sem ofuscar o brilho da natureza mas entranhando nas frutas verduras e hortaliças um perigoso e mortal inimigo age silenciosamente os agrotóxicos o uso indiscriminado desses venenos resulta em centenas de casos de câncer abortos indesejáveis deformações físicas alergias entre várias outras enfermidades e atingem não apenas quem consome mas igualmente agricultores diretamente relacionados com sua aplicação a aplicação desses produtos se tornou mais intensa no brasil a partir da década de 60 na época em nome da chamada modernização da agricultura o estado ofereceu aos produtores rurais um farto volume de créditos subsidiados só que os créditos eram atrelados a pacotes tecnológicos que combinavam o emprego de sementes melhoradas ou híbridas com a aplicação intensa de adubos químicos e veneno nas lavouras hoje o brasil ostenta o título de maior consumidor mundial de agrotóxicos e uma triste estatística de milhares de pessoas mortas em conseqüência do uso e manuseio desses venenos especialmente os chamados organofosfarados os alimentos que estamos consumindo estão envenenados e a campanha contra os agrotóxicos pretende denunciar isto à sociedade pesquisas apontam que cada brasileiro consome uma média de t 5,2 litros de agrotóxicos por ano o que tem colocado em risco a saúde da população e gerado um número muito grande de doenças explicou raul krauser membro do comitê nacional dos pequenos agricultores e do comitê estadual da campanha permanente contra os agrotóxicos no espírito santo a médica lia tamara machado de souza do núcleo de vigilância sanitária da secretaria de estado de saúde revela que até junho deste ano mais de mil casos de intoxicações por agrotóxicos em trabalhadores foram notificados no estado mesmo com a precariedade do sistema isto pode ser apenas a ponta do iceberg pois o problema é muito mais grave afirma para ela o aumento de casos de câncer aborto e uma serie de outras enfermidades está diretamente relacionado ao uso de agrotóxicos sem contar os casos de intoxicação exógenas provocados principalmente pelo veneno dos organofosfarados fungicidas utilizados na maioria das lavouras tais como café pimentão tomate café hortaliças frutas e verduras um quarto da população do espírito santo segundo o ibge está ligada à agricultura a médica lia tamara afirma que é uma grande massa exposta aos agrotóxicos por manuseio ou por estar próxima às áreas atingidas o núcleo de vigilância sanitária realiza um trabalho preventivo exigido pelo ministério de saúde a fim de conter o aumento da contaminação no entanto dada à precariedade do sistema os treinamentos realizados nem sempre alcançam os resultados esperados foto antÔnio moreira a aparência saudável de verduras e hortaliças esconde um perigo que pode ser mortal um dos principais problemas é a falta de um diagnóstico preciso conseqüência da ausência de notificação da maioria dos casos de intoxicação tanto de quem manuseia os agrotóxicos como de quem consome o produto final demetrius de oliveira integrante do comitê estadual contra os agrotóxicos afirma que o espírito santo é o estado que mais consome agrotóxicos no brasil em valor absoluto são 4,7 quilos por hectare devido ao uso nas monoculturas de cana e eucalipto e também nas culturas de café frutas e pastagens leia editorial na página 2 a vez dos orgânicos cresce a produção de alimentos orgânicos no espírito santo apesar das dificuldades de comercialização principalmente pelo tamanho dos produtos que são menores do que os cultivados com o emprego da química em vitória uma feira de alimentos orgânicos é armada no barro vermelho nas proximidades do posto de saúde da prefeitura de vitória os alimentos orgânicos são produzidos com base nos princípios agroecológicos isso significa que são mais seguros para quem os produz para quem os consome e para o meio ambiente as propriedades orgânicas buscam diversificar e integrar a produção de várias espécies vegetais com o objetivo de criar ecossistemas mais equilibrados e ajudar na manutenção da biodiversidade além de mais saborosos os alimentos se conservam por mais tempo na geladeira sem perder suas qualidades nutritivas seu processo de produção é artesanal e cuidadoso.

[close]

p. 7

11 anos saÚde alimentos industrializados podem causar enfermidades vitÓria/es outubro de 2011 7 foto antÔnio moreira química em excesso na alimentação infantil a obesidade infantil já é considerada um problema de saúde muito grave resce a cada dia o aumento do consumo de alimentos industrializados para crianças contribuindo para o aparecimento de problemas como obesidade diabetes e hipertensão a alteração do modo de alimentação da criança é agravado com o desmame precoce e a ingestão de leite de vaca que são outros dois dos principais fatores apontados pelos médicos para agravar o quadro outro fator apontado pelos médicos é o aumento do consumo por parte das crianças de alimentos industrializados do tipo junck food como salgadinhos em pacote que possuem elevados teores de sal colesterol e calorias da mesma forma o aumento do consumo de fast food influencia significativamente o crescente consumo de alimentos gordurosos como maionese e batatas fritas o médico pediatra marcos santolin diz que o problema no espírito santo começou a agravar-se há uns 10 anos com ações de marketing mais agressivas ocorreu uma aculturação da comida doméstica e hoje nós temos um problema para resolver a obesidade que já é um problema muito grave nos estados unidos de onde vieram essas novas práticas alimentares afirma ele o pediatra destaque o valor do leite materno que serve alimentaÇÃo infantil correta leite materno desde o nascimento Água e suco de frutas complementado a partir do quarto mÊs com os seguintes produtos c foto antÔnio moreira o pediatra marcos santolin aponta para os perigos da má alimentação para toda a vida do indivíduo ser amamentado é uma atitute que serve para o desenvolvimento físico e também emocional da pessoa diz o médico marcos santolin ele dá a receita para uma boa alimentação infantil a obesidade infantil está relacionada logo na primeira infância com o desmame precoce e a utilização de farinhas para engrossar o leite das mamadeiras ele condena também o uso do leite de vaca diferentemente do leite materno o leite de vaca usado na mamadeira contém sódio e gordura já em excesso É recomendável portanto que o recém-nasci do tome o leite materno até no mínimo o sexto mês o fato das crianças acostumarem-se com o sabor doce logo nos primeiros meses de vida quando muitas mães acrescentam açúcar às mamadeiras de leite também contribuiu para o elevado consumo desse produto entre as crianças sendo um dos motivos da obesidade infantil na avaliação da especialista além disso ele ressalta o sedentarismo infantil devido a muitas horas passadas em frente da televisão isso também tem grande influência pois a diminuição da atividade física leva ao menor gasto energético frutas em água fervendo legumes e raízes amassadas 5 e 6º mÊs carne vermelha magra e peito de frango 6º mÊs comida da família feijão arroz etc amassada 9º mÊs peixe ­ comida da família

[close]

p. 8

8 outubro de 2011 vitÓria/es 11 anos economia negÓcios empresa ganha prÊmio de reconhecimento samarco é a mais transparente a mineradora recebeu o troféu transparência concedido pela anefac um dos mais importantes do setor a samarco foi eleita uma das três empresas mais transparentes do brasil ­ e a principal entre as de capital fechado ­ pelo prêmio anefac ­ fipecafi ­ serasa experian 2011 as outras vencedoras foram embraer e tractebel energia ambas de capital aberto a empresa recebeu o troféu transparência em reconhecimento à clareza e à qualidade de seu relatório da administração e demonstrações financeiras de 2010 durante a cerimônia a empresa foi premiada também com o troféu contador e recebeu uma homenagem por fazer parte do grupo que participa do prêmio anefac ao longo dos 15 anos de sua existência o gerente geral de controladoria da samarco gustavo vargas destacou a importância da premiação que busca constantemente as melhores práticas de gestão para alcançar resultados positivos a samarco acredita que os públicos com os quais nos relacionamos querem e devem se sentir parte do negócio por isso a transparência a ética e o diálogo fazem parte de nossas prioridades a conquista do troféu transparência comprova que estamos no caminho certo avalia essa é a segunda grande conquista da samarco em 2011 a empresa foi também eleita a melhor mineradora do brasil no prêmio maiores e melhores da revista exame a companhia apresentou o melhor desempenho econômico-financeiro entre as mi neradoras nacionais e foi a que mais contribuiu com produtos e serviços para a sociedade no último ano o prÊmio criado em 1997 o prêmio anefac ­ fipecafi ­ serasa experian incentiva a transparência corporativa no mercado com avaliação da fipecafi e patrocínio da serasa experian a comissão julgadora avalia rigorosamente as práticas de transparência nas informações contábeis no que diz respeito à qualidade do relatório de administração e consistência com os dados divulgados dentre outros fatores o troféu transparência é concedido às empresas que possuem os balanços financeiros mais claros e consistentes independentemente de sua situação econômica os demonstrativos contábeis são avaliados por estudantes de mestrado em controladoria e contabilidade da fea-usp a comissão julgadora é formada por professores da feausp e por profissionais da anefac associação nacional dos executivos de finanças administração e contabilidade e da fipecafi fundação instituto de pesquisas contábeis atuariais e financeiras são três categorias capital fechado capital aberto com faturamento até 8 bilhões e capital aberto com faturamento superior a 8 bilhões em 15 anos de história o prêmio anefac ­ fipecafi ­ serasa experian computa empresas ganhadoras nos setores de serviços indústria e comércio são organizações que superaram os princípios básicos na divulgação de suas informações contábeis um número ainda restrito diante do gigantesco mercado brasileiro arquivo/je arquivo/je josé tadeu de moraes ricardo vescovi de aragão novo presidente assume em janeiro depois de anos à frente da empresa josé tadeu de moraes deixa a presidência da samarco em janeiro de 2012 a informação foi dada depois de reunião do conselho de administração da empresa composto por representantes dos dois acionistas bhp billiton e vale em seu lugar assume o cargo ricardo vescovi de aragão o novo presidente tem 41 anos é graduado em engenharia metalúrgica pela universidade federal de ouro preto ­ minas gerais pós-graduado em engenharia de produção pela universidade federal do espírito santo com especializações internacionais pela fundação dom cabral na kellogg eua no insead frança e imd suíça ricardo ingressou na samarco em janeiro de 1993 como engenheiro de processo sua trajetória na empresa inclui cargos executivos nas áreas de pelotização e marketing até assumir em 2006 a posição que ocupa hoje de diretor de operações e sustentabilidade até a posse de vescovi josé tadeu de moraes continua no pleno exercício de suas atribuições como diretor presidente da samarco mineração juntamente com ricardo vescovi e demais diretores se dedica às atividades de transição e continuidade dos compromissos já assumidos com acionistas mercado e sociedade assegurando os planos de crescimento da organização de acordo com ricardo vescovi a estratégia da samarco tem sido a de expandir fortemente a sua capacidade de produção oferecendo pelotas de minério de ferro de alta qualidade para a nossa base de clientes em todo o mundo a estratégia muito bem conduzida ao longo da gestão de josé tadeu de moraes terá continuidade durante a minha liderança a samarco possui unidades de produção no município de anchieta

[close]

p. 9

11 anos economia negÓcios trÊs novos empreendimentos atÉ 2013 vitÓria/es outubro de 2011 9 shoppings geram 8 mil empregos o primeiro centro comercial funciona em novembro próximo no município da serra garantindo três mil novas vagas inauguração do shopping mestre Álvaro em novembro marca a entrada do espírito santo em uma fase de ampliação de postos de trabalho que devem gerar mais de oito mil empregos diretos até 2013 além desse empreendimento a grande vitória ganhará mais três grandes shoppings o boulevard vila velha com abertura prevista para outubro de 2012 o shopping vila velha em 2013 e um outro no bairro bento ferreira em vitória localizado entre vitória e serra o shopping mestre Álvaro quando estiver em pleno funcionamento garantirá três mil empregos diretos nas 282 lojas e 154 salas comerciais que serão construídas ao lado formando um grande complexo empresarial representando um investimento de r 276 milhões do grupo sá cavalcante em outubro de 2012 será inaugurado o shopping boulevard vila velha as obras começam em novembro próximo e a previsão é de gerar 1,5 mil vagas de emprego com investimentos de r 496 milhões a localização do empreendimento porém é considerada muito distante de centros de consumo mais intenso em 2013 será inaugrado o maior shopping do espírito santo com 62.860 metros quadrados para a instalação de lojas área construída de 103.610 metros quadrados e um custo de r 520 milhões o shopping vila velha está sendo construído em um terreno de 148 mil metros quadrados localizado em frente à uvv na rua luciano das neves em itaparica os grupos littig e incospal donos do empreendimento informam que o shopping contará com 220 lojas satélites seis lojas âncoras 10 megalojas 10 salas de cinema ga a arquivo/je o shopping mestre Álvaro está localizado em uma posição estratégica entre os municípios de vitória e serra me center com 1.350 metros quadrados praça da alimentação com 28 estabelecimentos serviço de atendimento ao cidadão quatro agências bancárias e um hipermercado com nove mil metros quadrados o empreendimento vai gerar cerca de 3.500 empregos atrativos o shopping vila velha se localiza em uma área estratégica segundo os empreendedores com abrangência das classes a,b e c envolvendo mais de 400 mil pessoas o shopping será o maior e mais moderno do espírito santo com a previsão é de um fluxo mensal de 1,5 milhão de pessoas esperando-se um consumo no primeiro ano de funcionamento do empreendimento de r 560 milhões em compras embora as obras da primeira fase do novo shopping estejam começando já existe a previsão de ampliação do empreendimento está prevista a construção de três torres empresariais e no segundo semestre de 2013 serão entregues 103,3 mil metros quadrados de área construída totalizando 150 mil metros quadrados com a terceira fase pronta serão 232,3 mil metros quadrados inauguraÇÃo o shopping mestre Álvaro que funciona no próximo mês tem lojas da c&a riachuelo marisa renner e le biscuit as âncoras do empreendimento cujo mix conta ainda com a dadalto centauro opção jeans e vivara entre outras na praça de alimentação o destaque fica por conta de montana grill mc donalds bob s spoleto burger king giraffas e chopp brahma a criançada também tem seu espaço garantido com uma mega loja ri happy e ainda um espaço cheio de diversão da medic games outro destaque do empreendimento é a chegada ao estado do cine araújo com suas salas com sistema max screen e telas de aproximadamente 180 m² cada ou seja as maiores projeções em cinemas no estado centros comerciais caem no gosto popular os shoppings caíram de vez no gosto popular e se tornaram referência na hora das compras somente em 2010 foram 16 inaugurações em todo o brasil no fim do ano passado o país contava com 408 empreendimentos por onde circularam cerca de 330 milhões de visitantes mensalmente mais do que toda a população nacional estimada em 190,7 milhões de pessoas de acordo com dados do censo essa movimentação de brasileiros com mais dinheiro no bolso e ávidos por compras resultou no crescimento recorde das vendas que alcançaram a cifra inédita de r 87 bilhões em faturamento alta de 17 em relação a 2009 segundo dados da associação brasileira de shopping centers abrasce

[close]

p. 10

10 economia negÓcios a implantaÇÃo de polos industriais prossegue segundo a prefeitura 11 ano ação de ambientalistas dificulta movimentação de ambientalistas não vai impedir a implantação de polos industriais em vila velha o prefeito do município neucimar fraga justifica essa posição afirmando que sua gestão prima pelo respeito e preservação do meio ambiente vila velha não tinha um código ambiental e nós fizemos um e o implantamos criamos os conselhos municipais de meio ambiente os conselhos do penedo mantegueira e lagoa grande a reserva de jacarenema existe há mais de 20 anos e não tinha um conselho agora tem diz o prefeito neucimar fraga afirma que debateu a alteração do plano de desenvolvimento municipal pdm com a sociedade promoveu audiências públicas e além disso a matéria foi analisa o prefeito neucimar fraga diz que o município não será uma fazendinha de vitória mas terá projetos que contribuirão p a da detalhadamente com a finalidade de preservar as áreas ambientais a reserva de jacarenema não será reduzida garante para ele sua gestão à frente da prefeitura comprova que é necessário trabalhar em prol do meio ambiente quando comecei o município tinha apenas 14 por cento de esgoto tratado mas com as obras em andamento vamos chegar a 60 por cento e isso é respeito ao meio ambiente também somos uma gestão que entende que a única forma de vila velha se desenvolver é ter polos industriais vila velha não vai ser uma fazendinha de vitória vamos crescer com responsabilidade ambiental e social o prefeito afirma que a cidade sofreu com a falta de planejamento no passado para ele pessoas que em administrações ante riores contribuíram para essa desorganização agora lideram esse movimento que considera contrário ao desenvolvimento do município a cidade sofre com problemas de mobilidade urbana ocupação desordenada de áreas ambientais como aribiri e santa rita por exemplo lembra neucimar fraga diz que o movimento é meramente político isso porque as áreas onde serão implantados os polos não se sobrepõem às áreas ambientais houve debate com a sociedade na câmara de vereadores realizamos estudos e reuniões com os órgãos ambientais e isso tem representatividade e não revisamos o pdm como afirmam mas efetuamos apenas algumas alterações permitidas por lei para garantir o desenvolvimento econômico do município defende o prefeito arquivo/je o prefeito neucimar fraga afirma que as áreas verdes serão preservadas em todo município empresário apóia polo industrial fantástico assim o presidente da galwan construtora e incorporadora josé luis galvêas define as medidas adotadas pela prefeitura de vila velha para transformar áreas rurais do município em área urbana a fim de permitir a instalação de novas empresas como forma de gerar mais emprego e renda É um projeto que pensa vila velha a médio e longo prazo diz para o empresário as alterações no plano diretor do município pdm fazem parte de um planejamento que do ponto de vista técnico merece ser aplaudido pois permitirá que o município aumente sua renda e possa competir com outras cidades em pé de igualdade com a implantação de empresas não poluidoras ambientalmente corretas construção de novas salas comerciais e outros empreendimentos vila velha pode ampliar sua receita que hoje é pequena em relação a vitória e outras cidades afirma o empresá rio ele lembra que a área rural nada recolhe de iptu e de outras taxas enquanto que depois de transformadas em urbanas gerarão renda e emprego a implantação de empresas em vila velha na opinião do empresário trará outros benefícios não apenas ao município com o um todo mas à grande vitoria ele cita os engarrafamentos de trânsito registrados diariamente na terceira ponte no sentido vila velha -vitória pela manhã e no sentido inverso à tarde para ele com mais empresas e empregos em vila velha haverá um equilíbrio no deslocamento de pessoas entre os dois municípios reduzindo os engarrafamentos meio ambiente será preservado a região onde serão implantados os 10 polos industriais totaliza 16 milhões de metros quadrados concentradas na região xuri/seringal fazendo divisa com os municípios de viana guarapari e cariacica a escolha das áreas foi feita mediante um estudo técnico que identificou as regiões apenas como sendo de pastagens obedecendo todas as determinações de leis ambientais federais estaduais e municipais o polo de desenvolvimento sustentável de vila velha podes-vv ficará ao longo das rodovias es-388 e br-101 de acordo com o secretário de desenvolvimento econômico de vila velha harlen da silva o objetivo é estimular a implantação de empresas para uma região pouco habitada do município bem como ampliar o mercado de trabalho nessas áreas a prefeitura vai investir em infraestrutura adequada serviços básicos equipamentos públicos e localização estratégica permitindo rápido acesso às principais rodovias que ligam aos grandes centros consumidores o macrozoneamento divisão territorial de acordo com as condições de uso e ocupação do solo foi criado a partir da elaboração do plano de desenvolvimento sustentável de vila velha pdsvv dÚvidas ­ a comunidade de barra do jucu esteve reunida com represenantes da prefeitura de vila velha para esclarecer dúvidas sobre as alterações no plano diretor municipal na região aprovadas pela câmara municipal de vereadores e sancionadas pelo prefeito neucimar fraga a reunião aconteceu no centro comunitário da barra do jucu os moradores tinham dúvidas a respeito de mudanças no número de pavimentos permitidos para a construção de prédios o pdm para a barra do jucu não sofreu alteração nenhuma a lei continua com a liberação para a construção de apenas dois pavimentos por prédio para o líder comunitário da barra do jucu deni falcão a reunião foi fundamental para o entendimento da comunidade sobre as mudanças do plano diretor municipal a prefeitura está de parabéns pela apresentação afirmou a reunião contou ainda com a presença do subsecretário de habitação marcos costa de vereadores moradores e ambientalistas da barra do jucu empresário josé luis galvêas o mapa indica o novo zoneamento do município de vila velha

[close]

p. 11

os vitÓria/es outubro de 2011 11 a desenvolvimento de vila velha foto bruno menezes para maior desenvolvimento econômico social e ambiental com preservação das áreas verdes projetos têm defesa técnica a prefeitura de vila velha irá contestar dentro da lei todas as manifestações contrárias ao desenvolvimento do município a afirmativa é do secretário de desenvolvimento urbano de vila velha henrique casamata e serve para contrapor as ações adotadas por organizações ambientalistas visando paralisar projetos com a finalidade de implantar polos industriais no município os ambientalistas justificam suas ações afirmando que as alterações no plano de desenvolvimento municipal pdm estão desarticuladas com o projeto histórico cultural e ambiental do município e foram feitas sem ouvir a população o que é contestado pelo secretário casamata realizamos audiências públicas ouvimos lideranças comunitárias representativas e depois disso tudo tivemos a aprovação pela câmara de vereadores composta por representantes eleitos pelo povo afirma ele para o secretário não houve uma revisão geral do pdm como alegam os opositores dos projetos mas sim uma adequação pontual pois a cidade é viva se mexe e precisa ter espaço para a instalação de indústrias apesar de ser o maior município do espírito santo vila velha sente a falta de indústrias ­ só temos a construção civil e a nestlé ­ e precisamos de espaço para atrair novos investimentos defende casamata o que existe segundo ele é uma movimentação política sem sentido e explica os projetos foram aprovados pelo conselho de desenvolvimento urbano condur órgão de grande representatividade integrado por 27 entidades setor produtivo administração municipal e representantes da sociedade organizada além disso teve a aprovação da câmara de vereadores e ainda em audiências públicas votaram a favor da revisão do pdm os seguintes vereadores ivan carlini presidente da câmara heliosandro mattos antonio tareba antonio marcos valdir do restaurante tenório merlo valter rocon jonimar oliveira joão artem duda da barra rogério cardoso belo almir neres robson batista e wanderson pires a revisão do pdm coloca o município de vila velha na disputa por um superporto de águas profundas no espírito santo abre a possibilidade para a construção de dez polos industriais novas rodovias empreendimentos imobiliários um heliponto e uma série de novos projetos as ações contrárias não colocam em risco o andamento do projeto pois tudo foi feito dentro da legalidade as ações que visam barrar o desenvolvimento serão contestadas dentro da lei afir ma casamata o porto de águas profundas previsto para ser implantado em interlagos já tem projeto que se encontra em análise por órgãos do governo federal a diretoria do porto de roterdan na holanda um dos maiores e mais modernos do mundo manifestou interesse em fir casamata coordena projetos mar uma parceria com o governo do espírito santo para a construção desse porto que faria parte da infraestrutura que está sendo montada com os pólos industriais que contariam com a rodovia es 388 elo de ligação com a br-101.

[close]

p. 12

12 outubro de 2011 vitÓria/es 11 anos economia pesquisa do ibge revela retraÇÃo vendas no varejo caem em todo país os dados divulgados são referentes ao mês de agosto deste ano ados do ibge revelam que as vendas no varejo registraram em todo o país no mês de agosto a primeira queda mensal desde abril deste ano e o pior resultado desde março de 2010 refletindo o momento de desaceleração da economia o recuo foi de 0,4 por cento em agosto sobre julho em relação a igual mês do ano passado as vendas avançaram 6,2 por cento É um primeiro sinal negativo nesse período em que se fala da desaceleração da economia a moderação do crescimento da economia pode estar repercutindo aqui revelou o economista do ibge reinaldo pereira para ele pode estar começando um processo de desa d celeração do comércio de julho para agosto a queda nas vendas foi quase generalizada o que segundo pereira confirma a possível tendência de desaceleração do setor oito das 10 atividades pesquisadas apresentaram retração nas vendas segmentos de peso relevante na pesquisa como supermercados móveis e eletrodomésticos tiveram queda nas vendas de 0,1 e 0,4 por cento respectivamente os preços dos alimentos têm aumentado desde o começo do ano e têm inibido o consumo e em consequência o faturamento do setor varejista disse o economista os móveis estão no bolo da desaceleração geral da economia além da influência da freada econômica sobre as vendas outros fatores como a crise internacional preços mais altos e os primeiros sinais de aumento do dólar também contribuíram para a queda no setor varejista acrescentou o economista segundo o ibge o comércio varejista ampliado que incluiu os resultados do comércio de veículos e material de construção ajudam a entender o atual momento o comércio varejista ampliado caiu 2,3 por cento entre julho e agosto sendo que a venda de veículos recuou 4,6 por cento e a de material de construção encolheu 2 aí entra a confiança do consumidor em se endividar num período de crise internacional o consumidor pensa não sei co a queda nas vendas atinge também as áreas de shoppings centers mo essa crise vai me afetar se vou perder meu emprego então é melhor esperar um pouco antes de fazer uma dívida mais longa disse o economista na comparação anual todos os setores mostraram crescimento destacando-se móveis eletrodomésticos e hipermercados supermercados produtos alimentícios bebidas e fumo a alta das vendas em geral de 6,2 por cento é positiva mas desacelerou em relação a meses anteriores e foi também a menor para o mês de agosto de 2009 ela deu uma desacelerada em agosto como a economia como um todo foi o menor resultado desde março.

[close]

p. 13

11 anos vitÓria/es outubro de 2011 13

[close]

p. 14

14 outubro de 2011 vitÓria/es 11 anos economia presidente do sebrae quer estimular novas empresas quatro milhões de empreendedores o fortalecimento das micro e pequenas empresas tem ligação direta com maior crescimento da economia sebrae vai investir mais de r 780 milhões em três programas que têm como foco a inovação ­ sebraetec agente local de inovação e sebrae mais a expectativa é aumentar a participação das mpe no pib à medida que crescer a produtividade nos pequenos negócios há 39 anos atuando no apoio aos micro e pequenos empreendimentos brasileiros o sebrae tem como principal missão atualmente levar inovação para dentro das micro e pequenas empresas mpe segundo o presidente do sebrae luiz barretto o objetivo da instituição é mostrar aos empreendedores que eles devem adotar uma nova atitude empresarial e incorporar a cultura da capacitação permanente no dia a dia da empresa não é só o funcionário o trabalhador que precisa se atualizar a gestão empresarial principalmente na mpe também precisa de atualização constante afirma o presidente do sebrae destaca que a inovação é um fator importante para elevar o valor agregado dos produtos e serviços comercializados pelas mpe o que pode ajudar a aumentar a contribuição dos pequenos negócios à geração de riquezas no país responsáveis por mais de 70 dos empregos gerados em 2011 elas contribuem com cerca de 20 do produto interno bruto pib do brasil o presidente comentou ainda a ampliação dos benefícios do simples nacional regime tributário diferenciado para empreendedores individuais micro e pequenas empresas com os novos tetos de faturamento do supersimples a expectativa do sebrae é de estímulo ao crescimento dos pequenos negócios e de aumento das formalizações principalmente dos empreendedores individuais desde a criação do programa empreendedores individuais foram legalizados mais de 1,6 milhão de trabalhadores por conta própria segundo barretto em 2012 devem ser formalizados mais 700 mil trabalhadores e até 2014 o número pode chegar a 4 milhões leia entrevista nesta página o bernardo rebello/asn conheÇa o sebrae o serviço brasileiro de apoio às micro e pequenas empresas sebrae é um serviço social autônomo que objetiva auxiliar o desenvolvimento de micro e pequenas empresas estimulando o empreendedorismo no país o sebrae é uma entidade privada sem fins lucrativos criada em 1972 com a missão de promover a competitividade e o desenvolvimento das micro e pequenas empresas e fomentar o empreendedorismo atua também com foco no processo de formalização da economia por meio de parcerias com os setores público e privado programas de capacitação feiras e rodadas de negócios parte deste esforço ganhou visibilidade com a aprovação da lei geral da micro e pequena empresa em dezembro de 2006 um dos dispositivos da lei geral o simples federal já regulamentado representou grande ganho para micro e pequenas empresas em termos de redução de burocracia de carga tributária luiz barreto destaca a importância da inovação para o crescimento das micro e pequenas empresas com o supersimples temos o que comemorar quais os principais avanços para as micro e pequenas empresas na modificação do simples nacional aprovada nesta semana pelo senado completamos quatro anos do regime do supersimples temos o que comemorar tínhamos 1,3 milhão de empresas no antigo simples e passamos a ter 5,5 milhões no supersimples isso já é a expressão forte de como ele foi positivo aquele temor dos estados e municípios de perda de arrecadação não se confirmou os principais impostos cresceram acima de 300 nesses quatro anos agora conseguimos atualizar em 50 as faixas da microempresa e da pequena empresa e elevamos o teto do ei esse percentual corrige a inflação no período em torno de 25 e já projeta até 2014 a inflação isso significa um estímulo ao crescimento mas ainda temos questões na área tributária a serem trabalhadas precisamos enfrentar a batalha com os estados que para fazer a substituição tributária estão tirando os benefícios do supersimples a gente tem que fazer esse debate não fizemos agora porque queríamos primeiro corrigir o teto que já era um consenso mas há temas que precisamos discutir para continuar melhorando o ambiente há ainda uma agenda importante a ser trabalhada no congresso o que explica o sucesso do programa empreendedor individual e qual a meta de formalização do sebrae para os próximos anos o ei é o maior programa de formalização do país agora estendemos a faixa do ei o teto de enquadramento passou de r 36 mil para r 60 mil o que vai aumentar a formalização a meta é de 700 mil formalizações para o ano que vem a gente calcula que possa chegar em 2014 com um volume de 3,5 a 4 milhões de empreendedores individuais formalizados você tem um primeiro momento em que há um estoque maior mas agora a gente não quer pensar só no esforço de aumentar o número de formalizados mas dar sustentabilidade aos negócios dos 1,6 milhão que já se formalizaram queremos que estejam preparados para enfrentar o mercado e sobreviver para isso vamos testar se o sei ­ sebrae empreendedor individua l programa que oferece soluções específicas para esse público é de fato uma boa solução para ajudar o empreendedor a ser mais competitivo no mercado e crescer o ei quer ser microempresa e quem sabe uma pequena empresa no futuro as micro e pequenas empresas são responsáveis por mais de 70 dos novos empregos criados em 2011 no entanto respondem por apenas 20 do produto interno bruto pib brasileiro como elevar essa baixa contribuição à produção de riquezas historicamente esse setor sempre foi gerador de emprego e renda o exemplo mais claro disso foi durante a crise de 2008 e 2009 fundamentalmente foi por causa desse setor que o brasil superou a crise melhor que outros países em relação a aumentar o valor agregado e a participação no pib há uma luta permanente nossa o brasil está abrindo oportunidades com a copa e as olimpíadas e com as grandes intervenções na área de infraestrutura são esses eventos que vão possibilitar esse crescimento mas aposto que se atualizarmos esse dado levantado pelo sebrae em 1991 com referência a 1985 certamente vamos superar esses 20 o aumento dessa participação está ligado à intensificação do trabalho do sebrae em relação à sua clientela com o tema da inovação precisamos ter uma ação coordenada para que esse setor continue crescendo gerando emprego e renda mas que possa ter participação no pib mais significativa qual a importância da inovação para os micro e pequenos negócios e como desmistificar a ideia de que o conceito de inovação está restrito a grandes ações e que demanda investimentos muito elevados a gente tem que trabalhar fortemente para não ficar só no feijão com arroz as micro e pequenas empresas precisam criar valor e o tema da inovação é importante não se trata só de inovação tecnológica mas de gestão de busca de mercados de ampliar o valor agregado de seus produtos isso vale para toda a cadeia de um lado há que se trabalhar uma questão da cultura não servem mais aqueles paradigmas que serviam para a mpe de que meu pai fazia assim meu avô fazia assim eu sei fazer na prática isso é importante como atitude empresarial mas hoje o mundo está cada vez mais competitivo e com velocidade tecnológica o empreendedor tem que incorporar uma cultura do conhecimento do treinamento permanente da capacitação permanente não é só o funcionário o trabalhador que precisa se atualizar a gestão empresarial principalmente na mpe também precisa se atualizar o sebrae vai investir r 780 milhões nos próximos três anos com o sebraetec o ali e o sebrae mais os três programas juntos são mecanismos de distribuição desse tema da inovação.

[close]

p. 15

11 anos vitÓria/es outubro de 2011 15

[close]

Comments

no comments yet